Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Dent. press implantol ; 7(3): 32-39, July-Sept. 2013. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-718869

RESUMO

O tópico intitulado “Material e Métodos” ainda não é usado assim, de forma uniforme, em todos os periódicos e instituições. Equivocadamente, ainda se usa a forma “Materiais e Métodos” ou “Material e Método”. O termo “material”, no singular, representa um substantivo coletivo, no qual está inserida uma pluralidade em si mesmo. O termo “material”, na forma singular, também representa um adjetivo qualificador do que é relativo a matéria ou substância sólida, líquida ou gasosa que ocupa lugar no espaço como um agregado de partículas com massa.O termo “métodos” deve ser empregado no plural por não haver um termo coletivo que abarque todos os vários tipos de manobras utilizadas na elaboração da pesquisa, sendo praticamente impossível apenas o emprego de uma única forma de investigar, pois inclui-se a leitura, exames, cálculos, testes e ilustrações.Alguns produtos chamados de “materiais” ou “biomateriais” precisam ter os termos identificadores readaptados, pois não coadunam com os verdadeiros significados em nossa língua — ou muda-se a língua, o que é possível, pois ela é dinâmica! No presente artigo, são apresentados alguns fundamentos para embasar uma reflexão e posicionamento do leitor sobre o assunto.


The “Material and Methods” section has not been uniformly used by all journals and institutions. In additionto that, “Materials and Methods” or “Material and Method” have been mistakenly employed. The term“material”, in its singular form, is a collective noun of intrinsic plurality. It also functions as a qualifying adjectivefor solid, liquid or gaseous substances that occupy space as an aggregate of particles that has mass.“Methods” must be used in its plural form because no collective term is able to cover all procedures employedin a research, which often includes more than one single investigation method, for instance, reading,tests, calculations, trials and illustrations. The terms used for products known as “materials” or “biomaterials”are inappropriate for the meaning they convey in the Portuguese language. For this reason, they mustbe adapted. Or the language must change, which is perfectly possible given its dynamic nature! This articlepresents the basis for discussions on the theme.


Assuntos
Odontologia , Terminologia como Assunto , Comunicação e Divulgação Científica
2.
Dent. press implantol ; 5(4): 16-22, Oct.-Dec. 2011. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-699630

RESUMO

A confusão conceitual e o diagnóstico microscópico equivocado são comuns no emprego dos termos tecido de granulação e granuloma. Quando as áreas lesadas estão livres do agente agressor, o tecido de granulação, um tecido quase embrionário, forma-se no local para dar lugar a um novo tecido conjuntivo, restabelecendo-se a normalidade e/ou preenchendo espaços. Por outro lado, a persistência do agressor promove a continuidade da inflamação com macrófagos e células derivadas circunscrevendo-os, limitando sua agressividade. Esses aglomerados de macrófagos ao redor do persistente agressor recebem o nome de granulomas, um sinônimo de inflamação crônica. Apesar da sonoridade parecida, os termos granuloma e tecido de granulação representam fenômenos distintos e não devem ser utilizados como sinônimos nas análises microscópicas, pois isso induz a interpretações equivocadas.


The conceptual confusion and the mistaken microscopical diagnosis are often when using the terms granulation tissue and granuloma. When the wounded areas are free of the aggressor agent, the granulation tissue, an almost embryonic tissue, is formed on the area to give place to a new conjunctive tissue, reestablishing the normality and/or filling the spaces. On the other hand, the aggressor persistence promotes the inflammation continuation with macrophages and derived cells, limiting its aggressiveness. These macrophages agglomerated around thepersistent aggressor receive the name of granulomas, synonym of chronicle inflammation. Despite of the similar sonority, the terms granuloma and granulation tissue represent different phenomena and must not be used as synonyms in the microscopical analyses because this would lead to mistaken interpretations.


Assuntos
Tecido de Granulação , Granuloma/classificação , Terminologia como Assunto , Diagnóstico Diferencial , Inflamação , Regeneração
3.
Rev. dental press periodontia implantol ; 5(1): 21-26, jan.-mar.2011. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-594782

RESUMO

A uniformização de conceitos a partir da nomenclatura e terminologia corretas facilita a comunicação entre as pessoas, inclusive os especialistas de uma determinada área. Os conceitos, nomes, termos e classificações obedecem princípios universais, e não podem ser reinventados a todo momento, pois isso dificultará a compreensão... teremos uma verdadeira Torre de Babel. Em cada especialidade pode-se usar mais frequentemente determinados termos, mas não com significados ou conceitos diferentes do contexto universal. Em outras palavras, não se pode dizer que na Implantodontia usa-se tal termo com um conceito diferente das demais áreas, afinal não existe o “implantodontês” como um idioma específico.


Assuntos
Humanos , Implantação Dentária Endo-Óssea , Osseointegração , Terminologia como Assunto
4.
Rev. dental press periodontia implantol ; 4(4): 18-27, out.-dez. 2010. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-594809

RESUMO

A reconstrução das áreas lesadas em nosso corpo pode ser feita por reparação ou por regeneração. O que determina se vai ser reparação ou regeneração não é o resultado final, mas sim o tipo de tecido envolvido. Os tecidos conjuntivos são os únicos vascularizados e, quando inflamam — ou quando o sangue coagula no seu interior —, imediatamente se forma uma rede de fibrina invadida por brotos de células endoteliais, que aparecem nas paredes dos vasos vizinhos e formam, na área lesada, uma rica trama de vasos neoformados. A angiogênese (como esse fenômeno é conhecido) representa um dos fenômenos essenciais da reparação tecidual.


Assuntos
Odontologia , Osso e Ossos/fisiologia , Regeneração , Tecido Conjuntivo , Fibrose , Tecido de Granulação , Terminologia como Assunto
5.
Rev. clín. pesq. odontol. (Impr.) ; 4(3): 0-0, set.-dez. 2008.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-617360
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA