Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 107
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Enferm. foco (Brasília) ; 11(2): 112-119, jul. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1104386

RESUMO

Objetivo: Elaborar enunciados de diagnósticos de enfermagem da Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem para o cuidado intensivo às vítimas de acidente vascular encefálico isquêmico, à luz da Teoria da Adaptação de Roy. Método: Pesquisa metodológica, realizada em três etapas: construção dos enunciados diagnósticos de enfermagem da Classificação naVersão 2017; elaboração das definições operacionais dos enunciados; e validação de conteúdo por especialistas. Resultados: Foram construídos 60 diagnósticos de enfermagem com respectivas definições operacionais. Destes, 48 enunciados foram validados, com predomínio os diagnósticos referentes ao modo adaptativo fisiológico. Conclusão: Os diagnósticos de enfermagem validados para cuidado com vítimas de acidente vascular encefálico isquêmico apresentam potencialidade para proporcionar adaptação do indivíduo e fortalecer o registro das necessidades identificadas pelos enfermeiros. (AU)


Objective: To elaborate nursing diagnosis statements of the International Classification for Nursing Practice for the intensive care of victims of ischemic stroke, in light of Roy's Theory of Adaptation. Method: Methodological research, carried out in three stages: construction of the diagnostic nursing statements of the Classification in the 2017 Version; elaboration of operational definitions of statements; and validation of content by experts. Results: Sixty nursing diagnoses were constructed with respective operational definitions. Of these, 48 statements were validated, predominating the diagnoses referring to the physiological adaptive mode. Conclusion: The validated nursing diagnoses for care of victims of ischemic cerebrovascular accident have the potential to adapt the individual and strengthen the registry of the needs identified by the nurses. (AU)


Objetivo: Elaborar enunciados de diagnósticos de enfermería de la Clasificación Internacional para la Práctica de Enfermería para el cuidado intensivo a las víctimas de accidente vascular encefálico isquémico, a la luz de la Teoría de la Adaptación de Roy. Método: Investigación metodológica, llevada a cabo en tres etapas: construcción de los enunciados diagnósticos de enfermería de la Clasificación, en la versión 2017; elaboración de las definiciones operativas de los enunciados; y validación de contenido por expertos. Resultados: Se construyeron 60 diagnósticos de enfermería con definiciones operativas. De estos, 48 enunciados fueron validados, predominaron los diagnósticos referentes al modo adaptativo fisiológico. Conclusión: Los diagnósticos de enfermería válidos para la atención a las víctimas de accidente vascular encefálico isquémico presentan potencialidad para proporcionar adaptación del individuo y fortalecer el registro de las necesidades identificadas por enfermeros. (AU)


Assuntos
Terminologia Padronizada em Enfermagem , Diagnóstico de Enfermagem , Isquemia Encefálica , Acidente Vascular Cerebral , Adaptação
2.
Rev Rene (Online) ; 21: 42171, 2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1053051

RESUMO

Objetivo: identificar os fatores associados à presença de ideação suicida em cuidadores de sobreviventes de acidente vascular encefálico. Métodos: pesquisa transversal, realizada com 151 cuidadores informais primários. Utilizaram-se da Escala de Depressão, Ansiedade e Estresse-21 (Depression Anxiety and Stress Scale) e de questionário para avaliação da presença de pensamentos de ideação suicida, cujos dados foram analisados por estatística descritiva e inferencial. Resultados: a maior parte dos cuidadores apresentou níveis normais de depressão (76,8%), ansiedade (76,2%) e estresse (79,5%), assim como a ausência de pensamentos de ideação suicida (70,9%). A correlação entre as escalas evidenciou que à medida que os níveis de ansiedade, depressão e estresse aumentam, os pensamentos de ideação suicida se elevam de maneira proporcional. Conclusão: observou-se que níveis elevados de depressão, ansiedade e estresse favoreceram o aumento da frequência de pensamentos de ideação suicida entre os cuidadores de sobreviventes de acidente vascular encefálico. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Cuidadores , Acidente Vascular Cerebral/enfermagem , Ideação Suicida , Ansiedade , Estresse Psicológico , Estudos Transversais , Fatores de Risco , Depressão
3.
Referência ; 4(23): 133-140, 23-12-2019. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1094827

RESUMO

ENQUADRAMENTO: A disfagia é uma das complicações do acidente vascular cerebral, com sérias repercussões na capacidade da pessoa para a reconstrução da autonomia e graves complicações respiratórias, nutricionais e psicológicas. OBJETIVO: Identificar os focos/diagnósticos e intervenções, documentados pelos enfermeiros, em resposta às necessidades de cuidados à pessoa com deglutição comprometida após acidente vascular cerebral. METODOLOGIA: Estudo exploratório, descritivo e retrospetivo, realizado num serviço de internamento num centro de reabilitação, com recurso a análise estatística descritiva da documentação de enfermagem entre janeiro e maio de 2019. RESULTADOS: Os diagnósticos mais frequentemente documentados são no domínio do autocuidado (53,9%) e as intervenções documentadas em maior número são da ação do tipo observar (49,2%). Os registos no domínio da deglutição, quer nos diagnósticos, quer nas intervenções, são escassos. CONCLUSÃO: Nas terapêuticas de enfermagem na pessoa com deglutição comprometida após AVC existem intervenções dirigidas a este foco, independentemente dos diagnósticos documentados. Os resultados sugerem que, apesar de se constituir como foco de atenção na prática dos enfermeiros, existirá alguma limitação na sua documentação.


BACKGROUND: Dysphagia is one of the complications of stroke, with a severe impact on the person's capacity to recover autonomy, and severe respiratory, nutritional, and psychological complications. OBJECTIVE: To identify the foci/diagnoses and interventions, documented by nurses, in response to the care needs of the person with post-stroke dysphagia. METHODOLOGY: An exploratory, descriptive, and retrospective study was conducted in an inpatient service of a rehabilitation center, using descriptive statistical analysis in nursing documentation between January and May 2019. RESULTS: The diagnoses most frequently documented are related to self-care (53.9%), and the most documented interventions are of the observing type (49.2%). Documentation of swallowing-related diagnoses and interventions is scarce. CONCLUSION: There are interventions directed at this focus in nursing care to the person with post-stroke dysphagia, regardless of the documented diagnoses. The results suggest that, although they constitute a focus of attention in nursing practice, their documentation is limited.


MARCO CONTEXTUAL: La disfagia es una de las complicaciones del accidente cerebrovascular, con graves repercusiones en la capacidad de la persona para reconstruir su autonomía, así como graves complicaciones respiratorias, nutricionales y psicológicas. OBJETIVO: Identificar el enfoque/diagnóstico y las intervenciones documentadas por los enfermeros en respuesta a las necesidades de atención de la persona con problemas de deglución después de un accidente cerebrovascular. METODOLOGÍA: Se realizó un estudio exploratorio, descriptivo y retrospectivo en un servicio de hospitalización en un centro de rehabilitación, para el cual se utilizó un análisis estadístico descriptivo de la documentación de enfermería entre enero y mayo de 2019. RESULTADOS: Los diagnósticos documentados con más frecuencia se dan en el campo del autocuidado (53,9%), y las intervenciones más documentadas son de tipo observatorio (49,2%). Los registros en el campo de la deglución, tanto en el diagnóstico como en las intervenciones, son escasos. CONCLUSIÓN: En las terapias de enfermería para pacientes con problemas de deglución después de sufrir un ACV, existen intervenciones dirigidas a este foco, independientemente de los diagnósticos documentados. Los resultados sugieren que, a pesar de ser un foco de atención en la práctica de los enfermeros, habrá algunas limitaciones en su documentación.


Assuntos
Acidente Vascular Cerebral , Sistemas de Informação , Deglutição , Cuidados de Enfermagem
4.
Rev. enferm. UFPE on line ; 13(5): 1387-1393, maio 2019.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1024506

RESUMO

Objetivo: identificar a percepção de enfermeiros classificadores acerca do acolhimento ao idoso com doença cerebrovascular e de estratégias para qualificá-lo. Método: trata-se de estudo qualitativo, descritivo, com 16 enfermeiros. Utilizou-se, para a coleta de dados, a técnica de Grupo Focal avaliando-os por meio da Análise de Conteúdo. Resultados: revela-se que os profissionais não se sentem seguros para realizar o acolhimento com classificação de risco à pessoa idosa com suspeita de acidente vascular cerebral, apontando para a relevância da formação acadêmico-profissional nas áreas de Urgência/Emergência e Gerontologia. Conclusão: conclui-se que o despreparo profissional é uma fragilidade presente nesta unidade de referência. Torna-se imperativo, assim, adotar pré-requisitos para a seleção e a contratação de enfermeiros qualificados, bem como estratégias de treinamento para atuar em serviços de referência no atendimento de pessoas com suspeita de AVC.(AU)


Objective: to identify nurses-classifiers' perception on the embracement of elders with cerebrovascular disease and strategies to qualify it. Method: this is a qualitative, descriptive study, with 16 nurses. Data collection used the Focal Group technique, evaluating them through Content Analysis. Results: professionals do not feel secure to perform the reception with risk classification of the elderly person with suspected cerebrovascular accident, pointing to the importance of academic-professional training in the areas of urgency/emergency and gerontology. Conclusion: the lack of professional qualification is a weakness in this reference unit. Therefore, pre-requisites should be adopted to select and hire qualified nurses, as well as training strategies to act in reference services in the care of people with suspected CVA.(AU)


Objetivo: identificar la percepción de los enfermeros clasificadores acerca de la acogida para ancianos con enfermedad cerebrovascular y estrategias para su calificación. Método: este es un estudio cualitativo, descriptivo, con 16 enfermeros. Se utilizó, para la recopilación de datos, la técnica del Grupo Focal, evaluándose por medio del Análisis de Contenido. Resultados: revela que los profesionales no se sienten seguros para llevar a cabo la acogida con clasificación de riesgo de los ancianos con sospecha de accidente vascular cerebral, señalando la importancia de la formación profesional y académica en las áreas de urgencia/emergencia y gerontología. Conclusión: se concluye que la falta de preparo profesional es una debilidad en esta unidad de referencia. Por lo tanto, es imperativo adoptar requisitos previos para la selección y contratación de personal de enfermería calificado, así como las estrategias de capacitación para actuar en los servicios de referencia en el cuidado de las personas con sospecha de accidente cerebrovascular.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Percepção , Idoso , Triagem , Enfermagem em Emergência , Acidente Vascular Cerebral , Serviços Médicos de Emergência , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Acolhimento , Geriatria , Enfermeiras e Enfermeiros , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa Qualitativa
5.
Nursing (Säo Paulo) ; 22(251)abr.2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-998874

RESUMO

Objetiva-se analisar as escalas de Acidente Vascular Encefálico (AVE) utilizadas durante o pré e pós-diagnóstico. Revisão bibliográfica simples, descritiva e interdisciplinar nas bases de dados SciELO, Pubmed, LILACS e Biblioteca Virtual em Saúde. Foram utilizados como critério de inclusão artigos em inglês, espanhol e português entre 2011 e 2017, dentre esses foram selecionados assunto ao tema proposto. Segundo as pesquisas, foram selecionados artigos os quais mostram escalas que auxilia na identificação dos sinais e sintomas, auxilia na avaliação do paciente com AVE Hemorrágico, avalia o estado neurológico e classifica o comprometimento funcional do paciente. Com base na confiabilidade e critérios de avaliação das escalas validadas pela American Stroke Asssociation, Cincinnati, LAPSS e NIHSS são as mais aplicadas por serem específicas devidos aos itens que confirmam os sinais clínicos apresentados por pacientes com suspeita de AVE.(AU)


The aim of this study was to analyze the Stroke scales used during pre and post-diagnosis. Simple, descriptive and interdisciplinary bibliographic review in the databases SciELO, Pubmed, LILACS and Virtual Health Library were used as inclusion criteria articles in English, Spanish and Portuguese between 2011 and 2017, among which were selected subject to the proposed theme. According to the researches, articles were selected which show scales that aid in the identification of signs and symptoms, assist in the evaluation of the patient with hemorrhagic stroke, evaluate the neurological status and classify the functional impairment of the patient. Based on the reliability and evaluation criteria of the scales validated by the American Stroke Asssociation, Cincinnati, LAPSS and NIHSS are the most applied because they are specific due to items that confirm the clinical signs presented by patients suspected of having stroke.(AU)


Se pretende analizar las escalas de Accidente Vascular Encefálico (AVE) utilizadas durante el pre y post-diagnóstico. sencillo, descriptivo e interdisciplinar revisión de la literatura en las bases de datos SciELO, PubMed, lilas y Biblioteca Virtual en Salud. Fue utilizado como criterio para artículos de inclusión en Inglés, español y portugués entre 2011 y 2017, entre estos se seleccionaron sujetos a la temática propuesta. Según las encuestas, se seleccionaron artículos que muestran escalas que auxilia en la identificación de los signos y síntomas, auxilia en la evaluación del paciente con AVE Hemorrágico, evalúa el estado neurológico y clasifica el compromiso funcional del paciente. En base a la confiabilidad y criterios de evaluación de las escalas validadas por American Stroke Assocation, Cincinnati, LAPSS y NIHSS, son las más aplicadas por ser específicas debidas a los ítems que confirman los signos clínicos presentados por pacientes con sospechas de AVE.(AU)


Assuntos
Humanos , Fatores de Risco , Acidente Vascular Cerebral , Exame Neurológico , Pesos e Medidas
6.
Rev. enferm. neurol ; 18(1): 21-27, ene-abr. 2019.
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1095566

RESUMO

Introducción: la afasia constituye una secuela altamente incapacitante del ictus, que consta de variabilidad en su grado de severidad. Objetivo: evaluar la severidad de la afasia como secuela, y la repercusión sobre la condición funcional. Material y métodos: se realizó un estudio observacional de tipo transversal, de 60 pacientes con diagnóstico de ictus, con 1 año o más de evolución, todos con afasia. La afasia se clasificó según carácter lenguaje de la Escala Escandinava del ictus. Se conformaron tres grupos y se determinó el grado de discapacidad funcional de cada grupo utilizando la escala de Rankin y el índice de Barthel. Se utilizó estadística descriptiva para caracterizar la muestra. Se utilizó una prueba t no pareada y test de correlación de matrices para identificar asociación entre variables. Se consideró como significativo todo valor p < 0,05. Resultados: predominaron los pacientes con afasia severa. Con el uso de índice de Barthel se identificó mayor compromiso funcional para de Rankin, independientemente de la severidad de la afasia, todos los pacientes mostraron incapacidad moderada e incapacidad moderadamente severa (p<0.05). El Índice de Barthel fue la escala más sensible para determinar el grado de compromiso funcional, según severidad de la afasia. Conclusión: predominaron los pacientes con afasia severa. La severidad de la afasia constituye un factor agravante de la condición funcional en pacientes con ictus de 1 año o más tiempo de evolución.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Acidente Vascular Cerebral , Afasia , Repertório de Barthel , Lateralidade Funcional
7.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1025249

RESUMO

Este artigo objetiva verificar a validade de constructo, confiabilidade, a validade convergente e discriminatória e a consistência interna do modelo Pentadimensional da Escala Zarit Burden Interview. Trata-se de um estudo metodológico realizado com 136 cuidadores informais de paciente com sequela de acidente vascular encefálico, no período de abril a junho de 2013 em João Pessoa-PB. Para análise dos dados, realizou-se o Alfa de Cronbach, análise fatorial confirmatória, a confiabilidade composta e a variância média extraída. Os resultados da validação de constructo evidenciaram indicadores de ajuste melhores do que a versão o modelo unidimensional. O alfa de Cronbach para o total da escala foi 0,80, a confiabilidade composta e a variância média extraída apresentaram valores estatisticamente significativos. Por fim, a análise fatorial confirmatória evidenciou a estrutura fatorial hierárquica como mais adequado para medir a sobrecarga de cuidadores de pacientes com acidentes vascular encefálico. O modelo Pentadimensional da Escala Zarit Burden Interview mostrou-se válido e confiável


This article aims to verify the construct validity, reliability, convergent and discriminant validity and internal consistency of the five-dimensional model of the Zarit Burden Interview Scale. This is a methodological study was conducted with 136 informal caregivers of patients with stroke sequelae, in the period April-June 2013 in the city of João Pessoa-PB. For data analysis, the Cronbach's alpha was conducted confirmatory factor analysis, composite reliability and average variance extracted. The construct validity of the results of the theoretical model of five factors conducted showed better adjustment indicators than the version the one-dimensional model. The Cronbach's alpha for the total scale was 0.80, the composite reliability and average variance extracted statistically significant values. Finally, the confirmatory factor analysis showed the hierarchical factor as a more suitable for measuring the overload of caregivers of patients with stroke, considering both the size of the construct as indexing of the items and their respective factor. The five-dimensional model of the Zarit Burden Interview Scale proved to be valid and reliable


Assuntos
Humanos , Psicometria , Cuidadores , Acidente Vascular Cerebral
8.
Rev. baiana enferm ; 33: e28018, 2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1013379

RESUMO

Objetivo identificar fatores intervenientes no acolhimento à pessoa com suspeita de doença cerebrovascular. Método pesquisa qualitativa com 16 enfermeiros atuantes no acolhimento de um hospital referência para doença cerebrovascular do estado da Bahia, Brasil. Para coleta de dados realizou-se Grupo Focal; para análise, o Planejamento Estratégico Situacional de Matus. Resultados o acesso às tecnologias e a implantação do protocolo de classificação de risco foram fatores positivamente intervenientes no acolhimento. Contudo, déficits na infraestrutura hospitalar, inexistência de equipe de apoio na porta de entrada, ausência de capacitação profissional, desinformação dos acompanhantes e fragilidades na Rede de Atenção à Saúde comprometeram o acolhimento. Conclusão os fatores intervenientes no acolhimento à pessoa com suspeita de doença cerebrovascular exigiam uma gestão estratégica com base no Planejamento Estratégico Situacional capaz de intervir na otimização da administração dos recursos disponíveis, tanto para investir e valorizar os pontos fortes quanto para priorizar a resolução dos pontos considerados comprometedores e agravantes.


Objetivo identificar factores intervinientes en el acogimiento de persona con posible enfermedad cerebrovascular. Método investigación cualitativa, con 16 enfermeros actuantes en acogimiento, en hospital de referencia para enfermedad cerebrovascular de Bahía, Brasil. Datos recolectados por grupo focal; analizados por Planificación Estratégica Situacional de Matus. Resultados el acceso a tecnologías y la implantación del protocolo de clasificación de riesgo fueron factores positivamente intervinientes en el acogimiento; que resultó comprometido por déficits de infraestructura hospitalaria, carencia de equipo de apoyo en puerta de entrada, capacitación profesional insuficiente, desinformación de acompañantes y debilidades de la red de atención sanitaria. Conclusión los factores intervinientes en el acogimiento de la persona con posible enfermedad cerebrovascular requerían gestión estratégica basada en la Planificación Estratégica Situacional, capaz de optimizar la administración de los recursos disponibles, tanto para invertir y valorizar los puntos fuertes como para priorizar la resolución de puntos considerados como comprometedores y agravantes.


Objective to identify intervening factors in the welcoming of patients suspected of cerebrovascular disease. Method qualitative research involving 16 nurses working in the welcoming at a referral hospital for cerebrovascular disease in the state of Bahia, Brazil. Data collection was carried out using the Focus Group technique; for analysis, Matus' Strategic Situational Planning was used. Results access to technologies and the implementation of the risk classification protocol were positively intervening factors in the welcoming. Deficits in the hospital infrastructure, lack of support staff at the door, lack of professional training, disinformation of the companions and fragilities in the Health Care Network compromised the welcoming. Conclusion the factors that intervene in the reception of the person with suspected cerebrovascular disease required strategic management based on Strategic Situational Planning capable of intervening in optimizing the administration of available resources, both to invest and to value the strengths and to prioritize the resolution of those points considered as compromising and aggravating.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Planejamento Estratégico , Acidente Vascular Cerebral , Acolhimento , Serviço Hospitalar de Enfermagem
9.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(7): 2031-2038, jul. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-986950

RESUMO

Objetivo: conhecer as publicações sobre o uso de ventilação mecânica não invasiva em idosos após o acidente vascular cerebral. Método: revisão integrativa nas bases de dados LILACS, MEDLINE, Portal CAPES e biblioteca SCIELO. Selecionaram-se artigos publicados em texto completo; nos idiomas português ou inglês; disponíveis na íntegra na internet e publicados no período de 2007-2016 obrigatoriamente constando os descritores "idoso" e "acidente vascular cerebral" e um dos descritores "ventilação mecânica não invasiva", "respiração artificial" ou "respiração com pressão positiva", sendo dez artigos selecionados. Foi realizada a leitura analítica utilizando roteiro estruturado. Os dados coletados foram organizados em tabela e submetidos à análise. Resultados: os artigos selecionados abordaram o acidente vascular cerebral e a apneia obstrutiva do sono. Em oito artigos, a modalidade ventilatória foi a pressão positiva contínua e houve maior quantitativo de publicações no ano de 2009. Conclusão: a ventilação não invasiva apresenta benefícios na otimização, manutenção e restabelecimento da função pulmonar do idoso após o acidente vascular cerebral. O número baixo de publicações e a ausência de protocolos reforçam a necessidade de construção de instrumento para esta temática.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Respiração Artificial , Idoso , Acidente Vascular Cerebral , Ventilação não Invasiva , MEDLINE , Respiração com Pressão Positiva , Apneia Obstrutiva do Sono
10.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 10(3, n. esp): 58-61, jun. 2018.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-905351

RESUMO

Existe relação entre AVE e disfagia orofaríngea podendo ocorrer em diferentes graus sendo mais prevalente grau moderado. Deve-se também considerar a importância de aspectos psíquicos na reabilitação fonoaudiológica dos transtornos da deglutição. Desta forma, o profissional fonoaudiólogo contribui no prognóstico de idosos acometidos de AVE


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Saúde do Idoso , Fonoaudiologia , Acidente Vascular Cerebral/terapia
11.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 10(3, n. esp): 203-207, jun. 2018.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-905864

RESUMO

O suporte ventilatório mecânico é um tipo de tecnologia empregada por fisioterapeutas para substituir temporariamente a função pulmonar, de maneira total ou parcial, com a finalidade de promover a ventilação alveolar adequada, corrigindo, dessa forma, as trocas gasosas e fornecendo repouso aos músculos respiratórios. O sucesso da ventilação mecânica não invasiva está diretamente relacionado com a adaptação ao modo ventilatório e com a interface escolhida. Portanto, torna-se fundamental para o fisioterapeuta o conhecimento dos equipamentos e das interfaces, indicação e contraindicação, escolha do modo ventilatório para cada paciente. Logo, percebe-se a importância em construir e validar um instrumento para uso de ventilação mecânica não invasiva em idosos pós acidente vascular encefálico, para que esta terapêutica seja aplicada o mais precoce possível, com o objetivo de melhorar a função respiratória e proporcionar melhor qualidade de vida em idosos pós AVE


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Avaliação de Programas e Instrumentos de Pesquisa , Respiração Artificial/enfermagem , Respiração Artificial/estatística & dados numéricos , Acidente Vascular Cerebral/terapia , Saúde do Idoso
12.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(5): 1430-1436, maio 2018. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-980887

RESUMO

Objetivo: apresentar o conhecimento produzido sobre as intervenções de Enfermagem direcionadas aos pacientes com acidente vascular cerebral em reabilitação. Método: revisão integrativa, com abordagem qualitativa, realizada no período de abril de 2015 a maio de 2016, a partir do acesso on-line na Medline, na Lilacs e na Cochrane, com os descritores controlados Cuidados de Enfermagem and Acidente Vascular Cerebral and Reabilitação. Os estudos foram analisados segundo checklist para a avaliação da qualidade metodológica e classificados de acordo com os níveis de evidência. As intervenções de Enfermagem foram apresentadas em três categorias temáticas ­ intervenções de Enfermagem assistenciais, educacionais e gerenciais. Resultados: foram selecionadas 29 publicações e a maioria dos estudos possui níveis de evidência II e VI. Dentre as intervenções de Enfermagem assistenciais, destacou-se a reabilitação motora e funcional. Nas intervenções educacionais, observou-se a educação do paciente sobre a doença. Dentre as intervenções gerenciais, sobressaíram as relacionadas à coordenação do cuidado. Foram encontradas intervenções de Enfermagem direcionadas aos cuidadores. Conclusão: identificou-se, nos estudos, um maior número de intervenções de Enfermagem assistenciais direcionadas ao paciente. Aos cuidadores, as intervenções de Enfermagem se concentram na esfera educativa.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Educação em Saúde , Cuidadores , Acidente Vascular Cerebral , Reabilitação do Acidente Vascular Cerebral , Reabilitação do Acidente Vascular Cerebral/enfermagem , Enfermeiras e Enfermeiros , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , MEDLINE
13.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(3): 599-606, mar. 2018.
Artigo em Inglês | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-966770

RESUMO

Objetivo: compreender a vivência dos familiares no cuidado domiciliar após a alta hospitalar de um familiar acometido por Acidente Vascular Encefálico. Método: estudo qualitativo, descritivo, do tipo convergente assistencial, com quatro famílias. O cenário do estudo foi o domicílio, com média de 16 visitas por família, uma vez por semana ou quando houvesse necessidade de assistência. Para a análise dos dados, utilizou-se a técnica de Análise de Conteúdo, na modalidade Análise Temática. Resultados: evidenciou-se que a experiência de cuidar no domicílio levou os membros da família a lidarem com sentimentos como o medo, a tristeza, a angústia e a fragilidade e os membros adoecidos relataram ansiedade, desânimo, frustração e revolta por estarem adoecidos. Conclusão: o estudo permitiu a compreensão da experiência de cuidar no domicílio e a vivência das famílias de familiar acometido por Acidente Vascular Encefálico oportunizando que a prática assistencial e a pesquisa ocorressem ao mesmo tempo e, assim, proporcionou a oportunidade de interação e criação de vínculo com os participantes do estudo e a compreensão da experiência e a repercussão do cuidado no domicílio entre os familiares.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Família , Cuidadores/psicologia , Acidente Vascular Cerebral , Emoções , Assistência Domiciliar , Acontecimentos que Mudam a Vida , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa Qualitativa
14.
João Pessoa, PB; s.n; s.n; 2018. 149f p. ilus.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1050450

RESUMO

Introdução: As sequelas resultantes de umacidente vascular encefálico (AVE) comumente leva a dependênciade terceiros, que recaina maioria das vezes para umcuidador informal.É necessário a utilização de escalas específicas para detectara presença de sobrecarganesses cuidadores, no sentido de prevenir consequências nasua saúde física e mental. Objetivo:Realizar a adaptação transcultural daBCOSem cuidadores informais de pacientes com sequela de AVEpara o português do Brasil. Método:Estudo metodológico de adaptação transcultural, que seguiu os seguintes passos: Tradução; Retrotradução; Consolidação da versão traduzida; e Avaliação semântica e de conteúdo. Os dados foram coletadoscom 151 cuidadores informais de pacientes com sequela de AVE por meio de entrevistas domiciliares, no período de Setembro à Dezembro de 2017.Realizou-se testes psicométricos para validaçãoeconfiabilidadeda escalae avaliação da média dos itens da BCOS e sua comparaçãocomgrupos distintos. A pesquisa iniciou após aaprovação peloComitê de Ética em Pesquisacom CAAE de nº71855817.0.0000.5188. Resultados: A tradução e retrotraduçãoapresentaram poucas alterações. Devido a incompreensão de alguns itens navalidação semântica e de conteúdo foi necessário a sua descrição mais detalhada. A última versão da escala foi submetida a um pré-teste,que não apresentou problemas de compreensão.Com a estrutura unidimensional, os itens fatoraram com cargas acima de0,40, cujo fator explicou42,54%da variância. A comunalidade foi de 0,167 à0,505, a confiabilidade composta (CC) de 0,92 e a variância média extraída (VME) de 0,66. A unidimensionalidade foi apoiada pela análise fatorial confirmatória. O alfa de Cronbach foi de 0,89, com valores entre 0,89 à 0,90na exclusão de cada item. A BCOS apresentouvalidade convergente com afeto e experiência negativa dobem-estar subjetivo (BES)e com a escala de estresse, ansiedade e depressão (EADS-21)edivergente com afeto e experiência positiva do BES. As média geral da BCOS foi de 48,62, ea dos itens variou entre 2,77 e 4,00.Houve associação da BCOS com sexo e tempo de cuidado Conclusão: A BCOS adaptada é uma valiosa ferramenta de rastreio para os enfermeiros identificarem a sobrecarga de cuidadores e áreas prioritárias para intervenções. (AU)


Introduction: Sequelae resulting from stroke often leads to dependence on others, which most often falls to an informal caregiver. It is necessary to use specific scales to detect the presence of overload in these caregivers, in the sense of toprevent consequences on their physical and mental health. Objective: To perform BCC transcultural adaptation in informal caregivers of patients with stroke sequelaeto Brazilian Portuguese. Method: Methodological study of cross-cultural adaptation, which followed the following steps: Translation; Backtranslation; Consolidation of the translated version; and Semantic and content evaluation. Data were collected from 151 informal caregivers of patients with a stroke sequelae through home interviews, from September to December 2017. Psychometric tests were performed for validation and reliability of the scale and evaluation of the mean of BCOS items and their different groups. The research began after approval by the Ethics Committee in Research with CAAE of nº 71855817.0.0000.5188. Results: Translation and back translation showed few changes. Due to incomprehension of some items in the semantic and content validation was necessary its more detailed description. The last version of the scale was submitted to a pre-test, which did not present comprehension problems. With the one-dimensional structure, the items factored with loads above 0.40, whose factor explained 42.54% of the variance. The commonality was of 0,167 to 0,505, the composite reliability (CC) of 0.92 and the mean variance extracted (VME) of 0.66. Unidimensionality was supported by confirmatory factor analysis. Cronbach's alpha was 0.89, with values between 0.89 and 0.90 excluding each item.The BCOS presented convergent validity with affection and negative experience of subjective well-being (BES) and with the stress, anxiety and depression scale (EADS-21) and divergent with affection and positive experience of BES. The overall BCOS mean was48.62, and that of the items ranged from 2.77 to 4.00. BCOS was associated with sex and length of care Conclusion: Adapted BCOS is a valuable screening tool for nurses to identify caregiver overload and priority areas for interventions. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Cuidadores , Acidente Vascular Cerebral
15.
Curitiba; s.n; 20171208. 95 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1037838

RESUMO

Esta pesquisa avaliou a eficiência da assistência aos pacientes com acidente vascular cerebral isquêmico e ataque isquêmico transitório durante o período hospitalar, por meio da correlação dos fatores que interferem no indicador de desempenho tempo de internamento hospitalar. Trata-se de pesquisa, correlacional e avaliativa realizada em hospital público do sul do Brasil, referência para esta modalidade de tratamento, com 353 pacientes adultos e primeiro internamento, relativa ao período de outubro de 2012 a setembro de 2015, com fonte em banco de dados da unidade de acidente vascular cerebral deste hospital. A coleta de dados ocorreu entre fevereiro e maio de 2017. Os resultados de variáveis quantitativas foram descritos por médias, medianas, valores mínimos e máximos, e desvios padrões. Para a comparação de dois grupos foi considerado o teste t de Student ou o teste não-paramétrico de Mann-Whitney. A condição de normalidade foi analisada pelo teste de Kolmogorov-Smirnov. Mais de dois grupos foram comparados conforme o teste não-paramétrico de Kruskal-Wallis. As variáveis categóricas foram avaliadas por frequências e percentuais. Nestas as comparações foram efetuadas pelo teste exato de Fisher ou o teste de Qui-quadrado. A correlação entre duas variáveis quantitativas foi analisada estimando-se o coeficiente de correlação de Spearman. Valores de p<0,05 indicaram significância estatística. Foram caracterizados o perfil sociodemográfico e clínico dos participantes, identificadas as complicações frequentes e realizada a correlação do tempo de internamento hospitalar com as condições clínicas, etiologia e tratamento. Os resultados demonstram que a média de idade foi de 64,1 anos, com leve predominância do sexo masculino...


Assuntos
Humanos , Acidente Vascular Cerebral , Assistência Hospitalar , Cuidados de Enfermagem , Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde , Isquemia Encefálica , Tempo de Internação
16.
Rev Rene (Online) ; 18(5): 663-670, set. - out. 2017.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-877380

RESUMO

Objetivo: verificar e comparar os fatores de risco intrínsecos e extrínsecos para quedas em idosos, com e sem acidente vascular cerebral. Métodos: estabeleceram-se três grupos controle e um grupo caso, com 15 idosos cada. Resultados: as associações estatísticas foram: uso de medicação anti-hipertensiva entre os grupos com quedas, apesar da ocorrência de acidente vascular cerebral; uso de inibidor da enzima conversora de angiotensina para pessoas idosas com acidente vascular cerebral que tiveram ou não queda; alterações nos pés entre o grupo caso e as pessoas sem quedas ou acidente vascular cerebral. A dificuldade de marcha e a mobilidade física prejudicada foram estatisticamente relevantes entre o grupo caso e as pessoas sem a ocorrência de acidente vascular cerebral ou quedas. Conclusão: o acidente vascular cerebral está associado a quedas e os fatores intrínsecos apresentaram maiores correlações estatísticas, apoiando a hipótese de que muitos fatores influenciam a ocorrência de quedas. (AU)


Assuntos
Humanos , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Acidentes por Quedas , Fatores de Risco , Acidente Vascular Cerebral
17.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(8): 3136-3142, ago.2017. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1032214

RESUMO

Objetivo: investigar os efeitos no tratamento de Lesões Por Pressão (LPP) sobre o tamanho e tempo de cicatrização, com a utilização do gerador de alta frequência (AF), em idosos acometidos por doenças neurológicas. Método: estudo descritivo, exploratório, do tipo pesquisa de intervenção não farmacológica, realizado com três usuários, em uma Unidade de Reabilitação Física, com LPPs em estágio II e III, submetidos a tratamento com gerador de AF, duas vezes por semana. A cicatrização foi avaliada no início do estudo, após a oitava e a décima sexta sessões. Resultados: os três participantes eram idosos, sedentários e hipertensos. Dois sofreram Acidente Vascular Encefálico (AVE) e um, traumatismo raquimedular. Nos com AVE, ocorreu cicatrização completa das LPPs e no outro, redução da área da LPP de 64,5%. Conclusão: o uso do gerador portátil de AF foi efetivo no tratamento de LPPs nos idosos participantes desta pesquisa.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Cicatrização , Cuidados de Enfermagem , Lesão por Pressão , Modalidades de Fisioterapia , Saúde do Idoso , Terapia por Estimulação Elétrica , Acidente Vascular Cerebral , Diabetes Mellitus , Epidemiologia Descritiva , Traumatismos da Medula Espinal
18.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 9(2): 315-320, abr.-jun. 2017. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-836344

RESUMO

Encephalic Vascular Accident is a clinical sign of brain dysfunction and it might result in permanent and irreversible lesions. Objective: defined the characteristics such as age, sex and date of the first treatment at a Santa Catarina State’s Rehabilitation Center. Methods: This is a quantitative cross-sectional descriptive study.The Ethnics in Human Research (CEPSH), the Pro Rector for Research and Extension Federal University of Santa Catarina, number 1024 reviewed this study. Results: Stroke affected 25,11% of women between 71-80 years old and 34,09% of the men aged between 61-70 years old. The most common consequence due to stroke was hemiplegia and the study observed that many patients only looked for proper treatment after several years post stroke. Conclusions: The physical therapy is important, so patients can relearn daily tasks and furthermore reintegrate their social life.


Acidente Vascular Encefálico (AVE) é uma disfunção cerebral que causa lesões permanentes e irreversíveis. Objetivo: Avaliar as idades, os sexos e a data do primeiro atendimento das pessoas com AVE atendidas no centro de reabilitação do Estado de Santa Catarina. Métodos: É um estudo quantitativo, descritivo e transversal, sendo a coleta de dados realizada com base documental nos prontuários. O presente estudo foi avaliado pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEPSH), Reitoria de Pesquisa e Extensão da Universidade Federal de Santa Catarina de número 1024. Resultados: O AVE afeta 25,11% de mulheres entre 71-80 anos e 34,09% de homens entre 61-70 anos. Observou-se que a sequela mais comum é a hemiplegia e que muitos somente procuravam tratamento após muitos anos de sequelas. Conclusão: Os dados encontrados mostram a importância da terapia física para que os pacientes reaprendam tarefas diárias e auxilia na reintegração social.


El Accidente Cerebrovascular (ACV) es un signo clínico de disfunción cerebral e ocasiona lesiones cerebrales permanentes e irreversibles. Objetivo: Evaluar las edades, sexos y la fecha del tratamiento inicial de los pacientes con accidente cerebrovascular tratados en el centro de rehabilitación en el estado de Santa Catarina. Métodos: El estudio cuantitativo, descriptivo y transversal. Este estudio fue revisado por el Pro Rector de Investigación y Extensión de la Universidad Federal de Santa Catarina para la Investigación Humana (CESPH). La recolección de datos se basó en registros documentales de las personas atendidas en el Centro de Rehabilitación del Estado de Santa Catarina, entre 2000-2009. Resultados: El AVC afecta 25.11% de las mujeres de 71-80 años y el 34,09% de los varones de 61-70 años. La hemiplejia es secuela más común. El estudio destaca que muchos pacientes buscan tratamiento sólo después de muchos años de secuela. Conclusión: Nuestros datos muestran la importancia de la terapia física, ya que permite que los pacientes pueden volver a aprender las tareas cotidianas.


Assuntos
Humanos , Acidente Vascular Cerebral/complicações , Acidente Vascular Cerebral/reabilitação , Fisioterapia , Hemiplegia/reabilitação , Brasil , Reabilitação
19.
Cogitare enferm ; 22(2): 01-08, abr-jun. 2017.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-868383

RESUMO

Este artigo tem por objetivo caracterizar o perfil epidemiológico das vítimas de afecções neurológicas atendidas por um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Trata-se de estudo exploratório, descritivo e de abordagem quantitativa dos dados. A coleta foi realizada no período de janeiro a junho de 2016, em um hospital referência em atendimentos de urgência e emergência do estado do Rio Grande do Norte. Foram analisadas 73 ocorrências neurológicas, 38 (52,1%) do sexo masculino, 43 (58,9%) entre a faixa etária de 68 a 101 anos. Quanto à característica da afecção neurológica, 59 (80,8%) sofreram Acidente Vascular Encefálico, oito (11%) crise convulsiva, três (4,1%) lombalgia associada a lesão medular e três (4,1%) eram de outra natureza neurológica. Quanto ao tempo resposta para o atendimento, a média foi de 31 minutos. O perfil epidemiológico identificado foi de homens idosos, que sofreram Acidente Vascular Encefálico e que não receberam atendimento no tempo resposta adequado (AU).


This article aims to characterize the epidemiological profile of individuals with neurological disorders assisted by a prehospital mobile emergency care service. Exploratory and descriptive study with quantitative approach. Data was collected from January to June 2016, in an emergency and urgent care referral center in the state of Rio Grande do Norte. Seventy-three (73) neurological disorders were analyzed: 38 (52.1%) patients were male individuals, 43 (58.9%) were aged between 68 and 101 years. Regarding the characteristics of the neurological condition, 59 (80.8%) patients had a cerebrovascular accident (CVA), eight (11%) had seizures, three (4.1%) had low back pain related to spinal cord trauma and three (4.1%) patients had other types of neurological conditions. As for the response time to care, the average time was 31 minutes. The epidemiological profile identified was elderly men who had CVA (stroke) and whose care needs were not responded within an appropriate time (AU).


Artículo que objetiva caracterizar el perfil epidemiológico de víctimas de afecciones neurológicas atendidas por un Servicio de Atención Móvil de Urgencia. Estudio exploratorio, descriptivo, de abordaje cuantitativo de datos. La recolección se realizó de enero a junio de 2016, en hospital de referencia en atención de urgencias y emergencias del estado de Rio Grande do Norte. Fueron analizados 73 sucesos neurológicos, 38 (52,1%) en pacientes masculinos; 43 (58,9%) pertenecientes a faja etaria de 68 a 101 años. Respecto a características de la afección, 59 (80,8%) sufrieron Accidente Cerebrovascular, 8 (11%) crisis convulsiva, 3 (4,1%) lumbalgia asociada a lesión medular, y 3 (4,1%) fueron de otra naturaleza neurológica. Acerca del tiempo de respuesta, el promedio fue de 31 minutos. El perfil epidemiológico identificado fue de hombres ancianos, que sufrieron Accidente Cerebrovascular y que no recibieron atención en el tiempo de respuesta adecuado (AU).


Assuntos
Humanos , Acidente Vascular Cerebral , Serviços Médicos de Emergência , Epilepsia , Doenças do Sistema Nervoso , Perfil de Saúde
20.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(5): 1763-1768, mai.2017. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1032113

RESUMO

Objetivo: avaliar os efeitos da capacitação dos enfermeiros do serviço de emergência no reconhecimento dos sinais e sintomas do acidente vascular cerebral e aplicação da escala National Institutes of Health Stroke Scale (NIHSS). Método: estudo descritivo, transversal, com abordagem quantitativa. Foram capacitados e avaliados 20 enfermeiros do serviço de emergência de uma unidade de pronto atendimento sobre o reconhecimento dos sinais e sintomas dos pacientes com acidente vascular cerebral. Utilizaram-se para avaliação do conhecimento dos enfermeiros um pré-teste e um pós-teste, que foram aplicados antes e após a capacitação. Resultados: houve uma melhora do conhecimento sobre acidente vascular cerebral de 68,5% a85,26% após a capacitação. Conclusão: a capacitação dos enfermeiros responsáveis pela triagem dos pacientes com suspeita de acidente vascular cerebral deve ser estimulada para otimizar o atendimento e o tratamento desses pacientes.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Acidente Vascular Cerebral , Acidente Vascular Cerebral/enfermagem , Capacitação em Serviço , Enfermagem em Emergência , Triagem , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais , Serviços Médicos de Emergência
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA