Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. latinoam. enferm ; 22(6): 1048-1055, 16/12/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-732937

RESUMO

OBJECTIVE: to analyze the factors associated with the underreporting on the part of nurses within Primary Health Care of abuse against children and adolescents. METHOD: cross-sectional study with 616 nurses. A questionnaire addressed socio-demographic data, profession, instrumentation and knowledge on the topic, identification and reporting of abuse cases. Bivariate and multivariate logistic regression was used. RESULTS: female nurses, aged between 21 and 32 years old, not married, with five or more years since graduation, with graduate studies, and working for five or more years in PHC predominated. The final regression model showed that factors such as working for five or more years, having a reporting form within the PHC unit, and believing that reporting within Primary Health Care is an advantage, facilitate reporting. CONCLUSION: the study's results may, in addition to sensitizing nurses, support management professionals in establishing strategies intended to produce compliance with reporting as a legal device that ensures the rights of children and adolescents. .


OBJETIVO: analisar os fatores associados à notificação de maus-tratos em crianças e adolescentes, realizada por enfermeiros que atuam na Atenção Primária à Saúde. MÉTODO: estudo transversal, realizado com 616 enfermeiros. Foi utilizado um questionário contendo dados sociodemográficos, formação profissional, instrumentação e conhecimento sobre o tema, identificação e notificação de casos de maus-tratos. Análises bivariada e multivariada por regressão logística foram realizadas. RESULTADOS: predominaram enfermeiros do sexo feminino, na faixa etária entre 21 e 32 anos, não casados, com cinco ou mais anos de formado, com pós-graduação e com cinco ou mais anos de trabalho. O modelo logístico final evidenciou que fatores como tempo de trabalho de cinco ou mais anos, a unidade de saúde possuir a ficha de notificação, saber para onde encaminhar os casos, não ter medo de envolvimento legal e achar vantajosa a notificação na atenção primária facilitam a efetivação do ato notificatório. CONCLUSÃO: os resultados desta pesquisa, além de sensibilizar os enfermeiros para o problema, poderão ser utilizados pelos profissionais da gestão na orientação de estratégias para o cumprimento da notificação como dispositivo legal de garantia dos direitos de crianças e adolescentes. .


OBJETIVO: analizar los factores asociados a la notificación de maltrato en niños y adolescentes realizado por enfermeros que actúan en la Atención Primaria a la Salud. MÉTODO: estudio transversal realizado con 616 enfermeros. Fue utilizado un cuestionario conteniendo datos sociodemográficos, formación profesional, instrumentación y conocimiento sobre el tema, identificación, y notificación de casos de maltrato. Análisis bivariado y multivariado por regresión logística. RESULTADOS: predominaron enfermeros del sexo femenino, en la franja etaria de 21 a 32 años, no casados, con cinco o más años de graduación, con postgraduación y con cinco o más años de trabajo. El modelo logístico final evidenció que factores como tiempo de trabajo de cinco o más años, la unidad de salud poseer ficha de notificación, saber para donde encaminar los casos, no tener miedo de involucramiento legal y encontrar ventaja en la notificación en la atención primaria, son aspectos que facilitan la efectividad del acto de la notificación. CONCLUSIÓN: los resultados de esta investigación, además de sensibilizar a los enfermeros para el problema, podrán ser utilizados por profesionales de la gestión en la orientación de estrategias para el cumplimiento de la notificación como dispositivo legal de garantía de los derechos de niños y adolescentes. .


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Carcinoma , Neoplasias da Glândula Tireoide , Neoplasias das Glândulas Suprarrenais/diagnóstico , Neoplasias das Glândulas Suprarrenais , Anticorpos Monoclonais , Antígeno Carcinoembrionário/imunologia , Carcinoma/diagnóstico , Carcinoma/imunologia , Seguimentos , Iodobenzenos , Neoplasia Endócrina Múltipla/diagnóstico , Neoplasia Endócrina Múltipla/imunologia , Neoplasia Endócrina Múltipla , Feocromocitoma/diagnóstico , Feocromocitoma , Recidiva , Tecnécio , Neoplasias da Glândula Tireoide/diagnóstico , Neoplasias da Glândula Tireoide/imunologia , Compostos de Tosil
2.
Rev. gaúch. enferm ; 28(1): 133-142, mar. 2007.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-534906

RESUMO

Os anticorpos monoclonais (AM) representam uma nova opção terapêutica utilizada em oncologia. Assim,buscou-se identificar os AM disponíveis no mercado e descrever seus aspectos farmacológicos. Trata-se de estudode revisão, cuja coleta de informações ocorreu em bases de dados, index e acervos de bibliotecas. Foram identificadosoito AM, destes 37,4% são imunoconjugados, 62,5% tratam cânceres hematológicos, 75,0% são diluídoscom solução salina e não devem ser misturados com outros fármacos, 100,0% causam efeitos colaterais no sistemadigestório, e 87,5% no hematopoiético. A segurança e eficácia da terapia com AM dependem do conhecimentodo enfermeiro acerca das características destes fármacos.


Assuntos
Humanos , Anticorpos Monoclonais/uso terapêutico , Imunoterapia , Enfermagem Oncológica
3.
Rio de Janeiro; s.n; 2007. 53 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem, Coleciona SUS, Inca | ID: biblio-934427

RESUMO

A incidência de câncer no Brasil, como em todo mundo, está no ritmo que acompanha o evenlhecimento populacional decorrente do aumento da expectativa de vida da população. Com o desenvolvimento dos anticorpos monoclonais, a ciência vem contribuindo para o aumento da eficácia do tratamento e assim criando possibilidade terapêuticas para algumas doenças, antes incuráveis com as terapias convencionais. Cabe a enfermagem acompanhar o desenvolvimento dessa especialiadade pelas investigações científicas, que são os principais recursos para atualização do conhecimento para o cuidado do paciente oncológico. Trata-se de uma sistematização de condutas das práticas de enfermagem relacionadas aos cuidados na terapêutica com anticorpos mooclonais, que por definição são drogas que atingem especificamente alvos moleculares expressos em cada tipo de tumor, que diferentemente dos antineoplásicos tradicionais, possibilitam um tratamento mais eficaz com menor toxicidade ao paciente em uso. O levantamento das referências bibliográficas foi realizado através da busca de artigos nos bancos de dados on-line: BIREME, PUBMED e SCIELO, bem como artigos de revistas indexadas e livros. A terapêutica oncológica utilizando anticorpos monoclonais, é bastante complexa e pouco estudada e treinada para desempenhar uma assistência adequada para clientes submetidos a essa linha de tratamento. Tem como objetivo geral: proporcionar uma maior qualificação da assistência de enfermagem na terapêutica com anticorpos monoclonais, através da elaboração de um plano de condutas para as reações adversas infusionais. As referências bibliográficas utilizadas estão relacionadas à enfermagem, oncologia e anticorpos monoclonais. A implantação da sistematização de condutas do enfermeiro na terapêutica oncológica com essa linha de tratamento possibilitará à equipe de enfermagem desenvolver uma assistência especializada e capacitada para oferecer um bomm seguimento terapêutico.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Anticorpos Monoclonais , Antineoplásicos/uso terapêutico , Cuidados de Enfermagem , Enfermagem Oncológica , Credenciamento , Resultado do Tratamento
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA