Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 15 de 15
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
3.
rev. cuid. (Bucaramanga. 2010) ; 7(1): 1152-1162, ene.-jun. 2016. tab
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-790020

RESUMO

Introducción: Colombia vive hoy por hoy uno de sus más grandes problemas sociales como es la migración de familias a nivel inter-municipales e inter-departamentales, lo que hace necesario la caracterización del factor de riesgo total en estas familias para su intervención. Materiales y Métodos: Estudio cuantitativo descriptivo transversal donde se seleccionaron 70 familias migrantes constituidas por 344 individuos, que viven aledaños a un barrio del municipio de Soledad, y se utilizó el instrumento Riesgo Familiar total (RFT 5-33) de Pilar Amaya, con las categorías: socio-demográfico, factores de riesgo y riesgo total. Resultados: Dentro de todos los factores de riesgo familiar que pone en un riesgo alto a estas familias migrantes son: condiciones de vivienda y vecindario con un 59%, situación económica con un 24% y condiciones afectivas con un 14%, menor frecuencia se da en servicios y practica de salud con un 10% y manejo de menores con 10%. Discusión: La problemática que viene afectando a las poblaciones rurales, aun cuando el gobierno viene desarrollando planes direccionados hacia las familias migrantes, los problemas de infraestructura de las viviendas y la situación socio-económica en ellos se refleja en su salud. Y más aun cuando algunas investigaciones han demostrado como se les ha venido vulnerando sus derechos. Conclusiones: Sobre el predominio de las familias migrantes con riesgo alto, se aprecia que estadísticamente los componentes de estas variables son independientes, pero el comportamiento observado puede ser el resultado de efectos causales similares.


Introdução: Colômbia hoje está passando por um dos seus maiores problemas sociais, tais como a migração das famílias para nível inter-municipal e inter-departamental, tornando-se necessário caracterizar o fator de risco global nessas famílias para a sua intervenção. Materiais e Métodos: Estudo transversal quantitativo onde foram selecionados 70 famílias migrantes que consistem de 344 indivíduos que vivem ao lado de um bairro do município de Soledad, eo instrumento de risco familiar total (RFT 5-33) de Pilar Amaya foi utilizado, com a Categorias: sociodemográficas, fatores de risco e risco global. Resultados: Dentre todos os fatores de risco familiar que os colocam em alto risco para essas famílias migrantes são as condições de habitação e vizinhança com 59% situação económica com 24% e condições emocionais com 14% ocorre com menos frequência e prática nos serviços de saúde com 10% e gestão 10% menor. Discussão: O problema que está afetando as populações rurais, mesmo quando o governo está desenvolvendo planos voltados para famílias migrantes, os problemas de infra-estrutura habitacional e da situação sócio-económica neles se reflete na sua saúde. E ainda mais quando algumas pesquisas têm mostrado como foram violando seus direitos. Conclusões: Com predomínio de famílias migrantes de alto risco, mostra que estatisticamente os componentes dessas variáveis são independentes, mas o comportamento observado pode ser o resultado de efeitos causais semelhantes.


Introduction: Colombia today is experiencing one of its greatest social problems such as the migration of families to inter-municipal and inter-departmental level, making it necessary to characterize the total risk factor in these families in order to be intervened. Material and Methods: Cross-sectional quantitative study, where 70 migrant families were selected, the sample was formed by 344 individuals, who lived adjacent to a neighborhood at the Soledad municipality. Total Family Risk Instrument (TFR 5-33) from Pilar Amaya was used. The categories were: socio-demographic, risk factors and total risk. Results: The main risk factors that contribute to situate the migrant family in high risk were: housing conditions and neighborhood with 59%, economic situation with 24% and emotional conditions with 14%, finally. Risk factors with low frequently were health service and practice with 10% and child breeding with 10%. Discussion: Although government is developing plans directed toward migrant families, they have been affected by housing infrastructure problems and socio-economic situation, which are reflected in their health. Conclusions: Migrant families with high risk show that components of these variables are independent statistically, but the observed behavior may be the result or similar causal effects.


Assuntos
Humanos , Características da Família , Condições Sociais , Fatores de Risco , Migrantes/psicologia , Política de Saúde , Problemas Sociais , Saúde Pública , Colômbia , Epidemiologia Descritiva
5.
Rev. enferm. UFPI ; 3(4): 101-105, out.-dez. 2014.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1033760

RESUMO

Objetivo: Relatar a experiência profissional de assistentes sociais quanto à análise dos fatores sociais que contribuem para o adoecimento mental de famílias que residem em área de risco social. Método: Trata-se de um relato de experiência desenvolvido por assistentes sociais durante a atuação profissional em projeto habitacional de reassentamento/remanejamento de famílias em situação de risco social, desenvolvido em um bairro de Teresina – Piauí. Resultados: A experiência evidenciou os diversos condicionantes sociais que podem culminar no adoecimento mental e a necessidade de atuação do Estado em políticas públicas que proporcionem melhores níveis de igualdade social e consequentemente melhores níveis de saúde, a exemplo da saúde mental. Conclusão: Dessa forma, para obtenção de vida saudável é imprescindível promover qualidade de vida, melhorando de forma considerável os níveis de desenvolvimento social, econômico e pessoal, além da melhoria dos serviços de saúde da população, enfrentando assim os determinantes sociais de saúde.


Objective: To report the professional experience of social workers as to analysis of social factors that contributes to mental illness in families residing in the area of social risk. Method: It treats an experience report developed by social workers during their professional performance in the housing project the resettlement/ relocation of families at social risk developed into a neighborhood Teresina - Piauí. Results: The experience evidenced the diverses socials conditioners that can culminate in mental illness and the necessity of performance of the State in public policy that provide higher levels of social equality and consequently better health, like mental health. Conclusion: This way, to obtain healthy life is essential topromote quality of life, by improving a considerable way the levels of social development, economic and personal, beyond improving of population health services, it confronts thus the social determinants of health.


Assuntos
Humanos , Fatores de Risco , Problemas Sociais , Saúde Mental
6.
Rev. gaúch. enferm ; 34(3): 138-146, set. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-695267

RESUMO

Este estudo teve como objetivo investigar a qualidade de vida específica de pacientes com Diabetes Mellitus. Trata-se de estudo transversal, realizado de 02 a 28 de agosto de 2012, em duas unidades básicas de saúde do interior paulista. A amostra foi constituída por conveniência de 75 pacientes, com idade igual ou maior a 18 anos, de ambos os sexos, em um grupo de automonitorização da glicemia capilar. Utilizou-se o Instrumento de Avaliação de Diabetes 39 (D-39), contendo cinco dimensões: "energia e mobilidade" (15 itens), "controle do diabetes" (12), "ansiedade e preocupação" (4), "sobrecarga social" (5) e "funcionamento sexual" (3). A qualidade de vida se mostrou muito afetada nos itens relacionados à dimensão da sobrecarga social: constrangimento por ter diabetes, ser chamado de diabético e ter o diabetes interferindo em sua vida familiar. A elucidação dos fatores avaliados contribui para o planejamento de programas educativos, na medida em que tais fatores podem dificultar a obtenção do controle metabólico de pacientes com diabetes.


Este estudio objetivó investigar la calidad de vida específica de los pacientes con diabetes mellitus. Estudio transversal, que se realizó entre el 02 y el 28 de agosto de 2012, realizado en dos unidades básicas de salud, en el interior, en 2012. La muestra por conveniencia fue constituida de 75 pacientes, edad mayor o igual a 18 años, de ambos sexos y en un grupo de control de glucemia capilar. Se utilizó el Cuestionario de Evaluación Diabetes 39 (D-39), que contiene cinco dimensiones: energía y movilidad(15 ítems), control de la diabetes(12), ansiedad y preocupación(4), sobrecarga social(5) y funcionamiento sexual(3). La calidad de vida fue muy afectada en los ítems relacionados a la dimensión sobrecarga social: vergüenza de tener diabetes, ser llamado de diabético y tener diabetes interfiriendo en su vida familiar. La elucidación de los factores evaluados que contribuyen a la planificación de los programas educativos, y que puede obstaculizar el logro del control metabólico en pacientes con diabetes.


The purpose of this study is to investigate the specific quality of life of patients with diabetes mellitus. It is a cross-sectional study, which was conducted from August 2-28, 2012 in two basic health units, in the interior of São Paulo. A convenience sample, made up of 75 patients, 18 years old or older, both sexes, in a group of self-monitoring of blood glucose, was used. The Diabetes 39 (D-39) Instrument Evaluation, containing five dimensions: energy and mobility (15 items), diabetes control (12), anxiety and worry (4) social overload (5) and sexual behavior (3), was used. Quality of life proved to be highly affected in the items related to the social overload dimension: embarrassment for having diabetes, being called diabetic and diabetes interfering with family life. The elucidation of the assessed factors contributes to the planning of educational programs, insofar as they may hinder the achievement of metabolic control in patients with diabetes.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Diabetes Mellitus/psicologia , Qualidade de Vida , Inquéritos e Questionários , Ansiedade/etiologia , Atitude Frente a Saúde , Brasil , Estudos Transversais , Diabetes Mellitus/terapia , Dieta para Diabéticos/psicologia , Emoções , Tolerância ao Exercício , Relações Familiares , Fadiga/etiologia , Hipoglicemiantes/uso terapêutico , Ambulatório Hospitalar , Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde , Autoimagem , Comportamento Sexual , Problemas Sociais
7.
Rev. gaúch. enferm ; 34(3): 155-162, set. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-695269

RESUMO

A Terapia Comunitária Integrativa (TCI) surge como uma estratégia de apoio à saúde mental dos usuários do Sistema Único de Saúde. O estudo tem como objetivo identificar os principais problemas apresentados pelos usuários da terapia comunitária e identificar as estratégias que utilizam no enfrentamento das situações que provocam sofrimento emocional. Pesquisa do tipo documental realizada na Secretaria Municipal de Saúde, tendo como fontes de informações fichas de organização de dados da TCI. Os resultados demonstraram que o problema mais frequente é o estresse, que a estratégia de enfrentamento mais utilizada é a espiritualidade, e que através dos discursos dos participantes é possível perceber a opinião positiva que eles têm dos encontros. A TCI é um espaço onde as relações construídas transmitem apoio emocional, fortalecem vínculos e diminuem os casos de exclusão social.


La Terapia Comunitaria Integradora (TCI) se ha convertido en una estrategia de apoyo de salud mental a los usuarios del Sistema Nacional de Salud. El estudio tiene como objetivo identificar los principales problemas presentados por los usuarios de la atención comunitaria e identificar las estrategias que utilizan para afrontar las situaciones que causan estrés emocional. La investigación fue documental celebrada en el Municipal de Salud en el que las fuentes de información fichas para organizar los datos de la TCI. Los resultados mostraron que el problema más frecuente es el estrés, la estrategia de enfrentamiento más utilizada es la espiritualidad, y a través de los discursos de los participantes es posible percibir la connotación positiva que tienen las reuniones. La TCI es un espacio donde las relaciones construidas transmiten apoyo emocional, fortalecen los vínculos y reducen los casos de exclusión social.


Community Integrative Therapy (CIT) has emerged as a strategy to support the mental health of users of the public Unified Health System (SUS). This study had the objective to identify the principal problems presented by patients of group therapy, and to identify strategies that they use to cope with situations that cause emotional suffering. Secondary research carried out at the Municipal Secretary of Health, with information sources being organization forms with data from CIT. The results demonstrate that the most frequent problem [cause of suffering] is stress, the coping strategy most used is spirituality, and through the discourses of the participants it is possible to perceive the positive perception that they have of the meetings. CIT is a space where the relationships that are forged transmit emotional support, strengthen ties and diminish cases of social exclusion.


Assuntos
Humanos , Adaptação Psicológica , Serviços Comunitários de Saúde Mental/organização & administração , Emoções , Programas Nacionais de Saúde/organização & administração , Pacientes/psicologia , Psicoterapia de Grupo , Estresse Psicológico , Brasil , Conflito Familiar , Perdão , Narração , Isolamento Social , Problemas Sociais , Apoio Social , Espiritualidade , Estresse Psicológico/epidemiologia , Estresse Psicológico/psicologia , Estresse Psicológico/terapia , Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/psicologia , Trabalho
8.
Rev. enferm. UFPE on line ; 4(3,n.esp): 1308-1314, maio-jun 2010.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-988535

RESUMO

Objetivos: descrever e problematizar a realidade observada e as atividades de educação em saúde desenvolvidas junto a uma comunidade situada no território de abrangência de uma Unidade de Saúde da Família em município do sul do Brasil. Metodologia: trata-se de um relato de experiência baseado em uma revisão de literatura. Resultados: a partir da observação da realidade local foram propostas ações conjuntas com a comunidade, a fim de impulsionar a reflexão crítica acerca de possibilidades de melhoria das condições de vida. Nesse contexto foram articulados contatos com outros setores do poder público a fim de atender as demandas priorizadas pela população da área. Durante todo o processo buscou-se respeitar o saber e a cultura dos moradores e agregá-los às práticas construídas. Conclusão: estas ações foram positivas por estimularem a reflexão crítica acerca do ambiente de vida e possibilidades de melhoria na comunidade. No entanto, as ações de aproximação do setor saúde com outros setores revelou a dificuldade de construção de práticas intersetoriais no sentido de melhorar as condições de vida locais.(AU)


Assuntos
Humanos , Saúde Pública , Educação em Saúde , Enfermagem , Condições Sociais , Problemas Sociais , Saúde da Família , Estratégia Saúde da Família
9.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 11(4): 694-698, dez. 2007.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-478359

RESUMO

O artigo enfoca a heterogeneidade de grupos e de pessoas usuárias de drogas, em ênfase nas especificidades de mulheres. Trata-se de revisão de literatura sobre o fenômeno das drogas e saúde, a partir de textos selecionados que utilizam a variável empírica sexo. Foram identificadas diferenças no consumo de drogas entre homens e mulheres e especificidades entre mulheres tanto em relação a aspectos epidemiológicos quanto ao determinantes sócio-culturais do fenômeno...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Drogas Ilícitas , Identidade de Gênero , Problemas Sociais/prevenção & controle , Problemas Sociais/tendências , Saúde da Mulher
10.
Rev. enferm. UERJ ; 14(2): 208-213, abr.-jun. 2006. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-433038

RESUMO

O presente artigo tem por objetivo abordar a visita domiciliar no contexto do Programa Saúde da Família (PSF) como espaço privilegiado para diálogo e produção de saberes à luz do pensamento de Boaventura Sousa Santos e de Edgar Morin. Os dados que apóiam esta constatação foram alcançados por uma pesquisa descritiva realizada no período entre 2001 e 2003 para avaliar a experiência de implantação do PSF em seis municípios do Estado do Rio de Janeiro, da qual participaram 78 médicos e 131 enfermeiros. Diante dos resultados alcançados sobre a abrangência da visita domiciliar na agenda dos profissionais e usuários do PSF é possível concluir que o caráter estratégico da mesma contribui para consolidar o Sistema Único de Saúde e superar desigualdades sociais. Também, a visita domiciliar incorporada à práxis profissional demonstra que o Pólo de Capacitação em Saúde da Família do Rio de Janeiro alcançou seu propósito na preparação de pessoal para atuar em equipes de saúde da família.


Assuntos
Brasil , Problemas Sociais , Estratégia Saúde da Família , Saúde da Família , Serviços de Assistência Domiciliar , Visitadores Domiciliares , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa sobre Serviços de Saúde
11.
Rev. gaúch. enferm ; 25(1): 44-55, abr. 2004. ilus
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-463447

RESUMO

Esta pesquisa objetivou conhecer as condições de vida e o perfil sócio demográfico de 220 idosos residentes na área adstrita de uma Unidade Básica de Saúde de Porto Alegre. A coleta dos dados foi realizada por meio de visitas domiciliares. A idade média dos entrevistados é 70,4 anos; 62,73 por cento é do sexo feminino. As condições de moradia e de companhia demonstraram que 86,36 por cento mora em casa própria com, em média, três moradores. Quanto a sua saúde, 60 por cento referiu que a considera muito boa e boa, 23,73 por cento relatou desconhecer doenças. Entre os que referiram algum problema de saúde, destacam-se os distúrbios cardiocirculatórios (48,18 por cento) e os osteomusculares (22,73 por cento)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Concentração Demográfica , Condições Sociais , Problemas Sociais
12.
Säo Paulo; s.n; 1999. 140 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-336817

RESUMO

Este estudo enfoca a criança em situaçäo de rua a partir do discurso de um grupo de crianças em idade escolar que se encontram nas ruas da regiäo metropolitana de Säo Paulo. A autora parte do pressuposto que a falta de clareza na Política de Saúde, de açöes voltadas para esse grupo específico, tem gerado uma participaçäo restrita dos profissionais enfermeiros em Programas desenvolvidos por instituiçöes públicas, organizaçäes näo governamentais ou de outra natureza, devido ao desconhecimento das reais demandas e necessidades, e das açöes de enfermagem que poderiam ser empreendidas nesses Programas, consonantes com o Estudo da Criança e do Adolescente. Para tanto, elegeu-se tomar o discurso da própria criança nessa condiçäo, dando a ela voz para falar de sua trajetória e representaçöes sobre sua condiçäo de vida. Partindo de um levantamento de dados preliminar onde evidencia-se o contexto social e as condiçöes de vida desse grupo populacional, submetido às situaçöes de miséria absoluta, a autora dá destaque à gravidade do problema da criança brasileira socialmente excluída e aos fatores que tem historicamente determinado esse quadro. Os dados foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas, realizadas individualmente com catorze crianças que estavam frequentando um dos dois abrigos públicos da cidade de Säo Paulo. Estes foram analisados segundo os pressupostos da pesquisa qualitativa na vertente da teoria das Representaçöes Sociais e da Análise de Conteúdo, conforme preconizado por Bardin e Minayo. As categorias temáticas destacadas dos dados empíricos foram agrupadas em experiências das crianças com: "a família"; "a rua"; "as drogas"; "os abrigos";"os amigos"; "a polícia" e as "perspectivas para o futuro". O estudo permitiu identificar que a violência permeia todas as facetas da trajetória de vida dessas crianças e do conjunto de experiências e situaçöes por elas representadas, restringindo drasticamente as possibilidades destas se desenvolverem plenamente. A soluçäo do problema depende principalmente da implementaçäo de Políticas Sociais e de Saúde tendo como foco a reestruturaçäo das condiçöes de vida das famílias em situaçäo de risco que assegure o direito às disposiçöes referidas no Estatuto da Criança e do Adolescente. Para tanto, é indispensável o comprometimento do Estado, em parceria com a sociedade...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Problemas Sociais , Jovens em Situação de Rua , Enfermagem em Saúde Pública
13.
São Paulo; s.n; 1999. 129 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1048712

RESUMO

Este estudo enfoca a criança em situação de rua a partir do discurso de um grupo de crianças em idade escolar que se encontram nas ruas da região metropolitana de São Paulo. A autora parte do pressuposto que a falta de clareza na Política de Saúde, de ações voltadas para esse grupo específico, tem gerado uma participação restrita dos profissionais enfermeiros em Programas desenvolvidos por instituições públicas, organizações não governamentais ou de outra natureza, devido ao desconhecimento das reais demandas e necessidades, e das ações de enfermagem que poderiam ser empreendidas nesses Programas, consonantes com o Estudo da Criança e do Adolescente. Para tanto, elegeu-se tomar o discurso da própria criança nessa condição, dando a ela voz para falar de sua trajetória e representações sobre sua condição de vida. Partindo de um levantamento de dados preliminar onde evidencia-se o contexto social e as condições de vida desse grupo populacional, submetido às situações de miséria absoluta, a autora dá destaque à gravidade do problema da criança brasileira socialmente excluída e aos fatores que tem historicamente determinado esse quadro. Os daddos foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas, realizadas individualmente com catorze crianças que estavam frequentando um dos dois abrigos públicos da cidade de São Paulo. Estes foram analisados segundo os pressupostos da pesquisa qualitativa na vertente da teoria das Representações Sociais e daAnálise de Conteúdo, conforme preconizado por Bardin e Minayo. As categorias temáticas destacadas dos dados empíricos foram agrupadas em experiências das crianças com: "a família"; "a rua"; "as drogas"; "os abrigos";"os amigos"; "a polícia" e as "perspectivas para o futuro". O estudo permitiu identificar que a violência permeia todas as facetas da trajetória de vida dessas crianças e do conjunto de experiências e situações por elas representadas, restringindo ) drasticamente as possibilidades destas se desenvolverem plenamente. A solução do problema depende principalmente da implementação de Políticas Sociais e de Saúde tendo como foco a reestruturação das condições de vida das famílias em situação de risco que assegure o direito às disposições referidas no Estatuto da Criança e do Adolescente. Para tanto, é indispensável o comprometimento do Estado, em parceria com a sociedade civil, para encontrar meios de solucionar essas questões. A autora sugere a participação do profissional enfermeiro em eventos que defendam os direitos da criança e do adolescente, em programas de desintoxicação de toxicômanos e em programas de reintegração da criança na família de origem ou substituta. Sugere também que a temática seja tratada no âmbito do ensino de Graduação e Pós-graduação, de modo a possibilitar não só a sensibilidade para a problemática, mas também a visualização da possibilidade de atuação do enfermeiro nesses campos de trabalho.


The subject matter of this study, the child in street situation, is grounded on the discourse of a group of street children of school age in the São Paulo metropolitan area. The writer postulates that the Healty Policy action directed to that specific group falls short of clarity: this has caused limited participation of nursing professionals in programs undertaken by public agencies, non-governmental and other organisations, since the real demands and needs remain untraced, as do the nursing action could be relied on in those programs, in consonance with the Statute for the Child and the Adolescent. Therefore, the discourse delivered by the child in that predicament was elected to express trajectory and representations of living conditions. The writer's preliminary data inventory bears witness to that group's social context and situations of utter misery, and enunciates the magnitude of the problem and historically determining factors engulfing the socially-excluded Brazilian child. The data was collected through semi-structeured individual interviews with fourteen children frequenting public shelters in the city of São Paulo , and were analysed according to the quality research procedures of the Social Representations and Content Analysis theory, as advised by Bardin and Minayo. The thematic categories of children experience as detached from the empirical were grouped as follows: "family", "the street", "drugs", "shelters","friends", "the police"and "future outllok". This study has identified the fact that violence permeates all the aspects of those children's life trajectories and assemblage of experience and situations there by represented, which drastically impair their possibilities of full development. An answer to this plight depends mainly on the implementation of Social a and Health Care Policies, with a view to re-structuring the state of affairs of those families in hazardous circumstances, to attain what is stipulated by the Statute of the Child and the Adolescent. To this effect, commitment on the part of the State is indispensable, in partnership with the civil society, to find ways and means to clear these questions. The writer suggests participation on the nursing professional in events designed to protect the rights of the child and the adolescent, in detoxification programmes for addicts and of reintegration of the child in the family of origin or substitute. It is also suggested that the thematic be dealt with in the graduation and post-graduation environments, so as to generate concerned response to the points at issue and also envisage the possibility of operation by the nursing professional in these fields of activity.


Assuntos
Pré-Escolar , Criança , Serviços de Saúde Escolar , Problemas Sociais , Jovens em Situação de Rua
14.
Rio de Janeiro; s.n; 1990. 181 p.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1035759

RESUMO

O presente trabalho, busca compreender como uma instituiçäo assistêncial, através de suas práticas, atua na formaçäo das representaçöes sobre saúde, das adolescentes que assiste. Fizemos uso de uma metodologia qualitativa, onde tentou-se traçar o dia-a-dia, de adolescentes, dentro da instituiçäo, e o tratamento recebido em relaçäo à saúde nos órgäos competentes. Conclue-se que a instituiçäo, ao reproduzir as condiçöes de existência na quais as adolescentes viviam anteriormente, perpetua as condiçöes de marginalidade social às quais as mesmas integravam, contribuindo de forma negativa para a otimizaçäo de seu desenvolvimento bio-psico-social e que a utilizaçäo de práticas formativas, contribuiram para desenvolver nas adolescentes assistidas, atitudes conformistas e de dependência, onde a própria saúde näo é reconhecida como um direito, e o seu cuidado é relegado a segundo plano...


Assuntos
Masculino , Feminino , Adolescente , Humanos , Adolescente , Adolescente Institucionalizado , Comportamento do Adolescente , Delinquência Juvenil , Nutrição do Adolescente , Problemas Sociais , Saúde , Sexualidade , Socialização , Jovens em Situação de Rua
15.
s.l; s.n; 1985. 63 p. tab.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-68017

RESUMO

Foram estudadas as respostas obtidas de 60 alunas do Curso de Graduaçäo em Enfermagem e Obstetrícia da Fundaçäo Universidade Estadual de Londrina, através de teste sociométrico, objetivando um estudo sobre a aceitaçäo e rejeiçäo do alcoolismo, dentre várias patologias psiquiátricas, por ocasiäo do estágio na disciplina Enfermagem Psiquiátrica. Os dados foram coletados por dois anos, em Hospital Psiquiátrico do tipo terapêutico conveniado com a Escola para realizaçäo de estágio prático pelos alunos do último período do Curso. A análise dos dados permite concluir que a rejeiçäo ao alcoolista é grande e dentre as patologias psiquiátricas o alcoolismo é das mais rejeitadas. Os autores concluem que idéias preconceituosas permanecem no formando em relaçäo ao alcoolismo e que o paciente alcoolista gera sentimentos negativos no aluno durante as relaçöes de ajuda. Descreve-se o que pensam e sentem os alunos em relaçäo ao alcoolista, constituindo-se de atitudes que se recomenda sejam modificadas, os dados obtidos podem servir de base ao preparo de programas de orientaçäo aos futuros alunos de forma a minorar as dificuldades no relacionamento com pacientes alcoolistas


Assuntos
Humanos , Problemas Sociais , Estudantes de Enfermagem/psicologia , Alcoolismo , Desejabilidade Social , Atitude Frente a Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA