Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. latinoam. enferm ; 20(6): 1117-1124, Nov.-Dec. 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-659794

RESUMO

OBJECTIVE: to evaluate the average resulting area from the Pressure x Time curves resulting from the manometric anorectal exam and compare it with the support capacity of voluntary squeeze. Materials and METHODS: the data set was represented by data from 11 exams from continent patients and eight exams from patients with grade III fecal incontinence. The manometric curves were delineated, and the areas and support capacity of voluntary squeeze calculated, by means of the R computer language and the algorithm developed. RESULTS: the resulting averages for support capacity of voluntary squeeze in continent patients and patients with grade III fecal incontinence were 33.07 seconds and 30.76 seconds (p>0.05) and the averages for area were 2362.04 mmHg x second and 947.92 mmHg x second (p<0.05), respectively. CONCLUSION: the average resulting area is able to differentiate continent patients from incontinent and is shown to be a possible parameter in the analysis of biomechanical behavior related to the mechanisms of anorectal continence.


OBJETIVO: avaliar a área média resultante, proveniente das curvas pressão versus tempo, pertencentes ao exame manometria anorretal e confrontá-la com a capacidade de sustentação. MATERIAIS E MÉTODOS: a casuística foi representada por dados de 11 exames de pacientes continentes e oito exames de pacientes com incontinência fecal grau III. Por meio da linguagem computacional R e do algoritmo desenvolvido foram delineadas as curvas manométricas e calculadas as áreas e capacidades de sustentação. RESULTADOS: as médias resultantes da capacidade de sustentação de pacientes continentes e com incontinência fecal grau III foram 33,07 segundos e 30,76 segundos (p>0,05) e as da área, 2362,04 mmHg x segundo e 947,92 mmHg x segundo (p<0,05), respectivamente. CONCLUSÃO: a área média resultante foi capaz de diferenciar os pacientes continentes dos incontinentes e demonstra ser um possível parâmetro na análise do comportamento biomecânico, relacionado aos mecanismos de continência anorretal.


OBJETIVO: evaluar el área media resultante proveniente de las curvas Presión versus Tiempo pertenecientes al examen manometría rectal y afrontarla con la capacidad de sustentación. Materiales y MÉTODOS: la casuística fue representada por datos de 11 exámenes de pacientes moderados y ocho exámenes de pacientes con incontinencia fecal grado III. Por medio del lenguaje computacional R y del algoritmo desarrollado fueron delineadas las curvas manométricas y calculadas las áreas y capacidades de sustentación. RESULTADOS: los medios resultantes de la capacidad de sustentación de pacientes moderados y con incontinencia fecal grado III fueron 33,07 segundos y 30,76 segundos (p>0,05) y las de la área, 2362,04 mmHg x según y 947,92 mmHg x según (p<0,05), respectivamente. CONCLUSIÓN: el área media resultante fue capaz de diferenciar los pacientes continentes de los incontinentes y demuestra ser un posible parámetro en el análisis del comportamiento biomecánico relacionado a los mecanismos de continencia rectal.


Assuntos
Humanos , Canal Anal/fisiologia , Incontinência Fecal/fisiopatologia , Reto/fisiopatologia , Canal Anal/fisiopatologia , Fenômenos Biomecânicos , Manometria , Reto/fisiologia
2.
Acta paul. enferm ; 24(6): 794-798, 2011. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-610507

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar os efeitos morfológicos do tratamento com fenobarbital, sobre a neoformação óssea e sobre a biomecânica óssea do osso de ratos Wistar. MÉTODOS: Foram utilizados dez ratos divididos em dois grupos: controle (CT) e fenobarbital (FE). O grupo FE recebeu doses diárias de fenobarbital 0,035 ml/kg via intramuscular, por 60 dias. O grupo CT recebeu a mesma dose e via de administração de solução fisiológica 0,9 por cento. Após 30 dias, foi realizada uma falha óssea no osso parietal e implantada a hidroxiapatita porosa (HAP) em cavidades nas tíbias. Após as cirurgias, manteve os respectivos protocolos até completar 60 dias e serem eutanasiados, sendo os ossos coletados. RESULTADOS: O volume de osso formado ao redor HAP na falha parietal e os achados biomecânicos foram menores nos animais do grupo FE em relação ao CT. CONCLUSÃO: O uso prolongado do fenobarbital interfere no reparo ósseo após lesões, diminui a osseointegração de implantes de HAP e torna os ossos menos resistentes.


OBJECTIVE: To evaluate the morphological effects of phenobarbital treatment on new bone formation and on bone marrow biomechanics in Wistar rats. METHODS: We used ten rats that were divided into two groups: control (CT) and phenobarbital (FE). The FE group received daily doses of phenobarbital 0.035 ml / kg intramuscularly for 60 days. The CT group received the same dose and route of administration of 0.9 percent saline solution. After 30 days, we introduced a bone defect in the parietal bone and implanted porous hydroxyapatite (HAP) in cavities in the tibia. After surgery, we continued the protocols until the end of 60 days when the rats were euthanized, and the bones were collected. RESULTS: The volume of bone formed around HAP in parietal defect and biomechanical findings were lower in animals receiving FE compared to CT. CONCLUSION: Prolonged use of phenobarbital interferes with bone repair after injury, decreasing the osseointegration of HAP implants and making bones less resistant.


OBJETIVO: Evaluar los efectos morfológicos del tratamiento con fenobarbital, sobre la neoformación ósea y sobre la biomecánica ósea del hueso de ratas Wistar. MÉTODOS: Fueron utilizadas diez ratas divididas en dos grupos: control (CT) y fenobarbital (FE). El grupo FE recibió dosis diarias de fenobarbital 0,035 ml/kg vía intramuscular, por 60 días. El grupo CT recibió la misma dosis y vía de administración de solución fisiológica 0,9 por ciento. Después de 30 días, se realizó una falla ósea en el hueso parietal e implantó la hidroxiapatita porosa (HAP) en cavidades en las tibias. Después de las cirugías, se mantuvo los respectivos protocolos hasta completar 60 días y de ser eutanasiados, siendo recolectados los huesos. RESULTADOS: El volumen de hueso formado alrededor HAP en la falla parietal y los hallazgos biomecánicos fueron menores en los animales del grupo FE en relación al CT. CONCLUSIÓN: El uso prolongado del fenobarbital interfiere en la reparación ósea después de lesiones, disminuye la óseointegración de implantes de HAP y vuelve a los huesos menos resistentes.


Assuntos
Animais , Ratos , Anticonvulsivantes/efeitos adversos , Manutenção Corretiva , Durapatita/uso terapêutico , Fenobarbital/efeitos adversos , Osseointegração , Osso e Ossos , Osteogênese , Fenômenos Biomecânicos , Epidemiologia Experimental , Ratos Wistar
3.
Enferm. atual ; 7(37): 15-18, jan./fev.2007. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1027975

RESUMO

A violência urbana e os acidentes automobilísticos na cidade do Rio de Janeiro atingem a cada ano índices maiores, o que torna primordial o entendimento das forças da natureza que se manifestam no corpo humano quando estes eventos ocorrem. As salas de emergência, em virtude do aumento desta violência, estão cada vez mais lotadas e isso faz com que os profissionais na sala de emergência, necessite atuar com maior rapidez para o atendimento. Uma das ferramentas para aumentar esta rapidez de atendimento é a cinemática do trauma, que compreende um conjunto de leis e conhecimentos que permite ao profissional de enfermagem, em particular, priorizar o atendimento conforme a gravidade do evento. Conforme o mecanismo de lesão é possível predizer que tipo de lesões e gravidade aos quais a vitima de trauma está exposta e, assim, tratá-la de forma mais específica e rápida, minimizando possíveis seqüelas do acidente e evitando um segundo trauma.


The urban violence and the automobile accidents in the city of Rio de Janeiro reach every year, larger indices. It tums primordial the understanding of the nature forces that are primordial the understanding of the nature forces that are manifested in the human body when these events occur. The emergency rooms, in view of the increase of this violence, are more and more allotted and that makes the professional, in the emergency room, needs to act with larger rapidity for the assistance. One of the tools to increase this assistance is the kinematics of the trauma that comprehends laws and knowledges set that allows the nursing professional, in particular, prioritize the assistance as event’s gravity. As the mechanism of the lesion, is possible to predict what kind and gravity of the trauma that the victim is explosed. This way, the nurse can treat the person as the more specific and fast form decreasing the possibility of sequels about the accident and avoiding an other trauma


Assuntos
Emergências/enfermagem , Enfermagem , Enfermagem em Emergência , Fenômenos Biomecânicos
4.
Rio de Janeiro; s.n; dez. 1996. 159 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-260121

RESUMO

O estudo objetivou investigar a relação provável entre variáveis cinemáticas e grau de sensação subjetiva de desconforto lombar nos profissionais de enfermagem que atuavam na "sala de vacinas" ao administrarem agentes imunobiológicos na região glútea de crianças. A lombalgia no profissional de enfermagem relacionada à postura corporal no trabalho tem sido enfocada considerando-a fator relevante no seu processo de trabalho. Estes trabalhos indicam que certas posturas comprometem articulações e discos vertebrais, entre outras estruturas, podendo causar lombalgias e lesões degenerativas irreversíveis (Stubbs, 1991; Owen & Garg, 1991; Gladman, 1993). A prersente amostra constou de onze funcionários. A obtenção dos dados deu-se através de questionário ergonômico para variáveis do grau de desconforto subjetivo e cinematografia e o software BIOMEC para tratamento das variáveis cinemáticas...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Postura , Riscos Ocupacionais , Dor Lombar/prevenção & controle , Enfermeiras e Enfermeiros , Fenômenos Biomecânicos , Vacinação/enfermagem
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA