Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(10): 2836-2843, out. 2018. ilus, tab, graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-997025

RESUMO

Objetivo: analisar em recém-nascidos prematuros internados em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal por infecções fúngicas causadas por leveduras do gênero Malassezia. Método: trata-se de estudo bibliográfico, descritivo, tipo revisão integrativa, desenvolvido em seis etapas, com busca de artigos entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018, nas bases de dados LILACS, BDENF, Science Direct, Medline e no Portal de Periódicos CAPES. Interpretaram-se os resultados e se sintetizou o conhecimento de forma crítica e descritiva. Resultados: incluíram-se 12 estudos publicados em inglês (84,61%), espanhol (7,69%) e francês (7,69%). Conclusão: considerou-se que o Malassezia spp. pode ser responsável pela colonização e infecção, cutânea e sanguínea, em neonatos prematuros hospitalizados, destacando-se as espécies M. fufur e M. pachydermatis. Recomenda-se a necessidade de mais estudos.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Recém-Nascido Prematuro , Unidades de Terapia Intensiva Neonatal , Fungemia , Nutrição Parenteral , Dermatomicoses , Malassezia , MEDLINE , LILACS
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA