Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. enferm. atenção saúde ; 4(2): 98-112, 2015. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-27409

RESUMO

Introdução: Lesões bucais estão associadas à infecção ao Vírus da Imunodeficiência Humana(HIV) sendo que os portadores apresentam os primeiros sinais clínicos na cavidade bucal.Dessa forma é importante a realização detalhado do exame clínico por parte do profissional desaúde para estabelecimento do diagnóstico precoce. Objetivo: analisar a prevalência de lesõesbucais entre indivíduos portadores do HIV. Método: revisão integrativa da literaturacientíficos com 20 artigos de 2011 a 2014. Resultados: As lesões podem ser causadas porfungos, bactérias e/ou vírus, além de processos neoplásicos e de natureza desconhecida. Asmanifestações mais frequentes foram a Candidíase, Leucoplasia Pilosa, Herpes Simples eSarcoma de Kaposi. Conclusão: O profissional de saúde deve estar atento durante o exameclínico para possíveis lesões que possa indicar a infecção pelo HIV e alertar o indivíduo omais precoce possível (Au).


(HIV) with the carriers presenting the first clinical signs in the oral cavity. Thus the detailedconduct of the clinical examination by the health professional to establish early diagnosis isimportant. Objective: To analyze the prevalence of oral lesions among HIV-positiveindividuals. Method: an integrative review of scientific articles 20 literature 2011 to 2014.Results: The lesions can be caused by fungi, bacteria and / or viruses, and neoplastic diseasesof unknown nature. The most frequent manifestations were candidiasis, Hairy leukoplakia,Herpes Simplex and Kaposi's sarcoma. Conclusion: The health care provider should be alert during the clinical examination forpossible injuries that could indicate HIV infection and to alert the individual as early aspossible (Au).


Introducción: Las lesiones orales están asociados con la infección por el Virus deInmunodeficiencia Humana (VIH) que son portadores tienen los primeros signos clínicos dela cavidad oral. Así, la conducta detallado del examen clínico por el profesional de la saludpara establecer el diagnóstico precoz es importante. Objetivo: Analizar la prevalencia delesiones orales entre las personas VIH-positivas. Método: una revisión integradora deartículos científicos 20 liteeratura 2011 a 2014. Resultados: Las lesiones pueden ser causadaspor hongos, bacterias y / o virus y enfermedades neoplásicas de naturaleza desconocida. Lasmanifestaciones más frecuentes fueron candidiasis, leucoplasia vellosa, herpes simple y elsarcoma de Kaposi. Conclusión: El médico debe estar alerta durante el examen clínico de lasposibles lesiones que pueden indicar infección por VIH y para alertar a la persona tan prontocomo sea posible (Au).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Adulto Jovem , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Doenças da Boca , Saúde Bucal , Sorodiagnóstico da AIDS
2.
Säo Paulo; s.n; 1986. 91 p. tab.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-150402

RESUMO

O estudo identifica as necessidades humanas básicas mais comumente alteradas nos pacientes com afecçöes de boca, nariz e ouvido, suas expectativas concernentes às açöes de enfermagem e a relaçäo dessas expectativas com o papel expressivo e instrumental do enfermeiro. A populaçäo foi constituída por 20 pacientes com afecçöes de boca, 20 com afecçöes de nariz e 20 com afecçöes de ouvido. Os dados foram coletados em entrevistas com utilizaçäo de formulário, com questöes elaboradas como indicadoras de alteraçäo de cada necessidade. As necessidades básicas da área psicobiológica mais indicadas como alteradas nos pacientes dos três grupos de afecçöes foram percepçäo dolorosa, sono e repouso e integridade física. Na área psicossocial as mais indicadas foram auto-imagem, liberdade, atençäo, gregária e segurança. Além dessas necessidades, o grupo com afecçöes de boca apresentou importante alteraçäo nas de nutriçäo, hidrataçäo e sexualidade; os de afecçöes de nariz, nas necessidades de oxigenaçäo, percepçäo olfativa, exercícios e atividades físicas, auto-realizaçäo e religiosidade, e o grupo de ouvido nas necessidades de locomoçäo e percepçäo auditiva. Cerca de 30,0 por cento das expectativas dos pacientes, com relaçäo às açöes de enfermagem, recaíram na área psicobiológica e 70,0 por cento na psicossocial.Enquanto para 61,7 por cento dos pacientes as expectativas referentes à assistência aos familiares recaíram na área psicossocial, cerca de 38,3 por cento näo sabiam o que a enfermagem poderia fazer pela família ou consideraram que nada poderia ser feito. Os 60 pacientes expressaram 144 expectativas em relaçäo à assistência de enfermagem, recaindo 102 no papel expressivo e 42 no instrumental.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Otorrinolaringopatias/enfermagem , Nariz/patologia , Orelha/patologia , Cuidados de Enfermagem/psicologia , Doenças da Boca/patologia , Relações Enfermeiro-Paciente , Otorrinolaringopatias/psicologia , Autoimagem , Dissertação Acadêmica , Relações Profissional-Família
3.
Säo Paulo; s.n; 1986. 91 p. tab.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-5802

RESUMO

O estudo identifica as necessidades humanas básicas mais comumente alteradas nos pacientes com afecçöes de boca, nariz e ouvido, suas expectativas concernentes às açöes de enfermagem e a relaçäo dessas expectativas com o papel expressivo e instrumental do enfermeiro. A populaçäo foi constituída por 20 pacientes com afecçöes de boca, 20 com afecçöes de nariz e 20 com afecçöes de ouvido. Os dados foram coletados em entrevistas com utilizaçäo de formulário, com questöes elaboradas como indicadoras de alteraçäo de cada necessidade. As necessidades básicas da área psicobiológica mais indicadas como alteradas nos pacientes dos três grupos de afecçöes foram percepçäo dolorosa, sono e repouso e integridade física. Na área psicossocial as mais indicadas foram auto-imagem, liberdade, atençäo, gregária e segurança. Além dessas necessidades, o grupo com afecçöes de boca apresentou importante alteraçäo nas de nutriçäo, hidrataçäo e sexualidade; os de afecçöes de nariz, nas necessidades de oxigenaçäo, percepçäo olfativa, exercícios e atividades físicas, auto-realizaçäo e religiosidade, e o grupo de ouvido nas necessidades de locomoçäo e percepçäo auditiva. Cerca de 30,0 por cento das expectativas dos pacientes, com relaçäo às açöes de enfermagem, recaíram na área psicobiológica e 70,0 por cento na psicossocial.Enquanto para 61,7 por cento dos pacientes as expectativas referentes à assistência aos familiares recaíram na área psicossocial, cerca de 38,3 por cento näo sabiam o que a enfermagem poderia fazer pela família ou consideraram que nada poderia ser feito. Os 60 pacientes expressaram 144 expectativas em relaçäo à assistência de enfermagem, recaindo 102 no papel expressivo e 42 no instrumental. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Cuidados de Enfermagem , Orelha , Nariz , Otorrinolaringopatias , Relações Enfermeiro-Paciente , Doenças da Boca , Autoimagem , Dissertação Acadêmica , Relações Profissional-Família , Otorrinolaringopatias
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA