Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 16 de 16
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. gaúch. enferm ; 38(4): e2016-80, 2017. graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem, LILACS | ID: biblio-901684

RESUMO

Resumo OBJETIVO Analisar as representações sociais de jovens católicos(as) quanto à prevenção ao HIV/AIDS e à sexualidade. MÉTODO Estudo misto, com base na teoria das representações sociais, realizado em 2015 com 84 jovens católicos participantes do grupo "Jornada Mundial da Juventude" no Facebook. Os dados foram coletados através da técnica de associação livre de palavras e entrevista em profundidade. Para análise das informações, foram usados os softwares Tri-Deux-Mots e Alceste. RESULTADOS A sexualidade é processada no campo representacional dos(as) jovens como sendo associada à prática sexual. Por sua vez, a prevenção ao HIV, fenômeno representado como intrínseco à sexualidade, ocorre com o uso de preservativos ou com a fidelidade dentro do matrimônio. CONCLUSÃO Jovens católicos representam a prevenção ao HIV/AIDS como fenômeno transversal à sexualidade, cujas práticas sexuais estão ancoradas tanto nos discursos hegemônicos quanto nos progressistas.


Resumen OBJETIVO Analizar las representaciones sociales de los(as) jóvenes católicos(as) sobre la prevención del VIH/SIDA y la sexualidad. MÉTODO Estudio mixto, basado en la teoría de las representaciones sociales, llevado a cabo en 2015 con 84 jóvenes participantes del grupo de católicos "Jornada Mundial de la Juventud" en Facebook. Los datos fueron recolectados a través de la técnica de la asociación libre de palabras y la entrevista en profundidad. Para el análisis de la información se utilizó el software Tri-Deux-Palabras y Alceste. RESULTADOS La sexualidad es procesada en el campo representacional de los(as) jóvenes como siendo asociada con la práctica sexual. A su vez, la prevención del VIH, fenómeno representado como intrínseco a la sexualidad, se produce con el uso de preservativos o con la fidelidad dentro del matrimonio. CONCLUSIÓN Jóvenes católicos(as) representan la prevención del VIH/SIDA como fenómeno transversal a la sexualidad, cuyas prácticas sexuales están ancladas tanto en los discursos hegemónicos como en los progresistas.


Abstract OBJECTIVE To analyze the the social representations of young Catholics about HIV/AIDS prevention and sexuality. METHOD Mixed study, based on the theory of social representations, held in 2015 with 84 young Catholics participating in the group "World Youth Day" on Facebook. The data were collected through the technique of free association of words and in-depth interview. For the information analysis, the software Tri-Deux-Mots and Alceste were used. RESULTS Sexuality is processed in the representational field of young people as being associated with the sexual practice. In turn, the prevention of HIV, a phenomenon represented as intrinsic to sexuality, occurs through the use of condoms or fidelity within marriage. CONCLUSION Young Catholics represent the prevention of HIV/AIDS as a transverse phenomenon to sexuality, whose sexual practices are anchored both in hegemonic and progressive discourses.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Catolicismo , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Comportamento Sexual/psicologia , Comportamento Sexual/estatística & dados numéricos , Valores Sociais , Tabu , Análise Fatorial , Comportamento do Adolescente , Preservativos/estatística & dados numéricos , Internet , Cultura , Sexo Seguro/psicologia , Sexo Seguro/estatística & dados numéricos , Associação Livre
2.
Rev. enferm. UERJ ; 24(6): e12536, nov.-dez. 2016.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-960696

RESUMO

Objetivo: discutir o conhecimento, a forma de prevenção de outras infecções sexualmente transmissíveis e a prática do sexo seguro. Método: estudo descritivo com abordagem quantitativa, realizado com um grupo de dez gestantes soropositivas para o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) em um hospital universitário do Rio de Janeiro. Os dados foram obtidos por questionário semiestruturado entre dezembro de 2012 e março de 2013, e organizados com recurso do Microsoft Excel®. Os aspectos éticos foram respeitados, sendo o projeto aprovado sob nº CAAE-07639612.9.0000.5285. Resultados: prevaleceu o uso do preservativo masculino como referência da prática do sexo seguro, mencionado por seis mulheres. Conclusão: a gestante tem conhecimento da prática sexual segura, mas a cultura de que o preservativo atrapalha a relação sexual, além das desigualdades nas relações de gênero, constituem fatores que influenciam na decisão da mulher quanto à adoção desta prática.


Objective: to discuss knowledge of means of preventing other sexually-transmitted infections and practicing safe sex. Method: in this quantitative descriptive study of a group of ten HIV-positive pregnant women at a university hospital in Rio de Janeiro, data were collected by semi-structured questionnaire between December 2012 and March 2013, and organized using Microsoft Excel®. Ethical requirements were met, and the project approved (CAAE-07639612.9.0000.5285). Results: the predominant reference for safe sex, mentioned by six women, was to use a male condom. Conclusion: the pregnant women were aware of safe sex practices, but the culture that condoms interfere with sexual intercourse, in addition to inequalities in gender relations, influenced the women's decision to adopt this practice.


Objetivo: discutir el conocimiento, la forma de prevención de otras infecciones de transmisión sexual y la práctica del sexo seguro. Método: estudio descriptivo con enfoque cuantitativo, realizado con un grupo de diez mujeres embarazadas VIH-positivas en un hospital universitario de Rio de Janeiro. Los datos fueron obtenidos por cuestionario semiestructurado entre diciembre de 2012 y marzo de 2013, y organizados con recurso de Microsoft Excel®. Los aspectos éticos han sido respetados y el proyecto fue aprobado bajo el número CAAE-07639612.9.0000.5285. Resultados: prevaleció el uso del preservativo masculino como referencia de la práctica del sexo seguro, mencionado por seis mujeres. Conclusión: la embarazada tiene conocimiento de la práctica sexual segura, pero la cultura de que el preservativo estorba en la relación sexual, además de las desigualdades en las relaciones de género, constituyen factores que influyen en la decisión de la mujer en cuanto a la adopción de esta práctica.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adulto , Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Sexo Seguro , Gestantes , Saúde Sexual , Estudos de Avaliação como Assunto , Epidemiologia Descritiva , Saúde da Mulher , Enfermagem , Hospitais Universitários
3.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 8(4): 5184-5192, out.-dez. 2016. ilus, tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-831427

RESUMO

Objective: To analyze the scientific production about sexual practice in serodiscordant couples and highlight the implications for nursing practice. Method: This is an integrative review conducted in the databases of the Virtual Health Library, Lilacs, SciELO, Pubmed, CINAHL, and selected 12 articles that met the inclusion criteria, published from 2009 to 2014. Results: Most articles were published in 2011 and 2013 nurses in magazines Notebook Public Health Issues in Psychology and Journal of School Nursing USP; being a prevalent descriptor, marriage. The publications were grouped into two themes: Sexual practices after HIV diagnosis; serodiscordance and the emotional and sexual lives of HIV/AIDS: implications for nurses. Conclusions: Nursing actions guided sexual orientation contribute to improving the quality of life of serodiscordant.


Objetivo: Analisar a produção científica sobre a prática sexual em casais sorodiscordantes e destacar as implicações para a prática do enfermeiro. Método: Trata-se de uma revisão integrativa realizada nas bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde, Lilacs, SciELO, PubMED, CINAHL, sendo selecionados 12 artigos que atenderam aos critérios de inclusão, publicados de 2009 a 2014. Resultados: A maioria dos artigos foi publicada por enfermeiros em 2011 e 2013 nas revistas Caderno de Saúde Pública, Temas em Psicologia e Revista da Escola de Enfermagem USP; sendo prevalente o descritor casamento. As publicações foram agrupadas em duas categorias temáticas: Práticas sexuais após o diagnóstico do HIV; e Sorodiscordância na vida afetivo-sexual de portadores do HIV/AIDS: implicações para o enfermeiro. Conclusões: Ações de enfermagem pautadas na orientação sexual contribuem para melhorar a qualidade devida dos sorodiscordantes.


Objetivo: Analizar la producción científica sobre la práctica sexual enparejas serodiscordantes y destacar las implicaciones para la práctica de enfermería. Método: Esta es una revisión integral realizada en las bases de datos de la Biblioteca Virtual en Salud, Lilacs, SciELO, PubMed, CINAHL, y seleccionó 12 artículos que cumplieron los criterios de inclusión, publicados desde 2009 hasta 2014. Resultados: Más artículos fueron publicados en 2011 y 2013 enfermeras en revistas Notebook problemas de salud pública en Psicología y Revista de la Escuela de Enfermería dela USP; siendo descriptor prevalente, el matrimonio. Las publicaciones se agruparon en dos temas: las prácticas sexuales después del diagnóstico de VIH; serodiscordancia y la vida emocional y sexual de VIH / SIDA: implicaciones para las enfermeras. Conclusiones: Las acciones de enfermería guiadas orientación sexual contribuyen a mejorar la calidad de vida de las parejas serodiscordantes.


Assuntos
Humanos , HIV , Educação Sexual , Educação em Saúde , Literatura de Revisão como Assunto , Sexo Seguro , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/enfermagem , Brasil
4.
Acta paul. enferm ; 28(6): 587-592, dez. 2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-773428

RESUMO

Objetivo Identificar o uso de preservativo em pessoas que vivem com HIV/AIDS atendidas em um Serviço de Assistência Especializado em DST/HIV/AIDS e associá-los a variáveis sociodemograficas e comportamentais. Métodos Estudo transversal, realizado com 300 pessoas vivendo com HIV/AIDS com idade entre 18 e 66 anos. O teste t Student foi utilizado para comparação entre os grupos. A associação entre o uso de preservativo e os fatores sociodemograficos e comportamentais foi verificada por meio dos testes de correlação de Pearson e medida seu efeito por meio da razão de chance. Resultados Observou-se que 79,3% dos participantes relataram o uso do preservativo nas relações sexuais. Os solteiros tinham menor chance de usarem o preservativo que os casados. E não revelar a sorologia HIV positiva para o parceiro, aumenta as chances de usar o preservativo. Conclusão O uso do preservativo é uma prática frequente entre as pessoas que vivem com HIV/AIDS, mesmo quando não revelam a sorologia positiva aos parceiros, porém uma parcela significativa de pessoas solteiras têm práticas sexuais desprotegidas.


Objective Identify condom use in people living with HIV/AIS attended at a Specialized Care Service in STD/HIV/AIDS and associate it with sociodemographic and behavioral variables. Methods Cross-sectional study, involving 300 people living with HIV/AIDS between 18 and 66 years of age. Student’s t-test was used for intergroup comparison. The association between condom use and the sociodemographic and behavioral factors was verified using Pearson’s correlation tests and its effect was measured through the odds ratio. Results It was observed that 79.3% of the participants reported using condoms in sexual relations. Single people had less chance of using condoms than married women. And not revealing the HIV positive status to the partner increases the chances of using the condom. Conclusion Condom use is frequent among people living with HIV/AIDS, even when they do not reveal the positive serum status to their partners, but a significant part of the single people have unprotected sexual practices.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Preservativos , HIV , Infecções por HIV , Sexo Seguro , Comportamento Sexual , Sexo sem Proteção , Estudos Transversais
5.
Rev. enferm. UFPE on line ; 9(1): 47-53, jan. 2015.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-998425

RESUMO

Objetivo: conhecer a percepção dos homens acerca do preservativo feminino. Método: estudo exploratóriodescritivo, qualitativo. Foram informantes estudantes do Programa de Pós-graduação em Enfermagem e formandos do Curso de Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande, e seus parceiros. Neste estudo analisaram-se os formulários com as respostas dos homens. Os dados foram produzidos entre outubro de 2012 e março de 2013, com formulário semiestruturado. Na análise foi empregada a Técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética, Parecer nº36/2012. Resultados: os discursos mostraram impressões, opiniões, vantagens e desvantagens do preservativo feminino. Foi unânime a negação quanto ao uso do método de forma rotineira. Conclusão: diante da pequena familiaridade com o preservativo e das questões culturais que permeiam as práticas sexuais, sinaliza-se para a necessidade de problematizar as questões de gênero imbricadas na negociação, bem como de realizar maior divulgação sobre este método.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Preservativos Femininos , Sexo Seguro , Epidemiologia , Pesquisa Qualitativa
6.
Rev. enferm. UERJ ; 22(2): 163-168, mar.-abr. 2014.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-748579

RESUMO

Objetivou-se investigar estratégias para facilitar o uso rotineiro do preservativo feminino (PF). Pesquisa descritiva, realizada com estudantes do Programa de Pós-Graduação, formandos da Graduação em Enfermagem e seus parceiros, na Universidade Federal do Rio Grande/RS. Coletaram-se os dados entre outubro de 2012 e março de 2013, com questionário respondido anonimamente. Adotou-se o discurso do sujeito coletivo na análise e interpretação. Como vantagens destacaram a autonomia proporcionada à mulher e a dupla proteção. Como entraves, o alto custo, pouca divulgação e falta de familiaridade no manuseio. As principais estratégias apontadas foram criação de aplicador para facilitar a colocação, maior divulgação, familiaridade e envolvimento do casal na utilização do PF. Concluiu-se que os enfermeiros precisam estar capacitados para problematizar o uso e ampliar a divulgação desse método, facilitando a adoção dessa alternativa de enfrentamento de questões ligadas à saúde sexual e reprodutiva.


This descriptive study investigated strategies to facilitate the routine use of female condoms (FCs). Data were collected from October 2012 to March 2013 by questionnaires answered anonymously by postgraduate and final-year undergraduate nursing students and their partners at Rio Grande Federal University, Rio Grande do Sul. Data were analyzed and interpreted using the discourse of the collective subject. Respondents pointed to greater autonomy for women and double protection as advantages of using female condoms, whereas their high cost, the lack of information campaigns and un familiarity in handling were obstacles. The key strategies used were producing an applicator to make the FC easier to use, disseminating more information, building familiarity and involving of the couple using FCs. The study concluded that nurses must be trained to problematize FC use and to inform more widely on the method so that it can be adopted as an option in addressing issues of sexual and reproductive health.


El objetivo fue investigar estrategias para facilitar el uso rutinero del preservativo feminino (PF). Investigación descriptiva con estudiantes del Programa de Postgrado, formandos de Pregrado en Enfermería y sus parejas, en la Universidad Federal de Rio Grande/RS-Brasil. Los datos fueron recogidos entre octubre de 2012 y marzo de 2013, con cuestionario respondido anónimamente. Se tomó el discurso del sujeto colectivo en el análisis e interpretación. Como ventajas destacaron la autonomía otorgada a las mujeres y la doble protección. Como barreras, el alto costo, divulgación deficiente y falta de conocimiento en el manejo. Las principales estrategias identificadas fueron creación del aplicador para facilitar la colocación, mayor divulgación, conocimiento y participación de la pareja en el uso de PF. Se ha concluido que los enfermeros deben estar capacitados para problematizar el uso y ampliar la difusión de ese método, facilitando la adopción de esa alternativa para combatir problemas referentes a la salud sexual y reproductiva.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto Jovem , Pessoa de Meia-Idade , Cuidados de Enfermagem , Educação em Saúde , Preservativos Femininos , Sexo Seguro , Brasil , Epidemiologia Descritiva
7.
Rev. enferm. UFPE on line ; 7(4): 1073-1080, abr. 2013. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033586

RESUMO

Objetivos: saber como ocorreu a sexarca das adolescentes gestantes e descrever os fatores sociais e culturaisque envolvem a gravidez na adolescência e sua relação com a prática sexual. Método: trata-se de estudodescritivo e exploratório com 34 adolescentes gestantes na faixa etária de 15 a 18 anos e usuárias de umserviço de pré-natal de baixo risco de um hospital universitário. A coleta de dados ocorreu entre maio e julhode 2010 e foi utilizada a entrevista não estruturada. Os aspectos éticos foram observados, respeitando aResolução n. 196/96, da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), e o estudo foi aprovado pelaComissão de Ética em Pesquisa Envolvendo Seres Humanos (Coep), sob o CAAE n. 0004.0.325.2599-10.Resultados: quanto ao estado civil, 50% eram casadas ou moravam junto com o pai da criança e 73,5%possuíam o ensino fundamental incompleto. A sexarca ocorreu entre 12 e 17 anos e 52,9% não praticavamsexo seguro. Conclusão: evidencia-se a necessidade de um serviço de planejamento familiar voltado para asadolescentes, para que possam fazer escolhas conscientes.


Assuntos
Feminino , Humanos , Gravidez , Adolescente , Gravidez na Adolescência/prevenção & controle , Sexo Seguro , Características Culturais , Epidemiologia , Fatores Socioeconômicos , Pesquisa Qualitativa
8.
Rev. eletrônica enferm ; 14(2)jun. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-666993

RESUMO

O presente estudo foi realizado no hospital Dia do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes em Maceió, Alagoas, com o objetivo de analisar o conhecimento e identificar as práticas de sexo seguro das Pessoas Vivendo com HIV. Trata-se de pesquisa descritiva de abordagem qualitativa, realizada por meio de entrevista semiestruturada com treze pessoas. Os dados coletados foram organizados e analisados com base na análise temática. Os resultados apontaram para duas temáticas: A percepção do viver e conviver com HIV e A contradição entre o conhecimento e as práticas de sexo seguro. A análise evidenciou a situação de vulnerabilidade relacionada à condição de soropositividade e de marginalidade social, dificultando a convivência com o vírus e repercutindo em práticas sexuais desprotegidas. Discute-se a necessidade dos serviços desenvolverem estratégias educativas e preventivas voltadas para as pessoas que convivem com o vírus, com valorização da subjetividade em seu contexto sociocultural.


The present study was performed at the Day Hospital of Professor Alberto Antunes University Hospital in Maceió, Alagoas, with the objective to analyze the safe sex knowledge and practice of people living with HIV. This descriptive study used a qualitative approach and conducted semi-structured interviews with thirteen people. The collected data were organized and submitted to thematic analysis. The results revealed two themes: The perception of living with HIV and The contradiction between safe sex knowledge and practices. The analysis highlighted the vulnerable situation related to the condition of being HIV-positive and living in social marginality, which makes living with HIV more difficult and leads to unprotected sex practices. A discussion is presented regarding the need for services to develop educational and preventive strategies aimed at people living with the virus, taking into consideration the subjectivity of their sociocultural context.


Estudio realizado en el hospital de día del Hospital Universitario Profesor Alberto Antunes en Maceió-AL, objetivando analizar el conocimiento e identificar las prácticas de sexo seguro de personas portadoras de VIH. Investigación descriptiva de abordaje cualitativo, realizada con entrevista semiestructurada con trece personas. Datos recolectados, organizados y analizados en base a análisis temático. Los resultados expresaron dos temáticas: Percepción de vivir y convivir con HIV y Contradicción entre conocimiento y prácticas de sexo seguro. El análisis evidenció la situación de vulnerabilidad relacionada a la condición de seropositividad y de marginalidad social, dificultando la convivencia con el virus y repercutiendo en prácticas sexuales desprotegidas. Se discute la necesidad de que los servicios desarrollen estrategias educativas y preventivas orientadas a las personas que conviven con el virus, valorizando la subjetividad en su contexto sociocultural.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Sexo Seguro , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/enfermagem , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle , Vulnerabilidade a Desastres
9.
Rev. enferm. UERJ ; 18(2): 284-290, abr.-jun. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-561994

RESUMO

Objetivou-se verificar características sexuais de adolescentes usuários de drogas, drogas consumidas e intensidade do consumo; e verificar suas percepções quanto à drogadição e saúde sexual. Estudo transversal, de campo, realizado com 69 adolescentes (13 a 17 anos), acompanhados em instituição especializada em dependência química de Fortaleza-CE. Os dados foram coletados de janeiro/2007 a fevereiro/2008, por entrevista semiestruturada e organizados no Excel for Windows, sendo as questões abertas organizadas conforme técnica de análise categorial. Detectou-se baixa escolaridade, baixa renda e elevado abandono escolar. As drogas mais consumidas foram maconha e crack. Atividade sexual sob efeito de drogas foi relatada por 31 (46,9%) adolescentes e 30 (46,1%) afirmaram usar o preservativo sempre. Foi perceptível a interferência do uso de drogas na prática do sexo inseguro, deixando-os vulneráveis às DST/HIV/AIDS e gravidez não planejada. Serviços que lidam com prevenção e tratamento de drogas devem fomentar discussões sobre os riscos à saúde sexual desse público.


The sexual characteristics of adolescent drug users, the drugs they consumed and intensity of consumption were investigated, and their perceptions of drug addiction and sexual health assessed, by a transverse field study of 69 13- to 17-year-olds attending an institution specialized in addiction in Fortaleza, Ceará State. Data were collected from January 2007 to February 2008 by semi-structured interview and organized in Excel for Windows, with the open-ended questions organized using the category analysis technique. Low levels of education and income and high rates of school dropout were detected. The drugs most used were marijuana and crack. Sexual activity under the influence of drugs was reported by 31 (46.9%) adolescents, while 30 (46.1%) reported using a condom every time. Drug use influenced noticeably the practice of unsafe sex, leaving them vulnerable to STD/HIV/AIDS and unplanned pregnancies. Drug use prevention and treatment services should encourage discussions of the risks to this public’s sexual health.


Los objetivos fueron verificar características sexuales de adolescentes en uso de drogas, drogas consumidas e intensidad de la consumición; identificar sus percepciones cuanto a la drogadición y salud sexual. Estudio transversal, de campo, realizado con 69 adolescentes (13 a 17 años), atendidos en institución especializada en dependencia química de Fortaleza-CE-Brasil. Los datos fueron colectados de enero/2007 a febrero/2008, por encuesta semiestructurada y fueron organizados en el Excel for Windows, siendo las preguntas abiertas organizadas por técnica de análisis categorial. Fue detectada baja escolaridad, bajo sueldo y muy grande abandono de la escuela. Las drogas más consumidas fueron marijuana y crack. Actividad sexual bajo efecto de drogas fue dicha por 31 (46,9%) adolescentes y 30 (46,1%) afirmaron utilizar el condón siempre. Fue perceptible la interferencia del uso de drogas en la práctica del sexo inseguro, dejándolos más vulnerables a las DST/HIV/AIDS y al embarazo no previsto. Los servicios que se ocupan de la prevención y del tratamiento de drogas deben fomentar debates cuanto a los riesgos a la salud sexual de este público.


Assuntos
Humanos , Adolescente , Comportamento do Adolescente , Drogas Ilícitas , Saúde do Adolescente , Sexo Seguro , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/epidemiologia , Brasil , Estudos Transversais , Fatores Sexuais , Pesquisa Qualitativa
10.
Ciênc. cuid. saúde ; 8(1): 11-18, jan.-mar. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-644180

RESUMO

O presente estudo, de caráter longitudinal, teve por objetivos identificar o percentual de adolescentes de ambosos sexos em uso de condom em seis meses e verificar razões para continuar ou interromper o uso. Foi realizadoem um centro de saúde de Fortaleza - CE, com 30 adolescentes, acompanhados de agosto/2006 a janeiro/2007.O acompanhamento foi registrado no início do uso do preservativo, após uma semana, 15 dias, um, três e seismeses. Vinte e um (70%) adolescentes mantiveram o uso durante os seis meses. A continuidade do uso deveuseà aceitação do companheiro que foi motivado pela dinâmica adotada no estudo para repetir a experiência douso e desenvolver o hábito; a descontinuidade decorreu da dificuldade em retornar ao serviço para receber ocondom e negação do companheiro e/ou da própria adolescente ao uso (não gosta, incomoda, arde). O teste deFisher-Freeman-Halton indicou associação entre satisfação com o método e continuidade de uso (p=0,003).


A longitudinal study with the purpose of identifying the percentage of adolescents that use condoms in a sixmonths period, and verifying their reasons to continue or to discontinue the use. It was carried out in a HealthcareCenter of Fortaleza-CE, with 30 adolescents, attended from August/2006 to January/2007. The attendance wasregistered in the beginning of the condoms use, after one week, 15 days, one, three and six months. Twenty-one(70%) adolescents continued the use of condoms during six months. Continuity of the use was mainly due toacceptance of the partner who was motivated by dynamics adopted in the study to repeat the experience of useand thus develop the habit; the discontinuity was due to the difficulty in returning to the service to receive thecondom and non-acceptance of the partner and/or even of the adolescent who took part on the research (did notlike, uncomfortable, itching). The Fisher-Freeman-Halton test identified association between satisfaction with thecondoms and continuity of use (p=0,003).


Estudio longitudinal que tuvo como objetivos identificar el porcentaje de adolescentes de ambos sexos en uso decondón en seis meses y verificar las razones para continuar o interrumpir el uso. Fue realizado en un centro desalud de Fortaleza-CE, con 30 adolescentes, acompañados de agosto/2006 a enero/2007. El acompañamientofue registrado en el inicio del uso del condón, después de una semana, 15 días, uno, tres y seis meses. Veintiún(70%) adolescentes mantuvieron el uso del condón durante los seis meses. La continuidad del uso se debió a laaceptación del compañero que estuvo motivado por la dinámica adoptada en el estudio para repetir laexperiencia del uso y desarrollar el hábito; la interrupción fue consecuencia de la dificultad en retornar al serviciopara recibir el condón y la negación del compañero y/o de la propia adolescente al uso (no le gusta, molesta,arde). El test de Fisher-Freeman-Halton identificó asociación entre satisfacción con el condón y continuidad deuso (p=0,003).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Preservativos , Saúde do Adolescente , Sexo Seguro
12.
Rev. enferm. UERJ ; 13(2): 270-274, maio-ago. 2005.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-413378

RESUMO

O presente trabalho objetiva analisar uma das mais recentes e provavelmente a mais importante alternativa feminina, não só para prevenir as doenças sexualmente transmissíveis, mas de proteção contra a gravidez, o preservativo feminino. Aborda características importantes do novo condom, como suas vantagens e desvantagens, bem como a aceitabilidade por parte das clientes, enfatizando sua contribuição para o aumento da autonomia das mulheres.


Assuntos
Humanos , Feminino , Anticoncepção , Método de Barreira Anticoncepção , Preservativos Femininos , Saúde da Mulher , Serviços de Planejamento Familiar/métodos , Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle , Sexo Seguro
13.
Rev. latinoam. enferm ; 13(1): 32-37, jan.-fev. 2005.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-394201

RESUMO

Neste estudo objetivou-se identificar os fatores que interferem na manutenção do sexo seguro entre parceiros com sorologias distintas para o HIV. Os dados foram coletados através de entrevistas individuais com 11 portadores do HIV/aids que convivem com parceria soronegativa ao HIV seguidos num ambulatório especializado no atendimento a aids e analisados com base na análise de Prosa de André (1983), utilizando o referencial teórico da vulnerabilidade ao HIV/aids. A prevenção sexual do HIV/aids para a parceria não infectada constitui num dos maiores desafios para os casais sorodiscordantes, visto que o condom tem diferente aceitação entre homens e mulheres. A maior motivação para o uso do preservativo entre casais sorodiscordantes não elimina as dificuldades na sua utilização para a manutenção do sexo seguro. Os casais sorodiscordantes merecem atendimento específico, e as estratégias preventivas devem contemplar os aspectos culturais e psicossociais que se constituem em importantes aspectos de vulnerabilidade dos parceiros soronegativos


Assuntos
Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Parceiros Sexuais , HIV , Sexualidade , Sexo Seguro , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
14.
Ribeirão Preto; s.n; dez. 2004. 149f p.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1037383

RESUMO

Com o advento da terapia antiretroviral houve um aumento significativo na sobrevida e qualidade de vida dos portadores do HIV/aids. Esta nova realidade traz novas possibilidades de conviver com a aids, sendo a sorodiscordância uma delas. Este estudo teve como finalidade descrever e analisar o impacto da sorodiscordância na vida afetivo-sexual de portadores do HIV/aids que convivem com parceria heterossexual com status sorológico discordante. Como referencial teórico utilizou-se o conceito da vulnerabilidade. O local de estudo foi o ambulatório especializado no atendimento do HIV/aids do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Ribeirão Preto-SP. Os dados foram coletados através de entrevista individual gravada e organizados e analisados com base na Análise de Prosa de André (1983). A partir dos dados emergiram nove temas: A percepção da invulnerabilidade, A descoberta da soropositividade ao HIV, Via de Infecção, Revelação dodiagnóstico para o parceiro, A sexualidade, Vulnerabilidade da parceria sexual, Uso do preservativo, Saúde Sexual e Reprodutiva, A convivência. ...


Assuntos
Humanos , Qualidade de Vida , Sexo Seguro , Sexualidade , Soropositividade para HIV , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle
15.
Salvador; s.n; dez. 2001. 90f p.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1036907

RESUMO

Este é um estudo exploratório, descritivo que buscou identificar e analisar as Representações Sociais elaboradas pelos jovens do período noturno do Centro Educacional ÁlvaroMelo Vieira – CEAMEV, em Ilhéus-BA, no ano 2000, sobre a AIDS e a forma como os elementos psicossociais contidos nessas representações vêm orientando a sua prática sexual. Foram sujeitos doestudo 25 jovens, dos quais 15 eram do sexo feminino e 10 do sexo masculino. As representações advindas das entrevistas emergiram de três dimensões relacionadas ao objeto do estudo: Prevenção de AIDS, sexo seguro, sentimentos que guiam suas práticas. Os resultados revelaram adesconstrução do conceito de grupo de risco; necessidade do uso do preservativo como condiçãoimprescindível para o relacionamento sexual, compreendendo a necessidade de cuidar de si e do outro, além disso o advento da AIDS proporcionou a perda da confiança entre os parceiros. A AIDStambém foi entendida como uma doença grave, incurável, causadora da morte. Mas que medidas preventivas poderão evitá-la, ainda que para isso seja imposta a condição do afastamento do prazer e do desejo. Tais resultados poderão servir de suporte para elaboração e implementação de umprograma de atenção à saúde, direcionada a vida sexual de jovens.


Assuntos
Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Humanos , Educação Sexual , Sexo Seguro , Sexualidade , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle
16.
Rev. enferm. Inst. Mex. Seguro Soc ; 8(3): 133-137, Sept.-Dic. 2000. tab
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-970946

RESUMO

Introducción: los cambios en el estilo de vida tradicional de los adolescentes, influenciados por la excesiva información recibida respecto al inicio temprano de la actividad sexual les generan un mayor riesgo para adquirir enfermedades de transmisión sexual; por tanto, el objetivo de este estudio es establecer los factores relacionados con la adopción de medidas para la práctica del sexo seguro entre adolescentes de 15 a 19 años de edad. Material y métodos: estudio transversal descriptivo a 83 adolescentes de ambos géneros, de 15 a 19años de edad, con vida sexual activa y adscritos a la Unidad de Medicina Familiar N° 57 del Instituto Mexicano del Seguro Social quienes fueron divididos en dos grupos: el primero con 47 jóvenes que usaron condón durante las relaciones sexuales (sexo seguro) y el segundo grupo con 36 adolescentes que no lo utilizaron, las variables se analizaron con X2 y razón de momios, cuando se obtuvo significancia. Resultados: se detectó uso de condón en la primera y última relación sexual, así como método de planificación familiar los cuales se relacionan con la práctica del sexo seguro. Discusión: los resultados difieren de otros estudios en una proporción mayor, respecto a la adopción de sexo seguro y a la edad de inicio de las relaciones sexuales. El uso de condón, durante la primera relación sexual, favorece que los adolescentes continúen utilizándolo en forma posterior.


Objective: to establish the factors associated with taking up the safe sex among teenagers of 15-19 years old at the responsability area of the Family Medicine Unit number 57. Material and methods: transversal, comparativa study in 83 teenagers with both sex, of 15-19 years with sexual activity. They were divided in 2 groups: group A with 47 teenagers who use condom during their sexual relations (safe sex) and group B with 36 teenagers who no use it, the variables were analyzed by X2 and with odds ratio when were significativa. Results: this study showed that the use of condom in their first sexual experience, in their last sexual experience and the use of a family planification method were relationed with taking up of safe sex, and the other variables no have relation. Conclusions: taking up the safe sex of condom during the first sexual experience favors its use in future events among teenagers.


Assuntos
Adolescente , Atenção Primária à Saúde , Sexo , Educação Sexual , Estudo Comparativo , Doenças Sexualmente Transmissíveis , Estudos Transversais , Adolescente , Preservativos , Sexo Seguro , Saúde do Adolescente , Hospitais Públicos , México
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA