Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 38
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Arch. Health Invest ; 8(1): 53-56, jan. 2019.
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-995089

RESUMO

Introdução: As atuações multidisciplinares na área da saúde têm sido cada vez mais constantes e eficientes. Propor modelos de aplicação deste tipo de intervenção contribui sobremaneira para o desenvolvimento de ações em todos os setores de atendimento em saúde. Objetivo: Descrever as atividades de um profissional de Educação Física em uma equipe multidisciplinar no atendimento de saúde "Programa Viver Bem ­ Interclínicas no campus III do Centro Universitário de Jaguariúna". Método: Relato de experiência a partir do método self-study. Discussão: A trajetória deste profissional foi composta de diversos projetos sociais e educacionais, atuando a partir das funções enquanto professor/orientador/gestor do programa no oferecimento de atividades físicas. Conclusão: O trabalho multidisciplinar e a convivência com outros profissionais da área da saúde como Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição e Psicologia foram de fundamental importância para o sucesso do programa e pela excelência nos seus atendimentos(AU)


Introduction: The multidisciplinary actions in the health area have been increasingly constant and efficient. Proposing models of application of this type of intervention contributes greatly to the development of actions in all sectors of health care. Objective: To describe the activities of a Physical Education professional in a multidisciplinary team in the health care "Programa Viver Bem ­ Interclínicas no campus III do Centro Universitário de Jaguariúna". Method: Report of experience from the self-study method. Discussion: The trajectory of this professional was composed of several social and educational projects, acting from the functions as teacher / supervisor / manager of the program in the offering of physical activities. Conclusion: The multidisciplinary work and the coexistence with other health professionals such as Nursing, Physical Therapy, Nutrition and Psychology were of fundamental importance for the success of the program and for excellence in its services(AU)


Introducción: Las actuaciones multidisciplinares en el área de la salud han sido cada vez más constantes y eficientes. Proponer modelos de aplicación de este tipo de intervención contribuye sobremanera para el desarrollo de acciones en todos los sectores de atención en salud. Objetivo: Describir las actividades de un profesional de Educación Física en un equipo multidisciplinario en la atención de salud del "Programa Viver Bem ­ Interclínicas no campus III do Centro Universitário de Jaguariúna". Método: Relato de experiencia a partir del método self-study. Discusión: La trayectoria de este profesional fue compuesta de diversos proyectos sociales y educativos, actuando a partir de las funciones como profesor / orientador / gestor del programa en el ofrecimiento de actividades físicas. Conclusión: El trabajo multidisciplinario y la convivencia con otros profesionales del área de la salud como Enfermería, Fisioterapia, Nutrición y Psicología fueron de fundamental importancia para el éxito del programa y por la excelencia en sus atenciones(AU)


Assuntos
Equipe de Assistência ao Paciente , Educação Física e Treinamento , Planos e Programas de Saúde , Exercício Físico , Saúde
2.
Bauru; s.n; 2014. 130 p. map.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-867062

RESUMO

A Estratégia Saúde da Família surgiu como uma proposta para impulsionar a reestruturação da Atenção Básica em Saúde, tendo como foco o núcleo familiar. A inserção da Equipe de Saúde Bucal foi um importante componente nesta proposta de atendimento integral, vislumbrando um paradigma de atenção odontológica que promova melhorias nas condições de vida da população e a perspectiva de atuação dentro dos princípios da integralidade, desenvolvendo atividades de promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal. O Agente Comunitário de Saúde é um profissional que emerge da comunidade e integra a equipe de saúde da família tornando-se um vínculo entre esses dois polos, trazendo as demandas da comunidade para a equipe e facilitando o acesso aos serviços. Este estudo teve como objetivo analisar, através dos discursos dos cirurgiões-dentistas, auxiliares em saúde bucal e agentes comunitários de saúde, suas percepções sobre a integralidade das ações, a integração ensino-serviço, através do programa Pró- Saúde, e as implicações na rotina de trabalho desses profissionais. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, onde os profissionais integrantes das Equipes de Saúde Bucal e Agentes Comunitários de Saúde foram entrevistados com auxílio de um roteiro semiestruturado, abordando questões sobre o cotidiano de seu trabalho. Para análise dos dados foram utilizadas as metodologias do Discurso do Sujeito Coletivo (para os dados coletados da Equipe de Saúde Bucal) e Análise do Discurso (para os discursos dos Agentes Comunitários de Saúde). Os discursos mostraram a persistência de práticas odontológicas hegemônicas, com a dicotomia entre práticas clínicas intervencionistas e a prevenção. Os entrevistados demonstraram certa compreensão sobre os determinantes sociais, principalmente nos relatos abordando as visitas domiciliares. Neste estudo, porém, os discursos não evidenciaram mudanças nas atividades da Equipe de Saúde Bucal da Unidade de Saúde da Família cenário de prática do...


The Family Health Strategy has emerged as a proposal to promote the restructuring of Primary Health Care, focusing on the family unit. The insertion of the Oral Health Team was an important component in the proposed comprehensive care, envisioning a paradigm dental care that promotes improvements in the living conditions of the population and the prospect of acting within the principles of comprehensiveness, developing promotional activities, prevention and recovery oral health. The Community Health Worker is a professional that emerges from the community and is a staff family health becoming a link between these two poles, bringing the community's demands for the team and facilitating access to services. This study aimed to analyze, through the discourses of dentists, dental health aides and community health workers, their perceptions about the integration of actions, integrating teaching and service through the Pro-Health program, and the implications on routine work of these professionals. This is a qualitative study, where the professional members of the oral health teams and community health workers were interviewed with the aid of a semi - structured interview, addressing questions about their everyday work. The methodologies of the Collective Subject Discourse (for data collected from the Oral Health Team) and Discourse Analysis were used (for the speeches of Community Health Workers) for data analysis. The speeches showed the persistence of hegemonic dental practices, with the dichotomy between interventional clinical practice and prevention. Respondents showed some understanding of the social determinants, especially in reports addressing home visits. In this study, however, the talks did not show changes in the activities of the Oral Health Team of the Health Unit of Family Practice Pro-Health scenario, suggesting that the time (three years) of operation of the program is still short to induce changes in everyday...


Assuntos
Humanos , Atitude do Pessoal de Saúde , Agentes Comunitários de Saúde , Auxiliares de Odontologia , Serviços de Saúde Bucal , Odontólogos , Planos e Programas de Saúde , Brasil , Estratégia Saúde da Família , Programas Nacionais de Saúde , Serviços de Integração Docente-Assistencial
5.
Odontol. clín.-cient ; 6(4): 319-324, out.-dez. 2007. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-500888

RESUMO

Os programas educativo-preventivos nas escolas são considerados uma opção de relação custo/efetividade favorável à democratização de conhecimentos em saúde e consequente empoderamento das crianças para lidarem com o processo saúde-doença. Assim, sendo, o objetivo do presente estudo foi avaliar o grau de conhecimento sobre hábitos em higiene bucal e a participação em programas educativo-preventivos de professores do ensino fundamental público de um município do interior do estado de São Paulo. A amostra foi constituída por 56 professores e o instrumento de coleta de dados foi um questionário estruturado aplicado por um único pesquisador. Verificou-se, de maneira geral, que os hábitos de higiene bucal dos professores foram considerados satisfatórios, com frequencia de escovação dentária e uso de fio dental consideradas satisfatórias para a manutenção da saúde bucal. Apesar da maioria afirmar já ter participado em programas educativo-preventivos, boa parte atestou que a escola não estava realizando nenhum pregrama deste tipo. Conclui-se a necessidade de uma maior interação das áreas de saúde e educação para a promoção de saúde dos professores e escolares.


Assuntos
Comportamentos Relacionados com a Saúde , Educação em Saúde , Educação em Saúde Bucal , Planos e Programas de Saúde , Promoção da Saúde , Higiene Bucal , Odontologia Preventiva
6.
Odontol. clín.-cient ; 6(4): 319-324, out.-dez. 2007. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-873455

RESUMO

Os programas educativo-preventivos nas escolas são considerados uma opção de relação custo/efetividade favorável à democratização de conhecimentos em saúde e consequente empoderamento das crianças para lidarem com o processo saúde-doença. Assim, sendo, o objetivo do presente estudo foi avaliar o grau de conhecimento sobre hábitos em higiene bucal e a participação em programas educativo-preventivos de professores do ensino fundamental público de um município do interior do estado de São Paulo. A amostra foi constituída por 56 professores e o instrumento de coleta de dados foi um questionário estruturado aplicado por um único pesquisador. Verificou-se, de maneira geral, que os hábitos de higiene bucal dos professores foram considerados satisfatórios, com frequencia de escovação dentária e uso de fio dental consideradas satisfatórias para a manutenção da saúde bucal. Apesar da maioria afirmar já ter participado em programas educativo-preventivos, boa parte atestou que a escola não estava realizando nenhum pregrama deste tipo. Conclui-se a necessidade de uma maior interação das áreas de saúde e educação para a promoção de saúde dos professores e escolares.


Assuntos
Comportamentos Relacionados com a Saúde , Educação em Saúde , Educação em Saúde Bucal , Promoção da Saúde , Higiene Bucal , Odontologia Preventiva , Planos e Programas de Saúde
7.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 4(1): 53-57, jan.-abr. 2004. graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-442634

RESUMO

As atividades extra muros possibilitam aos alunos oconhecimento das dimensões estruturais dos serviços públicos de saúde, a participação no atendimento à população, acompreensão das políticas de saúde bucal, do papel do cirurgião-dentista e do contexto social no qual futuramente o acadêmico irá ingressar. A Faculdade de Odontologia de Araçatuba - UNESP (FOA) há 40 anos vêm desenvolvendo atividades de extensão universitária através do Serviço Extramuro Odontológico (SEMO), pioneiro na atenção odontológica à comunidade rural no Brasil. O objetivo deste trabalho foi avaliar a importância do SEMO na formação profissional, sob a ótica dos acadêmicos, através da elaboração de um questionário contendo 21 questões referentes a este serviço e aplicado nos ex-alunos do curso de graduação da FOA, formados em 1999. Através da análise dos resultados foi possível observar a contribuição do SEMO na formação profissional dos ex-acadêmicos, estimulando o compromisso com a saúde bucal coletiva e capacitando-os no atendimento às necessidades da população, alcançando assim os objetivos propostos pelo programa


Assuntos
Humanos , Adulto , Relações Comunidade-Instituição , Assistência Odontológica , Educação em Odontologia , Educação Profissional em Saúde Pública , Planos e Programas de Saúde , Competência Profissional , Inquéritos e Questionários
8.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 4(1): 53-57, jan.-abr. 2004. graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-872749

RESUMO

As atividades extra muros possibilitam aos alunos oconhecimento das dimensões estruturais dos serviços públicos de saúde, a participação no atendimento à população, acompreensão das políticas de saúde bucal, do papel do cirurgião-dentista e do contexto social no qual futuramente o acadêmico irá ingressar. A Faculdade de Odontologia de Araçatuba - UNESP (FOA) há 40 anos vêm desenvolvendo atividades de extensão universitária através do Serviço Extramuro Odontológico (SEMO), pioneiro na atenção odontológica à comunidade rural no Brasil. O objetivo deste trabalho foi avaliar a importância do SEMO na formação profissional, sob a ótica dos acadêmicos, através da elaboração de um questionário contendo 21 questões referentes a este serviço e aplicado nos ex-alunos do curso de graduação da FOA, formados em 1999. Através da análise dos resultados foi possível observar a contribuição do SEMO na formação profissional dos ex-acadêmicos, estimulando o compromisso com a saúde bucal coletiva e capacitando-os no atendimento às necessidades da população, alcançando assim os objetivos propostos pelo programa


Assuntos
Humanos , Adulto , Relações Comunidade-Instituição , Assistência Odontológica , Educação em Odontologia , Educação Profissional em Saúde Pública , Planos e Programas de Saúde , Competência Profissional , Inquéritos e Questionários
9.
JBP rev. Ibero-am. odontopediatr. odontol. bebê ; 7(35): 56-64, jan.-fev. 2004. ilus
Artigo em Espanhol, Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-405492

RESUMO

Este estudo teve como objetivo avaliar um programa de atenção odontológica a escolares, durante seus 10 anos de funcionamento, a fim de determinar sua eficácia e contribuição para a saúde bucal da comunidade, obtendo-se também a determinação do perfil dos pacientes atendidos. Foram selecionadas 400 fichas clínicas de crianças atendidas neste período, sendo analisados os seguintes itens: IHO (Índice de Higiene Oral), levantamento global de necessidades, procedimentos executados (curativos, preventivos, educativos, endodônticos e cirúrgicos), comportamento na primeira consulta, idade, sexo, data dos atendimentos e fator sócio-econômico e cultural. Da análise realizada, concluiu-se que a maioria das crianças era do sexo masculino e a faixa etária predominante era de 7 a 9 anos e que o comportamento dessas crianças na primeira consulta melhorou ao longo dos anos. Tanto o número de lesões cariosas iniciais e cavitadas quanto o Índice de Higiene Oral foram reduzidos. Dentre os procedimentos curativos, observou-se que a quantidade de restaurações executadas diminuiu, demonstrando menor necessidade de procedimentos invasivos. Procedimentos preventivos e educativos foram freqüentemente realizados, visando à promoção de saúde. Portanto, houve mudança de perfil dos pacientes nos últimos 10 anos, demonstrando a eficácia desse tipo de programa de atenção odontológica


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde , Planos e Programas de Saúde , Promoção da Saúde , Saúde Bucal , Procedimentos Clínicos , Educação em Saúde Bucal
12.
Rev. Fac. Odontol. Bauru ; 10(3): 156-163, jul.-set. 2002. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-329381

RESUMO

A Universidade de Marília - UNIMAR mantêm um convênio com a prefeitura municipal, oferecendo um programa de prevençäo e promoçäo de saúde bucal destinado às crianças de 3 a 6 anos matriculadas nas EMEIs (Escola Municipal de Ensino Infantil). Como parte do método de controle e avaliaçäo do programa foi realizado um levantamento epidemiológico para conhecer a prevalência de fluorose dentária na dentiçäo decídua com o objetivo de saber se as crianças já haviam sido expostas ao excesso de Flúor antes de começarem a participar do programa. Foram examinadas 994 crianças de três a seis anos de idade, compreendidas entre doze escolas de Marília, utilizando-se o índice de Dean. Os resultados nos mostraram uma prevalência de 4,8 por cento para crianças de 3 anos, seguido de 6,7 por centopara 4 anos, 10,3 por cento para 5 e 6 anos de idade. Em relaçäo ao grau de fluorose: 92,0 por cento (normal), 3,8 por cento (questionável), 2,8 por cento (muito leve), 0,9 por cento (leve), 0,3 por cento (moderado) e 0,2 por cento (severa). Em funçäo da baixa prevalência de fluorose dentária nos pré-escolares estudados, a mesma näo constitui um problema de amplas dimensöes em nível de saúde pública no momento, mesmo tendo sido observadas crianças acometidas por fluorose no grau moderado e severo


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pré-Escolar , Criança , Fluorose Dentária/epidemiologia , Dente Decíduo , Educação em Saúde Bucal/métodos , Flúor/administração & dosagem , Flúor/uso terapêutico , Planos e Programas de Saúde , Promoção da Saúde/métodos , Saúde Bucal/normas
13.
JBP, j. bras. odontopediatr. odontol. bebê ; 5(25): 215-222, maio-jun. 2002.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-387163

RESUMO

A Odontologia Preventiva é um modelo de prática odontológica centrada na promoção de saúde bucal, o qual baseia-se na aplicação de medidas de prevenção e enfatiza a educação da população. Nesse sentido, o propósito deste trabalho foi observar, mediante revisão da literatura, programas educativos aplicados com o intuito de prevenir as doenças cárie e periodontal. Pode-se constatar que os programas analisados, utilizando diferentes métodos educativos, apresentaram resultados positivos, tanto no que diz respeito ao comportamento quanto ao conhecimento odontológico dos indivíduos. A orientação direta mostrou-se mais efetiva na educação de adultos, ao passo qua a indireta foi mais adequada para as crianças. Verificou-se também que antes da elaboração de programas educativos deve-se avaliar o nível de conhecimento odontológico do público-alvo, para que tais programas sejam adequados às reais necessidades da população a ser educada


Assuntos
Humanos , Criança , Adulto , Educação em Saúde Bucal/métodos , Planos e Programas de Saúde , Promoção da Saúde , Doenças da Boca/prevenção & controle
14.
Rio de Janeiro; s.n; 2002. 102 p. ilus, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-345201

RESUMO

O presente estudo visa avaliar, com relaçäo aos índices CPO-D e ceo-d para cárie dental, o Programa de Saúde Bucal do Escolar, no período de 1996 a 2000. Epidemiologicamente, é muito importante a avaliaçäo dos programas aplicados para a reorientaçäo dos mesmos. O estudo, de natureza epidemiológica retrospectiva, foi realizado no local onde o programa é aplicado (Escola Municipal República Argentina - Vila Izabel, Rio de Janeiro, RJ). Foram obtidos os formulários que säo aplicados para mediçäo do CPO-D e ceo-d dos alunos, com um total de 900 exames, ao longo dos 5 anos de avaliaçäo. Todos os exames foram realizados com campo limpo, seco e iluminado na cadeira odontológica. Após a coleta e a análise criteriosa dos resultados observamos que a média de CPO-D e ceo-d diminui ao longo dos 5 anos, com uma reduçäo de 27,31 para o ceo-d e 40 por cento para o CPO-D, mostrando a eficiência do programa em questäo. Estabelecemos que um programa abrangente que contemple educaçäo, promoçäo de saúde, prevençäo de doenças e tratamento de necessidades acumuladas é uma medida importante para a diminuiçäo da doença cárie


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Cárie Dentária/epidemiologia , Cárie Dentária/prevenção & controle , Índice CPO , Planos e Programas de Saúde , Promoção da Saúde , Saúde Bucal , Prevalência
16.
Rev. bras. odontol ; 58(2): 130-4, mar.-abr. 2001. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-296637

RESUMO

Este artigo consiste numa revisäo da literatura acerca de programas de saúde bucal desenvolvidos no Brasil e em outros países. Objetivou-se despertar nos odontólogos questionamentos a respeito do tipo de tratamento que oferecem e favorecer a sua reflexäo sobre o real significado da prevençäo na Odontologia. Conclui-se que as teorias, princípios e técnicas da Psicologia podem contribuir significativamente para a mudança de comportamentos favoráveis à saúde bucal. Além do mais, a participaçäo da família como um todo parece cruicial para que se obtenha sucesso em programas preventivos e de promoçäo de saúde bucal


Assuntos
Educação em Odontologia , Educação em Saúde Bucal , Planos e Programas de Saúde , Saúde Bucal , Odontologia Preventiva
17.
Bauru; s.n; 2001. 175 p. ilus, tab, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-312642

RESUMO

O objetivo deste estudo longitudinal foi avaliar a efetividade de um programa de saúde bucal, iniciado durante a gestaçäo, sobre a experiência de cárie de primigestas e seus filhos. Oitenta e uma gestantes, pertencentes a classes sociais pouco favorecidas, foram selecionadas com base no diagnóstico clínico de lesöes de cárie ativas em superfícies dentárias livres e proximais (SC inicial 13,98). A condiçäo dentária inicial foi estabelecida através do índice CPOS e do diagnóstico das lesöes de mancha branca. A condiçäo periodontal foi avaliada a partir do índice ICNTP. O fluxo salivar e a capacidade tampäo da saliva também foram analisados. Sessenta e quatro pares mäe-filho finalizaram o estudo, estando 34 no grupo experimental e 30 no grupo controle. Setenta e cinco por cento das mäes tinham entre 14 e 20 anos no início do estudo e foram classificadas como adolescentes. Ambos os grupos receberam uma abordagem educativa (informaçäo sobre a etiologia, transmissäo e prevençäo da doença cárie, instruçöes de higiene oral e aconselhamento sobre dieta). O grupo experimental recebeu adicionalmente tratamento com anti-microbianos (profilaxia profissional e aplicaçöes tópicas de flúor gel e soluçäo a base de iodo) e adequaçäo bucal utilizando cimento de ionômero de vidro. A prevalência de crianças cárie-ativas com a idade de dois anos foi de 33,3 por cento no grupo controle e 14,7 por cento no grupo experimental. Foi observada diferença significativa na prevalência de cárie entre crianças com e sem placa dentária visível (p = 0,032). O número médio de superfícies com lesöes de cárie (incluindo as desmineralizaçöes) foi maior para as crianças do grupo controle quando comparadas às do grupo teste (6,3 x 3,2), porém sem atingir significância estatística. Cinco crianças no grupo controle exibiram seis ou mais superfícies dentárias cariadas. Esta situaçäo näo foi observada em criança alguma do grupo experimental. O incremento de cárie na dentiçäo da mäe foi computado ao longo do estudo e apresentou correlaçäo significativa com a incidência de cárie na dentiçäo das crianças (p = 0,0009). Estes dados suportam a evidência de associaçäo entre a incidência de cárie na primeira infância e a presença de placa, assim como a influência significativa de fatores maternos


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adolescente , Adulto , Educação em Saúde Bucal/métodos , Educação em Saúde Bucal/organização & administração , Cárie Dentária/epidemiologia , Cárie Dentária/prevenção & controle , Planos e Programas de Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA