Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 122
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Enferm. foco (Brasília) ; 11(2): 83-88, jul. 2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1104176

RESUMO

Objetivo: Conhecer a percepção da equipe multiprofissional acerca dos cuidados relacionados às medidas de prevenção a pneumonia associada à ventilação mecânica. Método: Tratou-se de um estudo descritivo, qualitativo em que participou a equipe multiprofissional atuante em UTI. Resultados: Totalizaram 20 profissionais. Verificou-se que a equipe multiprofissional conhece algumas medidas preventivas, no entanto a enfermagem percebe o fisioterapeuta como protagonista neste processo. Conclusões: A pesquisa permitiu identificar a maneira como cada membro da equipe percebe a sua atuação e a atuação do outro. (AU)


Objective: To know the perception of the multidisciplinary team about the care related to the prevention measures against ventilator-associated pneumonia. Method: This was a descriptive and qualitative study in which the multiprofessional team working in Intensive Care Unit participated. Results: Totaled 20 professionals. It was found that the multiprofessional team knows some preventive measures, however nursing refers to the physical therapist as a protagonist in this process. It was also noticed that the nurse has a fundamental role in maintaining care before the multiprofessional team. Conclusions: The study showed that the multiprofessional team demonstrates knowledge about the preventive measures related to ventilator-associated pneumonia, as well as the professionals seek to act continuously to improve the quality of care, aiming to ensure patient safety. (AU)


Objetivo: Conocer la percepción del equipo multidisciplinario sobre la atención relacionada con las medidas de prevención contra la neumonía asociada al ventilador. Método: Este fue un estudio descriptivo y cualitativo en el que participó el equipo multiprofesional que trabajaba en la Unidad Intensiva. Resultados: totalizaron 20 profesionales. Se encontró que el equipo multiprofesional conoce algunas medidas preventivas, sin embargo, la enfermería se refiere al fisioterapeuta como protagonista en este proceso. También se notó que la enfermera tiene un papel fundamental en el mantenimiento de la atención ante el equipo multiprofesional. Conclusiones: El estudio mostró que el equipo multiprofesional demuestra conocimiento sobre las medidas preventivas relacionadas con la neumonía asociada al ventilador, así como que los profesionales buscan actuar continuamente para mejorar la calidad de la atención, con el objetivo de garantizar la seguridad del paciente. (AU)


Assuntos
Infecção Hospitalar , Equipe de Assistência ao Paciente , Enfermagem , Controle de Infecções
2.
Enferm. foco (Brasília) ; 11(2): 176-181, jul. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1116005

RESUMO

Objetivo: Identificar os fatores associados ao desenvolvimento de Infecção do Trato Urinária Associada ao Cateter (ITU-AC) e mortalidade entre pacientes com cateter urinário. Metodologia: Estudo de coorte, prospectivo, com amostragem por conveniência envolvendo 790 pacientes com idade superior a 12 anos, em uso de cateter durante hospitalização. Os dados coletados do prontuário e fichas de notificação de infecção hospitalar foram analisados pelo programa SPSS. Resultados: Contribuíram para o desenvolvimento da ITU-AC a permanência com o cateter urinário por período >20 dias (OR 26,5; p<0,001), ser cateterizado mais de uma vez (OR 8,92; p<0,001) e hospitalização >30 dias (OR 26,8; p<0,001). Pacientes que desenvolveram ITU-AC apresentaram chance maior de mortalidade (OR 2,7; p<0,001). Conclusão:Frequência da inserção do dispositivo urinário, períodos prolongados de hospitalização e de permanência com o cateter contribuíram para o desenvolvimento de ITU-AC, e as chances de mortalidade foram aumentadas entre pacientes com essa infecção. (AU)


Objective: To identify factors associated with the development of Catheter-related Urinary Tract Infection (CR-UTI) and mortality among patients using urinary catheter. Methodology: Prospective cohort study in a convenience sample of 790 patients older than 12 years using catheter during hospitalization.[A1] The data collected from medical records and hospital infection notification were analyzed using the SPSS program. Results: Permanence with the urinary catheter >20 days (OR 26.5; p<0.001), being catheterized more than once (OR 8.92; p<0.001) and hospitalization >30 days (OR 26.8; p<0.001) contributed to the development of CR-UTI. Patients who developed CR-UTI presented a greater chance of mortality (OR 2.7; p<0.001). Conclusion: Frequency of urinary device insertion, prolonged periods of hospitalization and of permanence with the catheter contributed to the development of CR-UTI, and the chances of mortality were increased among patients with this infection. (AU)


Objetivo: Identificar los factores asociados con el desarrollo de Infección del Tracto Urinario Asociada con el Catéter (ITU-AC) y la mortalidad entre los pacientes que usan catéter urinario. Metodología: Estudio de cohorte, prospectivo con una muestra de conveniencia de 790 pacientes mayores de 12 años, que usan catéter durante su hospitalización. Los datos recopilados de los registros médicos y los formularios de notificación de infección nosocomial fueron analizados por el programa SPSS. Resultados: Contribuyendo al desarrollo de la (ITU-AC) la permanencia con el catéter urinario por un plazo >20 días (OR 26,5; p <0,001), tener recibido catéter más de una vez (OR 8,92; p<0,001) y hospitalización >30 días (OR 26,8; p<0,001). Los pacientes que desarrollaron (ITU-AC) presentaron una mayor posibilidad de mortalidad (OR 2,7; p<0,001). Conclusión: Frecuencia de inserción del dispositivo urinario, períodos prolongados de hospitalización y de permanencia con el catéter contribuyeron al desarrollo de (ITU-AC), y las posibilidades de mortalidad aumentaron entre los pacientes con esta infección. (AU)


Assuntos
Infecções Urinárias , Cateterismo Urinário , Controle de Infecções , Infecções Relacionadas a Cateter , Cuidados de Enfermagem
3.
Enferm. actual Costa Rica (Online) ; (38): 230-244, Jan.-Jun. 2020. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1090098

RESUMO

Resumen Identificar el efecto del uso de protectores puerto desinfectantes en los conectores sin aguja en la disminución de las bacteriemias asociadas a catéter venoso central. Se realizó una revisión rápida de la literatura a través de una búsqueda de artículos en idiomas inglés y español en Pubmed, Medline, Cochrane Library y Science Direct, de diciembre del año 2018 a febrero del año 2019. Esta revisión se centró en identificar ensayos: clínicos aleatorizados, cohorte longitudinal, revisiones sistemáticas y meta-análisis. Los criterios de inclusión fueron: usuarios hospitalizados, desinfección pasiva con protectores puerto desinfectantes y reporte de disminución de las bacteriemias asociadas a catéter venoso central con su uso. Un total de 2479 artículos se identificaron como potencialmente relevantes; después de eliminar los duplicados, quedaron 1622 artículos, los cuales fueron evaluados según título y resumen. Posteriormente, 59 artículos fueron analizados en texto completo; se seleccionaron 3 artículos correspondientes a tres revisiones sistemáticas, de las cuales dos realizaron metaanálisis. La evidencia disponible sugiere que estudios no aleatorizados han demostrado que el uso de los protectores puerto desinfectantes con alcohol isopropílico al 70% en los conectores sin aguja, puede generar una reducción de las bacteriemias asociadas al catéter venoso central y podría considerarse como una medida costo efectiva; no obstante, se requieren estudios aleatorizados que confirmen estos resultados.


Abstract Identify the effect of the use of disinfectant port protectors on needleless connectors in the reduction of bacteraemias associated with central venous catheters. A quick review of the literature was carried out through a search of articles in English and Spanish in Pubmed, Medline, Cochrane Library and Science Direct; from December 2018 to February 2019. It focused on identifying randomized clinical trials, longitudinal cohort, reviews and meta-analysis. The inclusion criteria were: hospitalized users, passive disinfection with disinfectant port protectors and report of decrease in bacteraemias associated with central venous catheter with its use. A total of 2479 articles were identified as potentially relevant, after eliminating duplicates, 1622 articles were evaluated according to inclusion criteria were: hospitalized users, passive disinfection with disinfectant port protectors and report of decrease in bacteraemias associated with central venous catheter with its use. The available evidence suggests that non-randomized studies have shown that the use of disinfectant port protectors with 70% isopropyl alcohol in needleless connectors can lead to a reduction in bacteraemias associated with central venous catheters and could be considered as a cost measure. effective, however, randomized studies are required to confirm these results.


Resumo Identificar o efeito do uso de protetores de porta desinfetantes nos conectores sem agulha na redução de bacteremias associadas aos cateteres venosos centrais. Uma rápida revisão da literatura foi realizada através de uma pesquisa de artigos em inglês e espanhol no Pubmed, Medline, Cochrane Library e Science Direct; de dezembro de 2018 a fevereiro de 2019. Concentrou-se na identificação de ensaios clínicos randomizados, coorte longitudinal, revisões sistemáticas e metanálise. Os critérios de inclusão foram: usuários hospitalizados, desinfecção passiva com protetores de porta desinfetantes e relato de diminuição de bacteremias associadas ao cateter venoso central com seu uso. Um total de 2479 artigos foi identificado como potencialmente relevante; após eliminação de duplicatas, 1622 artigos foram avaliados de acordo com o título e o resumo, depois 59 artigos foram analisados ​​em texto completo, foram selecionados 3 artigos correspondentes a três revisões sistemáticas, dos quais dois realizaram meta-análise. As evidências disponíveis sugerem que estudos não randomizados demonstraram que o uso de protetores de porta desinfetantes com álcool isopropílico a 70% em conectores sem agulha pode levar a uma redução nas bacteremias associadas aos cateteres venosos centrais e pode ser considerado como uma medida de custo. estudos eficazes, no entanto, são necessários para confirmar esses resultados.


Assuntos
Humanos , Desinfecção , Controle de Infecções , Bacteriemia , 2-Propanol , Cateteres Venosos Centrais , Anti-Infecciosos
4.
REME rev. min. enferm ; 24: e-1296, fev.2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1096478

RESUMO

Objetivo: avaliar o controle da tuberculose em 44 municípios paulistas segundo aspectos do contexto externo, político-organizacional e técnicooperacional dos sistemas locais de saúde. Método: estudo operacional de análise de agrupamento utilizando indicadores operacionais e de desfecho de casos novos de tuberculose para os anos de 2014 e 2015; e teste de hipótese para proporção para identificação de associação dos grupos com porte populacional, índice de Gini, cobertura de Programa de Agentes Comunitários de Saúde e Estratégia Saúde da Família e despesas per capita em atenção básica e vigilância epidemiológica. Resultados: o primeiro grupo formado (n=19) apresentou resultados satisfatórios dos indicadores operacionais e desfecho; o segundo (n=5) teve desempenho regular (resultado satisfatório de desfecho e insatisfatório para o tratamento diretamente observado) e esteve associado ao índice de Gini baixo e menor proporção de PACS; o terceiro (n=20) grupo, de desempenho insatisfatório, esteve associado a índice de Gini mais alto e porte populacional pequeno. Conclusão: os achados destacaram a relação entre aspectos socioeconômicos e o desempenho das ações de controle da tuberculose.(AU)


Objective: to evaluate tuberculosis control in 44 municipalities in São Paulo according to aspects of the external, political-organizational and technicaloperational context of local health systems. Method: operational study of cluster analysis using operational and outcome indicators of new cases of tuberculosis for the years 2014 and 2015; and hypothesis test for proportion to identify association of groups with population size, Gini index, coverage of Community Health Agents Program and Family Health Strategy and per capita expenditure in primary care and epidemiological surveillance. Results: the first group (n=19) presented satisfactory results of operational indicators and outcome; the second (n=5) had regular performance (satisfactory outcome and unsatisfactory for directly observed treatment) and was associated with low Gini index and lower proportion of PACS; the third (n=20) group, with poor performance, was associated with a higher Gini index and small population size. Conclusion: the findings highlighted the relationship between socioeconomic aspects and the performance of tuberculosis control actions.(AU)


Objetivo: evaluar el control de la tuberculosis en 44 municipios de São Paulo de acuerdo con los aspectos del contexto externo, políticoorganizativo y técnico-operativo de los sistemas locales de salud. Método: estudio operativo de análisis de conglomerados utilizando indicadores operativos y de desenlace de nuevos casos de tuberculosis para los años 2014 y 2015; y prueba de hipótesis para proporciones para identificar la asociación de grupos con el tamaño de la población, el índice de Gini, el alcance del Programa de Agentes Comunitarios de Salud (PACS) y la Estrategia de Salud Familiar y los gastos per cápita en atención primaria y vigilancia epidemiológica. Resultados: el primer grupo formado (n = 19) presentó resultados satisfactorios para indicadores operativos y desenlace; el segundo (n = 5) presentó rendimiento regular (resultado satisfactorio de desenlace e insatisfactorio para el tratamiento observado directamente) y se asoció con un índice de Gini bajo y una menor proporción de PACS; el tercer grupo (n = 20), de rendimiento insatisfactorio, se asoció con un índice de Gini más alto y poblaciones de menor tamaño. Conclusión: los hallazgos realzaron la relación entre los aspectos socioeconómicos y el desempeño de las acciones de control de la tuberculosis.(AU)


Assuntos
Humanos , Avaliação de Processos e Resultados em Cuidados de Saúde , Tuberculose , Avaliação em Saúde , Controle de Infecções , Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde , Monitoramento Epidemiológico
7.
Washington, DC; OPAS; 2020. 8 p.
Não convencional em Inglês | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1099729

RESUMO

The HIV community and response have much to offer to the coronavirus disease 2019 (COVID-19) preparedness and resiliency. Having community-led organizations, such as people living with HIV (PLHIV) networks, engaged at the planning and response tables early on is key to build trust, ensure productive exchange of information, and lay the foundations for joint problem-solving measures.(AU)


La comunidad y la respuesta al VIH tienen mucho que ofrecer a la preparación y la resiliencia a la enfermedad por coronavirus 2019 (COVID-19). Contar con organizaciones dirigidas por la comunidad, como las redes de personas que viven con VIH, para que participen en las mesas de planificación y respuesta desde el principio, es fundamental para fomentar la confianza, asegurar un intercambio productivo de información y sentar las bases para la adopción de medidas conjuntas de solución de problemas.(AU)


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral , Infecções por HIV , Controle de Doenças Transmissíveis , HIV , Controle de Infecções , Enfermagem em Emergência/métodos , Infecções por Coronavirus , Cuidados de Enfermagem/normas , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Pandemias , Betacoronavirus
8.
Belo Horizonte; Universidade Federal de Minas Gerais; 2020. 25 p.
Não convencional em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1099980

RESUMO

Em 2020, ano que se comemora 200 anos do nascimento de Florence Nightingale e 130 anos da Enfermagem Brasileira, a Enfermagem foi convocada para o combate à pandemia do Coronavírus (Covid-19). O enfermeiro atua na principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O SUS, como um sistema de saúde público, universal e gratuito, tem capacidade de compreender de forma completa os fenômenos de saúde ao desenvolver ações de vigilância e de coordenação do cuidado, ambas protagonizadas pela(o) enfermeira (o). Na vigilância, tem papel fundamental na identificação, monitoramento e notificação de casos. Na coordenação do cuidado é responsável pelo acompanhamento da saúde da população em todas as fases do desenvolvimento humano.A (o) enfermeira (o) das UBSs, por meio das atividades das equipes da Estratégia Saúde da Família, é essencial para cobrir e tratar até 80% dos casos Covid-19 compondo o arcabouço para o enfrentamento dessa da pandemia. Pensando nisso, com o objetivo de apresentar medidas de organização, prevenção e controle e auxiliar gestores e profissionais a fazerem escolhas eficientes ao lidar com o Covid-19,foi criado o "Guia de orientações para organização e fluxo nas Unidades Básicas de Saúde em tempo de Coronavírus", organizado pelas professoras Alexandra Dias Moreira, Giselle Lima de Freitas, Lívia Cozer Montenegro e Sheila Aparecida Ferreira Lachtim, do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem da UFMG. De acordo com as professoras, as orientações contidas no guia apresentam parâmetros de ações causadas por um vírusnovo e, portanto, essas diretrizes são baseadas no que se sabe até o momento.As orientações começam logo na porta de entrada das unidades de saúde. Com o propósito de diminuir o número de pessoas circulando no local, é necessário fazer uma triagem dos sintomas e organizar filas por demandas. Além disso, é fundamental priorizar o atendimento aos idosos (que fazem parte do grupo de risco), seguido de pessoas com doenças crônicas, gestantes e puérperas. "Todos os usuários em espera de atendimento com queixa clínica de corona vírus precisam usar máscara no rosto ou manter um lenço de papel como barreira ao tossir e espirrar", relatam as professoras.(AU)


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral , Sistema Único de Saúde , Centros de Saúde , Infecções por Coronavirus , Estratégia Saúde da Família , Pandemias , Cuidados de Enfermagem , Enfermagem , Controle de Infecções , Betacoronavirus
10.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 53: e03508, Jan.-Dez. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1020384

RESUMO

RESUMO Objetivo Avaliar a estrutura e a adesão às medidas de precauções-padrão e específicas dos profissionais de saúde em Unidade de Terapia Intensiva de hospital de ensino, no Distrito Federal. Método Estudo descritivo, transversal e prospectivo. Utilizou-se de questionário estruturado mediante observações que registraram as práticas dos profissionais com Equipamentos de Proteção Individual e indicações de precauções. Foi aplicado o teste Qui-quadrado, e calculado o p-valor . Resultados Participaram do estudo 52 profissionais, e foram observados 445 procedimentos assistenciais em 36 sessões de auditoria. A média da taxa de adesão ao uso de equipamentos foi de 72,72%, sendo 94,91% às luvas, 91,43% ao avental, 80% à máscara e 24,56% aos óculos de proteção. Quando não havia indicação e não foi utilizado o Equipamento de Proteção Individual, a média da taxa foi de 68,01%, sendo 30,77% em relação às luvas, 87,58% ao avental, 57,58% à máscara, e 96,13% aos óculos. As precauções de contato foram indicadas desnecessariamente em 35% dos pacientes. Conclusão Verificou-se boa adesão ao uso de luvas, avental e máscara, baixa adesão ao uso de óculos de proteção e uso desnecessário de máscaras e precauções de contato admissionais.


RESUMEN Objetivo Evaluar la estructura y la adhesión a las medidas de precauciones estándar y específicas de los profesionales sanitarios en Unidad de Cuidados Intensivos de hospital de enseñanza, en el Distrito Federal. Método Estudio descriptivo, transversal y prospectivo. Se utilizó un cuestionario estructurado mediante observaciones que registraron las prácticas de los profesionales con Equipos de Protección Individual e indicaciones de precauciones. Se aplicó la prueba de Chi cuadrado y se calculó el p-valor. Resultados Participaron en el estudio 52 profesionales y se observaron 445 procedimientos asistenciales en 36 sesiones de auditoría. El promedio de la tasa de adhesión al uso de equipos fue del 72,72%, siendo el 94,91% a los guantes, el 91,43% al delantal, el 80% a la mascarilla y el 24,56% a los anteojos de protección. Cuando no había indicación y no fue utilizado el Equipo de Protección Individual, el promedio de la tasa fue del 68,01%, siendo el 30,77% con relación a los guantes, el 87,58% al delantal, el 57,58% a la mascarilla y el 96,13% a los anteojos. Las precauciones de contacto fueron indicadas innecesariamente al 35% de los pacientes. Conclusión Se verificó buena adhesión al uso de guantes, delantal y mascarilla, baja adhesión al uso de anteojos de protección y uso innecesario de mascarillas y precauciones de contacto de ingreso.


ABSTRACT Objective To evaluate the structure and adherence to the standardized and specific precautionary measures of health professionals in the Intensive Care Unit of a teaching hospital in the Federal District of Brazil. Method A descriptive, cross-sectional and prospective study. A structured questionnaire was used via observations which recorded the practices of professionals with Individual Protection Equipment and indications of precautions. The chi-square test was applied, and the p-value was calculated. Results A total of 52 professionals participated in the study, and 445 care procedures were observed in 36 audit sessions. The average adhesion rate for equipment use was 72.72%, with 94.91% for gloves, 91.43% for aprons, 80% for masks and 24.56% for safety glasses. When there was no indication and no personal protective equipment was used, the average rate was 68.01%, with 30.77% for gloves, 87.58% for aprons, 57.58% for masks, and 96.13% for safety glasses. Contact precautions were unnecessarily indicated for 35% of patients. Conclusion Good adherence to using gloves, aprons and masks were observed, but there was poor adherence to using safety glasses and unnecessary use of masks and admission contact precautions.


Assuntos
Humanos , Prática Profissional , Precauções Universais , Controle de Infecções , Pessoal de Saúde , Unidades de Terapia Intensiva , Estudos Transversais , Estudos Prospectivos , Segurança do Paciente , Hospitais de Ensino
11.
Nursing (Säo Paulo) ; 22(258): 3363-3370, nov.2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1053418

RESUMO

Objetivo: analisar através da literatura as estratégias da educação permanente que contribuem para a mudança de condutas de prevenção e controle de infecção em assistência à saúde pela equipe multidisciplinar. Método: Revisão integrativa com busca nas bases de dados LILACS, MEDLINE e BDENF. Elaborou-se um instrumento de coleta de dados que sinaliza as características para análise dos estudos. Resultados: Incluíram-se 12 artigos e foram agrupados por similaridade didática de acordo com as estratégias implementadas quanto à prevenção e controle em assistência à saúde. Conclusão: Ficou evidente que a utilização de diversas estratégias da educação permanente, na assistência à saúde, traz melhorias à medida que estimulam os profissionais no aperfeiçoamento, qualificação e na atualização de conceitos e ações práticas, contribuindo também para o desenvolvimento da reflexão crítica, trazendo mudança comportamental, favorecendo desta forma o crescimento pessoal e profissional e a interação da equipe multidisciplinar, propiciando assim a melhora na qualidade da assistência.(AU)


Objective: analyze through the literature the strategies of the permanent education that contribute in the change of conduits of prevention and control of infection in health care by the multidisciplinary team. Method: Integrative revision with search in LILACS, MEDLINE and BDENF databases. Elaborated an instrument of data collection that signals the characteristics for analysis of the studies. Results: Were included 12 articles and grouped by didactic similarity according to the strategies implemented regarding prevention and control in health care. Conclusion: It was evident that the use of several strategies of permanent education in health care, brings improvements as they stimulate professionals in the improvement, qualification and updating of concepts and practical actions, also contributing to the development of critical reflection, bringing change behavioral, thus favoring personal and professional growth and the interaction of the multidisciplinary team, thus improving the quality of care.(AU)


Objetivo: analizar a través de la literatura las estrategias de la educación permanente que contribuyen en el cambio de conductas de prevención y control de infección en asistencia a la salud por el equipo multidisciplinario. Método: Revisión integrativa con búsqueda en las bases de datos LILACS, MEDLINE y BDENF. Elaboró un instrumento de recolección de datos que señaliza las características para el análisis de los estudios. Resultados: Se incluyeron 12 artículos y fueron agrupados por similitud didáctica de acuerdo con las estrategias implementadas en cuanto a la prevención y control en asistencia a la salud. Conclusión: Es evidente que la utilización de diversas estrategias de la educación permanente en la asistencia a la salud, trae mejoras a medida que estimulan a los profesionales en el perfeccionamiento, calificación y actualización de conceptos y acciones prácticas, contribuyendo también al desarrollo de la reflexión crítica, trayendo cambio comportamental, favoreciendo de esta forma el crecimiento personal y profesional y la interacción del equipo multidisciplinario propiciando así la mejora en la calidad de la asistencia.(AU)


Assuntos
Humanos , Infecção Hospitalar/prevenção & controle , Controle de Infecções , Assistência à Saúde , Educação Continuada , Pessoal de Saúde
12.
Rev. enferm. UFPE on line ; 13(4): 1081-1089, abr. 2019.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1021150

RESUMO

Objetivo: descrever o conhecimento do enfermeiro sobre as medidas de precaução de contato. Método: trata-se de um estudo qualitativo, descritivo realizado com 15 enfermeiros que atuam em uma unidade de internação de um instituto hematológico público. Empregaram-se um questionário e um roteiro semiestruturado, Análise de Conteúdo e construção de eixos temáticos. Resultados: emergiram-se dois eixos temáticos: Definição das medidas de precaução de contato e suas indicações e Medidas de controle de Infecções Relacionadas a Assistência à Saúde diante da precaução de contato. Conclusão: evidenciaram-se lacunas no conhecimento dos participantes acerca da implementação das medidas de controle de infecções diante da precaução de contato, principalmente quanto ao uso da paramentação e higienização das mãos. Verificaram-se equívocos quanto aos momentos em que se deve adotar as medidas de precaução de contato.(AU)


Objective: to describe nurses' knowledge about contact precaution measures. Method: this is a qualitative, descriptive study carried out with 15 nurses who work in an inpatient unit of a public haematological institute. A questionnaire and a semi-structured script, Content Analysis and construction of thematic axes were used. Results: two thematic axes emerged: Definition of contact precautionary measures and their indications and Measures of control of Health Care Related Infections in the face of contact precaution. Conclusion: there were gaps in participants' knowledge about the implementation of infection control measures in face of contact precautions, mainly regarding the use of hand hygiene and hygiene. There were misconceptions as to the moments in which the precautionary measures of contact should be adopted.(AU)


Objetivo: describir el conocimiento del enfermero sobre las medidas de precaución de contacto. Método: se trata de un estudio cualitativo, descriptivo realizado con 15 enfermeros que actúan en una unidad de internación de un instituto hematológico público. Se emplearon un cuestionario y un itinerario semiestructurado, Análisis de Contenido y construcción de ejes temáticos. Resultados: surgieron dos ejes temáticos: Definición de las medidas de precaución de contacto y sus indicaciones y Medidas de control de Infecciones Relacionadas a Asistencia a la Salud ante la precaución de contacto. Conclusión: se evidenció lagunas en el conocimiento de los participantes acerca de la implementación de las medidas de control de infecciones ante la precaución de contacto, principalmente en cuanto al uso de la paramentación e higienización de las manos. Se verificaron equívocos en cuanto a los momentos en que se deben adoptar las medidas de precaución de contacto.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Precauções Universais , Controle de Infecções , Programa de Controle de Infecção Hospitalar , Segurança do Paciente , Enfermeiras e Enfermeiros , Cuidados de Enfermagem , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa Qualitativa , Unidades de Internação
13.
Rev. enferm. UFPE on line ; 13(3): 763-772, mar. 2019. ilus, graf, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1015757

RESUMO

Objetivo: identificar as estratégias empregadas pelas organizações de saúde para promover a adesão à higienização das mãos entre a equipe multiprofissional. Método: trata-se de um estudo bibliográfico, descritivo, tipo revisão integrativa, com buscas de artigos nas Bases de dados BDENF, LILACS e PubMed, publicados entre os anos de 2011 a 2016. Elaborou-se por meio de um instrumento para a coleta dos dados, o delineamento, os resultados e as estratégias à higienização das mãos, apresentam-se em forma de figuras e analisados à luz de literatura. Resultados: revisaram-se 15 artigos, e agrupados por semelhança didática na categoria "componentes estratégicos e fatores modificáveis à adesão da higienização das mãos". Evidenciouse o emprego de recursos multimodais, com potencial de melhorar a conformidade e reduzir as oportunidades perdidas à higienização das mãos, sendo a abordagem "Meus Cinco Momentos" da OMS a estratégia empregada nas organizações de saúde. Conclusão: entende-se que o tema é multicausal e exige a produção de conhecimento, a partir do cotidiano assistencial, para o reconhecimento das possíveis barreiras e potenciais facilitadores para a adesão de higienização das mãos.(AU)


Objective: to identify the strategies employed by health organizations to promote adherence to hand hygiene among the multiprofessional team. Method: this is a bibliographic, descriptive study, integrative-review type, with searches for articles in the databases BDENF, LILACS, and PubMed, published in the years from 2011 to 2016. Its development occurred by means of an instrument for data collection, the design, the results and the strategies to hand hygiene are presented in the form of figures and analyzed in the light of the literature. Results: 15 articles were reviewed, and grouped by didactic similarity in the category of "strategic components and modifiable factors to the adherence to hand hygiene". The use of multimodal resources stood out, with potential to improve compliance and reduce the missed opportunities for hand hygiene, being the approach "My Five Moments" of WHO the strategy employed at health organizations. Conclusion: this is a multicausal topic that requires the production of knowledge, from the daily care, for the recognition of potential barriers and potential facilitators for the adherence to hand hygiene.(AU)


Objetivo: identificar las estrategias empleadas por las organizaciones de salud para promover la adhesión a la higiene de las manos entre el equipo multiprofesional. Método: este es un estudio bibliográfico, descriptivo, del tipo revision integradora, con búsquedas de artículos en las bases de datos BDENF, LILACS y PubMed, publicados en los años de 2011 a 2016. Producido por medio de un instrumento de recopilación de datos, el diseño, los resultados y las estrategias para la higiene de las manos se presentan en forma de figuras y analizados a la luz de la literatura. Resultados: 15 artículos fueron revisados y agrupados por similitud didáctica en la categoría de "Componentes estratégicos y factores modificables para la adhesión de higiene de manos". Se evidenció el uso de recursos multimodales, con potencial para mejorar el cumplimiento y reducir las oportunidades perdidas para la higiene de las manos, siendo el enfoque "Mis cinco momentos" de la OMS la estrategia empleada en las organizaciones de salud. Conclusión: se entiende que el tema tiene múltiples causas y requiere la producción de conocimiento, desde el cuidado diario, para el reconocimiento de posibles barreras y facilitadores para la posible adhesión de higiene de las manos.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Equipe de Assistência ao Paciente , Desinfecção das Mãos , Controle de Infecções , Organizações em Saúde , Segurança do Paciente , Higiene das Mãos , Epidemiologia Descritiva , PubMed , LILACS
14.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 53: e03420, 2019. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-985080

RESUMO

ABSTRACT Objective: To characterize teaching about patient safety and standard precautionary measures for infection prevention and control in undergraduate nursing courses. Method: A descriptive documentary analysis study carried out in undergraduate courses, with a concept equal to or greater than three in the National Student Performance Exam and in the Preliminary Course Concept, located in the state of Goiás, Brazil. Results: Six education institutions participated, with the majority being private with curricular structure by discipline. Six pedagogical projects and 273 subject plans were analyzed. The most discussed topics for patient safety development were human factors related to communication, interpersonal relationships, and principles and techniques. Thirty-nine (39) disciplines contemplated teaching infection prevention and control measures, and the most approached topics were personal protective equipment and hand hygiene. Conclusion: Teaching about patient safety presented strong gaps in the six evaluated courses. There is fragility in teaching infection prevention and control measures. The data indicate the need to review the Course Pedagogical Projects in order to incorporate necessary educational demands for training professionals so that they develop safe and quality care.


RESUMEN Objetivo: Caracterizar la enseñanza acerca de la seguridad del paciente y las medidas de precauciones estándar para prevención y control de infecciones, en las carreras de grado en enfermería. Método: Estudio descriptivo de análisis documental realizado en Carreras de Grado, con concepto igual o superior a tres en el Examen Nacional de Desempeño de Estudiantes y en el Concepto Preliminar de Carrera, ubicadas en el Estado de Goiás, Brasil. Resultados: Participaron seis centros de enseñanza, la mayoría de carácter privado, con estructura curricular por asignatura. Fueron analizados seis proyectos pedagógicos y 273 planes de estudios de asignaturas. Los temas más abordados para el desarrollo de seguridad del paciente fueron los factores humanos relacionados con la comunicación, la relación interpersonal y los principios y técnicas. Treinta y nueve asignaturas contemplaron la enseñanza de las medidas de prevención y control de las infecciones, y los temas más abordados fueron equipo de protección individual e higiene de las manos. Conclusión: La enseñanza acerca de la seguridad del paciente presentó contundentes huecos en las seis carreras evaluadas. Existe fragilidad en la enseñanza de las medidas de prevención y control de infecciones. Los datos señalan la necesidad de revisar los Proyectos Pedagógicos de Carrera, a fin de incorporar demandas de enseñanza necesarias a la formación de profesionales, para que estos desarrollen un cuidado seguro y de calidad.


RESUMO Objetivo: Caracterizar o ensino acerca da segurança do paciente e das medidas de precauções-padrão para prevenção e controle de infecções, nos cursos de graduação em enfermagem. Método: Estudo descritivo de análise documental realizado em Cursos de Graduação, com conceito igual ou superior a três no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes e no Conceito Preliminar de Curso, localizados no estado de Goiás, Brasil. Resultados: Participaram seis instituições de ensino, a maioria de caráter privado, com estrutura curricular por disciplina. Foram analisados seis projetos pedagógicos e 273 planos de disciplinas. Os temas mais abordados para o desenvolvimento de segurança do paciente foram os fatores humanos relacionados à comunicação, ao relacionamento interpessoal e aos princípios e técnicas. Trinta e nove disciplinas comtemplaram o ensino das medidas de prevenção e controle das infecções, e os temas mais abordados foram equipamento de proteção individual e higiene das mãos. Conclusão: O ensino acerca da segurança do paciente apresentou contundentes lacunas nos seis cursos avaliados. Há fragilidade no ensino das medidas de prevenção e controle de infecções. Os dados indicam a necessidade de rever os Projetos Pedagógicos de Curso, no sentido de incorporar demandas de ensino necessárias à formação de profissionais, para que estes desenvolvam um cuidado seguro e de qualidade.


Assuntos
Controle de Infecções , Educação Superior , Educação em Enfermagem , Precauções Universais , Currículo , Segurança do Paciente
15.
Belo Horizonte; s.n; 2019. 158 p. graf, tab, ilus, mapa.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1016001

RESUMO

As infecções relacionadas à Assistência à Saúde são eventos adversos que comprometem a segurança dos pacientes. Aproximadamente 70% delas são associadas a microrganismos resistentes aos antibióticos. Mesmo com as recomendações para sua prevenção, as taxas de infecção por bactérias resistentes e sua disseminação continuam alarmantes e podem estar correlacionadas a fatores do contexto organizacional e a não adesão às recomendações das diretrizes nacionais e internacionais. Diante disso, objetivou-se avaliar como tem se dado, na prática clínica dos hospitais de grande porte do Estado de Minas Gerais, a adoção às medidas de prevenção e controle da disseminação da resistência bacteriana. Foi realizado um estudo transversal nos hospitais gerais de grande porte de Minas Gerais, no período de fevereiro de 2018 a abril de 2019. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (CAAE: 30782614.3.0000.5149). A participação das instituições se deu de forma voluntária e, após consentimento do seu responsável legal, realizaram-se entrevistas com gestores, coordenadores do controle de infecções, do núcleo de segurança do paciente, das unidades de internação e das unidades de terapia intensiva. Paralelo às entrevistas, foram observadas as unidades assistenciais dos hospitais quanto à adoção às medidas de prevenção e controle da resistência bacteriana pela equipe multiprofissional, comparando a política e a cultura organizacional da instituição, para o enfrentamento do problema em questão na prática clínica. Foram elegíveis 30 hospitais. Observou-se o predomínio de instituições na macrorregião Centro (43,3%; N=13), não acreditadas (63,3%; N=19) e com nível de complexidade alta-média (60,0%; N=18). O número total de leitos variou entre 348 a 1080. Sobre as ações de prevenção e controle da resistência bacteriana 86,7% (N=26) dos hospitais, utilizavam culturas de vigilância e 73,3% (N=22) adotavam medidas de descolonização; 93,3% (N=28) afirmaram instituir precaução de contato para pacientes portadores de bactérias resistentes e 60,0% (N=18) identificavam tais leitos; 56,7% (N=17) mantinham o paciente em isolamento e 30,0% (N=09) individualizavam os artigos adotados para assistência. No tocante à orientação de antibióticos, 93,3% (N=28) possuíam protocolos para profiláticos e 86,7% (N=26) realizavam auditorias; 86,7% (N=26) para terapêuticos e 83,3% (N=25) executavam auditorias. Evidenciou-se que, em 58,3% (N=35) dos postos de enfermagem, sabão e álcool estavam lado a lado nas pias e que 96,7% (N=58) dos profissionais de saúde das unidades não possuíam álcool em gel em almotolias de bolso. A verificação das condutas das instituições diante da contenção da resistência se deu por meio de um escore que avaliou o hospital quanto à existência de protocolos e auditoria de antibióticos, ao conhecimento dos cinco momentos de higienização das mãos, à identificação das precauções padrão e de contato, o que levou à classificação de 83,3% (N=25) dos hospitais como adesão parcial, 13,3% (N=04) deficiente e 3,4% (N=01) não adotam as medidas de prevenção da resistência bacteriana. As medidas para a contenção da resistência bacteriana não estão consolidadas na prática clínica dos hospitais.(AU)


Health Care Infections are adverse events that compromise patient safety. Approximately 70% of them are associated with antibiotic-resistant microorganisms. Even with recommendations for their prevention, rates of infection by resistant bacteria and their spread remain alarming and may be correlated with organizational context factors and non-adherence to the recommendations of the national and countries. The objective of this study was to evaluate the adoption, in the clinical practice of large hospitals in the State of Minas Gerais, of measures to prevent and control the spread of bacterial resistance. A cross-sectional study was carried out at large general hospitals in Minas Gerais from February 2018 to April 2019. The project was approved by the Ethics and Research Committee of the Federal University of Minas Gerais (CAAE: 30782614.3.0000.5149). Participation of the institutions occurred voluntarily and after the consent of their legal guardian, interviews were conducted with managers, infection control coordinators, the patient safety nucleus, the hospitalization units and the intensive care units. Parallel to the interviews, hospital care units were observed regarding the adoption of measures for prevention and control of bacterial resistance by the multiprofessional team, comparing the institution's policy and organizational culture, in order to address the problem in clinical practice. 30 hospitals were eligible. It was observed the predominance of institutions in the central macro-region (43.3%, N = 13), non-accredited (63.3%, N = 19) and high-medium complexity level (60.0%, N = 18). Regarding the actions of prevention and control of bacterial resistance, 86.7% (N = 26) of the hospitals used surveillance cultures and 73.3% (N = 22) adopted measures of decolonization; 93.3% (N = 28) reported establishing contact precaution for patients with resistant bacteria and 60.0% (N = 18) identified such beds; 56.7% (N = 17) kept the patient in isolation and 30.0% (N = 09) individualized the articles adopted for care. Concerning the orientation of antibiotics, 93.3% (N = 28) had protocols for prophylactics and 86.7% (N = 26) performed audits; 86.7% (N = 26) for therapeutic and 83.3% (N = 25) performed audits. It was evidenced that in 58.3% (N = 35) of the nursing, soap and alcohol stations were side by side in the sinks and that 96.7% (N = 58) of the health professionals of the units did not have gel alcohol in pocket pockets. The verification of the behavior of the institutions against the restraint of resistance occurred through a score that evaluated the hospital for the existence of protocols and audit of antibiotics, knowledge of the five moments of hand hygiene, identification of standard and contact precautions, which led to the classification of 83.3% (N = 25) of the hospitals as partial adherence, 13.3% (N = 04) deficient and 3.4% (N = 01) did not adopt measures of prevention of bacterial resistance, demonstrating that the measures are not adopted integrally in clinical practice.(AU)


Assuntos
Humanos , Infecção Hospitalar/prevenção & controle , Farmacorresistência Bacteriana , Desinfecção das Mãos , Inquéritos e Questionários , Estudos Retrospectivos , Controle de Infecções , Dissertação Acadêmica , Hospitais Gerais
16.
Rio de Janeiro; s.n; 20190000. 58 p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1026570

RESUMO

A permanência dos acompanhantes de pacientes nas unidades hospitalares requer um olhar mais apurado da equipe de saúde com o controle da infecção. Este estudo versa sobre práticas educativas praticadas com acompanhantes de pacientes internados em instituições hospitalares e que estejam em situação de isolamento. Objetiva identificar o conhecimento acerca de precaução, isolamento, transmissão e infecção hospitalar de acompanhantes de pacientes em isolamento; e criar uma tecnologia educacional, tipo folder, para orientação destes acompanhantes. Foi aplicado um questionário, com perguntas fechadas, a 30 acompanhantes de pacientes em situação de isolamento, selecionados por conveniência, internados em enfermarias clínicas e cirúrgicas de um Hospital Federal Universitário. A população foi de maioria feminina, com escolaridade em nível médio e tempo médio de permanência como acompanhante de 34 dias. Não houve uniformidade no conhecimento sobre a doença do paciente, tão pouco sua possibilidade de transmissão de infecção. Há valorização da prática de lavagem das mãos, entretanto apenas antes da entrada no leito. A enfermeira se apresentou como principal profissional responsável pelas orientações aos acompanhantes, entretanto a maior parte dos acompanhantes não recebeu orientação sobre medidas de isolamento na unidade, o que colabora para atitudes e comportamentos inadequados. A partir destes resultados espera-se que o instrumento criado consiga modificar as práticas apresentadas pelos acompanhantes e os índices de infecção hospitalar sejam reduzidos


The accompanying persons stay in the hospital units requires a more accurate look by the healthcare staff on the infection control. This study is about educational drills applied by hospitalized patient's accompanying persons in hospital institutions, who are also at the isolation ward. Its objective is to identify the isolated patients' accompanying persons knowledge regarding precaution, isolation, transmission and hospital infection; and create an educational technology as folder in order to instruct the hospitalized patients' accompanying persons that are in isolation. A close-ended questionnaire has been applied to 30 patients' accompanying persons, selected by convenience, who are hospitalized in a Federal University Hospital's clinical and surgical wards. The sample were mostly of women, with high school level of schooling and average length of stay as accompanying person of 34 days. There have been no uniformity of the knowledge about the patient's disease, as well as the infection transmission probability. The practice of washing hands have been valued, however, only before entering the ward. The nurse presented herself as main professional responsible for instructing the accompanying persons, however, the majority of the accompanying persons haven't received any instruction related to isolation measures at the unit, what collaborates to inappropriate attitudes and behaviors. Based on these results, it's expected that both the created tool can modify the practice presented by the accompanying persons and that the hospitalar infection rates are reduced


Assuntos
Humanos , Controle de Infecções , Serviços de Controle de Infecção Hospitalar , Acompanhantes Formais em Exames Físicos , Precaução
17.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 27: e3134, 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1004260

RESUMO

Objetivo definir as competências para a prevenção e o controle de infecções relacionadas à assistência à saúde que devem ser desenvolvidas pelo enfermeiro generalista e pelo enfermeiro especialista em controle de infecções no Brasil. Método empregou-se a técnica Delphi, desenvolvida em quatro rodadas. Participaram do estudo 31 enfermeiros e oito médicos com expertise em prevenção e controle de infecções. Para a coleta de dados, utilizaram-se instrumentos com perguntas abertas cujas respostas foram tratadas por meio da técnica de análise de conteúdo e instrumentos estruturados para avaliar a importância de cada competência por meio de escala Likert, sendo os dados analisados e apresentados de forma descritiva, uso de mediana e de coeficiente de variação. Resultados as competências foram organizadas em 04 centrais, 14 genéricas e 17 específicas, com nome e a descrição de cada competência. Conclusão a definição das competências para a prevenção e o controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde é o primeiro passo para se iniciar o repensar acerca do processo de ensino e aprendizagem na formação inicial dos enfermeiros. Os dados encontrados auxiliam na reestruturação do ensino, além de fundamentar programas de educação permanente em saúde.


Objective to define the competencies for the prevention and control of healthcare-related infections that should be developed by the generalist nurse and the specialist nurse in infection control in Brazil. Method the Delphi technique, developed in four rounds, was used. Thirty-one nurses and eight physicians participated in the study, with expertise in infection prevention and control. Data were collected using open-ended questionnaires, whose answers were treated using the content analysis technique. Structured instruments were used to evaluate the importance of each competency using a Likert scale. Data were analyzed and presented in a descriptive way, use of median and coefficient of variation. Results the competences were organized in 4 core, 14 generic and 17 specific, with name and description of each competency. Conclusion the definition of competencies for the prevention and control of healthcare-related infections is the first step to begin the rethinking of the teaching and learning process in the initial training of nurses. The data found in the present study may help to restructure education and support permanent education programs in health.


Objetivo definir las competencias para la prevención y el control de infecciones relacionadas a la asistencia a la salud que deben ser desarrolladas por el enfermero generalista y por el enfermero especialista en controle de infecciones en Brasil. Método se empleó la técnica Delphi, desarrollada en cuatro rodadas. Participaron del estudio 31 enfermeros y ocho médicos, con experiencia en prevención y control de infecciones. Para la recolección de datos se utilizaron instrumentos con preguntas abiertas, cuyas respuestas fueron tratadas por medio de la técnica de análisis de contenido, e instrumentos estructurados para evaluar la importancia de cada competencia por medio de escala Likert, siendo los dados analizados y presentados de forma descriptiva, uso de mediana y de coeficiente de variación. Resultados las competencias fueron organizadas en 04 centrales, 14 genéricas y 17 específicas, con nombre y la descripción de cada competencia. Conclusión la definición de las competencias para la prevención y el control de Infecciones Relacionadas a la Asistencia a la Salud es el primer paso para iniciarse el repensar acerca del proceso de enseñanza y aprendizaje en la formación inicial de los enfermeros. Los datos encontrados auxilian en la reestructuración de la enseñanza además de fundamentar programas de educación permanente en salud.


Assuntos
Humanos , Competência Profissional/normas , Controle de Infecções/normas , Educação em Enfermagem/normas , Enfermagem/normas , Educação Superior
18.
Enferm. foco (Brasília) ; 10(4): 93-100, 2019. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1052805

RESUMO

Objetivo: verificar o impacto dos bundles e o aprendizado interprofissional na prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica de uma unidade de terapia intensiva (UTI). Método: estudo quasi-experimental realizado em uma UTI de um hospital público de Diamantina, Minas Gerais. Foram incluídos neste estudo 56 profissionais que prestavam assistência direta a pacientes em ventilação mecânica. A coleta de dados ocorreu em três fases: pré-intervenção, que consistiu em observação direta e entrevista; intervenção, na qual o treinamento foi realizado por meio de simulações clínicas; e pós-intervenção, na qual foi avaliado o impacto das estratégias implementadas por observação direta. As diferenças entre os grupos pré- e pós-intervenção foram avaliadas pelo teste de McNemar. Foi utilizado um nível alfa de 0,05 definido a priori, e a correção de Bonferroni determinou significância estatística para o caso de comparações múltiplas. Resultados: após a intervenção, houve aumento da adesão à pressão endotraqueal do cuff (8,10%), interrupção diária da sedação (16,67%), e aspiração subglótica (18,75%). As associações entre categoria profissional versus ausência de aspiração, posicionamento da cabeceira da cama, frequência de higiene bucal, e tipo de higiene das mãos após a intervenção foram significativas (p < 0,0083). Conclusões: ainda existe uma lacuna a ser detectada na implementação do bundle e o impacto positivo gerado pelo conhecimento interprofissional, principalmente porque não é imediato, mas a longo prazo, para obter o feedback desejado. (AU)


Objective: to verify the impact of the bundles and the interprofessional learning for the prevention of mechanical ventilation-associated pneumonia of an intensive care unit (ICU). Method: This was a quasi-experimental study performed in an ICU of a public hospital in Diamantina, Minas Gerais. Were included in this study 56 professionals who provided direct assistance to patients in mechanical ventilation. The data collection took place in three phases: pre-intervention, which consisted of direct observation and interview; intervention, in which training was performed through clinical simulations; and post-intervention, in which the impact of the strategies implemented through direct observation, was evaluated. Differences between pre and post groups were assessed using McNemar's test. An alpha level of 0.05 set a priori was used, and a Bonferroni correction determined statistical significance for the case of multiple comparisons. Results: After the intervention, there was increased adherence to endotracheal cuff pressure (8.10%), daily interruption of sedation (16.67%) and subglottic aspiration (18.75%). It was significant (p < 0,0083) in the associations between the professional category versus non-aspiration, bed head positioning, oral hygiene frequency and the type of hand hygiene after intervention. Conclusions: There is still a gap to be detected in the bundle implementation and the positive impact generated by the inter-professional knowledge, mainly because it is not immediate but in the long term to obtain the desired feedback. (AU)


Objetivo: verificar el impacto de los bundles y el aprendizaje interprofesional para la prevención de la neumonía asociada a la ventilación mecánica de una unidad de cuidados intensivos (UCI). Método: Este fue un estudio cuasi experimental realizado en una UCI de un hospital público en Diamantina, Minas Gerais. Se incluyeron en este estudio 56 profesionales que prestaron asistencia directa a los pacientes en ventilación mecánica. La recolección de datos se realizó en tres fases: pre-intervención, que consistió en observación directa y entrevista; intervención, en la cual se realizó entrenamiento por medio de simulaciones clínicas; y post-intervención, en que se evaluó el impacto de las estrategias de observación directa. Las diferencias entre los grupos pre y post se evaluaron mediante la prueba de McNemar. Se usó un nivel alfa de 0,05 a priori, y se usó una corrección de Bonferroni para determinar la significación estadística en el caso de comparaciones múltiples. Resultados: Después de la intervención, hubo aumento de la adhesión al monitoreo de la presión del cuff endotraqueal (8,10%), interrupción diaria de la sedación (16,67%) y aspiración subglótica (18,75%). Fue significativa (p < 0,0083) las asociaciones entre la categoría profesional frente a la no aspiración, la posición de la cabecera de la cama, la frecuencia de higiene oral y el tipo de higiene de las manos después de la intervención. Conclusiones: Aún existe una laguna a ser detectada en la implantación del bundle y el impacto positivo generado por el conocimiento interprofesional, principalmente por no ser inmediato, pero a largo plazo, para obtener el feedback deseado. (AU)


Assuntos
Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica , Fascículo Atrioventricular , Controle de Infecções , Gestão da Qualidade Total , Vigilância em Saúde Pública , Unidades de Terapia Intensiva
19.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 53: e03452, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1003095

RESUMO

ABSTRACT Objective: To identify factors related to the occurrence of urinary tract infection associated with urinary catheter use. Method: A longitudinal, retrospective cohort study carried out by analyzing the electronic medical records of patients admitted to an intensive care unit of a high-complexity hospital from July 2016 to June 2017. Demographic and clinical data were analyzed by descriptive and analytical analysis. Results: The incidence density of urinary tract infection related to urinary catheter use was 4.8 per 1000 catheters/day, the majority (80.6%) with no indication for catheter use, and there was no prescription for insertion and/or maintenance in 86.7%. The mean time between catheter insertion and infection diagnosis was 11.3 ± 6.3 days (6 to 28 days). Statistically significant factors (p < 0.001) related to urinary infection linked to catheter use were hospitalization time in the unit (16.7 ± 9 days), catheter permanence time (12.7 ± 6.9 days), and the use of antimicrobials in the intensive care unit (8.6 ± 6.3 days). Conclusion: The association of indication absence and the record of the need for maintenance possibly potentiated the occurrence of urinary tract infection associated to catheter use.


RESUMEN Objetivo: Identificar factores relacionados con la ocurrencia de infección del tracto urinario asociado con el uso del catéter vesical. Método: Estudio longitudinal, de cohorte retrospectivo, realizado por análisis de la ficha electrónica de pacientes ingresados en unidad de cuidados intensivos de un hospital de alta complejidad, de julio de 2016 a junio de 2017. Se evaluaron los datos demográficos y clínicos, por análisis descriptivo y analítico. Resultados: La densidad de incidencia de la infección urinaria relacionada con el uso del catéter vesical fue de 4,8 por 1.000 catéter/día, siendo la mayoría (80,6%) sin indicación para uso del catéter y, en el 86,7%, no había prescripción para inserción y/o mantenimiento. El tiempo medio entre inserción del catéter vesical y diagnóstico de infección fue de 111,3±6,3 días (6 a 28 días). Los factores estadísticamente significativos (p<0,001) relacionados con la infección urinaria relacionada con el uso del catéter vesical fueron tiempo de estancia hospitalaria en la unidad (12,7±6,9 días) y uso de antimicrobianos en la unidad de cuidados intensivos (8,6±6,3 días). Conclusión: La asociación de la ausencia de la indicación y del registro de la necesidad de mantenimiento posiblemente potenció la ocurrencia de infección urinaria relacionada con el uso del catéter vesical.


RESUMO Objetivo: Identificar fatores relacionados à ocorrência de infecção do trato urinário associada ao uso do cateter vesical. Método: Estudo longitudinal, coorte retrospectivo, realizado pela análise do prontuário eletrônico de pacientes admitidos em unidade de terapia intensiva de um hospital de alta complexidade, de julho de 2016 a junho de 2017. Avaliaram-se dados demográficos e clínicos, por análise descritiva e analítica. Resultados: A densidade de incidência da infecção urinária relacionada ao uso do cateter vesical foi de 4,8 por 1.000 cateter/dia, sendo a maioria (80,6%) sem indicação para uso do cateter e, em 86,7%, não havia prescrição para inserção e/ou manutenção. O tempo médio entre inserção do cateter vesical e diagnóstico de infecção foi de 11,3±6,3 dias (6 a 28 dias). Os fatores estatisticamente significativos (p<0,001) relacionados à infecção urinária relacionada ao uso do cateter vesical foram tempo de internação na unidade (16,7±9 dias), tempo de permanência do cateter vesical (12,7±6,9 dias) e uso de antimicrobianos na unidade de terapia intensiva (8,6±6,3 dias). Conclusão: A associação da ausência da indicação e do registro da necessidade de manutenção possivelmente potencializou a ocorrência de infecção urinária relacionada ao uso do cateter vesical.


Assuntos
Humanos , Adulto , Controle de Infecções , Infecções Relacionadas a Cateter , Cateteres Urinários/efeitos adversos , Estudos Retrospectivos , Estudos de Coortes , Registros Eletrônicos de Saúde , Segurança do Paciente
20.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 53: e03474, 2019. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1013169

RESUMO

ABSTRACT Objective: To study the epidemiological profile of Healthcare-associated Infections caused by Enterobacteria which carry the Klebsiella pneumoniae Carbapenemase gene (blaKPC) in the hospital environment. Method: A descriptive study was conducted in a private hospital in Belo Horizonte, MG, Brazil, which included all patients with infections caused by Enterobacteriaceae which carry the Klebsiella pneumoniae Carbapenemase gene. The data were collected by the Automated System of Hospital Infection Control and analyzed by descriptive statistics by the Epi Info 7 program. Results: Eighty-two (82) patients participated in the study. Klebsiella pneumoniae was the most frequent species (68%) isolated in blood (30%), bronchoalveolar lavage (22%) and urine (18%), while catheter-associated bloodstream infection (30%) predominated regarding topography. A case fatality rate of 62% is highlighted in evaluating the outcome. Conclusion: The resistance genes spread rapidly, limiting the antimicrobial options for treating infectious diseases. The epidemiological profile of Healthcare-Associated Infections found in this study can be prevented by prevention and infection control programs.


RESUMEN Objetivo: Inventariar el perfil epidemiológico de las Infecciones relacionadas con la Asistencia Sanitaria causadas por Enterobacterias que transfieren el gen Klebsiella pneumoniae Carbapenemasa (blaKPC) en el entorno hospitalario. Método: Estudio descriptivo, llevado a cabo en un hospital de Belo Horizonte, MG, Brasil, que incluyó a todos los pacientes con infecciones causadas por Enterobacterias que transfieren el gen Klebsiella pneumoniae Carbapenemasa. Los datos fueron recogidos por el Sistema Automatizado de Control de Infección Hospitalaria y analizados por estadística descriptiva por el programa Epi Info 7. Resultados: Participaron en el estudio 82 pacientes. La Klebsiella pneumoniae fue la especie más frecuente (68%) aislada en la sangre (30%), lavado broncoalveolar (22%) y orina (18%). Con relación a la topografía, prevaleció la infección de torrente sanguíneo asociada con catéter (30%). En la evaluación de los resultados, se destacó una tasa de letalidad del 62% de los pacientes. Conclusión: Los gentes de resistencia se diseminan de modo rápido, limitando las opciones antimicrobianas para el tratamiento de los agravamientos infecciosos. El perfil epidemiológico de las Infecciones relacionadas con la Asistencia Sanitaria encontrado en este estudio los puede trabajar de manera preventiva los programas de prevención y control de infección.


RESUMO Objetivo: Levantar o perfil epidemiológico das Infecções relacionadas à Assistência à Saúde causadas por Enterobactérias que carreiam o gene Klebsiella pneumoniae Carbapenemase (blaKPC) no ambiente hospitalar. Método: Estudo descritivo, realizado em um hospital privado de Belo Horizonte, MG, Brasil que incluiu todos os pacientes com infecções causadas por Enterobactérias que carreiam o gene Klebsiella pneumoniae Carbapenemase. Os dados foram coletados pelo Sistema Automatizado de Controle de Infecção Hospitalar e analisados por estatística descritiva pelo programa Epi Info 7. Resultados: Participaram do estudo 82 pacientes. A Klebsiella pneumoniae foi a espécie mais frequente (68%) isolada no sangue (30%), lavado broncoalveolar (22%) e urina (18%). Em relação à topografia, prevaleceu a infecção de corrente sanguínea associada a cateter (30%). Na avaliação do desfecho, destacou-se uma taxa de letalidade de 62% dos pacientes. Conclusão: os genes de resistência se disseminam de forma rápida, limitando as opções antimicrobianas para o tratamento dos agravos infecciosos. O perfil epidemiológico das Infecções relacionadas à Assistência à Saúde encontrado neste estudo pode ser trabalhado de forma preventiva pelos programas de prevenção e controle de infecção.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Resistência Microbiana a Medicamentos , Infecção Hospitalar/epidemiologia , Enterobacteriaceae , Controle de Infecções
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA