Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 15 de 15
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Enferm. foco (Brasília) ; 10(5): 99-102, 20190000. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1097580

RESUMO

Objetivos: identificar o perfil sociodemográfico de idosos com doença de Parkinson, e conhecer e avaliar as condições de saúde destes em relação ao estágio da doença, cognição e risco de quedas. Metodologia: estudo quantitativo, de corte transversal. Participaram 50 idosos com doença de Parkinson. Para a coleta de dados utilizou-se questionário sociodemográfico/clínico e instrumentos Escala de incapacidade de Hoehn e Yahr, Mini Exame do Estado Mental e Escala de Risco de Quedas. Resultados: entre os níveis de incapacidade provocados pela doença, 50% dos idosos apresentou comprometimento leve, 32% comprometimento moderado e 18% comprometimento grave. 34% dos idosos apresentaram déficit cognitivo. Todos os participantes com incapacidade grave apresentaram risco de quedas, e os com incapacidade leve obtiveram risco de quedas em 76%. Conclusão: conhecer as condições de saúde dos idosos com doença de Parkinson pode contribuir no desenvolvimento de uma assistência multiprofissional de qualidade. (AU)


Objectives: To identify the sociodemographic profile of elderly people with Parkinson's disease, and to know and evaluate their health conditions in relation to disease stage, cognition and risk of falls. Methodology: quantitative, cross-sectional study. Fifty elderly with Parkinson's disease participated. For data collection we used a sociodemographic / clinical questionnaire and instruments Hoehn and Yahr Disability Scale, Mini Mental State Examination and Fall Risk Scale. Results: Among the levels of disability caused by the disease, 50% of the elderly presented mild impairment, 32% moderate impairment and 18% severe impairment. 34% of the elderly had cognitive deficit. All participants with severe disability had a risk of falls, and those with mild disability had a risk of falls in 76%. Conclusion: knowing the health conditions of the elderly with Parkinson's disease can contribute to the development of quality multidisciplinary care. (AU)


Objetivos: identificar el perfil sociodemográfico de las personas mayores con enfermedad de Parkinson y conocer y evaluar sus condiciones de salud en relación con la etapa de la enfermedad, la cognición y el riesgo de caídas. Metodología: estudio cuantitativo, transversal. Participaron cincuenta ancianos con enfermedad de Parkinson. Para la recopilación de datos, utilizamos un cuestionario sociodemográfico / clínico e instrumentos Escala de discapacidad de Hoehn y Yahr, Mini examen del estado mental y Escala de riesgo de caída. Resultados: Entre los niveles de discapacidad causados por la enfermedad, el 50% de los ancianos presentaban deterioro leve, 32% de deterioro moderado y 18% de deterioro grave. El 34% de los ancianos tenían déficit cognitivo. Todos los participantes con discapacidad severa tenían un riesgo de caídas, y aquellos con discapacidad leve tenían un riesgo de caídas en el 76%. Conclusión: conocer las condiciones de salud de los ancianos con enfermedad de Parkinson puede contribuir al desarrollo de una atención multidisciplinaria de calidad. (AU)


Assuntos
Doença de Parkinson , Idoso , Cognição , Perfis Sanitários , Equilíbrio Postural
2.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 27: e3146, 2019. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1004259

RESUMO

Objetivo: analisar a relação entre instabilidade postural e a condição e os marcadores de fragilidade física de idosos em assistência ambulatorial de geriatria e gerontologia. Método: estudo transversal com amostra constituída por 381 idosos. A fragilidade física foi avaliada mediante o fenótipo de fragilidade e a instabilidade postural pela Escala de Equilíbrio de Berg. Realizaram-se análises univariadas pelo teste Qui-quadrado e multivariadas pelo Forward Stepwise, que resultou no modelo de fragilidade física associado à instabilidade postural. Resultados: dos participantes, 56 (14,7%) eram frágeis, 217 (57%) pré-frágeis e 68 (28,3%) não frágeis. Associaram-se à instabilidade postural a pré-fragilidade (p<0,001), fragilidade (p=0,000) e os marcadores força de preensão manual (p=0,0008), perda de peso não intencional (p=0,0094), nível de atividade física (p=0,0001), fadiga/exaustão (p<0,0001) e velocidade da marcha (p<0,0001). Conclusão: a presença de instabilidade postural determina maior chance do idoso ser frágil ou pré-frágil. Esse resultado favorece o planejamento dos cuidados gerontológicos de enfermagem e fortalece o plano de tratamento sob uma abordagem específica.


Objective: to analyze the relationship between postural instability and the condition and markers of physical frailty of the elderly people in outpatient geriatric and gerontology care. Method: a cross-sectional study with a sample of 381 elderly subjects. Physical frailty was evaluated by the frailty phenotype and postural instability through the Berg Balance Scale. Univariate analyses consisted in Chi-square tests, and multivariate analyses used the Forward Stepwise method, which resulted in a model of physical frailty associated with postural instability. Results: among the participants, 56 (14.7%) were frail, 217 (57%) pre-frail, and 68 (28.3%) non-frail. Pre-frailty (p < 0.001), frailty (p = 0.000), and the markers hand grip strength (p = 0.0008), unintentional weight loss (p = 0.0094), level of physical activity (p = 0.0001), fatigue/exhaustion (p = 0.0001), and gait speed (p = 0.0001) were associated with postural instability. Conclusion: the presence of postural instability determines a greater chance of the elderly being frail or pre-frail. This result favors the planning of gerontological nursing care and strengthens the treatment plan under a specific approach.


Objetivo: analizar la relación entre inestabilidad postural, la condición y los marcadores de fragilidad física de adultos mayores en consultorio de geriatría y gerontología. Método: estudio transversal con muestra constituida por 381 adultos mayores. La fragilidad física fue evaluada mediante el fenotipo de fragilidad y la inestabilidad postural por la Escala de Equilibrio de Berg. Se realizaron análisis univariados con el test Chi-cuadrado y multivariados con el Forward Stepwise, que resultó en el modelo de fragilidad física asociado a la inestabilidad postural. Resultados: de los participantes, 56 (14,7%) eran frágiles, 217 (57%) pre-frágiles y 68 (28,3%) no frágiles. Se asociaron a la inestabilidad postural la pre-fragilidad (p<0,001), fragilidad (p=0,000) y los marcadores fuerza de prensión manual (p=0,0008), pérdida de peso no intencional (p=0,0094), nivel de actividad física (p=0,0001), fatiga/agotamiento (p<0,0001) y velocidad de la marcha (p<0,0001). Conclusión: la presencia de inestabilidad postural determina mayor chance del adulto mayor de ser frágil o pre-frágil. Ese resultado favorece la planificación de los cuidados gerontológicos de enfermería y fortalece el plan de tratamiento bajo un abordaje específico.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Avaliação Geriátrica , Idoso Fragilizado , Força da Mão , Equilíbrio Postural , Atividades Cotidianas , Exercício Físico/fisiologia , Estudos Transversais Seriados
3.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(9): 2479-2497, set. 2018. ilus, graf, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-995929

RESUMO

Objetivo: apresentar quais instrumentos e técnicas são utilizados em idosos com vistas à melhoria do equilíbrio e da postura. Método: revisão integrativa com pesquisas originais publicadas nos últimos dez anos. Utilizaram-se, para as buscas, os descritores "Aged", "Postural Balance" e "Activities of Daily Living" nas bases de dados LILACS, PubMed/MEDLINE e na biblioteca virtual SciELO. Sintetizaram-se os artigos selecionados após preencherem os critérios de inclusão classificando-os por meio do nível de evidência em um total de 36 estudos. Resultados: identificaram-se 75 instrumentos de avaliação. Destes, o Mini Exame do Estado Mental, a Escala de Equilíbrio de Berg e o Teste Time up and Go foram os mais utilizados e com melhores indicações de seu uso. Conclusão: inúmeros são os instrumentos utilizados para avaliar o equilíbrio e a mobilidade de idosos revelando que apenas um meio de avaliação não é eficaz para avaliar todas as vertentes que envolvem o deficit de equilíbrio. Necessita-se associar dois ou mais instrumentos de avaliação, a fim de proporcionar um resultado mais fidedigno, com vistas a serem traçados objetivos e intervenções adequados na identificação dos fatores de risco e proposição de intervenções preventivas e de promoção à saúde.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Postura , Acidentes por Quedas/prevenção & controle , Idoso , Atividades Cotidianas , Saúde do Idoso , Fatores de Risco , Equilíbrio Postural , Limitação da Mobilidade , Dinâmica Populacional , Saúde Pública , MEDLINE , Promoção da Saúde
4.
Niterói; s.n; 2018. 107 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-913793

RESUMO

OBJETIVOS: Este estudo investigou os efeitos da residência em instituições de longa permanência para idosos (ILPIs) sobre as habilidades motoras, funções executivas, sintomas depressivos e atividades básicas da vida diária (ABVDs), suas relações e desfechos. MÉTODOS: Trata-se de um estudo observacional analítico de corte transversal. Para isso, a amostra foi constituída por residentes em quatro diferentes ILPIs, selecionados de forma não probabilística, totalizando 56 idosos. Destes, 38 (67,85%) do sexo masculino e 18 (32,15%) do sexo feminino, com idade 77,68 ±8,24 anos e 45,01 ±87,36 meses de residência em ILPI. Nos procedimentos experimentais foram adquiridas variáveis sociodemográficas, desempenho nas ABVDs, fluência verbal, sintomas depressivos, medidas cineantropométricas e estabilométricas por plataforma de força. Realizaram-se análises estatísticas descritivas e análise da distribuição. Para as comparações, utilizou-se ANOVA one way ou Kruskal-Wallis, com seus respectivos testes posteriores. O teste ANCOVA foi utilizado para minimizar o efeito das variáveis de confundimento. Para as variáveis ordinais, utilizou-se o teste Qui-quadrado e para as dicotômicas, odds ratio. RESULTADOS: O resultado da análise mostrou que os idosos que compuseram esta pesquisa, residentes nas ILPIs, tiveram os resultados abaixo dos pontos de cortes em todos os testes aplicados. Porém, este delineamento não foi capaz de apontar a influência do tempo de residência em ILPI de forma efetiva nestas variáveis. Quando se mensurou os sintomas depressivos, identificou-se uma correlação negativa (rs= 0,318 p<0,05) e diferença entre os subgrupos estratificados por tempo de residência em ILPI. Isso demostra que os idosos residentes em ILPIs têm seus sintomas depressivos mais pronunciados nas etapas iniciais da institucionalização. Assim como no teste Qui-quadrado, que mostra relação entre a maior classificação da escala de depressão geriátrica (EDG) com o menor tempo de institucionalização. Houve a indicação de uma Odds Ratio de 4,6 para que, quando houver sintomas depressivos presentes, o idoso tenha algum tipo de dependência para realizar ABVDs. CONCLUSÃO: Este estudo indica que as variáveis pesquisadas nestes idosos estão niveladas abaixo dos índices recomendados, revelando ser atingidas por um "efeito piso", em que os instrumentos ficam incapazes de distinguir diferenças entre grupos e indivíduos. Os sintomas depressivos apresentaram uma variável influenciada pelo tempo de residência de uma forma inversamente proporcional. Essas descobertas insinuam que o atual padrão de institucionalização asilar do idoso é nocivo à qualidade das variáveis estudadas, indicadas pelas múltiplas restrições das habilidades motoras, cognitivas e comportamentais, impostas pela rotina das ILPIs, que se traduz nas respostas adaptativas para falta estímulos


OBJECTIVES: This study investigated the effects of residency in Homes for the Aged (HA) on motor skills, executive functions, depressive symptoms and basic activities of daily living (ADL), their relationships and outcomes. METHODS: This is an observational, cross-sectional, observational study. For this, the sample consisted of residents of four different HA, selected in a non-probabilistic way, totaling 56 elderly, 38 (67.85%) males and 18 (32.15%) females, aged, 68 ± 8.24 years) and (45.01 ± 87.36 months) residence in HA. In the experimental procedures, sociodemographic variables, performance in ADL, verbal fluency, depressive symptoms, kinetic and stabilometry were obtained by force platform. Descriptive statistical analysis, distribution analysis, for ANOVA comparisons one way or Kruskal-Wallis, with their respective subsequent tests were performed. The ANCOVA test was used to minimize the effect of confounding variables. For the ordinal variables the chi-square test was used and for the dichotomous odds ratio. RESULTS: it was pointed out by the results that the elderly living in the HA that composed this study had the results below the cut points in all the applied tests, however this design was not able to point out the influence of the residence time in HA effectively in these variables. When the depressive symptoms were measured, a negative correlation (rs = 0.318 p <0.05) and difference between the subgroups stratified by residence time in HA were found, which shows that the elderly living in HA have their most depressive symptoms pronounced in the initial stages of institutionalization, as well as in the chi-square test that shows the relationship between the higher classification of Geriatric Depression Scale (GDS) and the shorter institutionalization time. There was an indication of an Odds Ratio of 4.6 when there are depressive symptoms present the elderly have some type of dependency to perform ADL. CONCLUSION: This study indicates that the variables studied in these elderly people are below the recommended indexes. revealing being hit by a "floor effect" in which the instruments are unable to distinguish differences between groups and individuals. The depressive symptoms presented a variable influenced by the time of residences of an inversely proportional form. These findings suggest that the current standard of asylum institutionalization of the elderly is harmful to the quality of the variables studied, indicated by the multiple restrictions of motor, cognitive and behavioral skills that are imposed by the HA routine, which translates into the adaptive responses to lack of stimuli


Assuntos
Idoso , Depressão , Função Executiva , Instituição de Longa Permanência para Idosos , Atividade Motora , Equilíbrio Postural
5.
Curitiba; s.n; 20171106. 126 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1037825

RESUMO

Trata-se de estudo quantitativo de corte transversal, realizado no Ambulatório de Geriatria e Gerontologia do município de São José dos Pinhais/PR (Brasil), com o objetivo de analisar a relação entre instabilidade postural e a condição e os marcadores de fragilidade física de idosos em assistência ambulatorial de geriatria e gerontologia. Participaram do estudo idosos com idade ≥60 anos que compareceram às consultas agendadas e que foram selecionados por critérios pré-estabelecidos de inclusão e exclusão. A amostra foi constituída por 381 idosos, com base no cálculo da amostra representativa da população de idosos do município. A coleta de dados ocorreu entre setembro de 2016 a março de 2017. Avaliaram-se a condição de fragilidade física mediante o fenótipo de fragilidade e instabilidade postural pela Escala de Equilíbrio de Berg. Analisaram-se os dados por meio de estatística descritiva, distribuição de frequência absoluta e percentual, média e desvio padrão, valores mínimos e máximos. Realizaram-se análises univariadas por meio do teste de qui-quadrado, com nível de significância estatístico considerado de p<0,05, e multivariadas por regressão logística, pelo método Forward Stepwise, que resultou no modelo de fragilidade física associado à instabilidade postural. As chances de cada variável independente se relacionar à instabilidade postural foram analisadas pela Odss Ratio, com intervalo de confiança de 95%. O modelo foi avaliado pelo critério da Receiver Operating Characteristic Curve, valor preditivo, especificidade e sensibilidade, taxa de falsos positivos e negativos, sendo considerado elegível o modelo com menor valor do Critério de Informação de Akaike...


Assuntos
Humanos , Enfermagem Geriátrica , Equilíbrio Postural , Idoso Fragilizado , Tontura , Vertigem
6.
Rio de Janeiro; s.n; 20170000. 58 p. graf, ilus.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1026662

RESUMO

O tempo de reação é a capacidade de reagir com maior rapidez de movimento, de acordo com o condicionamento específico. Sabe-se que com envelhecimento ocorre diminuição das respostas aos estímulos externos podendo acarretar quedas, cuja prevenção se deve a manutenção do equilíbrio postural, o qual responde imediatamente aos estímulos visando manter a posição do corpo sobre sua base de apoio, seja ela estacionária ou móvel. O objetivo deste estudo foi verificar a importância da dança, atividade física que envolve tempo de reação, na prevenção de quedas em idosos. Metodologia: trata-se estudo transversal com abordagem quantitativa. Participaram 120 idosas com idades entre 65 e 75 anos, divididos em dois grupos: Praticante de dança regular e não praticantes de atividade física. Para a coleta dos dados foi utilizado o questionário avaliando Atividade Física e Queda; (AFQ) e para medição do tempo de reação foi utilizado a plataforma de contato (Just Jump System, Probotics INC.) visando medir tempo de reação. Os dados coletados foram analisados estatisticamente pelo teste t student, sendo considerados significantes os valores de p < 0,05. Resultados: O grupo que praticava regularmente a dança apresentou menor Tempo de Reação frente ao outro que não realizava atividade física, em comparação ao quantitativo de quedas apresentando significância p < 0,0001, demonstrando que teve maior número de quedas. Conclusão: Acreditamos que este estudo possa vir a contribuir para diminuição de hospitalização, pois com a melhora do tempo de reação proveniente do seu treinamento, favorecerá ao idoso, a capacidade de resposta imediata ao estímulo, reduzindo a possibilidade de quedas


Assuntos
Humanos , Feminino , Idoso , Tempo de Reação/fisiologia , Acidentes por Quedas/prevenção & controle , Exercício Físico , Dança/fisiologia , Acidentes por Quedas/estatística & dados numéricos , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Equilíbrio Postural/fisiologia
7.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 51: e03252, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-956660

RESUMO

Abstract OBJECTIVE Develop and evaluate a low-cost walker with trunk support for senior citizens. METHOD Two-stage descriptive study: development of a walker with trunk support and evaluation with fourth age senior citizens. RESULTS Twenty-three fourth age senior citizens were selected. The evaluated criteria were the immediate influence of the walker on the static stabilometry with baropodometer and the evaluation of gait with accelerometers monitoring time and amplitude of the hip movement. There was a significant decrease in the body oscillation of senior citizens with the use of the developed walker, and there were changes in the joint amplitudes of the hip, but they were not significant. CONCLUSION Using low-cost materials, it was possible to develop and equipment that met resistance and effectiveness requirements. The walker interfered in the balance of the senior citizens, reducing significantly the static body oscillation.


Resumo OBJETIVO Desenvolver e avaliar um andador de baixo custo com sustentação de tronco para idosos. MÉTODO Estudo descritivo de duas fases: desenvolvimento de um andador com suporte de tronco e avaliação com idosos de quarta idade. RESULTADOS Foram selecionados 23 idosos de quarta idade. Os critérios avaliados foram a influência imediata do andador na estabilometria estática com baropodômetro e avaliação da marcha com acelerômetros monitorando tempo e amplitude de movimento de quadril. Houve diminuição significativa da oscilação corporal dos idosos com a colocação do andador desenvolvido e mudanças nas amplitudes articulares do quadril, porém estas não foram significativas. CONCLUSÃO Utilizando materiais de baixo custo, foi possível desenvolver um equipamento que atendeu aos requisitos de resistência e eficácia. O andador interferiu no equilíbrio dos idosos, diminuindo significativamente a oscilação corporal estática.


Resumen OBJETIVO Desarrollar y evaluar un andador de bajo costo con soporte de tronco para ancianos. MÉTODO Estudio descriptivo de dos fases: desarrollo de un andador con soporte de tronco y evaluación con ancianos de cuarta edad. RESULTADOS Se seleccionaron 23 ancianos de cuarta edad. Los criterios evaluados fueron la influencia inmediata del andador en la estabilometría estática con baropodómetro y evaluación de la marcha con acelerómetros monitoreando tiempo y amplitud de movimiento de cadera. Se observó una disminución significativa de la oscilación corporal de los ancianos con la colocación del andador desarrollado y cambios en las amplitudes articulares de la cadera, pero éstas no fueron significativas. CONCLUSIÓN Utilizando materiales de bajo costo, fue posible desarrollar un equipo que cumplió con los requisitos de resistencia y eficacia. El andador interfirió en el equilibrio de los ancianos, disminuyendo significativamente la oscilación corporal estática.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso de 80 Anos ou mais , Andadores , Idoso de 80 Anos ou mais , Equilíbrio Postural , Tecnologia de Baixo Custo
8.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 8(3): 4644-4650, jul.-set.2016. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-789191

RESUMO

To analyze postural changes of elderly people that frequent a club for elderly people. Methods: study of 55 elderlies, 67.2 ± 6.6 years old, 65.5% (36) being female. It was used a questionnaire consisting of sociodemographic variables and a postural assessment instrument that contains items that assess postural changes in viewpoints: anterior, lateral and posterior. The data were processed in the program SPSS 19.0. Results: it was observed a high prevalence of elderly people with absence of postural deviations, however some deformities were found, 60% (33) of the elders analyzed in this study had their head forward and 49.1% (27) presented hyperlordosis. Conclusion: the data has showed that although some musculoskeletal changes specific to the aging process were present, most of the elderly were normal, reflecting the effectiveness of activities or previous treatments - intended to minimize postural alterations - with consequent improvements in the quality of life of the elderly person...


Analisar alterações posturais de idosos frequentadores de um clube para pessoas idosas. Métodos: estudo realizado com 55 idosos,67,2±6,6 anos de idade, sendo 65,5%(36) do sexo feminino. Utilizou-se um questionário composto de variáveis sociodemográficas e um instrumento de avaliação postural que contém itens que avaliam alterações posturais nas vistas: anterior, lateral e posterior. Os dados foram processados no programa SPSS 19.0. Resultados: observou-se alta prevalência de idosos com ausência de desvios posturais, no entanto algumas deformidades foram encontradas, sendo que 60% (33) dos idosos abordados nesse estudo mostraram a cabeça projetada para frente e 49,1% (27) revelaram hiperlordose. Conclusão: os dados demonstram que embora tenham surgido algumas alterações osteomusculares próprias do processo de envelhecimento, a maioria dos idosos apresentaram-se normais, refletindo a eficácia das atividades ou tratamentos prévios destinados a minimização de alterações posturais com consequente melhoria na qualidade de vida da pessoa idosa...


El análisis postural en los cambios de los ancianos asiduos en un club para personas ancianas. Métodos: estudio de personas mayores de 55, 67,2 ± 6,6 años, 65,5% (36) siendo mujer. Se utilizó un cuestionario compuesto por variables socio-demográficas y un instrumento de evaluación postural que contiene elementos que evalúan cambios posturales en vistas: anterior, lateral y posterior. Los datos se procesaron en el programa SPSS 19.0. Resultados: se observó una alta prevalencia de ancianos con ausencia de desviaciones posturales, sin embargo, se encontraron algunas deformidades: 60% (33) fue con la cabeza para frente e hiperlordosis presente 49.1% (27). Conclusión: los datos muestran que, aunque aparecieron algunos cambios musculoesqueléticos específicos para el proceso de envejecimiento, la mayoría de los ancianos era normal, lo que refleja la efectividad de las actividades o tratamientos previos destinados a minimizar alteraciones posturales, con la consiguiente mejora en la calidad de vida de la persona mayor...


Assuntos
Humanos , Idoso , Equilíbrio Postural , Terapia por Exercício , Transtornos das Sensações/prevenção & controle , Transtornos das Sensações/reabilitação , Técnicas de Exercício e de Movimento , Brasil , Coluna Vertebral/anormalidades
9.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 23(6): 1139-1148, Nov.-Dec. 2015. tab
Artigo em Espanhol, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-767120

RESUMO

Objective: to determine connections between competence, usability, environment and risk of falls in elderly adults. Method: correlational descriptive study, 123 elderly adults, both male and female, aged 70 years and older were included. Data was collected via the Tinetti Scale, CESD-7 Scale, Montreal Cognitive Assessment, Usability Questionnaire on Housing and Housing Enabler; and sociodemographic and health background certificate data. For data analysis, descriptive and inferential statistics were used, multivariate linear and logistic regression models were adjusted. Results: 42.0% of the elderly adults had presented with falls, with a higher prevalence in women, and in the group of 70-75 years. The physical environment of the house, gait, and usability were set as risk factors for falls. A negative relationship between usability and depressive symptoms, cognitive health, balance, gait, the social and physical environment was found, p <0.05; and a strong positive correlation between walking and balance, p <0.05. Conclusion: this study helps to better understand the phenomenon of falling, to find a connection between usability with the risk of falls, and other variables.


Objetivo: determinar a relação entre competência, usabilidade e ambiente com risco de quedas em idosos. Método: estudo descritivo correlacional, incluindo 123 homens e mulheres idosos de 70 anos para mais. Os dados foram coletados com os instrumentos Escala de Tinetti, Escala CESD-7, Avaliação Cognitiva Montreal, Questionário de Usabilidade na Moradia e Housing Enabler; e um instrumento de coleta de dados para antecedentes sociodemográficos e de saúde. Para a análise dos dados, foi utilizada estatística descritiva e inferencial, em que foram ajustados modelos lineares multivariados e de regressão logística. Resultados: 42,0% dos idosos apresentaram quedas, sendo maior a prevalência nas mulheres e no grupo de 70-75 anos. Como risco de quedas, foram encontrados o ambiente físico da moradia, caminhada e usabilidade. Encontrou-se relação negativa entre usabilidade com sintomas depressivos, saúde cognitiva, equilíbrio, caminhada, ambiente social e físico p<0,05; e forte correlação positiva entre caminhada e equilíbrio p<0,05. Conclusão: o estudo contribui para melhor compreensão formal do fenômeno das quedas ao encontrar relação entre a usabilidade com o risco de quedas, e com outras variáveis que se relacionam com as quedas.


Objetivo: determinar la relación de la competencia, usabilidad y del entorno con el riesgo de caídas en el adulto mayor. Método: estudio descriptivo correlacional, se incluyeron 123 adultos mayores hombres y mujeres de 70 años y más. Los datos fueron recolectados con los instrumentos Escala de Tinetti, Escala CESD-7, Evaluación Cognitiva Montreal, Cuestionario de Usabilidad en la Vivienda y Housing Enabler; y una cédula de datos para antecedentes sociodemográficos y de salud. Para el análisis de datos se utilizó una estadística descriptiva e inferencial, en donde se ajustaron modelos lineales multivariados y de regresión logística. Resultados: el 42,0% de los adultos mayores había presentado caídas, con una mayor prevalencia en las mujeres y en el grupo de 70-75 años. El entorno físico de la vivienda, marcha y usabilidad se establecieron como riesgos de caída. Se encontró una relación negativa entre la usabilidad y los síntomas depresivos, la salud cognitiva, el equilibrio, la marcha, el entorno social y físico p<0,05; y una fuerte correlación positiva entre la marcha y el equilibrio p<0,05. Conclusión: el estudio contribuye a comprender mejor el fenómeno de las caídas al encontrar relación entre la usabilidad con el riesgo de caída, y con otras variables.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Acidentes por Quedas , Caminhada , Meio Ambiente , Meio Social , Modelos Logísticos , Inquéritos e Questionários , Fatores de Risco , Cognição , Equilíbrio Postural , Marcha
10.
Rev. latinoam. enferm ; 22(4): 645-653, Jul-Aug/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-723297

RESUMO

OBJECTIVE: to ascertain the influence of the length of institutionalization on older adults' balance and risk of falls. METHOD: to evaluate the risk of falls, the Berg Balance Scale and the Timed Get Up and Go test were used; and for measuring postural balance, static stabilometry was used, with acquisition of the elliptical area of 95% and mean velocities on the x and y axes of center of pressure displacement. Parametric and nonparametric measures of association and comparison (α<0.05) were used. RESULTS: there was no significant correlation between the length of institutionalization and the tests for evaluation of risk of falling, neither was there difference between groups and within subgroups, stratified by length of institutionalization and age. In the stabilometric measurements, there was a negative correlation between the parameters analyzed and the length of institutionalization, and difference between groups and within subgroups. CONCLUSION: this study's results point to the difficulty of undertaking postural control tasks, showing a leveling below the clinical tests' reference scores. In the stabilometric behavior, one should note the reduction of the parameters as the length of institutionalization increases, contradicting the assumptions. This study's results offer support for the development of a multi-professional model for intervention with the postural control and balance of older adults living in homes for the aged. .


OBJETIVO: verificar a influência do tempo de institucionalização no equilíbrio e no risco de quedas de idosos. MÉTODO: para a avaliação do risco de quedas utilizaram-se o Berg Balance Scale e o Get Up and Go e, para a medida do equilíbrio postural, foi utilizada a estabilometria estática com aquisição da área elíptica de 95% e velocidades médias nos eixos x e y do deslocamento do centro de pressão. Foram empregadas medidas de associação e comparação paramétricas e não paramétricas (α<0,05). RESULTADOS: não houve correlação significativa entre o tempo de institucionalização e os testes de avaliação do risco de quedas, como também não houve diferença intergrupos e intrassubgrupos, estratificados por tempo de institucionalização e idade. Nas medidas estabilométricas, houve correlação negativa entre os parâmetros analisados e o tempo de institucionalização, e diferença intergrupos e intrassubgrupos. CONCLUSÃO: os resultados desta pesquisa apontam a dificuldade de execução das tarefas de controle postural, mostrando um nivelamento abaixo dos escores de referência dos testes clínicos. No comportamento estabilométrico, adverte-se redução dos parâmetros conforme aumenta o tempo de institucionalização, contrariando as suposições. Os resultados deste estudo poderão oferecer subsídios para a elaboração de um modelo multiprofissional de intervenção sobre o controle postural e o equilíbrio dos idosos residentes em instituições de longa permanência para idosos. .


OBJETIVO: verificar la influencia del tiempo de institucionalización en el equilibrio y en el riesgo de caídas de ancianos. MÉTODO: para la evaluación del riesgo de caídas se utilizó el Berg Balance Scale y el Get Up and Go, y para la medida del equilibrio postural fue utilizada la estabilometría estática con adquisición del área elíptica de 95% y velocidades promedio en los ejes x e y del desplazamiento del centro de presión. Fueron empleadas medidas de asociación y comparación paramétricas y no paramétricas (α<0,05). RESULTADOS: no hubo correlación significativa entre el tiempo de institucionalización y las pruebas de evaluación del riesgo de caídas, como también no hubo diferencia intergrupos e intrasubgrupos, estratificados por tiempo de institucionalización y edad. En las medidas estabilométricas, hubo correlación negativa entre los parámetros analizados y el tiempo de institucionalización, y diferencia intergrupos e intrasubgrupos. CONCLUSIÓN: los resultados de esta investigación apuntan para la dificultad de ejecución de las tareas de control postural, mostrando una nivelación abajo de los puntajes de referencia de las pruebas clínicas. En el comportamiento estabilométrico, se advierte reducción de los parámetros conforme aumenta el tiempo de institucionalización, contrariando las suposiciones. Los resultados de este estudio podrán ofrecer subsidios para la elaboración de un modelo multiprofesional de intervención sobre el control postural y el equilibrio de los ancianos residentes en Hogares para Ancianos. .


Assuntos
Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Acidentes por Quedas/estatística & dados numéricos , Institucionalização/estatística & dados numéricos , Equilíbrio Postural , Estudos Transversais , Instituição de Longa Permanência para Idosos , Medição de Risco , Fatores de Tempo
11.
Niterói; s.n; 2014. 168 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-859726

RESUMO

Trata-se de um estudo quantitativo com uma abordagem quase experimental, cujo objetivo geral foi analisar os efeitos das atividades psicomotoras para o equilíbrio em idosos com distúrbio cognitivo leve e os objetivos específicos foram identificar o déficit psicomotor nos idosos com Déficit Cognitivo Leve utilizando a Escala Motora para a Terceira Idade (EMTI) e a Escala de Tinetti; implementar atividades e exercícios psicomotores para o idoso com Déficit Cognitivo Leve visando a melhora dos fatores psicomotores com ênfase ao equilíbrio e marcha; comparar as condições psicomotoras dos idosos com Déficit Cognitivo Leve antes e após a implementação de atividades e exercícios psicomotores. A pesquisa foi realizada em um período de 4 (quatro) meses, com início em abril de 2014 e término em julho de 2014. Os sujeitos do estudo foram 43 idosos de duas instituições públicas, na faixa etária entre 64 a 88 anos, 86,04% do sexo feminino. O estudo desenvolveu metas que foram cumpridas de acordo com a Teoria do Alcance de Metas de Imogene King. Foi aplicado o MEEM (Mini Exame do Estado Mental) em todos os idosos para avaliação da memória. Para avaliar os parâmetros motores foi utilizada a Escala Motora para Terceira Idade (EMTI) e para avaliar o Equilíbrio e a Marcha, a Escala de Tinetti; foi utilizado também o Diário de Quedas do Idoso. As escalas foram aplicadas antes e após a implementação das atividades psicomotoras, que foram realizadas durante 10 (dez) sessões. Nos resultados, utilizou-se do software estatístico SAS versão 9.3.1, tal que primeiramente realizou-se uma análise descritiva dos dados, dividindo em primeira medida (primeira avaliação) e segunda medida (segunda avaliação). A avaliação do MEEM mostrou 15 (quinze), 34,88%, dos idosos avaliados apresentaram sinais sugestivos de déficit cognitivo. Resultados relacionados ao desempenho dos idosos nos parâmetros motores Motricidade Fina, Organização Espacial e Organização temporal, tanto na primeira como na segunda medidas apresentaram bons resultados e ficaram na classificação normal médio da EMTI. No entanto, na primeira avaliação, os parâmetros Motricidade Global, obteve média de 34,88 pontos, equivalente a classificação muito inferior; o Esquema Corporal com média de 76,46 pontos correspondeu a classificação inferior; e também o Equilíbrio com média de 79,81 pontos ficou na classificação inferior. Estes resultados corresponderam aos resultados do Equilíbrio e Marcha da Escala de Tinetti, que apresentou 22 (51,16%) idosos com média de 17,22 pontos e ficaram, segundo a escala, com alto risco para quedas. Os resultados destas escalas foram corroborados com os resultados do Diário de Quedas dos Idosos, onde 26 (60,47%) idosos sofreram 52 quedas, sendo que 33 (63,46%) quedas ocorreram por desequilíbrios e 31 (59,62%) quedas foram na rua. Na segunda avaliação após as atividades implementadas, os idosos apresentaram melhores resultados com mudança da classificação de acordo com os escores, exceto a Motricidade Global, que permaneceu na classificação muito inferior. No entanto, o Esquema Corporal mudou para a classificação normal baixo com média de 86,93 pontos, o Equilíbrio mudou da classificação inferior para normal médio com média de 92,37 pontos. O Equilíbrio e marcha da Escala de Tinetti apresentou aumento em seus escores e a maioria dos idosos, 28 (65,11%), ficaram com risco moderado para quedas segundo a escala. Concluiu-se com os resultados na segunda medida, que as metas foram alcançadas e a hipótese de que o exercício de estimulação psicomotora favorece o equilíbrio de idosos com distúrbio cognitivo leve foi confirmada


This is a quantitative study with a quasi-experimental approach, whose general objective was to analyze the effects of psychomotor activities for balance in elderly people with mild cognitive impairment and specific objectives were to identify the psychomotor deficit in the elderly with mild cognitive deficit using the Scale motor for the Elderly (EMTI) and the Tinetti scale; implement activities and psychomotor exercises for the elderly with Mild Cognitive Deficit aimed at improving the psychomotor factors with emphasis on balance and gait; compare psychomotor conditions of elderly people with Mild Cognitive Deficit before and after the implementation of activities and psychomotor exercises. The survey was conducted over a period of four (4) months, starting in April 2014 and ending in July 2014. The study subjects were 43 elderly two public institutions, aged between 64 and 88 years, 86, 04% female. The study developed goals that were performed in accordance with the Scope of the Theory of Imogene King Goals. The MMSE (Mini Mental State Examination) in all the elderly to assess memory was applied. To evaluate the motor parameters we used the Motor Scale for the Elderly (EMTI) and to assess the balance and the March, the Tinetti Scale; we used the Elderly Falls Journal. The scales were applied before and after the implementation of psychomotor activities, which were performed for 10 (ten) sessions. In the results, we used the SAS statistical software version 9.3.1, such that first carried out a descriptive analysis of data, sharing in a first step (first evaluation) and second measurement (second evaluation). The assessment of the MMSE was 15 (fifteen), 34.88% of the sample respectively showed signs suggestive of cognitive impairment. Results related to the performance of the elderly in the parameters Motricity Thin engines, Space Organization and temporal organization, both in the first and second measurements showed good results and were in the normal average rating of EMTI. However, the first evaluation, the Global Kinetics parameters obtained an average of 34.88 points, equivalent to much lower rating; the Body Scheme averaging 76.46 points corresponded to a lower classification; and also the balance with an average of 79.81 points was in a lower classification. These results corresponded to the results of Balance and Gait Tinetti Scale, which showed 22 (51.16%) elderly with an average of 17.22 points and were, according to the scale at high risk for falls. The results of these scales were corroborated by the results of the Seniors' Falls Gazette, where 26 (60.47%) elderly suffered 52 falls, of which 33 (63.46%) decreases occurred by imbalances and 31 (59.62%) falls were in the street. In the second evaluation after the implemented activities, the elderly showed better results with rating change according to the scores, except the Global Mobility, which remained much lower rating. However, the Body Scheme moved to low normal rating with an average of 86.93 points, the balance changed the lower rating for average normal with an average of 92.37 points. The Balance and Gait Tinetti Scale showed an increase in their scores and most elderly, 28 (65.11%) were at moderate risk for falls under the scale. Concluded with the results in the second measure, which targets have been achieved and the hypothesis that the psychomotor stimulation exercise favors the balance of elderly patients with mild cognitive impairment was confirmed


Se trata de un estudio cuantitativo con un enfoque cuasi-experimental, cuyo objetivo general fue analizar los efectos de las actividades psicomotrices para mantener el equilibrio en las personas mayores con deterioro cognitivo leve y objetivos específicos fueron identificar el déficit psicomotor en los ancianos con déficit cognitivo leve utilizando la Escala motor para Ancianos (EMTI) y la escala de Tinetti; implementar actividades y ejercicios psicomotrices para los ancianos con déficit cognitivo leve destinado a mejorar los factores psicomotrices con énfasis en el equilibrio y la marcha; comparar las condiciones psicomotrices de personas mayores con déficit cognitivo leve antes y después de la ejecución de las actividades y ejercicios psicomotores. La encuesta se llevó a cabo durante un período de cuatro (4) meses, a partir de abril de 2014 y termina en julio de 2014. Los sujetos del estudio fueron 43 ancianos dos instituciones públicas, de edades 64 a 88, 86, 04% mujeres. El estudio desarrollado metas que se han realizado de acuerdo con el ámbito de aplicación de la Teoría de Imogene King Objetivos. El MMSE (Mini Examen del Estado Mental) en todos los ancianos para evaluar la memoria se aplicó. Para evaluar los parámetros del motor se utilizó la escala de motor para Ancianos (EMTI) y para evaluar el equilibrio y la marcha, la Tinetti Escala; utilizamos los ancianos Falls Journal. Las escalas se aplicaron antes y después de la ejecución de las actividades psicomotoras, que se realizaron durante 10 (diez) sesiones. En los resultados, se utilizó la estadística versión 9.3.1 del software SAS, de tal manera que primero llevó a cabo un análisis descriptivo de los datos, compartiendo en una primera etapa (primera evaluación) y la segunda medición (segunda evaluación). La evaluación de la MMSE fue de 15 (quince), 34,88% de la muestra mostraron respectivamente signos sugestivos de deterioro cognitivo. Resultados relacionados con el desempeño de las personas mayores en los parámetros de los motores de Motricidad fina, la organización del espacio y la organización temporal, tanto en la primera y segunda mediciones mostraron buenos resultados y estaban en el promedio normal de EMTI. Sin embargo, la primera evaluación, los parámetros Global Kinetics obtuvo un promedio de 34,88 puntos, equivalente a la calificación mucho más baja; el esquema corporal promedio de 76,46 puntos correspondido a una clasificación más baja; y también el equilibrio con un promedio de 79.81 puntos estaba en una clasificación inferior. Estos resultados se corresponden con los resultados del equilibrio y la marcha Tinetti Escala, que mostraron 22 (51,16%) de edad avanzada con un promedio de 17,22 puntos y se encontraban, según la escala en alto riesgo de caídas. Los resultados de estas escalas fueron corroborados por los resultados de las personas mayores Falls Gazette, donde 26 (60,47%) sufrieron caídas de ancianos 52, de los cuales 33 (63,46%) se produjeron disminuciones por desequilibrios y 31 (59,62%) caídas estaban en la calle. En la segunda evaluación después de las actividades realizadas, los ancianos mostraron mejores resultados con cambio de calificación de acuerdo a los puntajes, excepto la Movilidad Global, que se mantuvo calificación mucho más baja. Sin embargo, el esquema corporal se trasladó a baja calificación normal con una media de 86,93 puntos, el equilibrio cambió la calificación más baja para el promedio normal con una media de 92,37 puntos. El equilibrio y la marcha Tinetti Escala mostraron un aumento en sus puntuaciones y la mayoría ancianos, 28 (65,11%) estaban en riesgo moderado de caídas en la escala. Concluido con los resultados en la segunda medida, que se han alcanzado las metas y la hipótesis de que el ejercicio de estimulación psicomotriz favorece el equilibrio de los pacientes ancianos con se confirmó el deterioro cognitivo leve


Assuntos
Acidentes por Quedas , Disfunção Cognitiva , Equilíbrio Postural , Desempenho Psicomotor
12.
Niterói; s.n; 2014. 154 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-883616

RESUMO

Introdução: O equilíbrio, assim como os demais componentes da capacidade física é treinável com a pratica de exercícios físicos, no entanto, há uma falta de padronização do treinamento de equilíbrio. Objetivo: Avaliar a influência de um protocolo específico de exercícios voltados a melhora do equilíbrio em um programa global de atividade física para idosos sobre as variáveis: equilíbrio corporal e força de membros inferiores. Metodologia: Pesquisa do tipo experimental, com a duração de 3 meses. Fizeram parte deste estudo 39 mulheres idosas, sendo 21 no G-Equi e 18 no G-Cont. Para a avaliação foram utilizados questionários para a identificação de possíveis fatores de risco a saúde, variáveis socioeconômicas, nível de atividade física, histórico de quedas, como também, o questionário Mini mental, como exames físicos e testes motores; foram realizadas reavaliações ao final dos 3 meses. Resultados: Após os 3 meses pode-se perceber que o G-Equi apresentou uma diferença significativa entre os resultados dos testes TAFA, o TAFLD, o TAFLE, o TLA e o TC, no entanto, não apresentou para o TU apesar de uma tendência a um melhor desempenho. O G-CONT apresentou diferença significativa para o TLA, tendo as medianas muito próximas para os testes de alcance e TU. Em relação ao resultado da interação entre os grupos pode-se observar que o grupo que realizou a intervenção obteve melhores resultados, tendo diferenças significativas para os testes TAFA, o TAFLD, o TAFLE, e o TC, não apresentando para o TLA e o TU apesar de apresentar melhores resultados nos testes. Para os dados estabilométricos houve uma redução significativa do deslocamento total e da velocidade bidirecional, para o GEqui com olhos abertos e fechados, e um aumento do deslocamento total e uma redução da velocidade bidirecional para o G-Cont com olhos abertos. Discussão: Os achados revelaram que o treinamento de equilíbrio auxilia na melhora do desempenho do controle postural em idosas, corroborando com a literatura. Conclusão: Os efeitos do treinamento de equilíbrio adicionado em um programa global de exercícios físicos para idosas apresentaram efeitos positivos no equilíbrio corporal e força de membros inferiores, além de evidenciar novas inquietações a respeito da afirmação que uma menor área e oscilação é o que representa maior estabilidade


Introduction: The balance, as well as other components of physical ability is trainable with the practice of physical activity, however, there is a lack of standardization of balance training. Objective: To evaluate the influence of a specific protocol of exercises aimed at improving balance in a comprehensive physical activity program for seniors on variables: body balance and lower limb strength. Methodology: Survey of experimental type, with a duration of 3 months. This study included 39 elderly women, with 21 in G- Equi and the G- 18 Cont. For the evaluation questionnaires to identify possible risk factors to health, socioeconomic variables, physical activity level, history of falls, as were also used, the Mini Mental questionnaire such as physical exams and testing engines; revaluations were carried out at the end of 3 months. Results: After 3 months it can be seen that the G-Equi showed a significant difference between the results of the tests TAFA the TAFLD the TAFLE, TLA and TC, however, not presented to the TU despite a tendency to better performance. The G- Cont significant difference to TLA, and very close to the testing range and TU medians. Regarding the result of the interaction between the groups can be seen that the group that performed the intervention achieved better results, with significant differences for TAFA tests, TAFLD the TAFLE, and TC, for not presenting the TLA and the TU despite provide better test results. For stabilometric data there was a significant reduction in the total displacement and bidirectional speed for the G- Equi with eyes open and closed, and an increase in total displacement and reduction of bidirectional speed for the G-Cont with open eyes. Discussion: The findings showed that the Balance training helps in improving the performance of postural control in elderly, corroborating with literature. Conclusion: The effects of balance added an overall exercise program for older training had positive effects on body balance and lower limb strength, besides highlighting new concerns regarding the assumption that a shorter swing and is what is most stability


Assuntos
Idoso , Equilíbrio Postural , Terapia por Exercício
13.
Niterói; s.n; 2014. 139 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-914019

RESUMO

O processo de envelhecimento acarreta uma série de mudanças anatômicas, fisiológicas, biomecânicas, psicológicas, afetivas e sociais. Essas alterações podem levar ao comprometimento da execução das atividades cotidianas e aumentar o risco de acidentes por queda. Atualmente, a queda no idoso é um episódio preocupante devido à alta incidência e suas consequências, afetando sua qualidade de vida. Entre os diversos fatores de risco, a debilidade do sistema de controle postural e a perda da flexibilidade foram escolhidas para estudo devido à possível relação entre eles. Desse modo, este trabalho teve como objetivo verificar o efeito crônico do treinamento de flexibilidade sobre o controle postural de idosas praticantes de hidroginástica participantes do projeto Prev-Quedas. A amostra foi composta por idosas participantes somente da hidroginástica, selecionadas de forma não probabilística, atendendo aos critérios de elegibilidade. Foram formados dois grupos: o grupo intervenção (GI) composto por 25 idosas que participaram de um programa com exercícios de flexibilidade, além da hidroginástica e o grupo controle (GC), formado por 21 idosas que realizaram apenas a hidroginástica. As idosas foram submetidas às avaliações: antropométrica, da capacidade cognitiva, da força de preensão manual, do controle postural e da amplitude articular máxima. O tratamento estatístico foi feito por meio do software BIOESTAT. 5.2. Foram aplicados testes de comparação e correlação inter e intragrupos. Para analisar a distribuição dos dados foi utilizado o teste de Shapiro-Wilk com o objetivo de designar testes paramétricos e não paramétricos para cada ocasião. Nas comparações foram utilizados os testes t de Student para amostras dependentes e independentes não paramétricas, Mann-Whitney para as independentes paramétricas e Wilcoxon para as amostras dependentes não paramétricas. Para correlacionar os dados foram utilizados o teste de correlação de Pearson para as amostras paramétricas e Spearman para não paramétricas. O nível de significância adotado foi p ≤ 0,05. Os resultados revelaram que o treinamento de flexibilidade associado à prática da hidroginástica, apesar de promoverem aumento na amplitude articular, não acarretou resultados positivos significativos nos indicadores de controle postural em idosas participantes do projeto Prev-Quedas. O grupo controle apresentou melhora significativa da velocidade média, deslocamento total do COP no eixo ântero-posterior, além da capacidade de alcance lateral para ambos os lados e uma redução no tempo de permanência em apoio unipodal. Não foram encontradas correlações significativas entre os valores de Δ goniométricos com aqueles referentes aos testes de controle postural para ambos os grupos. Portanto, o treinamento de flexibilidade associado à prática da hidroginástica não acarretou resultados significativos nos indicadores de controle postural em idosas, embora tenha promovido aumento da amplitude articular máxima nas articulações do quadril e tornozelo. As descobertas expostas sugerem a elaboração de estudos transversais ou longitudinais que abordem o efeito de um programa de exercícios de flexibilidade sobre o controle postural em idosas ativas para contribuir com futuras discussões sobre essa temática


The aging process involves a series of anatomical, physiological, biomechanical, psychological, emotional and social changes. These changes may lead to impairment performance daily activities and increase the risk of accidents from falls. Currently, the fall in the elderly is a worrying episode due to the high incidence and consequences, affecting their quality of life. Among the many risk factors, the weakness of the balance control system and the loss of flexibility were chosen for study because of the possible relationship between them. Thus, this study aimed to determine the chronic effect of flexibility training on balance control in elderly women engaged in water aerobics participants in Prev-Quedas project. The sample consisted of participants only the elderly water aerobics, selected nonprobabilistically manner, meeting the eligibility criteria. Two groups were formed: the intervention group (IG) consisting of 25 elderly that participated in a program with flexibility exercises, in addition to water aerobics and the control group (CG) consisting of 21 elderly women who underwent only water aerobics. Older underwent evaluation: anthropometric, cognitive ability, handgrip strength, postural balance and maximum range of motion articular. Statistical analysis was performed using the BioStat 5.2 software. Comparison and correlation inter and intra-groups tests were applied. To analyze the distribution of data, the Shapiro-Wilk test aiming to describe parametric and non-parametric tests for each occasion was used. In comparisons the Student t test for non parametric dependent and independent samples was applied, Mann-Whitney test for independent parametric and Wilcoxon tests for non parametric dependent samples were used. To correlate the data the Pearson correlation test were used for parametric samples and Spearman non parametric. The level of significance was p ≤ 0,05. The results revealed that training of flexibility associated with the practice of water aerobics, despite promote increased on the range of motion, not had significant positive results in indicators of postural balance in elderly participants in Prev-Quedas project. The control group showed significant improvement in average speed, total displacement in anteroposterior axis of the COP, and the ability to reach for both lateral sides and a reduction in time spent on one foot. No significant correlations between the values of Δ goniometric those related to postural control tests for both groups were found. Therefore, flexibility training associated with the practice of water aerobics has not resulted in significant indicators of postural balance in older adults, although promoted increased on maximum range of motion in the hip and ankle. The findings suggest the development of exposed transverse or longitudinal studies that address the effect of a program of flexibility exercises on balance control in active elderly to contribute to future discussions on this topic


Assuntos
Idoso , Exercícios de Alongamento Muscular , Equilíbrio Postural , Amplitude de Movimento Articular
14.
Niterói; s.n; 2013. 97 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-849402

RESUMO

O envelhecimento populacional é influenciado por diversos fatores como a diminuição das taxas de fecundidade; o aumento da expectativa de vida e; mudança nos padrões das doenças. Fatores estes que contribuem para a alteração nos cenários demográficos e epidemiológicos em todo o mundo. O declínio fisiológicofuncional inerente ao processo do envelhecimento traz um novo desafio para a saúde pública, que deve ter como finalidade a preservação da qualidade de vida. Neste contexto, é imperativo que o conhecimento sobre as necessidades da população idosa esteja adequado às suas demandas. Neste cenário, observa-se um aumento no número de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), nas quais se verifica maior deterioração das capacidades cognitivas, físicas e funcionais nos idosos que residem nelas, quando comparados àqueles que vivem em comunidades. Com esta probabilidade, verifica-se maior incidência da ocorrência de eventos incapacitantes como as quedas. Dessa forma, este trabalho teve como objetivo descrever e analisar as associações do tempo de institucionalização com o risco de quedas, por meio da avaliação do equilíbrio de idosos residentes nas ILPIs do município de Três Rios/RJ. Trata-se de uma pesquisa descritiva-analíticacorrelacional, de delineamento transversal das associações do tempo de institucionalização em ILPI sobre o equilíbrio e o risco de quedas. A amostra foi constituída pelos idosos residentes nas duas ILPIs de Três Rios/RJ, selecionados de forma não probabilística, atendendo aos critérios de elegibilidade. Os idosos foram submetidos aos testes funcionais do equilíbrio postural e estabilometria; aplicados testes de associação e comparativos intrasubgrupos e intergrupos. O tratamento estatístico foi feito por meio do software BIOESTAT 5.2. Foram realizadas as análises de distribuição por meio do teste Shapiro-Wilk com o fim de designar testes paramétricos e não paramétricos para cada ocasião. Adotou-se como nível de significância α ≤ 0,05. Os resultados revelaram que os testes funcionais do equilíbrio postural não se associaram com o tempo de institucionalização, como também não se diferenciaram nos comparativos intrasubgrupos e intergrupos. Na avaliação estabilométrica, observou-se uma redução da área e da velocidade do centro de pressão, conforme o aumento do tempo de residência nas ILPIs, mostrando uma correlação "inversa" em alguns parâmetros. As descobertas expostas sugerem que o atual padrão de institucionalização asilar do idoso é extremamente nocivo ao controle do equilíbrio, por restrição das habilidades motoras ou cognitivas. Recomenda-se que estas descobertas subsidiem outras pesquisas com designs variados para determinar com mais acurácia os mecanismos e desfechos deste atual modelo de institucionalização para idosos


Population aging is influenced by several factors such as a decline in fertility rates, increased life expectancy, changing patterns of disease. These factors contribute to the change in demographic and epidemiological scenarios worldwide. The physiological and functional decline inherent to the aging process brings a new challenge to public health, we should aim to preserve the quality of life. In this context, it is necessary that the knowledge about the needs of this older population is suited to your demands. Within this expectation is noticeable increase in the number of Homes for the aged. With the institutionalization of the elderly, accompanied by a more pronounced decline of physical, cognitive and functional compared to the elderly living in the community. With this probability, there is an increased incidence of occurrence of events such as falls disabling. Thus, this study aimed to describe and analyze the associations of the time of institutionalization with the risk of falls through the assessment of the balance of elderly residents in Homes for the aged in Tres Rios/RJ. This is a descriptive analytical-correlational cross-sectional associations of time to institutionalization in Homes for the aged about balance and risk of falls. The sample consisted of elderly people living in the two Homes for the aged from Três Rios / RJ, selected a non-probabilistic, meeting the eligibility criteria. Once selected, the elderly were subjected to functional tests of balance and postural stabilometry, association tests and comparative intrasubgrupos and groups. Statistical analysis was done by the software BioStat 5.2. Analyzes were performed distribution by using the Shapiro-Wilk test in order to designate parametric and nonparametric tests for every occasion. It was adopted as the significance α ≤ 0.05. In the results it is revealed that functional tests of postural balance were not associated with length of institutionalization, but also did not differ in intrasubgrupos and intergroup comparisons. In the evaluation stabilometric there was a reduction in the area and the speed of Center of Pressure with increasing residence time in Homes for the aged showing a correlation between "inverse" in some parameters. The findings exposed sujerem that the current pattern of asylum institutionalization of the elderly is extremely harmful to the balance control, by restriction of motor or cognitive skills and recommends that through these discoveries can be made with other research designs varied to determine more accurately the mechanisms and outcomes of this current model of institutionalization for the elderly


Assuntos
Acidentes por Quedas , Idoso , Instituição de Longa Permanência para Idosos , Equilíbrio Postural
15.
Online braz. j. nurs. (Online) ; 11(2,supl.1)out.-31,. 2012. tab
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-663306

RESUMO

Objective: To describe and analyze the association between institutionalization time in Long-Term Care Institutions for the Elderly (LTCI) and the balance and risk of falls of this population. Methods: This is a descriptive correlational study. The dependent variables will be measured through the use of scales of balance and stabilometry. The census consists of all population institutionalized at LTCIs in the city of Três Rios (RJ), between September 2011 and March 2012. Data processing includes the Kolmogorov-Smirnov test to verify the distribution. The data presented will be submitted to a Pearson correlation test and the analysis of variance for one factor, to allow comparisons between inter-groups and intra-subgroups. In the event that a Gaussian distribution is not presented, non-parametric tests will be used. The significance level used will be 5%. For statistical analysis BioEstat 5.0 software will be adopted.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Acidentes por Quedas , Dinâmica Populacional , Equilíbrio Postural , Instituição de Longa Permanência para Idosos , Pessoal de Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA