Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 11(1): 53-58, jan.-mar. 2019.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-968621

RESUMO

Objetivo: Describir las prácticas de conocimiento y de enfermería en el contexto de la anticoncepción oral y construir de manera compartida, una tecnología educacional. Metodología: El estudio se realizó en 09 unidades de la Estrategia Salud de la Familia, que pertenece al municipio de Ananindeua, en la región metropolitana de Belém - Pará, con los participantes 21 enfermeras. La recolección de datos se llevó a cabo de agosto a noviembre 2015, a través de entrevistas individuales con semi-estructurada y análisis utilizó la técnica de análisis de contenido. Resultados: Se estableció contacto con las enfermeras que tienen un amplio conocimiento sobre la anticoncepción oral. Y sus prácticas, aunque relevante para lo que se recomienda para esta clientela, se ven obstaculizados por las condiciones de trabajo en sus unidades. Conclusión: Las enfermeras contribuyeron al contenido y la forma de la tecnología educativa, ya que consideraba pertinente para su uso como una herramienta importante para la educación sanitaria


Objetivo: Descrever conhecimentos e práticas de enfermeiros no contexto da contracepção oral e construir, de forma compartilhada, uma tecnologia educacional. Método: A pesquisa foi desenvolvida em nove Unidades da Estratégia Saúde da Família, pertencentes ao município de Ananindeua, localizado na Região Metropolitana de Belém/Pará, tendo como participantes 21 enfermeiros. A coleta de dados ocorreu no período de agosto a novembro de 2015, por meio de entrevista individual com roteiro semiestruturado, e, para análise, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. Resultados: Contatou-se que os enfermeiros têm amplo conhecimento com relação à contracepção oral. E suas práticas, embora pertinentes ao que está preconizado para essa clientela, encontram-se dificultadas pelas condições de trabalho em suas Unidades. Conclusão: Os enfermeiros contribuíram no conteúdo e forma da tecnologia educacional, pois consideraram pertinente a sua utilização como importante ferramenta para a educação em saúde


Objective: To describe nurses' knowledge and practices in the context of oral contraception and to construct, in a collaborative way, an educational technology. Methodology: The research was developed in 09 Units of the Family Health Strategy, belonging to the municipality of Ananindeua, located in the Metropolitan Region of Belém - Pará, with 21 nurses as participants. The data collection took place from August to November 2015 through individual interview with a semi-structured script and for the analysis the content analysis technique was used. Results: It was found that nurses have extensive knowledge regarding oral contraception. And its practices, although pertinent to what is recommended for this clientele, are hampered by the working conditions in its Units. Conclusion: Nurses contributed to the content and form of the educational technology, considering their relevance as an important tool for health education


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Anticoncepcionais Orais/uso terapêutico , Serviços de Saúde Reprodutiva , Planejamento Familiar , Enfermagem em Saúde Comunitária/tendências
2.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1029980

RESUMO

Objetivo: identificar o conhecimento de acadêmicas da saúde sobre os efeitos colaterais relacionados à sexualidadecausados por métodos contraceptivos orais. Método: estudo quantitativo e prospectivo com 262 acadêmicas deCursos de Graduação em Enfermagem e Medicina. Para análise foram aplicados testes de Correlação de Spearman,Qui-Quadrado de Fisher e frequência. Resultados: as acadêmicas conhecem que a contracepção hormonal oralpode manifestar efeito sobre a sexualidade. A pílula é utilizada por 75,5% das acadêmicas e manifestaram-se efeitoscolaterais em 66,8%. A diminuição da libido destacou-se em 15,8% e mostrou relação com a faixa etária, númerode parceiros sexuais no último ano e meio de indicação da pílula. Frente aos efeitos colaterais, 57,2% não tomaramnenhuma atitude. Conclusão: a maior parte das acadêmicas que utilizava métodos contraceptivos soube identificaros efeitos colaterais relacionados a esse método, sendo os mais citados, alteração do fluxo menstrual, sensibilidademamária, cefaleia e sangramentos fora do período menstrual.


Objective: to identify the knowledge of the students of health area about the side effects related to sexuality caused byoral contraceptives. Method: quantitative and prospective study with 262 undergraduate students in Nursing andMedicine. Spearman’s Correlation, Fisher’s Chi-Square and frequency were used for analysis. Results: the studentsare aware that oral hormonal contraception may have an effect on sexuality. The pill is used by 75.5% of the studentsand had side effects in 66.8%. The decrease in libido stood out in 15.8% and showed relation with the age group,number of sexual partners in the last year and through the indication of the pill. Faced with the side effects, 57.2%took no action. Conclusion: most of the women who used contraceptive methods were able to identify the side effectsrelated to this method, being the most cited, altered menstrual flow, breast sensitivity, headache and bleeding outside the menstrual period.


Objetivo: identificar los conocimientos de las académicas de la salud acerca de los efectos secundarios relacionados conla sexualidad causada por los anticonceptivos orales. Método: estudio prospectivo y cuantitativo con 262 académicasde los cursos de Pregrado en enfermería y medicina. Para el análisis se aplicaron la prueba de correlación de Spearman, chi-cuadrado y la frecuencia de Fisher. Resultados: las académicas saben que el anticonceptivo hormonaloral puede manifestarse con efecto sobre la sexualidad. La píldora es utilizada por el 75,5% de las académicas yexpresa sus efectos secundarios en el 66,8%. A disminución del libido se destacó en un 15,8% y se relacionó conla edad, número de parejas sexuales en el último año y medio de indicación de la píldora. Frente a los efectoscolaterales, del 57,2%, no se tomó ninguna acción. Conclusión: a mayor parte de las académicas que utilizan losmétodos anticonceptivos eran capaces de identificar los efectos colaterales relacionados con este método, siendo losmás comunes, cambios en el flujo menstrual, sensibilidad en los senos, dolor de cabeza y sangramiento fuera delperíodo menstrual.


Assuntos
Humanos , Feminino , Anticoncepcionais Orais , Conhecimento do Paciente sobre a Medicação , Libido , Sexualidade
3.
Belo Horizonte; s.n; 2012. 91 p. tab.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-689370

RESUMO

As mulheres em idade reprodutiva representam cerca de 30% da população brasileira. A elas são direcionadas ações governamentais referentes ao planejamento familiar que visam garantir acesso amplo e integral às informações e aos métodos contraceptivos. O Ministérioda Saúde adota critérios de elegibilidade clínica (diretrizes clínicas baseadas em evidências científicas para orientar a prescrição e o uso desses métodos a fim de garantir sua eficácia e de evitar danos a saúde de quem os utiliza) desenvolvidos pela Organização Mundial de Saúde.Dentre os métodos para o planejamento familiar, o mais utilizado no mundo é o contraceptivo oral (ACO). OBJETIVOS: conhecer os padrões de utilização de métodos contraceptivos na população feminina brasileira e avaliar o uso adequado dos contraceptivos orais segundo oscritérios de elegibilidade clínica averiguando a ocorrência de iniquidades. METODOLOGIA: estudo epidemiológico de base populacional, transversal e descritivo que utilizou dados secundários provenientes do VIGITEL, que coleta informações sobre os fatores de risco e proteção para doenças crônicas da população brasileira por meio de entrevistas telefônicas. Refere-se à população feminina brasileira de 18 a 49 anos residente nas 26 capitais e no Distrito Federal e servida por linha de telefonia fixa para o ano de 2008 (n=21074). Asestimativas foram calculadas observando-se um intervalo de confiança de 95%. A escolaridade foi utilizada como proxy de condição socioeconômica para a análise de iniquidades. O uso inadequado de contraceptivos orais foi definido como o uso de ACO na presença de um ou mais dos seguintes fatores: hipertensão e/ou tabagismo em mulheres com mais de 35 anos e/ou doença cardiovascular. Por se tratar de amostra probabilística foram utilizados pesos para correção e inferências. Todas as informações são autorreferidas e oconsentimento livre e esclarecido foi substituído pelo consentimento verbal. RESULTADOS: cerca de 70% das mulheres...


Women in reproductive age represent about 30% of the Brazilian population. The government actions directed to them are related to family planning ensuring full and open access to information and contraceptive methods. The Ministry of Health adopts clinical eligibilitycriteria (clinical procedures based on scientific evidence to guide the prescription and use those methods to ensure their effectiveness and to avoid damaging the health of those who use them) developed by the World Health Organization. Among methods for family planning, theworld's most used is the oral contraceptive (OC). OBJECTIVES: To know the using patterns of contraceptives in Brazilian women and evaluate the appropriate appliance of oral contraceptives according to the clinical eligibility criteria that ascertains the occurrence of iniquities. METHODS: A population-based epidemiological study, which used cross-sectionaldescriptive secondary data from the VIGITEL, which collects information on risk factors for chronic diseases and protection of the population through telephone interviews. It considers the Brazilian female population 18-49 years, living in 26 state capitals and the Federal District, attended by fixed telephone line on the year 2008 (n = 21074). The estimations were calculated by observing an accuracy range of 95%. Educational level was used as proxy of socioeconomic status for the inequities analysis. The inappropriate use of oral contraceptives is defined with the presence of the following factors: hypertension and / or smoking in womenover 35 years and / or cardiovascular disease. Due to the probabilistic nature of the samples, weights were used for correction and inferences. All information is self reported and informed consent was replaced by verbal consent. RESULTS: Approximately 70% of women use somekind of family planning method, the OC is the most used (33.8%). Hypertension (15.5%) and smoking (12.2%) were the main risk factors for...


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Anticoncepcionais Orais , Fatores de Risco , Demografia , Brasil , Doenças Cardiovasculares , Entrevistas como Assunto , Estudos Epidemiológicos , Planejamento Familiar , Inquéritos e Questionários
4.
Nursing (Säo Paulo) ; 12(133): 280-284, jun. 2009. graf, tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-521242

RESUMO

Estudo descritivo cujos objetivos foram verificar o conhecimento das professoras sobre a contracepção, identificar os métodos contraceptivos mais utilizados e averiguar a regularidade do uso. Amostra composta por 87 (31,7%) docentes. Para coleta de dados foi utilizado um questionário. Os métodos contraceptivos mais conhecidos e, também mais utilizados são o preservativo masculino e o anticoncepcional hormonal oral. Quanto à regularidade do uso, apenas 45 (51%) professoras usam regularmente. Concluiu-se que as docentes estâo susceptíveis às consequências de uma gravidez não planejada.


Assuntos
Humanos , Feminino , Anticoncepção , Docentes , Anticoncepcionais Orais , Planejamento Familiar , Preservativos , Inquéritos e Questionários , Saúde da Mulher
5.
REME rev. min. enferm ; 12(3): 328-333, jul.-set. 2008.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-525493

RESUMO

Com este estudo, objetivamos avaliar níveis pressóricos e averiguar fatores de risco para hipertensão em mulheres em uso de contraceptivos orais. A pesquisa foi desenvolvida com mulheres cadastradas em uma Unidade de Saúde que faziam planejamento familiar e utilizavam contraceptivos orais. De 40 mulheres examinadas, a maioria apresentou pressão arterial (PA) nos limites considerados normais. Quanto aos fatores de risco para hipertensão, 29 mulheres disseram que não consumiam álcool, 35 não fumavam, 30 não praticavam exercícios físicos, 32 julgavam se estressar com facilidade, 29 tinham parentes com doenças associadas à hipertensão...


Assuntos
Humanos , Feminino , Anticoncepcionais Orais , Fatores de Risco , Hipertensão/enfermagem , Saúde da Mulher
6.
Rev. bras. enferm ; 61(1): 11-17, jan.-fev. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-476236

RESUMO

Foram avaliados o conhecimento, atitude e prática em relação à pílula e ao preservativo entre adolescentes, ingressantes de uma universidade pública paulista. Um questionário foi aplicado a 295 universitários. Observou-se que os adolescentes apresentaram atitudes positivas em relação à prática contraceptiva, já que 92,6 por cento opinaram que devem utilizar métodos anticoncepcionais, e dentre os adolescentes com vida sexual ativa, aproximadamente 82 por cento responderam que utilizavam algum método em todas as relações sexuais. Demonstraram ter maior conhecimento do que prática. Quando comparados o preservativo e a pílula, os adolescentes apresentam maior conhecimento e prática em relação ao preservativo. Conclui-se que embora os adolescentes tenham conhecimento e atitudes adequadas, precisam modificar algumas de suas práticas para uma anticoncepção eficaz.


It was evaluated knowledge, attitude and practice concerning contraceptive pills and preservatives among teenagers at a public University of São Paulo. A questionnaire was applied for 295 students. We verified that teenagers presented a positive attitude as to contraceptive practices because 92,6 percent of them said that adolescents should use contraceptive methods, and among those who had already initiated their sexual activities, 82 percent answered that they always used some type of contraceptive during their sexual intercourses. They showed higher knowledge than practice. Comparing the pill to preservative, we noticed that adolescents presented a greater knowledge and practice regarding preservatives. It was concluded that although they have corrects knowledge and practice, they need modified some of their practices for an effective contraception.


Fueron evaluados el conocimiento, la actitud y la práctica en relación a la píldora y al preservativo entre adolescentes recién matriculados en una universidad pública paulista. Fue aplicado un cuestionario a 295 adolescentes. Se observó que los adolescentes presentan actitudes positivas relativas a la práctica anticonceptiva, ya que el 92,6 por ciento opinan que deben usar métodos anticonceptivos y entre los adolescentes con vida sexual activa, aproximadamente el 82 por ciento contestaron que utilizaban algún método en todas las relaciones sexuales. Demostraron tener más conocimiento que práctica. Comparando el preservativo y la píldora, hubo mayor conocimiento y práctica en relación al preservativo. Se concluye que, aunque los adolescentes tengan conocimiento y actitudes adecuadas, necesitan cambiar algunas de sus prácticas para una anticoncepción eficaz.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Preservativos , Anticoncepção , Anticoncepcionais Orais , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Brasil , Estudos Transversais , Inquéritos e Questionários , Universidades
7.
Rio de Janeiro; Associacao Brasileira de Entidades de Planejamento Familiar; 1989. 21 p.
Monografia em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-156079
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA