Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Belo Horizonte; s.n; 2019. 199 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-996859

RESUMO

Introdução: Essa tese é resultado de estudos sobre a deficiência intelectual (DI) em relação as habilidades adaptativas práticas, sociais e conceituais. Com o intuito de problematizar um cenário de falta de instrumentos capazes de avaliar as referidas habilidades, consistiu na elaboração de um aplicativo apto a auxiliar o processo avaliativo de indivíduos com DI. Objetivo: Construir um aplicativo projetado para identificar habilidades adaptativas práticas, sociais e conceituais de crianças e adolescentes com DI, com base na teoria de Lev Vygotsky. Método: Estudo multimétodo com procedimentos quantitativos e qualitativos realizado em três etapas, em uma instituição filantrópica na cidade de Campina Grande, Paraíba, Brasil. Na primeira etapa, foi realizado estudo transversal em prontuários de 450 usuários com DI. Os dados foram tabulados e analisados por meio do programa Statistical Package for the Social Sciences® versão 20.0 (SPSS). Na segunda etapa, foi realizada uma pesquisa descritiva com aplicação de um questionário sobre as habilidades adaptativas. A análise dos dados foi dividida em dois momentos. No primeiro, considerou-se os 200 questionários dos 100 cuidadores e 100 pessoas com DI, sobre habilidades adaptativas práticas. Depois, foram abordadas as habilidades adaptativas sociais e conceituais, considerando os 100 cuidadores, nove professores e 100 pessoas com DI. Ao todo foram administrados 300 questionários aplicados com participantes. Os dados foram processados pela Análise Fatorial de Correspondência no programa Tri-deux-Mots. A terceira etapa foi conduzida, em três fases: (1) realização de validação de conteúdo das imagens a serem utilizadas no aplicativo Autonomy, por meio do programa SurveyMonkey, iniciando o processo de informatização do aplicativo; (2) avaliação dos atributos de qualidade, por doze profissionais da saúde e da educação, por meio de um grupo focal e por dois profissionais da computação, mediante um questionário via e-mail; e (3) validação clínica do aplicativo Autonomy, com a participação de 200 crianças e adolescentes com DI, por meio da análise fatorial exploratória (AFE), que foi procedida utilizando o software FACTOR versão 9.20 para a validação dos itens que compunham o aplicativo, excluindo aqueles que não alcançaram cargas fatoriais maiores que 0,3. Resultados: Na primeira etapa, estudando o perfil demográfico dos usuários da instituição pesquisada, encontrou-se que 61,4% dos usuários não sabem ler nem escrever e 12,2% sabem, sendo esta última mais representativa em famílias com renda igual ou superior a um salário mínimo (56,4%) e com mais 13 anos de idade (90,9%). Na segunda etapa, constatou-se que o grupo de pessoas com DI de escolaridade mais avançada, quando comparado aos outros grupos, demonstrou mais indicativos de autonomia em relação ao desempenho de atividades da vida diária e de atividades instrumentais da vida diária. No tocante às habilidades conceituais, os alunos revelaram ter autonomia em relação às atividades escolares, o que não coincidiu com a opinião dos cuidadores e professores. Na terceira etapa, verificou-se que as imagens que compõem o Autonomy apresentaram um índice de validade de conteúdo acima de 80%. Na avaliação dos atributos de qualidade, o grupo focal fez sugestões de alterações como gravação do áudio, tela de instruções para os emojis e outras, as quais foram acatadas e melhoraram o desempenho do aplicativo. Com a AFE, observou-se evidências de que o aplicativo possui itens confiáveis. Foram excluídos os itens _acordar', _assistir TV', _se reunir com a família', _animal de estimação' e _estudar com ajuda'. Conclusão: Pessoas com DI apresentam tempo diferenciado de aprendizado de leitura e escrita. Contudo, mais importante do que saber ler e escrever é saber utilizar e atribuir sentido a sua prática. O problema do diagnóstico deixa em evidência tanto a dificuldade de atuação dos profissionais da saúde, como os instrumentos existentes (cognitivos ou de avaliação das habilidades adaptativas) que não são válidos para auxiliar 14 no diagnóstico. Os profissionais da educação e da saúde e os cuidadores podem colaborar de forma mais efetiva no desenvolvimento da autonomia das pessoas com DI, promovendo ambiente mais interativo e que favoreça o desenvolvimento de tais habilidades. A construção do aplicativo Autonomy foi avaliada de forma adequada pelos profissionais da saúde, da educação e da computação, proporcionado a identificação das habilidades adaptativas dos indivíduos com DI.


Introduction: This thesis is the result of studies about intellectual disability (ID) in relation to practical, social and conceptual adaptive skills. In order to problematize a scenario of lack of instruments capable of evaluating said abilities, it consisted in the elaboration of an applicator able to assist the evaluation process of individuals with ID. Objective: To construct an applicator designed to identify practical, social and conceptual adaptive skills of children and adolescents with ID, based on Lev Vygotsky's theory. Methodology: A multi-method study with quantitative and qualitative procedures carried out in three stages at a philanthropic institution in the city of Campina Grande, Paraíba, Brazil. In the first stage, a cross-sectional study was carried out in the medical records of 450 IDP users. The data were tabulated and analyzed through the Statistical Package for the Social Sciences® version 20.0 (SPSS) program. In the second step, a descriptive research was carried out with the applicator of a questionnaire on adaptive skills. The analysis of the data was divided in two moments. In the first one, we considered the 200 questionnaires of 100 caregivers and 100 people with ID on practical adaptive skills. Then, we approached the social and conceptual adaptive skills, considering the 100 caregivers, nine teachers and 100 people with ID. In all, 300 questionnaires were administered with participants. The data were processed by Factorial Matching Analysis in the Tri-deux-Mots program. The third step was conducted in three phases: (1) validation of content of the images to be used in the applicator Autonomy, through the program SurveyMonkey, initiating the process of computerization of the applicator; (2) evaluation of quality attributes by twelve health and education professionals, through a focus group and two computer professionals, through a questionnaire via e-mail; and (3) clinical validation of the Autonomy applicator, with the participation of 200 children and adolescents with DI, through exploratory factorial analysis (AFE), which was performed using FACTOR software version 9.20 for validation of the items that composed the application, excluding those that did not reach factorial loads greater than 0.3. Results: In the first stage, studying the demographic profile of the users of the institution studied, it was found that 61.4% of users do not know how to read or write and 12.2% know, the latter being more representative in families with equal or higher income to a minimum wage (56.4%) and a 13-year-old (90.9%). In the second stage, it was verified that the group of people with ID of more advanced schooling, when compared to the other groups, showed more indicative of Autonomy in relation to the performance of activities of daily living and instrumental activities of daily life. Regarding the conceptual skills, the students showed Autonomy in relation to the school activities, which did not coincide with the opinion of the caregivers and teachers. In the third step, it was verified that the images that make up the Autonomy presented a index of validity of content above 80%. In assessing quality attributes, the focus group made suggestions for changes such as audio recording, emoji instruction screen and others, which were followed and improved application performance. With AFE, there was evidence that the applicator has trusted items. The items 'wake up', 'watch TV', 'reunite with family', 'pet' and 'study with help' were excluded. Conclusion: People with ID have a differentiated learning time for reading and writing. However, it is more important to know how to use and give meaning to your practice than reading and writing. The problem of diagnosis reveals both the difficulty of health professionals and the existing instruments (cognitive or assessment of adaptive skills) that are not valid to aid in diagnosis. Education and health professionals and caregivers can collaborate more effectively in developing the autonomy of people with ID, promoting a more interactive environment that favors the development of such skills. The construction of the Autonomy 16 applicator was adequately evaluated by health, education and computing professionals, providing the identification of the adaptive skills of individuals with ID.


Assuntos
Humanos , Criança , Adolescente , Validação de Programas de Computador , Adaptação Psicológica , Autonomia Pessoal , Habilidades Sociais , Deficiência Intelectual/diagnóstico , Fatores Socioeconômicos , Inquéritos e Questionários , Dissertação Acadêmica , Educação de Pessoa com Deficiência Intelectual/métodos
2.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 53: e03481, 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1013175

RESUMO

RESUMO Objetivo Analisar as habilidades sociais e conceituais de pessoas com deficiência intelectual. Método Pesquisa descritiva com 100 cuidadores, nove professores e 100 pessoas com deficiência intelectual de uma Instituição Filantrópica de Campina Grande, Paraíba, Brasil. A idade dos indivíduos que participaram do estudo variou entre 9 e 83 anos. Foram administrados 300 questionários. Os dados foram processados pela Análise Fatorial de Correspondência no programa Tri-Deux-Mots . Resultados Considerando o plano fatorial de correspondência, destaca-se que as habilidades sociais dos alunos na faixa etária entre 21 e 40 anos foram relacionadas a jogar jogos educativos, jogar bola com amigos e namoro. No tocante às habilidades conceituais, os alunos revelaram ter autonomia em relação às atividades escolares, contudo, os cuidadores enfatizaram que eles não possuem autonomia em relação a essas habilidades. Ao perceber as realidades de alunos de turmas diferentes, os professores apresentaram opiniões opostas no tange às questões de dependência e independência. Conclusão Os profissionais da educação e da saúde e os cuidadores podem colaborar de forma mais efetiva para o desenvolvimento da autonomia das pessoas com deficiência intelectual, promovendo um ambiente mais interativo e que proporcione o desenvolvimento de habilidades e o estabelecimento de relações interpessoais sem discriminação, descrédito e preconceito.


RESUMEN Objetivo Analizar las habilidades sociales y conceptuales de personas con Deficiencia Intelectual. Método Investigación descriptiva con 100 cuidadores, nueve profesores y 100 personas con Deficiencia Intelectual de un centro filantrópico de Campina Grande, Paraíba, Brasil. La edad de los individuos que participaron en el estudio varió entre 9 y 83 años. Fueron administrados 300 cuestionarios. Los datos fueron procesados por el Análisis Factorial de Correspondencia en el programa Tri-Deux-Mots. Resultados Considerándose el plano factorial de correspondencia, se destaca que las habilidades sociales de los alumnos en el rango de edad entre 21 y 40 años se vincularon a jugar a juegos educativos, jugar a la pelota con los amigos y relaciones amorosas. En lo que se refiere a las habilidades conceptuales, los alumnos revelaron tener autonomía con respecto a las actividades escolares. Sin embargo, los cuidadores subrayaron que ellos no tienen autonomía con relación a dichas habilidades. Al darse cuenta de las realidades de alumnos de grupos diferentes, los profesores presentaron opiniones opuestas en lo que se refiere a temas de dependencia e independencia. Conclusión Los profesionales de la educación y la salud y los cuidadores pueden colaborar de modo más efectivo hacia el desarrollo de la autonomía de las personas con Deficiencia Intelectual, promocionando un entorno más interactivo y que proporcione el desarrollo de habilidades y el planteamiento de relaciones interpersonales sin discriminación, descrédito y prejuicio.


ABSTRACT Objective To analyze the social and conceptual skills of people with Intellectual Disability. Method A descriptive study conducted with 100 caregivers, 9 teachers and 100 people with Intellectual Disability from a Philanthropic Institution in Campina Grande, Paraíba, Brazil. The participants ages in the study ranged from 9 to 83 years. Three-hundred (300) questionnaires were administered. The data were processed by Factorial Matching Analysis in the Tri-Deux-Mots program . Results Considering the factorial correspondence plan, it should be noted that the social skills of students in the age group between 21 and 40 years were related to playing educational games, playing ball with friends and dating. Regarding conceptual skills, students revealed autonomy in relation to school activities, however the caregivers emphasized that they lack autonomy in relation to these skills. In perceiving the realities of students from different classes, teachers presented opposing opinions on dependency and independence issues. Conclusion Education and health professionals and caregivers can collaborate more effectively in developing the autonomy of people with Intellectual Disability by promoting a more interactive environment which provides skills development and interpersonal relationships without discrimination, disrespect or prejudice.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Adaptação Psicológica , Autonomia Pessoal , Habilidades Sociais , Deficiência Intelectual , Epidemiologia Descritiva , Cuidadores
3.
Rev. enferm. neurol ; 17(1): 19-27, ene-abr. 2018.
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1047028

RESUMO

Objetivo: este estudio analiza los factores familiares relacionados a habilidades sociales en adolescentes de una Institución Educativa Estatal en Lima. Marco teórico: la familia es el elemento natural y fundamental de la sociedad y tiene de-recho a la protección de la sociedad y del Estado, de tal manera, que es el lugar primordial donde se comparten y gestionan los riesgos sociales de sus miembros. Las habilidades sociales constituyen conductas emitidas por un individuo en un contexto interpersonal que expresa sus sentimientos, actitudes, deseos de un modo adecuado a la situación. Material y métodos: estudio de enfoque cuantitativo, correlacional y transversal; la mues-tra fue de 236 adolescentes de una institución educativa estatal en Lima, siendo seleccio-nada mediante muestreo probabilístico aleatorio. Se realizó la recolección de datos a través de la aplicación de cuestionarios que incluyeron al Apgar Familiar y el Test de Habilidades Sociales, el análisis de los datos se efectuó aplicando estadística descriptiva e inferencial a través de Chi cuadrada. Resultados: los factores familiares de los adolescentes son en unos 66% desfavorables y un 34% favorables, como consecuencia de la estructura familiar el 47% son monoparentales, a su vez el 51% tiene disfunción moderada y el 66,00% trato inadecuado. En relación a las habilidades sociales las adolescentes presentan un 32% de nivel promedio, seguida del 20% de promedio bajo, el 18% bajo y 6% muy bajo. Los resultados del análisis correlacional evidencian una relación significativa entre los factores familiares y las habilidades sociales de las adolescentes


Assuntos
Humanos , Família , Comportamento , Habilidades Sociais
4.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 52: e03391, 2018.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-985031

RESUMO

RESUMO Objetivo Analisar as percepções de enfermeiros sobre as habilidades sociais utilizadas na gerência do cuidado em um hospital. Método Pesquisa qualitativa, compreensiva, realizada em um hospital universitário público do Sul do Brasil, com enfermeiros estatutários selecionados intencionalmente, os quais foram submetidos à entrevista semiestruturada, cujos dados foram tratados pela análise compreensiva. Resultados Participaram do estudo 11 enfermeiros. Identificaram-se três categorias empíricas: Principais habilidades sociais na gerência do cuidado: especificidades e entrelaces; Fatores intervenientes no uso das habilidades sociais; e Benefícios das habilidades sociais à gerência do cuidado de enfermagem. Conclusão A percepção dos participantes sobre as habilidades sociais em sua prática gerencial fornece informações à instituição para potencializar os intervenientes positivos neste processo e, ainda, para lapidar a cultura organizacional por meio de processos educativos que melhorem os intervenientes negativos e contribuam para a valorização das relações interpessoais no cotidiano laboral do enfermeiro.


RESUMEN Objetivo Percepciones de enfermeros acerca de las habilidades sociales utilizadas en la gestión del cuidado en un hospital. Método Investigación cualitativa, comprensiva, realizada en un hospital universitario público del Sur de Brasil, con enfermeros estatutarios seleccionados intencionalmente, quienes fueron sometidos a la entrevista semiestructurada, cuyos datos fueron tratados por análisis comprensivo. Resultados Participaron en el estudio 11 enfermeros. Se identificaron tres categorías empíricas: Principales habilidades sociales en la gestión del cuidado: especificidades y entrelazamientos; Factores intervinientes en el uso de las habilidades; y Beneficios de las habilidades sociales para la gestión del cuidado de enfermería. Conclusión La percepción de los participantes acerca de las habilidades sociales en su práctica de gestión proporciona informaciones al centro para potenciar a los intervinientes positivos en ese proceso y asimismo para esculpir la cultura organizativa mediante procesos educativos que mejoren los intervinientes negativos y contribuyan a la valorización de las relaciones interpersonales en el cotidiano laboral del enfermero.


ABSTRACT Objective To analyze nurses' perceptions about the social skills used in care management in a hospital. Method A qualitative, comprehensive study conducted in a public university hospital in the South of Brazil with intentionally selected statutory nurses who were submitted to a semi-structured interview, with the data subsequently treated by a comprehensive analysis. Results Eleven nurses participated in the study. Three empirical categories were identified: Main social skills in care management: specificities and interlaces; Factors involved in using social skills; and Benefits of social skills in nursing care management. Conclusion Participants' perception of social skills in their managerial practice provides information for the institution to empower the positive actors in this process, and also to mold the organizational culture through educational processes that improve negative actors and contribute to appreciating interpersonal relationships in the nurses' daily routines.


Assuntos
Supervisão de Enfermagem , Habilidades Sociais , Serviço Hospitalar de Enfermagem , Pesquisa Qualitativa , Hospitais Universitários , Relações Interpessoais , Liderança
5.
Rev. enferm. UERJ ; 25: [e30003], jan.-dez. 2017. ilus
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-916546

RESUMO

Objetivo: analisar a dimensão imaginativa de profissionais de enfermagem sobre sua autopercepção ao comunicar notícias difíceis aos clientes e seus familiares. Método: abordagem sociopoética como método da pesquisa realizada de agosto a setembro de 2016, num hospital do Rio de Janeiro, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, protocolo número 1.708.125. Participaram oito profissionais de enfermagem desenvolvendo a prática artística - Vivência de lugares geomíticos, norteada pela questão: se a comunicação de notícias difíceis fosse um lugar geomítico, como ele seria? Os dados foram submetidos à análise categorial temática e descritos no estudo classificatório. Resultados: três categorias foram delimitadas expressando a comunicação de notícias difíceis como: uma experiência assustadora; uma experiência positiva; e uma experiência de superação. Conclusão: na dimensão imaginativa dos participantes a comunicação de notícias difíceis aos clientes atendidos e familiares caracterizou-se como situação difícil de enfrentar.É preciso desenvolver novas investigações sobre comunicação dessas notícias, utilizando concepções teórico-filosóficas e novos referenciais para maior visibilidade deste tema.


Objective: to examine nursing professionals' imaginations as a dimension of their self-perception when communicating difficult news to clients and their families. Method: after research ethics committee approval (protocol 1.708.125), the sociopoetic approach was applied as method in a study conducted from August to September 2016 at a hospital in Rio de Janeiro, in which 12 nursing professionals participated in the artistic practice "Living in Geomythical Places", guided by the question: If communicating difficult news were a geomythical place, what would it be like? The resulting data were analyzed using thematic category analysis and described in the classificatory study. Results: three categories were delimited, expressing the communication of difficult news as: a frightening experience; a positive experience; and an experience of overcoming. Conclusion: in the participants' imaginative dimension, the communication of difficult news to clients and their relatives was characterized as a difficult situation to face. Further studies of the communication of such news should be conducted using theoretical and philosophical conceptions and new frames of reference to give greater visibility to this issue.


Objetivo: analizar la dimensión imaginativa de profesionales de enfermería sobre su autopercepción al comunicar noticias difíciles a los clientes y sus familiares. Método: enfoque sociopoético como método de la investigación realizada de agosto a septiembre de 2016, en un hospital de Río de Janeiro, después de la aprobación del Comité de Ética en Investigación, protocolo número 1.708.125. Participaron ocho profesionales de enfermería desarrollando la práctica artística: Vivencia de lugares geomíticos, orientada por la cuestión: si la comunicación de noticias difíciles fuera un lugar geomítico, ¿cómo sería? Se analizaron los datos mediante análisis categorial temático y después fueron descritos en el estudio clasificatorio. Resultados: tres categorías fueron delimitadas expresando la comunicación de noticias difíciles como: una experiencia aterradora; una experiencia positiva; y una experiencia de superación. Conclusión: en la dimensión imaginativa de los participantes la comunicación de noticias difíciles a los clientes atendidos y familiares se caracterizó como situación difícil de enfrentar. Hace falta desarrollar nuevas investigaciones sobre comunicación de esas noticias, utilizando concepciones teóricofilosóficas y nuevos sistemas de referencias para mayor visibilidad de este tema.


Assuntos
Humanos , Prognóstico , Doença Catastrófica , Enfermagem , Morte , Empatia , Comunicação em Saúde , Habilidades Sociais
6.
Rev. enferm. UERJ ; 25: [e26393], jan.-dez. 2017. ilus
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-947777

RESUMO

Objetivo: analisar a produção científica sobre as relações humanas no trabalho de enfermagem com foco nas relações interpessoais. Método: revisão integrativa realizada nas bases de dados LILACS, MEDLINE, BDENF e repositório SCIELO dos anos 2000 a 2015. Aplicou-se a análise de conteúdo temática, emergindo as categorias: habilidades sociais e gestão/formação do enfermeiro. Resultados: selecionou-se um total de nove artigos que constituiu o corpus de análise. As habilidades sociais são aquelas que atendem diferentes expectativas interpessoais no ambiente de trabalho. Evidenciou-se que a presença de acolhimento, vínculo, cooperação, solidariedade, comprometimento e comunicação efetiva são determinantes para um ambiente favorável de trabalho, uma vez que a ausência destes atributos pode suscitar dificuldades no gerenciamento de pessoas. Conclusão: a gestão de pessoas com enfoque nas interações sociais aponta a necessidade do enfermeiro estimular nas equipes habilidades relacionais quebrando o paradigma com ênfase na área burocrática do gerenciamento.


Objective: to analyze the scientific production on human relations in nursing work, focusing on interpersonal relations. Method: integrative review in the LILACS, MEDLINE, BDENF and SCIELO repository databases from 2000 to 2015. When thematic content analysis was applied, the following categories emerged: social skills and nurse training/management. Results: a total of nine articles were selected that constituted the corpus of analysis. Social skills are those that meet different interpersonal expectations in the workplace. It was evidenced that the presence of embracement, bonding, cooperation, solidarity, commitment and effective communication are determinants of a favorable work environment; the absence of these attributes can pose difficulties for people management. Conclusion: people management focused on social interactions poses the need for nurses to encourage relational skills in teams and to break with the paradigm that emphasizes the bureaucratic area of management.


Objetivo: analizar la producción científica sobre las relaciones humanas en el trabajo de enfermería con foco en las relaciones interpersonales. Método: revisión integrativa realizada en las bases de datos LILACS, MEDLINE, BDENF y repositorio SCIELO de los años 2000 a 2015. Se aplicó el análisis de contenido temático, emergiendo las categorías: habilidades sociales y gestión/formación del enfermero. Resultados: se seleccionó un total de nueve artículos, lo que constituyó el corpus de análisis. Las habilidades sociales son aquéllas que atienden diferentes expectativas interpersonales en el ambiente de trabajo. Se evidenció que la presencia de acogida, vínculo, cooperación, solidaridad, compromiso y comunicación efectiva son determinantes para un ambiente favorable de trabajo, ya que la ausencia de estos atributos puede suscitar dificultades en la gestión de personas. Conclusión: la gestión de personas con enfoque en las interacciones sociales apunta a que el enfermero debe estimular en los equipos habilidades relacionales rompiendo el paradigma con énfasis en el área burocrática de la gestión.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Organização e Administração , Ambiente de Trabalho , Enfermagem , Habilidades Sociais , Relações Interpessoais , Administração de Recursos Humanos , Brasil , Saúde do Trabalhador , Revisão
7.
J. nurs. health ; 7(3): e177304, dez.2017.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1029171

RESUMO

Objetivo: demonstrar as possibilidades de uma oficina multiprofissional no desenvolvimento de habilidades específicas e de relacionamento. Métodos: relato de experiência descrevendo a construção do Jornal do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Resultados: empoderamento através do aprendizado de ferramentas como computador e internet; desenvolvimento de capacidades relacionais, como liderança, autonomia, exposição de ideias e trabalho em equipe. Considerações finais: destaca-se o potencial de uma atividade organizadora, cujo produto final é um material impresso, para o crescimento e desenvolvimento de competências e habilidades específicas e relacionais, aspectos importantes para a efetiva reinserção social.


Objective: to demonstrate the possibilities of a multidisciplinary workshop on developing hard andsoft skills to improve rehabilitation. Methods: experience’s description of conducting a workinggroup aimed to writing and editing a newspaper. Through such specific task, different hard and softskills are developed. Hard skills are specific abilities, such as using the computer and the internet,whereas soft skills are social skills, such as how to relate to others and negotiate. Results:empowerment of the clients by enhancing abilities with tools like the computer and the internet;Development of relational capacities, such leadership and group working. Final considerations: thismultidisciplinary therapeutic workshop is useful to enhance clients’ work and social skills and improve their rehabilitation process.


Assuntos
Humanos , Aptidão , Habilidades Sociais , Promoção da Saúde , Reabilitação , Transtornos Mentais
8.
Rio de Janeiro; s.n; 2017. 151 p. il. color..
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-970419

RESUMO

Profissionais de enfermagem atuantes em instituições de saúde lidam constantemente com o sofrimento de clientes hospitalizados e familiares acometidos por doenças de difícil restabelecimento e/ou possibilidade de morte iminente. Considerando a comunicação de notícias difíceis como parte integrante da vida desses trabalhadores, apresentamos o problema: como você se percebe ao comunicar notícias difíceis sobre clientes com dificuldade de recuperação da saúde e/ou possibilidade de morte iminente? Tivemos como objetivos: analisar a dimensão imaginativa de profissionais de enfermagem sobre sua autopercepção ao comunicar notícias difíceis aos clientes hospitalizados e aos seus familiares; compreender o significado de notícia difícil na perspectiva dos profissionais de enfermagem; desvelar o significado de comunicar uma notícia difícil a seus clientes e familiares para os profissionais de enfermagem. A Teoria do Cuidado Transpessoal de Watson foi aplicada como referencial teórico. Optou-se pela abordagem qualitativa que utilizou a filosofia e teoria Sociopoética como método de pesquisa. O campo de pesquisa foi um hospital municipal, localizado na cidade do Rio de Janeiro ­ Brasil, com referência em atendimento às pessoas com adoecimentos graves. Os participantes da pesquisa que compôs o Grupo­Pesquisador (GP) foram enfermeiros e técnicos de enfermagem atuantes no hospital selecionado. Após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa a investigação foi realizada nos meses de agosto a setembro de 2016. Para produção dos dados aplicou-se as práticas de pesquisa: Vivência de Lugares Geomíticos (VLG) e a Dinâmica do Corpo como Território Mínino (DCTM). Para a VLG, utilizou-se um formulário contendo a questão norteadora: se a forma de comunicação de notícias difíceis fosse um lugar geomítico, como ela seria? Para a DCTM, utilizou-se um formulário com a questão norteadora: como você percebe seu corpo ao comunicar uma notícia difícil? As produções obtidas nessas práticas foram interpretadas e descritas pelos copesquisadores, sendo que na DCTM foram elaborados desenhos livres representativos da percepção do corpo antes e após a comunicação de uma notícia difícil. Essas técnicas artísticas foram aplicadas após as dinâmicas de sensibilidade e relaxamento, visto que o método escolhido trabalha com o imaginário. A produção dos dados foi analisada utilizando a análise categorial temática. A descrição dos resultados aplicou o estudo sociopoético classificatório, que destaca as oposições, dicotomias, alternativas e escolhas existentes na produção do GP. Os resultados obtidos foram validados pelo GP. Com a VLG foram delimitadas as categorias temáticas: Comunicação de notícias difíceis ­ uma experiência para incentivar a esperança; Comunicação de notícias difíceis ­ uma experiência difícil de enfrentar; e Comunicação de notícias difíceis ­ uma experiência de superação. Com a DCTM, foram delimitadas 14 categorias temáticas, das quais se destacam: Coração aberto para comunicar a notícia difícil; Coração partido quando se comunica a notícia difícil; Coração apertado para comunicar a notícia difícil; Cuidado humanizado de comunicar notícia difícil; Comunicando a notícia difícil de forma empática. Concluiu-se que a dimensão imaginativa dos copesquisadores é de que a comunicação de notícias difíceis aos clientes hospitalizados e familiares é uma experiência difícil de enfrentar, a qual é feita com o coração apertado.


Nursing professionals working in health institutions are constantly dealing with the suffering of hospitalized clients and relatives suffering from diseases that are difficult to recover and/or the possibility of impending death. Considering the communication of difficult news as an integral part of the life of these workers, we present the problem: how do you see yourself when communicating difficult news about clients with difficulty in recovering health and/or possibility of impending death? The objectives were: to analyze the imaginative dimension of nursing professionals about their self-perception when communicating difficult news to hospitalized clients and their relatives; to understand the meaning of difficult news from the perspective of nursing professionals; to unveil the meaning of communicating difficult news to their clients and family members to nursing professionals. Watson's Theory of Transpersonal Care was applied as a theoretical reference. The qualitative approach was chose and used the philosophy and sociopoetic theory as a research method. The research field was a municipal hospital, located in the city of Rio de Janeiro - Brazil, with reference to care for people with severe illness. The research participants who composed the Researcher Group (RG) were nurses and nursing technicians working in the selected hospital. After the approval of the Research Ethics Committee, the research was carried out from August to September 2016. For the production of the data the research practices were applied: Geomantic Place Experience(GPE) and Body Dynamics as Minimum Territory (BDMT). For GPE, a form containing the guiding question was used: if the form of communication of difficult news was a geomantic place, what would it be like? For BDMT, a form with the guiding question was used: how do you perceive your body when communicating difficult news? The productions obtained in these practices were interpreted and described by the co-researchers, and in the BDMT, were elaborated free drawings representative of the perception of the body before and after the communication of difficult news. These artistic techniques were applied after the dynamics of sensitivity and relaxation, since the chosen method works with the imaginary. Data production was analyzed using thematic categorical analysis. The description of the results applied the sociopoetic classificatory study, which highlights the oppositions, dichotomies, alternatives and choices that exist in RG production. The results were validated by RG. With GPE, the thematic categories were delimited: Difficult news communication - an experience to encourage hope; Difficult news communication - a difficult experience to face; and Difficult news communication - an experience of overcoming. With the BDMT, 14 thematic categories were delimited, of which they stand out: Open heart to communicate the difficult news; Broken heart when communicating the difficult news; Heart tight to communicate difficult news; Humanized care of communicating difficult news; Communicating the difficult news empathically. It has been concluded that the imaginative dimension of the co-researchers is that the communication of difficult news to hospitalized clients and family is a difficult experience to face, which is done with a tight heart.


Assuntos
Humanos , Enfermagem/métodos , Pessoal de Saúde , Comunicação em Saúde , Habilidades Sociais
9.
Rev. bras. enferm ; 67(3): 450-456, May-Jun/2014. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-715701

RESUMO

Objetivou-se comparar os sintomas de depressão entre residentes em um Condomínio para idosos e na comunidade. Estudo quantitativo, realizado junto a 210 idosos do município de Maringá-PR. Os dados foram coletados entre novembro de 2011 a fevereiro de 2012, utilizando-se o instrumento BOAS, e submetidos a análise estatística. Dentre os idosos em estudo, 23,3% evidenciavam depressão, com razão de chance de ocorrência maior para os residentes do Condomínio. Apesar da oferta de atividades pela organização desta modalidade habitacional, evidenciou-se que os idosos com depressão são justamente aqueles que, por si só, não participam das atividades. Assim, é importante que os profissionais identifiquem precocemente estes idosos e desenvolvam estratégias de fortalecimento de vínculo, com o objetivo de impedirem a evolução do quadro e contribuir para a promoção de sua saúde mental e qualidade de vida.


This study aimed to compare the symptoms of depression among elderly living in a Condo for elderly and in the community. A quantitative study was conducted with 210 elderly in the city of Maringá-PR. Data were collected between November 2011 and February 2012, using the instrument BOAS, and subjected to statistical analysis. Among the subjects studied, 23.3% had depression, with an odds ratio of greater occurrence for residents of the Condominium. Despite the range of activities the organization of this housing type, it was observed that the elderly with depression are precisely those which by itself does not participate in the activities. It is therefore important that professionals identify early these elderly, to develop strategies to strengthen the bond in order to prevent the evolution of the situation and to contribute to the promotion of mental health and quality of life.


Este estudio tuvo como objetivo comparar los síntomas de la depresión entre los ancianos residentes en uno Condominio y en la comunidad. Estudio cuantitativo realizado con 210 ancianos en la ciudad de Maringá-PR. Los datos fueron recolectados entre noviembre 2011 y febrero de 2012 utilizando el instrumento BOAS y se sometieron a análisis estadístico. Entre los ancianos estudiados, el 23,3% tenían depresión, con una odds ratio de mayor incidencia para los residentes del Condominio. A pesar de la gama de actividades de la organización de este tipo de vivienda, se observó que los ancianos con depresión son, precisamente, los que por sí mismo no participa en las actividades. Por tanto, es importante que los profesionales identifiquen cedo estos ancianos y desarrollen estrategias para fortalecer el vínculo con ellos a fin de evitar la evolución de la situación depresiva y contribuyan a la promoción de la salud mental y calidad de vida.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Depressão/diagnóstico , Instituição de Longa Permanência para Idosos , Vida Independente , Depressão/prevenção & controle , Depressão/psicologia , Habilidades Sociais , Fatores Socioeconômicos
10.
Rev. enferm. UFPE on line ; 6(1): 156-164, jan.2012.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033444

RESUMO

Objetivo: identificar os dispositivos de produção da subjetividade na formação do enfermeiro, no âmbito do curso degraduação em Enfermagem da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Metodologia: trata-se de estudodescritivo com abordagem qualitativa. Os sujeitos da pesquisa foram os docentes e os discente s da Faculdade deEnfermagem da UERN. Os critérios de inclusão foram: ser enfermeiro e docente da Faculdade de Enfermagem da UERN. Ocritério de exclusão foi estar institucionalmente afastado das atividades docentes. Os dados foram produzidos a partir doprojeto pedagógico do curso e de entrevistas semiestruturadas. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Éticaem Pesquisa da Universidade Estadual do Ceará, com o Parecer n. 09553053-3. Resultados: identificou-se que há umaprodução da subjetividade em andamento, que é gerada por dispositivos estabelecidos: o projeto pedagógico e as práticaspedagógicas. Há, ainda, a inserção nos serviços de saúde. Conclusão: a subjetividade é produzida no cotidiano acadêmico,a partir dos dispositivos que o compõem: o projeto pedagógico do curso e a relação docente-discente.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Educação em Enfermagem , Aprendizagem Baseada em Problemas , Epidemiologia Descritiva , Habilidades Sociais
11.
Enferm. univ ; 6(1): 22-32, ene.-mar.2009.
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1028501

RESUMO

El desarrollo de la primera etapa del proyecto “La tutoría clínica como estrategia de enseñanza aprendizaje en Enfermería Fundamental” indagó sobre las habilidades clínicas alcanzadas por los alumnos que cursaron la asignatura de Fundamentos de Enfermería ll, de la Licenciatura en Enfermería y Obstetricia, sus resultados son motivo de este trabajo.El objetivo del estudio fue analizar el nivel de desempeño de los alumnos en el desarrollo de las habilidades clínicas en la práctica de Fundamentos de Enfermería II, con el propósito de establecer las áreas críticas que permita construir estrategias pedagógicas favorables al aprendizaje en esta área de conocimiento.La metodología consistió en un estudio exploratorio, descriptivo, transversal, con una población de alumnos del 4° semestre a través de una encuesta tipo Likert, la que se validó su confiabilidad obteniendo un Alpha de Cronbach de 0.957. La muestra fue probabilística por conglomerado y ascendió a 190 alumnos de los 14 grupos existentes. Los resultados muestran que el nivel desarrollado por los alumnos en esta etapa de formación es desempeño medio; comparativamente las habilidades cognitivas, comunicativas y de interacción y tecnológicas revelan mayor desarrollo en las primeras y menor las segundas las que demandan una intervención educativa específica.


Assuntos
Humanos , Destreza Motora , Enfermagem , Habilidades Sociais
12.
Rev. enferm. Inst. Mex. Seguro Soc ; 10(2): 93-102, Mayo-Ago. 2002. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-981819

RESUMO

La enfermera requiere de competitividad profesional, múltiples habilidades y relación armónica enfermera-paciente; por tanto, es muy importante que tome en cuenta que a diario transmite un impacto personal mediante su comunicación. Todas las personas cuentan con los mismos elementos en este proceso: (cuerpos, valores, expectativas del momento, órganos de los sentidos, capacidad para hablar­palabras y voz­ y cerebro; éste último por el conocimiento que ha quedado registrado en los dos hemisferios cerebrales). La comunicación es un proceso delicado y complicado mediante el cual nos podemos entender para vivir con los demás, así como solucionar conflictos con los semejantes y con uno mismo. En el caso de la comunicación interpersonal esto significa conectarse con otra persona en un nivel emocional, y no sólo en un nivel intelectual. En el caso específico de la relación enfermera-paciente, nueve habilidades pueden coadyuvar a enriquecer la importante labor que desempeña, i ése que espera el paciente ! A veces, de tanto ver cosas se olvida de mirar y de tanto oír voces y ruidos diferentes se le olvida escucharlos. Hoy en día, con sólo observar a los pacientes se puede dar cuenta que ­en muchas ocasiones­ el hospital resulta un lugar hostil, de soledad, le infunde temor, miedo y, por ende, necesidad imperante de comunicarse con los demás. La enfermera, por su contribución afectiva y potencial, es un puntal en la recuperación de la salud del mismo.


The nurse requires of professional competitiveness with skills and nurse-patient harmonic relationship; therefore, it is very important that she takes into account that everyday transmits a personal impact by means of its communication. All the people contribute with the same elements in this process: (values, expectations of the moment, organs of the senses, our capacity to speak-words and voice-and our brain, for the warehouses of the knowledge that include what we have learned, read and assimilated by means of the learning and what has been registered in the two cerebral hemispheres). The communication is a delicate and complicated process by means of which we can understand each other to live with the other ones as well as to solve conflicts with our fellow men and ourselves. In the case of the interpersonal communication this means to be connected with another person in an emotional level, not only in an intellectual level. For it and for the specific case of the nurse-patient relationship, this article describes nine abilities that can cooperate to enrich the important work that the nurse carries out. Sometimes, from seeing things and patient we forget to look and from hearing voices and different noises we forget to listen to them. Today in day, in our reality, just by observing our patients we can realize that ­en many occasions­ the hospital is a hostile place, they are alone, afraid, and, prevailing necessity to communicate with the other ones. The nurse, for her affective and potential contribution, is a prop in the recovery of the health of the same one (who can advance more quickly when having more trust toward her treatment).


Assuntos
Humanos , Pacientes , Aptidão , Enfermagem Primária , Enfermagem , Competência Clínica , Comunicação , Habilidades Sociais , Relações Interpessoais , Relações Enfermeiro-Paciente , Serviço Hospitalar de Enfermagem , Recursos Humanos de Enfermagem , México
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA