Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. enferm. UFPI ; 6(2): 57-64, abr.-jun.2017. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033930

RESUMO

Objetivo: identificar os principais tipos de traumas faciais encontrados nas publicações científicas entre os anos de 2005-2017. Metodologia: revisão Integrativa da Literatura. A partir da questão norteadora“Quais são os tipos de traumas faciais mais encontrados nas publicações científicas entre os anos de 2005-2017?”, foram utilizados combinados os Descritores Controlados em Ciências da Saúde “Traumatismos Faciais” e “Epidemiologia” em bases de dados nacionais e latino americanas e o Medical Subject Headings (MeSH) “Facial Injuries” and “Epidemiology” em base de dados internacional. A definição de tais termos auxiliou o processo de pré-seleção (29 trabalhos identificados) e seleção dos estudos (17 publicações). Por fim, realizou-se a categorização dos artigos, permitindo a análise dos resultados para desenvolvimento da discussão e síntese do assunto. Resultados: a maioria dos estudos utilizados foi publicada em 2014 (17,6%), na Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (47,0%), escritos em inglês (53,0%) e português (47,0%) e divulgados em dez periódicos diferentes. No mais, contemplaram duas temáticas principais: traumas bucomaxilofaciais e traumas por queimadura facial, os quais apresentaram maior prevalência no sexo masculino (88,2%), na faixa etária entre 21 -30 anos (55,0%) e decorrentes de agressão interpessoal (53,0%). Conclusão: os principais tipos encontrados foram os traumas bucomaxilofaciais que envolve lesões mandibulares, maxilares, dentárias, nasais, zigomáticas e orbitais, assim como os traumas por queimadura facial. Desse modo, os resultados sugerem a necessidade de abordagem multidisciplinar, especialmente do bucomaxilofacial para diagnóstico e tratamento, além da prevenção e aprofundamento no assunto.


Objective: toidentify the main types of facial trauma found in the scientific publications between the years of 2005-2017. Methodology: integrative review of literature. From the guiding question > combined were used the Descritores Controlados em Ciências da Saúde "Traumatismos Faciais” and “Epidemiologia” in national databases and Latin American and the Medical Subject Headings "Facial Injuries" and "Epidemiology" in international data base. The definition of such terms assisted pre-selection process (29 publications identified) and selection of the studies (17 publications). Finally, the categorisation of articles, allowing the analysis of the results for the development of the discussion and summary of the subject. Results: the majority of studies used was published in 2014 (17.6%), Latin American literature and Caribbean Health Sciences (47.0%), written in English (53.0%) and Portuguese (47.0%) and published in ten different journals. At most, two main themes included: bucomaxilofaciais trauma and trauma for facial Burns, which presented higher prevalence in males (88.2%), ranging in age between 21-30 years (55.0%) and resulting from interpersonal aggression (53.0%). Conclusion: the main types offacial injuries found were bucomaxilofaciais traumas involving mandibular lesions, jaws, teeth, nasal, orbital and zigomáticas, as well as thetraumas for facial burns. Thus, the results suggest the need for a multidisciplinary approach, especially for oral diagnosis and treatment as well as prevention and deepening in the subject.


Assuntos
Humanos , Epidemiologia , Odontologia , Traumatismos Faciais
2.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-789403

RESUMO

Esta pesquisa objetivou identificar as características de pacientes vítimas de traumas craniofaciais atendidos em unidade de urgência e emergência de um hospital de ensino do interior do estado de São Paulo. Trata-se de um estudo retrospectivo, descritivo e analítico, de abordagem quantitativa. Os dados foram obtidos em prontuários, no período de 2011 a 2014. A amostra foi composta de 867 pacientes. As características da população estudada revelaram que 60,9% eram do sexo masculino, 66,8% estavam na faixa etária de 0-20 anos, 87% eram brancos, 55,5% eram do município de São José do Rio Preto, 79,6 % eram inativos, 84,8% não tinham companheiro e, quanto ao grau de instrução, 52,7% não eram alfabetizados. Estudos na América do Norte informam que as quedas são a principal causa de lesões não fatais para crianças e adolescentes até 19 anos. A maior ocorrência dos traumas foi por queda, com 74,1%, o trauma de craniofacial foi de 75,7% e mais frequente quando comparado ao trauma facial 24,2%. A ocorrência de exames foi de 19,7%, curativos de 6,5%, sutura de 6,3%, medicação de 23,9% e procedimentos cirúrgicos de 0,7%. Concluiuse que os traumas de face foram mais comuns na faixa etária entre 21 e 60 anos, pacientes ativos, com companheiro e ensino de nível superior. As principais causas foram agressão física, síncope/convulsão. Já os traumas craniofaciais foram mais frequentes na faixa etária entre 0 e 20 anos e com mais de 60 anos, inativos, sem companheiro e não alfabetizados...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Fatores de Risco , Perfil de Saúde , Serviço Hospitalar de Emergência , Traumatismos Faciais , Fatores Socioeconômicos
3.
Rev. gaúch. enferm ; 32(2): 294-301, jun. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-596537

RESUMO

A pesquisa analisou a percepção de pacientes, acadêmicas de enfermagem e docentes, quanto ao cuidado frente à alteração da imagem facial, suas implicações no processo formativo. Caracterizou-se pela abordagem qualitativa exploratória, realizada em um hospital universitário em Santa Maria, Rio Grande do Sul, entre julho de 2008 e abril de 2009. Participaram seis pacientes com alteração da imagem facial, sete acadêmicas de Enfermagem e cinco docentes. Utilizou-se entrevistas semi-estruturadas e grupo focal. As informações organizadas e submetidas à técnica de análise de conteúdo. Evidenciou-se duas categorias: significado da imagem facial alterada e formação do enfermeiro e o cuidado. O cuidado a esses pacientes é percebido como uma vivência complexa, difícil e impactante constituindo-se oportunidades ímpares para o desenvolvimento das competências necessárias para a formação da enfermeira. Constatou-se a necessidade de inserção de temáticas durante a formação que abordem temas pertinentes às necessidades dos acadêmicos, possibilitando aos mesmos refletirem sobre o vivido no curso.


La investigación analizó la percepción de pacientes, académicas de enfermería y docentes, cuanto al cuidado frente a la alteración de la imagen facial, implicaciones en el proceso de formación. Una abordaje cualitativo exploratorio, en un hospital universitario en Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, entre julio de 2008 y abril de 2009. Participaron seis pacientes con alteración de la imagen facial, siete académicas y cinco docentes. Utilizaron entrevistas semi estructuradas y grupo focal. Las informaciones organizadas por el técnica de análisis de contenido. Se evidenciaron dos categorías: significado de la imagen facial alterada y formación del enfermero y el cuidado. El cuidado es percibido como una vivencia compleja, difícil e impactante constituyéndose oportunidades impares para el desarrollo de las competencias necesarias para la formación de la enfermera. Se encontró la necesidad de integración de los temas durante la capacitación a los temas relacionados a las necesidades de los académicos y les permite reflexionar sobre su experiencia vivía en el curso.


The research analyzed the perception of patients, Nursing undergraduates and professors, as the care faced to the facial image alteration, its implications in the formation process. It was characterized by exploratory qualitative approach, carried out in the university hospital in Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brazil, between July 2008 and April 2009. Six patients with facial image alteration, seven Nursing students and five professors participated. Semi-structured interviews and focal group were used. The data organized underwent the content analysis technique. Two categories were evidenced: meaning of the altered facial image and the nurse care and formation. The care to these patients is noticed as a complex, hard and impacting experience being constituted of odd opportunities for the development of the necessary competences for the nurse formation. It was noted the need for integration of themes during the training that address issues relevant to the needs of undergraduates and enables them to reflect on their experience in the course.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Imagem Corporal , Traumatismos Faciais/enfermagem , Docentes , Relações Enfermeiro-Paciente , Cuidados de Enfermagem , Autoimagem , Estudantes de Enfermagem/psicologia , Atitude do Pessoal de Saúde , Brasil , Cicatriz/enfermagem , Cicatriz/psicologia , Bacharelado em Enfermagem , Emoções , Traumatismos Faciais/psicologia , Grupos Focais , Hospitais Universitários , Qualidade de Vida
4.
Rev. enferm. UFPE on line ; 3(1): 101-109, jan.-mar. 2009.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1032671

RESUMO

Objetivo: identificar os principais cuidados de enfermagem no atendimento a pacientes acometidos por trauma bucomaxilo facial. Metodologia: trata-se de uma revisão sistemática da literatura. Foi realizada uma pesquisa digital nasbases de dados da National library of medicine (PubMed) e Biblioteca virtual em saúde (BVS), no ano de 2007, utilizandoseartigos do período 2000 a 2007. Resultados: foram identificados cuidados de enfermagem através do desenvolvimentode ações, atitudes e comportamentos com base em conhecimento científicos, experiências e pensamento crítico,realizados para e com o paciente, no sentido de promover, manter e/ou recuperar sua dignidade e totalidade humana.Conclusão: com a realização de cuidados de enfermagem promove-se uma melhoria na qualidade de vida dos pacientescom trauma facial, contribuindo em sua reabilitação física, funcional, estética, social e emocional.


Assuntos
Humanos , Cuidados Pós-Operatórios , Cuidados de Enfermagem , Traumatismos Faciais , MEDLINE , LILACS
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA