Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 11(2, n. esp): 533-539, jan. 2019. fig, tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-969348

RESUMO

Objective: The study's goal has been to identify studies addressing the effects of violence against women during pregnancy to both the fetus and newborn. Methods: The survey was performed in both MEDLINE and LILACS databases. There were included analytical studies, published in English, Spanish and Portuguese. Results: There were included 27 studies. According to the analyzed data, violence during pregnancy is a risk to the intrauterine growth and may cause the following issues: intrauterine growth restriction; being born small according to the gestational age; and higher plasma levels of glutamate, GABA and cortisol. It was consensus among the studies that there is a risk of fetal and neonatal death among women who experienced the phenomenon of violence during pregnancy. Conclusions: Violence during pregnancy is a very important issue in the public health matter. The findings emphasize the significance of initiating the prenatal care as soon as possible, since it is an important stepping-stone to tracking down the occurrence of violence


Objetivo: Identificar estudos sobre os efeitos para o feto e recém-nascido da violência contra a mulher durante a gestação. Métodos: Revisão realizada nas bases MEDLINE e LILACS. Foram incluídos estudos epidemiológicos analíticos, publicados em inglês, espanhol e português. Resultados: Foram incluídos 27 estudos. Os dados apontam na direção de que a violência na gravidez é risco para a ocorrência de restrição no crescimento intrauterino, nascer pequeno para idade gestacional e maiores níveis plasmáticos de Glutamato, GABA e cortisol. Foi consenso entre os estudos o risco de óbito fetal e neonatal entre as mulheres que vivenciaram o fenômeno da violência no período gestacional. Conclusão: A violência durante a gestação constitui um agravo relevante na saúde pública. Os achados destacam a importância da realização e inicio precoce do pré-natal, pois constitui um espaço importante no rastreamento das violência


Objetivo: Identificar estudos sobre os efeitos para o feto e recém-nascido da violência contra a mulher durante a gestação. Métodos: Revisão realizada nas bases MEDLINE e LILACS. Foram incluídos estudos epidemiológicos analíticos, publicados em inglês, espanhol e português. Resultados: Foram incluídos 27 estudos. Os dados apontam na direção de que a violência na gravidez é risco para a ocorrência de restrição no crescimento intrauterino, nascer pequeno para idade gestacional e maiores níveis plasmáticos de Glutamato, GABA e cortisol. Foi consenso entre os estudos o risco de óbito fetal e neonatal entre as mulheres que vivenciaram o fenômeno da violência no período gestacional. Conclusão: A violência durante a gestação constitui um agravo relevante na saúde pública. Os achados destacam a importância da realização e inicio precoce do pré-natal, pois constitui um espaço importante no rastreamento das violências


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Gravidez , Violência Doméstica , Violência contra a Mulher , Morte Fetal/etiologia , Natimorto
2.
Enferm. actual Costa Rica (Online) ; (34): 127-145, Jan.-Jun. 2018. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-891498

RESUMO

Resumen El objetivo de este estudio fue analizar la mejor evidencia científica disponible sobre el uso de macro dosis de oxitocina comparado con dosis estándar en mujeres que presentaron óbito fetal en el año 2017. Las acciones profesionales obstétricas para la atención en los partos varían ampliamente entre los diferentes países, entre las diferentes instituciones nacionales y los diferentes equipos encargados de dicha atención. El realizar investigación en el campo de obstetricia nos permite determinar cuáles son las mejores acciones basadas en la evidencia científica y de esta manera ofrecer una atención de calidad a la usuaria gestante. Para realizar el estudio se aplicó la metodología de Práctica Clínica Basada en la Evidencia; se inició con la elaboración de la pregunta clínica seguido por búsqueda de información en las bases de datos científicas como MEDLINE, COCHRANE, SCIENCIE DIRECT, TRIPDATA BASE, SCIELO y PUBMED. La búsqueda en todas las bases de datos recuperó un total de 2548 artículos, los cuales fueron revisados cuidadosamente por título y abstract. Al finalizar, se recuperó un artículo el cual fue objeto de análisis crítico. Se concluye que la mejor evidencia disponible es insuficiente para dar respuesta fiable a la pregunta clínica establecida sobre el tema.


Abstract The objective of this study was to analyze the best available scientific evidence on the use of macro doses of oxytocin compared to standard doses in women who presented fetal death in the year 2017. The professional obstetric actions for delivery care vary widely among the different countries, between the different national institutions and the different teams responsible for such care. Conducting research in the field of obstetrics allows us to determine what are the best actions based on scientific evidence and thus provide quality care to the pregnant user. In order to carry out the study, the methodology of Clinical Practice Based on Evidence was applied; It began with the elaboration of the clinical question followed by the search of information in the scientific databases such as MEDLINE, COCHRANE, SCIENCIE DIRECT, TRIPDATA BASE, SCIELO and PUBMED. The search in all the databases retrieved a total of 2 548 articles, which were carefully reviewed by title and abstract. At the end, an article was retrieved which was the subject of critical analysis. It is concluded that the best available evidence is insufficient to give a reliable answer to the clinical question established on the subject.


Resumo O objetivo deste estudo foi analisar as melhores evidências científicas disponíveis sobre o uso de macro doses de oxitocina em comparação com doses padrão em mulheres que apresentaram morte fetal no ano 2017. As ações obstétricas profissionais para atendimento de parto variam amplamente entre as diferentes países, entre as diferentes instituições nacionais e as diferentes equipes responsáveis ​​por esses cuidados. A realização de pesquisas no campo da obstetrícia nos permite determinar quais são as melhores ações baseadas em evidências científicas e, portanto, fornecer cuidados de qualidade para o usuário grávida. Para realizar o estudo, foi aplicada a metodologia da Prática Clínica Baseada na Evidência; Começou com a elaboração da questão clínica seguida pela busca de informações nas bases de dados científicas, como MEDLINE, COCHRANE, SCIENCIE DIRECT, TRIPDATA BASE, SCIELO e PUBMED. A pesquisa em todos os bancos de dados recuperou um total de 2 548 artigos, que foram cuidadosamente revisados ​​por título e resumo. No final, um artigo foi recuperado, que foi objeto de análise crítica. Conclui-se que a melhor evidência disponível é insuficiente para dar uma resposta confiável à questão clínica estabelecida no assunto.


Assuntos
Humanos , Ocitocina/uso terapêutico , Enfermagem Baseada em Evidências , Morte Fetal
3.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(supl.1): 334-340, jan.2017.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1032258

RESUMO

Objetivo: descrever as impressões de profissionais de Saúde da Família acerca das possíveis causas de uma perda fetal. Método: estudo descritivo, com abordagem qualitativa, desenvolvido com 12 profissionais de saúde atuantes em uma Estratégia de Saúde da Família. Os dados foram coletados por entrevista semiestruturada e analisados pela análise de conteúdo na modalidade temática. Resultados: a análise das respostas aos questionamentos realizados aos sujeitos do estudo resultou na identificação de duas categorias temáticas: Categoria 1 - As atitudes e/ou a saúde da mulher grávida determinam a perda fetal; e, Categoria 2- As dificuldades de comunicação dos profissionais de saúde relacionadas à perda fetal. Conclusão: cabe aos profissionais da saúde prestar assistência às mulheres considerando suas necessidades físicas e emocionais, visando a oferta de cuidados integrais, auxiliando-as neste momento de dor e sofrimento causado pela perda fetal.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Atitude Frente a Morte , Emoções , Equipe de Assistência ao Paciente , Estratégia Saúde da Família , Gestantes , Morte Fetal , Relações Profissional-Paciente , Cuidado Pré-Natal , Epidemiologia Descritiva , Relações Profissional-Família
4.
Rev. enferm. UFPE on line ; 10(9): 3411-3417, set. 2016. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1031782

RESUMO

Objetivo: relatar o caso de óbito materno de uma gestante. Método: estudo descritivo, retrospectivo, deabordagem qualitativa, desenvolvido em um hospital público da baixada litorânea/RJ. Resultados: gestante,22 anos, gravidez gemelar de 25 semanas, deu entrada 3 vezes no setor de emergência obstétrica de umhospital público da baixada litorânea, no intervalo de 18 dias, com queixa de epigastralgia, náuseas, êmese edor abdominal, sendo medicada com sintomáticos e liberada para residência. Ao retornar pela quarta vez, 24horas após o último atendimento, encontrava-se em óbito tendo causa mortis bronco aspiração maciça.Conclusão: ressalta-se a importância do cuidado integral às gestantes, identificando-se sinais e sintomas queextrapolam a fisiologia da gestação e tornam-se agravos à saúde da gestante e do feto.


Assuntos
Feminino , Humanos , Gravidez , Enfermagem Obstétrica , Gravidez de Gêmeos , Morte Fetal , Morte Materna , Obstrução Intestinal , Estudos Retrospectivos , Mortalidade Fetal , Mortalidade Materna , Saúde Materno-Infantil
5.
Rev. enferm. Inst. Mex. Seguro Soc ; 24(2): 137-140, Mayo.-Ago. 2016.
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1031291

RESUMO

Resumen:


Introducción: el momento de enseñanza centra la mirada en los profesionales que pueden estar expuestos a cuidar mujeres que sufren un aborto espontáneo. Estas mujeres tienen un duelo al perder un bebe que no pudo llegar y el personal de enfermería debe cuidarla desde su alma, comprender su tristeza y conmoción. Esta necesidad de cuidado condujo a planificar este momento de enseñanza-aprendizaje para licenciados en enfermería, los cuales son estudiantes de la Maestría en Enfermería en el seminario de Educación Superior de la Universidad Autónoma de Chihuahua. Desarrollo: se llevaron a la práctica sesiones de enseñanza aprendizaje con un enfoque robusto de conocimientos sobre el aborto. También se agregaron herramientas para el cuidado comprensivo del duelo en las mujeres que han vivido un aborto, lo cual permitió el análisis y la reflexión de experiencias de madres atendidas en una institución de salud. Se terminó la presentación de manera constructivista y en el aprendizaje basado en problemas los estudiantes participaron activamente reflexionando sobre el cuidado humano que necesitan estas mujeres.


Conclusiones: en esta dinámica basada en el constructivismo, el estudiante puede crear una práctica reflexiva de sus acciones para darle sentido y mejorar el cuidado humano de enfermería en las situaciones que suceden a un aborto.


Abstract:


Introduction: the teachable moment to gaze focused professionals who may be exposed to care for women suffering a spontaneous abortion. These women have a duel to lose a baby who could not come, the nurse should take care from his soul, understand their sadness and shock. This need for careful planning led to this teaching learning time student's graduate nursing degree in nursing in the seminar class of higher education in the Autonomous University of Chihuahua. Development: a time of learning by strengthening knowledge about the abortion, adding tools for comprehensive care to women in mourning abortion, allowing analysis and reflection of experiences of mothers treated in a health facility was performed. Presenting constructive way and ended problem-based learning, students participated actively reflecting on human care they need these women.


Conclusions: helping students understand this dynamic based on constructivism student can create a reflective practice to make sense of their actions and improve human nursing care in post abortion.


Assuntos
Humanos , Aborto Espontâneo , Aprendizagem Baseada em Problemas , Atitude Frente a Morte , Cuidados de Enfermagem , Morte Fetal , Pesar , México , Humanos
6.
Belo Horizonte; s.n; 2015. 148 p. tab, graf, ilus.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-831459

RESUMO

Serviços de saúde acessíveis e de boa qualidade deveriam ser capazes de reconhecer as mortes infantis evitáveis e implementar medidas para reduzi-las. Investigações a fim de dimensionar os principais determinantes relacionados à ocorrência de óbitos infantis para que possam subsidiar a organização e planejamento das políticas públicas, se faz necessário. Dessa forma, o presente estudo tem como objetivo analisar os fatores relacionados à investigação dos óbitos infantil e fetal ocorridos na Região Ampliada de Saúde Jequitinhonha, Minas Gerais, no período de 2007 a 2012. A coleta de dados foi feita por meio de questionários com os Secretários de Saúde e membros do Comitê de Prevenção do óbito infantil e fetal ou indivíduos responsáveis pela investigação dos óbitos em 33 municípios da Região Ampliada de Saúde do Jequitinhonha, Minas Gerais. Foram coletadas também informações sobre a completitude das fichas síntese da investigação após acesso ao Sistema de Informação sobre Mortalidade. Os resultados deste estudo demonstram que não houve concordância entre as respostas apresentadas pelos entrevistados, mostrando a necessidade, principalmente pelos Secretários Municipais de Saúde, de maiores esclarecimentos quanto à realidade nos municípios de atuação. A não atuação dos comitês na maioria dos municípios, justificado pela falta de cobrança pela gestão estadual e regional. Sendo assim, majoritariamente as investigações foram realizadas pelos enfermeiros da Estratégia Saúde da Família, não pertencente ao comitê. Vários foram os entraves identificados na prática da investigação, tais como a falta de suporte financeiro, de recursos humanos, entre outros da superintendência regional de saúde, o preenchimento incompleto dos dados...


Whereas the affordable and good quality health services should be able to recognize preventable child deaths and implement measures to reduce them, conducting investigations that can scale the main determinants of the occurrence of infant deaths so that can support the organization and planning of public policies, this study aims to analyze the factors related to the investigation of fetal and infant deaths in the Extended Jequitinhonha Health Region, Minas Gerais, during the period of 2007 to 2012. The data collection was done through the use of questionnaires containing demographic, and socioeconomic data, as well as data obtained from the investigation of fetal and infant deaths, responded by the Municipal Health Offices, members of the child and fetal death Prevention Committee or individuals responsible for the investigations in 33 municipalities of the Extended Jequitinhonha Health Region. In addition, we used a script called Research Summary Sheets to examine the completeness of the information of infant and fetal deaths investigated between 2007-2012. The results of this study indicate that there was no agreement between the answers given by respondents, showing the need for further clarification, mainly by the Municipal Health Offices, as to the reality of the performance of municipalities regarding the investigations. Moreover, the fact that the activities of the Prevention Committee of Child and Fetal Death in the municipalities are not official favored no investigation of deaths. Also it was observed that, of 598 children and 477 fetal deaths, only 22.2% and 18.4%, respectively, were investigated. However, the investigations have not been implemented satisfactorily. We observed different behavior in the completion of the research forms. The high proportion of incomplete records point to the existence of obstacles in the process of filling them out. Thus, after the data analysis it was found that there are several factors that...


Assuntos
Humanos , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Mortalidade Fetal , Mortalidade Infantil , Morte Fetal/prevenção & controle , Monitoramento Epidemiológico/estatística & dados numéricos , Brasil/epidemiologia , Causas de Morte , Comitê de Profissionais , Estudos Retrospectivos , Inquéritos e Questionários
7.
Rev. latinoam. enferm ; 19(6): 1405-1412, Nov.-Dec. 2011.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-611633

RESUMO

The purpose of this paper is to know the experience of health professionals in situations of perinatal death and grief and to describe their action strategies in the management of perinatal loss. A qualitative study with a phenomenological approach was carried out through interviews conducted with 19 professionals. Three thematic categories were identified: Healthcare practice, feelings aroused by perinatal loss and meaning and beliefs about perinatal loss and grief. The results revealed that the lack of knowledge and skills to deal with perinatal loss are identified as the main reason behind unsuitable attitudes that are usually adopted in these situations. This generates anxiety, helplessness and frustration that compromise professional competency. The conclusion reached is that the promotion of training programs to acquire knowledge, skills and abilities in management of perinatal bereavement and the development of a clinical practice guideline for perinatal loss are necessary.


O objetivo deste artigo foi conhecer a experiência dos profissionais de saúde em casos de morte perinatal e o pesar decorrente e, ainda, descrever as estratégias de ação frente à perda perinatal. Trata-se de estudo qualitativo com abordagem fenomenológica, por meio de entrevista com 19 profissionais. Três categorias temáticas foram identificadas: a prática de cuidados de saúde, os sentimentos despertados pela perda perinatal e o significado e crenças sobre perda e pesar perinatal. Os resultados mostram que a falta de conhecimento e recursos para lidar com a perda perinatal torna inadequada as atitudes nessas situações, gerando sensação de desamparo, ansiedade e frustração que compromete a competência profissional. Conclui-se que é fundamental promover programas de treinamento para adquirir conhecimentos, aptidões e habilidades em pesar perinatal e desenvolver uma diretriz de prática clínica para o cuidado da perda perinatal.


El objetivo de este artículo es conocer la experiencia vivida por los profesionales de la salud en situaciones de muerte y duelo perinatal y describir las estrategias de actuación ante la pérdida perinatal. Se trata de un estudio cualitativo con un enfoque fenomenológico realizado a 19 profesionales a través de entrevistas. Se identificaron 3 categorías temáticas: la práctica asistencial, los sentimientos que despierta la pérdida perinatal y significado y creencias sobre la pérdida y el duelo perinatal. Los resultados ponen de manifiesto que la falta de conocimientos y de recursos para enfrentar la pérdida perinatal hace que se adopten actitudes poco adecuadas en estas situaciones, generando una sensación de ansiedad, impotencia y frustración que compromete la competencia profesional. Se concluye que es fundamental promover programas de formación para adquirir conocimientos y destrezas sobre el duelo perinatal y elaborar una guía de práctica clínica para la atención a la pérdida perinatal.


Assuntos
Humanos , Atitude do Pessoal de Saúde , Atitude Frente a Morte , Morte Fetal
8.
REME rev. min. enferm ; 13(4): 550-557, out.-dez. 2009. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-547333

RESUMO

A investigação de óbitos é um recurso importante para elucidar as causas e as circunstâncias das mortes. Com esteestudo, objetivou-se analisar os óbitos perinatais investigados de Belo Horizonte quanto à causas de morte, potencialde evitabilidade e presença de falhas ocorridas na assistência. Foramestudados os óbitos fetais e neonatais precocesinvestigados pelo Comitê de Prevenção de Óbitos BH-Vida de Belo Horizonte, no período de 2003 a 2007. As variáveisanalisadas foram tipo e momento do óbito, peso ao nascer, idade gestacional, causa básica da morte e evitabilidadedo óbito segundo a classificação de Wigglesworth. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva eanalítica. No período estudado, foram investigados 728 óbitos pelo Comitê, correspondendo a 26,9% do total deóbitos perinatais do município. Metade dos casos apresentou peso e idade gestacional adequados ao nascer. Aquase totalidade das causas básicas de morte (97,%) foi relacionada a afecções perinatais. Quanto à evitabilidade,predominaram as mortes classificadas como anteparto e por asfixia. Em 84,5% dos casos foramconstatadas falhas emalgum momento da assistência, sendo decrescentes da atenção pré-natal ao recém-nascido. A investigação dessesóbitos evidenciou alto potencial de evitabilidade e de falhas na assistência, contribuindo, assim, para o planejamentode ações preventivas.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Recém-Nascido , Assistência Perinatal , Causas de Morte , Mortalidade Perinatal , Morte Fetal/prevenção & controle
9.
Rev. baiana enferm ; 21(1): 19-30, 2007.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-772715

RESUMO

Estudo de natureza qualitativa, pretende analisar a percepção de mulheres internadas com história de abortamento sobre a violência institucional, em um hospital público em Feira de Santana (BA). Os dados mostraram que as mulheres internadas para tratamento por complicações pós-aborto estão submetidas a diversas manifestações de violência institucional. Neste trabalho, elas foram agrupadas em três subcategorias: a violência na relação usuáriasistema de saúde, a violência na relação usuária-instituição de saúde e a violência na relação usuária-profissional de saúde. O enfoque de gênero e de violência contra a mulher constituiu o referencial teórico que fundamentou a análise das categorias emergentes. Consideramos que a violência institucional vivenciada pela mulher em processo de abortamento está diretamente relacionada à desumanização da assistência prestada a essa mulher.


The study of a qualitative nature intend to analyze the perception of women, admitted to hospital with a history ofabortion, of institutional violence, in a public hospital in Feira de Santana (BA). The data showed that the women whohad been admitted to hospital for treatment of post-abortion complication are subjected to several kinds of institutionalviolence. In this study, which were grouped into three categories: violence of the heath care system against women;violence of the institution against women; and violence of the medical staff against women. The focus on gender andviolence against woman constituted the theoretical basis for the analysis of the emergent categories. This way that theinstitutional violence suffered by women in the process of aborting is directly related to be dehumanization of theassistence offered to women.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adolescente , Adulto , Aborto Criminoso , Aborto Espontâneo , Morte Fetal , Mulheres Maltratadas , Mulheres Maltratadas/psicologia , Relações Hospital-Paciente , Assistência Hospitalar , Unidade Hospitalar de Ginecologia e Obstetrícia
10.
Rev. gaúch. enferm ; 13(2): 11-6, jul. 1992.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-114981

RESUMO

Os autores se propöem desvelar facetas do significado do cuidado à mäe que vivencia a perda do filho ao final da gestaçäo, aos olhos dos funcionários do Serviço de Enfermagem que cuidam dessa mäe. Para tanto recorreram a uma Metodologia de Pesquisa Qualitativa - a investigaçäo fenomenológica - que lhes permita o acesso a esse objeto de estudo, à sua essência. Foram coletados depoimentos de funcionários de uma Clínica Obstétrica, mediante uma questäo orientadora. A análise dos depoimentos desvela facetas relevantes ligadas ao cuidado dessa mäe.


Assuntos
Recém-Nascido , Humanos , Feminino , Gravidez , Lactente , Criança , Atitude Frente a Morte , Mortalidade Infantil , Morte , Morte Fetal , Cuidados de Enfermagem/psicologia , Atitude do Pessoal de Saúde , Brasil , Relações Enfermeiro-Paciente , Relações Mãe-Filho
11.
Rev. bras. enferm ; 43(1/4): 134-140, jan.-dez. 1990.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-194243

RESUMO

Os autores se propSem a desvelar facetas do significado da morte perinatal aos olhos das maes. Para tanto, recorrem a uma metodologia qualitativa que lhes possibilita uma análise compreensiva de depoimentos de maes hospitalizadas que estao vivenciando essa situaçao. As convergências dessas falas sao analisadas e possibilitam a identificaçao de algumas unidades significativas que podem se constituir em subsídios para nortear o planejamento de assistência à mÝe de forma que a sua situcionalidade seja contemplada.


Assuntos
Humanos , Lactente , Mortalidade Infantil , Morte Fetal , Mães/psicologia , Atitude Frente a Morte , Atitude do Pessoal de Saúde , Planejamento de Assistência ao Paciente
12.
Rev. gaúch. enferm ; 11(1): 33-40, jan. 1990.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-114872

RESUMO

Os autores se propöem a desvelar facetas do significado da morte perinatal aos olhos das mäes. Para tanto, recorrem a uma metodologia qualitativa que lhes possibilita uma análise compreensiva de depoimentos de mäes hospitalizadas que estäo vivenciando essa situaçäo. As convergências dessas falas säo analisadas e possibilitam a identificaçäo de algumas unidades significativas que podem se constituir em subsídio para nortear o planejamento de assistência à mäe de forma que a sua situcionalidade seja contemplada.


Assuntos
Atitude Frente a Morte , Morte , Mortalidade Perinatal , Morte Fetal , Relações Mãe-Filho
13.
Rev. bras. enferm ; 42(1/4): 93-100, jan.-dez. 1989.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-255139

RESUMO

As mäes de natimortos, de gravidez desejada ou näo, säo criaturas que desde a constataçäo daquela morte, permanecem por um período de aproximadamente um mês, profundamente contristadas, deprimidas, com sentimento de solidäo e questionando acerca da vida. Nestas condiçöes, torna-se importante um adequado acompanhamento destas pacientes: ao princípio, pela equipe dos centros obstétricos; subsequentemente, pela equipe de atendimento das unidades de internaçäo obstétrica; finalmente, pelos próprios familiares das pacientes, já no âmbito domiciliar. A preparaçäo de todas estas pessoas, que de alguma forma participam desta assistência, é objeto de discussäo neste artigo, visando ao delineamento dum modelo de assistência de enfermagem para essas mäes.


Assuntos
Enfermagem Materno-Infantil , Morte Fetal , Emoções , Mães/psicologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA