Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(1): 160-170, jan. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-946734

RESUMO

Objetivo: caracterizar o perfil de praticantes de musculação quanto ao uso de recursos ergogênicos e relacioná-lo à autopercepção corporal. Método: estudo quantitativo, transversal, realizado em academias de musculação de duas cidades de Minas Gerais com entrevistas estruturadas utilizando um questionário e o conjunto de silhuetas. A análise foi pelo Statistical Package for Social Sciences (SPSS15.0), General Linear Model de medidas repetidas e a correlação de Pearson. Resultados: a prática de musculação, em ambos os sexos, foi pela melhora da saúde. A maioria afirmou que realiza as atividades físicas e consome suplementos sem orientação médica ou nutricional. O mais utilizado é o de proteínas, sendo que os homens consomem mais em relação às mulheres. Conclusão: não houve evidências de alterações de autoimagem relacionadas ao uso de suplementos, apesar da falta de orientação.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Autoimagem , Imagem Corporal , Suplementos Nutricionais , Treinamento de Resistência , Anabolizantes , Estudos Transversais , Academias de Ginástica , Promoção da Saúde
2.
Niterói; s.n; 2016. 93 f p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-906363

RESUMO

Introdução: As alterações ocasionadas pelo envelhecimento são diversas, principalmente nos comportamentos fisiológicos e funcionais. A neuromodulação é apresentada como uma técnica promissora nessa temática, podendo aprimorar as respostas cardiorrespiratórias e neuromusculares, proporcionando assim uma promoção da saúde. A técnica de neuromodulação utilizada foi a Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC) que pode ser aplicada com uma corrente elétrica em polaridades positiva (anódica) e negativa (catódica). As pesquisas com o uso da ETCC e as variáveis cardiorrespiratórias e neuromusculares na prática da atividade física, ainda são recentes e, por isso, precisam ter seus mecanismos mais bem elucidados. Desta maneira, o objetivo do estudo foi verificar o efeito da aplicação da ETCC anódica em variáveis neuromusculares e cardiorrespiratórias durante e após o exercício de força e aeróbio (concorrente), comparando com a situação placebo. Métodos: Os 12 voluntários idosos que participaram do estudo tinham 75 ± 15 anos, realizaram 4 visitas respeitando um intervalo de 2 à 7 dias entre as coletas. A primeira foi a familiarização e teste de carga de 12rm, na segunda visita foram avaliadas as medidas antropométricas e o teste de esforço máximo no ciclo ergômetro. Nas outras duas visitas os indivíduos foram submetidos a aplicação randomizada duplo-cega da ETCC anódica ou situação placebo por 20 minutos em protocolo de pesquisa com situações em repouso, teste de força na preensão manual e exercícios concorrentes. Os dados coletados foram da força de preensão manual (FPM); variáveis da variabilidade frequência cardíaca (VFC) (domínio do tempo e da frequência); frequência cardíaca (FC); pressão arterial sistólica (PAS), diastólica (PAD) e média (PAM); consumo de oxigênio (VO2) e pós exercício (EPOC); escala adaptada de borg; consumo de caloria (Kcal); trabalho total (W). Tratamento estatístico: As análises estatísticas foram por meio do teste de normalidade Shapiro-Wilk, ANOVA de Medidas Repetidas para duas entradas em todas as variáveis, com post hoc de Bonferroni quando necessário, para todas as variáveis nas duas condições (Anódica e Placebo), exceto nas variáveis do consumo de Kcal/L e do total da carga de trabalho, ambas durante o exercício aeróbio, as quais foram submetidas ao teste-t de student para amostras pareadas. Quando os dados apresentaram distribuição não paramétrica foi aplicado logarítmico neperiano. Para todos os testes foi adotado p ≤ 0,05. Resultados: Os resultados não apresentaram mudanças significativas na FPM do membro direito com p=0,30; após o exercício concorrente na PAS p=0,21, PAD p=0,59 e PAM p=0,59; média da FC após o treino concorrente p=0,35; EPOC com p=0,50; Kcal com p=0,35 e o trabalho total com p=0,35. Conclusão: Os resultados indicam que a técnica de ETCC anódica quando comparada a situação placebo, não apresentou diferenças significativas em nenhuma das variáveis analisadas


Introduction: changes caused by aging are many, especially in the physiological and functional behavior. Neuromodulation is presented as a promising technique in this theme, can improve cardiorespiratory and neuromuscular responses, thus providing a health promotion. The neuromodulation technique used was Transcranial Stimulation Direct Current (tDCS) that can be applied with an electric current of positive polarity (anode) and negative (cathode). Research on the use of tDCS and cardiorespiratory and neuromuscular variables in physical activity, are still recent and, therefore, need to have their mechanisms better elucidated. Thus, the objective of the study was to verify the application of the effect of anodal tDCS in neuromuscular and cardiorespiratory variables during and after resistance exercise and aerobic (concurrent) compared to the placebo situation. Methods: 12 elderly volunteers who participated in the study were 75 ± 15 years, made 4 visits an interval of 2 to 7 days between collections. The first was the familiarization and 12RM strength test. The second visit was evaluated anthropometric measurements and maximal exercise test on a cycle ergometer. In the other two visits, patients underwent double-blind, randomized application of anodic tDCS situation or placebo for 20 minutes in the research protocol with situations at rest, strength testing on hold manual and concurrent exercises. The collected data were the handgrip; variables of heart rate variability (HRV) (time domain and frequency); heart rate (HR); Systolic blood pressure (SBP), diastolic blood pressure (DBP) and mean (MBP); oxygen consumption (VO2) and after exercise (EPOC); adapted Borg scale; Calorie consumption (Kcal); total work (W). Statistical analyzes: were by the normality test Shapiro-Wilk, repeated measures ANOVA for two entries in all variables, with post hoc Bonferroni when necessary, for all variables in the two conditions (anodic and Placebo) except the variables of consumption kilocalorie per liter and the total workload, both during aerobic exercise which were submitted t-test for paired samples student. When the data have non-parametric distribution was applied neperian logarithm. For all tests was adopted p ≤ 0.05. Results: The results showed no significant changes in the right member of the handgrip with p = 0.30; after the concurrent exercise SBP p = 0.21, p = 0.59 DBP and MBP p = 0.59; average HR after concurrent training p = 0.35; EPOC p = 0.50; kilocalorie per liter with p = 0.35 and the total work with p = 0.35. Conclusion: The results indicate that the anodic tDCS technique when compared to placebo situation, no significant differences in anyof the variables


Assuntos
Idoso , Frequência Cardíaca , Sistema Musculoesquelético , Treinamento de Resistência , Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua
3.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 6(1): 74-85, jan.-mar. 2014. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-706416

RESUMO

Objectives: To assess the effects of a resistance training program for older adult women's functional autonomy and body composition. Method: A total of 13 volunteer women aged 55±5.1 years participated in this study. Functional autonomy and body composition were assessed. The linear training program lasted for three months with 65, 70 and 75% intensity with 10 maximum repetitions. Results: Statistical improvement in fat percentage (∆% = -6.92%, p=0.04) and the WHR index (∆% = -3.44%, p<0.001) was confirmed. In addition, statistical improvement in functional autonomy was observed in the tests: POTOS (∆% = - 36.9%, p<0.001); 10mW (∆% = - 8.9%, p=0.01); RSP (∆% = - 16.7%, p=0.002); RCWH (∆% = - 16.5%, p<0.001); and in the GDLAM index (∆% = - 14.3%, p<0.001). Conclusion: The resistance training showed positive effects on older adult women's functional capacity and body composition.


Objetivo: Avaliar os efeitos de um programa de treinamento resistido sobre a autonomia funcional e composição corporal de mulheres com idade avançada. Método: Um total de 13 mulheres com 55±5,1 anos de idade participaram da pesquisa. Avaliou-se a autonomia funcional e a composição corporal. O treinamento linear durou três meses com intensidade de 65, 70 e 75% com 10 repetições máximas. Resultados: Verificou-se melhora estatística para o percentual de gordura (∆% = -6,92%, p=0,04) e para a RCQ (∆% = -3,44%, p<0,001). Além disso, observaram-se melhoras estatísticas para a autonomia funcional nos testes: VTC (∆% = - 36,9%, p<0,001); C10m (∆% = - 8,9%, p=0,01); LPS (∆% = - 16,7%, p=0,002); LCLC (∆% = - 16,5%, p<0,001); e no Índice GDLAM (∆% = - 14,3%, p<0,001). Conclusão: O treinamento resistido mostrou efeitos positivos para a capacidade funcional e composição corporal das mulheres em idade avançada.


Objetivo: Evaluar los efectos de un programa de entrenamiento resistido sobre la autonomía funcional y la composición corporal de mujeres adultas mayores. Método: Un total de 13 mujeres de 55±5,1 años de edad participaron en el estudio. Se evaluó la autonomía funcional y la composición corporal. El entrenamiento linear tuvo una duración de tres meses con intensidad de 65, 70 y 75% de 10 repeticiones máximas. Resultados: Hubo mejoría estadística en el porcentaje de grasa (Δ% = -6,92%, p = 0,04) y la RCC (Δ% = -3,44%, p <0,001). Además, se observó mejoría estadística de la autonomía funcional en las pruebas: PSC (Δ% = - 36,9%, p <0,001); C10M (Δ% = - 8,9%, p = 0,01); LPS (Δ% = - 16,7%, p = 0,002); LSCC (Δ% = - 16,5%, p <0,001); y en el índice GDLAM (Δ% = - 14,3%, p <0,001). Conclusión: El entrenamiento resistido mostró efectos positivos para la capacidad funcional y la composición corporal de las mujeres adultas mayores.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Atividade Motora , Composição Corporal , Força Muscular , Terapia por Exercício , Treinamento de Resistência , Brasil
4.
Rev. enferm. UFPE on line ; 5(9): 2099-2104, nov. 2011.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033376

RESUMO

Objetivo: investigar a influência da academia no comportamento sexual dos adolescentes. Método: trata-se de umapesquisa descritiva com abordagem qualitativa, cuja amostra foi de dez adolescentes do sexo masculino. A coleta ocorreunos meses de dezembro de 2009, janeiro e fevereiro de 2010, totalizando 13 visitas. Como instrumento de coleta de dadosutilizou-se questionário aberto e semi-estruturado, assim como a observação e o diário de campo. O projeto de pesquisafoi encaminhado ao Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará (COMEPE) e aprovado sob o número doprotocolo 311/09. Resultados: percebeu-se que os adolescentes têm na prática de musculação uma forma de despertar ointeresse do sexo oposto e ter um melhor desempenho no ato sexual. Sendo na academia um espaço para adquiriremsaúde e uma boa socialização. Conclusão: pela academia, os jovens podem atingir a forma física desejada e além decausar interesse no sexo oposto, sendo essencial implementar medidas que possam minimizar os riscos de contrair uma ISTaos adolescentes.


Assuntos
Masculino , Humanos , Adolescente , Sexualidade , Treinamento de Resistência , Academias de Ginástica , Epidemiologia , Exercício Físico , Pesquisa Qualitativa
5.
CuidArte, Enferm ; 5(2): 109-113, Jul-Dez. 2011. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1027844

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi analisar o impacto de dois sistemas (convencional e piramidal crescente) de treinamento com pesos(TP) na força muscular de homens adultos treinados. Foram sujeitos desta investigação 19 homens adultos jovens (23,32 ± 2,99anos), divididos aleatoriamente em grupo 1 (G1) e grupo 2 (G2) para a realização de um programa de TP por um período de seissemanas. Os participantes do G1 realizaram o treinamento utilizando o sistema convencional (3 séries por exercício, 6-12 repetiçõesmáximas) e o G2 o sistema piramidal crescente (3 séries por exercício, 12, 10 e 8 repetições máximas). A força muscular pré e pós TPfoi determinada por meio do teste...


The goal of this study was to analyse the impact of two systems (conventional and growing pyramidal) of weight training (TP) inmuscular strength of men trained adults. Have been subjected this young adult males 19 research (23.32 ± 2.99 years), dividedrandomly in group 1 (G1) and group 2 (G2) for implementing a programme of TP for a period of six weeks. The participants of thetraining were carried out using the G1 conventional system (3 sets per exercise, 6-12 reps max) and the G2 the pyramidal systemgrowing (3 sets per exercise, 12, 10 and 8 Max retries). Muscular strength pre and post TP was determined by means of a testrepetition maximum (1-RM) in exercises bench press, barbell and squat. No significant differences were observed (p0 .05) in muscularstrength, between pre and post TP moments, in none of the three exercises. In conclusion, the completion of a program of TP withduration of six weeks, using different systems (conventional and growing pyramidal) of TP, did not provide significant changes inmuscle force of men trained adults.


El objetivo de este estudio era analizar el impacto de dos sistemas (convencional y crecimiento piramidal) de peso (TP) de capacitaciónen la fuerza muscular de hombres entrenados adultos. Han sido objeto de esta investigación de los machos adultos jóvenes 19 (23.32± años 2,99), divididas al azar en grupo 1 (G1) y grupo 2 (G2) para implementar un programa de TP durante un período de seissemanas. Los participantes de la capacitación se llevaron a cabo mediante el sistema convencional de G1 (3 conjuntos por ejercicio,representantes de 6-12 máx.) y el G2 el sistema piramidal de crecimiento (3 conjuntos por ejercicio, 12, 10 y 8 reintentos de Max).Fuerza muscular pre y post TP fue determinado por medio de una prueba de repetición máxima (1-RM) en press de banca deejercicios, pesa y en cuclillas. Se observaron diferencias significativas (p0.05) en fuerza muscular, entre momentos de pre y post TP,en ninguno de los tres ejercicios. En conclusión, la realización de un programa de TP con duración de seis semanas, utilizandodiferentes sistemas (convencional y crecimiento piramidal) de TP, no aportó cambios significativos en la fuerza muscular de adultoshombres entrenados.


Assuntos
Masculino , Humanos , Adulto Jovem , Esforço Físico , Exercício Físico , Força Muscular , Levantamento de Peso , Terapia por Exercício , Treinamento de Resistência , Resistência Física
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA