Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. latinoam. enferm ; 12(5): 760-766, set.-out. 2004. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-12837

RESUMO

Este estudo objetivou monitorar e avaliar a ocorrência e grau de intensidade da náusea, vômito e diarréia em pacientes com neoplasia de cólon, submetidos à quimioterapia ambulatorial, que receberam informações de enfermagem para o manejo desses sintomas. Fizeram parte do estudo 17 pacientes tratados com 5-Fluorouracil e baixas doses de ácido folínico, no Ambulatório de Quimioterapia de Adultos do Hospital São Paulo/Universidade Federal de São Paulo. Foram elaborados instrumentos para o registro da ocorrência e grau de intensidade desses sintomas e folhetos com informações sobre o seu manejo. As informações e o seguimento foram realizados pela enfermeira do setor, durante as consultas de enfermagem. Os resultados evidenciaram que a maioria dos pacientes (82,4 por cento) apresentou pelo menos um dos sinais e sintomas estudados, entre o primeiro e o 21º dias do ciclo de tratamento. A náusea foi o sintoma mais freqüente (76,5 por cento), com pico no 4º e 5º dias do ciclo, seguida da diarréia (70,5 por cento), com pico no 7º dia e, por último o vômito (53,0 por cento), com pico no 5º dia. Quanto ao grau de intensidade desses sintomas, a maioria dos pacientes situou-se no grau 1, estabelecido como aceitável para o estudo, indicando que as orientações de enfermagem e o acompanhamento contínuo contribuíram para a maior efetividade do manejo desses sintomas por parte dos pacientes (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Neoplasias do Colo , Genes DCC , Polipose Adenomatosa do Colo , Antineoplásicos , Cuidados de Enfermagem , Avaliação de Processos em Cuidados de Saúde , Polipose Adenomatosa do Colo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA