Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. SOBECC ; 23(2): 77-83, abr.-jun.2018.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-909064

RESUMO

Objetivo: Identificar a ocorrência de eventos adversos graves (EAG) em pacientes cirúrgicos e seus possíveis desfechos. Método: Estudo retrospectivo, quantitativo, realizado pela análise de prontuários e banco de dados de pacientes no perioperatório, que sofreram EAG em 2016, em um hospital privado de São Paulo. Resultados: Ocorreram 19 EAG, com predominância de pacientes do sexo feminino, entre 40 e 49 anos, internados por patologias do sistema gastroenterológico. As ocorrências mais incidentes foram: lesão de órgãos digestórios, choque hemorrágico e lesão vascular. Quanto aos desfechos, os pacientes foram encaminhados à unidade de terapia intensiva, clínica médico-cirúrgica e hemodinâmica; dois pacientes evoluíram a óbito. Conclusão: Os profissionais da equipe de enfermagem devem estar atentos aos fatores que podem contribuir para a ocorrência de EAG e orientados em relação à notificação, a fim de aperfeiçoar a segurança e a qualidade da assistência prestada aos pacientes cirúrgicos


Objective: To identify the occurrence of serious adverse events (SAE) in surgical patients and their possible outcomes. Method: Retrospective quantitative study, performed by the analysis of records and data of perioperative patients, who suffered SAE in 2016 at a private hospital in São Paulo. Results: There were 19 SAEs, mostly in female patients aged 40 to 49 years, hospitalized by gastroenterological pathologies. The most frequent occurrences were damage in digestive organs, hemorrhagic shock and vascular lesion. Regarding outcomes, patients were referred to the intensive therapy unit, medical-surgical clinic and hemodynamics; two patients died. Conclusion: The nursing staff should be aware of factors that may lead to SAE and receive guidance on notification, so they can improve surgical patients' safety and care.


Objetivo: Identificar la ocurrencia de eventos adversos graves (EAG) en pacientes quirúrgicos y sus posibles desenlaces. Método: Estudio retrospectivo, cuantitativo, realizado por el análisis de prontuarios y banco de datos de pacientes en el perioperatorio, que sufrieron EAG en 2016, en un hospital privado de São Paulo. Resultados: Ocurrieron 19 EAG, con predominancia de pacientes del sexo femenino, entre 40 y 49 años, internados por patologías del sistema gastroenterológico. Las ocurrencias más incidentes fueron: lesión de órganos digestivos, choque hemorrágico y lesión vascular. Cuanto a los desenlaces, los pacientes fueron encaminados a la unidad de terapia intensiva, clínica médico-quirúrgica y hemodinámica; dos pacientes evolucionaron a óbito. Conclusión: Los profesionales del equipo de enfermería deben estar atentos a los factores que pueden contribuir para la ocurrencia de EAG y orientados con relación a la notificación, a fin de perfeccionar la seguridad y la calidad de la asistencia prestada a los pacientes quirúrgicos.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Centros Cirúrgicos , Trato Gastrointestinal , Período Perioperatório , Choque Hemorrágico , Ferimentos e Lesões , Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos
2.
Rev. gaúch. enferm ; 36(4): 98-103, Oct.-Dec. 2015. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-770329

RESUMO

Objective: to evaluate the correlation between the auscultation test and X-ray when detecting the position of an enteral feeding tube. Methods: cross-sectional study in an intensive care unit in southern Brazil, in 2011. Clinical nurse and nurse researcher performed auscultation test recording the impressions regarding the placement of an enteral feeding tube in 80 patients. A doctor evaluated the X-ray. Kappa coefficient and PABAK reviewed the agreements. Results: The X-ray showed that 70% of the enteral tubes were in the stomach, 27.4% in the duodenum, 1.3% in the esophagus, and 1.3% in the right lung. There was a weak correlation between clinical nurses and nurse researchers (PABAK = 0.054; P = 0.103), clinical nurses and X-rays (PABAK = 0.188; P = 0.111) and nurse researchers and X-rays (PABAK = 0.128; P = 0.107) . The auscultation test did not detect two risk conditions, enteral feeding tube in the esophagus and the bronchus. Conclusion: the auscultation test showed little agreement with the X-ray on the enteral feeding tube location.


Objetivo: evaluar la concordancia entre test de ausculta y Rayo-X en la detección del posicionamiento de la sonda enteral. Métodos: estudio transversal en un Centro de Terapia Intensiva del sur de Brasil (2011). Enfermero asistencial y enfermero investigadora realizaron teste de ausculta y registraron sus impresiones en 80 pacientes. Una médica evaluó el Rayo-X. Coeficiente Kappa y PABAK evaluaron las concordancias. Resultados: Rayo-X mostro 70% de las sondas enterales en el estómago, 27,6% en el duodeno, 1,3% en el esófago y 1,3% en el pulmón derecho. Hubo débil concordancia entre enfermero asistencial y enfermero investigadora (PABAK =0,054; P=0,103), enfermero asistencial y Rayo-X (PABAK=0,188; P=0,111) y enfermero investigador y Rayo-X (PABAK =0,128; P=0,107). El teste de ausculta no ha detectado dos condiciones de riesgo, sonda enteral en el esófago y en el bronquio. Conclusión: teste de ausculta se ha mostrado poco concordante con el Rayo-X en la posición de la sonda enteral.


Objetivo: Avaliar a concordância entre o teste de ausculta e o raio-X na detecção do posicionamento da sonda enteral. Métodos: Estudo transversal realizado em um Centro de Terapia Intensiva do sul do Brasil, em 2011. Enfermeira assistencial e enfermeira pesquisadora realizaram teste de ausculta registrando suas impressões quanto ao posicionamento da sonda enteral em 80 pacientes. Uma médica avaliou o raio-X. Coeficiente Kappa e PABAK avaliaram as concordâncias. Resultados: O raio-X mostrou 70% das sondas enterais no estômago, 27,4% no duodeno, 1,3% no esôfago e 1,3% no pulmão direito. Houve fraca concordância entre enfermeira assistencial e enfermeira pesquisadora (PABAK =0,054; P=0,103), enfermeira assistencial e raio-X (PABAK=0,188; P=0,111) e enfermeira pesquisadora e raio-X (PABAK =0,128; P=0,107). O teste de ausculta não detectou duas condições de risco, sonda enteral no esôfago e no brônquio. Conclusão: O teste de ausculta mostrou-se pouco concordante com o raio-X na localização da sonda enteral.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Nutrição Enteral , Intubação Gastrointestinal/métodos , Auscultação , Estudos Transversais , Trato Gastrointestinal
3.
São Paulo; s.n; dez. 2002. 100f p.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1036868

RESUMO

O cuidador familiar é aquela pessoa da família com ou sem experiência na área da saúde, que assume os cuidados ao familiar no domicílio, ajudando-o a suprir suas necessidades proporcionando conforto, lazer e garantindo o bem-estar a pessoa necessitada. Neste sentido este estudo caracteriza o cuidador familiar de pacientes submetidos à cirurgia gastro-intestinal de grande porte quanto a idade, sexo, religião, parentesco, estado marital, ocupação, grau de instrução e também quanto a pessoa que ajuda, experiências anteriores e tempo de dedicação aos cuidados. Outro objetivo proposto foi identificar os cuidados realizados no domicílio pelos cuidadores familiares quanto a higiene e conforto, sono e repouso, cuidados com a pele, cuidados com sondas e/ou drenos e/ou catéteres e/ou bolsas coletoras, alimentação e hidratação, eliminações intestinal e urinária, administração de medicamentos, atividade física e de lazer. Identifica, ainda, a utilização de materiais e equipamentos, bem como de adaptações feitas no ambiente físico no domicílio do doente e o uso de terapias complementares desenvolvidas para a realização do cuidado. Por fim, identifica as vias de contato utilizadas pelos cuidadores familiares voltadas para esclarecimento de dúvidas. É um estudo do tipo descritivo, exploratório, correlacional, de campo, longitudinal com abordagem quantitativa, constando de uma amostra de 15 cuidadores que residiam no município de São Paulo, tinham como cuidador principal alguém da família e concordavam em participar do estudo. ...


Assuntos
Humanos , Cuidadores , Pacientes Domiciliares , Trato Gastrointestinal/cirurgia
4.
SÃO PAULO; s.n; 1982. 83 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1007854

RESUMO

O presente trabalho procurou estudar as possíveis alterações dos hábitos de eliminação intestinal, em pacientes hospitalizados nas unidades de Clínica Médica, de três hospitais gerais do Município de São Paulo. Procurou-se verificar os tipos de alterações apresentados e as causas que os pacientes atribuem às modificações ocorridas. A população do estudo constou de 200 pacientes, adultos, ambulantes, de ambos os sexos. Conseguiu-se obter os dados do estudo através de entrevista com aplicação de formulário. Os resultados obtidos, levaram às seguintes conclusões: A maioria dos pacientes entrevistados referiu-se alterações dos hábitos de eliminação intestinal após a internação hospitalar. As causas apontadas pelos pacientes como responsáveis pelas alterações dos hábitos de eliminação intestinal foram agrupadas em: fisiológicas, psicossociais, terapêuticas e ambientais. As fisiológicas e psicossociais foram as que mais se destacaram. A alimentação foi o fator mais apontado como causa fisiológica. Dos fatores psicossociais foram salientados o nervosismo, a ansiedade e a preocupação. Apenas a variável independente sexo, influenciou nas alterações dos hábitos de eliminação intestinal, na hospitalização, conforme resultado estatístico.


Assuntos
Trato Gastrointestinal , Hábitos , Pacientes Internados
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA