Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 43
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
2.
Enferm. actual Costa Rica (Online) ; (36): 1-18, Jan.-Jun. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1019826

RESUMO

Resumo O objetivo foi identificar o acesso às informações sobre substâncias psicoativas e o consumo destas por agentes prisionais. Trata-se de estudo exploratório e qualitativo. Foi realizado em umacadeia pública no estado de Mato Grosso, Brasil entre agosto e setembro de 2017, por meio de entrevista semiestruturada. Observou-se que os profissionais, em suamaioria, usam substâncias psicoativas, exclusivamente álcool e tabaco, combaixo consumo. Entre as mídiasmais utilizadas, prevaleceu a eletrônica. Verificou-se que, quanto maior tempo comalgumamídia, maior será a oportunidade de acesso a propagandas sobre substâncias psicoativas. Embora ese acesso não tenhare presentado aprendizados que auxiliem a adesão para estilos de vida mais saudáveis, sem o uso dessassubstâncias. A inclusão de atividades educativas nesseserviço permitirá que as informações sobre esas substâncias, bem como outros conteúdos importantes do cotidiano institucional ou veiculadosnas mídias impactem de forma positiva naqualidade de vida desse grupo.


Resumen El objetivo fue identificar el acceso a la información sobre sustancias psicoactivas y el consumo de éstas por agentes prisionales. Se trata de un estudio cualitativo exploratorio. Fue realizado en una cadena pública en el estado de Mato Grosso, Brasil entre agosto y septiembre de 2017, por medio de una entrevista semiestructurada.Se observó que los profesionales, en su mayoría, usan sustancias psicoactivas, exclusivamente alcohol y tabaco, con bajo consumo. Entre los medios más utilizados, prevaleció la electrónica. Se verificó que, cuanto mayor tiempo con algunos medios, mayor será la oportunidad de acceso a propagandas sobre sustancias psicoactivas. Aunque este acceso no ha representado aprendizajes que ayuden a la adhesión a estilos de vida más saludables, sin el uso de esas sustancias. Se concluye que la inclusión de actividades educativas en ese servicio permitirá que las informaciones sobre esas sustancias, así como otros contenidos importantes del cotidiano institucional o vehiculados en los medios impactan de forma positiva en la calidad de vida de ese grupo.


Abstract Theo bjective wasto identify the accessto information about psychoactive substances and their consumption by prison agents. Thisis a qualitative and exploratory study. It was carriedout in a publicjail in thes tateof Mato Grosso, Brazil between August and Septembervof 2017, through a semi-structured interview. It was observed that professionals, for the most part, use psychoactive substances, exclusively alcohol and tobacco, with low consumption. Among the mos tused media, electronics prevailed. It has been found that the more time with some media, the greater the opportunity of Access to advertisements on psychoactive substances. Although this Access did not represent learning that supports adherence to healthier lifestyles, without the use of these substances. The inclusión of educational activities in this service will allow the information about these substances, as well as other important contents of the institutional daily or transmitted in the media, to positively impact the quality of life of this group.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Prisões , Psicotrópicos , Brasil , Detecção do Abuso de Substâncias , Saúde do Trabalhador , Polícia , Acesso à Informação , Estilo de Vida Saudável
3.
Referência ; serIV(21): 91-100, jun. 2019. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1098600

RESUMO

Enquadramento: Grupo de gestão autónoma da medicação (GGAM) é uma abordagem em grupo com usuários de medicação psiquiátrica que partilham experiências, no qual o usuário é protagonista e corresponsável pelas decisões relacionadas com o seu tratamento. Objetivo: Descrever a experiência dos usuários participantes do GGAM de um Centro de atenção psicossocial no Brasil. Metodologia: O estudo é qualitativo, exploratório e descritivo, com recurso à entrevista semiestruturada em que a análise seguiu o referencial teórico proposto por Minayo. Foram indicados 6 usuários pela equipa multiprofissional que possuem transtorno mental com prescrição de psicofármacos há mais de 6 meses e que participaram no GGAM. Resultados: Emergiram como categorias o Contexto, a Experiência e os Efeitos da vivência dos usuários no GGAM. A descrição das experiências dos usuários mostrou o reconhecimento do grupo como um espaço de fala e escuta. Conclusão: A participação no GGAM proporcionou ampliação do conhecimento relativo à medicação psiquiátrica, à sua relação com o tratamento, fortalecimento das relações, do protagonismo e autonomia e contribuição na apropriação sobre o projeto terapêutico singular.


Background: Autonomous Medication Management Group (GGAM) is a group approach for users of psychiatric drugs to share experiences so that they can be protagonists and co-responsible for the decisions relating to their treatment. Objective: To describe the experience of the participants of the GGAM in a psychosocial care center in Brazil. Methodology: The study is qualitative, exploratory, and descriptive, using the structured interview method whose analysis followed the theoretical framework proposed by Minayo. The multidisciplinary team indicated 6 users with a mental disorder, who were prescribed psychotropic drugs for more than 6 months and who participated in the GGAM. Results: Categories emerged such as Context, Experience, and Effects of the experience of participants in the GGAM. The description of their experiences showed that the group is regarded as a space for talking and listening. Conclusion: The participation in the GGAM provided increased knowledge about psychiatric medication, help in dealing with treatment, strengthened relationships, protagonism and autonomy, and contribution to the appropriateness of the singular therapeutic project.


Marco contextual: El grupo de gestión autónoma de la medicación (GGAM) es un enfoque en grupo con usuarios de medicación psiquiátrica que comparten experiencias y en el cual el usuario es protagonista y corresponsable de las decisiones relacionadas con su tratamiento. Objetivo: Describir la experiencia de los usuarios que participan en el GGAM de un centro de atención psicosocial en Brasil. Metodología: El estudio es cualitativo, exploratorio y descriptivo, se recurrió a la entrevista semiestructurada y el análisis siguió el referente teórico propuesto por Minayo. El equipo multiprofesional indicó 6 usuarios que tienen trastorno mental con prescripción de psicofármacos hace más de 6 meses y que participaron en el GGAM. Resultados: Surgieron como categorías el contexto, la experiencia y los efectos de la experiencia de los usuarios en el GGAM. La descripción de las experiencias de los usuarios mostró el reconocimiento del grupo como un espacio para hablar y escuchar. Conclusión: La participación en el GGAM amplió el conocimiento relativo a la medicación psiquiátrica, a su relación con el tratamiento, fortaleció las relaciones, el protagonismo y la autonomía, y contribuyó a la apropiación sobre este proyecto terapéutico singular.


Assuntos
Psicotrópicos , Saúde Mental , Autonomia Pessoal , Serviços de Saúde Mental
4.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 53: e03419, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-985085

RESUMO

ABSTRACT Objective: Estimate the prevalence of benzodiazepine use by adult women at a Family Health Unit and identify the risk factors associated with this usage. Method: Quantitative cross-sectional study that employed secondary data developed at a Family Health Unit in the state of São Paulo, Brazil. We collected the data from the following sources: medical charts, registration forms, and the archive of prescriptions from the pharmacy at the referred health unit. We employed the chi-squared, Student's t, and Mann-Whitney tests, as well as logistic regression analysis. Results: We identified 81 benzodiazepine users amongst 1,094 adult women (7.4%). Regarding the risk factors, the comparison between the groups of benzodiazepine users (n = 64) and non-users (n = 70) showed that having a chronic disease and using other psychotropic drugs were significantly associated with the use of benzodiazepines. Conclusion: The prevalence found was lower than the described in previous studies performed in Primary Health Units. The group that must receive greater attention regarding the consumption of benzodiazepines is that of middle-aged women or older, with low education levels, and chronic illnesses.


RESUMEN Objetivo: Estimar la prevalencia del empleo de benzodiazepinas por mujeres adultas en una Unidad de Salud de la Familia e identificar los factores de riesgo asociados con dicho uso. Método: Estudio cuantitativo de cohorte transversal, que se utilizó de datos secundarios, desarrollados en una Unidad de Salud de la Familia del interior de São Paulo. Los datos fueron recogidos de las siguientes fuentes: fichas médicas, fichas de registro y archivo de recetas de la farmacia de la mencionada unidad de salud. Fueron utilizadas las pruebas de Chi cuadrado, t de Student, Mann-Whitney y análisis de regresión logística. Resultados: Fueron identificadas 81 usuarias de benzodiazepinas entre 1.094 mujeres adultas (7,4%). Con respecto a los factores de riesgo, la comparación de los grupos de usuarias (n = 64) y no usuarias de benzodiazepinas (n = 70) señaló que tener enfermedad crónica y usar otro psicótropo estuvieron significativamente asociados con el uso de benzodiazepinas. Conclusión: La prevalencia encontrada fue menor que la descrita en estudios previos realizados en Unidades Básicas de Salud. El grupo que debe recibir mayor atención con relación al consumo de benzodiazepinas es el de mujeres de mediana edad o más, con poca escolaridad y enfermedad crónica.


RESUMO Objetivo: Estimar a prevalência do uso de benzodiazepínicos por mulheres adultas em uma Unidade de Saúde da Família e identificar os fatores de risco associados a esse uso. Método: Estudo quantitativo de corte transversal, que se utilizou de dados secundários, desenvolvidos em uma Unidade de Saúde da Família do interior de São Paulo. Os dados foram coletados entre a partir das seguintes fontes: prontuários, fichas cadastrais e arquivo de receitas da farmácia da referida unidade de saúde. Foram utilizados os testes qui-quadrado, t de Student, Mann-Whitney e análise de regressão logística. Resultados: Foram identificadas 81 usuárias de benzodiazepínicos entre 1.094 mulheres adultas (7,4%). Em relação aos fatores de risco, a comparação dos grupos de usuárias (n = 64) e não usuárias de benzodiazepínicos (n = 70) apontou que ter doença crônica e usar outro psicotrópico foram significativamente associados ao uso de benzodiazepínicos. Conclusão: A prevalência encontrada foi menor do que a descrita em estudos prévios realizados em Unidades Básicas de Saúde. O grupo que deve receber maior atenção em relação ao consumo de benzodiazepínicos é o de mulheres de meia-idade ou mais, com pouca escolaridade e doença crônica.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Psicotrópicos , Mulheres , Doença Crônica , Prevalência , Fatores de Risco , Estratégia Saúde da Família , Estudos Transversais
5.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1025239

RESUMO

Objetiva-se analisar o perfil dos usuários que consomem psicotrópicos, bem como os fatores associados a esta prática, em uma Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Rondonópolis-MT. Pesquisa do tipo transversal e descritiva de caráter quantitativo. Participaram do estudo moradores maiores de 18 anos da área de abrangência de uma unidade de ESF de Rondonópolis, MT. Foram investigadas associações estatísticas entre o uso de psicotrópicos e os dados sociodemográficos, usando o teste Qui-quadrado e modelos de regressão logística. Foram incluídos no estudo 578 usuários. A prevalência de consumo de psicotrópicos foi de 9,86%. Os usuários de psicotrópicos são em sua maioria mulheres (78,95%), indivíduos com idade entre 18 a 59 anos (68,42%), com baixa escolaridade (68,42%) e pertencentes as classes econômicas C e D (64,91%). Verificou-se associação significativa entre uso de psicofármacos e estar trabalhando. As classes de psicotrópicos mais consumidas foram os antidepressivos, antiepiléticos e ansiolíticos. Estar inserido no mercado de trabalho é um fator preditor para o uso de psicotrópicos. Existe a necessidade da implementação de serviços que garantam o uso racional destes medicamentos


This study aims to analyze the profile of users who consume psychotropic drugs, as well as the factors associated with this practice, in a Family Health Strategy (ESF) of Rondonópolis-MT. A cross-sectional and descriptive research of a quantitative nature. The study participants were residents older than 18 years of age from the area covered by an ESF unit in Rondonópolis, MT. Statistical associations between the use of psychotropic drugs and sociodemographic data were investigated using the Chi-square test and logistic regression models. 578 users were included in the study. The prevalence of psychotropic use was 9.86%. Psychotropic users are mostly women (78.95%), individuals aged 18-59 years (68.42%), with low schooling (68.42%) and belonging to economic classes C and D (64.91%). There was a significant association between use of psychoactive drugs and being working. The most commonly used classes of psychotropics were antidepressants, antiepileptics and anxiolytics. Being inserted in the labor market is a predictive factor for the use of psychotropic drugs. There is a need for the implementation of services that guarantee the rational use of these drugs


Assuntos
Humanos , Psicotrópicos , Saúde Mental , Estratégia Saúde da Família
6.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1025245

RESUMO

Objetiva-se caracterizar o diagnóstico de saúde mental das pessoas privadas de liberdade e os principais psicotrópicos que fazem uso. Apresenta-se sob a forma de um estudo descritivo e quantitativo fundamentado no tipo documental realizado no Complexo Penal Estadual de Mossoró/RN. Foram utilizados 125 prontuários: 57 de homens e 68 de mulheres. Os prontuários estavam inseridos no período de 2010 a 2017. Os dados foram tabulados em planilha eletrônica e transferidos para o programa estatístico Statistical Package for the Social Sciences versão 23.0, os quais foram expressos em frequência simples e porcentagem. A maioria do diagnóstico de saúde mental dos homens e das mulheres está relacionada à dependência química pelo abuso de drogas ilícitas. Os dados coletados continuamente podem instrumentalizar a equipe de saúde que atua na penitenciaria a discutirem as situações de risco e/ou problemas de saúde mental a que a população está submetida, auxiliando na verificação e monitoramento de indicadores


The objective is to characterize the mental health diagnosis of the persons deprived of their freedom and the main psychotropic drugs they use. It is presented in the form of a descriptive and quantitative study based on the documentary type carried out in the State Criminal Complex of Mossoró / RN. A total of 125 charts were used: 57 men and 68 women. The medical records were inserted between 2010 and 2017. The data were tabulated in spreadsheet and transferred to the statistical program Statistical Package for Social Sciences version 23.0, which were expressed in simple frequency and percentage. Most men's and women's mental health diagnoses are related to chemical dependence from illicit drug abuse. The data collected continuously can instrumentalize the health team that works in the penitentiary to discuss the risk situations and / or mental health problems to which the population is subjected, assisting in the verification and monitoring of indicators


Assuntos
Humanos , Prisões , Psicotrópicos , Saúde Mental , Enfermagem , Diagnóstico
7.
Online braz. j. nurs. (Online) ; 17(4)dec. 2018. ilus
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1119503

RESUMO

OBJETIVO: compreender a vivência e os motivos que levaram ao uso de substâncias psicoativas por caminhoneiros. MÉTODO: estudo descritivo com abordagem qualitativa, realizado por meio da técnica em cadeias, norteada pelo referencial teórico do interacionismo simbólico. Os dados foram coletados por meio de entrevistas com 30 entrevistas caminhoneiros, que transitam por toda malha rodoviária do Brasil, no período de março a agosto de 2016. Para a análise dos elementos, foi utilizada como estratégia a análise temática. RESULTADOS: emergiram três categorias analíticas: "facilitador para o desenvolvimento do trabalho", "repercussão das substâncias psicoativas na saúde" e "alterações comportamentais e impacto nas relações interpessoais". Verificou-se que a trajetória profissional do motorista de caminhão interfere em sua saúde, uma vez que o torna vulnerável ao uso de substâncias psicoativas. CONCLUSÃO: a manutenção da saúde ou sua promoção não deve ser somente responsabilidade do setor saúde, mas resultado de ações intersetoriais e multidisciplinares apoiadas por políticas públicas saudáveis.


OBJECTIVE: To understand the experience and the reasons that led truck drivers to use psychoactive substances. METHOD: A descriptive study with a qualitative approach, performed by means of the technique in chains, guided by the theoretical framework of symbolic interactionism. Data was collected through interviews with 30 truck drivers, who transit through the entire Brazilian road network, from March to August 2016. For the elements analysis, thematic analysis was used as a strategy. RESULTS: Three analytical categories emerged: "work development facilitator"; "health repercussions of psychoactive substances"; "behavioral changes and impact on interpersonal relationships". It was verified that the truck driver's professional trajectory interferes with his health, since it makes him vulnerable to the use of psychoactive substances. CONCLUSION: Maintaining health or promoting it should not only be the responsibility of the health sector, but the result of inter-sectional and multidisciplinary actions supported by healthy public policies.


OBJETIVO: entender la experiencia y las razones que llevaron a los camioneros a consumir sustancias psicoactivas. MÉTODO: estudio descriptivo con enfoque cualitativo, realizado utilizando la técnica en cadenas,guiado por el marco teórico del interaccionismo simbólico.Los datos se recopilaron entre marzo y agosto de 2016 mediante entrevistas con 30 camioneros, que transitan por toda la red de carreteras de Brasil.Para el análisis de los elementos se utilizó el análisis temático como estrategia. RESULTADOS: surgieron trescategorías analíticas: "facilitador para el desarrollo del trabajo"; "repercusión de las sustancias psicoactivas en la salud"; "cambios de comportamiento e impacto en las relaciones interpersonales".Se verificó que la trayectoria profesional del camionero interfiere con su salud, ya que lo hace vulnerable al consumo de sustancias psicoactivas. CONCLUSIÓN: mantener o promover la salud no solo deben ser responsabilidades del sector de la salud, sino el resultado de acciones intersectoriales y multidisciplinarias respaldadas por políticas públicas saludables.


Assuntos
Humanos , Masculino , Psicotrópicos , Saúde Mental , Saúde do Trabalhador , Riscos Ocupacionais , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
8.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(8): 2181-2187, ago. 2018. ilus, graf, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-994627

RESUMO

Objetivo: analisar artigos relacionados à disfagia em idosos de instituição de longa permanência. Método: revisão integrativa realizada nas bases de dados da MEDLINE e LILACS, de abril a maio de 2017. Os critérios de elegibilidade foram textos na forma de artigos científicos originais disponíveis on-line, na íntegra, que abordassem a temática nos idiomas português ou inglês, publicados no período de 2007 a 2016. Resultados: foram selecionados seis estudos onde emergiram as categorias 1. Condições de alimentação e disfagia em idosos institucionalizados e 2. Relação entre disfagia e drogas psicotrópicas nessa população. Conclusão: os estudos mostraram que os idosos residentes em instituições de longa permanência têm risco para a disfagia e que os profissionais que atuam no cuidado ao idoso não têm conhecimento das estratégias de alimentação que minimizam o risco de aspiração. É importante ressaltar que apenas uma instituição possuía o profissional fonoaudiólogo e a importância desse profissional nas orientações com relação à alimentação.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Envelhecimento , Transtornos de Deglutição , Dieta , Saúde do Idoso Institucionalizado , Instituição de Longa Permanência para Idosos , Psicotrópicos , MEDLINE
9.
Enferm. actual Costa Rica (Online) ; (34): 96-109, Jan.-Jun. 2018. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-891496

RESUMO

Resumen El objetivo de este trabajo es presentar los resultados de una investigación secundaria acerca de la prevalencia del consumo de sustancias psicoactivas (SPA) en la población adolescente con enfermedad mental en comparación con los adolescentes que no padecen enfermedad mental. Se formuló una pregunta según el acrónimo"PICO" (pacientes, intervención, comparación, resultados); posteriormente, se buscó información en distintas bases de datos sugeridas en el curso de Práctica Clínica Basada en la Evidencia, impartido por el Programa de Colaboración para la Investigación de Enfermería Basada en la Evidencia de Costa Rica (CIEBE-CR). Para la búsqueda de información se efectuó una revisión de artículos científicos en Medline Plus, PudMed y EBSCO Host, con el fin de recuperar la mayor cantidad de información. Después de establecer los criterios de inclusión y exclusión y realizar un análisis crítico, se seleccionó cuatro documentos que dieron respuesta a la pregunta planteada. Se detectó 58 documentos relacionados con el tema de los cuales solo cuatro cumplían criterios de calidad que establece el Critical Appraisal Skills Programme español (CASPe) para responder a la pregunta clínica. Se evidencia cómo en la niñez la psicopatología se reconoce cada vez más como un factor de riesgo en cuanto al uso de sustancias psicoactivas. Se concluye que los adolescentes con patología mental tienen una mayor prevalencia al uso de sustancias psicoactivas en comparación con los adolescentes que no padecen enfermedad mental.


Abstract The objective of this paper is to present the results of secondary research on the prevalence of psychoactive substance use (PSA) in the adolescent population with mental illness compared to adolescents who do not suffer from mental illness. A question was formulated according to the acronym "PICO" (patients, intervention, comparison, results); Subsequently, information was sought in different databases suggested in the Clinical Practice Based on Evidence course, taught by the Collaboration Program for Nursing Research Based on the Evidence of Costa Rica (CIEBE-CR). For the search of information, a review of scientific articles was carried out in Medline Plus, PudMed and EBSCO Host, in order to recover the greatest amount of information. After establishing the inclusion and exclusion criteria and performing a critical analysis, four documents that answered the question posed were selected. It was detected 58 documents related to the topic of which only four met quality criteria established by the Spanish Critical Appraisal Skills Program (CASPe) to answer the clinical question. It is evidenced how, in childhood, psychopathology is increasingly recognized as a risk factor in the use of psychoactive substances. It is concluded that adolescents with mental pathology have a higher prevalence of the use of psychoactive substances in comparison with adolescents who do not suffer from mental illness.


Resumo O objetivo deste trabalho é apresentar os resultados da pesquisa secundária sobre a prevalência do uso de substâncias psicoativas (PSA) na população adolescente com doença mental em comparação com adolescentes que não sofrem de doença mental. Uma pergunta foi formulada de acordo com a sigla "PICO" (pacientes, intervenção, comparação, resultados); Posteriormente, a informação foi buscada em diferentes bancos de dados sugeridos no curso de Prática Clínica Baseada na Evidência, ministrado pelo Programa de Colaboração para Pesquisa de Enfermagem com base na Evidência da Costa Rica (CIEBE-CR). Para a busca de informações, foi realizada uma revisão de artigos científicos no Medline Plus, PudMed e EBSCO Host, a fim de recuperar a maior quantidade de informações. Depois de estabelecer os critérios de inclusão e exclusão e realizar uma análise crítica, foram selecionados quatro documentos que responderam à pergunta colocada. Foram detectados 58 documentos relacionados ao tema, dos quais apenas quatro critérios de qualidade estabelecidos pelo Programa Espanhol de Competências de Avaliação Crítica (CASPe) para responder à questão clínica. É evidenciado como, na infância, a psicopatologia é cada vez mais reconhecida como fator de risco no uso de substâncias psicoativas. Conclui-se que os adolescentes com patologia mental têm maior prevalência do uso de substâncias psicoativas em comparação com adolescentes que não sofrem de doença mental.


Assuntos
Psicotrópicos , Adolescente , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/complicações , Pessoas Mentalmente Doentes/psicologia , Transtornos Mentais , Costa Rica
10.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(3): 790-800, mar. 2018. ilus, tab, graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-968442

RESUMO

Objetivo: identificar os principais efeitos positivos do tratamento com psicofármaco no controle do uso abusivo do álcool. Método: revisão integrativa, sem a delimitação temporal, nas bases de dados MEDLINE, CINAHL e LILACS. Utilizou-se incorporação de evidências. Os procedimentos adotados para a análise crítica dos estudos, em três cruzamentos, foram 77 publicações potencialmente elegíveis, selecionando-se, ao final, cinco por dois pesquisadores independentes, usando-se instrumento adaptado para verificar o nível de evidência. Resultados: identificou-se três psicofármacos: o acamprosato apresentou melhor tolerância e não evita a recorrência tardia; a naltrexona não reduz a frequência de beber, porém reduz a intensidade do consumo quando usada isoladamente; o disulfiram eficaz na abstinência, com reações variadas. Conclusão: conclui-se que os resultados sobre o tratamento do uso abusivo do álcool com psicofármacos apresenta elevado nível de evidência, condições e recomendações para os resultados primários e secundários.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Psicotrópicos , Psicotrópicos/uso terapêutico , Alcoolismo , Alcoolismo/tratamento farmacológico , MEDLINE , Naltrexona
11.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 22(2): e20170294, 2018.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-891788

RESUMO

Abstract Objective: To identify the perception of nursing professionals about drug therapy for people with mental disorders. Methods: An exploratory qualitative research was carried out in four Psychosocial Care Centers of Curitiba, Paraná, Brazil. Data, collected from January to March 2015 using an individual semi-structured interview applied to 56 nursing professionals, were submitted to qualitative data analysis and interpretation as proposed by Creswell. Results: The data were organized into three thematic categories: drug therapy improves the life of the person with a mental disorder; negative and positive consequences related to drug therapy; and drug therapy as one of the resources needed to treat mental health. Conclusion: Nursing staff perceive the importance of medications as a resource to treat people with mental disorders as psychotropic drugs minimize he acute symptoms of disorders and improve living conditions when associated with other therapeutic resources.


Resumen Objetivo: Conocer la percepción de los enfermeros sobre la terapéutica medicamentosa a personas con trastorno mental. Métodos: Investigación cualitativa-exploratoria desarrollada en cuatro Centros de Atención Psicosocial de Curitiba, Paraná, Brasil. Los datos se recogieron de enero a marzo de 2015, mediante entrevista semiestructurada individual aplicada a 56 profesionales de Enfermería y se sometieron al Análisis e Interpretación de Datos Cualitativos propuesto por Creswell. Resultados: Los datos se organizaron en categorías temáticas: la terapéutica medicamentosa mejora la vida de la persona con trastorno mental; consecuencias negativas y positivas ante la terapéutica medicamentosa; y la terapia medicamentosa como uno de los recursos requeridos para el tratamiento en salud mental. Conclusión: El equipo de enfermería percibe la utilización de medicamentos como un importante recurso terapéutico en el tratamiento de la persona con trastorno mental al paliar los síntomas agudos del trastorno y posibilitar mejores condiciones de vida cuando asociados a otros recursos terapéuticos.


Resumo Objetivo: Conhecer a percepção dos profissionais de enfermagem sobre a terapêutica medicamentosa às pessoas com transtorno mental. Métodos: Pesquisa qualitativa exploratória realizada em quatro Centros de Atenção Psicossocial de Curitiba, Paraná, Brasil. Os dados foram coletados de janeiro a março de 2015, por entrevista semiestruturada individual aplicada a 56 profissionais de Enfermagem e foram submetidos a Análise e Interpretação de Dados Qualitativos proposta por Creswell. Resultados: Os dados foram organizados em categorias temáticas: a terapêutica medicamentosa melhora a vida da pessoa com transtorno mental; consequências negativas e positivas ante a terapêutica medicamentosa; e a terapêutica medicamentosa como um dos recursos necessários ao tratamento em saúde mental. Conclusão: A equipe de enfermagem percebe o uso de medicamentos como um importante recurso terapêutico no tratamento à pessoa com transtorno mental ao minimizar os sintomas agudos do transtorno e ao possibilitar melhores condições de vida quando associados a outros recursos terapêuticos.


Assuntos
Humanos , Saúde Mental , Serviços de Saúde Mental , Equipe de Enfermagem , Enfermagem Psiquiátrica , Psicotrópicos/uso terapêutico , Pesquisa Qualitativa
12.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 22(2): e20170294, 2018.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-891799

RESUMO

Abstract Objective: To identify the perception of nursing professionals about drug therapy for people with mental disorders. Methods: An exploratory qualitative research was carried out in four Psychosocial Care Centers of Curitiba, Paraná, Brazil. Data, collected from January to March 2015 using an individual semi-structured interview applied to 56 nursing professionals, were submitted to qualitative data analysis and interpretation as proposed by Creswell. Results: The data were organized into three thematic categories: drug therapy improves the life of the person with a mental disorder; negative and positive consequences related to drug therapy; and drug therapy as one of the resources needed to treat mental health. Conclusion: Nursing staff perceive the importance of medications as a resource to treat people with mental disorders as psychotropic drugs minimize he acute symptoms of disorders and improve living conditions when associated with other therapeutic resources.


Resumen Objetivo: Conocer la percepción de los enfermeros sobre la terapéutica medicamentosa a personas con trastorno mental. Métodos: Investigación cualitativa-exploratoria desarrollada en cuatro Centros de Atención Psicosocial de Curitiba, Paraná, Brasil. Los datos se recogieron de enero a marzo de 2015, mediante entrevista semiestructurada individual aplicada a 56 profesionales de Enfermería y se sometieron al Análisis e Interpretación de Datos Cualitativos propuesto por Creswell. Resultados: Los datos se organizaron en categorías temáticas: la terapéutica medicamentosa mejora la vida de la persona con trastorno mental; consecuencias negativas y positivas ante la terapéutica medicamentosa; y la terapia medicamentosa como uno de los recursos requeridos para el tratamiento en salud mental. Conclusión: El equipo de enfermería percibe la utilización de medicamentos como un importante recurso terapéutico en el tratamiento de la persona con trastorno mental al paliar los síntomas agudos del trastorno y posibilitar mejores condiciones de vida cuando asociados a otros recursos terapéuticos.


Resumo Objetivo: Conhecer a percepção dos profissionais de enfermagem sobre a terapêutica medicamentosa às pessoas com transtorno mental. Métodos: Pesquisa qualitativa exploratória realizada em quatro Centros de Atenção Psicossocial de Curitiba, Paraná, Brasil. Os dados foram coletados de janeiro a março de 2015, por entrevista semiestruturada individual aplicada a 56 profissionais de Enfermagem e foram submetidos a Análise e Interpretação de Dados Qualitativos proposta por Creswell. Resultados: Os dados foram organizados em categorias temáticas: a terapêutica medicamentosa melhora a vida da pessoa com transtorno mental; consequências negativas e positivas ante a terapêutica medicamentosa; e a terapêutica medicamentosa como um dos recursos necessários ao tratamento em saúde mental. Conclusão: A equipe de enfermagem percebe o uso de medicamentos como um importante recurso terapêutico no tratamento à pessoa com transtorno mental ao minimizar os sintomas agudos do transtorno e ao possibilitar melhores condições de vida quando associados a outros recursos terapêuticos.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Saúde Mental , Equipe de Enfermagem , Enfermagem Psiquiátrica , Psicotrópicos , Pesquisa Qualitativa
13.
Rev. enferm. UFPE on line ; 11(supl.7): 2881-2887, jul.2017. ilus, tab, graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1032505

RESUMO

Objetivo: analisar o uso de medicamentos psicoativos entre profissionais da saúde. Método: estudo descritivo, de abordagem quantitativa, com 123 trabalhadores de dois hospitais públicos, utilizando um questionário para a coleta de dados. Em seguida, os dados foram processados no Excel e analisados com a literatura. Resultados: entre os participantes, 37,4% tinham 16 ou mais anos de atuação na área; 14,6%consideravam-se estressados; 13% sofriam de insônia; 9,76% alegaram que o uso de medicamentos psicoativos tinha relação com o trabalho; na categoria tranquilizantes e ansiolíticos, 37,4% faziam uso desse tipo de medicamento e, na categoria dos opiáceos, 23,5%. Conclusão: a carga horária excessiva de trabalho, o estresse, más condições de trabalho e noites em claro foram mostrados como motivos para o uso desses medicamentos.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Carga de Trabalho , Condições de Trabalho , Esgotamento Profissional , Pessoal de Saúde , Pessoal de Saúde/psicologia , Psicotrópicos , Saúde Mental , Saúde do Trabalhador , Automedicação , Epidemiologia Descritiva
14.
Rev. enferm. UFPE on line ; 10(12): 4646-4656, dez. 2016. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1031507

RESUMO

Objetivo: caracterizar o uso de benzodiazepínicos entre idosos na Estratégia Saúde da Família. Método:revisão integrativa com recorte temporal de 2005 a 2015, realizada na base de dados LILACS e na bibliotecavirtual SCIELO, com vistas responder à questão: >. Os artigos foram analisadoscriteriosamente com instrumento adaptado considerando suas características metodológicas e níveis deevidências. Resultados: foram identificados seis artigos, os quais indicam prevalência no uso debenzodiazepínicos por idosos. Sujeitos do sexo feminino, viúvos ou casados e com baixo poder aquisitivo estãomais susceptíveis ao uso de benzodiazepínicos, ainda, aqueles que referem depressão e ansiedade são os quemais utilizam a droga. Conclusão: observa-se a existência de uma atenção insipiente no cuidado com idososusuários destas substâncias no que diz respeito à sua distribuição e orientações quanto ao uso.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Benzodiazepinas , Idoso , Psicotrópicos , Saúde Mental , Estratégia Saúde da Família
15.
Rev. eletrônica enferm ; 18: 1-10, 20160331.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-832798

RESUMO

Este estudo objetivoucompreender as dificuldades de pessoas com transtorno de ansiedade referente ao seguimento da terapia medicamentosa. Trata-se deestudo transversal, descritivo com abordagem qualitativa, desenvolvido em 2012 com 32 pessoas atendidas em serviço ambulatorial no interior de São Paulo - Brasil. Os dados foram coletados por entrevista semiestruturada gravada e submetidos à análise de conteúdo temática. As dificuldades para o seguimento da farmacoterapia foram representadas pelas categorias: ͞Ter conhecimento insuficiente sobre o diagnóstico e tratamento medicamentoso͟, ͞Ficar insatisfeito(a) com os efeitos do tratamento͟, ͞Desejar mais do que uma prescrição͟, ͞Apresentar temores e preocupações relacionadas ao tratamento͟e ͞Identificar impedimentos para seguir a prescrição medicamentosa͟. Este estudo identificou aspectos, passíveis de intervenção, por meio de estratégias que focalizem a escuta, educação, autonomia e habilidades com vistas à segurança no uso dos medicamentos prescritos


This study aimed to comprehend difficulties of people with anxiety disorder referred to follow a medication therapy. This is a cross-sectional descriptive study with a qualitative approach, developed in 2012 with 32 people attended in an ambulatory service at the interior of São Paulo state ­ Brazil. The data was collected by semi-structured interview recorded and submitted to thematic content analysis. The difficulties to follow pharmacotherapy were represented by the categories: ͞To have insufficient knowledge about the diagnosis and medication therapy͟, ͞To be unsatisfied with the treatment effects͟, ͞To wish more than a prescription͟, ͞To present fears and worries related with the treatment͟ and ͞To identify impediments to follow the medication prescription͟. This study identified aspects subject to intervention, through interventions focused in listening, education, autonomy and abilitiesfor safety in the use of prescribed medications


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Transtornos de Ansiedade/tratamento farmacológico , Adesão à Medicação , Enfermagem Psiquiátrica , Psicotrópicos/uso terapêutico , Pacientes Ambulatoriais
16.
Rev. enferm. UFPE on line ; 10(4): 3548-3559, 2016.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1031617

RESUMO

Objetivo: compreender as percepções de profissionais da saúde vinculados às Estratégias de Saúde da Famíliasobre doença mental e acerca do atendimento a pessoas em sofrimento psíquico. Método: estudo descritivo,com abordagem qualitativa, no qual participaram nove profissionais de saúde vinculados a duas equipes comEstratégia de Saúde da Família de um município do Norte do Rio Grande do Sul. Para a coleta de dados,utilizou-se a entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados de acordo com a Técnica de Análise deConteúdo, na modalidade análise temática. Resultados: os entrevistados relacionam a doença mental cominfração de regras, fuga dos padrões de normalidade, dependência para cuidados, incapacidade para arealização de atividades diárias. A assistência às pessoas com doença mental envolve visita domiciliária,consulta médica e de enfermagem, prescrição de medicamentos e encaminhamentos a serviçosespecializados. Conclusão: a assistência prestada mostra-se fragilizada pela falta de qualificação dostrabalhadores da Saúde da Família.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Acolhimento , Assistência à Saúde Mental , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Estratégia Saúde da Família , Estresse Psicológico , Pessoal de Saúde , Saúde Mental , Transtornos Mentais , Epidemiologia Descritiva , Estereotipagem , Humanização da Assistência , Psicotrópicos , Serviços de Assistência Domiciliar
17.
Acta paul. enferm ; 28(6): 495-502, dez. 2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-773434

RESUMO

Objetivo Identificar a prevalência de transtornos mentais e fatores associados em gestantes. Métodos Estudo transversal realizado com 394 gestantes, selecionadas de forma aleatória e proporcional. Os dados foram coletados nos domicílios, com aplicação de questionário semiestruturado. Para a análise foi utilizada a regressão logística bivariada. Resultados Referiram diagnóstico de transtorno mental 51 gestantes (12,94%) e isto foi significativamente maior entre aquelas com idade entre 19 e 30 anos, sem companheiro, de cor branca, que estavam no segundo trimestre de gestação, tinha alguma doença crônica associada e foi internada na gestação atual. Nove delas faziam uso de psicofármacos, sendo os antidepressivos os mais utilizados. Conclusão A prevalência de transtornos mentais foi de 12,94% e os fatores associados foram: idade, situação conjugal, cor, trimestre de gestação, internação durante a gestação e doença crônica.


Objective To identify the prevalence of mental disorders and associated factors in pregnant women. Methods Cross-sectional study with 394 pregnant women, randomly and proportionally selected. Data were collected during home visits, using a semi-structured questionnaire. Bivariate logistic regression was used for the analysis. Results A total of 51 pregnant women (12.94%) were diagnosed with mental disorder and this number was significantly higher among those between 19 and 30 years of age, unmarried, white skin colored, who were in the second trimester of pregnancy, had a chronic disease associated and had been hospitalized during the current pregnancy. Nine of them were taking psychotropic drugs, and antidepressants were the most commonly used drug. Conclusion The prevalence of self-reported mental disorders was 12.94% and the associated variables were: age, marital status, skin color, pregnancy trimester, hospitalization during pregnancy and chronic disease.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adolescente , Adulto Jovem , Complicações na Gravidez , Gestantes , Psicotrópicos , Transtornos Mentais/epidemiologia , Estudos Transversais , Epidemiologia Descritiva , Estudos de Avaliação como Assunto
18.
Curitiba; s.n; 20151215. 168 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1037769

RESUMO

Este estudo teve como objetivo: conhecer como o portador de transtorno mental vivencia o uso de psicofármacos. Trata-se de pesquisa de abordagem qualitativa e método exploratório realizada no município de Curitiba (PR) no período de março a maio de 2015. Participaram 26 portadores de transtorno mental que apresentavam idade igual ou superior a 18 anos em tratamento em um Centro de Atenção Psicossocial III com prescrição médica de psicofármacos. Os dados foram obtidos por intermédio de entrevista semiestruturada e analisados de acordo com a Análise de Conteúdo Categorial Temática proposta por Bardin, posteriormente organizados nas seguintes categorias temáticas: 1. Vivenciando os efeitos dos psicofármacos; 2. Utilizando os psicofármacos de modo irregular; 3. Desenvolvendo estratégias para a manutenção do uso regular de psicofármacos; 4. Identificando facilidades e dificuldades no uso de psicofármacos. Os resultaram permitiram conhecer que a vivência do uso de psicofármacos caracteriza-se como processo complexo que envolve o portador de transtorno em sua totalidade, interferindo na subjetividade, na saúde física e mental, nas relações familiares, na convivência em sociedade e nos aspectos ocupacionais. Os participantes mencionaram que este processo é permeado pelo sentimento de ambivalência procedente dos efeitos positivos que o uso de psicofármaco incita em suas vidas, bem como pelos efeitos negativos concernentes aos efeitos colaterais e a não interrupção por completo da sintomatologia...


Assuntos
Humanos , Adesão à Medicação , Enfermagem Psiquiátrica , Psicotrópicos , Qualidade de Vida , Saúde Mental , Transtornos Mentais
19.
Curitiba; s.n; 20151215. 94 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1037793

RESUMO

O objetivo deste estudo foi apreender as percepções do enfermeiro sobre a adesão ao uso de psicofármacos pelo portador de transtorno mental. Trata-se de um estudo qualitativo, do tipo exploratório, desenvolvido no período de 2014 a 2015, no município de Curitiba no estado do Paraná. A coleta dos dados foi realizada em Centros de Atenção Psicossocial - CAPS II e CAPS III mediante entrevista semiestruturada individual com a participação de vinte e três enfermeiros. Os dados foram analisados de acordo com a técnica de Análise de Conteúdo Temático Categorial proposta por Bardin. As categorias que emergiram foram: 1) Fatores que contribuem para a adesão ao uso de psicofármacos. 2) Fatores que contribuem para a não adesão ao uso de psicofármacos. Os participantes trouxeram percepções referentes aos fatores que consideram contribuir para que os portadores de transtorno mental façam o uso de psicofármacos corretamente como o atendimento recebido pela a equipe multiprofissional, o vínculo terapêutico estabelecido com a equipe, a fé e a espiritualidade, a família como fatores de motivação, o desejo da melhora do estado de saúde e o de retornar as atividades da vida cotidiana e a importância da medicação supervisionada pela enfermagem no CAPS...


Assuntos
Humanos , Enfermagem Psiquiátrica , Psicotrópicos , Saúde Mental , Transtornos Mentais , Tratamento Farmacológico
20.
REME rev. min. enferm ; 19(3): 673-680, jul.-set. 2015.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-785671

RESUMO

O presente estudo visa a analisar a problemática do uso inadequado de psicotrópicos entre mulheres a partir do referencial da psicanálise, tomando como material um recorte de natureza biográfica. Para tanto, realizou-se como método a pesquisa em psicanálise, trabalhando com a proposta de construção de um ensaio metapsicológico, no qual se utilizou como corpus as biografias de Marilyn Monroe. Assim, a pesquisa possibilitou pensar sobre um sujeito que se angustia frente ao enigma da feminilidade e quais saídas encontra para lidar com o problema. Entende-se que a relevância do estudo para a prática clínica de enfermagem reside no fato de se poder ilustrar e destacar a importância da dimensão singular na escuta das pessoas em abuso de substâncias psicotrópicas, pois se considera que somente uma escuta sustentada em cada caso poderá revelar o lugar de importância em que o sujeito coloca o medicamento e a relação com o seu desejo, principalmente por se tratar de uma profissão que tem à sua disposição a oportunidade do contato direto e frequente com esses pacientes.


The present study aims at analysing the abuse of psychotropic drugs among women using a psychoanalysis framework. The authors used psychoanalysis research methodology to create a metapsychological essay with biographies of Marilyn Monroe. This enabled them to think about an individual who is distressed by the enigma of femininity and how she deals with the issue. This type of study is relevant to nursing practice since it exemplfies and highlights the importance of listening skills when dealing with the abuse of psychotropic drugs. The researchers believe that only sustained listening can reveal the importance the subject places on the medicine and its relationship with desire. Nurses are suitable health-care professionals to perform such task given their direct contact with the patients.


El presente estudio tiene como objetivo analizar el problema del uso indebido de drogas psicotrópicas entre las mujeres desde el referente del psicoanálisis, tomando como material un recorte de índole biográfica. El método utilizado fue la investigación en psicoanálisis, trabajando con la propuesta de construcción de un ensayo metasicológico cuyo material consistió en las biografías de Marilyn Monroe. La investigación permitió pensar en un sujeto que se angustia ante al enigma de la feminidad y en las salidas que encuentra para tratar el problema. Se entiende que la importancia del estudio para la práctica clínica de enfermería yace en el hecho de poder ilustrar y destacar la importancia de la dimensión singular al escuchar a las personas que abusan de las sustancias psicotrópicas. Se considera que solamente escuchar basándose en cada caso podrá revelar la importancia que el sujeto le otorga al medicamento y la relación con su deseo, principalmente por tratarse de una profesión que tiene a su disposición la oportunidad de establecer un contacto directo y frecuente con los pacientes.


Assuntos
Humanos , Feminino , Psicanálise , Psicotrópicos/administração & dosagem , Psicotrópicos/efeitos adversos , Serviços de Saúde da Mulher , Saúde da Mulher , Assistência Integral à Saúde , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA