Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 50
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Biosci. j. (Online) ; 34(4): 1017-1024, july/aug. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-967196

RESUMO

The toxic potential at the cellular level of industrialized Ginkgo biloba L. leaves was evaluated in meristematic cells of Allium cepa at concentrations of 0.1; 0.2 and 0.4 mg/ml. The industrialized products, from four pharmaceutical laboratories, were identified as A, B, C and D. Cell-level toxicity of dehydrated ginkgo leaf tea was also evaluated at concentrations of 0.15; 0.30 and 0.60 mg/ml. Dehydrated products were purchased from herbalists certified by ANVISA. The roots were exposed to teas and processed products for 24 and 48 hours. The results were submitted to the Chi-square test at 5%. However, industrialized ginkgo products at all concentrations caused antiproliferative effect. Also, the products purchased in pharmacies did not induce significant changes to root meristems. Therefore, industrialized ginkgo promoted cytotoxicity, however, they were not genotoxic to the bioassay used.


Avaliou-se, em células meristemáticas de raízes de Allium cepa, o potencial tóxico em nível celular de folhas de Ginkgo biloba L. industrializadas, nas concentrações 0,1; 0,2 e 0,4 mg/mL. Os produtos industrializados, oriundos de quatro laboratórios farmacêuticos, foram identificados como A, B, C e D. Também avaliou-se a toxicidade em nível celular de chás de folhas de ginkgo desidratadas, nas concentrações 0,15; 0,30 e 0,60 mg/mL. Os produtos desidratados foram adquiridos em ervanários certificados pela ANVISA. As raízes ficaram expostas aos chás e produtos industrializados por 24 e 48 horas. Os resultados obtidos foram submetidos ao teste Qui-quadrado, a 5%. No entanto, os produtos de ginkgo industrializados, em todas as concentrações, causaram efeito antiproliferativo. Ainda, os produto adquiridos em farmácias não induziram alterações em número significativo aos meristemas de raízes. Portanto, os ginkgos industrializados promoveram citotoxicidade, porém, não foram genotóxicos frente ao bioensaio utilizado.


Assuntos
Divisão Celular , Ginkgo biloba , Excipientes , Citotoxinas
2.
Fisioter. Bras ; 19(3): f: 337-l: 341, 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-947440

RESUMO

O fibro edema gelóide atinge a dermo-hipodérmica, alterando microcirculação e adipócitos. Consiste em uma infiltração edematosa do tecido conjuntivo, seguida de polimerização da substância fundamental que, infiltrando-se nas tramas, produz uma reação fibrótica consecutiva. Além de ser desagradável esteticamente, é uma das principais queixas de pacientes na fisioterapia dermato-funcional. O objetivo do estudo foi analisar a ação do gel de Ginkgo Biloba e lecitina de soja associado ao ultrassom terapêutico no tratamento do fibro edema gelóide. Esta pesquisa envolveu 8 mulheres com idade entre 20 e 30 anos, sedentárias, sem dietas, não fumantes, não usuárias de contraceptivo, de corticóides e com FEG grau II na região glútea. O ultrassom terapêutico utilizado obedecia aos seguintes parâmetros: 3 MHz, no modo de emissão contínuo e área efetiva de radiação de 3,5 cm², intensidade 1,4 w/cm2 , sendo aplicado por 10 minutos em cada área pré-marcada. Foram realizados 30 atendimentos, 3 vezes por semana nas dependências de uma faculdade de Teresina/PI. Para análise dos dados foram utilizados: a termografia, análise bioquímica dos exames de sangue, o protocolo de avaliação do fibro edema gelóide (PAFEG), fotos e questionário de satisfação das voluntárias. Os resultados confirmaram o benefício da associação do ultrassom terapêutico ao gel de Ginkgo Biloba e Lecitina de Soja no tratamento do fibro edema gelóide. (AU)


The cellulite affects the dermo-hypodermal layers, modifying microcirculation and adipocytes. It consists of an edematous infiltration of the connective tissue, followed by polymerization of the fundamental substance, infiltrating the plots and producing a fibrotic reaction. Besides being aesthetically unpleasant, is one of the main complaints of patients in physical therapy. The aim of this study was to analyze the action of the gel Ginkgo Biloba and Soy Lecithin associated with ultrasound in the treatment of cellulite. This study involved 8 women aged 20 to 30 years, sedentary, without diets, non-smoking, not using contraception or corticoids with cellulite grade II in the gluteal region. We used the therapeutic ultrasound with the following parameters: 3 MHz, in continuous emission mode and Effective Radiation Area (ERA) of 3.5 cm², intensity 1.4 W/cm², being applied for 10 min in pre-marked area. The patients were submitted to 30 sessions, 3 times a week at the University of Teresina/PI. For data analysis we used: thermal imaging, biochemical analysis of blood tests, the evaluation protocol of cellulite (PAFEG), photos and satisfaction questionnaire of volunteers. The results confirmed the benefit of the association of the ultrasound with gel Ginkgo Biloba and Soy Lecithin in the treatment of cellulite. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Adulto Jovem , Ginkgo biloba , Terapia por Ultrassom , Adipócitos , Microcirculação , Fisioterapia , Ultrassom
3.
Artigo em Espanhol | LILACS, MOSAICO - Saúde integrativa | ID: biblio-910899

RESUMO

Este trabajo aborda la importancia de prevenir el uso indiscriminado de productos naturales o macrobióticos, sus posibles efectos perjudiciales en la salud, así concienciar a profesionales en el área de la salud sobre la importancia de incluir este tema durante la historia médica. Se analiza el incremento en el uso de productos naturales o macrobióticos, las ventajas de la etnomedicina como un resurgimiento de la industria farmacéutica y las desventajas que acarrea este tipo de productos. Las hierbas ofrecen una alternativa terapéutica como la creación de nuevos fármacos, aunque poseen efectos secundarios que podrían arriesgar la salud de los pacientes.


Assuntos
Humanos , Produtos Biológicos , Medicina Tradicional , Plantas Medicinais , Costa Rica , Ginkgo biloba , Saúde Pública
4.
Rev. interdisciplin. estud. exp. anim. hum. (impr.) ; 7(único): 15-21, novembro 2015. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-964816

RESUMO

Introdução: O Gingko biloba (EGb) é um fitoterápico usado há séculos, porém com poucos estudos referentes a seus efeitos sobre o período pós-natal. Estudos dessa natureza vêm sendo preconizados pela Agência Europeia de Medicina, visto que muitos órgãos completam seu desenvolvimento nesse período, inclusive o sistema reprodutor. Objetivo: Avaliar o efeito do extrato seco de EGb sobre o desenvolvimento do sistema reprodutor de ratos, tratados desde o desmame até o fim da puberdade. Métodos. Ratos Wistar foram tratados com 25mg/kg/massa corporal (EGb 25); 50 mg/kg (EGb 50) e 100 mg/kg (EGb 100). Controle (C ­ 0,1ml água destilada), por gavage dos 25 aos 45 dias de vida pós-natal. Variáveis observadas: indícios clínicos de toxicidade sistêmica, peso corporal, descida dos testículos, evolução da morfologia da glande, peso de rins, baço e fígado e dos órgãos do sistema reprodutor. Hematimetria, Concentração de hemoglobina. Concentração de espermatozoides na secreção epididimária. Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas em quaisquer das variáveis. Conclusão: A exposição ao extrato seco de EGb durante o período pré-puberal e puberal em ratos Wistar não altera o desenvolvimento do sistema reprodutor masculino.


Introduction: Gingko biloba extract (EGb) is a phytotherapic that has been used for centuries but there is no studies concerning their effects during the postnatal period. This kind of research had been suggested by the European Medicine Agency since there are organs that complete their development in this period, including reproductive organs. Purpose: To evaluate the effect of EGb dry extract upon the rat reproductive system from weaning to 45 postnatal days. Methods: Wistar rats were treated with 25mg/kg/body weight (EGb 25); 50 mg/kg (EGb 50) and 100 mg/kg (EGb 100). Control (C 0,1ml distilled water). Variables: clinical signs of systemic toxicity, body weight, testicles descent, evolution of glans morphology, kidneys, liver, spleen and reproductive organs weights. Hematimetry. Haemoglobin concentration. Sperm concentration in the epidydimal secretion. Results: No significant differences were observed in none of the observed variables. Conclusion: The EGb dry extract exposition to prepuberal and puberal rats do not alter the reproductive system development.


Assuntos
Humanos , Ratos , Maturidade Sexual , Ginkgo biloba/toxicidade , Genitália Masculina/efeitos dos fármacos , Ratos Wistar
5.
Rev. interdisciplin. estud. exp. anim. hum. (impr.) ; 6(único): 7-14, dezembro 2014. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-964722

RESUMO

O Extrato de Ginkgobiloba (EGb) é um dos fitoterápicos mais consumidos no mundo. Entretanto ainda há escassez de ensaios toxicológicos em animais e o risco à exposição humana principalmente pelos compostos alquilfenóis, representados pelos ácidos ginkgólicos, que podem causar quadros alérgicos e serem compostos mutagênicos e carcinogênicos. O presente trabalho teve o objetivo de avaliar a toxicidade sistêmica do EGb. Oitenta ratos Wistar de três meses de idade foram tratados com água destilada (Grupo Controle) e extrato aquoso de Ginkgobilobanas seguintes doses: 3,5 (EGb 3,5); 7,0 (EGb 7,0) e 14,0mg/kg (EGb 14,0) uma vez ao dia, por 56 dias consecutivos. Foram avaliados semanalmente, o peso dos animais (g) e a estimativa de consumo diário de ração (g). Indícios de sinais de toxicidade sistêmica como perda de peso, piloereção, diarreia, cromodacriorreia, estereotipias, alterações da atividade locomotora e comportamentais e mortes também foram monitorados. Após anestesia, o sangue dos animais foi coletado para avaliação de hemograma completo e dosagem bioquímica de ureia, creatinina e alanina aminotransferase (ALT). Após a eutanásia, os animais foram submetidos à necropsia e os testículos esquerdo e direito, epidídimo esquerdo, vesícula seminal repleta, próstata ventral, rins esquerdo e direito, fígado e baço foram removidos e pesados em balança de precisão. Durante todo o procedimento experimental não foram observados nos animais sinais clínicos de toxicidade sistêmica e mortes. Houve diferenças estatísticas da estimativa de consumo de ração na sexta semana e oitava semanas de avaliação, embora sem diferença no peso corporal. Não houve diferença no peso dos órgãos e na análise bioquímica sérica. Na avaliação hematológica dos animais, houve diferença estatística significativa na hemoglobinometria em que o grupo EGb 14,0 apresentou-se estatisticamente superior ao grupo EGb 3,5.A concentração de hemoglobina globular média também apresentou diferença estatística significativa, em que o EGb 3,5 apresentou médias inferiores aos grupos EGb 7,0 e EGb 14,0 e o grupo controle apresentou média inferior ao grupo EGb 14,0. Sugere-se que o EGb no presente trabalho, e com as doses utilizadas, não causou toxicidade sistêmica e nem provocou alterações em órgãos de ratos Wistar.


The Ginkgobiloba Extract (EGb) is one of the most commonly consumed herbal in the world. However there are still few toxicity tests on animals and the risk of human exposure mainly by alkyl compounds, represented by acids, which can cause allergies and are mutagenic and carcinogenic compounds. This study had the objective of evaluate the systemic toxicity of EGb. Eighty Wistar rats, three months of age were treated with distilled water (Control Group) and aqueous extract Ginkgobilobanas following doses: 3.5 (EGb 3.5); 7.0 (EGb 7.0) and 14,0mg / kg (14.0 EGb) once a day for consecutive 56 days. Were evaluated weekly animal weight (g) and the estimated daily intake (g). Evidence of systemic signs of toxicity such as weight loss, piloerection, diarrhea, stereotypies and behavioral changes in motor activity and deaths were also monitored. After anesthesia, the animals were collected for evaluation of complete blood count and biochemical analysis of urea, creatinine and alanine aminotransferase (ALT). After euthanasia, the animals were autopsied and the left and right testis, left epididymis, seminal vesicle filled, ventral prostate, left and right kidneys, liver and spleen were removed and weighed on a precision scale. Throughout the experimental procedure were not observed in animals clinical signs of systemic toxicity and deaths. Were no statistical differences in the estimate of feed intake in the sixth week and eighth week evaluation, although no difference in body weight. There were no differences in organ weight and serum biochemical analysis. Hematological evaluation of the animals, there was a statistically significant difference in Hemoglobinometry where 14.0 EGb group was statistically higher than the EGb group 3,5. A mean corpuscular hemoglobin concentration also showed a statistically significant difference in the EGb 3 5 showed an average lower than 7.0 and EGb groups EGb 14.0 and the control group showed less than 14.0 EGb group. It is suggested that EGb in this work, and the doses used, did not cause systemic toxicity nor caused changes in organs of Wistar rats.


Assuntos
Animais , Ratos , Ginkgo biloba/toxicidade , Fitoterapia , Ratos Wistar , Hipersensibilidade a Drogas , Mutagênicos
6.
Rev. bras. plantas med ; 16(4): 819-825, oct.-dic. 2014. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-729889

RESUMO

Electrocardiographic effects produced by Ginkgo biloba extract (EGb) and by ginkgolides A (GA) and B (GB), and bilobalide (BB) were investigated in guinea pig heart mounted in Langendorff apparatus (Tyrode, 34 ± 0.1 ºC, 95% O2, 5% CO2). Electrocardiographic parameters were evaluated in the conditions: 1) control with Tyrode and DMSO, 2) EGb (n=4), GA (n=5), GB (n=5) or BB (n=6), and 3) washout. The results showed that 0.1 and 1.0 mg/ml of EGb do not change the electrocardiographic parameters. However, 10 mg/ml of EGb increased the PR interval (PRi) at 21% (p<0.001). This increase was also observed for 50 mM GA (20%, p<0.001) and 70 mM BB (13%, p<0.001), which indicates Ca2+ channel block. However, the 50 mM GB reduced the PRi at 11 % (p<0.001). The GA (23%, p<0.001), GB (16%, p<0.001), and BB (40%, p<0.001) reduced the QT interval (QTi), which suggests the activation of the potassium channel. However, EGb increased QTi (6%, p<0.001). The EGb (28%, p<0.05) and GB (13%, p<0.05) reduced the heart rate. Atrioventricular (AV) block was observed with EGb, GA, and BB. We can conclude that EGb and its terpenoids alter the ECG parameters inducing AV block, which indicates possible arrhythmogenic potential.


Os efeitos eletrocardiográficos produzidos pelo extrato de Ginkgo biloba (EGb) e gingkolídeos A (GA) e B (GB), e bilobalide (BB) foram investigados em coração de cobaia montado sistema de Langendorff (Tyrode, 34 ± 0.1 ºC, 95% O2, 5% CO2). Os parâmetros do ECG foram avaliados nas condições: 1) Tyrode e DMSO, 2) EGb (n=4), GA (n=5), GB (n=5) ou BB (n=6) diluídos em DMSO e 3) washout. Os resultados demonstram que 0,1 e 1,0 mg/mL de EGb não alteraram os parâmetros eletrocardiográficos. Entretanto, 10 mg/ml de EGb aumentaram o intervalo PR (PRi) em 21% (p<0.001). Esse aumento também foi observado com GA a 50µM (20%, p<0,001) e BB a 70 mM (13%, p<0,001) indicando bloqueio de canais de cálcio. Por outro lado, GB reduziu o PRi (11%, p<0,001). O intervalo QT (QTi) foi reduzido por GA (23%, p<0,001), GB (16%, p<0,001) e BB (40%, p < 0.001) sugerindo uma ativação de canais de potássio. Entretanto, EGb aumentou o QTi (6%, p<0.001). A frequência cardíaca foi reduzida por EGb (28%, p<0.05) e GB (13%, p<0.05). Bloqueios átrio-ventriculares (BAV) foram observados com EGb, GA e BB. Podemos concluir que EGb e os terpenos alteram parâmetros eletrocardiográficos induzindo BAV e demonstrando possível potencial arritmogênico.


Assuntos
Cobaias , Eletrocardiografia/estatística & dados numéricos , Ginkgo biloba/efeitos adversos , Extratos Vegetais/antagonistas & inibidores , Terpenos/análise , Bilobalídeos/farmacologia , Ginkgolídeos/análise , Coração/efeitos dos fármacos
7.
Braz. j. med. biol. res ; 47(9): 780-788, 09/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-719321

RESUMO

Ginkgo biloba extract (GbE) has been indicated as an efficient medicine for the treatment of diabetes mellitus type 2. It remains unclear if its effects are due to an improvement of the insulin signaling cascade, especially in obese subjects. The aim of the present study was to evaluate the effect of GbE on insulin tolerance, food intake, body adiposity, lipid profile, fasting insulin, and muscle levels of insulin receptor substrate 1 (IRS-1), protein tyrosine phosphatase 1B (PTP-1B), and protein kinase B (Akt), as well as Akt phosphorylation, in diet-induced obese rats. Rats were fed with a high-fat diet (HFD) or a normal fat diet (NFD) for 8 weeks. After that, the HFD group was divided into two groups: rats gavaged with a saline vehicle (HFD+V), and rats gavaged with 500 mg/kg of GbE diluted in the saline vehicle (HFD+Gb). NFD rats were gavaged with the saline vehicle only. At the end of the treatment, the rats were anesthetized, insulin was injected into the portal vein, and after 90s, the gastrocnemius muscle was removed. The quantification of IRS-1, Akt, and Akt phosphorylation was performed using Western blotting. Serum levels of fasting insulin and glucose, triacylglycerols and total cholesterol, and LDL and HDL fractions were measured. An insulin tolerance test was also performed. Ingestion of a hyperlipidic diet promoted loss of insulin sensitivity and also resulted in a significant increase in body adiposity, plasma triacylglycerol, and glucose levels. In addition, GbE treatment significantly reduced food intake and body adiposity while it protected against hyperglycemia and dyslipidemia in diet-induced obesity rats. It also enhanced insulin sensitivity in comparison to HFD+V rats, while it restored insulin-induced Akt phosphorylation, increased IRS-1, and reduced PTP-1B levels in gastrocnemius muscle. The present findings suggest that G. biloba might be efficient in preventing and treating obesity-induced insulin signaling impairment.


Assuntos
Animais , Masculino , Adiposidade/efeitos dos fármacos , Dislipidemias/tratamento farmacológico , Ginkgo biloba/química , Obesidade/tratamento farmacológico , Fitoterapia , Glicemia/análise , HDL-Colesterol/sangue , LDL-Colesterol/sangue , Dieta Hiperlipídica/efeitos adversos , Dislipidemias/metabolismo , Ingestão de Alimentos/efeitos dos fármacos , Teste de Tolerância a Glucose , Hipoglicemia/sangue , Proteínas Substratos do Receptor de Insulina/análise , Resistência à Insulina/fisiologia , Insulina/metabolismo , Músculo Esquelético/química , Obesidade/etiologia , Extratos Vegetais/uso terapêutico , Proteína Tirosina Fosfatase não Receptora Tipo 1/análise , Proteínas Proto-Oncogênicas c-akt/análise , Ratos Wistar , Transdução de Sinais/efeitos dos fármacos , Triglicerídeos/sangue
8.
Braz. j. pharm. sci ; 48(4): 659-665, Oct.-Dec. 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-665862

RESUMO

Sickle cell disease promotes hemolytic anemia and occlusion of small blood vessels due to the presence of high concentrations of hemoglobin S, resulting in increased production of reactive oxygen species and decreased antioxidant defense capacity. The aim of this study was to evaluate the protective action of a standardized extract of Ginkgo biloba (EGb 761), selected due to its high content of flavonoids and terpenoids, in erythrocytes of patients with sickle cell anemia (HbSS, SS erythrocytes) subjected to oxidative stress using tert-butylhydroperoxide or 2,2-azobis-(amidinepropane)-dihydrochloride, in vitro. Hemolysis indexes, reduced glutathione, methemoglobin concentrations, lipid peroxidation, and intracellular reactive oxygen species were determined. SS erythrocytes displayed increased rates of oxidation of hemoglobin and membrane lipid peroxidation compared to normal erythrocytes (HbAA, AA erythrocytes), and the concentration of EGb 761 necessary to achieve the same antioxidant effect in SS erythrocytes was at least two times higher than in normal ones, inhibiting the formation of intracellular reactive oxygen species (IC50 of 13.6 µg/mL), partially preventing lipid peroxidation (IC50 of 242.5 µg/mL) and preventing hemolysis (IC50 of 10.5 µg/mL). Thus, EGb 761 has a beneficial effect on the oxidative status of SS erythrocytes. Moreover, EGb 761 failed to prevent oxidation of hemoglobin and reduced glutathione at the concentrations examined.


A doença falciforme promove anemia hemolítica e oclusão dos pequenos vasos, causados pela presença de altas concentrações de hemoglobina S, cujas consequências incluem a produção aumentada de espécies reativas de oxigênio e diminuição da capacidade de defesa antioxidante. O objetivo desse estudo foi avaliar a ação protetora de um extrato padronizado de Ginkgo biloba (EGb 761), selecionado devido ao seu alto conteúdo de flavonóides e terpenóides, em eritrócitos de pacientes com anemia falciforme (HbSS, eritrócitos SS) submetidos ao estresse oxidativo usando terc-butil-hidroperóxido e 2,2-azobis-(amidinopropano)-diidrocloreto, in vitro. Índices de hemólise, glutationa reduzida, concentração de metemoglobina, peroxidação lipídica e espécies reativas de oxigênio foram determinados. Eritrócitos de pacientes com anemia falciforme apresentaram taxas aumentadas de oxidação da hemoglobina e peroxidação lipídica e a concentração de EGb 761 necessária para atingir o mesmo efeito antioxidante foi pelo menos duas vezes maior em relação aos eritrócitos normais (HbAA, eritrócitos AA), inibindo a formação de espécies reativas de oxigênio (IC50 de 13.6 µg/mL), prevenindo parcialmente a peroxidação lipídica (IC50 de 242.5 µg/mL) e prevenindo a hemólise (IC50 de 10.5 µg/mL). Portanto, EGb 761 possui um efeito benéfico no estado oxidativo dos eritrócitos SS. Entretanto, o EGb 761 não preveniu a oxidação da hemoglobina e da glutationa reduzida, nas concentrações examinadas.


Assuntos
Humanos , Anemia Falciforme/classificação , Eritrócitos/classificação , Ginkgo biloba/classificação , Estresse Oxidativo/imunologia , Compostos Azo/farmacocinética
9.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 78(3): 122-128, maio-jun. 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-638592

RESUMO

Os agrotóxicos são amplamente utilizados na agricultura e, atualmente, fazem parte do grupo de agentes químicos que podem levar à perda auditiva. A identificação de drogas que, associadas aos ototóxicos, possam atuar como otoprotetores é objeto de estudo. OBJETIVO: Analisar a existência de efeito otoprotetor do extrato de Ginkgo biloba aos possíveis danos cocleares causados pelo agrotóxico do grupo dos organofosforados - metamidofós, avaliando-se as alterações anatômicas por meio da microscopia eletrônica de superfície. MATERIAL E MÉTODO: Estudo experimental prospectivo utilizando 21 cobaias, que sofreram ação da administração de soro fisiológico, agrotóxico e ginkgo biloba isoladamente e associadas, durante sete dias consecutivos. Após, as cócleas foram removidas e avaliadas anatomicamente pela microscopia eletrônica de varredura. RESULTADOS: As cobaias submetidas ao agrotóxico apresentaram alterações morfológicas cocleares, com lesões nas três espiras analisadas na microscopia eletrônica, intensificadas de acordo com a dosagem recebida do agente. As cobaias tratadas com agrotóxico e Ginkgo biloba apresentaram uma manutenção da arquitetura ciliar nas células ciliadas externas em todas as espiras da cóclea. CONCLUSÃO: O extrato de Ginkgo biloba, por sua ação antioxidante, atuou como fator otoprotetor à ototoxicidade pelo agrotóxico em cobaias.


Pesticides are widely used in agriculture, despite the risk of hearing loss related to the exposure to their chemical components. This study looks into protective drugs to counteract the ototoxicity of pesticides. OBJECTIVE: This study aims to analyze the effect ginkgo biloba extract may have in protecting against possible cochlear damage caused by organophosphate pesticides (methamidophos). Anatomic changes are assessed through surface and electron microscopy. MATERIALS AND METHODS: This is a prospective experimental study. Twenty-one guinea pigs were given saline solution, pesticide, and ginkgo biloba alone or combined for seven consecutive days. Then their cochleas were removed and examined in a scanning electron microscope. RESULTS: Pesticide-exposed guinea pigs had morphological alterations in their cochleas and injuries in the three turns analyzed through electron microscopy. Injury intensity varied according to the dosages of the agents given to the test subjects. Guinea pigs treated with pesticide and ginkgo biloba maintained the architecture of their outer hair cells in all cochlear turns. CONCLUSION: The antioxidant properties found in the ginkgo biloba extract protected guinea pigs from pesticide ototoxicity.


Assuntos
Animais , Cobaias , Cóclea/efeitos dos fármacos , Ginkgo biloba/química , Compostos Organotiofosforados/toxicidade , Praguicidas/toxicidade , Extratos Vegetais/uso terapêutico , Cóclea/ultraestrutura , Microscopia Eletrônica de Varredura , Estudos Prospectivos
10.
Rev. bras. plantas med ; 14(1): 34-42, 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-644611

RESUMO

Ginkgo biloba e Panax ginseng são plantas utilizadas na medicina tradicional. O objetivo do estudo foi avaliar a histologia gonadal de ratos machos e fêmeas Wistar submetidos aos tratamentos com o extrato de G. biloba (120 mg kg-1) ou P. ginseng (200 mg kg-1), e avaliar os parâmetros reprodutivos e fetais das ratas tratadas com as plantas. O grupo controle recebeu solução fisiológica 0,9%. Os tratamentos foram efetuados por via oral através de gavage, duas vezes ao dia, durante quinze dias consecutivos. Após este período, machos (n=18) e fêmeas (n=18) foram sacrificados e as gônadas coletadas, pesadas e processadas para avaliação microscópica. Outras fêmeas (n=18) foram acasaladas com machos não tratados para avaliação da fertilidade e produtos da gestação. Os resultados indicaram que o peso dos órgãos reprodutivos masculino e feminino não foi afetado pelos tratamentos. A estrutura gonadal dos machos e fêmeas mostrou o mesmo padrão histológico nos três grupos experimentais. O tratamento materno pré-gestacional com os extratos não promoveu alterações no desempenho reprodutivo das matrizes e nos parâmetros fetais. Concluiu-se que o extrato de P. ginseng ou G. biloba não causou toxicidade reprodutiva em ratos machos e fêmeas.


Ginkgo biloba and Panax ginseng are plants used in the traditional medicine. The aim of study was to analyse the gonadal histology of the Wistar male and female rats submitted to the treatments with extract of G. biloba (120 mg kg-1) or P. ginseng (200 mg kg-1), and to evaluate the reproductive and fetal parameters of female rats treated with the plants. The control group received physiological solution 0.9%. The treatments were administered by oral gavage, twice/day, during fifteen consecutive days. After this period, male (n=18) and female rats (n=18) were sacrificed and the gonads collected, weighed and processed for microscopic evaluation. Another females (n=18) were matted with not treated males for evaluation of fertility and pregnancy outcome. The results indicated that the male and feminine reproductive organs weight was not affected by treatments. The gonadal structure of male and female rats showed same histologic pattern in the three experimental groups. The pre-gestational treatment with the extracts not promoted alterations in the reproductive performance of dams and in the fetal parameters. It was concluded that the extract of P. ginseng or G. biloba not presented reproductive toxicity in the male and female rats.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Ratos , Ginkgo biloba/metabolismo , Gônadas/anormalidades , Extratos Vegetais/análise , Ovário , Panax/metabolismo , Reprodução , Testículo
11.
Bol. latinoam. Caribe plantas med. aromát ; 10(2): 147-154, mar. 2011. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-686994

RESUMO

Gingko biloba has been one of the most used medicinal plants all over the world in the past years. In this study, our group has studied the effect of a hydroethanolic extract from the aerial parts of this plant on the growth and morphological differentiation of trypanosomatids. Herpetomonas samuelpessoai and Herpetomonas sp were used in this study. The extract was obtained in a Soxhlet apparatus (50 oC, 2 hours). This extract was aseptically added to Roitman’s medium in different concentrations (4, 20, 40, 60, 80 and 100 mg/ml). The growth rate was determined using a Newbauer chamber to count numbers of cells after the extract inoculation (24 and 72 hours later). Smears stained by the Panotic method was used to determine the percentages of pro, para and opisthomastigote forms. The extract inhibited Herpetomonas sp growth in concentrations higher than 20 mg/ml. H. samuelpessoai has been inhibited in doses higher than 40 mg/ml. No morphological differentiation was observed in Herpetomonas sp cell. However, morphological differentiations could be noticed in H. samuelpessoai cell using doses higher than 40 mg/ml. These alterations are probably related to the cell division process, since cells with 3 or 4 nucleus were observed. Also, cytoplasmatic expansions, representing unsuccessful process of cell division were frequently found out. Further ultrastructural analysis using a transmission electron microscope showed cells with homogeneous nucleus or the absence of it. Protozoan protein profile was also analyzed. It was possible to notice changes in both trypanosomatids used in this study. H. samuelpessoai has shown over expression and accumulation of proteins which its degradation is essential to continue the cell differentiation. Also, it is possible to suggest that this extract acts through the modulation of the genetic expression and may be harmful to human cells if not purified.


Gingko biloba es una de las plantas medicinales más utilizadas en todo el mundo en los últimos años. En este estudio, nuestro grupo ha estudiado el efecto de un extracto hidroetanólico de la parte aérea de esta planta sobre el crecimiento y la diferenciación morfológica de tripanosomátidos. Herpetomonas samuelpessoai y Herpetomonas sp se utilizaron en este estudio. El extracto se obtuvo en un aparato Soxhlet (50° C/2 horas). Este extracto se agregó asépticamente a medio Roitman en diferentes concentraciones (4, 20, 40, 60, 80 y 100 mg /ml). La tasa de crecimiento se determinó utilizando una cámara de Newbauer para contar el número de células después de la inoculación de extracto (24 y 72 horas más tarde). Frotis teñidos por el método Panotic se utilizó para determinar los porcentajes de pro, para y las formas opistomastigota. El extracto inhibió el crecimiento Herpetomonas sp en concentraciones superiores a 20 mg /ml. H. samuelpessoai se ha inhibido en dosis superiores a 40 mg /ml. No se observó diferenciación morfológica en la celda Herpetomonas sp. Sin embargo, las diferenciaciones morfológicas se pudo observar en la celda H. samuelpessoai con dosis superiores a 40 mg /ml. Estas alteraciones son probablemente relacionado con el proceso de división celular, ya que las células con 3 o 4 núcleos se observaron. Además, las expansiones citoplasmáticas, lo que representa el proceso fallido de la división celular se encontraron con frecuencia hacia fuera. Un análisis más detallado ultraestructural usando microscopio electrónico de transmisión mostró células con núcleo homogéneo o la ausencia de ella. El perfil de proteínas por Protozoarios también se ha analizado. Fue posible notar cambios tanto en tripanosomátidos utilizados en este estudio. H. samuelpessoai ha demostrado a lo largo de expresión y la acumulación de proteínas que su degradación es esencial para continuar con la diferenciación celular. Además, es posible sugerir que este extracto...


Assuntos
Extratos Vegetais/farmacologia , Ginkgo biloba/química , Trypanosomatina/crescimento & desenvolvimento , Trypanosomatina , Eletroforese , Folhas de Planta/química , Microscopia Eletrônica de Transmissão , Trypanosomatina/ultraestrutura
12.
Niterói; s.n; 2011. 64 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-688421

RESUMO

A partir de 1984, houve a comprovação de que os ginkgolídeos, componentes do extrato de Ginkgo biloba 761 (EGb) possuem atividade potente e específica como antagonistas do fator ativador plaquetário (PAF), um importante agente mediador de reações inflamatórias em vários tipos celulares. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito (in vivo) do extrato de Ginkgo biloba 761 em doses terapêuticas em um modelo animal. Os métodos empregados neste estudo foram baseados nos trabalhos de MORENO et al (2007). Utilizamos ratos Wistar de até 3 meses de idade com massa corporal entre 180 e 240 gramas. Estes animais foram submetidos nos últimos 8 dias do protocolo experimental ao extrato de ginkgo biloba 761 por via oral ...A introdução de EGb (dose terapêutica) em ratos saudáveis pode promover alterações na fisiologia do rim, mas não suficientes para modificar a arquitetura Glomerular, inclusive a nível ultra estrutural (microscopia eletrônica).


Assuntos
Animais , Ratos , Análise de Variância , Ginkgo biloba , Ginkgolídeos , Rim , Microscopia Eletrônica , Ratos Wistar
13.
Botucatu; s.n; 2011. 103 p. ilus.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-682198

RESUMO

O presente estudo teve como objetivo avaliar as propriedades quimioprotetoras e terapêuticas do extrato de Ginkgo biloba (EGb) sobre o desenvolvimento de lesões mamárias neoplásicas induzidas pela dimetil(a)benzoantraceno (DMBA) em ratas da linhagem Sprague-Dawley. No artigo 1 (Quimioprevenção), os animais foram divididos aleatoriamente em quatro grupos experimentais, sendo dois grupos controles (Positivo e Negativo) e dois grupos teste. Aos 51 dias de idade, as fêmeas receberão por gavagem (i..g) dose única de 60mg/kg de DMBA ou de óleo de Canola (veiculo da DMBA) e receberam ou não a substância teste (EGb) misturada à ração basal nas concentrações de 0,1 e 0,2%. Ao final da 18ª semana, todos os animais foram eutanasiados na câmara de CO2 e foram coletados ovários, úteros e tumores mamários, fixados em formalina tamponada 10% e processados histologicamente para as análises histopatológicas. Também foram coletadas e congeladas (nitrogênio líquido) amostras dos tumores mamários para a análise dos níveis protéicos de bax, bcl-2 e do receptor de estrógenoalfa (RE-a). O tratamento com EGb nas duas concentrações não modificou a latência, incidência, multiplicidade e tipos histológicos das neoplasias mamárias e não foi capaz de impedir o crescimento e malignidade dessas neoplasias. Além disso, o EGb não alterou os níveis das proteínas apoptóticas bax, bcl-2 e do RE-a nas neoplasias mamárias induzidas pela DMBA. No artigo 2 (Terapêutica), todos os animais foram iniciados pela DMBA (80mg/kg; i.g.). A partir do momento que apresentaram tumores mamários palpáveis, os animais foram divididos aleatoriamente em quatro grupos experimentais recebendo ou não o tratamento com Tamoxifeno (TAM) (10mg/kg; i.g.) e/ou EGb (50-100mg/kg; i.p.) durante 28 dias consecutivos...


The present study was designed to investigate the chemopreventive and therapeutic properties of Ginkgo biloba extract (EGb) on 7,12-dimethylbenz( o)anthracene (DMBA)-induced mammary tumors in female Sprague-Dawley rats (SD). In the manuscript 1 (Chemoprevention), the experimental design comprised of four experimental groups, including two control groups (positive e negative) and two test-groups. The 51 days-old female SD rats received a single dose of DMBA (60 mg/kg, i.g.) or a single administration of Canola oil (DMBA vehicle) and were fed with basal diet or EGb supplemented diet at 0,1 or 0,2 %. At 18th week, all animals were euthanized in CO2 atmosphere, the ovaries, uterus and mammary tumors were fixed in 10% phosphate-buffered formalin and processed in order to provide 5-μm thick paraffin sections for histological analysis. Also, tumor samples were frozen in liquid nitrogen for the analysis of bax, bcl-2 and estrogen receptor alpha (ER-a) protein expression by Western blot. The EGb intake did not alter the latency, incidence, multiplicity and histological pattern, neither the growth and malignancy of the mammary tumors. Besides, the treatment with EGb did not modify the bax, bcl-2 and estrogen receptor alpha (ER-a) expression in the mammary neoplasm induced by DMBA. In the manuscript 2 (Therapy), the experimental design comprised of four experimental groups. Female SD rats bearing palpable mammary neoplasms induced by DMBA (80 mg/kg b.wt., i.g.) received (G1) TAM (10 mg/kg b.wt., i.g.); (G2 and G3) TAM + EGb (50 or 100 mg/Kg b.wt., i.p.) or (G4) EGb (100 mg/kg b.wt., i.p.) during 28 days...


Assuntos
Animais , Feminino , Ratos , Ginkgo biloba , Neoplasias da Mama/tratamento farmacológico , Tamoxifeno , Ratos Sprague-Dawley
14.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-964419

RESUMO

Introdução: O extrato de Gingko biloba (GBE) é um fitoterápico usado no tratamento de doenças degenerativas e em estudos recentes tem sido demonstrado efeito nefro e hepatoprotetor de seus componentes. Material e métodos: No presente estudo, 120 ratas Wistar prenhes foram distribuídas em dois grupos experimentais ­ GB 15 e GB 21 ­ tratadas, respectivamente, do primeiro ao oitavo dia da prenhez e do oitavo ao vigésimo dia com 0, 3,5; 7,0 ou 14mg/kg/dia de extrato aquoso de GBE, via gavagem. Os animais foram eutanaziados por exsanguinação total, sob anestesia, no 15º dia ou no 20º dia de prenhez. Os seguintes parâmetros foram avaliados no sangue coletado: eritrograma, leucograma, dosagens séricas de ureia, creatinina, ALT, AST, colesterol e triglicérides. Resultados: Não foram encontradas alterações significativas no padrão hematológico de ratas tratadas nos grupos GB 15 e GB 21. Em relação ao perfil bioquímico, o grupo GB 15, tratado com as doses de 7 e 14mg/kg, evidenciou aumento dos níveis de colesterol e redução de ALT, ureia e creatinina. No grupo GB 21, tratado com as mesmas doses, não se observou aumento de colesterol, mas sim de ureia, enquanto que ALT e creatinina reduziram-se da mesma maneira que no grupo GB 15. Conclusões: Os resultados sugerem que o GBE não altera os padrões hematológicos, porém, no início da gestação aumenta os níveis de colesterol, enquanto que no final da gestação não altera o colesterol, aumentando a ureia, e durante os dois períodos de gestação reduz creatinina e ALT, o que parece confirmar os efeitos nefro e hepatoprotetor.


Introduction: The Ginkgo biloba extract (GBE) is a phytotherapic used in the treatment of neurodegenerative diseases and recent studies have demonstrated nephro and hepatoprotector effects of its components. Material and methods: In this study 120 pregnant Wistar rats were distributed among two experimental groups - GB15 e GB21 ­ treated respectively from the first to eight day of pregnancy and to the eight to de 20th day, with zero, 3.5, 7 or 14mg/kg/day of aqueous extract of Gingko biloba by gavagem. Animals were euthanized by exsanguinations under anesthesia on 15th or 21th pregnancy day. The following parameters were analyzed in the blood hemogram, hematocrit, hemoglobin, total leukocytes, cholesterol, triglycerides, urea, creatinine, aspartato aminotransferase (AST/TGO), alanina aminotransferase (ALT/TGP). Results: No hematological alteration was observed in either group. With respect to biochemistry profile the GB15, group treated with 7 and 14mg/kg, showed higher level of cholesterol and lower level of ALT, urea and creatinin. In the group GB21, treated with the same dose, there was no cholesterol alteration but higher level of urea whereas ALT and creatinin where lower than control as in GB15 group. Conclusions: GBE seems do not alter hematological profile but at early gestation increase the cholesterol level. At latter gestation do not alter cholesterol but increase urea levels. At all period of the gestation the GBE decrease creatinine and ALT seems to confirm possible nepro and hepatic protector effect.


Assuntos
Animais , Gravidez , Ratos , Fenômenos Bioquímicos/efeitos dos fármacos , Ginkgo biloba/metabolismo , Testes Hematológicos/métodos , Ratos Wistar
15.
Int. j. morphol ; 28(3): 765-770, Sept. 2010. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-577183

RESUMO

Ginkgo biloba is considered to be an alternative drug for various indications; unfortunately very few studies are available on its side effects. This present study describes the harmful effects of Ginkgo biloba on developing fetal liver. Two experimental groups of six pregnant female mice each were given Ginkgo biloba at human therapeutic dose (A) and a higher dose (B) throughout the gestation period. A third group (C) was taken as a control and given distilled water only. Fetal livers were examined and the effects of the drug observed. There were signs of congestion and fatty change along with dilatation of sinusoids in a dose dependent manner concluding that Ginkgo biloba affects fetal liver.


La Ginkgo biloba es considerada, en varias indicaciones, como un medicamento alternativo; sin embargo, existen pocos reportes disponibles sobre sus efectos secundarios. Este estudio describe los efectos nocivos de Ginkgo biloba en el desarrollo del hígado fetal. Dos grupos experimentales de 6 ratones hembras preñadas recibieron Ginkgo biloba en la dosis terapéutica humana (A) y una dosis más alta (B) por el período de gestación. Un tercer grupo control (C) recibió agua destilada. Los hígados fetales fueron examinados y observados los efectos de la droga. Hubo signos de congestión y degeneración grasa, junto con la dilatación de sinusoides en función de la dosis. Como conclusión la Ginkgo biloba afecta el hígado fetal.


Assuntos
Humanos , Feminino , Ratos , Feto , Ginkgo biloba/efeitos adversos , Fígado , Fígado/patologia , Preparações de Plantas/efeitos adversos , Feto/patologia , Ginkgo biloba/toxicidade , Hepatócitos , Hepatócitos/patologia , Fotomicrografia , Preparações de Plantas/toxicidade
16.
Rev. ciênc. farm. básica apl ; 31(2)maio-ago. 2010.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-570148

RESUMO

O extrato de Ginkgo biloba (EGb 761) e exercícios físicos isoladamente são capazes de modificar as funções cognitivas e aliviar os sintomas de ansiedade. Contudo, estes tratamentos em conjunto devem ser caracterizados. Em nossa pesquisa, verificamos que a administração oral repetida do extrato (40 ou 80 mg/kg/dia) e o exercício de natação ao qual os ratos eram submetidos causaram aumento de entradas destes animais nos braços fechados do labirinto em cruz elevado e diminuição da imobilidade dos mesmos no campo aberto, sugerindo um aumento de suas atividades motoras. Além disso, o exercício de natação aumentou a exploração no campo aberto e o tratamento com EGb 761 cancelou este efeito, sugerindo a interação entre EGb 761 e exercício de natação, provavelmente com um mesmo substrato neurobiológico capaz de minimizar a atividade exploratória em ratos nadadores. Análises comportamentais sobre o teste de reconhecimento de objetos mostraram que, quando submetidos a exercício de natação e/ou tratamento com EGb 761 durante testes de 24 horas, os ratos nadadores levaram mais tempo explorando os novos objetos do que os familiares. Estes resultados mostram que o EGb 761 e os exercícios, ambos isolados ou em conjunto, têm um poderoso efeito sobre a memória de longo-prazo. Entretanto, o proposto efeito ansiolítico do EGb 761 e de exercícios de natação pode ser questionado.


Either ingestion of a Ginkgo biloba proprietary extract (EGb 761) or physical exercise can enhance cognitive functioning and alleviate symptoms of anxiety; however, their combined effects have yet to be characterized. Rats subjected to repeated oral administration of the extract (40 or 80 mg/kg/day) and swimming exercise exhibited an increased number of closed-arm entries in the elevated plus-maze and decreased immobility in the open , suggesting an increase in motor activity. In addition, the exercise of swimming increased the exploration of the open and chronic treatment with EGb 761 could cancel this effect; this indicates interaction between EGb 761 and swimming exercise, which may show a common neurobiological substrate, capable of reducing exploratory activity in swimming rats. Analysis of behavior in the object-recognition test showed that rats subjected to swimming exercise and/or treatment with EGb 761, during tests of 24 hours, spent more time exploring novel objects than familiar ones. These results show that EGb 761 and/or physical exercise have powerful effects on long-term memory. However, the proposed anxiolytic characteristics of EGb 76 and swimming exercise may be questioned.


Assuntos
Animais , Ratos , Ansiedade , Ginkgo biloba , Memória , Natação
17.
Rev. bras. plantas med ; 12(2): 135-140, abr.-jun. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-578945

RESUMO

Ginkgo biloba é arbórea, decídua, cuja folhagem se torna amarelada no outono antes da queda das folhas, o que a torna valorizada em jardinagem. A estaquia é um método de propagação vegetativa baseado na capacidade das células em retomarem o processo de divisão celular, formando raízes em estacas destacadas de ramos provenientes de plantas matrizes. O presente trabalho teve como objetivos verificar a influência de diferentes substratos, assim como, a aplicação da auxina sintética o ácido indol butírico (AIB) no enraizamento de estacas de Ginkgo biloba. No inverno de 2005, ramos foram coletados e transportados até o Laboratório de Macropropagação, onde foram confeccionadas estacas sem folhas, com 10-12 cm de comprimento. Os tratamentos com regulador vegetal (T) foram T1- 0 mg L-1 AIB em solução; T2- 4000 mg L-1 AIB em solução; T3- 8000 mg L-1 AIB em solução; T4- 0 mg kg-1 AIB em talco; T5- 4000 mg kg-1 AIB em talco e T6- 8000 mg kg-1 AIB em talco. Para cada tratamento foram utilizados três diferentes substratos (S), S1- areia, S2- fibra de casca de coco (coxim) e S3- casca de arroz carbonizada. Após 120 dias da instalação, foram avaliadas as porcentagens de estacas enraizadas, vivas, com calos e mortas; o número de raízes por estaca e o comprimento das três maiores raízes por estaca. Os melhores resultados no enraizamento foram obtidos com estacas tratadas com 4000 e 8000 mg kg-1 AIB em talco, utilizando o coxim como substrato (45,00 e 46,25 por cento de enraizamento, respectivamente).


Ginkgo biloba is an arboreal and deciduous species, the foliage of which becomes yellowish in the autumn, before leaf drop, increasing its value for gardening. Cutting is a method of vegetative propagation based on the capacity of cells to recover the cell division process, originating roots in cuttings detached from branches of stock plants. This study aimed to verify the influence of different substrates, as well as the application of the synthetic auxin indole-3-butyric acid (IBA) in Ginkgo biloba cutting rooting. In the winter of 2005, branches were collected and sent to the Macropropagation Lab, where cuttings of 10-12cm length were made without leaves. The treatments with plant growth regulator (T) were T1- 0 mg L-1 IBA solution, T2- 4000 mg L-1 IBA solution, T3- 8000 mg L-1 IBA solution, T4- 0 mg kg-1 IBA in talc, T5- 4000 mg kg-1 IBA in talc, T6- 8000 mg kg-1 IBA in talc. Each treatment was planted in three substrates (S), S1- sand, S2- coir and S3- carbonized rice hull. After 120 days, the percentages of cuttings that were rooted, alive, with callus and dead were evaluated, besides the number of roots per cutting and the length of the three highest roots per cutting. The best results regarding rooting were obtained for cuttings treated with 4000 and 8000 mg kg-1 IBA in talc, by using coir as substrate (45.00 and 46.25 percent rooting, respectively).


Assuntos
Ginkgo biloba/crescimento & desenvolvimento , Substratos/métodos , Butiratos , Ácidos Naftalenoacéticos , Oryza , Casca de Planta , Solos Arenosos
18.
Rev. bras. geriatr. gerontol ; 13(1): 145-152, jan.-abr. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-640585

RESUMO

Com o envelhecimento da população, os distúrbios de memória têm-se tornado patologias cada vez mais frequentes. Com exceção de uma minoria dos casos cujas causas são reversíveis, estas doenças possuem prognóstico desanimador, curso inexorável e opções terapêuticas muito limitadas. O medicamento fitoterápico mais frequentemente utilizado para distúrbios de memória é o extrato seco de ginkgo biloba (GB). Suas ações antioxidantes, antiagregantes e vasodilatadoras têm encorajado diversos profissionais a utilizarem-no neste tratamento, porém não há registros convincentes que comprovem a eficácia do uso desta substância para tal fim. Objetivos: Avaliar a eficácia do GB na prevenção e no tratamento de distúrbios de memória. Métodos: Revisão sistemática da literatura dos últimos dez anos dos estudos clínicos duplo-cegos, randomizados, placebo-controlados, publicados na língua inglesa. Resultados e Conclusões: Embora tenhamos obtido poucos ensaios controlados sobre o tema, não há evidências suficientes para se indicar o uso da droga com a finalidade de tratar e/ou prevenir distúrbios de memória.


Assuntos
Idoso , Humanos , Extratos Vegetais/uso terapêutico , Ginkgo biloba/química , Fitoterapia , Transtornos da Memória/tratamento farmacológico , Antioxidantes/uso terapêutico , Ensaios Clínicos como Assunto , Método Duplo-Cego , Inibidores da Agregação de Plaquetas/uso terapêutico , Placebos , Resultado do Tratamento , Transtornos da Memória/prevenção & controle , Vasodilatadores/uso terapêutico
19.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-560259

RESUMO

Ginkgo biloba L. atua no aumento do fluxo sanguíneo dos tecidos protegendo-os contra os danos causados pela hipóxia, além de inibir a agregação plaquetária. Sua indicação terapêutica consiste em casos de desordens e sintomas decorrentes da deficiência do fluxo sanguíneo no cérebro e que podem acarretar na perda de memória, alteração da função cognitiva, tonturas, dor de cabeça, vertigens, estágios iniciais de demência, zumbidos, estágios iniciais de Alzheimer e demências mistas, entre outros. Neste sentido os medicamentos à base de Ginkgo biloba L. configuram entre os fitoterápicos mais vendidos do Brasil. As bulas têm como objetivo central esclarecer e informar, pacientes e profissionais da saúde, sobre seus benefícios e seus riscos com intuito de promover o uso racional de medicamento. Este estudo teve como objetivo analisar as informações contidas nas bulas de medicamentos à base Ginkgo biloba L., comercializadas no Brasil, frente à legislação nacional referente. Assim, em uma amostragem correspondente a 30 % de medicamentos registrados na ANVISA, pode-se constatar que nenhuma bula analisada neste trabalho encontra-se totalmente de acordo com as exigências da legislação vigente no Brasil.


Ginkgo biloba L. acts by increasing the blood flow in the tissues, thus protecting them against damage caused by hypoxia, besides inhibiting platelet aggregation. It is therapeutically indicated in cases of disorders and symptoms arising from deficient blood flow in the brain, such as memory loss, changes in cognitive function, dizziness, headache, vertigo, early stages of dementia, tinnitus, early stages of Alzheimer?s and other types of dementia. These symptoms occur mainly in elderly patients and there is a continuous rise in the consumption of this herbal medicine. Thus, the medicinal products based on G. biloba L. feature among the best-selling herbal medicines in Brazil. The main aim of drug package inserts is to enlighten and inform both patients and health professionals about the benefits and risks of medicines, with a view to promoting their rational use. In this study, the information contained in package inserts of herbal medicines based on G. biloba L., marketed in Brazil, were analyzed with reference to the national legislation. Thus, in a sample of 30% of these medicines, registered by ANVISA, it was discovered that not one of the package inserts examined complied fully with the legal requirements.


Assuntos
Humanos , Ginkgo biloba , Legislação de Medicamentos , Bulas de Medicamentos , Medicamentos Fitoterápicos
20.
Hig. aliment ; 23(170/171): 147-150, mar.-abr. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-558029

RESUMO

Atualmente, inúmeros ensaios têm demonstrado que os compostos bioativos encontrados em extratos vegetais, possuem eficácia no controle de reações oxidativas. Deste modo, este trabalho avaliou a efetividade de extratos obtidos das folhas de Ginkgo biloba L, como antioxidantes in vitro. Para tanto, elaboraram-se três extratos (um aquoso e dois purificados). As análises da atividade antioxidante, fenóis totais e redução de potência, foram realizadas para avaliar a ação antioxidante dos extratos. (...) O extrato aquoso apresentou um maior rendimento no conteúdo de fenóis totais, comparando-se com os extratos purificados, entretanto, a sua atividade antioxidante foi inferior, comprovando-se, deste modo, a maior eficácia da extração por fracionamento na seleção dos compostos ativos do Ginkgo biloba L.


Assuntos
Antioxidantes , Alimento Funcional , Ginkgo biloba , Fenóis , Brasil , Tecnologia de Alimentos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA