Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 45
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
ABCD arq. bras. cir. dig ; 25(1): 20-24, jan.-mar. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-622317

RESUMO

RACIONAL: Sempre foi muito controversa a escolha de uma operação ideal para portadores de megaesôfago não avançado com recidiva após tratamento prévio. As várias técnicas existentes e os diferentes graus da doença são os maiores fatores para essa dificuldade. OBJETIVO: Avaliar os resultados precoces e tardios da esofagocardioplastia à Serra-Dória em pacientes que apresentaram recidiva dos sintomas de megaesôfago não avançado após terem sido previamente submetidos à cardiomiotomia. MÉTODO: Foram estudados 32 pacientes. A idade variou de 32 a 63 anos. Dezenove apresentavam disfagia moderada e 13 leve, sendo que 14 tinham algum grau de regurgitação. Esses indivíduos foram submetidos à esofagocardioplastia à Serra-Dória e foram avaliadas as complicações sistêmicas e locais ocorridas no pós-operatório. RESULTADOS: Após o procedimento, puderam ser acompanhados 27 pacientes, sendo que 22 passaram a apresentar deglutição normal, cinco disfagia leve e três permaneceram com alguma regurgitação. Nenhum paciente morreu. Três tiveram pneumonia precoce e em um cocorreu fístula anastomótica. CONCLUSÕES: A esofagocardioplastia à Serra-Dória é procedimento adequado para o tratamento cirúrgico do megaesôfago recidivado não avançado.


BACKGROUND: It has always been very controversial to choose an ideal operation for patients with no advanced recurrent megaesophagus after previous treatment. The various existing techniques and the different degrees of disease are the major factors to this difficulty. AIM: To evaluate the early and late results of the Serra-Doria esophagocardioplasty in patients who had recurrence of symptoms in non-advanced megaesophagus after having been submitted to cardiomyotomy. METHODS: Were studied 32 patients. The age ranged from 32 to 63 years. Nineteen had mild and 13 moderate dysphagia, and 14 had some degree of regurgitation. These subjects underwent the Serra-Doria esophagocardioplasty and were evaluated the local and systemic complications occurred postoperatively. RESULTS: After the procedure could be followed 27 patients, 22 began to show normal swallowing, five mild dysphagia and three remained with some regurgitation. No patient died. Three had early pneumonia and in one occurred anastomotic leak. CONCLUSIONS: The Serra-Doria esophagocardioplasty is adequate procedure for the surgical treatment of relapsed non advanced megaesophagus.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Cárdia/cirurgia , Acalasia Esofágica/cirurgia , Esôfago/cirurgia , Anastomose em-Y de Roux , Procedimentos Cirúrgicos do Sistema Digestório/métodos , Gastrectomia/métodos , Recidiva , Estudos Retrospectivos
2.
Rev. Col. Bras. Cir ; 36(3): 193-198, jul. 2009. ilus, graf, tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-522446

RESUMO

OBJETIVOS: Avaliar os resultados da cardiomiotomia de Heller associada à fundoplicatura de Dor por Laparoscopia (HDL) no tratamento cirúrgico da acalásia do esôfago, através de escores de qualidade de vida e dados da esofagomanometria. MÉTODOS: Foram estudados retrospectivamente 60 pacientes operados por acalasia do cárdia, de 2001 a 2007, sendo analisadas no pré-operatório as características desta população e os resultados das provas diagnósticas. Aplicamos um escore de disfagia e de qualidade de vida no pré e pós-operatório e realizamos o estudo do comportamento da pressão do esfíncter esofageano inferior (Peei) no pré e pós operatório de todos os pacientes. RESULTADOS: Eram 37 do sexo feminino e 23 do masculino. A idade média foi 41,08 anos(12 a 87). Não houve mortalidade cirúrgica, nem conversões. Tempo médio de início da dieta foi de 1,6 dias. Considerado resultado excelente em 80 por cento da série, resultados intermediários em 20 por cento. A média do escore de disfagia no pré operatório foi de 9,03 pontos e a média de pós, foi de 1,7 pontos (máximo de 10 pontos), p=0,0001, sendo observada queda entre pré e pós-operatório de 7,33 pontos, 81,17 por cento. A média da Peei no pré-operatório foi de 32,41 mmhg e no pós 12,7 mmhg. CONCLUSÃO: A cirurgia HDL é procedimento seguro de ser realizado e apresentou bons resultados, sendo capaz de modificar os escores de qualidade de vida subjetivos, e os dados objetivos da Peei, de forma significativa.


OBJECTIVE: To evaluate the surgical outcomes of Heller's Cardiomyotomy with Dor fundoplication by laparoscopy (HDL) and to assess its impact on patients' quality of life and on esophageal manometry data. METHODS: 60 patients with esophageal achalasia, operated on between 2001 and 2007, were studied retrospectively. Before surgery, the demographics and the diagnostic test results were recorded. The patients submitted a dysphagia score for quality of life before and after surgery, and lower esophageal sphincter pressure (PLES) was measured. We also studied the difference produced in quality of life RESULTS: 37 women and 23 men were followed. Mean age was 41.08 (12-87). There was no mortality and no conversions. The mean time of diet resumption was 1.6 day. The outcome was considered excellent in 80 percent of the series and intermediate in 20 percent of the series. The mean dysphagia score before surgery was 9.03 points, and after surgery, 1.7 point (maximum of 10 points), p=0.0001. The mean score decrease between pre- and postoperative scores was 7.33 points (87.17 percent). The mean PLES before surgery was 32.41 mmHg, and 12.7 mmHg after. CONCLUSION: HDL is a safe procedure and changed significantly the subjective quality of life scores, as well as the objective PLES means.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Criança , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Cárdia/cirurgia , Acalasia Esofágica/cirurgia , Qualidade de Vida , Fundoplicatura/métodos , Estudos Retrospectivos , Adulto Jovem
3.
São Paulo; s.n; 2009. [84] p. ilus, graf, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-545071

RESUMO

INTRODUÇÃO: Muitos procedimentos cirúrgicos e endoscópicos bariátricos realizados atualmente diminuem o volume da luz gástrica de forma isolada ou associados a intervenção sobre o intestino. Uma forma de invaginação ou plicatura gástrica associada ao envolvimento protético do estômago foi usada para tratamento cirúrgico da obesidade. O procedimento foi abandonado devido à elevada taxa de complicações e re-intervenções causadas pelo contato da prótese com as vísceras abdominais. A fundoplicatura a Nissen usada para tratamento de refluxo gastroesofágico leva a emagrecimento pequeno, mas significativo. Na fundoplicatura a Nissen não são usados (e, portanto, não há complicações relacionadas a) secção, grampeamento, anastomose, bandas, anéis ou corpos estranhos. Neste trabalho formulamos a hipótese que a invaginação da grande curvatura gástrica levaria a perda de peso em ratos (Série A - primeira série de experimentos). Confirmada esta hipótese, testamos se a invaginação da parede gástrica anterior teria efeito semelhante (Série B - segunda série de experimentos). A invaginação da parede gástrica anterior evitaria a mobilização do grande omento. MÉTODO: Na Série A, trinta ratos foram sorteados em três grupos. Os dez ratos do primeiro grupo, chamado ACTR- ANEST, foram anestesiados e pesados. Aos dez ratos do segundo grupo, chamado A-CTR-LAP, foram adicionadas laparotomia e manipulação visceral à anestesia. Ao terceiro grupo, chamado A-INV-CURV, foi adicionada uma invaginação da grande curvatura gástrica à anestesia e laparotomia. Os animais da Série A foram pesados novamente no sétimo dia após os procedimentos; pesados, sacrificados e necropsiados no vigésimo - primeiro dia após os procedimentos. Na segunda série de experimentos (Série B), vinte ratos foram sorteados em dois grupos. A parede gástrica anterior foi invaginada em dez ratos no primeiro grupo (B-INV-ANT). A grande curvatura gástrica foi invaginada em dez ratos no segundo grupo (B-INV-CURV). ...


BACKGROUND: Many bariatric endoscopic or surgical procedures performed today reduce gastric luminal volume, alone or in combination with a distal enteric intervention. A form of prosthetic wrap of the folded (or plicated) stomach was used in the past for treating obesity with a high rate of prosthesis-related reintervention. Nissen gastric fundoplication used in the treatment of gastroesophageal reflux disease induces a small but significant weight loss without gastric stapling, partitioning, or prosthesis-related morbidity. We hypothesized greater gastric curvature invagination would lead to weight loss in rats (first series of experiments named Set A). Once confirmed this hypothesis, we compared anterior gastric wall and greater gastric curvature invaginations for weight loss (second series of experiments - Set B). The anterior invagination would be technically easier as it would avoid mobilization of the greater omentum. METHODS: In Set A, 30 rats were randomly divided into 3 groups. 10 rats in the first group (A-CTRANEST) were anesthetized and weighed. The rats from the second group (ACTR- LAP) were in addition submitted to a laparotomy plus visceral manipulation. In the third group (A-INV-CURV), invagination of the greater curvature of the stomach was added. All animals were weighed on the 7th and 21st days. They were then autopsied on the 21st day. In Set B, 20 rats were randomized in 2 groups. The anterior gastric wall of 10 rats was invaginated in the first group (B-INV-ANT). The greater gastric curvature of 10 rats was invaginated in the second group (B-INV-CURV). All animals were weighed weekly for 4 weeks. They were then autopsied on the 28th day. RESULTS: In Set A, the mean body weight of the A-INV-CURV (311,41g) group became less than the A-CTR-LAP (346,18g) and A-CTR-ANEST (362,48) groups, p<0,001 (repeated measures ANOVA). The mean weight of the peritesticular fat pad from the A-INV-CURV group (4364mg) was also significantly less...


Assuntos
Ratos , Cirurgia Bariátrica , Cárdia/cirurgia , Fundoplicatura/métodos , Obesidade Mórbida/cirurgia , Ratos Wistar , Perda de Peso , Modelos Animais , Fatores de Risco , Amostragem Aleatória Simples
4.
Med. UIS ; 20(3): 190-194, sept.-dic. 2007. graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-606195

RESUMO

Justificación. En el mundo occidental ha disminuido el carcinoma gástrico. El carcinoma de la unión gastroesofágica presenta una incidencia en aumento, y una aparente falta de estudio. Objetivo. Revisar los datos actualizados en relación al Carcinoma de la unión gastroesofágica, con el fi n de estimular un mayor estudio al respecto. Materiales y métodos. Se realizó una búsqueda, en la base de datos de MEDLINE, entre los años 1990 y 2006, con base en Cochrane Reviews Manual. Se utilizaron los términos Esophagogastric junction Carcinoma. De los artículos obtenidos inicialmente, fueron seleccionados los más relevantes por su actualidad. Conclusiones: la clasifi cación de Siewert es fundamental para el tratamiento del carcinoma de la unión gastroesofágica. La quimioterapia y radioterapia adyuvantes son una buena opción para disminuir la tasa de recaídas y mejorar pronóstico. Aún faltan estudios que indiquen el tamizaje y que profundicen en los parámetros adecuados para el tratamiento del CUEG.


Justification. In the western world the gastric carcinoma has decreased. The gastroesophageal junction carcinoma shows an arising incidence, and an apparent lack in its study. Objective. To revise the actualized data regarding the Gastroesophageal junction carcinoma. Materials and methods. A research was made, through the MEDLINE database, between the years 1990 to 2006, with base in the Cochrane Reviews Manual. The terms used were Esophagogastric junction carcinoma. Of the initially obtained articles, the most relevant were selected because their actuality. Conclusions. The Siwert’s classification is fundamental of the treatment of the Gastroesophageal junction. The adjuvant chemotherapy plus radiotherapy is a good choice to improve the overall and relapse-free survival. There are still not enough studies that indicate the screening and all the parameters to determine the treatment of Gastroesophageal junction carcinoma.


Assuntos
Cárdia , Transtornos de Deglutição , Junção Esofagogástrica , Cárdia/patologia
5.
Int. j. morphol ; 25(2): 375-380, jun. 2007. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-495927

RESUMO

There is no consensus about the precise definition of what the cardia is. Although this term is often utilized in the medical literature, it takes on a variety of meanings, depending on the context. For histologists and endoscopists, the cardia is a region of the stomach immediately below the gastroesophageal junction. However, the concepts of gastroesophageal junction used by histologists and endoscopists are not the same as used by anatomists. This junction is histologically defined as the abrupt transition from the nonkeratinized stratified squamous epithelium of the esophagus to simple columnar epithelium and corresponds to the endoscopically defined Z-line. Nevertheless, this epithelial change does not occur exactly in the anatomical transition between the esophagus and stomach, but is situated in the esophagus, 1 or 2 cm above the anatomical transition. Surgeons usually use the term cardia as synonymous with lower esophageal sphincter. From a strictly oncological point of view, the cardia is the region that includes the most distal 5 cm of the esophagus and the most proximal 5 cm of the stomach. Thus, it is easy to see that there is no uniform concept of the cardia. The term cardia needs to be revised as a matter of urgency.


No existe concenso sobre una definición precisa de lo que es el cardia. Aunque este término es a menudo utilizado en la literatura médica ha tomado una variedad de significados dependiendo del contexto. Para histólogos y endoscopistas, el cardia es una región del estómago inmediatamente bajo la unión gastroesofágica. Sin embargo, los conceptos de unión gastroesofágica usado por éstos es diferente al de los anatomistas. Esta unión es histológicamente definida como la abrupta transición del epitelio escamoso estratificado no queratinizada del esófago, a un epitelio columnar simple y corresponde a lo que endoscópicamente se define como línea Z. Sin embargo, este cambio epitelial no ocurre exactamente en la transición anatómica entre el esófago y el estómago, pero está situado en el esófago, 1 a 2 cm por encima de la transición anatómica. Generalmente, los cirujanos usan el término cardia como sinónimo de esfínter esofágico inferior. Desde un estricto punto de vista oncológico, el cardia es la región que incluye los más distales 5 cm del esófago y los más proximales 5 cm del estómago. Así, es fácil afirmar que no hay un concepto uniforme del cardia. El término necesita ser urgentemente revisado.


Assuntos
Humanos , Formação de Conceito , Cárdia/anatomia & histologia , Esfíncter Esofágico Inferior
6.
Rev. bras. colo-proctol ; 27(1): 80-82, jan.-mar. 2007. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-452218

RESUMO

Os autores relatam um caso raro de um paciente de 77 anos, que desenvolveu dois tumores sincrônicos do trato gastrintestinal, localizados em topografia de reto e cárdia. Feito o diagnóstico de ambos simultaneamente. Foi submetido à cirurgia em dois tempos e evoluiu bem, realizando a reconstrução do trato gastrintestinal três meses após a primeira intervenção. Não encontramos na literatura nenhum outro relato desta combinação de tumores.


We discuss a 77-year-old man who developed two cancers: adenocarcinoma of the stomach and adenocarcinoma of the rectum. He was submitted at the surgery developed for two interventions and evolved aright. To the best of our knowledge, no other patient with the combination of these two cancers has been reported in the literature.


Assuntos
Masculino , Idoso , Humanos , Adenocarcinoma , Cárdia , Neoplasias Primárias Múltiplas , Reto
7.
Arq. gastroenterol ; 43(3): 184-190, jul.-set. 2006. ilus, graf, tab
Artigo em Português, Inglês | LILACS | ID: lil-439779

RESUMO

RACIONAL/OBJETIVO: Em vista do aumento na incidência do carcinoma da cárdia nos últimos anos, este trabalho visa estudar os aspectos clínico-patológicos, da proliferação celular e da apoptose tumorais, suas correlações e eventuais influências no seu prognóstico. MATERIAL E MÉTODO: Estudaram-se 40 doentes submetidos a gastrectomia total por carcinoma da cárdia, no período de 1988 a 2001, com seguimento clínico de no mínimo 3 anos. Excluíram-se aqueles com tratamento químio ou radioterápico prévio, neoplasia precoce, óbito no intra-operatório ou por outras causas não relacionadas ao câncer. Analisou-se sexo, idade, tipo histológico de Laurén, padrão de crescimento tumoral de Ming, estádio e presença ou ausência de metaplasia intestinal e/ou Helicobacter pylori na mucosa adjacente. O índice apoptótico foi avaliado por cortes histológicos corados pela hematoxilina-eosina. O índice de proliferação celular foi avaliado por meio da imunoexpressão ao PCNA, sendo a técnica imunoistoquímica utilizada a da estreptoavidina-biotina-peroxidase. Para análise da sobrevida, excluíram-se os casos com metástase à distância ao diagnóstico. Foram utilizados testes t de Student, de Mann-Whitney, curvas de Kaplan-Meier e modelo de regressão de Cox. O nível de significância adotado foi menor de 0,05. RESULTADOS: A idade média foi de 61 anos (mediana: 63); houve predomínio do sexo masculino (72,5 por cento), tipo histológico difuso (55 por cento) e infiltrativo (72,5 por cento) e de estádios mais avançados (III e IV: 67,5 por cento). Não houve associação com metaplasia intestinal e/ou H. pylori. O índice apoptótico médio foi de 7,05 em 10 campos consecutivos de grande aumento e de 11,40 em 500 células (2,28 por cento). A positividade média ao PCNA foi de 275,05 células em 10 campos consecutivos de grande aumento e de 409,33 em 500 células (81,9 por cento). Houve correlação positiva do tipo histológico intestinal com PCNA e com a apoptose em 10 campos consecutivos de grande aumento e de ...


BACKGROUND/AIMS: In view of the increased incidence of carcinoma of the cardia over recent years, this work had the aim of studying the clinicopathological aspects, cell proliferative and tumor apoptotic indices of this neoplasm, their interrelations and possible influences on the prognosis. MATERIAL AND METHODS: Forty cases of adenocarcinoma of the cardia were studied between 1988 and 2001, with a minimum clinical follow-up of 3 years. Patients were excluded if they had previous chemotherapy or radiotherapy treatment, presented early neoplasia, or died during the operations or for other reasons unrelated to cancer. Gender; age, Laurén and Ming histological type, staging, and the presence or absence of intestinal metaplasia, epithelial dysplasia and Helicobacter pylori in the adjacent mucosa were analyzed. The apoptotic index was evaluated via hematoxylin-eosin in the primary tumor. To analyze the cell proliferation tumor, PCNA was utilized. The immunohistochemical technique utilized was streptavidin-biotin-peroxidase. For the survival analysis, cases with distant metastasis upon diagnosis were excluded. For the statistical analysis, the Student t and Mann-Whitney tests, Kaplan-Meier curves and Cox regression model were utilized. RESULTS: The mean age was 61 years (median: 63). There was predominance of the male gender (72.5 percent), diffuse histological type (55 percent) and infiltrative histological type (72.5 percent), and the more advanced stages (III and IV: 67.5 percent). There was no association with intestinal metaplasia and/or H. pylori. No epithelial dysplasia was detected in adjacent mucosa in any of the cases. The mean apoptotic index was 7.05 in 10 high power fields and 11.40 in 500 cells (2.28 percent). The mean positivity to PCNA was 275.05 cells in ten high power fields and 409.33 in 500 cells (81.9 percent). There was a positive correlation between the cell proliferative and apoptotic indices. There was a positive correlation for intestinal ...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Apoptose , Adenocarcinoma/patologia , Proliferação de Células , Cárdia/patologia , Antígeno Nuclear de Célula em Proliferação/análise , Neoplasias Gástricas/patologia , Adenocarcinoma/mortalidade , Adenocarcinoma/cirurgia , Brasil/epidemiologia , Imuno-Histoquímica , Estimativa de Kaplan-Meier , Estadiamento de Neoplasias , Estudos Retrospectivos , Fatores Sexuais , Estatísticas não Paramétricas , Neoplasias Gástricas/mortalidade , Neoplasias Gástricas/cirurgia
8.
Rev. méd. Chile ; 134(2): 187-192, feb. 2006. ilus, tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-425967

RESUMO

Background: The endoscopic view of the gastric cardia could be related with the manometric competence of the lower esophageal sphincter (LES) and with pathological gastroesophageal reflux. Aim: To compare the endoscopic aspect of the cardia with the results from esophageal manometry and 24 h esophageal pH monitoring. Materials and Methods: The cardia of a group of 150 patients (aged 19 to 72 years, 89 women) with gastroesophageal reflux symptoms was classified as normal or open, during upper gastrointestinal endoscopy. All subjects were subjected to a manometric study to measure LES pressure and determine LES incompetence and to a 24 h esophageal pH measurement. Results: LES pressure was 14.7±6.2 and 8.7±4.2 mmHg in patients with normal and open cardia, respectvively (p <0.001). Likewise, 43 and 79% of patients with normal and open cardia had an incompetent LES, respectively (p <0.001). Pathological acid reflux was present in 43 and 71% of patients with normal or open cardia, respectively (p <0.001). Conclusions: The endoscopic appearance of the cardia can identify patients with pathological gastroesophageal reflux.


Assuntos
Adulto , Idoso , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Cárdia , Endoscopia do Sistema Digestório , Refluxo Gastroesofágico/fisiopatologia , Doença Crônica , Cárdia/patologia , Cárdia/fisiologia , Refluxo Gastroesofágico/patologia , Concentração de Íons de Hidrogênio , Manometria , Estudos Prospectivos
9.
Rev. cuba. cir ; 44(4)oct.-dic. 2005. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-449788

RESUMO

A pesar de los avances en las técnicas quirúrgicas para las resecciones esofágicas en el cáncer de esófago y en los cuidados perioperatorios a los pacientes en este tipo de cirugía, los resultados continúan siendo heterogéneos y variados los procedimientos en la terapéutica quirúrgica de esta enfermedad. Se exponen las principales controversias sobre el tratamiento quirúrgico y las evidencias científicas relevantes respecto a cada caso en particular y se realiza un análisis crítico de cada una de ellas. Finalmente se presentan los resultados obtenidos por nuestros grupos de trabajo en el tratamiento de esta afección


Assuntos
Humanos , Cárdia , Neoplasias Gástricas , Neoplasias Esofágicas/cirurgia
10.
Rev. cuba. cir ; 44(2/3)abr.-sept. 2005. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-439508

RESUMO

Se presentan 18 pacientes tratados con gastrectomía total ampliada por presentar cáncer de cardias y fondo del estómago, en el Hospital ®Manuel Fajardo¼ en el período de enero de 1995 a enero de 2003. Mostramos los resultados obtenidos con la gastrectomía total ampliada con respecto a la supervivencia y a la presencia de complicaciones, en especial las dehiscencias de anastomosis. El 88,8(por ciento) de los pacientes era del sexo masculino y el 50(por ciento) estaba en la sexta década de la vida. Todos eran fumadores. Las lesiones del tipo adenocarcinoma estaban localizadas en el cardias en el 34,5(por ciento) de los casos, mientras en el resto se extendían al fondo del estómago (65,5(por ciento). En el 78,8(por ciento) la anastomosis fue manual; la técnica en Y de Roux se utilizó en el 44,5(por ciento) y la anastomosis término-lateral con la modificación de Warren en el 55,5(por ciento). No ocurrieron dehiscencias. La mortalidad quirúrgica fue del 5,5(por ciento). La supervivencia a los 3 años fue del 33,3


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Cárdia , Fundo Gástrico/patologia , Gastrectomia , Neoplasias Gástricas
11.
Rev. méd. Chile ; 133(7): 753-760, jul. 2005. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-429133

RESUMO

Background: Mortality caused by cardial gastric cancer in Chile, is increasing. Previously we demonstrated an association between Epstein Barr virus and this specific location of gastric cancer. Aim: To perform a clinical and molecular characterization of cardial gastric cancer associated to Epstein Barr virus. Material and methods: Epstein Barr virus was identified in 93 cardial gastric tumors, by in situ hybridization. Clinical and pathological features, survival and expression of p53 and c-erbB2 were compared between tumors with or without the presence of the virus. Results: Twenty two (23.6%) tumors expressed Epstein Barr virus. No difference in sex or age of patients with tumors positive or negative for the virus was observed. Epstein Barr positive tumors had a tendency to have a higher frequency of Bormann III endoscopic appearance and a lower frequency of p53 accumulation (p=0.06). Five years survival was 67% and 42% of tumors positive and negative for the presence of the virus, respectively (p=0.57). Conclusions: Our results, although not significant, show a tendency towards unique characteristics of cardial gastric tumors associated to Epstein Barr virus.


Assuntos
Adulto , Idoso , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Cárdia/virologia , Infecções por Vírus Epstein-Barr/complicações , Neoplasias Gástricas/virologia , Distribuição de Qui-Quadrado , Cárdia/patologia , Chile/epidemiologia , Infecções por Vírus Epstein-Barr/mortalidade , Infecções por Vírus Epstein-Barr/patologia , /genética , /isolamento & purificação , Imuno-Histoquímica , Hibridização In Situ , Neoplasias Gástricas/mortalidade , Neoplasias Gástricas/patologia
12.
GED gastroenterol. endosc. dig ; 24(1): 11-14, jan.-fev. 2005. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-427865

RESUMO

O achada da cardia incompetente (CI) ou frouxa à endoscopia digestiva alta não é raro mas seu significado é obscuro. Considerando que tal incompetência pode favorecer o refluxo gastroesofágico, seguido de instalação de esofagite de refluxo (ER), realizamos o presente trabalho retrospectivo que teve como objetivo investigar a existência de associação entre CI e ER. Foram revisados os laudos de 395 endoscopias digestivas consecutivas de adultos de ambos os sexos, realizadas no Serviço de Endoscopia do HC de Botucatu-Unesp. O diagnóstico de CI foi definida pela imagem endoscópica da cárdia entreaberta e/ ou envolvimento frouxo do endoscópio pela cárdia; o diagnóstico de ER foi baseado na classificação de Los Angeles. A análise estatística dos resultados utilizou o teste de Goodman e revelou significante grau de associação entre a presença de CI e de ER ( p<0,0001). Embora não haja explicação clara para tal associação, algumas hipóteses podem ser sugeridas envolvendo hipotonia do EIE, distúrbios do RTEIE e esfíncter crural diafragmático ineficaz como condições capazes de não só relaxar a cárdia como simultaneamente favorecer o refluxo seguido de esofagite


Assuntos
Adulto , Masculino , Feminino , Humanos , Cárdia , Esofagite Péptica/fisiopatologia , Endoscopia do Sistema Digestório/estatística & dados numéricos , Estudos Transversais , Refluxo Gastroesofágico
13.
São Paulo; s.n; 2005. [137] p.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-436953

RESUMO

Objetivo: Em vista do aumento na incidência do carcinoma da cárdia nos últimos anos, este trabalho visou estudar os aspectos clínico-patológicos, a angiogênese, proliferação celular e apoptose tumorais, suas correlações entre si e eventuais influências no prognóstico. Métodos: Estudaram-se 40 casos de adenocarcinoma avançado da cárdia, no período de 1988 a 2001, com seguimento clínico de no mínimo 3 anos. Excluíram-se os doentes com tratamento quimio ou radioterápico prévio, óbito no intra-operatório ou por outras causas não relacionadas ao câncer. Analisaram-se o sexo, idade, tipo histológico de Laurén e Ming, invasão perineural, vascular sanguínea e linfática, estadiamento; a presença ou ausência de metaplasia intestinal, displasia epitelial e Helicobacter pylori na mucosa adjacente. O índice apoptótico foi avaliado ao HE, no tumor primário. A angiogênese foi avaliada pela microdensidade vascular e pela imunoexpressão ao VEGF, tanto no tumor primário, como na metástase linfonodal. Para a análise da proliferação celular, utilizou-se o PCNA, no tumor primário. Foram considerados VEGF-positivos os tumores com imunoexpressão maior a 5 por cento de células. A técnica imunoistoquímica utilizada foi a estreptoavidina-biotina-peroxidase. Para análise da sobrevivência excluíram-se os casos com metástase à distância ao diagnóstico. Para a estatística foram utilizados testes t de Student e de Mann Whitney, curvas de Kaplan-Meier e Modelo de regressão de Cox., sendo que o nível de significância adotado foi menor a 0,05. Resultados: A idade média foi de 61 anos (mediana:63) com predomínio do sexo masculino (72,5 por cento), tipo histológico difuso (55 por cento) e infiltrativo (72,5 por cento) e de estádios mais avançados (111 e IV: 67,5 por cento). O tipo difuso mostrou maior número de invasão perineural (65 por cento) e...


Assuntos
Apoptose , Cárdia , Prognóstico , Neoplasias Gástricas , Fator A de Crescimento do Endotélio Vascular
14.
Col. med. estado Táchira ; 13(4): 23-26, oct.-dic. 2004. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-531078

RESUMO

La inserción de Endoprótesis en el tracto Gastrointestinal es usada primariamente para obstrucciones malignas. Este grupo de pacientes incluye aquellos que no son candidatos a Cirugía o con enfermedad recurrente después de cirugía o tratamiento radiante por cáncer esofágico o gastroesofágico. Estos pacientes se presentan con disfagia, odinofagia o síntomas pulmonares los cuales pueden ser consecuencia de aspiración o fístula traqueo-esofágica. También las endoprótesis pueden ser usadas para paliación de obstrucciones malignas que comprometen el vaciamiento gástrico en pacientes considerados pobres candidatos a Cirugía, usualmente como consecuencia de tumores pancreático-biliares avanzados u ocasionalmente en pacientes con neoplasias primarias gástricas o duodenales. En este trabajo presentamos un total de 28 casos de pacientes en los que se han colocado endoprótesis autoexpandibles por patología maligna del tracto digestivo superior. De estos, 18 casos corresponden a tumores de esófago medio-distal, 7 tumores de cardias, 1 tumor de p¡loro, 1 tumor de duodeno y un caso de estenosis esofágica posteriormente a tratamiento radiante de un cáncer de esófago medio. El rango de edad de estos pacientes osciló entre 48 y 84 años, con un promedio de 62 años. El tiempo de sobrevida osciló entre 3 y 7 meses. Se presentaron dos complicaciones: en un caso hubo migración proximal de la prótesis y en el otro caso hubo una falsa vía a través del tumor presentando como complicación una hernia diafragmática. Este caso fue llevado a Cirugia.


Assuntos
Humanos , Masculino , Idoso , Fístula Traqueoesofágica/cirurgia , Fístula Traqueoesofágica/patologia , Neoplasias Esofágicas/patologia , Neoplasias Gastrointestinais/cirurgia , Neoplasias Gastrointestinais/diagnóstico , Neoplasias Gastrointestinais/patologia , Neoplasias Pancreáticas/patologia , Próteses e Implantes , Trato Gastrointestinal/anatomia & histologia , Transtornos de Deglutição/diagnóstico , Cárdia/lesões , Duodeno/lesões , Estenose Esofágica/diagnóstico , Recidiva/prevenção & controle
15.
Arq. gastroenterol ; 41(3): 155-161, jul.-set. 2004. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-392601

RESUMO

RACIONAL: Nas operações de cardiomiotomia para tratamento do megaesôfago ocorre recidiva dos sintomas em até 15% dos pacientes, sendo que alguns necessitam reoperação. OBJETIVO: Avaliar os resultados de reoperações através de cardioplastia e gastrectomia parcial em Y-de-Roux, conforme técnica proposta por Serra-Dória. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram estudados de forma retrospectiva, 20 pacientes com megaesôfago previamente tratados por cardiomiotomia. A causa de recidiva dos sintomas foi esofagite de refluxo em nove (45,0%), miotomia incompleta em um (5,0%), cicatrização da miotomia em cinco (25,0%) e presença de megaesôfago avançado em cinco (25.0%). Analisaram-se as complicações intra e pós-operatórias. Os pacientes foram avaliados sob o ponto de vista clínico (disfagia, regurgitação, pirose e variação de peso), radiológico e endoscópico, no pré e no pós-operatório imediato e tardio. RESULTADOS: Cinco (25,0%) doentes apresentaram complicações no pós-operatório imediato. Não houve mortalidade. Todos os doentes melhoraram da disfagia, com quase total desaparecimento da regurgitação e pirose. Houve manutenção ou aumento de peso em 64,7% dos pacientes. O estudo radiológico mostrou diminuição do calibre do esôfago em 53,0% e manutenção nos demais. Não houve aumento do calibre em nenhum dos pacientes. No exame endoscópico realizado no pós-operatório tardio em 17 pacientes, observou-se que 6 entre 9 que apresentavam esofagite de refluxo, melhoraram; 2 entre 8, que apresentavam esôfago normal no pré-operatório, desenvolveram esofagite. CONCLUSÕES: A operação de Serra-Dória para tratamento do megaesôfago, operado por cardiomiotomia com recidiva dos sintomas, apresentou baixa morbidade e ausência de mortalidade. Permitiu expressivo alívio dos sintomas e diminuição do calibre do esôfago em vários doentes. Possibilitou, também, melhora da esofagite de refluxo, havendo, entretanto, a possibilidade de sua manutenção, bem como do seu aparecimento em doentes que não a apresentavam.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Idoso , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Cárdia/cirurgia , Acalasia Esofágica/cirurgia , Gastrectomia/métodos , Anastomose em-Y de Roux , Recidiva , Reoperação , Estudos Retrospectivos , Resultado do Tratamento
16.
Arq. gastroenterol ; 40(4): 220-226, out.-dez. 2003. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-359882

RESUMO

RACIONAL: A metaplasia intestinal especializada pode ser classificada, de acordo com os achados endoscópicos e histológicos, em Barrett longo, Barrett curto e metaplasia intestinal da cárdia. O esôfago de Barrett é doença adquirida que ocorre em aproximadamente 10 por cento a 13 por cento dos indivíduos com doença do refluxo gastroesofágico e representa uma condição pré-neoplásica. É caracterizado por substituição do epitélio escamoso estratificado pelo metaplásico colunar especializado, contendo células caliciformes. OBJETIVOS: Determinar, prospectivamente, a prevalência e as características clínico-epidemiológicas da metaplasia intestinal especializada de esôfago distal na doença do refluxo gastroesofágico. MÉTODOS: Entre abril e outubro de 2002, 402 pacientes com sintomas da doença do refluxo gastroesofágico foram avaliados através de questionário padronizado que abordava as variáveis demográficas e foram submetidos a exame endoscópico com biopsias 1 cm abaixo da junção escamocolunar, nos quatro quadrantes. RESULTADOS: Metaplasia intestinal especializada foi encontrada em 18,4 por cento dos pacientes: 0,5 por cento Barrett longo, 3,2 por cento Barrett curto e 14,7 por cento metaplasia intestinal da cárdia. Houve tendência de maior número de homens apresentando esôfago de Barrett e mulheres com metaplasia intestinal da cárdia. Todos com esôfago de Barrett eram da raça branca. Não houve relação entre a intensidade dos sintomas da doença do refluxo gastroesofágico e a presença de metaplasia intestinal especializada. O tempo de duração de sintomas superior a 5 anos foi uma tendência nos portadores de esôfago de Barrett. Este grupo também apresentou mais hérnia de hiato e esofagite mais intensa do que aqueles com metaplasia intestinal da cárdia. Não houve relação entre uso de tabaco ou álcool e metaplasia intestinal especializada. CONCLUSÕES: Esôfago de Barrett foi mais relacionado ao sexo masculino, com sintomas de longa cronicidade, esofagite mais intensa e sem associação com tabaco ou álcool.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Pessoa de Meia-Idade , Esôfago de Barrett/epidemiologia , Refluxo Gastroesofágico/fisiopatologia , Enteropatias/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Cárdia/patologia , Metaplasia/epidemiologia , Prevalência , Estudos Prospectivos , Gastropatias/epidemiologia
17.
Cir. Urug ; 73(1): 68-91, ene.-abr. 2003. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-410974

RESUMO

Desde comienzos de la década de los 90, la realización de la cirugía del hiato esofágico (tratamiento de la enfermedad por reflujo gastroesofágico, de la acalasia esofágica, cirugía denervativa gástrica en el tratamiento de la ulcera duodenal crónica) mediante un abordaje videolaparoscópico, ha logrado una gran difusión y aceptación a nivel mundial. La excelente exposición y visualización de una región anatómica, profundamente situada en el hemiabdomen superior, a lo que se suman las ventajas del abordaje mínimamente invasivo, logrando resultados a corto y mediano plazo comparables a la cirugía convencional explican este fenómeno. Los autores comunican su breve experiencia inicial en esta cirugía y realizan una revisión de la literatura, con especial énfasis en la técnica quirúrgica. Se operaron 23 pacientes: 14 funduplicaturas de Nissen Rossetti, 4 miotomías asociadas a funduplicaturas de diferente tipo y cinco cirugías denervativas gástricas por ulcera duodenal. Hubo 2 conversiones, ambas por perforación esofágica. No hubo complicaciones mayores postoperatorias y la mortalidad fue nula. Los resultados funcionales fueron buenos. Los resultados obtenidos, coincidentes con la bibliografía internacional apoyan la continuación de esta línea de trabajo.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Feminino , Acalasia Esofágica/cirurgia , Cárdia , Cirurgia Vídeoassistida/métodos , Esôfago/cirurgia , Fundoplicatura/métodos , Laparoscopia , Refluxo Gastroesofágico/cirurgia , Úlcera Duodenal/cirurgia , Vagotomia Gástrica Proximal/métodos , Complicações Intraoperatórias , Vagotomia Troncular/métodos
18.
Rev. cuba. cir ; 41(3): 135-40, jul.-sept. 2002. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-342025

RESUMO

Se presentan 109 enfermos con afecciones de esófago y cardias, a los cuales se les realizaron intervenciones quirúrgicas en la última década del siglo xx, en el Hospital Universitario ôComandante Manuel Fajardoö y que representan el 0,47(por ciento) de todas las intervenciones electivas mayores. El 74(por ciento) era del sexo masculino y el 84(por ciento), superior a la cuarta década. El 61,4(por ciento) tenía afecciones malignas, de ellas irresecables el 46,2(por ciento). La mortalidad quirúrgica fue de 4,5(por ciento) y los problemas relacionados con la sutura el 4,1(por ciento)


Assuntos
Humanos , Cárdia , Esôfago/cirurgia , Complicações Intraoperatórias , Complicações Pós-Operatórias
19.
An. paul. med. cir ; 128(3): 91-94, jul.-set. 2001. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-319577

RESUMO

Indícios sugerem que o adenocarcinoma gástrico da cárdia seja uma afecçäo diferente do adenocarcinoma do restante do estômago. O declínio na incidência de carcinomas de antro e corpo, mas näo de cárdia, a prevalência diferente entre homens e mulheres, a sobrevida desigual após tratamento cirúrgico e também a diferença na prevalência da infecçäo por Helicobacter pylori de acordo com o local do câncer reforçam tal hipótese. Com o objetivo de comparar o adenocarcinoma gástrico proximal e distal, foi realizado o presente trabalho. Foram pesquisados 189 prontuários de pacientes com diagnóstico de câncer gástrico, coletando dados relativos ao sexo, idade e cor da pele e relacionando-os à localizaçäo do câncer. A idade média foi de 60,9 ñ 12,4 anos, näo diferindo de acordo com a localizaçäo. Os tumores proximais somaram 56,6 por cento e os distais, 43,4 por cento. Os tumores de fundo e cárdia ocorreram em maior proporçäo nos homens (5,83 homens : 1 mulher) comparados aos de antro e corpo (2,34 homens: 1 mulher) (p<0,05). Comparando com a proporçäo de cores da pele na populaçäo de Minas Gerais, houve uma incidência maior de câncer gástrico proximal em melanodérmicos. Esse aumento näo foi registrado no câncer distal do estômago. Concluindo, o carcinoma de cárdia parece realmente ter características distintas do carcinoma do estômago distal. Esses achados indicam a necessidade de mais estudo para compreender-se melhor o câncer gástrico sob ponto de vista de sua localizaçäo


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Adenocarcinoma , Cárdia , Antro Pilórico , Neoplasias Gástricas
20.
Rev. cuba. oncol ; 16(2): 116-119, mayo-sept. 2000. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-299732

RESUMO

Se muestra en este estudio los resultados obtenidos en el tratamiento a 42 enfermos de cáncer de esófago, de ellos, fueron resecables el 40,0 porciento, al que se le realizó diferentes procederes quirúrgicos. Al resto de los pacientes, excepto uno, se les colocó un tubo protésico transluminal por el método de tracción, previa colocación de un tubo nasogástrico a través de la estenosis tumoral. La morbimortalidad obtenida en esta casuística resultó aceptable para este tipo de entidad


Assuntos
Humanos , Cuidados Paliativos , Cárdia , Neoplasias Esofágicas , Neoplasias Gástricas , Resultado do Tratamento
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA