Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. enferm. UFPE on line ; 13(3): 697-706, mar. 2019. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1015644

RESUMO

Objetivo: avaliar a adesão aos tuberculostáticos e a qualidade de vida de pacientes com tuberculose pulmonar. Método: trata-se de um estudo quantitativo, do tipo série de casos, com 18 pacientes, utilizandose um questionário, a escala de qualidade de vida SF ­ 36 e o teste de Morisky e Green. Armazenaram-se os dados em planilhas do Excel 2013 e os analisaram com recurso de estatística descritiva e inferencial, utilizando o SPSS 24.0. Apresentaram-se os resultados em de tabelas. Resultados: pontua-se que 12 pacientes (66,7%) tinham alta adesão e seis (33,3%) tinham média adesão aos tuberculostáticos. Avalia-se que, acerca da qualidade de vida, os domínios aspectos sociais (68,75 ± 25,28) e saúde mental (80,00 ± 16,09) alcançaram as médias mais elevadas. Conclusão: conclui-se que a tuberculose compromete a qualidade de vida das pessoas infectadas, pois, além da implicação física, há o comprometimento emocional e psíquico. Torna-se relevante capacitar os profissionais de saúde para o diagnóstico precoce da tuberculose, visando à melhoria da qualidade do atendimento, com ganhos para a qualidade de vida dos usuários e a maior adesão ao tratamento. (AU)


Objective: to evaluate the adherence to tuberculostatics and the quality of life of patients with pulmonary tuberculosis. Method: this is a quantitative case series study with 18 patients using a questionnaire, the SF-36 quality of life scale and the Morisky and Green test. Data were stored in Excel 2013 worksheets and analyzed using descriptive and inferential statistics using SPSS 24.0. Results: were presented in tables. Results: 12 patients (66.7%) had high adherence and six (33.3%) had medium adherence to tuberculostatics. The social aspects (68.75 ± 25.28) and mental health (80.00 ± 16.09) reached the highest means of quality of life. Conclusion: it is concluded that tuberculosis compromises the quality of life of infected people, since, in addition to the physical implication, there is emotional and psychic impairment. It is relevant to train health professionals for the early diagnosis of tuberculosis, aiming at improving the quality of care, with gains for users' quality of life and greater adherence to treatment.(AU)


Objetivo: evaluar la adhesión a los tuberculostáticos y la calidad de vida de pacientes con tuberculosis pulmonar. Método: se trata de un estudio cuantitativo, del tipo serie de casos, con 18 pacientes, utilizando un cuestionario, la escala de calidad de vida SF - 36 y la prueba de Morisky y Green. Se almacenaron los datos en hojas de cálculo de Excel 2013 y los analizaron con recurso de estadística descriptiva e inferencial, utilizando el SPSS 24.0. Se presentaron los resultados en tablas. Resultados: se puntualiza que 12 pacientes (66,7%) tenían alta adhesión y seis (33,3%) tenían media adhesión a los tuberculostáticos. Se evaluó que, sobre la calidad de vida, los dominios aspectos sociales (68,75 ± 25,28) y salud mental (80,00 ± 16,09) alcanzaron las medias más elevadas. Conclusión: se concluye que la tuberculosis compromete la calidad de vida de las personas infectadas, pues, además de la implicación física, hay el compromiso emocional y psíquico. Se torna relevante capacitar a los profesionales de salud para el diagnóstico precoz de la tuberculosis, buscando la mejora de la calidad de la atención, con ganancias para la calidad de vida de los usuarios y la mayor adhesión al tratamiento.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Qualidade de Vida , Condições Sociais , Tuberculose Pulmonar , Perfil de Saúde , Efeitos Psicossociais da Doença , Adesão à Medicação , Antituberculosos/uso terapêutico , Relações Profissional-Paciente , Grupos de Risco , Inquéritos e Questionários
2.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 42(1): 98-104, mar. 2008. gra
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-15875

RESUMO

Objetivando descrever a cobertura do DOTS, analisou-se o Tratamento Supervisionado (TS) nos 36 municípios prioritários para o controle da TB do Estado de São Paulo entre 1998 e 2004. Estudo exploratório fundamentado no Banco de Dados EPI-TB da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Foi elaborado um instrumento de coleta de dados e calculada a cobertura do TS. Os dados foram dispostos no programa Excel. Nos municípios que implantaram o TS em 1998, a cobertura foi inferior a 20 por cento. Em 1999, metade dos municípios alcançou cobertura entre 11 e 49 por cento. Em 2000, houve 100 por cento de implantação do TS, porém, o valor máximo de cobertura alcançado foi 61 por cento. Entre 2001 e 2002, a cobertura aumentou em 69,44 por cento dos municípios. Em 2003, em 22 municípios a cobertura estava abaixo de 50 por cento. Em 2004 houve tendência de aumento de cobertura em 63,89 por cento destes municípios.(AU)


The Supervised Treatment (ST) in the 36 priority municipalities for TB control of the State of São Paulo between 1998 and 2004 was analyzed with the aim of describing the coverage of the DOTS. This exploratory study used information from the State of São Paulo's Health Secretary's EPI-TB data-base. An instrument of data collection was elaborated and the coverage of the ST was calculated. The data was put in the Excel program. In the municipalities that implemented the ST in 1998, coverage was under 20 percent. In 1999 half of the municipalities had coverage between 11 percent and 49 percent. In 2000, the implementation was 100 percent, but the maximum coverage was 61 percent. Between 2001 and 2002 the coverage increased in 69.44 percent of the municipalities. In 2003, coverage was below of 50 percent in 22 municipalities. In 2004 there was a trend to increasing coverage in 63.89 percent of the municipalities.(AU)


Teniendo como objetivo describir la cobertura del DOTS se analizó el Tratamiento Supervisado (TS) en los 36 municipios prioritarios para el control de la TB del Estado de Sao Paulo entre 1998 y 2004. Se trata de un estudio exploratorio fundamentado en el Banco de datos EPI-TB de la Secretaría de Estado de la Salud de São Paulo. Fue elaborado un instrumento de recolección de datos y calculada la cobertura del TS. Los datos fueron digitados en el programa Excel. En los municipios con TS en 1998 la cobertura fue inferior al 20 por ciento. En 1999, la mitad de los municipios alcanzaron una cobertura entre 11 y 49 por ciento. En el 2000 hubo el 100 por ciento de implantación del TS, sin embargo la cobertura máxima alcanzada fue del 61 por ciento. Entre 2001 y 2002, la cobertura aumentó del 69,44 por ciento de los municipios. En el 2003, en 22 municipios la cobertura estaba abajo del 50 por ciento. En el 2004 tenía tendencia al aumento de la cobertura en el 63.89 por ciento de estos municipios.(AU)


Assuntos
Humanos , Antituberculosos/administração & dosagem , Tuberculose/tratamento farmacológico , Brasil , Esquema de Medicação
3.
Säo Paulo; s.n; 2000. 135 p. tab, mapas.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-9700

RESUMO

Introduçäo: No Brasil, os municípios têm sido orientados a utilizarem experimentalmente o tratamento supervisionado (TS) em seus programas de controle de tuberculose. Em janeiro de 1999, o município de Taboäo da Serra introduziu o TS em todas as unidades. Objetivo: Verifica se a implantaçäo do TS influenciou as taxas de sucesso e compará-lo com o tratamento auto-administrado (TA) entre as unidades de atendimento do município de Taboäo da Serra. Método: Estudo de coortes dos casos tratados no período de 01 de janeiro de 1998 a 31 de dezembro de 1999. As coortes de casos, a partir de 01 de setembro de 1998, foram classificadas de acordo com a estratégia de tratamento e comparadas segundo suas taxas de sucesso. Resultado: Foram estudados 250 casos no período. Optaram pelo TS 92 pacientes, dos quais 86,8 por cento foram curados e apenas quatro abandonaram o tratamento, enquanto que o TA registrou uma taxa de curta de 83 por cento com oito abandonos. Conclusäo: O TS foi mais efetivo quando comparado ao TA no mesmo período. O desempenho do programa municipal melhorou após a implantaçäo do TS, inclusive promovendo uma maior efetividade do TA (AU)


Assuntos
Tuberculose Pulmonar/tratamento farmacológico , Antituberculosos , Pacientes Desistentes do Tratamento/estatística & dados numéricos , Cooperação do Paciente , Autoadministração , Estudos de Coortes
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA