Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1095813

RESUMO

Objetivo: identificar e correlacionar o estado nutricional, a qualidade de vida e o consumo alimentar em pacientes com DRC em hemodiálise. Método: trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, observacional, do tipo transversal, com delineamento amostral não probabilístico. Compôs-se a amostra do estudo por 63 indivíduos, dos 21 aos 86 anos. Avaliou-se o EN por meio de parâmetros antropométricos e bioquímicos, IMC e Avaliação Subjetiva Global (ASG). Utilizaram-se um recordatório de 24 horas para o consumo alimentar e, para a QV, o questionário Kidney Disease Quality Of Life Short Form (KDQOL-SF). Resultados: verificou-se que, entre as comorbidades relacionadas à IRC, prevaleceu o diabetes (76%). Observou-se que, segundo o protocolo de PEW, 73% dos pacientes estavam eutróficos e, pelo IMC, 57% estavam eutróficos. Conclusão: concluiu-se que os coeficientes tiveram uma correlação não substancial ou baixa para EN e QV e consumo alimentar. Observou-se a inadequação no consumo alimentar e nos parâmetros bioquímicos.(AU)


Objective: to identify and correlate nutritional status, quality of life and food intake in patients with CKD on hemodialysis. Method: this is a quantitative, descriptive, observational, cross-sectional study with a nonprobabilistic sample design. The study sample consisted of 63 individuals, from 21 to 86 years old. EN was assessed by anthropometric and biochemical parameters, BMI and Global Subjective Assessment (GSA). A 24- hour dietary recall was used for food consumption and, for QOL, the Kidney Disease Quality Of Life Short Form questionnaire (KDQOL-SF). Results: it was found that among the comorbidities related to CKF, diabetes prevailed (76%). According to the PEW protocol, 73% of the patients were eutrophic and, by BMI, 57% were eutrophic. Conclusion: it was concluded that the coefficients had a non-substantial or low correlation for EN and QL and food intake. Inadequate food intake and biochemical parameters were observed.(AU)


Objetivo: identificar y correlacionar el estado nutricional, la calidad de vida y la ingesta de alimentos en pacientes con ERC en hemodiálisis. Método: este es un estudio cuantitativo, descriptivo, observacional, transversal con un diseño de muestra no probabilístico. La muestra del estudio consistió en 63 individuos, de 21 a 86 años. Se evaluó el EN mediante parámetros antropométricos y bioquímicos, IMC y Evaluación Subjetiva Global (ESG). Se utilizó un recordatorio de 24 horas para el consumo de alimentos y, para la calidad de vida, el cuestionario Kidney Disease Quality Of Life Short Form (KDQOL-SF). Resultados: se encontró que entre las comorbilidades relacionadas con la IRC prevaleció la diabetes (76%). Según el protocolo PEW, el 73% de los pacientes eran eutróficos y, según el IMC, el 57% eran eutróficos. Conclusión: se concluyó que los coeficientes tenían una correlación no sustancial o baja para EN y CV y la ingesta de alimentos. Se observó una ingesta inadecuada de alimentos y en los parámetros bioquímicos.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Pacientes , Qualidade de Vida , Índice de Massa Corporal , Estado Nutricional , Diálise Renal , Ingestão de Alimentos , Insuficiência Renal Crônica , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais , Inquéritos e Questionários
2.
Rev. enferm. UFPE on line ; 13: [1-10], 2019. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1048047

RESUMO

Objetivo: avaliar o índice de sobras e resto-ingesta do almoço da Unidade de Alimentação e Nutrição do Grupo de Apoio a Pacientes Oncológicos. Método: trata-se de um estudo quantitativo em que foram analisadas as refeições de 2664 comensais. Utilizou-se, para a análise dos dados, a tabulação para a organização das informações, e todos os cálculos foram realizados conforme fórmulas. Resultados: verificaram-se um índice de sobras de 24,4% e um índice de restos de 6,75 em pacientes e 8,29, em acompanhantes/colaboradores, sendo que o índice de sobras está acima do recomendado pela literatura em que este estudo se apoiou, demonstrando uma perda considerável de alimentos. Conclusão: avalia-se que os resultados deste trabalho demonstram que o índice de RI se encontra no índice aceitável, conforme a literatura, porém, a quantidade de alimentos desprezados pela UAN e a despesa com matéria-prima ainda são excessivas, ocorrendo o desperdício de alimentos e um gasto desnecessário que poderia ser revertido em outros benefícios para pacientes com câncer.(AU)


Objective: to evaluate the leftovers and rest-of-ingestion intake index of the Food and Nutrition Unit of the Oncology Patients Support Group. Method: this is a quantitative study in which the meals of 2664 diners were analyzed. For the analysis of the data, the tabulation was used to organize the information, and all calculations were performed according to formulas. Results: there was a surplus index of 24.4% and a rest index of 6.75 in patients and 8.29 in companions / collaborators, with the remainder index being above that recommended by the literature in which this study was supported, demonstrating a considerable loss of food. Conclusion: it is evaluated that the results of this work demonstrate that the IR index is in the acceptable index, according to the literature, however, the amount of food scorned by the FNU and the raw material expenditure are still excessive, with the waste of food and an unnecessary expense that could be reversed in other benefits for cancer patients.(AU)


Objetivo: evaluar el índice de sobras y resto-ingesta del almuerzo de la Unidad de Alimentación y Nutrición del Grupo de Apoyo a Pacientes Oncológicos. Método: se trata de un estudio cuantitativo en el que se analizaron las comidas de 2664 comensales. Se utilizó, para el análisis de los datos, la tabulación para la organización de las informaciones, y todos los cálculos se realizaron según las fórmulas. Resultados: se verificó un índice de sobras de 24,4% y un índice de restos de 6,75 en pacientes y 8,29, en acompañantes / colaboradores, siendo que el índice de sobras está por encima del recomendado por la literatura en que éste estudio se apoyó, demostrando una pérdida considerable de alimentos. Conclusión: se evalúa que los resultados de este trabajo demuestran que el índice de RI se encuentra en el índice aceptable, conforme a la literatura, sin embargo, la cantidad de alimentos despreciados por la UAN y el gasto con materia prima todavía son excesivos, ocurriendo el desperdicio de alimentos y un gasto innecesario que podría revertir en otros beneficios para los pacientes con cáncer.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pacientes , Planejamento Alimentar , Qualidade dos Alimentos , Ingestão de Alimentos , Alimentação Coletiva , Desperdício de Alimentos , Refeições , Resíduos de Alimentos , Neoplasias , Grupos de Autoajuda
3.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 22(2): 286-292, Mar-Apr/2014. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-710310

RESUMO

OBJECTIVES: to describe the maternal eating and physical activity strategies (monitoring, discipline, control, limits and reinforcement) [MEES]; to determine the relation between MEES and the child's nutritional status [body mass index (BMI) and body fat percentage (BFP)]; to verify whether the MEES differ according to the child's nutritional status. METHOD: participants were 558 mothers and children (3 to 11 years of age) who studied at public schools. The Parental Strategies for Eating and Activity Scale (PEAS) was applied and the child's weight, height and BFP were measured. For analysis purposes, descriptive statistics were obtained, using multiple linear regression and the Kruskal-Wallis test. RESULTS: the highest mean score was found for reinforcement (62.72) and the lowest for control (50.07). Discipline, control and limits explained 12% of the BMI, while discipline and control explained 6% of the BFP. Greater control is found for obese children (χ2=38.36, p=0.001) and greater reinforcement for underweight children (χ2=7.19, p<0.05). CONCLUSIONS: the mothers exert greater control (pressure to eat) over obese children and greater recognition (congratulating due to healthy eating) in underweight children. Modifications in parental strategies are recommended with a view to strengthening healthy eating and physical activity habits. .


OBJETIVOS: descrever as estratégias maternas referentes à alimentação e à atividade física (monitoramento, disciplina, controle, limites e reforço), determinar a relação entre as estratégias maternas referentes à alimentação e à atividade física e o estado nutricional da criança (índice de massa corporal e porcentagem de gordura corporal) e verificar se as estratégias maternas diferem de acordo com o estado nutricional da criança. MÉTODO: participaram 558 mães e filhos (3 a 11 anos), estudantes em escolas públicas. A Escala Estratégias Parentais referentes à Alimentação e à Atividade foi aplicada, e o peso, a altura e a porcentagem de gordura corporal da criança foram medidos. Para a análise, foram obtidas estatísticas descritivas e foram aplicados a regressão linear múltipla e o teste de Kruskal-Wallis. RESULTADOS: o reforço apresentou a média mais alta (62,72) e o controle, a mais baixa (50,07). Disciplina, controle e limites representaram 12% do índice de massa corporal, e disciplina e controle, os 6% da porcentagem de gordura corporal. O maior controle é exercido em crianças que apresentam obesidade (χ2=38,36, p=0,001), e o maior reforço, em crianças com baixo peso (χ2=7,19, p<0,05). CONCLUSÕES: mães exercem maior controle (pressão para comer) sobre crianças obesas e concedem maior reconhecimento (elogio por uma alimentação saudável) às crianças com baixo peso. Recomenda-se que as estratégias parentais sejam modificadas, a fim de fortalecer hábitos saudáveis de alimentação e atividade física. .


OBJETIVOS: describir las estrategias maternas de alimentación y actividad física (monitoreo, disciplina, control, límites y reforzamiento) [EMAA]; Determinar la relación de EMAA con el estado nutricional del hijo [índice de masa corporal (IMC) y porcentaje de grasa corporal (PGC)]; Verificar si las EMAA son diferentes de acuerdo al estado nutricional del hijo. MÉTODO: participaron 558 madres e hijos (3 a 11 años) estudiantes de escuelas públicas. Se aplicó la Escala Estrategias Parentales de Alimentación y Actividad (PEAS), se midió peso, talla y PGC del hijo. Para el análisis se obtuvieron estadísticas descriptivas, se aplicó regresión lineal múltiple y prueba de Kruskal Wallis. RESULTADOS: reforzamiento presentó la media más alta (62.72) y control la más baja (50.07). Disciplina, control y límites explicaron 12% del IMC, disciplina y control el 6% del PGC. Se ejerce mayor control en hijos con obesidad (χ2=38.36, p=0.001) y mayor reforzamiento en hijos con bajo peso (χ2=7.19, p<0.05). CONCLUSIONES: las madres ejercen mayor control (presión para comer) en hijos con obesidad y otorgan mayor reconocimiento (felicitar por comer saludable) en hijos con bajo peso. Se recomienda modificar las estrategias parentales para fortalecer hábitos saludables de alimentación y actividad física. .


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pré-Escolar , Criança , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Exercício Físico , Estado Nutricional , Ingestão de Alimentos , Comportamento Materno , Estudos Transversais
4.
Belo Horizonte; s.n; 2014. 86 p. tab, ilus, graf.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-756720

RESUMO

A avaliação da ingestão alimentar é de extrema importância na ciência da nutrição, sendo necessário, para isso, a utilização de métodos válidos e que forneçam informações confiáveis. Esses métodos apresentam algumas limitações, dentre elas a notificação imprecisa, que compreende tanto a sub quanto a supernotificação do consumo alimentar, propiciando erros em estudos que associam saúde e dieta. Objetivo: Avaliar a prevalência de notificação imprecisa do consumo energético e seus fatores associados entre usuários de Serviços de Promoção da Saúde de Belo Horizonte/MG. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo transversal com usuários de nove Serviços de Promoção da Saúde de Belo Horizonte/MG, denominados Academias da Cidade, constituindo amostra representativa para o desfecho avaliado. A coleta de dados foi realizada a partir de questionário estruturado composto de variáveis sociodemográficas e econômicas, história e percepção de saúde, hábitos e consumo alimentar e estado nutricional. A avaliação da ingestão energética foi realizada a partir de dois Recordatórios Alimentar de 24 horas presencialmente e um terceiro via telefone para uma subamostra, e a ingestão habitual de energia e de nutrientes foi estimada pelo Multiple Source Method. A determinação da notificação imprecisa da ingestão energética foi realizada pela metodologia de McCrory et al. (2002). A análise estatística contemplou os testes kolmogorov-Smirnov, Qui-quadrado ou Exato de Fisher com correção de Bonferroni, t de Student simples, Mann-Whitney e correlação de Spearman. Por fim, construiu-se modelo multivariado de regressão logística. O nível de significância adotado...


The assessment of dietary intake is of utmost importance in nutrition science. Thus, valid methods should be used in order to provide reliable information. These methods, however, have some limitations, such as inaccurate reporting or misreporting. Misreporting includes both underreporting and overreporting of dietary intakes, and leads to errors in nutritional studies linking health and diet. Objective: This study aims to assess the prevalence of misreporting of dietary intakes and associated factors among users of Health Promotion Services of Belo Horizonte/MG. Materials and methods: This is a cross-sectional study with users of nine Health Promotion Services - called 'City fitness facilities' - in Belo Horizonte/MG. These users constitute a representative sample for the outcomes assessed. Data were collected through a structured questionnaire consisting of sociodemographic and economic variables, as well as questions on health history and perceptions, dietary habits and intake, and nutritional status. The assessment of energy intake was performed using two 24-hour in-person dietary recalls. A third dietary recall was conducted via telephone with a subsample of participants. The usual intake of energy and specific nutrients was estimated by the Multiple Source Method. Misreporting of energy intake was determined by using the method by McCrory et al. (2002). Statistical analysis included the following tests: Kolmogorov-Smirnov test, chi-square test or Fisher's exact test with Bonferroni correction, simple Student's t-test, Mann-Whitney test and Spearman's correlation. Finally, we constructed a multivariate logistic regression model. The level of significance was 5% (p<0.05). Results: We assessed 487 users. 82.3% were female and 50.5% were elders. The prevalence of misreporting of dietary intakes was 12.7% - 11.9% underreporting and 0.8% overreporting. Multivariate analysis showed independent associations...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Ingestão de Energia , Inquéritos sobre Dietas/estatística & dados numéricos , Promoção da Saúde , Atenção Primária à Saúde , Brasil , Fatores Socioeconômicos , Ingestão de Alimentos , Inquéritos e Questionários
5.
Rev. gaúch. enferm ; 34(1): 104-110, mar. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-670499

RESUMO

Este estudo objetivou identificar o grau de dependência dos idosos institucionalizados no município de Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. Trata-se de um estudo transversal descritivo, realizado nas três Instituições de Longa Permanência para Idosos, de caráter filantrópico, no município de Montes Claros, Minas Gerais. Participaram todo o universo de idosos residentes nos locais do estudo, totalizando 125 sujeitos, cujos dados foram coletados por meio do Índice de Katz. Os dados foram apresentados por análise descritiva e bivariada. A independência foi observada em 41,6% (n=52), a dependência parcial em 15,2% (n=19) e a dependência total em 43,2% (n=54), sendo que os idosos apresentam melhor capacidade de execução das atividades de alimentação (86,4%; n=108) e transferência (67,2%; n=84). Assim, o presente estudo sugere a necessidade de acompanhamento contínuo na prevenção da incapacidade funcional desse grupo populacional.


Esta investigación tuvo como objetivo identificar el grado de dependencia de los ancianos institucionalizados en el municipio de Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. Se trata de un estudio transversal y descriptivo, realizado en tres Instituciones de Larga Permanencia para Ancianos de dicho municipio. Participaron de este estudio 125 ancianos, cuyos datos fueron recolectados por medio del Índice de Katz. Los datos fueron presentados por el análisis descriptivo y bivariado. La independencia fue observada en el 41,6% (n=52), la dependencia parcial en el 15,2% (n=19) y la dependencia total en el 43,2% (n=54). Los ancianos tienen más capacidad para realizar las actividades de la alimentación (86,4%, n=108) y transferencia (67,2%, n=84). Por lo tanto, este estudio sugiere la necesidad de un acompañamiento continuo en la prevención de la incapacidad funcional de ese grupo poblacional.


This study aimed to identify the degree of dependence of institutionalized older adults in Montes Claros, Minas Gerais, Brazil. It consists of a cross-sectional descriptive study, developed in three non-profit geriatric long-term care facilities in this municipality. The sample was comprised of 125 older adults and data were collected with the use of the Katz Index. Data were presented by descriptive and bivariate analysis. Independence was observed in 41.6% (n=52), partial dependence in 15.2% (n=19) and total dependence in 43.2% (n=54). The elderly have better ability to perform feeding (86.4%, n=108) and transferring (67.2%, n=84) activities. Thus, this study suggests the need for continuous monitoring to prevent functional disability in this population group.


Assuntos
Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Atividades Cotidianas , Instituição de Longa Permanência para Idosos/estatística & dados numéricos , Institucionalização/estatística & dados numéricos , Casas de Saúde/estatística & dados numéricos , Autonomia Pessoal , Brasil , Estudos Transversais , Ingestão de Alimentos , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Higiene , Assistência de Longa Duração , Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde , Autocuidado , Cuidados de Saúde não Remunerados
6.
Rev. bras. enferm ; 65(6): 955-961, nov.-dez. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-669478

RESUMO

O objetivo do estudo foi verificar a associação entre o consumo alimentar e a dependência para alimentar-se em idosos hospitalizados, os quais foram entrevistados nas primeiras 24hs após internação na clínica médica de um hospital geral. Participaram da pesquisa 75 idosos com idade média de 70,9 anos, sendo 58,7% do sexo masculino e 17,3% com dependência para alimentar-se. Não foi evidenciada associação entre dependência para alimentar-se e o consumo de alimentos energéticos e construtores, mas o foi para o consumo dos alimentos reguladores como o alho e cebola (p=0,00) e o de água (p=0,04). Sugere-se a necessidade de orientação nutricional aos cuidadores, visto que a dependência para alimentar-se se associa ao baixo consumo de água entre idosos.


The objective of the study was to verify the association of food intake and the dependence to be fed in hospitalized elderly individuals who were interviewed in the first 24 hours after admission to a general hospital. Participated in the research 75 individuals average 70.9 years old, being 58.7% male and 17.3% showing dependence to be fed. There was no evident association between dependence to be fed and the intake of energetic and muscle building food, but there was an association with regulator food such as garlic and onion (p=0.00) and water (p=0.04). The need of nutritional orientation to the caretakers is suggested, taking into consideration that the feeding dependence is associated to a low intake of water among elderly individuals.


El objetivo del estudio fue verificar la asociación del consumo alimentario y la dependencia para alimentarse en ancianos hospitalizados, los cuales fueron entrevistados en las primeras 24hs después de la internación en la clínica médica de un hospital general. Participaron de la investigación 75 ancianos con edad media de 70,9 años, siendo 58,7% del sexo masculino y 17,3% con dependencia para alimentarse. No fue evidenciado asociación entre dependencia para alimentarse y el consumo de alimentos energéticos y constructores, pero lo fue para el consumo de los alimentos reguladores como el ajo y cebolla (p=0,00) y el de agua (p=0,04). Se sugiere la necesidad de orientación nutricional a los cuidadores, visto que la dependencia para alimentarse se asocia a bajo consumo de agua entre ancianos.


Assuntos
Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Atividades Cotidianas , Ingestão de Alimentos , Estudos Transversais , Hospitalização
7.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 4(1): 2748-2757, jan.-mar. 2012. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1029737

RESUMO

Analisar o consumo de alimentos com corantes por pré-escolares de um município da Baixada Fluminense. Método: Foi aplicado questionário a 148 mães de pré-escolares. O questionário foi constituído por variáveis sócio-demográficas e de saúde, consumo de alimentos (Questionário Frequência Alimentar). Resultados: O biscoito recheado apresentou com consumo diário (55,1%), balas (51,4%) e biscoitos salgados (48,4%). Estes biscoitos continham corante natural (carmin) e sintéticos (caramelo amoniacal, tartrazina e azul brilhante). Nas balas, o vermelho 40 (81,8%), tartrazina (54,5%) e azul brilhante (54,5%). Os biscoitos salgados apresentaram corantes naturais (69% urucum, 31% caramelo) e sintéticos (amarelo crepúsculo, tartrazina, vermelho 40). Os teores dos corantes vermelho bordeaux (56%) e amarelo crepúsculo (25%) ultrapassaram os níveis aceitáveis. Conclusão: O consumo de alimentos com corantes foi elevado entre os pré-escolares, tornando esse grupo vulnerável aos efeitos adversos à saúde.


Analizar el consumo de alimentos con colorantes por preescolares de un municipio de la Bajada Fluminense. La muestra fue constituida por 148 madres de preescolares. Método: Fue aplicado un cuestionario constituido por variables socio-demográficas y de salud. Para el análisis del consumo de alimentos se utilizo Cuestionario de Frecuencia Alimentar (QFA). Resultados: las galletas rellenas con consumo diario (55,1%), los caramelos (51,4%) y galletas saladas (48,4%). En las galletas rellenas se destacaron lo colorante natural (carmín), los sintéticos (caramelo amoniacal, tartrazina y azul brillante). En los caramelos, el rojo con 40 (81,8%), tartrazina (54,5%). En las galletas saladas, los colorantes naturales (69% urucun, 31% caramelo) y sintéticos (amarillo crepúsculo, tartrazina, rojo 40). Fue ultrapasada IDA bordeaux S (56%) y amarillo crepúsculo (25%). Conclusión: El consumo de colorantes fue elevado quedando vulnerable ese grupo, a los riesgos a la salud.


Assess the consumption of food colorants among preschoolers in a Baixada Fluminense municipality. The sample comprised 148 mothers of preschool children old enrolled in public schools. Method: A structured questionnaire, consisting of socio-demographic and health variables, was applied to these women. For food consumption analyzes, it was utilized the 24 hours Recall and the Food Frequency Questionnaire (FFQ). Products contents and the presence of colorants were analyzed through information on the labels. Results: The most consumed products (daily) were sandwich cookies (55.1%), followed by candies (51.4%) and corn crackers gritz type of (48.4%). The use of food colorants is ease to overcome the colorant DAI in food consumed by children. As there are many foods with colorants, it becomes difficult for the consumer to control the exposure to these substances. Conclusion: The consumption of foods colorants was high among pre-schoolers, making this group vulnerable to adverse health effects.


Assuntos
Humanos , Pré-Escolar , Criança , Aditivos Alimentares , Consumo de Alimentos , Corantes/efeitos adversos , Ingestão de Alimentos
8.
Ciênc. cuid. saúde ; 10(3): 430-436, jul.-set. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-654114

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi verificar o consumo de alimentos supérfluos por crianças de quatro a doze meses deidade usuárias do serviço público/Sistema Único de Saúde (SUS) na cidade de Frutal/MG. Foram avaliadas 300crianças, que representaram 70,7% da população local, segundo dados da base municipal. O estudo édescritivo, transversal e de abordagem quantitativa. Foram considerados alimentos supérfluos aqueles queapresentam quantidades excessivas de lipídeos e/ou açúcares, ou substâncias indesejáveis para o consumonessa faixa etária, como corantes e conservantes químicos. Avaliou-se o consumo de suco industrializado empó, de salsicha, mortadela, salame, sopas e salgadinhos de pacote, macarrão instantâneo, gelatina, pudim,refrigerantes, pipoca, balas, pirulitos, sorvetes, chocolate, além de iogurte, queijo petit suisse e leite fermentado.Aplicou-se um questionário durante a pesagem mensal das crianças, em todas as oito unidades básicas desaúde. A análise estatística foi descritiva e revelou os alimentos supérfluos mais consumidos entre crianças dequatro a seis meses e de seis a doze meses de idade. Observou-se uma elevada introdução de alimentossupérfluos, sendo que 80,2% das mães e/ou responsáveis relataram oferecer um ou mais destes alimentos àssuas crianças.


This study aimed at assessing the intake of junk food by children aged between four and 12 months, who makeuse of the Sistema Único de Saúde (SUS) (Unified Health System) public service, in the city of Frutal/MG, Brazil.This descriptive, transversal and quantitative approach study monitored 300 children who represented 70.7% ofthe age group population according to the municipal official data. Junk food is here defined as food whichcontains excessive levels of fat and/or sugar or any undesirable substance for this age group, such as artificialcoloring and chemical preservatives. The intake of instant powdered fruit juice, hotdogs, sausages, salami, soupsand salt snacks, instant pasta, Jell-O, pudding, soda, popcorn, candies, lollipops, ice cream, chocolate, yogurt,petit swiss cheese and fermented milk was assessed. A questionnaire was applied during the monthly weighing ofthese children at every one of the eight Basic Health Units. The kind of junk food most consumed by four to sixmonth-old and six to 12 month-old children were identified through statistical, descriptive analysis. A frequentintroduction of junk food was observed in 80.2% of mothers and/or caregivers having admitted feeding theirchildren one or more of the mentioned food products.


El objetivo de este trabajo fue verificar el consumo de alimentos superfluos por niños de cuatro a doce meses deedad, que utilizan el servicio público/Sistema Único de salud (SUS) en la ciudad de Frutal/MG. La evaluación fuehecha con 300 niños, lo que representa un 70,7% de la población local, según datos de la base del municipio. Setrata de un estudio descriptivo, transversal y de abordaje cuantitativo. Fueron considerados como alimentossuperfluos aquellos que presentan cantidades excesivas de lípidos y/o azúcares o sustancias indeseables para elconsumo en esta franja de edad, como colorantes y conservantes químicos. Se evaluó el consumo de jugo enpolvo industrializado, embutidos, sopas, patatas chips, macarrones instantáneos, gelatina, budín, gaseosa,palomitas, caramelos, chupetines, helados y chocolate, así como yogurt, queso petit suisse y leche fermentada.Se aplicó un cuestionario durante el pesaje mensual de los niños, en las ocho Unidades Básicas de Salud. Elanálisis estadístico fue descriptivo y reveló los alimentos superfluos más consumidos entre niños de cuatro a seismeses y de seis a 12 meses de edad. Se observó un alto consumo de este tipo de alimentos y un 80,2% de lasmadres y/o responsables afirmaron ofrecer uno o más de estos alimentos a sus niños.


Assuntos
Recém-Nascido , Criança , Alimentos/efeitos adversos , Alimentos/estatística & dados numéricos , Comportamento Alimentar/classificação , Comportamento Alimentar/ética , Ingestão de Alimentos , Nutrição da Criança , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente
9.
Rev. latinoam. enferm ; 18(2): 247-254, Mar.-Apr. 2010. tab
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-550164

RESUMO

This study compares the eating habits and consumption of natural and fortified iron sources in pregnant and reproductive aged women. This cross-sectional study was developed in a health center located in São Paulo, SP, Brazil. We studied 61 women, of which 30 were pregnant. A food frequency questionnaire and a 24-hour recall instrument were used. The main natural sources of iron were beans and greens, although fortified foods were also an important source. There was little statistically significant difference between the food consumption of pregnant and non-pregnant women. Inadequate intake of iron, folate and calcium was observed in both groups. Non-pregnant women meet the iron recommendation, considering the iron added in fortified foods, though pregnant women do not. These results suggest the need for mixed strategies: food fortification, iron supplements for pregnant women and nutritional instruction for women in general.


Comparar a prática alimentar e o consumo de alimentos fontes de ferro, naturais e fortificados, de mulheres em idade reprodutiva, gestantes ou não, constituiu o objetivo desta pesquisa. Estudo transversal, desenvolvido em um centro de saúde do município de São Paulo, envolvendo 61 mulheres, sendo 30 gestantes. Utilizou-se questionário de frequência de consumo alimentar e recordatório de 24h. As principais fontes naturais de ferro foram feijão e folhas verdes. Alimentos fortificados também tiveram participação importante. Houve pequena diferença estatisticamente significativa entre o consumo alimentar das gestantes e não gestantes. Observou-se inadequação do consumo de ferro, folato e cálcio nos dois grupos. As mulheres não gestantes atenderiam a demanda de ferro, considerando-se o adicional recomendado para a fortificação das farinhas, porém, as gestantes não. Há necessidade de estratégias combinadas: fortificação dos alimentos, suplementação medicamentosa para gestantes e orientação nutricional para as mulheres em geral.


Comparar la práctica alimentar y el consumo de alimentos fuentes de hierro, naturales y fortificados, de mujeres en edad reproductiva, gestantes o no, constituye el objetivo de esta investigación. Se trata de un estudio transversal, desarrollado en un centro de salud del municipio de Sao Paulo, en el cual participaron 61 mujeres, siendo 30 gestantes. Se utilizó un cuestionario de frecuencia de consumo alimentar y un recordatorio de 24h. Las principales fuentes naturales de hierro fueron frijoles y hojas verdes. Alimentos fortificados también tuvieron participación importante. Hubo una pequeña diferencia estadísticamente significativa entre el consumo alimentar de las gestantes y no gestantes. Se observó inadecuación del consumo de hierro, folato y calcio en los dos grupos. Las mujeres no gestantes atenderían la demanda de hierro, considerándose el adicional recomendado para la fortificación de las harinas, sin embargo, las gestantes no. Hay necesidad de implementar estrategias combinadas: fortificación de los alimentos, suplemento medicamentoso para gestantes y orientación nutricional para las mujeres en general.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Gravidez , Adulto Jovem , Ingestão de Alimentos , Alimentos Fortificados , Ferro na Dieta/administração & dosagem , Estudos Transversais , Adulto Jovem
10.
Rev. latinoam. enferm ; 17(6): 940-946, Nov.-Dec. 2009.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-538262

RESUMO

This study was carried out between January and April 2008 with 14 caregivers of children younger than 5 years residing in Tizimín city, Mexico. It aimed to understand the social representations of eating and the Programa Oportunidades [Opportunity Program] held by caregivers taking into account their social and cultural context. This qualitative investigation with an ethnographic approach was based on participant observation and semi-structured interviews. Two empirical categories emerged: 1) feeding and 2) an aid. The first refers to the caregivers' representation of eating patterns of children younger than 5 years and the second reveals that the program is considered an aid, which favors and helps caregivers to meet part of their needs. The study achieved the proposed objectives since it enabled us to understand caregivers in the complex task of feeding these children and also to propose strategies in several spheres to improve infant nutrition.


El estudio fue realizado con 14 responsables del cuidado del menor de 5 años en Tizimín, México, durante el período de enero la abril de 2008. Se buscó comprender las representaciones sociales de estas personas en relación a la alimentación y la los componentes de nutrición del Programa Oportunidades, considerando el contexto social y cultural. La investigación cualitativa con abordaje antropológico, tipo etnográfico tuvo como base la observación participante y las entrevistas semiestructuradas, dirigidas a las responsables. De los resultados emergieron dos categorías empíricas: 1) dar de comer y 2) una ayuda. La primera se refiere a cómo las responsables representan la alimentación del menor de 5 años y la segunda reveló que el Programa es considerado una ayuda y que las apoya a solucionar, en parte, sus necesidades. Se alcanzaron los objetivos al comprender a las responsables en esa tarea compleja que realizan de alimentar a los niños y así proponer estrategias, en varias esferas, para mejorar la nutrición infantil.


O estudo foi realizado com 14 responsáveis pelo cuidado de menores de 5 anos, moradoras da cidade de Tizimín, México, durante o período de janeiro a abril de 2008. O objetivo foi compreender as representações sociais dessas pessoas em relação à alimentação e ao Programa Oportunidades, considerando o contexto social e cultural. A investigação qualitativa, com abordagem antropológica, tipo etnográfica, baseou-se em observação participante e em entrevistas semiestruturadas, dirigidas às responsáveis. Dos resultados, emergiram duas categorias empíricas: 1) dar de comer e 2) uma ajuda. A primeira tratou da forma como as responsáveis representam a alimentação da criança menor de 5 anos e a segunda revelou que o Programa é considerado uma ajuda, promovendo benefícios e ajudando a solucionar parte de suas necessidades. O estudo permitiu alcançar os objetivos propostos ao compreender as responsáveis nesta complexa tarefa que realizam de alimentar tais crianças e, assim, propor estratégias, em várias esferas, para melhorar a nutrição infantil.


Assuntos
Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Cuidadores , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Infantil , Ingestão de Alimentos , México
11.
Ciênc. cuid. saúde ; 6(3): 305-311, jul.-set. 2007. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-524901

RESUMO

A popularização da televisão (TV) conduziu à diminuição das atividades físicas na infância. Além disso, oscomerciais de TV transmitem características de produtos alimentícios que despertam a atenção e o desejo dascrianças. Os objetivos deste estudo foram: i) determinar a prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares(n=548), de 6 a 11 anos, da rede pública de ensino de Ponta Grossa (PR/Brasil), ii) avaliar o tempo depermanência em frente à TV e, iii) fazer um levantamento dos grupos alimentícios mais consumidos em frente à TV. A prevalência global de sobrepeso e obesidade foi de 11,5% e 5,8%. Os dados mostram que 37,5% dascrianças obesas dedicam de 2 a 3 horas/dia semanais a assistir TV e, que 51,9% das obesas ingeremfarináceos enquanto assistem TV. Os resultados indicam a existência de uma associação entre o tempo dedicado à TV e a prevalência de sobrepeso e obesidade (p=0,01).


The popularization of television has led to a reduction of physical activity during infancy. In addition, food advertisements on TV can attract the attention and desires of children. The objectives of this study were: i)determine the prevalence of overweight and obesity in schoolchildren (n=548) between 6 and 11 years old enrolled in public schools in the city of Ponta Grossa, Paraná State, Brazil, ii) time spent in front of the TV and, iii)survey the food groups most eaten in front of the TV. The global prevalence of overweight and obesity observedwas 11.5% and 5.8%, respectively. The data showed that 37.5% of obese children dedicate 2 to 3 hours per dayweekly watching TV, and that 51.9% of the obese ingest starchy foods while watching television. The results indicate an association between time spent in front of the TV and the prevalence of obesity and overweight (p=0.01).


La popularización de la televisión (Tele) ocasionó una reducción de las actividades físicas en la infancia. Además, los anuncios de alimentos en la Tele pueden despertar la atención y los deseos de los niños. Los objetivos de este estudio fueron: i) determinar la prevalencia del exceso de peso (sobrepeso) y de la obesidad en niños (n=548), de 6 a 11 años de edad en escuelas de la ciudad de Ponta Grossa, Paraná/Brasil, ii) evaluar el tiempo de permanencia delante de la Tele y, iii) evaluar los alimentos consumidos delante de esta. La prevalencia global de exceso de peso fue de 11.5% y de obesidad fue de 5.8%. Los datos demuestran que 37,5% de los niños obesos dedican de 2 hasta 3 horas/día semanal asistiendo la Tele y más del 50% de los niños obesos comen alimentos almidonados mientras la asisten. Los resultados indican que existe una asociación entre el tiempo delante de la Tele y la prevalencia de sobrepeso y obesidad (p=0,01).


Assuntos
Humanos , Criança , Obesidade , Televisão , Criança , Ingestão de Alimentos
12.
João Pessoa; s.n; 1997. 97 p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-247941

RESUMO

Estudo exploratório-descritivo, que teve como objetivos identificar e validar as características definidoras do diagnóstico de enfermagem nutrição alterada: ingestão menor do que as necessidades corporais na crianças e elaborar uma proposta de intervenções. A pesquisa foi realizada em dois hospitais do município de João Pessoa-Pb, entre os meses de julho e setembro de 1996. Compuseram a amostra 101 crianças menores de cinco anos, hospitalizadas com diagnóstico clínico de Desnutrição. O instrumento utilizado na coleta de dados constou de um roteiro contendo perguntas fechadas, seguidas de exame físico, construído a partir da uniformização da NANDA, da teoria de Horta e o que preconiza o Ministério da Saúde. Após a coleta, os dados foram analisados e categorizados, sendo posteriormente apreciadas por 81 enfermeiros da área de Pediatria através de outro instrumento, aplicado durante o 48§ CBEn, onde foi obtida a opinião destes por meio de pontuação, que indicava a importância das características definidoras encontradas para o diagnóstico em estudo. Das treze características definidoras identificadas no estudo, onze foram validadas, sendo cinco como características "maiores"e seis como "menores". Após a apreciação, foi realizada uma validação de conteúdo através da literatura pertinente e posteriormente foi traçado uma proposta de intervenções de enfermagem para o diagnóstico estudado a partir do modelo da Nursing Intervention Classification (NIC)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lactente , Pré-Escolar , Transtornos Nutricionais , Diagnóstico de Enfermagem , Enfermagem em Saúde Pública , Ingestão de Alimentos , Nutrição da Criança
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA