Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. enferm. UERJ ; 13(3): 325-330, set.-dez. 2005. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-421665

RESUMO

Este estudo teve como objetivo determinar a frequência de hemoglobinopatias em crianças de 6 a 60 meses de idade, residentes na Vila São Pedro, Paço do Lumiar- MA e cadastradas no Programa Saúde da Família. A pesquisa foi realizada em 2003. O método utilizado para a determinação das variantes da hemoglobina foi a eletroforese da hemoglobina em amostra de 3 ml de sangue venoso. Foram analisadas 371 crianças, entre estas foram identificadas 17 portadores de hemoglobina S, duas de hemoglobina C e nenhum caso de doença da célula falciforme. Esses valores correspondem a uma frequência de 5,1 de crianças portadoras do traço falciforme. Esses achados impõem a continuidade do acompanhamento dos casos positivos e do aconselhamento genélico às famílias acometidas.


Assuntos
Criança , Humanos , Doenças Hematológicas/epidemiologia , Hemoglobinas Anormais , Hemoglobinopatias/epidemiologia , Bem-Estar da Criança , Brasil/epidemiologia , Eletroforese , Saúde da Família
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA