Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. cuid. saúde ; 15(3): 429-435, Jul.-Set. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-974867

RESUMO

RESUMO O leite materno é o alimento ideal para qualquer recém-nascido devido à sua composição nutricional balanceada e à sua capacidade de gerar imunidade. Seu uso tem sido muito incentivado nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e Unidades Intermediárias (UI), sendo ofertados tanto o leite materno extraído diretamente do seio materno, quanto o proveniente de bancos de leite humano. Dessa forma, este estudo teve como propósito acompanhar e comparar recém-nascidos com e sem o uso de aditivo fortificante do leite materno, em UTI neonatal. O estudo foi observacional do tipo coorte, com grupo controle, realizado em uma maternidade pública, nas unidades de terapia intensiva e terapia intermediária neonatais. Foram acompanhados 26 recém-nascidos pré-termo, divididos em dois grupos, um deles constituído por 13 recém-nascidos em aleitamento materno exclusivo (grupo controle) e outro composto por 13 recém-nascidos em uso de leite materno, com aditivo fortificante. Para a análise de dados, foi utilizada estatística descritiva simples, calculando-se distribuições de frequências, cálculo das médias, desvio-padrão e realizações dos testes estatísticos. O ganho de peso médio no período do estudo foi significativamente maior no grupo que recebeu leite materno com aditivo. Em relação ao comprimento e ao perímetro cefálico não foram observadas diferenças estatísticas significativas entre os grupos. Constata-se que o uso de aditivo no leite materno humano cru ou processado proporciona melhor ganho de peso, favorecendo a recuperação do estado nutricional.


RESUMEN La leche materna es el alimento ideal para cualquier recién nacido debido a su composición nutricional balanceada y a su capacidad de generar inmunidad. Su uso ha sido muy fomentado en las Unidades de Cuidados Intensivos y Unidades Intermediarias, siendo ofertadas, tanto la leche materna, extraída directamente del seno materno, como la proveniente de bancos de leche humana. El propósito del estudio fue el de acompañar y comparar a los recién nacidos con y sin el uso de aditivo fortificante de la leche materna, en UCI neonatal. Este estudio fue observacional del tipo cohorte, con grupo control, realizado en una maternidad pública, en las unidades de cuidados intensivos y cuidados intermediarios neonatales. Fueron acompañados 26 recién nacidos pretérmino, divididos en dos grupos, uno de ellos constituido por 13 recién nacidos en lactancia materna exclusiva (grupo control) y otro compuesto por 13 recién nacidos en uso de leche materna, añadido de aditivo fortificante. Para el análisis de datos fue utilizada estadística descriptiva simple calculando distribuciones de frecuencias, cálculo de los promedios, desviación típica y realizaciones de las pruebas estadísticas. El aumento de peso promedio en el período del estudio fue significativamente mayor en el grupo que recibió leche materna con aditivo. En relación a la longitud y al perímetro cefálico no fueron observadas diferencias estadísticas significativas entre los grupos. Se constata que el uso de aditivo en la leche materna humana cruda o procesada proporciona mejor aumento de peso, favoreciendo la recuperación del estado nutricional.


ABSTRACT Breast milk is the ideal food for any newborn regarding the balanced nutritional composition and its ability to generate immunity. Its use has been greatly encouraged in intensive care units and Intermediate Unit, both the milk extracted directly from the mother's womb, as the one from the milk bank. The purpose of the study was to monitor and to compare infants with and without use of breast milk fortifier in neonatal intensive care unit. It was an observational cohort study with a control group, performed in a public hospital, in intensive care units and neonatal intermediate unit. They were followed 26 preterm infants, divided into two groups consisting of 13 preterm infants in exclusively breastfed (control group) and 13 preterm infants in use of breast milk fortifier with additive added. The average weight gain was significantly higher in the group receiving breast milk containing additive. In relation to the length and head circumference, significant differences were not observed. For data analysis, we used simple descriptive statistics by calculating frequency distributions, calculation of averages, standard deviation and achievements of the statistical tests. The average weight gain during the study period was significantly higher in the group receiving breast milk with additives. Regarding the length and head circumference, statistical differences were not significant between groups. It appears that the additive used in raw or processed human breast milk provides better weight gain, facilitating recovery of nutritional status.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Aleitamento Materno , Recém-Nascido Prematuro , Substitutos do Leite Humano , Nutrição do Lactente , Ganho de Peso/efeitos dos fármacos , Unidades de Terapia Intensiva Neonatal/organização & administração , Cefalometria/enfermagem , Estado Nutricional/efeitos dos fármacos , Bancos de Leite , Leite Humano/efeitos dos fármacos
2.
Ciênc. cuid. saúde ; 7(supl.1): 18-25, maio 2008. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-528403

RESUMO

A soja é considerada um alimento funcional porque, além das funções nutricionais básicas, produz efeitos benéficos à saúde e pode substituir o leite de vaca em caso de intolerâncias e/ou alergias. Este estudo teve como objetivo verificar a aceitação de preparações elaboradas com leite de vaca e com extrato solúvel de soja.A amostra foi composta por 27 adultos não- treinados para realizar a análise sensorial, por meio do Teste deEscala Hedônica (desgostei muitíssimo até gostei muitíssimo). Foram selecionadas preparações culinárias com derivados de leite de vaca, denominadas convencionais e com derivados de soja, denominadas modificadas(cinco doces e cinco salgadas). As preparações convencionais tiveram alteração na composição (retirada do leite de vaca, leite condensado, creme de leite e inclusão de extrato solúvel de soja, creme de soja e condensado de soja) e foram testadas no Laboratório de Técnica Dietética. O resultado da análise sensorial mostra que nenhuma preparação apresentou diferenças significativas (p>0,05) entre as convencionais e as modificadas. Isso mostra que a substituição dos derivados do leite de vaca pelos derivados da soja em preparações caseiras, sejam doces ou salgadas, pode vir a ser uma solução para crianças acometidas poralergias e/ou intolerância à lactose.


Soybean is considered a functional food because, in addition to its basic nutritional functions, it produces beneficial health effects and may replace “regular” milk (predominantly cow’s milk) in case when there are in tolerances and/or allergies. This study aimed to verify the acceptance of dishes prepared with cow’s milk and with water-soluble soybean extract. The sample was composed of 27 adults untrained to perform the sensory analysis using the Hedonic Scale Test (“I disliked it very much” to “I liked it very much”). Culinary preparations with dairy products, denominated “conventional”, and with soy products, denominated “modified”, were selected (five sweet ones and five savory ones). The conventional preparations had their composition altered (removal ofcow’s milk, condensed milk and cream, and the addition of water-soluble soybean extract, soy milk cream and condensed soy milk) and were tested in the Dietary Technique Laboratory. The result of the sensory analysis shows that no preparation presented significant differences (p>0.05) between the conventional and the modified ones. This demonstrates that replacing dairy products with soy products in home-made preparations, whether sweet or savory, may be a solution for children who are allergic to lactose and / or have intolerance to it.


La soja es considerada un alimento funcional porque, además de las funciones nutricionales básicas, produce efectos benéficos a la salud y puede sustituir la leche de vaca en caso de intolerancias y/o alergias. Este estudiotuvo como objetivo averiguar la aceptación de preparaciones elaboradas con leche de vaca y con extractosoluble de soja. La muestra fue compuesta por 27 adultos no entrenados para realizar el análisis sensorial, através del Test de Escala Hedónica (me disgustó muchísimo hasta me gustó muchísimo). Fueron seleccionadas preparaciones culinarias con derivados de leite de vaca, denominadas convencionales y con derivados de soja, denominadas modificadas (cinco dulces y cinco saladas). Las preparaciones convencionales tuvieron alteraciónen la composición (retirada de la leche de vaca, leche condensada, crema de leche e inclusión de extracto soluble de soja, crema de soja y condensado de soja) y fueron testadas en el Laboratorio de Técnica Dietética. El resultado del análisis sensorial muestra que ninguna preparación presentó diferencias significativas (p>0,05) entre las convencionales y las modificadas. Eso muestra que la sustitución de los derivados de la leche de vacapor los derivados de la soja en preparaciones caseras, sean dulces o saladas, puede venir a ser una soluciónpara niños acometidos por alergias e/o intolerancia a la lactosa.


Assuntos
Alimentos de Soja/análise , Hipersensibilidade Alimentar , Intolerância à Lactose , Proteínas de Soja/análise , Substitutos do Leite Humano
3.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 30(1): 58-72, abr. 1996.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-214416

RESUMO

O trabalho traz uma análise sobre o aleitamento materno, fazendo reflexöes sobre os indicadores determinantes da situaçäo atual, buscando identificar os elementos fins e meios para atingir o cenário idealizado para o futuro da prática do amamentar.


Assuntos
Humanos , Aleitamento Materno , Substitutos do Leite Humano
4.
s.l; s.n; 1985. 103 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-68384

RESUMO

Procurou-se caracterizar o tipo de prática de aleitamento utilizada pela populaçäo que busca o sub-programa de suplmentaçäo alimentar (lactário) em cinco Centros de Saúde, que desenvolviam atividades de incentivo ao aleitamento materno, durante o mês de julho de 1983, no município de Ribeiräo Preto, Estado de Säo Paulo. A técnica de pesquisa empregada foi o formulário aplicado à mäe ou responsável pela criança, no dia da matrícula no lactário. Os resultados obtidos demonstraram que 90,74% das crianças que chegaram ao lactário já vinham recebendo mamadeira. Destas, 42,73% recebiam aleitamento misto e 47,81% aleitamento artificial. A prática de aleitamento natural (9,25%) foi considerada inexpressiva. Identificou-se a associaçäo de alguns fatores biológicos e sócio-econômicos ao tipo de prática de aleitamento utilizada. Os principais motivos alegados pelas mäes para a introduçäo de mamadeira se relacionaram ao conceito de leite insuficiente e "leite secou". Verificou-se que a manutençäo da prática de aleitamento natural até a matrícula da criança no lactário está associada às mäes multigestas e com experiência anterior em aleitamento. A prática de aleitamento misto e artificial está associada ao uso de métodos contraceptivos, particularmente ao uso de anovulatório oral. Outros fatores estudados näo apresentaram-se associados à prática de aleitamento utilizada pela mäe. Concluiu-se que a meta proposta pelo PAC relativa ao incentivo do aleitamento materno, até o sexto mês de vida da criança, näo está sendo atingida na populaçäo estudada


Assuntos
Humanos , Aleitamento Materno , Substitutos do Leite Humano , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente , Fatores Socioeconômicos , Desmame , Centros Comunitários de Saúde
5.
s.l; s.n; 1981. 88 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-67983

RESUMO

A desnutriçäo constitui a principal causa de mortalidade infantil em nosso país. Existem vários serviços e programas com a finalidade de fornecer suplementos alimentares às crianças menores de 5 anos, na tentativa de diminuir esse coeficiente. Parques infantis e creches têm por objetivo cuidar das crianças enquanto suas mäes trabalham fora. Fornecem suplementos alimentares às crianças no período em que elas estäo sob os cuidados da Instituiçäo. Estas instituiçöes säo de manutençäo onerosa, motivo pelo qual existem poucas e näo conseguem atender à demanda. As Unidades Sanitárias, dentre outras atividades na área de Saúde, geralmente fornecem leite em pó às crianças de zero a 1 ano de idade. Pela estrutura que apresentam e pelo número de funcionários existentes, seria difícil ampliar este altendimento de forma efetiva. Recentemente foi proposto o CEAPE (Centro de Educaçäo e Alimentaçäo Pré-Escolar), que visa atingir o pré-escolar através da rede escolar já existente; e, mais recente ainda, o P.C.A. (Programa Comunitário de Alimentaçäo) que objetiva a utilizaçäo dos recursos existentes na comunidade, como a rede comercial, para atingir grupos vulneráveis do ponto de vista nutricional, entre eles a criança...


Assuntos
Recém-Nascido , Lactente , Humanos , Masculino , Feminino , Xilose , Substitutos do Leite Humano , Nutrição do Lactente , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente , Família
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA