Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. urug. enferm ; 14(2): 34-43, dic 2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1051426

RESUMO

Este estudio analizó el perfil epidemiológico de la sífilis congénita en el estado de Bahía, Brasil, de 2007 a 2017. Esta es una investigación epidemiológica descriptiva con un enfoque cuantitativo. La recopilación de datos se realizó en septiembre de 2018 en el Sistema de Información y Notificación, disponible en el Departamento de Informática del Sistema Único de Salud de Brasil. Los datos se tabularon usando el software Microsoft Office Excel y Microsoft Office Word, y luego se analizaron usando estadísticas descriptivas usando cálculos de frecuencia absoluta y relativa. La sífilis congénita fue significativa en el estado de Bahía, con la notificación de 8,917 casos, con la región oriental 57.3% (n = 5,111) de los casos. Hubo un comportamiento creciente de casos entre 2010 y 2016, con una disminución en 2017. Con respecto al perfil de los casos, se encontró que 48.4% (n = 4,314) eran mujeres, 67.3% (n = 6,602 ) no blancos, 83.4% (n = 7,433) residentes urbanos y 93.6% (8,349) diagnosticados al sexto día de vida. Con respecto a las características maternas, el 35,2% (n = 3.134) declaró que la escuela primaria estaba incompleta, el 71,3% (n = 6.352) tenía atención prenatal y el 47,9% (n = 4.265) de las parejas no recibió tratamiento. . Se puede concluir que la sífilis congénita es un problema de salud pública en el estado de Bahía, que requiere que los gerentes y otros profesionales de la salud implementen acciones dirigidas a la prevención y el control de los casos.


This study analyzed the epidemiological profile of Congenital Syphilis in the State of Bahia, Brazil, from 2007 to 2017. This is a descriptive epidemiological investigation with a quantitative approach. Data collection was performed in September 2018 in the Information and Notification System, available from the Department of Informatics of the Brazilian Unifi ed Health System. Data were tabulated using Microsoft Office Excel and Microsoft Office Word software, and were then analyzed using descriptive statistics using absolute and relative frequency calculations. Congenital syphilis was significant in the state of Bahia, with the notification of 8,917 cases, with the eastern region 57.3% (n = 5,111) of the cases. There was an increasing behavior of cases between 2010 and 2016, with decline in 2017. Regarding the profile of the cases it was found that 48.4% (n = 4,314) were female, 67.3% (n = 6,602) non-white, 83.4% (n = 7,433) urban residents and 93.6% (8,349) diagnosed by the 6th day of life. Regarding maternal characteristics, 35.2% (n = 3,134) declared elementary school incomplete, 71.3% (n = 6,352) underwent prenatal care and 47.9% (n = 4,265) of partners did not receive treatment. It can be concluded that congenital syphilis is a public health problem in the state of Bahia, which requires managers and other health professionals to implement actions aimed at preventing and controlling cases.


Este estudo analisou o perfil epidemiológico da Sífilis Congênita no estado da Bahia, Brasil, no período de 2007 a 2017. Trata-se de uma investigação epidemiológica descritiva com abordagem quantitativa. A coleta de dados foi realizada em setembro de 2018 no Sistema de Informações e Agravos de Notificações, disponibilizado pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil. Os dados foram tabulados no programa Microsoft Office Excel e Microsoft Office Word, e em seguida, foram analisados por meio da estatística descritiva, utilizando-se de cálculos de frequência absoluta e relativa. A Sífilis Congênita mostrou-se expressiva no estado da Bahia, com a notifi cação de 8.917 casos, tendo a região Leste 57,3% (n=5.111) dos casos. Houve um comportamento crescente de casos entre 2010 e 2016, com declínio no ano de 2017. Em relação ao perfil dos casos identificou-se que 48,4% (n=4.314) foram do sexo feminino, 67,3% (n=6.602) não brancos, 83,4% (n= 7.433) residentes de zona urbana e 93,6% (8.349) com diagnóstico até o 6º dia de vida. No que se refere às características maternas, 35,2% (n=3.134) declararam ensino fundamental incompleto, 71,3% (n=6.352) realizaram pré-natal e 47,9% (n=4.265) dos parceiros não realizaram tratamento. Conclui-se que a Sífilis Congênita consiste em um problema de Saúde Pública no estado da Bahia, o que exige por parte dos gestores e demais profissionais da área de saúde, a implementação de ações voltadas para a prevenção e controle dos casos.


Assuntos
Humanos , Cuidado Pré-Natal , Sífilis Congênita , Perfil de Saúde , Brasil , Fatores Epidemiológicos , Saúde Pública , Epidemiologia Descritiva , Interpretação Estatística de Dados , Estatísticas Sanitárias
2.
Belo Horizonte; s.n; 2019. 79 p. mapa, tab.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1007721

RESUMO

Introdução: A mortalidade infantil (MI) é um indicador de iniquidades em saúde e possui etiologia multifatorial. Os determinantes relacionados às mortes infantis apontam para circunstâncias de fragilidades socioeconômicas, disparidades no acesso e na assistência à saúde. O local de ocorrência do óbito, que pode ocorrer em hospitais ou fora deles, é uma das situações que sinaliza para características de fragilidades. Assim, é fundamental a compreensão da cadeia de eventos que possa desencadear as mortes em subgrupos populacionais. Objetivo: Analisar os determinantes dos óbitos infantis hospitalares e não hospitalares nos municípios do Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal, retrospectivo, de análise de dados secundários. Foram utilizados dados dos bancos de mortalidade e nascimento do Ministério da Saúde, entre os anos de 2009 e 2014. Foram analisadas variáveis demográficas, socioeconômicas, biológicas e assistenciais de pré-natal, parto e nascimento. Para a análise de associação da ocorrência de óbito infantil hospitalar e não hospitalar com as variáveis do estudo foi realizada regressão logística tendo como medida de associação o odds ratio. Também foi realizada análise de tendência de mortalidade infantil através do modelo de regressão logística mista com efeitos aleatórios. Resultados: No período do estudo foram analisados 54.319 nascidos vivos dos quais 849 foram a óbito no primeiro ano de vida. Os resultados apontaram uma predominância de óbitos no período neonatal precoce em hospitais e os óbitos pós-neonatais foram mais prevalentes fora dos hospitais. No modelo final, as crianças que nasceram prematuras, com baixo peso ao nascer e apgar menor que sete no quinto minuto de vida apresentaram associação significativa com o óbito infantil hospitalar e não hospitalar. Crianças cujas mães possuíam menos que sete anos de estudo e residiam em regiões de maior vulnerabilidade social apresentaram maior chance de morrer fora dos hospitais. Ademais, filhos de mães que não possuíam companheiro, que realizaram até seis consultas de pré-natal, crianças do sexo masculino, com algum tipo de anomalia, apgar menor que sete no primeiro minuto de vida, foram determinantes significativos somente para a ocorrência de óbito infantil hospitalar. Na análise de tendência observou-se que os óbitos tenderam a diminuir com o tempo, mas não foi significativo o decrescimento no período do estudo. Conclusão: Os determinantes dos óbitos ocorridos em ambiente hospitalar e no não hospitalar possuem algumas diferenças, apesar de ambos estarem associados à situações de vulnerabilidade social e falhas de assistência à saúde. É preciso melhorar as ações direcionadas a vigilância em saúde.(AU)


Introduction: Infant mortality (MI) is an indicator of health inequities and has a multifactorial etiology. The determinants related to child deaths point to circumstances of socioeconomic fragility, disparities in access and health care. The place of death, which may occur in or outside hospitals, is one of the situations that signals the characteristics of fragility. Thus, understanding the chain of events that can trigger deaths in population subgroups is critical. Objective: To Analyze the determinants of infant and non hospital deaths in the municipalities of Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais. Methodology: This is a crossectional, retrospective study with secondary data analysis. Data from the mortality and birth banks of the Ministry of Health, between 2009 and 2014 years, were used. Demographic, socioeconomic and biological variables of pre-natal, childbirth and birth were analyzed. For The analysis of the association between the occurrence of infant and non hospital deaths with the study variables, logistic regression was performed with the odds ratio as a measure of association. A trend analysis of infant mortality was Also performed through the mixed logistic regression model with random effects. Results: In The study period 54,319 live births ofwhich 849 died in the first year of life were analyzed. The results showed a predominance of deaths in theearly neonatal period in hospitals and the proportion of infant deaths outside the hospitals was higher inthe post-neonatal period. In the final model, children who were born prematurely, with low birth weight and apgar less than seven in the fifth minute of life presented significant association with hospital and non hospital infant death. Children whose mothers had less than seven years of schooling and lived in regions of greater social vulnerability had a greater chance of dying outside the hospitals. Moreover, children of mothers who did not have a partner, who made up to six prenatal consultations, male children, with some type of anomaly, apgar less than seven in the first minute of life, were significant determinants only for the occurrence of infant death in hospitals. In the trendanalysis, it was observed that the deaths tended to decrease, but the decrease in the study period was not significant. Conclusion: The determinants of deaths occurring in hospital and nonhospitalenvironments have some differences despite both being associated with situations of social vulnerability and health care failures. However, it is necessary to better target the actions directed at the reflection on health surveillance.(AU)


Assuntos
Humanos , Fatores Epidemiológicos , Mortalidade Infantil , Causas de Morte , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Estudos Transversais , Estudos Retrospectivos , Dissertação Acadêmica , Vulnerabilidade Social
3.
CuidArte, Enferm ; 11(2): 209-214, jul.-dez.2017. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1027754

RESUMO

Introdução: A Hanseníase, doença causada por Mycobacterium leprae, é um desafi ante problema de saúde pública, por conta desua condição infectocontagiosa, impacto socioeconômico e repercussão psicológica, advinda das deformidades e incapacidades físicasfrequentes no processo do adoecimento. Objetivo: Devido à importância que os indicadores epidemiológicos possuem para contribuircom a avaliação dos programas de controle da Hanseníase em determinado local, este estudo teve como objetivo analisar as tendênciasdos indicadores e dados epidemiológicos da Hanseníase nos indivíduos residentes no município de Catanduva-SP entre os anos 2001-2016, atendidos no Hospital-Escola Emilio Carlos. Método: Estudo observacional transversal do tipo descritivo. Resultados: No períodoe local selecionado foram detectados 217 novos casos de Hanseníase, dentre esses, 106 casos foram multibacilares (48,84%) e 111paucibacilares (51,15%), com prevalência do sexo masculino (n= 118; 54,37%) em comparação ao sexo feminino (n=99; 45,62%). Aforma clínica mais prevalente foi tuberculoide com 85 casos dentre os casos novos, chegando ao percentual de 39,17%, enquanto que aforma virchowiana...


Introduction: Leprosy, a disease caused by Mycobacterium leprae, is a challenging public health problem, due to its contagious condition,socioeconomic impact and psychological repercussion due to deformities and frequent physical inabilities in the illness process. Objective:Due to the importance of epidemiological indicators to contribute to the evaluation of leprosy control programs in a specifi c location, thisstudy aimed to analyze the trends of leprosy indicators and epidemiological data in individuals living in the municipality of Catanduva-SPbetween the years from 2001 through 2016, attended at the Emilio Carlos School Hospital. Method: It is a cross-sectional observationalstudy of the descriptive type. Results: A total of 217 new leprosy cases were detected in the selected period and site, 106 of which weremultibacillary (48.84%) and 111 paucibacillary (51.15%), with a prevalence of males (n = 118; 54, 37%) compared to females (n = 99;45.62%). The most prevalent clinical form was the...


Introducción: La lepra es un desafío problema de salud pública, debido a su condición infecciosa, el impacto socioeconómico y larepercusión psicológica, derivada de las deformidades e incapacidades físicas frecuentes en el proceso de la enfermedad. Objetivo:Debido a la importancia que los indicadores epidemiológicos poseen para contribuir con la evaluación de los programas de control de laHanseniasis en determinado local, este estudio tuvo como objetivo analizar las tendencias de los indicadores y datos epidemiológicosde la Hanseniasis en los individuos residentes en el municipio de Catanduva-SP entre los años 2001-2016, atendidos en el HospitalEscuelaEmilio Carlos. Método: Estudio observacional transversal del tipo descriptivo. Resultados: En el período y lugar seleccionado sedetectaron 217 nuevos casos de Hanseniasis, entre los cuales 106 casos fuero...


Assuntos
Humanos , Fatores Epidemiológicos , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/prevenção & controle
4.
Rev. enferm. UFPE on line ; 10(2): 435-441, fev. 2016. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1031526

RESUMO

Objetivo:analisar os casos de hanseníase notificados na Paraíba, no período de 2001 a 2011, considerando o modo de detecção e as variáveis sociodemográficas e clínicas da doença. Método:estudo epidemiológico de série temporal, retrospectivo e de base documental, realizado a partir dos casos de hanseníasenotificados pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação no estado da Paraíba, no período de 2001 a 2011. Os 9.375 casos notificados foram submetido à aplicação de teste Qui-quadrado e teste Exato de Fisher. Os dados foram condensados e apresentados em tabelas. Resultados:os casos diagnosticados através do exame de contatos representam 3,4% do total de diagnósticos. Comparando-se as formas de detecção, a baixa escolaridade e presença de incapacidades estiveram significativamente associadas. Conclusão:sugere-se a importância do exame de contato na diminuição dos casos de hanseníase, bem como das formas mais graves da doença


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Estudos Epidemiológicos , Hanseníase/diagnóstico , Cuidados de Enfermagem , Estudos Retrospectivos , Fatores Epidemiológicos , Fatores Socioeconômicos
5.
Rev. enferm. atenção saúde ; 4(2): 77-90, 2015.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1034620

RESUMO

Objetivo: caracterizar perfil, condições de trabalho dos mototaxistas e identificar fatoresassociados para ocorrência de violências e acidentes no trânsito. Método: estudo transversalanalítico, por meio de questionário estruturado sobre aspectos sociodemográficos, laborais,condições de saúde e exposição a violências e acidentes. Padrão de consumo de álcool foiidentificado por Alcohol Use Disorders Identification Test. Associações estabeleceram-se porteste qui-quadrado (χ2). Resultados: dos 148 participantes, a maioria era de homens (95,9%),21 a 40 anos (59,5%), até ensino médio completo (92,6%), solteiros (52,1%), com pelo menosum filho (68,2%). Apresentaram associação significativa (p<0,10) para exposição a acidentesde trânsito: frequência alimentar, horas de trabalho por dia, problemas de saúde e recebimentode multa. Sobre consumo de álcool, 3,4% fazem uso de alto risco ou provável dependência.Conclusão: de forma geral, as iniciativas para controle dos acidentes e violência no trânsitodevem considerar redução dos riscos ocupacionais e melhoria das condições de saúde dessestrabalhadores


Objective: to characterize profile, working conditions of motorcycle taxi drivers and toidentify associated factors for the occurrence of violence and traffic accidents. Method:Analytical cross-sectional study by structured questionnaire on sociodemographic, laboraspects, health and exposure to violence and traffic accidents. Alcohol consumption patternwas identified by Alcohol Use Disorders Identification Test. Associations were established byChi-square test (χ2). Results: Of the 148 participants, most were men (95.9%), 21-40 years(59.5%), to complete high school (92.6%); singles (52.1%); with at least one child (68.2%).Were significantly associated (p <0.10) for exposure to car accidents: food frequency, hoursof work per day, health problems and receiving a fine. About alcohol 3.4% make use of highriskor probable dependence. Conclusion: Overall, initiatives to control accidents andviolence in traffic should consider the reduction of occupational hazards and improve thehealth conditions of these workers


Objetivo: Caracterizar perfil, condiciones de trabajo de taxistas de motocicleta, identificarfactores asociados a ocurrencia de violencia y accidentes de tráfico. Método: Estudiotransversal analítico mediante cuestionario estructurado sobre característicassociodemográficas, aspectos laborales, salud y exposición a violência y accidentes de tráfico.Patrón de consumo de alcohol fue identificado por Alcohol Use Disorders Identification Test.Asociaciones se establecieron mediante prueba de Chi-cuadrado (χ2). Resultados: De los 148participantes, mayoría eran hombres (95,9%), 21-40 años (59,5%), para completar escuelasecundaria (92,6%); solteros (52,1%); con al menos un hijo (68,2%). Se asociaron de formasignificativa (p <0,10) para exposición a accidentes de tráfico: frecuencia de alimentos, horasde trabajo por día, problemas de salud y recibir una multa. Acerca de alcohol 3,4% hacen usode alto riesgo o dependencia probable. Conclusión: En general, iniciativas para control deaccidentes y violencia en tráfico debe considerar reducción de riesgos laborales y mejorarcondiciones de salud de trabajadores


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Adulto Jovem , Adulto , Acidentes de Trânsito , Estilo de Vida Saudável , Fatores Epidemiológicos , Motocicletas , Violência no Trabalho
6.
REME rev. min. enferm ; 18(4): 907-914, out.-dez. 2014. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-754360

RESUMO

Objetivo: analisar os determinantes da mortalidade infantil nos municípios de Araçuaí, Joaíma, Jordânia e Novo Cruzeiro, localizados no Vale doJequitinhonha-MG, Brasil. Métodos: estudo caso-controle, sendo os casos 36 óbitos infantis ocorridos em 2008 e controles 72 nascidos vivos eque não evoluíram para óbito, sorteados aleatoriamente. Os dados demográficos e socioeconômicos, de antecedentes obstétricos maternos,atenção ao pré-natal e ao parto e condições biológicas das mães e recém-nascidos foram obtidos utilizando-se questionário estruturado com asmães. Análise de regressão logística hierarquizada foi realizada para avaliar a associação do óbito infantil com as variáveis do estudo. Resultados:predominaram os óbitos no período neonatal (55%). Filhos de mulheres com história prévia de natimorto (p<0,001) e crianças que nasceramprematuras (p=0,01) ou com alguma malformação (p<0,001) permaneceram independentemente associados à mortalidade. Crianças cujas famíliasnão recebiam auxílio governamental e residiam em moradias com condições desfavoráveis também exibiram mais chances de morrer no primeiroano de vida. Conclusões: causas perinatais foram importantes determinantes da mortalidade infantil na população estudada, embora precáriascondições socioeconômicas ainda interfiram significativamente na ocorrência dos óbitos infantis, mostrando problemas sociais e dificuldades deacesso aos serviços de saúde. O desafio de redução dos óbitos infantis nos municípios estudados engloba a necessidade de melhorias no acesso ena qualidade dos serviços de saúde materno-infantil e a demanda por políticas públicas que visem à redução das desigualdades socioeconômicas.


Objective: To analyze the determinants of infant mortality in Araçuaí, Joaíma, Jordânia, and Novo Cruzeiro, cities located in the Jequitinhonha Valley,Minas Gerais State, Brazil. Methods: This was a case-control study including 36 infant deaths that occurred in 2008 and 72 live births, which did notevolve to death, randomly selected in the same period as controls. Demographic and socioeconomic data, maternal obstetric history, prenatal andchildbirth care, and biological conditions of mothers and newborns were obtained using a structured questionnaire. Multivariate analyses of hierarchicallogistic regression were conducted to evaluate the association of infant death and the study variables. Results: Deaths in the neonatal period (55%)were predominant. Children from mothers with a history of stillbirth (p<0.001) and children who were born preterm (p=0.01), or with some type ofmalformation (p<0.001) remained independently associated with mortality. Children whose families did not receive government aid and resided inhouseholds with less favorable conditions had a higher chance to die in the first year of life. Conclusions: perinatal causes were important determinantsof infant mortality in this study, although poor socioeconomic conditions also interfered significantly in the occurrence of deaths, indicating socialproblems and poor access to health services. The challenge of reducing infant deaths in the studied cities include the need for improvements in accessand quality of maternal and child health care and demand for public policies that aimed at reducing socioeconomic inequalities.


El presente estudio buscó analizar los determinantes de mortalidad infantil en Araçuaí, Joaíma, Jordânia y Novo Cruzeiro, municipios del Valle deJequitinhonha, MG, Brasil. Se trata de un estudio de caso y control, con 36 casos de muerte infantil en 2008 y 72 controles de niños nacidos vivos...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pré-Escolar , Criança , Estudos de Casos e Controles , Fatores Epidemiológicos , Fatores de Risco , Mortalidade Infantil , Saúde da Criança , Serviços de Saúde da Criança
7.
Rev. enferm. atenção saúde ; 3(1): 64-73, 2014. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1034582

RESUMO

A estomia intestinal é a abertura cirúrgica de um orifício, na parede abdominal, a fim demudar o trajeto da saída das fezes. As principais razões para esse procedimento sãotraumatismos, doenças inflamatórias, tumores e câncer do intestino. Pacientes estomizadospassam por modificações fisiológicas e sociais, constituindo um desafio para os cuidadores daequipe multidisciplinar que o atendem. Este estudobuscou caracterizar pacientes estomizadosintestinais atendidos no Programa de Atenção Multiprofissional ao Paciente Estomizado domunicípio de Uberaba – MG quanto aos aspectos sociodemográficos e clínicos. Estudodescritivo, exploratório, quantitativo. A maioria era do sexo masculino, idosa, de escolaridadede nível fundamental, casada. O diagnóstico prevalente foi de neoplasia de cólon e reto,cirurgia relacionada ao estoma de hemicolectomia, apresentando colostomia descendente, decaráter permanente. Nenhum paciente apresentou alterações relacionadas ao estoma. Espera-se que esses achados possam subsidiar diretrizes deorientação multiprofissional com vistas aassegurar a qualidade de vida dessa população .


An intestinal ostomy is an opening in the abdominalwall surgically created in order to changethe trajectory of feces elimination. The main reasons for this procedure are trauma,inflammatory disease, tumors and intestinal cancer.Stomatized patients undergophysiological and social changes, which pose a challenge to multidisciplinary healthcareproviders. The objective was to analyze sociodemographic and clinical aspects of stomatizedpatients who are part of the Multiprofessional Carefor Stomatized Patients Program of themunicipality of Uberaba, state of Minas Gerais, Brazil. It was a descriptive, exploratory andquantitative study. Most patients were male, olderadults, had completed elementary school,and were married. Patients with colon and rectal neoplasm were most prevalent, withsurgeries related to hemicolectomy stomas, and whopresented a permanent descendantcolostomy. No participants presented alterations related to the stoma. These findings can helpcreate guidelines for multiprofessional teams to guarantee quality of life for this population .


La estomía intestinal es la apertura quirúrgica deun orificio en la pared abdominal, quecambia el trayecto de salida de las heces. Las principales razones para el procedimiento sontraumatismos, enfermedades inflamatorias, tumores ycáncer intestinal. El pacienteostomizado sufre cambios fisiológicos y sociales, constituyendo un desafío para loscuidadores del equipo multidisciplinario que lo atiende. Se objetivó caracterizar a pacientescon ostomía intestinal respecto de aspectos sociodemográficos y clínicos atendidos enPrograma de Atención Multiprofesional al Paciente Ostomizado de Uberaba-MG. Estudiodescriptivo, exploratorio, cuantitativo. Los resultados indican mayoría de sexo masculino,ancianos, escolarización primaria, casados. El diagnóstico prevalente fue neoplasia de colon yrecto, cirugía relacionada al estoma de hemicolectomía, y presentaban colostomíadescendente de carácter permanente. Ningún pacientepresentó alteraciones relativas alestoma. Se espera que estos hallazgos ayuden a implementar directivas de orientaciónmultiprofesional apuntando a asegurar la calidad devida de esta población .


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Idoso , Assistência Integral à Saúde , Cuidados de Enfermagem , Educação em Saúde , Estomia , Fatores Epidemiológicos , Perfil de Saúde
8.
Rev. enferm. UERJ ; 19(2): 204-211, abr.-jun. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-601575

RESUMO

O estudo teve por objetivo analisar os eventos adversos ocorridos na clínica cirúrgica de um hospital universitário pertencente à rede de hospitais sentinela. Estudo documental, retrospectivo, desenvolvido em um hospital da Região Centro-Oeste. A amostra foi constituída por 264 eventos adversos de vários tipos, ocorridos entre os anos de 2005 a 2009, descritos pelos enfermeiros nos livros de anotações de enfermagem. Os eventos mais prevalentes foram referentes a sondas, drenos, cateteres e tubos seguidos de quedas e evasão. A ocorrência de eventos adversos é um importante indicador de qualidade da assistência prestada. Assim, faz-se necessário conscientizar profissionais de saúde quanto à notificação dessas ocorrências e de práticas gerenciais não punitivas, estimular um olhar crítico e investigativo sobre as falhas existentes no sistema e promover correções pelo próprio serviço por meio de ações que visem à segurança do cliente.


This study aims at analyzing adverse events occurring at the surgical clinic of a university hospital of the sentinel network. Documentary, retrospective study, conducted in a hospital in Midwest Brazil. The sample consisted of 264 adverse events of various types, occurring between 2005 and 2009, described by nurses in the Nursing report book. The most prevalent events were related to probe, drains, catheters and tubes, followed by falls and evasion. The occurrence of adverse events is an important indicator of quality of care. Thus, health professionals must be made aware of the relevance of reporting these events and of non-punitive management practices and must be encouraged to have a critical and investigative attitude, reporting system failures and making adjustments to ensure client’s security.


El estudio tuvo como objetivo analizar los eventos adversos que ocurren en la clínica quirúrgica de un hospital universitario perteneciente a la red de hospitales centinela. Estudio documental, retrospectivo, realizado en un hospital de la Región Centro-Oeste de Brasil. La muestra consistió de 264 eventos adversos de varios tipos, ocurridos entre los años de 2005 hasta 2009, descritos por los enfermeros en los cuadernos de enfermería. Los eventos más frecuentes estuvieron relacionados con sondas, dreno, catéteres y tubos seguido de caídas y evasión. La ocurrencia de eventos adversos es un indicador importante de calidad de la atención prestada. Así, es necesario concientizar los profesionales de salud acerca de la notificación de esas ocurrencias y de prácticas gerenciales no punitivas, fomentar una visión crítica y de investigación sobre las fallas en el sistema y promover correcciones por el propio servicio a través de acciones para la seguridad del cliente.


Assuntos
Humanos , Avaliação de Processos e Resultados em Cuidados de Saúde/estatística & dados numéricos , Enfermagem de Centro Cirúrgico , Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde , Procedimentos Cirúrgicos Operatórios/efeitos adversos , Brasil , Centros Cirúrgicos/organização & administração , Estudos Retrospectivos , Fatores Epidemiológicos , Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde , Pacientes Internados , Registros de Enfermagem , Vigilância de Evento Sentinela
9.
Rev. enferm. UFPE on line ; 4(2): 647-657, 20100300. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1032933

RESUMO

Objetivo: determinar a qualidade de vida (QV) dos cardiopatas elegíveis à implantação de marca-passo (MP) em um hospital no interior de Goiás. Método: estudo de coorte, prospectivo, longitudinal, quantitativo. Amostra intencional aplicada a 25 pacientes submetidos ao implante de MP no primeiro semestre de 2009. O instrumento utilizado foi o Short Form Healthy Survey (SF-36). Os dados foram analisados pelo Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) 15.0. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário de Anápolis, com protocolo 183/2008. Resultados: Chagas foi a indicação mais frequente para implante (68%), com tempo de diagnóstico de 1 a 25 anos (56%), sendo que 13 pacientes realizavam tratamento e 64% dos pacientes com a 1ª inserção de MP. O domínio de maior escore para QV foi os Aspectos Sociais (M=72,7) e menor Capacidade Funcional (M=31,6), demonstrando que a QV é comprometida já que a maioria dos domínios não ultrapassou a média 50. Não houve significância entre idade e QV (p>0,05). Conclusão: os cardiopatas apresentam importante impacto negativo na QV.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Cardiopatias , Estimulação Cardíaca Artificial , Qualidade de Vida , Avaliação em Enfermagem , Doença de Chagas , Enfermagem , Estudos Prospectivos , Estudos de Coortes , Fatores Epidemiológicos , Marca-Passo Artificial
10.
Rev. enferm. UERJ ; 17(1)jan.-mar. 2009.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-513371

RESUMO

O presente artigo busca compreender como são abordados os conceitos e as idéias relacionados à saúde e à doença desenvolvidos hoje e ao longo da história, fundamentados na perspectiva epidemiológica e antropológica, através de um estudo de revisão baseado na bibliografia disponível. O modelo biomédico ainda é predominante e os profissionais da saúde precisam superar esse modelo de assistência à saúde centrado na doença, voltado para o diagnóstico e a terapêutica, o tecnicismo e as relações impessoais. É necessário investir em novo modelo de atenção focalizado na promoção da saúde. A grande questão atual é promover a saúde, fortalecer a autonomia dos sujeitos, com respeito às diferenças, potencializando as capacidades individuais, sociais e coletivas, levando em conta o contexto real em que as pessoas vivem, trabalham e fazem a vida acontecer. É preciso também rever a formação dos profissionais da área, preparando-os para esse novo modelo de atenção à saúde.


This article aims at understanding health and disease-related concepts from a historical standpoint under an epidemiological and anthropological perspective, through a revision of available literature. The biomedical model is still predominant, and health professionals must overcome disease-focused health care, exclusively concerned with diagnosis, therapy, techniques, and impersonal relationships. One must invest in a new model of care focused on health promotion. The great issue today is to promote health, strengthen the autonomy of subjects, with respect for differences, empowering individual, social, and collective capacities, and taking into account the context in which people live, work, and make life happen. We must also rethink the education of health professionals, preparing them for this new model of health care.


Este artículo busca comprender como son abordados los conceptos y las ideas relacionadas a la salud y a la enfermedad desarrollados hoy y a lo largo de la historia, fundamentados en la perspectiva antropológica y epidemiológica, a través de un estudio de revisión, basado en la bibliografía disponible. El modelo biomédico todavía es predominante y los profesionales de la salud necesitan superar ese modelo de asistencia a la salud centrado en la enfermedad y orientado hacía el diagnóstico y la terapéutica, el tecnicismo y las relaciones impersonales. Es necesario invertir en un nuevo modelo de atención focalizado en la promoción de la salud. El gran asunto actual es promover la salud, fortalecer la autonomía de los sujetos, con respecto a las diferencias, potencializando las capacidades individuales, sociales y colectivas, llevando en cuenta el contexto real en que las personas viven, trabajan y hacen la vida acontecer. Es preciso también rever la formación de los profesionales de la salud, preparándolos para eso nuevo modelo de atención a la salud.


Assuntos
Doença/etnologia , Saúde , Fatores Antropológicos , Fatores Epidemiológicos
11.
Ciênc. cuid. saúde ; 6(1): 51-58, jan.-mar. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-522947

RESUMO

O Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos foi implantado pelo Ministério da Saúde em 1990 e tem como base de dados a Declaração de Nascidos Vivos (DN), facilitando a busca de crianças que nascem com algumas características de risco, como é o caso do baixo peso ao nascer (< 2.500g). O objetivo do presente estudo foi identificar e caracterizar os determinantes do baixo peso ao nascer de crianças residentes em Maringá - PR nos anos de 1996 a 2002, segundo variáveis da criança e da mãe presentes na DN. A população de estudo foi constituída de 30.383 crianças nascidas vivas de gestação única em Maringá - PR no período de 1996 a 2002. O estudo foi transversal, analítico. As variáveis relacionadas ao recém-nascido foram peso ao nascer, sexo e Apgar no primeiro e quinto minutos de vida. As variáveis selecionadas da mãe foram escolaridade, estado civil e idade. Foi adotado como variável dependente o peso ao nascer. Foram realizados testes de diferenças das médias das variáveis relacionadas à mãe e à criança, e em seguida teste de associação pelo qui-quadrado com o nível de significância de 5%. A prevalência de baixo peso encontrada em 1996 foi de 5,6%, passando para 6,1% em 2002, o que representa um aumento de 8,9%. Todas as variáveis estudadas se encontraram associadas ao baixo peso ao nascer (p < 0,001). A vinculação do banco de dados do SINASC permitiu a identificação de fatores associados à ocorrência do baixo peso ao nascer em Maringá.


The System of Information of Live Births (SINASC) was implemented by the Ministry of Health in 1990, using the Certificate of Live Birth as database, which facilitates the search for children who are born with some risk characteristics, such as low birth weight (< 2,500 g). The objective of the present study was to identify and characterize the determinant causes of low birth weight in children residing in Maringá-PR from the year of 1996 until 2002, according to variables from the child and mother, and from the Birth Certificate. The studied population constituted of 30,383 single births in Maringá-PR during the period from 1996 until 2002. The study was transversal and analytical. The variables related to the children were birth weight, gender and Apgar at the first and fifth minutes of life. The variables selected from the mother were schooling, marital status and age. Low birth weight was adopted as a dependent variable. Tests of the differences between the averages related to the mother’s and child’s variables were performed, followed by a qui-square test of association, with the level of significance of 5%. The prevalence of low birth weight found in 1996 was of 5.6%, increasing to 6.1% in 2002, representing an 8.9% increase. All the variables studied were found to be associated with low birth weight (p <0.001). The use of the database of the SINASC allowed the identification of associated factors to the occurrence of low birth weight in Maringá.


El Sistema de la Información de los Nacimientos Vivos (SINASC) fue implantado por el Ministerio de la Salud en 1990 y tiene como base de datos la partida de nacimiento. Facilitando la búsqueda de los niños que nacen con algunas características de riesgo, como es el caso del bajo peso del nacimiento (< 2.500g). El objetivo del actual estudio fue identificar y caracterizar los determinativos del bajo peso del nacimiento, de los niños residentes en Maringá PR en el año de 1996 hasta 2002, según la variable del niño y de la madre presentes en la DN. La población de estudio fue constituida de 30.383 niños nacidos vivos de gestación única en Maringá-PR en el período de 1996 hasta 2002. El estudio fue transversal, retrospectivo analítico. Las variables relacionadas a lo recién nacido fueron peso al nacer, sexo y Apgar en el primero y quinto minuto de vida. Las variables seleccionadas de la madre fueron escolaridad, estado civil y edad de la madre. Fue adoptado como variable dependiente el peso al nacer. Fueron realizados testes de diferencias de las medias de las variables relacionadas a la madre y al niño, y enseguida prueba de asociación por el Qui Cuadrado con el nivel designificación de 5%. El predominio del peso bajo del nacimiento encontrado en 1996 estaba en el 5,6% pasando para 6,1% en 2002, presentando un aumento del 8,9%. Todas las variables estudiadas se encontraron asociadas al bajo peso del nacimiento (p < 0,001). La vinculación del banco de datos del SINASC permitió la identificación de factores asociados a la ocurrencia del bajo peso al nacer en Maringá.


Assuntos
Humanos , Recém-Nascido , Fatores de Risco , Recém-Nascido , Recém-Nascido de Baixo Peso , Declaração de Nascimento , Fatores Epidemiológicos
12.
Rev. bras. enferm ; 58(3): 266-271, maio-jun. 2005. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-431662

RESUMO

Este estudo verificou a influência das variáveis sociodemográficas sobre os significados e atitudes relativos à cirurgia cardíaca, em 125 pacientes no período pré-operatório. Para análise dos dados coletados por meio dos instrumentos SPCC (Significados dos Pacientes frente à Cirurgia Cardíaca) e CVSCC (Crenças, Valores e Sentimentos sobre a Cirurgia Cardíaca), foram empregados o coeficiente de correlação de Pearson e os testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. Foram encontradas correlações significativas entre idade, número de filhos, renda mensal e os fatores positivos do instrumento CVSCC. Sexo, grau de escolaridade, vivência de eventos marcantes anteriores, co-habitação e cor foram associados aos significados e atitudes dos pacientes sobre cirurgia cardíaca. Conclui-se que os significados e atitudes dos pacientes sofrem influência de algumas variáveis sociodemográficas, achados que podem ser de grande valia no planejamento e implementação de práticas educativas.


Assuntos
Masculino , Feminino , Adulto , Humanos , Cirurgia Torácica , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Fatores Epidemiológicos , Estudos Retrospectivos , Enfermagem Perioperatória
13.
Rev. gaúch. enferm ; 25(2): 194-201, ago. 2004. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-463436

RESUMO

A comunicação de acidente de trabalho é o documento pelo qual é garantido o direito de benefício ao trabalhador acidentado, além de servir como fonte para dados epidemiológicos. Este estudo descreveu os acidentes de trabalhos notificados ao Instituto Nacional de Seguridade Social de Santa Maria, RS, Brasil, no ano de 2000, atribuindo-lhes classificações passíveis de comparação com dados brasileiros e de estudos semelhantes, dentre eles tipo de acidente, setor de produção e dias de afastamento do trabalhado. Foi possível evidenciar aumento significativo no número de notificações registradas no ano de 2000 em relação a 1999, além do sub-registro, especialmente no âmbito dos acidentes menos graves


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Fatores Epidemiológicos , Notificação de Acidentes de Trabalho , Sistema Único de Saúde , Acidentes de Trabalho
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA