Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 8(3): 4898-4904, jul.-set.2016. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-789217

RESUMO

Caracterizar o paciente internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em uso de drogas vasoativas (DVA). Métodos: estudo descritivo, retrospectivo, abordagem quantitativa, com 85 pacientes internados na UTI de um hospital municipal, em Fortaleza-Ceará. Coleta dos dados realizada em março e abril de 2011 pela consulta ao relatório de enfermagem. Resultados: 55,3% eram do sexo feminino, com média de idade de 70 anos. O diagnóstico mais comum foi o acidente vascular encefálico (29,4%), seguido das pneumopatias (23,5%); 89,4% necessitaram de suporte ventilatório invasivo, 98,9% usaram sonda nasogástrica, 92,9% sonda vesical de demora, 92,9 % utilizaram acesso venoso central e 90,6% fizeram uso de antibióticos. Quanto aos níveis pressóricos, apenas 4,9% apresentaram normalidade; a noradrenalina foi a DVA mais utilizada (67,1%), seguida da dopamina (35,3%); 64,7% evoluíram para óbito. Conclusão: o paciente grave apresenta especificidades que exigem conhecimento da equipe de enfermagem para uma assistência de qualidade...


Caracterizar a los pacientes hospitalizados en Unidad de Cuidados Intensivos (UCI) que hacían uso de DV. Métodos: estudio descriptivo retrospectivo, cuantitativo, con 85 pacientes ingresados en la UCI de un hospital municipal, en Fortaleza, Ceará. Recolección de datos realizada en marzo y abril de 2011 consultando a los informes de enfermería. Resultados: prevaleció el sexo femenino (55,3%) y media de edad de 70 años. El diagnóstico más frecuente fue accidente cerebrovascular (29,4%), seguido por neumopatías (23,5%); 89,4% requirieron ventilación mecánica invasiva, 98,9% utilizó sonda nasogástrica y 92,9% catéter urinario; 92,9% utilizó el acceso venoso central y el 90,6% tomaba antibióticos. En cuanto a la presión arterial, sólo el 4,9% la tenían normal, siendo la noradrenalina la DV más utilizada (67,1%), seguido por la dopamina (35,3%); 64,7% fallecieron. Conclusión: el paciente grave presenta particularidades importantes que exigen el conocimiento del equipo de enfermería para prestar asistencia de calidad...


To characterize the patients hospitalized in the intensive care unit (ICU) in the use of vasoactive drugs (VAD). Method: a retrospective study with a quantitative approach. The sample is comprised by 85patients admitted to the ICU of a municipal hospital, in Fortaleza, Ceará. Data collection was conducted in March and April 2011 through consultation of the nursing report. Results: prevalence of female patients (55.3%), with age average of 70 years. The most common diagnosis was stroke (29.4%), followed by lung disease (23.5%). It is note worthy that 89.4% required invasive mechanical ventilation, 98.9% used a nasogastric tube and 92.9% an urinary catheter, 92.9% used central venous access and 90.6% had antibiotic treatments. Regarding blood pressure, only 4.9% showed normal readings; noradrenaline was the most used VAD (67.1%), followed by dopamine (35.3%). Regarding evolution, 64.7% patients died. Conclusion: the patient in severe condition shows specificities in care that require particular knowledge of the nursing staff, in order to achieve a quality assistance...


Assuntos
Humanos , Catecolaminas/uso terapêutico , Unidades de Terapia Intensiva , Vasodilatadores/uso terapêutico , Brasil
2.
Rev. enferm. UFPE on line ; 6(1): 26-31, jan.2012. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033413

RESUMO

Objetivo: identificar a incidência do uso de catecolaminas em pacientes de uma unidade de terapia intensiva. Método: trata-se de pesquisa descritiva quantitativa, realizada em unidade de terapia intensiva, pertencente a hospital particular em Fortaleza-Ceará. A população compôs-se por todos os prontuários de pacientes internados na unidade no período de janeiro-dezembro de 2009 com amostra de 53 prontuários que atenderam a critérios de inclusão e exclusão. A coleta de dados realizou-se nos meses de abril-maio de 2010 por meio de consulta aos prontuários e preenchimento de um roteiro semi-estruturado. Os dados foram organizados e tabulados em tabelas. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética da Universidade Federal do Ceará/COMEPE sob protocolo: 29/10. Resultados: doença prevalente: alterações neurológicas (60,4%); faixa etária prevalente: entre 41 a 59 anos (45,3%); sexo prevalente: feminino (54,7%). Houve prevalência do uso de catecolaminas em 23% dos pacientes. Catecolaminas mais utilizadas: dobutamina e noradrenalina, ambas usadas por50% dos pacientes. Conclusão: constatou-se a incidência de 23% de uso de catecolaminas. As catecolaminas mais utilizadas foram a dobutamina e noradrenalina. Acredita-se que esta pesquisa possa contribuir para a qualificação do enfermeiro quanto à administração de catecolaminas.


Assuntos
Humanos , Catecolaminas , Cuidados Críticos , Cuidados de Enfermagem , Epidemiologia Descritiva
3.
REME rev. min. enferm ; 14(4): 459-464, out.-dez. 2010.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-590335

RESUMO

O objetivo com este estudo foi avaliar o conhecimento de enfermeiros intensivistas sobre a importância da infusão contínua de catecolaminas. Trata-se de estudo descritivo, exploratório com delineamento transversal, desenvolvido em Unidades de Terapia Intensiva de um Hospital Escola no município de Fortaleza-CE. Foram entrevistados 49enfermeiros. A maioria, 80,4% (40), declarou, ainda, que não tinha o título de especialista em terapia intensiva. Os dispositivos mais utilizados para a infusão contínua de catecolaminas foram bombas infusoras e equipos com injetores laterais (93, 88%). Dado preocupante foi encontrado quando 54,34% dos entrevistados relataram que não obedeciam rigorosamente à infusão contínua. Em relação à investigação do conhecimento dos enfermeiros sobre a importância do conceito farmacológico desse tipo de infusão, 57,14% da amostra demonstrou dominar de forma parcial a importância farmacológica do conceito de infusão contínua. Conclui-se que a elaboração de protocolos especificando a necessidade de troca continuada das soluções possa auxiliar significativamente a assistência de enfermagem.


The aim of this study was to evaluate the nurses’ knowledge about the importance of continuous infusion of catecholamine. This is a descriptive exploratory cross-sectional study conducted in the Intensive Care Unit of a teaching hospital in Fortaleza-Ceará. We interviewed 49 nurses. The majority 80.4% (40) were not specialists in intensive care.The most used device for the continuous infusion of catecholamines were infusion pumps and jet-directed catheter(93. 88%). Worryingly 54.34% of the nurses interviewed stated they do not strictly comply with the continuous infusion.Regarding the investigation of nurses’ knowledge about the importance of the pharmacological concept of that drug infusion 57.14% partially dominate the pharmacological importance of the concept of continuous infusion. In conclusion the development of protocols that specify the need for continuous solutions exchange can help significantly the nursing care assistance.


El objeto de este estudio fue evaluar el conocimiento de los enfermeros sobre la importancia de la infusión continua decatecolaminas. Se trata de un estudio exploratorio descriptivo llevado a cabo en la Unidad de Cuidados Intensivos de un hospital universitario de Fortaleza-Ceará. Se realizaron entrevistas con 49 enfermeras. La mayoría, el 80,4% (40), no era especialista en terapia intensiva. Los dispositivos más utilizados para la infusión de catecolaminas eran la bomba de infusión y el catéter (93, 88%). 54,34% de los entrevistados informó que no seguía estrictamente la infusión continua.En cuanto a la investigación del conocimiento de los enfermeros sobre la importancia del concepto de infusión de medicamentos el 57,14% de la muestra indicó dominar parcialmente la importancia farmacológica del concepto de infusión continua. Se concluye que la elaboración de protocolos especificando la necesidad de cambiar las soluciones podría ayudar significativamente a la atención de enfermería.


Assuntos
Humanos , Catecolaminas/administração & dosagem , Catecolaminas/farmacologia , Cuidados de Enfermagem , Bombas de Infusão , Unidades de Terapia Intensiva
4.
São Paulo; s.n; 2007. 70 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1099713

RESUMO

A administração de catecolaminas por via intravenosa é uma prática comum no ambiente hospitalar, principalmente em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Hemodiálise e Pronto Socorro (PS). Apesar de se tratar de um procedimento que demanda cuidados de enfermagem bastante específicos, este pode ser realizado por qualquer membro da equipe de enfermagem, até mesmo sem supervisão direta de um enfermeiro. Para prestar cuidados de enfermagem adequados aos pacientes que recebem catecolaminas por via intravenosa é necessário que o profissional que realiza o procedimento disponha de conhecimento específico acerca da prática realizada. Em unidades como UTI, PS e Hemodiálise, espera-se que o enfermeiro exerça supervisão direta desses cuidados, já que são unidades em que os pacientes apresentam condições mais críticas e geralmente instáveis. Desta forma, é esperado que o enfermeiro detenha todo o conhecimento necessário para administrar as catecolaminas com segurança, minimizando assim os riscos para o paciente. Estes conhecimentos devem ser aprofundados englobando desde ciências básicas como anatomia e fisiologia, até aspectos mais específicos como a escolha do cateter, recomendações de uso dos materiais disponíveis, conhecimentos farmacológicos direcionados e recomendações e cuidados durante a infusão desse tipo de medicamento. Este estudo avaliou o grau de conhecimento dos enfermeiros do Hospital Universitário (HU) da Universidade de São Paulo (USP) quanto à administração decatecolaminas de infusão contínua por via intravenosa. Foram sujeitos deste estudo somente os enfermeiros que atuam em unidades onde a administração de catecolaminas é prática comum. A pesquisa limitou-se aos enfermeiros que atuam em unidades de cuidados de adultos por considerar que há peculiaridades existentes no cuidado do paciente adulto e pediátrico no que diz respeito à administração de drogas ) vasoativas e à necessidade de atualização e vivência prática da situação. Assim, através de questionário estruturado, procedeu-se a avaliação do conhecimento dos enfermeiros atuantes nas unidades de Hemodiálise, PS de adultos e UTI de adultos com relação à administração de catecolaminas por via intravenosa. Os dados obtidos com a aplicação dos questionários foram submetidos a análises estatísticas para definir se o conhecimento apresentado pelos enfermeiros avaliados é condizente com o preconizado pela literatura para realização segura de tal procedimento.


Catecholamine management through intravenous route is a common practice in the hospital setting, mainly at the Intensive Care Unit (ICU), Hemodialysis and Emergency Room (ER). Although it\'s a procedure that demands very specific nursing care, this can be made by any member of the nursing staff, even without direct supervision of a nurse. For delivering optimal nursing care to patients who receive catecholamine through intravenous route, it\'s necessary the provider who makes the procedure to have specific knowledge on this practice. In settings like ICU, ER and Hemodialysis, the nurse is expected to have direct supervision in these procedures, once they are units where patients present more critical and generally unstable conditions. This way, the nurse is supposed to have all the knowledge necessary to manage catecholamine safely, thus minimizing the risks for the patient. This knowledge must be deepen involving from basic sciences such as anatomy and physiology, to more specific aspects, such as the catheter chosen, recommendations for use of available material, specified pharmacological knowledge and recommendations and care during infusion of this type of medication. This study evaluated the knowledge level of nurses from University Hospital (HU) of University of Sao Paulo (USP) regarding to catecholamine management of continuous infusion through intravenous route. Subjects of the study were only the nurses who work in setting where catecholaminemanagement is a common practice. The research limited to nurses who work in adult care, considering that there are peculiarities in adult and pediatric care related to vasoactive medication management and the need of upgrade and practical experience of the situation. Thus, through a structured questionnaire, it was made an evaluation of knowledge of nurses who work in Hemodialysis units, adult ER and adult ICU regarding to catecholamine management through intravenous route. The data obtained through the questionnaires were submitted to statistic analyses to define if the knowledge presented by the evaluated nurses is according to what is advised by literature to make safely such procedure.


Assuntos
Humanos , Catecolaminas , Enfermeiros
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA