Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 14 de 14
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Ciênc. Plur ; 2(1): 1-2, 2016.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-859101

RESUMO

É com imensa satisfação que estamos no nosso segundo ano como editora científica da Revista Ciência Plural, a Revista do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Norte-UFRN. Para levarmos adiante este projeto ousado, formamos um Conselho Editorial do mais alto nível, composto por 57 professores brasileiros e estrangeiros de diversas especialidades da área da saúde e áreas afins, das mais prestigiadas universidades do Brasil como USP, UNESP, UNICAMP, UFMG, UFC, UFBA, UFPE, UFCG, UFPI, UERJ, UEL, UESB, UEPB, UERN, UNISUL e da nossa UFRN, além de renomados professores da Espanha (Agencia Nacional de Saúde Pública de Barcelona e Universidade de Zaragoza) e da Universidade do México que aceitaram nosso convite e fazem parte do maior patrimônio da Revista (AU).


Assuntos
Editorial , Publicações Científicas e Técnicas , Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico , Brasil
2.
Rev. ABENO ; 15(4): 85-90, 2015. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-881376

RESUMO

Os programas de Iniciação Científica (IC) representam grande parte das pesquisas realizadas por estudantes de graduação. O objetivo desse estudo foi identificar a porcentagem de publicação destas pesquisas, realizadas nos cursos do Campus de Patos, PB, aferir o tempo entre a apresentação da pesquisa no congresso de IC da instituição e sua publicação, identificar o curso e a área de origem da pesquisa. A partir da relação de alunos de IC nos anos de 2009 a 2014, foram consultados os dados das pesquisas nos Anais do Congresso de Iniciação Científica da Científica da Universidade Federal de Campina Grande, publicados no periódico Saúde & Ciência Online. Dois pesquisa-dores realizaram buscas nas bases de dados Medline, LILACS e BBO, cruzando os dados dos resumos. O índice de publicação foi baixo, com 10,4% das pesquisas publicadas, sendo 10 (30%) em periódicos Qualis A2. O tempo médio de publicação foi de 24 meses e o curso que obteve mais publicações no período estudado foi o de Medicina Veterinária. No curso de Odontologia, destacaram-se as áreas de Saúde Coletiva e Dentística. Apesar da relevância e das contribuições advindas das atividades de IC, ainda são poucos os levantamentos realizados sobre estas pesquisas e suas publicações (AU).


The Undergraduate Research Programs (URP) represent a large part of research conducted by undergraduate graduate students. The aim of this study was to identify the percentage of publication of this research, conducted in the Patos Campus courses, PB, measuring the time between the presentation of research on IC congress of the institution and its publication, identify the course and the area of research. From the URP students' records in the years 2009-2014, we consulted data from the Proceedings of the URP Congress at Federal University of Campina Grande (UFCG), published in the journal Saúde & Ciência Online. Two researchers conducted searches of Medline, LILACS and BBO, crossing the data from abstracts. The publication rate was low, with 10.4% of published research, 10 (30%) in Qualis A2 journals. The mean time for publication was 24 months and the Veterinary Medicine course got more publications in the studied period. For Dentistry, the highlights were the in areas of Public Health and Operative Dentistry. Despite the relevance and contributions from the URP activities, there are few surveys on these studies and publications (AU).


Assuntos
Brasil , Educação em Odontologia , Publicações Científicas e Técnicas , Estudos Transversais/métodos , Interpretação Estatística de Dados
3.
Perionews ; 8(2): 172-178, mar.-abr. 2014. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-713842

RESUMO

Introdução: indicadores bibliométricos apontam para mudanças na produção científica, evidenciando sua expansão internacional e nacional.Em comum às demais áreas da saúde, a investigação científica em Periodontia está aumentando exponencialmente. Objetivo: avaliar o perfil e a produção científica de pesquisadores brasileiros na área de Periodontia do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Metodologia: estudo de caráter transversal, observacional e descritivo, utilizando-se de dados secundários. Informações relativas ao perfil e produção científica dos pesquisadores da área de Periodontia foram coletadas a partir de consultas ao currículo Lattes de todos os pesquisadores bolsistas de produtividade na área de Odontologia. A produção científica considerada correspondeu ao biênio 2011/2012. Resultados: a amostra de estudo foi composta por 32 pesquisadores, sendo a maioria do sexo masculino (65,6%), pertencente à categoria 2 de bolsa (75%), especialistas (56,3%) e atuantes, sobretudo, no estado de São Paulo (71,9%). A maioria (71,9%) concluiu o doutorado entre 11 e 20 anos atrás e em instituições brasileiras (84,4%). Universidades paulistas respondem pela graduação da maioria. Maiores médias (10,31) de publicação em periódicos Qualis A internacional, de capítulos de livro (2,31) e de orientações de mestrado (3,50) foram observadas. Conclusão: a maioria dos pesquisadores de Periodontia é do sexo masculino, encontra-se no estado de São Paulo e concluiu seu doutorado há mais de uma década. Periódicos Qualis A internacional respondem pela maioria de suas publicações e orientações de mestrado pela principal formação de recursos humanos. Tais achados indicam relevante contribuição desses pesquisadores para a produção odontológica nacional.


Assuntos
Bibliometria , Pesquisa em Odontologia , Periodontia , Publicações Científicas e Técnicas , Indicadores de Produção Científica
4.
Stomatos ; 19(36): 10-19, jan.-jun. 2013. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-716521

RESUMO

Objetivo: Caracterizar o perfil da produção científica na área de endodontia em periódicos de alto impacto. Métodos: Foram avaliados os artigos publicados entre janeiro de 2001 e dezembro de 2011 nos periódicos Journal of Endodontics, International Endodontic Journal e Australian Endodontic Journal. Vários aspectos foram avaliados, a saber: tipo de artigo, origem geográfica dos autores, mudanças no perfil dos artigos ao longo do período estudado (em termos de país de origem e tipo de artigo) e relação entre o investimento em ciência/tecnologia e o número de publicações. Resultados: Um total de 3.993 artigos foram publicados no período de 10 anos estudado. Artigos de pesquisa básica representaram 67,85% da produção, comparados com 1,35% de revisões sistemáticas/metanálises. Os Estados Unidos ficaram em primeiro lugar em número de publicações (23,69%), seguidos pelo Brasil (14,22%) e pela China (6,42%). Apesar dos baixos investimentos feitos em ciência, os países emergentes Brasil, China e Turquia ficaram entre os cinco países com maiores números de publicações, especialmente como resultado do aumento nos números de artigos nos anos mais recentes. Conclusão: Países emergentes estão investindo cada vez mais em ciência e tecnologia, o que permitiu um grande número de publicações em periódicos de alto impacto nos últimos anos.


Objective: To characterize the profile of scientific production in the field of endodontics in high-impact journals. Methods: Articles published from January 2001 to December 2011 in the Journal of Endodontics, International Endodontic Journal, and Australian Endodontic Journal were evaluated. Various aspects were assessed: type of article, authors' geographic origin, changes in the profile of papers over the studied period (in terms of country of origin and type of article), and ratio between budget for science/technology and number of publications. Results: A total of 3,993 articles were published in the 10-year period assessed. Basic research articles accounted for 67.85% of the production, compared to 1.35% of systematic reviews/meta-analyses. The U.S. ranked first in number of publications (23.69%), followed by Brazil (14.22%) and China (6.42%). Despite the low investments made in science, the emerging countries Brazil, China, and Turkey were able to figure among the top five countries in number of publications, especially as a result of increasing numbers of articles in the latest years. Conclusion: Emerging countries are investing increasing amounts in science and technology, which has allowed for a large number of publications in high-impact journals. Keywords: Endodontics, science, technology, impact factor, journal article.


Assuntos
Pesquisa em Odontologia , Endodontia , Fator de Impacto de Revistas , Publicações Científicas e Técnicas
5.
Stomatos ; 17(33): 20-31, Jul.-Dec. 2011. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-693954

RESUMO

This cross-sectional study aimed to evaluate the abstracts of all articles published in the Stomatos Dental Journal between 1995 and 2009 and to obtain data on the methodological design of each article, the dental specialties focused on, and the authors’ institution of origin. A total of 206 abstracts were reviewed by two independent examiners. The results showed that the most frequent study designs were literature reviews (24.3%), cross-sectional studies (24.3%), laboratory in vitro studies (22.3%), and case reports (18.4%). The dental specialties with the highest number of articles were operative dentistry (16%), endodontics (15.5%), pediatric dentistry (10.7%), and oral and maxillofacial surgery and traumatology (10.2%). Most articles had Universidade Luterana do Brasil (ULBRA/Canoas) as the institution of origin (75.2%). Our findings revealed a pressing need to increase the number of studies with higher levels of evidence in all dental specialties and also to encourage the publication of articles from other institutions in order to qualify the journal.


Este estudo transversal teve como objetivo avaliar o perfil dos artigos publicados na revista Stomatos no período de 1995 a 2009 quanto ao tipo de delineamento metodológico, especialidade odontológica e instituição de ensino superior de procedência dos autores. Um total de 206 resumos foram revisados por dois examinadores independentes. Os resultados mostraram que os delineamentos mais utilizados foram a revisão de literatura (24,3%), o estudo transversal (24,3%), o estudo laboratorial in vitro (22,3%) e o relato de caso (18,4%). As especialidades odontológicas com maior número de publicações foram a dentística (16%), endodontia (15,5%), odontopediatria (10,7%) e cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial (10,2%). A maioria dos artigos tinha o Curso de Odontologia da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA/Canoas) como instituição de ensino oficial (75,2%). Os resultados revelaram uma necessidade premente de aumentar a publicação de estudos com maior nível de evidência, em todas as especialidades, e também de reduzir a endogenia, através da participação de autores de outras instituições, para permitir a qualificação da revista.


Assuntos
Bibliometria , Pesquisa em Odontologia , Publicações Científicas e Técnicas
6.
Arq. odontol ; 47(2): 84-89, 2011. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-620878

RESUMO

Objetivo: Investigou-se a representação brasileira nas publicações dos periódicos Journal of Endodontics (J Endod) e International Endodontic Journal (Int Endod J), bem como o perfil dos estudos brasileiros publicados nos dois periódicos. Materiais e Métodos: Todos os artigos publicados entre janeirode 2008 a dezembro de 2010 nos periódicos J Endod e Int Endod J foram acessados por meio do portal deperiódicos da CAPES. Dois pesquisadores avaliaram os artigos quanto ao delineamento, ao tema abordado e ao país de origem. Os estudos brasileiros foram ainda caracterizados quanto ao Estado e instituição de origem dos autores. Foi realizada uma análise descritiva dos dados empregando-se o programa SPSS 17.0. Resultados: Foram publicados, neste período, 1381 artigos (988 no J Endod; 393 no Int Endod J). O Brasilocupou o 2º lugar na produção de artigos científicos, apresentando 232 publicações (16,7%). A maioria dosestudos que geraram essas publicações foram desenvolvidos a partir de experimentos laboratoriais (82,7%)que abordaram principalmente os temas relacionados aos materiais e instrumentos utilizados na práticaendodôntica (55,9%) e à microbiologia endodôntica (23,8%). A maior parte deles eram provenientes de universidades públicas do Estado de São Paulo. Conclusão: O número de artigos brasileiros publicados nos últimos três anos nos periódicos J Endod e Int Endod J foi expressivo, alcançando o segundo lugar mundial.


Assuntos
Bibliometria/história , Jornalismo em Odontologia/história , Interpretação Estatística de Dados , Publicações Científicas e Técnicas
7.
Arq. odontol ; 47(02): 84-89, 2011. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-850078

RESUMO

Objetivo: Investigou-se a representação brasileira nas publicações dos periódicos Journal of Endodontics (J Endod) e International Endodontic Journal (Int Endod J), bem como o perfil dos estudos brasileiros publicados nos dois periódicos. Materiais e Métodos: Todos os artigos publicados entre janeirode 2008 a dezembro de 2010 nos periódicos J Endod e Int Endod J foram acessados por meio do portal deperiódicos da CAPES. Dois pesquisadores avaliaram os artigos quanto ao delineamento, ao tema abordado e ao país de origem. Os estudos brasileiros foram ainda caracterizados quanto ao Estado e instituição de origem dos autores. Foi realizada uma análise descritiva dos dados empregando-se o programa SPSS 17.0. Resultados: Foram publicados, neste período, 1381 artigos (988 no J Endod; 393 no Int Endod J). O Brasilocupou o 2º lugar na produção de artigos científicos, apresentando 232 publicações (16,7%). A maioria dosestudos que geraram essas publicações foram desenvolvidos a partir de experimentos laboratoriais (82,7%)que abordaram principalmente os temas relacionados aos materiais e instrumentos utilizados na práticaendodôntica (55,9%) e à microbiologia endodôntica (23,8%). A maior parte deles eram provenientes de universidades públicas do Estado de São Paulo. Conclusão: O número de artigos brasileiros publicados nos últimos três anos nos periódicos J Endod e Int Endod J foi expressivo, alcançando o segundo lugar mundial.


Assuntos
Bibliometria/história , Jornalismo em Odontologia/história , Interpretação Estatística de Dados , Publicações Científicas e Técnicas
8.
Stomatos ; 16(31): 69-76, jun.-dez. 2010. graf, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-693947

RESUMO

A reunião anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica (SBPqO) é um evento representativo para a divulgação das pesquisas cientificas na área de odontologia realizadas no Brasil. O objetivo do presente trabalho foi realizar o levantamento das publicações realizadas pelo corpo docente e discente do Curso de Odontologia da Universidade Luterana do Brasil/ULBRA (Campus Canoas, Cachoeira do Sul e Torres) nos Suplementos da Brazilian Oral Research, periódico científico oriundo das apresentações dos painéis na SBPqO. Para isso, os resumos publicados foram acessados por meio de consulta on line no site da instituição e catalogados conforme o ano da reunião, o código da pesquisa, os autores (por sobrenome), a categoria do painel e o delineamento do estudo. Os dados foram transferidos para uma tabela a partir da primeira publicação e analisados em relação ao número de publicações/ano e quanto ao delineamento do estudo. O ano de 2006 apresentou o maior número de publicações (50), entretanto a produtividade apresenta-se em declínio nos últimos três anos (2007, 2008 e 2009). O delineamento da maioria das pesquisas no período analisado são laboratoriais (in vitro) e transversais, ou seja, estudos com baixo poder de gerar evidência científica.


The Brazilian Society for Dental Research (SBPqO) is an annual meeting for the publishing of the dentistry scientific research in Brazil. The aim of this study was to search publications by students and professors of School of Dentistry, Lutheran University of Brazil / ULBRA (Canoas, Cachoeira do Sul, Torres) in the Brazilian Oral Supplements Research, a scientific journal dedicated to publication of SBPqO research banners. Published abstracts were accessed by online searching on site of SBPqO and organized according to: year, code research, authors (surname), banner category and the study design. Data were organized in a table from the first publication and analyzed in relation to the frequency of publications per year and study design. In 2006 there was the highest number of publications (50). However, the publications are decreasing on last three years (2007, 2008 e 2009). The design of most publications at period was in vitro and cross-sectional. These studies have low capacity to generate scientific evidence.


Assuntos
Estudos Transversais , Odontologia , Publicações Científicas e Técnicas
9.
RGO (Porto Alegre) ; 58(1)jan.-mar. 2010.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-545217

RESUMO

Os dois editoriais incluídos no presente fascículo de nossa revista são apresentados para reflexão dos pós-graduandos, orientadores, professores e coordenadores de cursos de pós-graduação, entre outros, para análise sobre o futuro das publicações científicas brasileiras.O notável trabalho da CAPES com a criação do Portal de Periódicos...


Assuntos
Publicações Científicas e Técnicas
10.
RGO (Porto Alegre) ; 58(1)jan.-mar. 2010.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-545218

RESUMO

Professor Doutor Jorge Guimarães DDPresidente, CAPES São Paulo, 2 de agosto de 2009. Meu caro Jorge, você já viu, não é, o Novo Qualis está dando pano pra mangas! Até rendeu excelente matéria em "O Estado de São Paulo" sob o sugestivo título Ranking coloca revistas científicas brasileiras em 'risco de extinção'.¹ Entrevistado, você disse "não concordar com algumas mudanças como a limitação do número de revistas que podem ser classificadas num determinado estrato." Viva! O Senhor Presidente começou a ver o problema! Infelizmente você adotou um tom de crítica ultraleve, para minimizar, como mero detalhe, esta que é a mais perversa das invenções do Comitê dos Numerólogos Alienados (CNA). Desculpe-me, mas inventei esta sigla porque siglas estão na moda e porque me recuso a lembrar o nome oficial do Comitê. Ao decidir que apenas 25% dos periódicos do mundo são dignos de figurar no Qualis A, os Alienados estabeleceram, talvez sem notar, curiosa e inevitável conseqüência matemática: o valor limite para cada área foi fixado por numerologia, sem nenhuma relação com a realidade da respectiva produção científica...


Assuntos
Publicações Científicas e Técnicas
11.
RGO (Porto Alegre) ; 58(1): 13-15, jan.-mar. 2010.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-873916

RESUMO

A Associação Médica Brasileira (AMB) preocupada com o futuro das publicações científicas brasileiras, depois da divulgação dos novos critérios QUALIS da CAPES, organizou uma série de encontros em sua sede em São Paulo. Os Editores das principais revistas médicas do país, diretores da ABEC (Associação Brasileira de Editores Científicos) eos coordenadores das áreas de Medicina II e Medicina III da CAPES trocaram informações e, acima de tudo, elaboraram propostas para aprimorar o processo de avaliação dos periódicos científicos brasileiros pelo novo sistema QUALIS da CAPES. A produção científica classificada pelo QUALIS constituirá um dos itens principais da avaliação dos programas de pós-graduação no último triênio. Considerando que aprincipal fonte de artigos científicos para as revistas brasileiras são provenientes dos programas de pós-graduação vinculados à CAPES, era muito importante afinar o discurso e garantir uma linguagem comum para todas as partes envolvidas. Do lado dos Editores há receio de que os novos critérios da CAPES possam criar uma subclasse de periódicos baseado exclusivamente no Fator de Impacto ISI. O critério anterior indicava, como ponto de corte, fator de impacto igual a 1. Recentemente, algumas revistas brasileiras conseguiram, com enormes esforços,atingir este patamar. Entretanto, os novos critérios além de considerarem apenas o fator de impacto, estabeleceram pontos de corte bem mais elevados. Adotando-se esta medida, as revistas brasileiras passariam a ser preteridas pelos orientadores e alunos de pós-graduação - os grandes produtores da ciência brasileira - criando-se assim um círculo vicioso ao qual seria difícil a sobrevivência dos nossos periódicos...


Assuntos
Publicações Científicas e Técnicas
12.
RGO (Porto Alegre) ; 58(1): 9-12, jan.-mar. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-873917

RESUMO

Professor Doutor Jorge Guimarães DDPresidente, CAPES São Paulo, 2 de agosto de 2009. Meu caro Jorge, você já viu, não é, o Novo Qualis está dando pano pra mangas! Até rendeu excelente matéria em "O Estado de São Paulo" sob o sugestivo título Ranking coloca revistas científicas brasileiras em 'risco de extinção'.¹ Entrevistado, você disse "não concordar com algumas mudanças como a limitação do número de revistas que podem ser classificadas num determinado estrato." Viva! O Senhor Presidente começou a ver o problema! Infelizmente você adotou um tom de crítica ultraleve, para minimizar, como mero detalhe, esta que é a mais perversa das invenções do Comitê dos Numerólogos Alienados (CNA). Desculpe-me, mas inventei esta sigla porque siglas estão na moda e porque me recuso a lembrar o nome oficial do Comitê. Ao decidir que apenas 25% dos periódicos do mundo são dignos de figurar no Qualis A, os Alienados estabeleceram, talvez sem notar, curiosa e inevitável conseqüência matemática: o valor limite para cada área foi fixado por numerologia, sem nenhuma relação com a realidade da respectiva produção científica...


Assuntos
Publicações Científicas e Técnicas
13.
RGO (Porto Alegre) ; 58(1): 7-7, jan.-mar. 2010.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-873918

RESUMO

Os dois editoriais incluídos no presente fascículo de nossa revista são apresentados para reflexão dos pós-graduandos, orientadores, professores e coordenadores de cursos de pós-graduação, entre outros, para análise sobre o futuro das publicações científicas brasileiras.O notável trabalho da CAPES com a criação do Portal de Periódicos...


Assuntos
Publicações Científicas e Técnicas
14.
Periodontia ; 16(3): 79-84, set. 2006.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-463299

RESUMO

Experiência clínica, habilidade técnica e senso crítico são indispensáveis, mas não suficientes para promover os melhores resultados para o tratamento do paciente. Dentro deste contexto, as revisões sistemáticas estão sendo amplamente utilizadas para a avaliação da corrente evidência em todos os campos da biomedicina, inclusive na odontologia. O objetivo de uma revisão sistemática é fornecer uma avaliação compreensiva e atual da pesquisa, utilizando métodos transparentes, minimizando a presença de vieses. Em suma, uma metodologia de pesquisa pré-estabelecida é empregada para conduzir a revisão. Este artigo tem como objetivo apresentar noções do que é uma revisão sistemática, enfatizando a diferença existente entre esta e uma revisão narrativa, bem como demonstrara importância do uso desse tipo de evidência, para tomar decisões clínicas.


Assuntos
Medicina Baseada em Evidências , Metanálise , Publicações Científicas e Técnicas , Uso da Informação Científica na Tomada de Decisões em Saúde , Revisão , Indicadores de Produção Científica , Cooperação Técnica
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA