Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 14 de 14
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 18(1): 3727, 15/01/2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-967093

RESUMO

Objective: To verify the relationship between developmental enamel defects (DED) in permanent incisors and socioeconomic conditions and dental caries in children within the life course context. Material and Methods: A total of 350 children aged 9-11 years from 13 public schools in the city of Bauru, Brazil were examined. Clinical exams were performed to observe the presence of caries and developmental enamel defects using the DMFT and DED indexes, respectively. In addition, information about family income and parental schooling was collected. Statistical analysis used the Spearman Correlation Coefficient and the Chi-square test to verify the association between DED, socioeconomic conditions and dental caries. The significance level adopted was 5%. Results: Association between presence of dental caries and DED (p=0.04), delimited opacity (p=0.02) and opacity (p=0.01) was observed. Inverse correlation for the decayed component with maternal schooling and family income was also verified. Regarding the types of development enamel defect (DED), correlation between delimited opacity, opacity and DED with the DMFT index was observed. Conclusion: The results of this study indicated association between enamel defects and caries, as well as correlation between income and parental schooling and dental caries.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Cárie Dentária/prevenção & controle , Esmalte Dentário , Hipoplasia do Esmalte Dentário/patologia , Incisivo , Distribuição de Qui-Quadrado , Saúde Bucal , Epidemiologia , Estatísticas não Paramétricas , Escolaridade
2.
Arq. odontol ; 54: 1-8, jan.-dez. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-948848

RESUMO

Objetivo: Investigar a associação entre hábitos alimentares e de higiene bucal de crianças de 2 a 14 anos e nível de escolaridade dos pais/responsáveis. Métodos: Este estudo transversal foi realizado com uma amostra de conveniência de 214 pais/responsáveis por crianças, selecionadas em cinco escolas públicas de Belo Horizonte, sudeste do Brasil. Um formulário preenchido pelos pais/responsáveis forneceu informações sobre seu nível de escolaridade e sobre hábitos dietéticos e de higiene bucal das suas crianças. A amostra foi estratificada em dois grupos: pais/ responsáveis de crianças de 2 a 6 anos (n=119; 55,6%) e de 7 a 14 anos (n=95; 44,4%). O estudo recebeu aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil. A análise dos dados foi realizada pelo teste Qui-quadrado de Pearson e Teste Exato de Fisher (p < 0,05). Resultados: Maior nível educacional dos pais e responsáveis foi associado ao consumo de leite pelas crianças de 7 a 14 anos (OR=6,37; 95% IC: 2,27-17,88; p < 0,001) e inversamente relacionada ao consumo de balas na faixa etária de 2 a 6 anos (OR=0,26; 95% IC: 0,11-0,58, p < 0,001) e chicletes nos dois grupos (2 a 6 anos, p <0,001 e 7 a 14 anos p=0,014). A educação parental mais alta foi associada ao maior uso de pasta de dente infantil pelas crianças de 2 a 6 anos (OR=3,32; 95% IC: 1,52-7,24; p = 0,002), a uma frequência maior de escovação nas crianças de 2 a 6 anos (OR=4,26; 95% IC:1,50-12,08; p = 0,004) e ao uso de fio dental na faixa etária de 7 a 14 anos (OR=3,10; 95% IC:1,27-7,58; p = 0,011). Conclusões: O maior nível de escolaridade dos pais/responsáveis foi associado a hábitos alimentares mais saudáveis e melhores práticas de higiene bucal de suas crianças.(AU)


Aim: To investigate the association between eating and oral hygiene habits of 2 to 14-year-old children and the parent's/guardian's level of education. Methods: A cross-sectional study was conducted with a convenience sample of 214 parents/guardians of children, selected from five public schools in Belo Horizonte, in the southeastern region of Brazil. A questionnaire completed by the parents/guardians collected information about their educational level and about their children's eating and oral hygiene habits. The sample was stratified into two groups: parents/ guardians of children from 2 to 6 years old (n=119, 55.6%) and from 7 to 14 years old (n=95, 44.44%). The study was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Minas Gerais, Brazil. Data analysis was performed using the Pearson chi-square test and Fisher's Exact Test (p < 0.05). Results: Higher parental education was associated with children's milk consumption in the 7 to 14-year-old group (OR=6.37; 95% CI: 2.27-17.88; p < 0,001) and was inversely related to the consumption of candies from 2 to 6-year-old children (OR=0.26; 95% CI: 0.11-0.58; p < 0.001) and chewing gum in both groups (2 to 6 year olds, p < 0.001 and 7 to 14 year olds, p = 0.014). The highest parental education was associated with the use of children's toothpaste by 2 to 6-year-old children (OR=3.32; 95% CI: 1.52-7.24; p = 0.002) and higher tooth brushing frequency (OR=4.26; 95% CI: 1.50-12.08; p = 0.004) and dental floss usage in the group of 7 to 14-year-old children. Conclusions: The higher educational level of the parents/guardians was related to healthier food choices and better oral hygiene habits.(AU)


Assuntos
Humanos , Criança , Higiene Bucal , Pais , Consumo de Alimentos , Escolaridade , Comportamento Alimentar , Estudos Transversais/estatística & dados numéricos , Inquéritos e Questionários/estatística & dados numéricos
3.
Natal; s.n; set. 2014. 68 p. tab. (BR).
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-867393

RESUMO

A adolescência é vista como uma fase da vida marcada por uma série de transformações físicas e comportamentais, o que leva a determinada situações de risco, como o início precoce da atividade sexual, a gravidez e a ocorrência de doenças sexualmente transmissíveis. Baseado nessa afirmação, a pesquisa objetivou de forma geral: conhecer o perfil sexual e reprodutivo das adolescentes de um serviço de referência no município de Natal. De maneira específica: descrever as características socioeconômicas, sexuais e reprodutivas individuais e familiares da população em questão, como também, verificar possível associação entre gravidez e idade de início da atividade sexual com os aspectos socioeconômicos. O Estudo seccional realizado em banco de dados a partir dos registros de 463 adolescentes que buscaram atendimento num serviço de referência em saúde Sexual e Reprodutiva, no período de março de 2011 a junho de 2012. Os dados coletados foram submetidos à análise realizada pelos programas Excel 2007 e Statiscal Package for the Social Sciences (SPSS) 17.0. Para análise dos dados foi utilizada a estatística descritiva, com números absolutos e percentuais, sendo a sua apresentação feita por meio de tabelas de distribuição e frequências. Os resultados mostraram que os pais dessas adolescentes (65,7% - pai; 57,8% - mãe), possuíam ensino fundamental; renda familiar inferior a dois salários mínimos (66,2%); algum tipo de dependência química na família (33,5%) e presença de violência doméstica (20,6%).


Foi verificada uma maior probabilidade de gravidez quando a mãe tinha apenas o ensino fundamental (26,3%), outras pessoas que não o pai ou a mãe contribuíam com a renda familiar (33,3%) e (26%) quando havia dependência química na família O início precoce da atividade sexual foi observado quando a mãe apresentava ensino fundamental (57,3%), outras pessoas que não o pai ou a mãe contribuíam com a renda familiar (63,1%) e o uso de drogas/álcool como um problema familiar (67,6%). Concluiu-se que tais vulnerabilidades aparecem como reflexo da baixa condição social dessas jovens, agravadas pela herança afetiva que é ofertada a cada indivíduo desde o nascimento. Estes achados poderão quiçá, subsidiar as políticas públicas de vigilância da saúde às adolescentes em diversas áreas


Adolescence is seen as a phase of life marked by a series of physical and behavioral changes, which leads to certain risk situations, such as early sexual activity, pregnancy and the occurrence of sexually transmitted diseases. Based on this statement, this research aimed generally: meet the sexual and reproductive adolescents of a reference service in Natal profile. Specifically describe the socio¬economic, sexual and reproductive individual and family characteristics of the population in question, but also verify possible association between pregnancy and age of onset of sexual activity with the socioeconomic aspects. The sectional study conducted in the database from the records of 463 adolescents seeking care in a referral center in Sexual and Reproductive Health in the period March 2011 to June 2012. The data collected were subjected to analysis by Excel 2007 and Statistical Package for Social Sciences (SPSS) 17.0. For data analysis, descriptive statistics, with absolute numbers and percentages was used, and its presentation by means of distribution and frequency tables. Results showed that the parents of these adolescents (65.7% - father; 57.8% - mother), had primary education; family income less than two minimum wages (66.2%); any type of chemical dependency in the family (33.5%) and presence of domestic violence (20.6%).


A higher probability of pregnancy was verified when the mother had only primary education (26.3%), persons other than the father or mother contributed to family income (33.3%) and (26%) when there was substance abuse in the family early onset of sexual activity was observed when the mother had primary education (57.3%), persons other than the father or mother contributed to family income (63.1%) and the use of drugs / alcohol as a problem family (67.6%). It was concluded that such vulnerabilities appear as a reflection of the low social status of these young people, aggravated by emotional inheritance that is offered to every individual from birth. These findings may perhaps, support public health surveillance policies for adolescents in several areas


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Adolescente , Comportamento Sexual/psicologia , Gravidez na Adolescência/prevenção & controle , Vulnerabilidade em Saúde , Política Pública , Brasil , Escolaridade , Estudos Epidemiológicos , Política Pública , Fatores Socioeconômicos , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias , Violência Doméstica/psicologia
4.
Bauru; s.n; 2014. 116 p. ilus, tab.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-867053

RESUMO

O processo de envelhecimento consiste na deterioração lenta e progressiva das diversas funções orgânicas, é um fenômeno natural e inevitável que se reflete em uma maior fragilidade na saúde dos idosos. À medida que um indivíduo envelhece, sua qualidade de vida é fortemente determinada por sua habilidade de manter autonomia e independência. Assim, o objetivo deste trabalho foi descrever o perfil de qualidade de vida e aspectos de saúde de idosos residentes em uma instituição de longa permanência da cidade de Bauru, SP. A amostra foi composta por 20 idosos. Para avaliar a qualidade de vida utilizou-se o questionário SF-36 e para identificar a presença das doenças crônicas não transmissíveis: Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus foi realizada análise de prontuários, também foi realizada triagem auditiva nos residentes, para tanto utilizou- se o Audiômetro Pediátrico PA5 adaptado ao fone TDH 39. Como resultado, constatou-se que a maioria dos residentes eram do gênero masculino (85%), com idade média de 75,1 anos, o tempo médio de institucionalização foi 48 meses, 30% dos indivíduos eram analfabetos, 50% não possuíam ensino fundamental completo e apenas um (5%) tinha nível superior. No que se refere à qualidade de vida, o domínio Capacidade Funcional foi o aspecto mais afetado, o domínio Aspectos Sociais apresentou os melhores escores. Todos os idosos participantes falharam na triagem auditiva. Quanto à presença das doenças crônicas, 15% apresentam Hipertensão Arterial e 25% Diabetes Mellitus. Deste modo, pode-se concluir que houve uma elevada prevalência de alterações auditivas e Diabetes Mellitus nos residentes e uma baixa prevalência de Hipertensão Arterial, verificou-se relação estatisticamente significativa entre o tempo de institucionalização e o domínio Aspectos Sociais, não foi encontrada diferença estatisticamente significativa na qualidade de vida entre os indivíduos com e sem as doenças crônicas não transmissíveis Hipertensão Arterial e Diabetes...


The aging process, which consists of slow and progressive deterioration of physiological functions, is a natural and inevitable phenomenon that is reflected in a greater frailty in elderly health. During aging process, quality of life is largely determined by its ability to maintain autonomy and independence. The objective of this study was to describe the quality of life and health aspects of elderly residents in long-term care facilities in Bauru, SP. The sample consisted of 20 residents.To assess the quality of life were used the SF-36 questionnaire and to identify the presence of chronic no communicable diseases: Hypertension and Diabetes Mellitus chart analysis, Moreover, there was hearing screening in sheltered for both used the Pediatric Audiometer PA5 adapted to TDH 39. As a result , it was found that the majority of residents were male (85%) with a mean age of 75.1 years, the average length of institutionalization was 48 months, 30% were illiterate, 50% had no education full fundamental and only one (5%) had higher level. As regards the quality of life, functional capacity domain was the most affected aspect, Domain Social Aspects showed the best scores. All subjects participants failed in the hearing screening. For the presence of chronic diseases, 15% have Hypertension and 25% Diabetes Mellitus. Thus, it can conclude that there was a high prevalence of hearing impairment and diabetes mellitus among residents and a low prevalence of hypertension; there was a significant relationship between time of institutionalization and social aspects domain, no was found statistically significant difference in quality of life among individuals with and without chronic diseases Hypertension and Diabetes Mellitus.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Diagnóstico da Situação de Saúde , Instituição de Longa Permanência para Idosos/estatística & dados numéricos , Qualidade de Vida , Brasil , Estudos Transversais , Diabetes Mellitus , Escolaridade , Audição , Hipertensão , Estudo Observacional , Inquéritos e Questionários
5.
Odonto (Säo Bernardo do Campo) ; 20(39): 145-156, jan.-jun. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-790171

RESUMO

Objetivo: Avaliar a percepção em saúde oral e as necessidades de tratamento odontológico dos trabalhadores de uma empresa metalúrgica - montadora de máquinas agrícolas - da região de Piracicaba. Metodologia: O tipo de estudo foi transversal e a amostra aleatória simples por conveniência. Participaram deste estudo 156 trabalhadores que responderam a um questionário composto por 15 questões enfocando: identificação, percepção em saúde oral, satisfação com a saúde oral, hábitos de higiene oral, consultas ao dentista; e foram submetidos a exame clínico. A análise estatística compreendeu o uso do teste quiquadrado com nível de significância de 5%.Resultados: 86,5% dos trabalhadores eram do gênero masculino e que possuíam hábitos de higiene semelhantes em freqüência, independentemente do grau de escolaridade. Revelou que a maioria dos trabalhadores relatou problemas de saúde oral como cárie, doença periodontal e necessidade de prótese; e que os trabalhadores que possuem melhores hábitos de higiene e freqüentam o dentista com maior assiduidade não apresentam melhor percepção de sua condição oral. Com relação à condição oral, segundo os exames clínicos, maioria dos trabalhadores apresenta necessidade de pelo menos um dos problemas odontológicos investigados, sendo 60,9% em dentística,16,7% em cirurgia, 56,4% em periodontia, 56,2% em prótese e 14,2% em ortodontia. Conclusões: Parcela significativa dos trabalhadores é acometida por problemas orais amplamente conhecidos como a cárie, problemas periodontais e necessidade de prótese, sendo a percepção destes ineficientes para a detecção de tais problemas; o conhecimento acerca dos procedimentos de higiene oral é ineficiente para a manutenção da saúde oral dos trabalhadores; e há a necessidade da adoção de um programa em saúde oral de sensibilização e instrução aos trabalhadores.


Aim: To evaluate the perception in oral health and the dental care needs of workers from a metallurgical company – maker of farm machinery – the Piracicaba region, Brazil. Methodology: This is a cross-sectional study and the random sample of convenience. The sample comprised of 156 workers responded to a questionnaire composed by 15 questions focusing: identification, perception in oral health, satisfaction with oral health, oral hygiene, dentist’s appointments, and were submitted to a clinical examination. Statistical analysis was based on the chi-square, using a 5% significance level. Results: 86.5% of workers were male and that all of them had hygiene habits similar frequency, regardless of education level. Revealed that the majority of workers reported oral health problems such as caries, periodontal disease and need for prostheses, and that workers have better hygiene habits and attend the dentist more assiduously not have a better perception of their oral condition. Regarding the oral condition, according to the clinical examination, most workers need to present at least one of the investigated dental problems, being 60.9% in dentistry, 16.7% in surgery,56.4% in periodontics, 56.2 prosthetics and 14.2% in orthodontics. Conclusion: A significant proportion of workers affected by dental problems is widely known as caries, periodontal problems and need for prostheses, and the perception of ineffective for detecting such problems, the knowledge of oral hygiene procedures is inefficient to maintain the oral health of workers, and the necessity of adopting a program in oral health awareness and education workers.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Pessoa de Meia-Idade , Doenças da Boca/epidemiologia , Percepção , Saúde Bucal/estatística & dados numéricos , Saúde do Trabalhador/estatística & dados numéricos , Fatores Etários , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Serviços de Saúde Bucal , Determinação de Necessidades de Cuidados de Saúde/estatística & dados numéricos , Escolaridade , Higiene Bucal/estatística & dados numéricos , Metalurgia , Fatores Sexuais , Inquéritos e Questionários
6.
Braz. j. oral sci ; 8(4): 193-196, Oct.-Dec. 2009. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-578032

RESUMO

Aim: The aim of this study was to assess the esthetic perception of adults with primary, secondary and higher education and recent dental graduates towards different combinations of facial contours and upper central incisor shapes. Methods: Photographs of 6 individuals with square, tapered and ovoid facial contours (2 per type) were modified to have the 3 different types of tooth shapes (square, tapered and ovoid) in each facial contour (total of 18 photographs). The 195 participants rated each photograph using visual analogue scales. Comparison between groups was performed using the Chi-square t-test ('alfa'=0.05). Results: No statistically significant differences (p>0.05) were found in the esthetic perception towards the frontal facial outline and upper incisor shape by participants’ educational level. In addition, the shapes of teeth perceived as the most esthetically pleasing were not always similar to the form of frontal facial outline evaluated. Conclusions: No general agreement was found in the esthetic perception towards the frontalfacial outline and upper incisor shape by educational level. Dentists tend to prefer ovoid shape tooth for almost all frontal facial outline.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Estética Dentária/psicologia , Face/anatomia & histologia , Incisivo/anatomia & histologia , Distribuição de Qui-Quadrado , Tomada de Decisões Assistida por Computador , Escolaridade , Processamento de Imagem Assistida por Computador , Protocolos
7.
RGO (Porto Alegre) ; 57(4)out.-dez. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-533082

RESUMO

Objetivo: Associar a percepção das pessoas sobre o impacto das condições de saúde e doença bucal na qualidade de vida, com as seguintes variáveis: faixa de idade, condições socioeconômicas, escolaridade, situação da dentição, utilização de serviços odontológicos e hábitos de higiene bucal. Métodos: Foi utilizado um indicador subjetivo (OHIP-14) para avaliar a percepção das pessoas sobre o impacto da condição autoavaliada de saúde bucal na qualidade de vida delas próprias. Foram levantados dados demográficos, situação da dentição, utilização de serviços odontológicos e hábitos de higiene bucal. A amostra foi constituída por funcionários das escolas estaduais da cidade de Montes Claros, Minas Gerais. A análise estatística foi feita por meio de testes paramétricos, usando o programa SPSS. Resultados: Idosos percebem e registram maior limitação funcional e mais dor do que jovens. Edentados percebem e registram maior limitação funcional e incapacidade física do que dentados. Pessoas que precisam de próteses bucais sentem o impacto dessa situação na qualidade de vida. Melhor saúde bucal está associada a melhores condições econômicas, maior escolaridade, à procura por serviços odontológicos pagos para prevenção ou rotina e uso regular de instrumentos de higiene dental. Conclusão: As condições de saúde e doença bucal percebidas pelas pessoas estão associadas às variáveis pesquisadas. Como as pessoas têm percepção do impacto da saúde bucal sobre a qualidade de vida, mais condições para a procura de serviços odontológicos para prevenção ou rotina e uso regular de instrumentos de higiene dental melhorariam a saúde bucal da população.


Objective: To associate people's perception of the impact of oral health and disease status on the quality of life, with the following variables: Age bracket, socioeconomic conditions, educational level, dentition status, use of dental services, and oral hygiene habits. Methods: A subjective indicator (OHIP-14) was used to evaluate people's perception of the impact of the self-evaluated oral health status on the quality of their own lives. A survey was made of demographic data, dentition status, use of dental services and oral hygiene habits. The sample was constituted by employees of state schools in the city of Montes Claros, Minas Gerais, Brazil. Statistical analysis was performed by parametric tests using the SPSS program. Results: The elderly perceived and recorded greater functional limitation and more pain than young persons. Edentulous perceived and recorded greater functional limitation and physical incapacity than dentate persons. Persons that required dental prostheses felt the impact of this situation on the quality of life. Better oral health is associated with better economic conditions, higher educational level, seeking paid dental services for prevention or routine care and regular use of dental hygiene instruments. Conclusion: The oral health and disease status perceived by people is associated with the researched variables. As people perceive the impact of oral health on the quality of life, more conditions to seek dental services for prevention or routine care and the regular use of dental hygiene instruments would improve the population's oral health.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Saúde Bucal , Perfil de Impacto da Doença , Fatores Etários , Escolaridade , Higiene Bucal , Inquéritos e Questionários , Fatores Socioeconômicos
8.
RGO (Porto Alegre) ; 57(4): 401-406, out.-dez. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-873853

RESUMO

Objetivo: Associar a percepção das pessoas sobre o impacto das condições de saúde e doença bucal na qualidade de vida, com as seguintes variáveis: faixa de idade, condições socioeconômicas, escolaridade, situação da dentição, utilização de serviços odontológicos e hábitos de higiene bucal. Métodos: Foi utilizado um indicador subjetivo (OHIP-14) para avaliar a percepção das pessoas sobre o impacto da condição autoavaliada de saúde bucal na qualidade de vida delas próprias. Foram levantados dados demográficos, situação da dentição, utilização de serviços odontológicos e hábitos de higiene bucal. A amostra foi constituída por funcionários das escolas estaduais da cidade de Montes Claros, Minas Gerais. A análise estatística foi feita por meio de testes paramétricos, usando o programa SPSS. Resultados: Idosos percebem e registram maior limitação funcional e mais dor do que jovens. Edentados percebem e registram maior limitação funcional e incapacidade física do que dentados. Pessoas que precisam de próteses bucais sentem o impacto dessa situação na qualidade de vida. Melhor saúde bucal está associada a melhores condições econômicas, maior escolaridade, à procura por serviços odontológicos pagos para prevenção ou rotina e uso regular de instrumentos de higiene dental. Conclusão: As condições de saúde e doença bucal percebidas pelas pessoas estão associadas às variáveis pesquisadas. Como as pessoas têm percepção do impacto da saúde bucal sobre a qualidade de vida, mais condições para a procura de serviços odontológicos para prevenção ou rotina e uso regular de instrumentos de higiene dental melhorariam a saúde bucal da população.


Objective: To associate people's perception of the impact of oral health and disease status on the quality of life, with the following variables: Age bracket, socioeconomic conditions, educational level, dentition status, use of dental services, and oral hygiene habits. Methods: A subjective indicator (OHIP-14) was used to evaluate people's perception of the impact of the self-evaluated oral health status on the quality of their own lives. A survey was made of demographic data, dentition status, use of dental services and oral hygiene habits. The sample was constituted by employees of state schools in the city of Montes Claros, Minas Gerais, Brazil. Statistical analysis was performed by parametric tests using the SPSS program. Results: The elderly perceived and recorded greater functional limitation and more pain than young persons. Edentulous perceived and recorded greater functional limitation and physical incapacity than dentate persons. Persons that required dental prostheses felt the impact of this situation on the quality of life. Better oral health is associated with better economic conditions, higher educational level, seeking paid dental services for prevention or routine care and regular use of dental hygiene instruments. Conclusion: The oral health and disease status perceived by people is associated with the researched variables. As people perceive the impact of oral health on the quality of life, more conditions to seek dental services for prevention or routine care and the regular use of dental hygiene instruments would improve the population's oral health.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Saúde Bucal , Perfil de Impacto da Doença , Fatores Etários , Escolaridade , Higiene Bucal , Inquéritos e Questionários , Fatores Socioeconômicos
9.
Rev. odonto ciênc ; 23(4): 375-379, out.-dez. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-500155

RESUMO

Objetivo: Avaliar as percepções e os conhecimentos de pais ou responsáveis de crianças sobre os cuidados com a saúde bucal na primeira infância. Metodologia: Estudo descritivo transversal, cuja amostra foi composta por 235 pais residentes na área de abrangência de seis Unidades Básicas de Saúde do Centro de Saúde Escola Murialdo, em Porto Alegre, RS. Como instrumento de coleta de dados foi utilizada entrevista estruturada, realizada durante a campanha de multivacinação no ano de 2004. Resultados: Entre os entrevistados, 45% opinaram que a higiene bucal das crianças deveria ser iniciada antes de seis meses de idade, sendo que 57% consideraram que a criança teria capacidade de escovar seus dentes sozinha entre um e três anos. Com relação à idade ideal para a primeira consulta com o dentista, 35% relataram que ela deveria acontecer entre um e três anos. Quanto aos hábitos alimentares, a sacarose deveria ser introduzida na dieta já no primeiro ano de vida para 69% dos entrevistados. Conclusão: Há necessidade que ações educativas voltadas à primeira infância sejam priorizadas na atenção primária à saúde, de forma a incluir os responsáveis pelas crianças, uma vez que a família tem grande impacto no desenvolvimento de hábitos de saúde bucal da criança.


Purpose: To evaluate the perceptions and knowledge of parents or legally responsible persons about oral health care in preschool children. Methods: Cross-sectional and descriptive study design. The sample consisted of 235 parents or legally responsible persons of children living in areas attended by the six Health Basic Units of the health care center Escola Murialdo, in Porto Alegre, RS. Data were collected using a structured interview, which was applied during the multi-vaccination campaign in 2004. Results: Forty-five percent of the interviewed subjects reported that the child oral hygiene should start before six months of age, and 57% declared that the child is able to brush his/her own teeth between one and three years old. In relation to the ideal age for the first dental appointment, 35% reported the ages between one and three year-old. Considering child dietary habits, 69% believed that saccharose should be introduced in the diet during the first year. Conclusion: It is necessary to prioritize education actions with target on parents and legally responsible persons of preschool children in the primary health care, because the family greatly influences the development of oral health habits in children.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Promoção da Saúde , Higiene Bucal , Odontopediatria , Estudos Transversais , Escolaridade , Fatores Socioeconômicos
10.
JBP, j. bras. odontopediatr. odontol. bebê ; 6(30): 138-144, mar.-abr. 2003. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-387153

RESUMO

Através do envio de questionários para os pais de 215 crianças entre 0 e 71 meses de idade, matriculadas em creches particulares do município de Florianópolis-SC, constatou-se que a introdução precoce e o prolongamento do uso de mamadeiras, continua sendo uma realidade, mesmo diante do alto nível educacional dos pais. Observaram-se ainda, entre os pais, dificuldades em relação ao uso de métodos alternativos à mamadeira, como copos, colheres e xícaras. Concluiu-se que esforços direcionados apenas ao estímulo do aleitamento natural, sem o acompanhamento profissional durante o período de amamentação, não garantem que esta prática seja realizada com sucesso


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Adulto , Alimentação Artificial , Aleitamento Materno , Comportamento Alimentar , Alimentação Artificial/estatística & dados numéricos , Escolaridade
11.
Rev. odonto ciênc ; 16(32): 42-59, jan.-abr. 2001. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-308151

RESUMO

Realizou-se uma pesquisa de caráter transversal que constou de uma avaliaçäo comparativa entre grupos de mäes da mesma faixa etária, residentes na Vila Nossa Senhora de Fátima, em Porto Alegre, RS, populaçäo adscrita à mesma Unidade de Saúde e entre séries constituídas por seus filhos, com a utilizaçäo da variável escolaridade das mäes, relacionando-a com condiçöes sócio-econômicas, cuidados de higiene bucal e experiência de cárie dentária. A análise dos resultados mostrou que houve diferença estatisticamente significante para as rendas familiares (p= 0,05) e per capita (p= 0,02) entre os dois grupos de mäes, enquanto as comparaçöes dos percentuais de presença de placa bacteriana supragengival, percentuais de presença de sangramento da gengiva marginal e experiências de cárie dentária näo mostraram diferenças significativas (p= 0,05). A análise das relaçöes existentes entre as duas séries de 30 crianças näo mostrou diferenças significativas (p= 0,05), na comparaçäo dos percentuais de presença de placa bacteriana supragengival. A comparaçäo entre os percentuais de presença de sangramento da gengiva marginal mostrou diferença significativa entre as duas séries (p= 0,05). Näo houve diferenças significantes entre os ceo-d nas duas séries de crianças


Assuntos
Humanos , Feminino , Masculino , Criança , Adulto , Cárie Dentária , Escolaridade , Mães , Saúde Bucal , Índice Periodontal , Condições Sociais
12.
J. bras. ortodon. ortop. facial ; 4(22): 327-336, jul.-ago. 1999. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-405485

RESUMO

Este trabalho buscou verificar a informação que os pais possuem a respeito da chupeta de seus filhos. Foi feita uma análise qualitativa, através de um questionário introduzido em 2 grupos distintos. Estes grupos diferiram entre si quanto ao grau de instrução dos pais e ao nível sócio-econômico da família. Pelos resultados obtidos foi possível concluir que, independentemente da escolaridade e do nível sócio-econômico, os pais não sabem muito sobre a chupeta e nem tão pouco como usá-la beneficamente. Desta forma, procurou-se também esclarecer dúvidas sobre a utilização da mesma


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Adulto , Aleitamento Materno , Cuidado do Lactente , Escolaridade , Mães , Inquéritos e Questionários , Fatores Socioeconômicos , Comportamento de Sucção
13.
Periodontia ; 4(1): 217-23, jan.-jun. 1995. ilus, tab
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-853563

RESUMO

Foi realizado um trabalho com 100 pacientes da clínica da FO-UERJ, através da elaboração de um questionário. A amostra foi dividida em três grupos de acordo com o nível de instrução: primário, secundário e universitário. O objetivo foi analisar o comportamento dos pacientes, sua resposabilidade ao realizar um tratamento numa Faculdade e a realidade perante o custo que representa no orçamento familiar adquirir escovas dentárias e meios auxiliares para a realização de uma correta prevenção. Foi constatado que os pacientes julgam os seus dentes importantes, acreditam cuidar bem deles, e se mostram interessados num programa de orientação visando melhorar os seus hábitos de higiene oral. O nível salarial dos pacientes entrevistados se relaciona com os níveis de instrução, entre 1 e 2 salários mínimos na maioria dos pacientes de níveis primário e secundário. É primordial a motivação dos profissionais conscientizando os pacientes, mostrando ser este o fator mais importante, independente do fator sócio-econômico para a obtenção de um bom nível de higiene oral


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Relações Dentista-Paciente , Doenças Periodontais/prevenção & controle , Escolaridade , Motivação , Saúde Bucal , Odontologia Preventiva , Inquéritos e Questionários , Papel do Doente , Fatores Socioeconômicos , Escovação Dentária
14.
Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre ; 35(2): 29-33, dez. 1994. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-150282

RESUMO

O presente trabalho tem o objetivo de comprovar a dificuldade de diagnóstico e as variaçöes nas condutas clínicas a partir de radiografias interproximais, bem como analisar a relaçäo ensino-aprendizagem com base em tais radiografias. Para tanto, contou-se com a participaçäo dos alunos do 6§ e 8§ semestres da Faculdade de Odontologia da UFRGS que realizaram diagnósticos e condutas clínicas para quatro radiografias interproximais, as quais foram previamente analisadas pelos professores da disciplina de Radiologia da Faculdade, o que foi tomado como padräo. O resultado buscou mostrar a existência ou näo de homogeneidade na emissäo de diagnósticos e das condutas clínicas, utilizando como critérios as variáveis sexo e nível de escolaridade


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Radiografia Interproximal , Radiologia/educação , Escolaridade , Fatores Sexuais , Estudantes de Odontologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA