Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 20
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Pesqui. vet. bras ; 40(3): 220-225, Mar. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1135611

RESUMO

Brazil is one of the countries with the most abundant avifauna in the world. The confinement of birds associated with close contact with other animals and humans favor the spread of agents of respiratory diseases. Among them, mycoplasmas can cause asymptomatic or apparent disease that manifests in birds by coughing, sneezing, rales, conjunctivitis, ocular and nasal discharge. Several described mycoplasmas cause disease in birds, especially Mycoplasma gallisepticum(MG) andMycoplasma synoviae(MS). The diagnosis ofMycoplasmaspp. can be done by clinical observation and laboratory analysis. Molecular diagnosis by PCR was boosted by its speed, sensitivity, and low cost of agent isolation techniques that take up to 21 days to complete. This study aimed to verify the occurrence ofMycoplasmaspp. in birds of the Rio de Janeiro Zoo (Rio Zoo), by isolation and PCR. Of the total 635 birds from the Rio Zoo, 81 were studied for detection ofMycoplasmaspp., when taken for routine health assessment exams. These birds belonged to the following orders: Psittaciformes (45), Accipitriformes (18), Galliformes (7), Piciformes (5), Strigiformes (4), Falconiformes (1) and Cariamiformes (1), all individuals already identified by microchip or leg-ring. There was no isolation of mycoplasmas in any of the samples tested, whereas, in the PCR, 62.96% (51/81) were positive, with 1.96% (1/51) identified as MG and 19.61% (10/51) as MS, representing 1.23% (1/81) and 12.34% (10/81) of the total population studied. PCR was shown to be a more effective technique than isolation in the detection ofMycoplasmaspp. in birds. It was possible to detect mycoplasmas in birds from Riozoo with no clinical respiratory signs, with higher MS prevalence than MG. The positivities forMycoplasmaspp., MS, and MG were different among the orders studied, being the highest occurrence in birds of prey, followed by Galliformes and Piciformes. The presence of MG and MS in birds of Rio de Janeiro Zoo confirms the circulation of these agents and the need for further studies on the dissemination of mycoplasmas in zoos for the epidemiological analysis of these bacteria in these places.(AU)


O Brasil é um dos países com maior avifauna do mundo. O confinamento de aves associado ao contato próximo a outros animais e seres humanos favorece a disseminação de agentes etiológicos causadores de doenças respiratórias. Dentre eles, os micoplasmas podem causar doença assintomática ou aparente que se manifesta em aves por espirros, estertores, conjuntivite, corrimentos oculares e nasais. São diversos os micoplasmas descritos causadores de doença em aves, com destaque para Mycoplasma gallisepticum (MG) e Mycoplasma synoviae (MS). O diagnóstico de Mycoplasma spp. pode ser feito pela observação clínica e análises laboratoriais. O diagnóstico molecular pela Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) ganhou impulso por sua rapidez, sensibilidade e baixo custo em relação às técnicas de isolamento do agente que levam até 21 dias para conclusão do gênero Mycoplasma. Objetivou-se verificar a ocorrência da infecção por Mycoplasma spp. em aves no Zoológico do Rio de Janeiro (Rio Zoo), por isolamento e PCR. Do plantel de 635 aves do Rio Zoo, foram estudadas 81 para detecção de Mycoplasma spp., quando contidas para exames rotineiros de avaliação da condição de saúde. Essas aves eram pertencentes às ordens Psittaciformes (45), Accipitriformes (18), Galliformes (7), Piciformes (5), Strigiformes (4), Falconiformes (1) e Cariamiformes (1), todas já identificadas por microchip ou por anilha. Não houve isolamento de micoplasmas em nenhuma das amostras testadas, enquanto na PCR, 62,96% (51/81) foram positivas, sendo 1,96% (1/51) identificadas como MG e 19,61% (10/51) como MS, representando 1,23% (1/81) e 12,34% (10/81) da população total estudada. A PCR demonstrou ser uma técnica mais efetiva que o isolamento na detecção de Mycoplasma spp. em aves. Foi possível detectar micoplasmas nas aves do Riozoo sem sinal clínico respiratório, tendo MS maior prevalência do que MG. As positividades para Mycoplasma spp., MG e MS foram diferentes entre as ordens de aves estudadas, sendo a maior ocorrência nas aves de rapina, seguida dos Galliformes e dos Piciformes. A presença de MG e MS nas aves do Rio de Janeiro Zoo confirma a circulação destes agentes e a necessidade de mais estudos sobre a disseminação de micoplasmas em zoológicos para análise epidemiológica dessas bactérias nesse local.(AU)


Assuntos
Animais , Psittaciformes/microbiologia , Aves Predatórias/microbiologia , Mycoplasma gallisepticum/isolamento & purificação , Mycoplasma synoviae/isolamento & purificação , Galliformes/microbiologia , Animais de Zoológico/microbiologia , Mycoplasma/isolamento & purificação , Infecções por Mycoplasma/epidemiologia , Aves/microbiologia , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
2.
Pesqui. vet. bras ; 39(3): 209-213, Mar. 2019. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1002804

RESUMO

The present study investigated the circulation of avian metapneumovirus (aMPV) in wild birds in Brazil. To do so, 131 samples from 366 oropharyngeal or cloacal swabs collected from 18 species of birds were tested individually or in pools by RT-PCR. Samples detected by RT-PCR were selected for DNA sequencing. Thirteen (9.9%) samples were detected by the RT-PCR targeting the N gene and four out of 13 samples were sequenced. Sequencing results showed a high identity with the aMPV subtype A. Our results confirm the circulation of the aMPV subtype A in wild birds in Brazil even five years after its last detection.(AU)


O presente estudo investigou a circulação de metapneumovírus aviário em aves silvestres no Brasil. Para tanto, 131 amostras de 366 suabes orofaringeanos ou cloacais coletados de 18 espécies de aves foram testadas individualmente ou na forma de pools por RT-PCR. As amostras detectadas por RT-PCR foram selecionadas para sequenciamento. Treze (9,9%) das amostras foram detectadas por RT-PCR tendo o gene N como alvo; destas, quatro foram sequenciadas com sucesso. Resultados do sequenciamento mostraram alta identidade com o aMPV de subtipo A. Nossos resultados confirmam a circulação de aMPV subtipo A em aves silvestres no Brasil mesmo cinco anos após sua última detecção.(AU)


Assuntos
Animais , Psittaciformes/virologia , Infecções por Paramyxoviridae/veterinária , Infecções por Paramyxoviridae/epidemiologia , Estrigiformes/virologia , Metapneumovirus/isolamento & purificação , Anseriformes/virologia , Columbiformes/virologia , Falconiformes/virologia , Aves/virologia
3.
Pesqui. vet. bras ; 38(4): 762-766, abr. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-955383

RESUMO

Diarrheagenic Escherichia coli (DEC) are considered one of the major causes of human diarrhea in developing countries. Some studies have pointed wild birds as important reservoirs for these pathogens. However, scarce species from the Psittaciformes order have been investigated. This study aimed to evaluate the presence of DEC strains in Psittaciformes from illegal wildlife trade. A total of 78 E. coli strains isolated from cloacal swab samples of 167 Psittaciformes in the Ceará State, Brazil, were evaluated regarding the presence of the following DEC virulence genes by polymerase chain reaction (PCR): eaeA and bfpA genes (Enteropathogenic E. coli - EPEC); stx1 and stx2 (Shiga toxin-producing E. coli - STEC); estA and eltB (Enterotoxigenic E. coli - ETEC); ipaH (Enteroinvasive E. coli - EIEC); aatA and aaiC (Enteroaggregative E. coli - EAEC). Positive strains for eaeA and bfpA genes were considered typical EPEC, while strain positive exclusively for the eaeA gene were classified as atypical EPEC. The eaeA gene was identified in 20 E. coli strains and bfpA in 22 isolates. In addition, 11 and 9 belonged to tEPEC and aEPEC, respectively. No strain was positive for stx1 or stx2. A total of 47 (60.3%) strains and a total of 136 birds (81.4%) were negative for the remaining DEC pathotypes investigated. In conclusion, psittacine from illegal wildlife trade in Ceará State, Brazil, presented a relevant prevalence of typical and atypical EPEC, potentially playing a role as reservoirs of DEC strains in the environment. Thus, proper control measures must be adopted to block the spread of these pathogens.(AU)


Escherichia coli diarreiogênicas (DEC) são consideradas uma das causas mais importantes de diarreia em países em desenvolvimento. Alguns estudos têm apontado aves silvestres como importantes reservatórios destes patógenos, entretanto, poucas espécies da ordem Psittaciformes têm sido investigada. O objetivo deste estudo foi analisar a presença de cepas de E. coli diarreiogênicas em Psittaciformes do tráfico de animais silvestres. Um total de 78 amostras de E. coli isoladas de suabes cloacais provenientes de 167 de Psittaciformes do Ceará, Brasil, foram avaliadas quanto a presença dos seguintes genes de virulência DEC por meio de reação em cadeia de polimerase (PCR): eaeA e bfpA (E. coli Enteropatogênica - EPEC); stx1 e stx2 (E. coli produtora de Shiga - STEC); estA e eltB (E. coli Enterotoxigênica - ETEC); ipaH (E. coli Enteroinvasiva - EIEC); aatA e aaiC (E. coli Enteroagregativa - EAEC). As cepas positivas para os genes eaeA e bfpA foram consideradas EPEC típicas, enquanto que as positivas exclusivamente para o gene eaeA foram classificadas como EPEC atípicas. O gene eaeA foi identificado em 20 cepas de E. coli e o gene bfpA em 22 dos isolados. Adicionalmente, 11 e 9 cepas foram classificadas como EPEC típicas e atípicas, respectivamente. Nenhuma cepa foi positiva para os genes stx1 e stx2. Um total de 47 cepas (60,3%) e um total de 136 aves (81,4%) foram negativas para os demais patotipos DEC pesquisados. Em conclusão, psitacídeos provenientes do tráfico de aves silvestres do estado do Ceará, Brasil, apresentaram relevante prevalência de EPEC típicas e atípicas, potencialmente participando como reservatórios de cepas DEC no ambiente. Portanto, medidas de controle devem ser adotadas para inibir a disseminação destes patógenos.(AU)


Assuntos
Psittaciformes/anormalidades , Escherichia coli/genética
4.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(1): 174-180, Jan.-Feb. 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-888101

RESUMO

Este trabalho investigou a eficiência do método de quimioluminescência para obtenção das concentrações séricas de hormônios tireoidianos em 23 exemplares de araras [Ara ararauna (n=12) e Ara chloropterus (n=11)], de ambos os sexos [machos (n=11) e fêmeas (n=12)], mantidas em cativeiro. Os valores de T4 total, T4 livre, T3 livre e TSH variaram, respectivamente, de 0,3 a 2,5µg/dL (média=0,94µg/dL), 0,11 a 0,46ɳg/dL (média=0,28ɳg/dL), 1,46 a 3,59pg/mL (média= 2,42pg/mL) e 0,01 a 0,12µUI/mL (média=0,04µUI/mL). Houve interação entre espécie e sexo (P<0,05) sobre as concentrações de T4 total: os machos possuem maiores valores do que as fêmeas de Ara ararauna, enquanto as fêmeas de Ara chloropterus dispõem de níveis mais altos do que os machos desta espécie. Efeito de sexo não foi observado (P>0,05) para os valores de T4 livre, T3 livre e TSH, mas o efeito de espécie foi constatado (P<0,05) para as concentrações de T3 livre. Neste caso, as concentrações de T3 livre são menores em Ara ararauna do que em Ara chloropterus. Os intervalos de referência obtidos sugerem que é possível mensurar as concentrações séricas de hormônios tireoidianos em araras pelo método de quimioluminescência, devendo-se considerar variações relevantes entre diferentes espécies e sexos.(AU)


This paper investigated the efficiency of chemiluminescence in obtaining serum concentrations of thyroid hormones in twenty-three macaws kept in captivity, from two sexes [male (n=10) and female (n=12)] and two species [Ara ararauna (n=12) and Ara chloropterus (n=11)]. Reference intervals for the hormones sampled were indicated and the effects of species and sex on these values were analyzed. Concentration values of total T4, free T4, free T3 and TSH varied respectively from 0,3 to 2,5µg/dL (average =0,94µg/dL), 0,11 - 0,46ɳg/dL (average = 0,28ɳg/dL), 3,59 - 1,46pg/mL (average =2,42pg/mL), and 0,01 - 0,12µUI/mL (average= 0,04µUI/mL). There was interaction between species and sex (P<0.05) on total T4 concentrations. Males had higher values than females in Ara ararauna, while females had higher values than males in Ara chloropterus. Sex effect was not observed (P>0.05) for concentrations of free T4, free T3 and TSH, but species effect was observed (P<0.05) for free T3 concentrations. In this case, concentrations of free T3 were lower in Ara ararauna than in Ara chloropterus. The results of this study suggest that it is possible to measure serum concentration of thyroid hormones in macaws by means of chemiluminescence method, as long as relevant variations between different species and sexes are taken into account.(AU)


Assuntos
Animais , Psittaciformes/imunologia , Hormônios Tireóideos/análise , Biomarcadores/análise
5.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(3): 815-822, maio-jun. 2018. tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-911510

RESUMO

As doenças infecciosas são reconhecidamente causadoras de declínios populacionais de animais silvestres e algumas delas podem representar ameaça à saúde pública. O presente estudo objetivou investigar a ocorrência de Salmonella spp. em Psittaciformes exóticos e nativos mantidos em cativeiro na região central do Rio Grande do Sul, além de comparar os resultados obtidos por meio do método bacteriológico convencional e da reação em cadeia da polimerase (PCR), mediante a utilização de material fecal do ambiente, evitando-se o estresse da contenção. Durante os meses de agosto/2016 e setembro/2016 foram coletadas amostras de fezes frescas de 90 gaiolas em dois criatórios, representando 180 aves. Com as duas técnicas empregadas nas análises, as amostras foram negativas para Salmonella spp., contudo foram detectadas bactérias da família Enterobacteriaceae: Escherichia coli, Cedecea sp. e Citrobacter freundii. Considera-se importante a continuidade do monitoramento dos criatórios, já que o patógeno investigado pode estar em aves portadoras e se manifestar em situações de estresse, representando riscos enquanto zoonose e prejuízos à saúde das aves.(AU)


Infectious diseases are known to cause decline in wildlife population and some of them may represent a threat to public health. This study aimed to investigate the occurrence of Salmonella spp. in exotic and native Psittaciformes kept in captivity in the central region of Rio Grande do Sul, Brazil, and to comparing the results obtained through the conventional bacteriological method and the polymerase chain reaction (PCR), using fecal matter collected from the environment, avoiding the containment stress. From August to September 2016, samples of fresh feces were collected from 90 cages in two breeding grounds, representing 180 birds. According to both analysis techniques the samples were negative for Salmonella spp., however, bacteria from the Enterobacteriaceae family: Escherichia coli, Cedecea sp. and Citrobacter freundii were detected. Continuous monitoring of breeding grounds is important since the pathogen investigated can be found in carrier birds and manifest itself in stressful situations presenting risks such as zoonosis and reduced bird health.(AU)


Assuntos
Animais , Psittaciformes/microbiologia , Salmonella/patogenicidade
6.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(3): 843-849, maio-jun. 2018. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-911619

RESUMO

Feather samples were obtained from the following Psittaciformes birds: Amazona amazonica, Amazona aestiva, Aratinga jandaya, Brotogeris spp., Ara ararauna and Ara chloropterus (total of 37 individuals). These birds were housed at the Wild Animal Screening Center of Maranhão, São Luís, Brazil. Four feathers were taken from the following regions: head, back, wings, belly/breast, thighs, and tail/covert. Mites were found on 17 birds (45.94%). Astigmatid mites belonging to the genera Fainalges (Xolalgidae), Chiasmalges (Psoroptoididae) and Tanyaralichus (Pterolichidae) were identified. The highest dominance coefficient was for the mite Fainalges sp. (DC= 96.29). Chiasmalges sp. was obtained only from Ara chloropterus, and Tanyaralichus was found in A. aestiva. The genus Fainalges was obtained from all the species of Psittaciformes studied, except for A. ararauna. In evaluating mite density according to body region, statistical differences were found between the back and wing regions (P= 0.041), back and thighs (P= 0.02), wings and tail (P= 0.002), belly and tail (P= 0.031) and thighs and tail (P= 0.001). The morphological variations observed in Fainalges spp. suggested the existence of three species that probably have not been described yet. This was the first record of the genus Tanyaralichus in Brazil.(AU)


As amostras de penas foram obtidas das seguintes aves da ordem Psittaciformes: Amazona amazonica, Amazona aestiva, Aratinga jandaya, Brotogeris spp., Ara ararauna e Ara chloropterus, totalizando 37 aves, alojadas no Centro de Triagem de Animais Silvestres do Maranhão, São Luís, Brasil. Colheram-se quatro penas de cada uma das regiões: cabeça, dorso, asas, ventre/peito, coxas e cauda/crisso. Verificou-se a presença de ácaros em 17 aves (45,94%). Foram identificados ácaros Astigmata, pertencentes aos gêneros Fainalges (Xolalgidae), Chiasmalges (Psoroptoididae) e Tanyaralichus (Pterolichidae), sendo o maior coeficiente de dominância correspondente ao ácaro Fainalges sp. (CD= 96,29). Chiasmalges sp. foi obtido apenas de Ara chloropterus, e Tanyaralichus foi encontrado em A. amazônica. O gênero Fainalges foi obtido de todas as espécies de Psittaciformes estudadas, exceto em A. ararauna. Na avaliação da densidade de ácaros por região do corpo, verificou-se diferença estatística entre regiões dorsal e asas (P= 0,041), dorsal e coxas (P= 0,02), asas e caudal (P=0,002), ventral e caudal (P= 0,031) e coxas e caudal (P= 0,001). Variações morfológicas observadas em Fainalges spp., sugerem a existência de três espécies provavelmente ainda não descritas. Este é o primeiro registro do gênero Tanyaralichus no Brasil.(AU)


Assuntos
Animais , Ácaros e Carrapatos/patogenicidade , Infestações por Ácaros , Psittaciformes/metabolismo
7.
Pesqui. vet. bras ; 37(11): 1331-1335, Nov. 2017. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-895359

RESUMO

Proventricular dilatation disease (PDD) is a lethal and important disease of captive psittacine birds, and affects a wide range of species, including endangered ones, and lacks an effective treatment. This report describes PDD in three blue-and-gold macaws (Ara ararauna) in southern Brazil. All three macaws originated from the same aviary and presented similar clinical signs including anorexia, apathy, emaciation and prostration. At necropsy, one of the macaws presented an enlarged proventriculus. Histologically, lymphoplasmacytic infiltrates was observed in the ganglia and nerves of the esophagus, crop, proventriculus, ventriculus, heart, adrenal glands, and adrenal medulla of all three cases. Two macaws had meningoencephalomyelitis and one had myocarditis. Immunohistochemistry identified PaBV antigen in the brain, proventricular, ventricular ganglia, and epicardial ganglia, and cardiomyocytes of all three macaws.(AU)


A doença da dilatação proventricular (PDD) e uma importante e fatal doença de psitacídeos de cativeiro, que afeta uma grande variedade de espécies e não tem um tratamento efetivo até o momento. Este relato descreve PDD em três araras canindé (Ara ararauna) no sul do Brasil. Todas as três araras eram provenientes do mesmo criatório e apresentaram sinais clínicos semelhantes incluindo anorexia, apatia, emaciação e prostração. Na necropsia, uma das araras apresentou proventrículo dilatado. No exame histopatológico, infiltrados linfoplasmacitários foram observados em gânglios e nervos do esôfago, inglúvio, proventrículo, moela, coração, glândulas adrenais e rins de todos os casos. Adicionalmente, meningoencefalomielite foi observada em duas araras e miocardite em uma. A imuno-histoquímica identificou antígenos de PaBV no encéfalo, coração, proventrículo e moela de todos os casos.(AU)


Assuntos
Animais , Proventrículo/patologia , Gastropatias/veterinária , Doenças das Aves/patologia , Infecções por Mononegavirales/veterinária , Bornaviridae , Psittaciformes/anatomia & histologia
8.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 69(3): 683-686, jun. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-846948

RESUMO

In order to improve the management and maintenance of the quality of life of captive wild birds, this study aimed to assess the food preferences of cockatiel chicks (Nymphicus hollandicus) kept in captivity. Thirty-two cockatiel chicks, three to 12 months of age, were kept in a galvanized, wire-netted vivarium with six ceramic feeders, two for an extruded diet, two for a dry-mashed diet and two for a seed mixture. Both extruded and dry-mashed food are commercial psittacine diets. Three round ceramic pots were used to provide water. The birds were exposed to 12 hours of artificial light (40 W incandescent lamps) during the experimental period of 27 days. The birds were observed by video filming, daily, through an ad libitum observation technique. The food consumption was 3.34±0.42g/bird/day of extruded feed, 1.58±0.44g/bird/day of dry-mashed diet and 3.73±0.10g/bird/day of seed mixture. In conclusion, the cockatiel chicks preferred the seed mixture and the extruded food over the dry-mashed diet.(AU)


Considerando a busca por melhorias no manejo e na manutenção da qualidade de vida de aves selvagens cativas, este trabalho teve como objetivo a avaliação da preferência alimentar de filhotes de calopsitas (Nymphicus hollandicus) mantidos em cativeiro. Trinta e dois filhotes de calopsitas com idade entre três e 12 meses de idade foram alojados em um viveiro de arame galvanizado contendo seis comedouros de cerâmica, sendo dois para ração extrusada, dois para ração farinhada e dois para a mistura de sementes. Tanto a ração extrusada quanto a ração farinhada são dietas comerciais para psitacídeos. Três potes redondos de cerâmica foram usados para fornecer água. As aves foram expostas a 12 horas de luz artificial (40W lâmpadas incandescentes) durante o período experimental de 27 dias. As aves foram observadas por filmagens de vídeo, diariamente, por meio de uma técnica de observação ad libitum. O consumo alimentar foi de 3,34±0,42g/ave/dia de ração extrusada, 1,58±0,44g/ave/dia de ração farinhada e 3,73±0,10g/ave/dia de mistura de sementes. Em conclusão, os filhotes de calopsitas preferiram a mistura de sementes e a ração extrusada em relação à ração farinhada.(AU)


Assuntos
Animais , Comportamento Animal , Cacatuas , Ingestão de Alimentos , Preferências Alimentares , Sementes , Psittaciformes
9.
Pesqui. vet. bras ; 37(4): 379-384, Apr. 2017. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-895421

RESUMO

The role of Escherichia coli in healthy microbiota of psittacine is controversial, and the presence of Salmonella sp. indicates possible disease. Therefore, this study aimed to identify the presence of E. coli and Salmonella spp. in a psittacine pet that died in Fortaleza, Brazil, correlating pathogenicity aspects of the isolates through the evaluation of lesions and antimicrobial susceptibility. Psittacine pets sent to the Laboratory of Ornithological Studies, State University of Ceará, that died in 2014 and 2015 were necropsied. Fragments of liver, kidneys, intestine, lung, heart, spleen and brain were collected for microbiological and histopathological analyses. Scores were attributed to lesions and isolated strains submitted to antimicrobial susceptibility test. From the seventy necropsied birds, nineteen were positive for E. coli and one for Salmonella Typhimurium. Congestive lesions and lymphoplasmocitic inflammatory infiltrate were observed varying from light to moderate and were the main findings. In the analyzed strains, multidrug resistance against different groups of antibiotics was observed. In conclusion, according to the results, E. coli strains and the Salmonella Typhimurium isolate produced significant lesions in the psittacine pets, and multidrug resistance may hinder treatments with antibiotics used in avian pet medicine.(AU)


A participação de Escherichia coli na microbiota saudável de Psicittaciformes e a de Salmonella spp. já indica possível doença. O objetivo deste estudo foi pesquisar a presença de E. coli e Salmonella spp. em psittaciformes de companhia na cidade de Fortaleza/Ceará, traçando os aspectos de patogenicidade destas cepas através das lesões e da sensibilidade antimicrobiana. Foram necropsiados os psittaciformes de companhia encaminhados ao Laboratório de Estudos Ornitológicos da Universidade Estadual do Ceará durante o período de 2014 a 2015. No momento da necropsia foram coletados fragmentos de fígado, rins, intestino, pulmão, coração, baço e encéfalo para posterior processamento microbiológico e histopatológico. As lesões foram graduadas e as cepas isoladas submetidas a antibiograma. Das setenta aves necropsiadas, dezenove foram positivas para E. coli e apenas uma para Salmonella Typhimurium. As lesões de congestão e infiltrado inflamatório linfoplasmocitário variaram de leve a moderado, e foram as principais lesões encontradas. Nas cepas analisadas foi constatada multiresistência a diferentes grupos de antibióticos testados. De acordo com os achados, pode-se concluir que os isolados de E. coli e Salmonella Typhimurium produziram lesões significativas em psittaciformes em Fortaleza, Brasil, e a multirresistência pode dificultar o tratamento com antibióticos usados na clínica de aves de companhia.(AU)


Assuntos
Animais , Psittaciformes/microbiologia , Salmonella typhimurium , Escherichia coli
10.
Rev. bras. ciênc. vet ; 23(1-2): 37-41, jan./jun. 2016. il.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-995404

RESUMO

Chlamydia psittaci infection stands out due to its zoonotic potential. It was detected in several orders, being Psittaciformes its main reservoir. Our objective was to investigate the occurrence of C. psittaci infection by clinical and environmental examination, as well as agent detection by Polymerase Chain Reaction (PCR) from choanal and cloacal swabs in 46 blue-and-gold macaws (Ara ararauna) allocated at the Triage Center of Wild Animals, Brazilian Institute of Environment and Renewable Natural Resources, Rio de Janeiro state, Brazil. The frequency of positive detection of the bacteria found was 50% (23/46) by cloacal swab. In this percentual, 26.09% (12/23) were also positive by choanal swab, being the probability of detection 2.83 times higher for cloacal swabs when compared to choanal ones (p<0.05). There was no association between body condition, temperature variations and PCR positivity for C. psittaci, being 34.78% of positive individuals asymptomatic to this disease. Therefore, our findings show agent's dispersion at the squad and high frequency of asymptomatic birds. Considering the possibility of contagion to workers and free living birds, the quarantine in wildlife conservation and support centers, as well as the care with hygiene and individual protection for humans who deal with the animals, should be strictly followed even in the absence of clinical signs.


Infecções por Chlamydia psittaci destacam-se devido ao seu potencial zoonótico. Tal agente foi detectado em diversas ordens, sendo Psittaciformes seu principal reservatório. Objetivando-se demonstrar a ocorrência de tal processo infeccioso, procedeu-se investigação clínica e ambiental, associada à detecção do agente etiológico por Reação em Cadeia da Polimerase (PCR), a partir de swabs de coana e cloaca de 46 araras-canindés (Ara ararauna) pertencentes ao Centro de Triagem de Animais Silvestres do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis, Rio de Janeiro, Brasil. Obteve-se uma frequência de detecção de 50% (23/46) a partir de swabs de cloaca. Entre esses, 26.09% (12/23) foram também positivos por meio de swab de coana, sendo a probabilidade de detecção 2,83 vezes maior a partir de swabs de cloaca que de coana (p<0.05). Não houve associação entre condição corporal, variação de temperatura e detecção do agente por PCR, sendo 34,78% dos indivíduos positivos assintomáticos. Portanto, nossos resultados demonstram a dispersão do agente no plantel e alta frequência de assintomáticos. Devido à possibilidade de contágio para trabalhadores e aves de vida livre, a quarentena nos centros de suporte e conservação da vida silvestre, assim como os cuidados com higiene e proteção individual para com os trabalhadores que lidam com os animais devem ser seguidas rigidamente, mesmo na ausência de sinais ou sintomas nas aves


Assuntos
Animais , Psittaciformes , Reação em Cadeia da Polimerase , Animais Selvagens
11.
Rev. bras. ciênc. vet ; 23(1-2): 48-54, jan./jun. 2016. il.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-995424

RESUMO

O presente estudo avaliou o estresse oxidativo e a adesão de leucócitos (AL) em cães naturalmente infectados por Leishmania infantum. Foram utilizados cães saudáveis (CN = 10) e cães acometidos por leishmaniose visceral na forma sintomática (CS = 10), submetidos previamente a exames de imunofluorescência indireta (IFI), ensaio imunoenzimático (ELISA) e pesquisa do parasito em aspirados de medula óssea. Soro foi utilizado para avaliação de malondialdeído (MDA) no ensaio para espécies reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) e AL foi determinada pelo método da coluna de náilon em sangue em EDTA, heparina e citrato. Os dados de AL foram expressos em porcentagem e MDA em média ± desvio padrão, submetidos ao teste T de student não pareado (p < 0,05). Amostras em heparina apresentaram níveis mais elevados de AL no grupo CS (55,62%, p < 0,05) quando comparadas com EDTA e citrato (10,46% e 5,28%). Citrato e EDTA inibiram AL em cães doentes e saudáveis, enquanto a heparina preservou a AL. A proporção neutrofílica se apresentou reduzida nas amostras em heparina (85% para 67%, p <0,05) quando comparadas com citrato e EDTA, que por sua vez mantiveram-se estáveis (83% para 80%). Os níveis de MDA apresentaram-se mais elevados em CS (0,0117µM ± 0,002) quando comparado com CN (0,0057µM ± 0,001) (p <0,05). Estes dados dão suporte à conclusão de que na LVC ocorre elevação do estresse oxidativo e aumento da expressão das moléculas de adesão nos leucócitos, evidenciando resposta inflamatória sistêmica. A escolha do anticoagulante é importante para a implementação do ensaio de AL.


The present study evaluated the oxidative stress and leukocyte adhesion (LA) in dogs naturally infected by Leishmania infantum. Healthy dogs (HD = 10) and dogs affected by canine visceral leishmaniasis (CVL) in symptomatic form (SD= 10) were previously submitted to indirect immunofluorescence reaction (IIF), enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) and detection of parasites in bone marrow aspirates. Serum was used to assess malondialdeid (MDA) by thiobarbituric acid reactive species (TBARS) assay and AL was determined by nylon column method using whole blood stored in EDTA, citrate and heparin. AL data was expressed as percentage and MDA data as mean ± standard deviation, both submitted to the unpaired student's T test (p < 0.05). Heparin samples showed higher levels of AL in CS group (55.62 %, p < 0.05) when compared with EDTA and citrate (10.46% and 5.28%). Citrate and EDTA inhibit AL in healthy and sick dogs, while heparin preserved AL in both groups. Neutrophil proportion in heparin samples were lower (85% to 67%, p <0.05) compared with citrate and EDTA, which in turn remained practically unchanged (83% to 80%). MDA levels were higher in SD (0.0117µM ± 0.002) when compared to HD (0.0057µM ± 0.001) (p <0.05). These data support the conclusion that CVL induces oxidative stress enhance and leukocyte adhesion increase, indicating systemic inflammatory response. The choice of anticoagulant is an important decision for implementing LA assays.


Assuntos
Masculino , Psittaciformes , Heparina , Reação em Cadeia da Polimerase , Doenças do Cão , Animais Selvagens
12.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 67(6): 1669-1674, nov.-dez. 2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-768148

RESUMO

Behavioural studies with cockatiels (Nymphicus hollandicus) in captivity are scarce. Due to the need for appropriate management of these animals, this study was performed to examine the behaviour of cockatiels kept in captivity at two temperatures. Sixteen cockatiels were individually housed in cages (62cm high x 43cm long x 27cm wide) and fed with a commercial ration and seed mixture for psittacids. Water was provided ad libitum. The eight-day experiment was divided into two stages of four days each. In the first stage, the birds were kept at room temperature (25°C) with 70% relative humidity during 24 hours. In the next stage, they were kept at 35°C from 06:00 to 18:00h and 25°C from 18:00 to 06:00h, also at 70% relative humidity. The behaviour of the birds was assessed by the analysis of video recordings taken from 6:00 to 18:00h. Lateral displacement on the perch, walking on the wire net, resting on the abdomen, stopping on the wire net, standing on the drinker or feeder, seed intake, cleaning the wings and shaking the plumage were not influenced (P>0.08) by temperature. Undesirable activities such as gnawing the perch or the wire net also showed no influence of temperature (P>0.15). At 35°C, the birds remained on the cage floor less often (P<0.02) and more often on the perch. Flapping or gnawing the feeder increased as did the consumption of ration (P<0.01). Increase in temperature from 25 to 35°C changed the behaviour of the cockatiels, although these behaviours were not characterised as responses to temperature stress.


Estudos comportamentais com calopsitas (Nymphicus hollandicus) em cativeiro são escassos. Devido à necessidade de um manejo adequado desses animais, este estudo foi realizado para avaliar o comportamento de calopsitas mantidas em cativeiro em duas temperaturas. Dezesseis calopsitas foram alojadas individualmente em gaiolas (62cm de altura x 43cm de comprimento x 27cm de largura) e alimentadas com ração comercial e mistura de sementes para psitacídeos. A água foi fornecida ad libitum. O período experimental foi de oito dias, dividido em duas fases de quatro dias cada. Na primeira fase, as aves foram mantidas à temperatura ambiente (25°C), com 70% de umidade relativa, durante o dia e a noite. Na etapa seguinte, elas foram mantidas a 35°C de 6-18h e 25°C de 18-6h, também com 70% de umidade relativa. O comportamento das aves foi avaliado através de filmagem de 6-18h. Os comportamentos, deslocando lateralmente no poleiro, andando na tela da gaiola, repousando sobre o ventre, paradas na tela da gaiola, de pé sobre o bebedouro ou comedouro, ingestão de sementes, limpeza das asas e sacudindo a plumagem, não foram influenciados (P>0,08) pelas duas temperaturas testadas. Atividades indesejáveis, tais como roer o poleiro ou a tela da gaiola também não foram influenciadas (P>0,15). Sob a temperatura de 35°C, as aves permaneceram menos frequentemente no chão da gaiola (P<0,02) e mais frequentemente no poleiro. Nessa temperatura, bater as asas e roer o comedouro aumentaram com o aumento do consumo de ração (P<0,01). Concluiu-se que o aumento da temperatura de 25 para 35°C alterou o comportamento das calopsitas, embora esses comportamentos não pudessem ser caracterizados como respostas ao estresse térmico.


Assuntos
Animais , Comportamento Animal , Cacatuas , Temperatura , Temperatura Alta/efeitos adversos , Aves Domésticas , Psittaciformes , Transtornos de Estresse por Calor/veterinária
13.
Pesqui. vet. bras ; 35(6): 569-572, June 2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-766179

RESUMO

The concentration of heavy metals (Cr, Fe, Al, As, Cd, Cu, Pb, Mo, Ni, Se and Zn) was evaluated in the blood of nestling blue macaws (Anodorhynchus hyacinthinus) captured in the Pantanal, Mato Grosso do Sul (n=26) in 2012; this was based on the hypothesis that these birds exhibit levels of these heavy metals in their organism and that these interfere in hatching success, weight and age of the chicks. Blood samples were digested with nitric acid and hydrochloric acid and the quantification of metals was performed by ICP-OES (Optical Emission Spectroscopy and Inductively Coupled Plasma). Blood samples of nestlings showed concentrations of Cr (0.10μg/g) Fe (3.06μg/g) Al (3.46μg/g), Cd (0.25μg/g) Cu (0.74μg/g), Mo (0.33μg/g), Ni (0.61μg/g), Se (0.98μg/g), and Zn (2.08μg/g). The levels of heavy metals found were not associated with weight, age and hatching success of the chicks.


Avaliou-se a concentração de metais pesados (selênio, zinco, ferro, cobre, molibdênio, níquel, cromo, arsênio, cádmio, chumbo e alumínio) no sangue de filhotes de arara-azul (Anodorhynchus hyacinthinus) capturados no Pantanal (n=26) no ano de 2012, partindo da hipótese de que estas aves apresentem níveis desses metais pesados no organismo e que os mesmos tenham relação com o sucesso de eclosão, peso e idade dos filhotes. As amostras de sangue foram digeridas em ácido nítrico e ácido clorídrico e a quantificação dos metais foi realizada por ICP-OES (Espectroscopia e Emissão Óptica por Plasma Indutivamente Acoplado). As amostras de sangue de filhotes de A.hyacinthinusapresentaram concentrações de Cr (0,10μg/g), Fe (3,06μg/g), Al (3,46μg/g), Cd (0,25μg/g), Cu (0,74μg/g), Mo (0,33μg/g), Ni (0,61μg/g), Se (0,98μg/g) e Zn (2,08μg/g). Os níveis de metais pesados encontrados não apresentaram relação com o peso, idade ou sucesso de eclosão.


Assuntos
Animais , Biomarcadores Ambientais , Poluentes Inorgânicos , Psittaciformes , Metais Pesados/envenenamento , Metais Pesados/toxicidade , Testes Hematológicos , Testes Hematológicos/veterinária
14.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 66(3): 965-968, 06/2014. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-718081

RESUMO

This study showed a low prevalence of Salmonella spp. in captive psittacines from zoos and a commercial establishment of Fortaleza. None of the isolated serotypes (S. Lexington, S. Saintpaul and S. Newport) have yet been reported in Amazona aestiva, Ara chloroptera or Melopsittacus undulatus. However, the fact that most birds presented negative for Salmonella spp. may not imply the absence of this pathogen in these birds, since the intermittent excretion is a well-known characteristic of this microorganism...


A manutenção de aves em cativeiro reúne condições que favorecem a disseminação de doenças infecciosas, sendo a Salmonella uma dessas doenças infecciosas que acomete os psitacídeos. Portanto o objetivo do presente estudo foi isolar e identificar Salmonella spp. em Psittaciformes mantidos em criatórios comerciais e conservacionistas da Região Metropolitana de Fortaleza. Para o estudo, foram coletados swabs cloacais de 182 psitacídeos clinicamente sadios. Os resultados mostraram que três psitacídeos avaliados (1,65%) foram positivos: Amazona aestiva (Salmonella Lexington), Ara chloroptera (Salmonella Saintpaul) e Melopsittacus undulatus (Salmonella Newport). De acordo com a literatura científica, não há registro desses sorotipos em psitacídeos. Esta pesquisa evidenciou uma baixa prevalência de Salmonella spp. em Psittaciformes mantidos em criatórios comerciais e conservacionistas da Região Metropolitana de Fortaleza...


Assuntos
Animais , Psittaciformes/imunologia , Psittaciformes/microbiologia , Salmonella/isolamento & purificação , Aves/microbiologia , Sorotipagem/veterinária
15.
Rev. bras. parasitol. vet ; 22(2): 314-317, Apr./June/2013. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-679432

RESUMO

In this study, we investigated the presence of gastrointestinal helminths in 97 captive birds (Psittaciformes and Accipitriformes) necropsied between June and December 2011 in the state of Paraiba, Brazil. Forty-three birds were infected. Psittaciformes were infected by nematode Ascaridia hermaphrodita (97.6%) and cestode Raillietina sp. (2.4%). A. hermaphrodita was found in all species of parrots and Raillietina sp. was found only in Amazona aestiva. A. hermaphrodita was the cause of death, by intestinal obstruction, in 14 of the 40 birds investigated. Accipitriformes were infected by nematode Synhimantus (Synhimantus) rectus (100%) and acantocephalan Centrorhynchus tumidulus (50%). In Brazil, Diopsittaca nobilis and A. aestiva are reported for the first time as hosts of A. hermaphrodita and Raillietina sp., respectively. We concluded that Psittaciformes and Accipitriformes in captivity are affected by nematodes, cestodes and acanthocephalans and that implementation of control measures is essential.


Este estudo objetivou-se investigar a presença de parasitos gastrointestinais em aves de cativeiro da Ordem Psittaciformes e Accipitriformes no estado da Paraíba-Brasil. Foram necropsiadas 97 aves durante o período de junho a dezembro de 2011. Em 43 (44.3%) aves, foi detectada a presença de nematóides, cestóides e/ou acantocéfalos. A prevalência de parasitos gastrointestinais em Psittaciformes foi de 45.6% (41/88) e os helmintos identificados foram Ascaridia hermaphrodita (Ascaridoidea, Ascarididae) (40/41, 97.6%) e Raillietina sp. (Cyclophyllidea, Davaineidae) (1/41, 2.4%). A. hermaphrodita foi encontrada em todas as espécies de papagaios e Raillietina sp. foi encontrada apenas na Amazona aestiva. Em aves Accipitriformes, a prevalência foi de 22.2% (2/9) e os helmintos identificados foram Synhimantus (Synhimantus) rectus (Spirurida, Acuariidae) (2/2, 100%) e Centrorhynchus tumidulus (Acanthocephala, Centrorhynchidae) (1/2, 50 %). Todos os parasitos encontrados neste estudo são relatados pela primeira vez em aves Psittaciformes e Accipitriformes no estado da Paraíba. No Brasil, Diopsittaca nobilis e A. aestiva são apresentados pela primeira vez como hospedeiros da A. hermaphrodita e Raillietina sp., respectivamente. Concluiu-se que aves Psittaciformes e Accipitriformes de cativeiro são afetadas por nematóides, cestóides e acantocéfalos, e que a implementação de medidas de controle é imprescindível.


Assuntos
Animais , Aves/parasitologia , Helmintos/isolamento & purificação , Brasil , Psittaciformes/parasitologia
16.
Pesqui. vet. bras ; 33(3): 394-398, Mar. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-674390

RESUMO

Objetivou-se determinar os valores hematológicos, bioquímicos séricos, proteína C reativa e cortisol de 14 ararajubas (Guaroba guarouba) clinicamente saudáveis mantidas em cativeiro no zoológico do Parque Estadual de Dois Irmãos Recife/PE. Amostras de sangue foram obtidas da veia jugular com volume médio de 0,8ml, fracionando em duas porções, a primeira depositada em tubo MiniCollect®CE contendo EDTA e a outra tubo com gel separador, para a separação do soro sanguíneo. Os indicadores bioquímicos e PCR foram determinados através do analisador ARCHITECT c8000. O cortisol foi analisado no Cobas E411 da Roche. Para a determinação dos números de eritrócitos e leucócitos, foi utilizada a metodologia da contagem em câmara de Neubauer. O hematócrito foi avaliado pelo método do microhematócrito e a hemoglobina pelo método da cianometahemoglobulina. Para a contagem diferencial de leucócitos, foi utilizada a técnica de Shilling. Os índices hematimétricos (VCM, HCM E CHCM) foram determinados com os valores encontrados na série eritrocítica. Os dados foram caracterizados por dispersão de freqüências, utilizando-se as seguintes medidas de tendência central: Média, desvio-padrão, mediana e percentil de 25 e percentil 75. A determinação de alguns parâmetros como ferro, triglicerídeos, PCR e cortisol foram identificados como sendo pioneiramente referenciados nesta espécie de ave. Os dados são apresentados como sendo de referência para a ararajuba (Guaroba guarouba) criada em cativeiro em condições similares de manejo e higidez e ainda pode contribuir para os trabalhos de conservação ex situ desta espécie.


The aim of this study was to determine the hematological, serum biochemical, C-reactive protein and cortisol 14 clinically healthy golden conures (Guaroba guarouba) kept in captivity at the Zoo of Parque Estadual de Dois Irmãos Recife/PE, Brazil. Blood samples were collected from the jugular vein with an average of 0.8mL and divided into two parts, the first deposited in MiniCollect®EC and the other containing EDTA tube with gel separator for separating blood serum. Biochemical indicators and PCR was determined using the ARCHITECT analyzer c8000. Cortisol was analyzed on the Roche Cobas E411. To determine the number of erythrocytes and leukocytes the methodology of counting in a Neubauer chamber was used. Hematocrit was assessed by using the microhematocrit and hemoglobin for the method of cianometahemoglobulina. For the differential count the Shilling technique was used. The RBC indices (MCV, MCH and MCHC) were determined with values found in the erythrocytic series. The data were characterized by dispersion of frequencies, using the following measures of central tendency: mean, standard deviation, median and percentile 25 and 75 percentile. Parameters such as iron, triglycerides, CRP, and cortisol were identified and referenced in this pioneering species of bird. Data are presented as reference for Guaroba guarouba raised in captivity under similar conditions of management and healthiness and can still contribute to the work of ex situ conservation of this species.


Assuntos
Animais , Análise Química do Sangue/veterinária , Proteína C-Reativa , Hidrocortisona , Psittaciformes/sangue , Fenômenos Bioquímicos , Testes Hematológicos/veterinária , Testes Sorológicos/veterinária
17.
Braz. j. microbiol ; 40(2): 265-268, Apr.-June 2009.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-520216

RESUMO

The present study is a report on the presence of Mycobacterium avium in four birds of the psittaciform order kept as pets. Anatomopathological diagnosis showed lesions suggestive of the agent and presence of alcohol-acid resistant bacilli (AARB) shown by the Ziehl-Neelsen staining. The identification of Mycobacterium avium was performed by means of PRA (PCR Restriction Analysis). DNA was directly extracted from tissue of the lesions and blocked in paraffin. The role of this agent in pet bird infection is discussed, as well as its zoonotic potential.


Este estudo relata a presença de Mycobacterium avium em quatro aves da ordem Psitaciformes, mantidos como animais de estimação. O exame anatomopatológico revelou a presença de bacilos álcool ácido resistentes na coloração de Ziehl-Neelsen, e o diagnostico definitivo foi feito pelo método PRA (PCR Restriction Analysis) a partir de tecidos emblocados em parafina. Este estudo visa alertar o possível potencial zoonótico deste agente em aves mantidas domiciliadas.


Assuntos
Animais , Técnicas In Vitro , Mycobacterium avium/isolamento & purificação , Patologia Veterinária , Reação em Cadeia da Polimerase , Psittaciformes , Tuberculose Aviária , Aves , Métodos , Técnicas
18.
Pesqui. vet. bras ; 28(11): 565-570, nov. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-506667

RESUMO

Dentre os 253 atendimentos realizados em aves selvagens entre agosto de 2003 a agosto de 2006 no Ambulatório de Animais Selvagens do Hospital Veterinário da Universidade Federal do Paraná, 45 casos (17,8 por cento) referiram-se a consultas à espécie Serinus canarius (canário-belga). Dentre as aves atendidas e suas respectivas ordens obteve-se uma maior ocorrência da ordem Psittaciforme. As enfermidades mais freqüentemente visualizadas foram as afecções traumáticas com 56 casos (22,13 por cento). Destas, 17 animais (30,91 por cento) possuíam algum tipo de fratura, sendo a fratura rádio-ulnar a mais comum, com 17,65 por cento de ocorrência. As outras moléstias mais relatadas foram a presença de ectoparasitos (12,50 por cento) e endoparasitos (10,68 por cento), doenças respiratórias (10,42 por cento), procedimentos preventivos (7,55 por cento), afecções dermatológicas (6,51 por cento), neoplasias (4,95 por cento), afecções oftálmicas (4,43 por cento), afecções gastrintestinais (3,91 por cento), caquexia (3,39 por cento), afecções neurológicas (2,86 por cento), automutilação (2,86 por cento), obesidade (2,34 por cento), agressão por outros animais (1,56 por cento), doenças nutricionais (1,30 por cento), retenção de ovo (1,04 por cento), bouba aviária (0,78 por cento) e gota úrica (0,52 por cento). Tendo em vista a alta prevalência de traumatismos e presença de ecto e endo parasitas que poderiam ser evitados se estivesse ocorrendo um manejo adequado com a ave, sugere-se a necessidade que o Médico Veterinário assuma um papel mais efetivo na Medicina Veterinária Preventiva buscando informar e debater questões referentes ao modo correto de alimentação, criação e manejo das aves, assim como também o esclarecimento acerca das questões referentes às zoonoses quando da consulta veterinária.


From 253 wild birds attended at the Wild Animal Ambulatory of the Veterinary Hospital, Paraná Federal University, between August 2003 and August 2006, 45 cases (17.8 percent) were related to the species Serinus canarius (Belgian Canary). Within these attended birds and its respective orders, most morbid conditions occurred with the Psittaciforme order and were caused by traumatism, in 45 cases (14.32 percent). Of these, 17 animals (30.91 percent) had bone fractures; the most common were on radius-ulna (17.65 percent). Other conditions were presence of ectoparasites (12.50 percent) and endoparasites (10.68 percent), respiratory disease (10.42 percent), dermatological ailments (6.51 percent), neoplasms (4.95 percent), ophthalmic illnesses (4.43 percent), gastrointestinal diseases (3.91 percent), cachexia (3.39 percent), neurological diseases (2.86 percent), self-mutilation (2.86 percent), obesity (2.34 percent), aggression by other animals (1.56 percent), nutritional deficiencies (1.30 percent), egg retention (1.04 percent), avian poxvirus (0.78 percent) and uric gout (0.52 percent), as well as there was clinical routine measures to be taken (7.55 percent). Traumas and illnesses were observed as the highest prevalence on the casuistic, which could be prevented by correct husbandry practices.


Assuntos
Animais , Animais Selvagens , Doenças das Aves/epidemiologia , Psittaciformes
19.
Ciênc. rural ; 38(3): 711-716, maio-jun. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-480182

RESUMO

O Brasil possui um considerável número de espécies de psitacídeos catalogados, perfazendo cerca de 80 espécies, sendo que as Araras canindé (Ara ararauna), uma das maiores representantes dessa ordem, podem ser encontradas em florestas nas diversas regiões brasileiras. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) normalizou a comercialização de animais da fauna silvestre provenientes de criadouros e conseqüentemente ocorreu um aumento do número destes animais como de estimação. Atualmente, há pouco conhecimento sobre os parâmetros clínicos e laboratoriais de espécies silvestres em cativeiro. O presente trabalho teve como objetivo determinar parâmetros de bioquímica sangüínea de Araras canindé (Ara ararauna) saudáveis de sexo e faixa etária distintas mantidas em um criatório comercial com alimentação e manejo controlados e padronizados. Foram colhidas amostras de sangue de 35 araras canindé (11 filhotes e 24 adultos) e remetidas ao Laboratório de Análises Clínicas Veterinárias da Universidade de Passo Fundo (UPF) para determinação dos seguintes indicadores bioquímicos: ácido úrico (AU), albumina (ALB), aspartato aminotransferase (AST), cálcio (Ca), colesterol (Col), creatina quinase (CK), fosfatase alcalina (FA), fósforo inorgânico (Pi), frutosamina (Fru), gama glutamil transferase (GGT), proteínas totais (PT) e uréia (UR). Entre as aves adultas, foram encontradas diferenças significativas nos valores de CK (superior nos machos), Ca e AU (superiores nas fêmeas). Entre aves adultas e filhotes foram constatadas diferenças significativas nos valores de AU, Ca, ALB, COL, FA, Pi e FRU. A maioria das alterações detectadas pode ser relacionada à diferença na dieta fornecida e à condição fisiológica de cada categoria de aves. Os dados obtidos podem ser utilizados como parâmetros de referência para as araras canindé brasileiras.


Several psittacines have been cataloged in Brazil, totaling nearly 80 species. The blue-and-yellow macaw (Ara ararauna), the most representative species of the Psittaciformes order, lives in the forest areas of different Brazilian regions. IBAMA, Brazilian environmental protection agency, has authorized the trade of wild animals raised in breeding facilities; consequently, their use as household pets has increased ever since. Currently, too little is known about clinical and laboratory parameters of wild species bred in captivity. The aim of the present study was to determine the serum biochemical parameters of healthy blue-and-yellow macaws (Ara ararauna) of different sexes and ages reared in a commercial breeding facility under controlled and standardized feeding and management practices. Blood samples were collected from 35 blue-and-yellow macaws (11 fledglings and 24 adults) and sent to the Laboratory of Veterinary Clinical Pathology of Universidade de Passo Fundo (UPF) for measurement of the following biochemical parameters: uric acid (UA), albumin (Alb), aspartate aminotransferase (AST), calcium (Ca), cholesterol (Chol), creatine kinase (CK), alkaline phosphatase (AP), inorganic phosphorus (iP), fructosamine (Fru), gamma-glutamyl transferase (GGT), total protein (TP) and urea nitrogen (Ur). There were significant differences among adult macaws with regard to CK levels (higher in males) and to Ca and UA levels (higher in females). Differences were noted among adults and fledglings with respect to UA, Ca, Alb, Chol, AP, iP and Fru. Most of the findings can be ascribed to the different feeding regimens and ages of the birds analyzed. The data obtained herein can be used as reference parameters for Brazilian blue-and-yellow macaws.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Aves/sangue , Bioquímica/métodos , Psittaciformes/sangue
20.
Genet. mol. biol ; 29(4): 656-658, 2006. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-450488

RESUMO

We used conventional chromosomal staining to describe the karyotype of the critically endangered Lear's macaw, Anodorhynchus leari Bonaparte 1856. A diploid number of 2n = 70 and a karyotype similar to that of its congener Anodorhynchus hyacinthinus suggests that chromosomal rearrangements were not the main evolutionary mechanism in the genus.


Assuntos
Animais , Aves/genética , Cromossomos , Cariotipagem , Psittaciformes
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...