Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. enferm. Inst. Mex. Seguro Soc ; 26(4): 248-255, Septiembre-Dic. 2018. graf, tab
Artigo em Espanhol | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-979919

RESUMO

Métodos: estudio cuasiexperimental, con 32 adolescentes entre 15 y 17 años. Se aplicó un cuestionario estructurado pretest y postest de un programa educativo de orientación alimentaria con base en la NOM-043-SSA2-2012. Los datos se analizaron con estadística descriptiva y t de Student no paramétrica para observar la diferencia (p ≤ 0.05). Resultados: el 56.2% de los adolescentes de ambos sexos se encuentran en Normopeso. El sobrepeso fue mayor en hombres (44.5%) que en mujeres (35.7%). Hubo incremento en el consumo de agua pura (20%) y disminución del consumo de refresco o agua de sabor (8%). También aumentó el consumo de frutas y verduras (18%), cereales y tubérculos (16%), y alimentos de origen animal (9%). La diferencia pretest y postest fue significativa (p ≤ 0.05). Conclusión: la intervención educativa basada en orientación alimentaria tiene un efecto positivo sobre el conocimiento reforzando la conducta alimentaria de los adolescentes.


Introduction: Adolescents are susceptible to unhealthy eating behaviors that trigger health problems such as obesity, malnutrition or eating disorders. Objective: To evaluate the effect of an educational intervention based on food orientation to improve knowledge and eating behavior of high school students. Methods: Quasi-Experimental study, with 32 adolescents between 15 and 17 years old. A structured pre-test and post-test questionnaire was applied to an educational food orientation program based on NOM-043-SSA2-2012. The data were analyzed with descriptive statistics and nonparametric Student t to observe the difference (p ≤ 0.05). Results: 56.2% of adolescents of both sexes are in Normopeso. Overweight was higher in men (44.5%) than in women (35.7%). There was an increase in the consumption of pure water (20%) and a decrease in the consumption of soft drink or water of flavor (8%). The consumption of fruits and vegetables (18%), cereals and tubers (16%) and foods of animal origin (9%) also increased. The pretest and posttest difference was significant (p ≤ 0.05). Conclusions: The educational intervention based on food orientation has a positive effect on knowledge by reinforcing the adolescents' eating behavior.


Assuntos
Humanos , Orientação , Estudantes , Peso-Idade , Planos e Programas de Saúde , Educação Alimentar e Nutricional , Transtornos da Alimentação e da Ingestão de Alimentos , Epidemiologia Experimental , Coleta de Dados , Interpretação Estatística de Dados , Adolescente , Enfermagem , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Adolescente , Normas Jurídicas , Desnutrição , Sobrepeso , Comportamento Alimentar , Legislação sobre Alimentos , Obesidade , México
2.
Rev. enferm. UFPE on line ; 4(1): 119-127, 20100300. tab, graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1032878

RESUMO

Objetivo: descrever o crescimento segundo o estado nutricional dos lactentes atendidos em ambulat¢rio de puericultura,utilizando as curvas peso X idade propostas pela OMS e NCHS. M‚todos: estudo quantitativo, descritivo, utilizando-se obanco de dados de 66 prontu rios de lactentes. Os dados foram analisados no software EPI-INFO 6.04d, SPSS 13.0 e Excel2003. Cumpriram-se os preceitos ‚ticos da pesquisa envolvendo seres humanos, sendo o projeto aprovado pelo Comitˆ detica em Pesquisa do IMIP, sob nø de protocolo 1066/2007. Resultados: no 1ø mˆs, a curva da OMS identificou 4 (6,1%)casos de peso baixo, enquanto que a do NCHS, apenas 1 (1,5%). Em rela‡„o ao peso ao nascer, entre aquelas quenasceram de baixo peso, 57,1% (4) apresentaram peso baixo no primeiro mˆs de vida, quando avaliadas pela curva daOMS. Enquanto que, lactentes avaliados pela curva do NCHS, 42,9% (3) j  haviam “recuperado” o peso at‚ esta idade.Quanto ao tipo de alimenta‡„o, todas as crian‡as que estavam em AME neste per¡odo, foram consideradas com pesoadequado em ambas as curvas. Conclus„o: a curva padr„o P x I da OMS mostrou-se mais sens¡vel para identifica‡„o dosd‚ficits de peso nos primeiros meses de vida, em rela‡„o … do NCHS.


Assuntos
Humanos , Lactente , Antropometria , Peso ao Nascer , Peso-Idade , Cuidado do Lactente , Epidemiologia Descritiva , Nascimento a Termo
3.
Acta paul. enferm ; 20(1): 75-81, 2007. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-457047

RESUMO

OBJETIVOS: analisar a evolução ponderal de recém-nascido (RN) na 2ª etapa do Método Mãe-Canguru e a influência do aleitamento materno no ganho de peso. MÉTODOS: pesquisa quantitativa, prospectiva com 22 RN na 2ª etapa do método, entre março e agosto de 2005. Os dados foram computados no Programa Epi-info. RESULTADOS: 54,6 por cento estavam abaixo do percentil 5 na alta; as médias das variáveis estudadas foram: tempo para atingir pesos mínimo e de recuperação 5,2 e 17,4 dias; percentual de perda de peso 9,8 por cento; velocidade relativa de ganho de peso na 1ª etapa 9 g/Kg/dia e 2ª etapa 13,2 g/Kg/dia; velocidade relativa de ganho de peso dos RN alimentados com leite da genitora 11,9 g/Kg/dia e dos alimentados com leite da genitora e leite pasteurizado 14,5 g/Kg/dia. CONCLUSÕES: este estudo revela a necessidade de acompanhar RN em pequeno, médio e longo prazo e ampliar as discussões sobre o acompanhamento do crescimento como uma estratégia de atenção básica, visando uma assistência de qualidade.


OBJECTIVES: To evaluate the pattern of newborns weight gain in the second phase of the Kangaroo Mother Method and to determine the influence of breast feeding on newborns weight gain METHODS: This was a prospective study of 22 newborns. Data were collected from March to August 2005. RESULTS: More than a half (54.6 percent) of the newborns had weight below the 5 percentile of the weight curve. The percentile of weight loss was of 9.8 percent. The mean of days for newborns to achieve the minimum weight and progress to normal weight was 5.2 days and 17.4 days, respectively. The relative rate of weight gain was 9g/kg/day and13.2g/kg/day in the first phase and in the second phase, respectively. The relative rate of weight gain of newborns who breast fed at the second phase was of 11.9g/kg/day. And, the relative rate of weight gain of newborns who breast fed and who were also fed with milk from the Human Milk Bank was 14.5g/kg/day. CONCLUSIONS: This study suggests the importance of short, medium and long term follow-up of newborns. Monitoring the growth of newborns may be a strategy to improve the quality care to newborns and their families.


OBJETIVO: analizar la evolución ponderal de recién nacidos (RN) en la 2ª etapa del Método Madre Canguro y analizar la influencia de la lactancia materna en la ganancia de peso. MÉTODOS: investigación cuantitativa, prospectiva realizada con 22 RN insertados en la 2ª etapa del método, entre marzo y agosto del 2005. Los datos fueron computados en el Programa Epi-info. RESULTADOS: El 54,6 por ciento estaban debajo del percentil 5 de la curva de crecimiento al momento del alta; los promedios de las variables estudiadas fueron: tiempo de 5,2 e 17,4 días para alcanzar el peso mínimo y el peso de recuperación; porcentaje de pérdida de peso 9,8 por ciento ; velocidad relativa de ganancia de peso en la 1ª etapa 9 g/Kg/dia y en la 2ª etapa 13,2 g/Kg/dia; velocidad relativa de ganancia de peso de los RN alimentados con leche de la progenitora 11,9 g/Kg/dia y de los RN alimentados con leche de la progenitora y leche pasteurizada 14,5 g/Kg/dia. CONCLUSIONES: este estudio revela la necesidad de acompañar a los RN en pequeño, mediano y largo plazo y ampliar las discusiones sobre el acompañamiento de su crecimiento como una estrategia de atención básica, con miras a brindar atención de calidad a los RN y sus familias.


Assuntos
Humanos , Recém-Nascido , Aleitamento Materno , Enfermagem Neonatal , Ganho de Peso , Peso-Idade , Relações Mãe-Filho , Epidemiologia Descritiva , Estudos Prospectivos
4.
Ribeirão Preto; s.n; dez. 2005. 90f p.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1036700

RESUMO

A avaliação da situação nutricional de crianças na fase escolar é de suma importância para o diagnóstico de saúde e risco de doenças nessa faixa etária, uma vez que pode evitar morbidades no futuro. Nesse sentido, a presente pesquisa foi realizada com o objetivo de estimar a prevalência de alterações do estado nutricional de alunos do ensino fundamental (1.º e 2.º ciclos) em escolas públicas municipais da cidade de Pinhão - PR, com vista a contribuir para aumentar a cobertura dos sistemas de informação sobre a situação nutricional da população do município. Por cálculos estatísticos, foi definida a amostra em 400 alunos, para uma estimativa estatisticamente significativa. Esta foi estratificada, ou seja, 7 escolas foram investigadas com porcentagem proporcional ao número total de alunos de cada escola e os alunos de todas séries (1.ª a 4ª.) foram sorteados aleatoriamente e após essa seleção, foram pesados e medidos. O critério de exclusão foi: alunos fora da faixa etária definida, ou seja, inferior a 6 anos e superior a 10 anos de idade. Os métodos utilizados para avaliação do estado nutricional foram a medida de peso e estatura e dados relacionados à idade e sexo dos escolares. Posteriormente, foi realizada a classificação das crianças em eutróficas, em risco nutricional, baixo peso e com excesso de peso pelos percentis e escores Z de peso por estatura, peso por idade e estatura por idade. Foram avaliados 381 escolares regularmente matriculados no ensino fundamental, de 1.ª a 4.ª séries, da zona urbana do município de Pinhão - PR....


Assuntos
Pré-Escolar , Criança , Humanos , Morbidade , Nutrição da Criança , Peso-Idade , Prevalência , Saúde da Criança
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA