Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. biol ; 80(1): 87-96, Feb. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1089291

RESUMO

Abstract Asthma is an inflammatory disease of the lungs, and it causes oxidative stress. Lavandula dentata is an aromatic herb with anti-oxidative and anti-inflammatory activities. This study examined the activity of L. dentata extract on a guinea pig model of asthma. Adult males were divided into five groups: First group was control, second was asthma model induced by OVA, third was treated with L. dentata extract orally (300 mg/kg) for 21 days; the fourth was an asthma model with L. dentata extract (300 mg/kg) and fifth was treated with Tween 80 for 21 days. OVA treatment increased IgE, triglycerides, total cholesterol, glucose levels in serum, WBC count in blood and MDA in lungs. Also, OVA reduced SOD activity, GSH content in lungs, and GGT activity in serum (p<0.05). L. dentata extract treatment in asthma model reduced elevated IgE, triglycerides, total cholesterol, glucose levels in serum, and MDA in lungs (p<0.05), while it increased GSH content in lungs (p<0.05). These results suggest the possibility that L . dentata extract can exert suppressive effects on asthma, and may provide evidence that it is a useful agent for the treatment of allergic airway disease, it also limits oxidative stress induced by OVA. L. dentata extract appears to have hypolipidemic and hypoglycemic activities.


Resumo A asma é uma doença inflamatória dos pulmões e causa estresse oxidativo. Lavandula dentata é uma erva aromática com atividades anti-oxidantes e antiinflamatórias. Este estudo examinou a atividade do extrato de L. dentata em um modelo de asma de cobaia. Os machos adultos foram divididos em cinco grupos: o primeiro grupo foi controle, o segundo modelo foi o da asma induzido pela OVA, o terceiro foi tratado com extrato de L. dentata por via oral (300 mg / kg) por 21 dias; o quarto foi um modelo de asma com extrato de L. dentata (300 mg / kg) e o quinto foi tratado com Tween 80 por 21 dias. O tratamento com OVA aumentou a IgE, os triglicerídeos, o colesterol total, os níveis de glicose no soro, a contagem de leucócitos no sangue e o MDA nos pulmões. Além disso, o OVA reduziu a atividade da SOD, o conteúdo de GSH nos pulmões e a atividade da GGT no soro (p <0,05). O tratamento com extrato de L. dentata no modelo de asma reduziu a IgE elevada, triglicérides, colesterol total, níveis séricos de glicose e MDA nos pulmões (p <0,05), enquanto aumentou o conteúdo de GSH nos pulmões (p <0,05). Estes resultados sugerem a possibilidade do extrato de L. dentata poder exercer efeitos supressores sobre a asma, e pode fornecer evidências de que é um agente útil para o tratamento de doenças alérgicas das vias aéreas, além de limitar o estresse oxidativo induzido pela OVA. O extrato de L. dentata parece ter atividades hipolipemiantes e hipoglicêmicas.


Assuntos
Animais , Masculino , Asma , Lavandula , Líquido da Lavagem Broncoalveolar , Extratos Vegetais , Ovalbumina , Modelos Animais de Doenças , Cobaias
2.
Rev. bras. plantas med ; 17(4,supl.2): 992-999, 2015. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-771154

RESUMO

RESUMO Os óleos essenciais são metabolitos secundários que possuem diversas propriedades com elevado interesse, nomeadamente as biológicas. Estas propriedades englobam todas as atividades que esta mistura de compostos voláteis (principalmente monoterpenos, sesquiterpenos e fenilpropanóides) exerce sobre os seres humanos, animais e outras plantas. Os óleos essenciais apresentam grande valor económico, sendo os do género Lavandula dos mais comercializados e estudados devido à sua aplicabilidade industrial e propriedades terapêuticas As lavandulas são colhidas na natureza ou propagadas por técnicas convencionais, nomeadamente por estacaria. Mais recentemente, protocolos de micropropagação foram desenvolvidos para algumas espécies, permitindo a produção de plantas em larga escala disponíveis em qualquer período do ano e sem comprometer a biodiversidade das espécies. O desenvolvimento de plantas tetraplóides capazes de aumentar a produção de óleo essencial nas suas flores é outro meio eficaz para aumentar potencialmente o valor das espécies de Lavandula. Em Portugal existem 5 espécies nativas do género Lavandula, amplamente distribuídas pelo país. Contudo, o seu potencial industrial permanece praticamente inexplorado e em termos de mercado o seu reconhecimento é muito reduzido. Trabalhos recentes, baseados na avaliação das propriedades biológicas dos óleos essenciais e a forma como eles podem exercer os seus efeitos contribuíram para a valorização do potencial económico das lavandulas em Portugal. Esta revisão tenta dar uma visão geral de que forma a aplicação das culturas in vitro pode levar a uma maior produção de óleos essenciais em Lavandula spp., dando especial ênfase às lavandulas nativas de Portugal.


ABSTRACT Essential oils are secondary metabolites plants and, among other features, they own several biological properties. The term “biological” includes all activities that these mixtures of volatile compounds (mainly monoterpenes, sesquiterpenes, and phenylpropanoids) maintain on humans, animals and other plants. Essential oils have great economic value, being the genus Lavandula one of the most commercialized and studied type due to its dits industrial applicability and therapeutic properties. Lavenders are harvested in the nature or propagated using traditional methodologies. More recently micropropagation protocols have been developed for several Lavandula species allowing a production of a high amount of plants available at any time of the year without compromising the biodiversity of the species. Another efficient way to potentially increase the value of Lavandula species is through the development of tetraploid plants, capable of raising the production of essential oils in flowers. In Portugal, there are 5 native species of the genus Lavandula, widely distributed throughout the country. However, native Portuguese lavenders remain mainly unexplored and have received poor recognition in markets. A recent study was carried out in order to evaluate the biological properties of the oils and also to understand how they may exercise their effects, contributing to enhance the economic potential of lavandulas in Portugal. This review attempts to provide an overview about the application of in vitrocultivations for the production of essential oils in Lavandulaspp., with special emphasis on native lavandulas of Portugal.


Assuntos
Técnicas In Vitro/métodos , Lavandula/classificação , Óleos Voláteis/farmacologia , Portugal , Biotecnologia , Poliploidia , Revisão
3.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 71(3): 471-480, jul.-set. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-CTDPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ACVSES, SESSP-IALPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IALACERVO | ID: lil-696283

RESUMO

Neste estudo, foi determinada a composição química de óleos essenciais obtidos de três espécies de plantas medicinais cultivadas na região Sul do Brasil: Cymbopogon winterianus (citronela), Eucalyptus paniculata (eucalipto) e Lavandula angustifolia (lavanda), e as atividades antimicrobianas foram avaliadas frente a 11 espécies de bactérias, incluindo-se espécies de importância em alimentos e em saúde pública. A composição dos óleos essenciais, obtidos por destilação a vapor, foi determinada por CG/DIC e CG/EM; a atividade antimicrobiana foi detectada pela técnica de difusão em disco; a CMI e a CMB foram determinadas pela metodologia de microdiluição. Os óleos essenciais de lavanda e citronela apresentaram monoterpenos oxigenados como componentes majoritários e, no óleo essencial de eucalipto, os monoterpenos hidrocarbonados foram os principais constituintes. O óleo essencial de citronela foi o mais ativo contra a maioria das bactérias testadas, com valores de CMI e CMB, respectivamente, de 0,075 e 0,31mg/mL para Yersinia enterocolitica. O óleo essencial de lavanda destacou-se pela atividade inibitória contra Escherichia coli e Salmonella Typhimurium, e o óleo de eucalipto foi ativo contra Pseudomonas aeruginosa. Este estudo demonstra que os óleos essenciais avaliados apresentam potencial para aplicação como agentes antimicrobianos naturais.


Assuntos
Fatores Biológicos , Anti-Infecciosos , Cymbopogon , Eucalyptus , Lavandula , Plantas Medicinais , Óleos Voláteis
4.
Rev. bras. plantas med ; 14(1): 8-11, 2012. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-644607

RESUMO

Even though the Lavandula species may be propagated by seeds, it should not be the preferred propagation method because it causes a great lack of uniformity. On the other hand, asexually propagated lavender crops would provide more homogeneous crops, and clones from high quality plant material would increase the odds for obtaining a higher quality essential oil. However, problems such as poor rooting and restrict market availability for superior clones have been a problem in vegetative propagation of the Lavandula species. The objective of this work was to define which type and size of cutting is more adequate for cutting propagation of L. dentata, a very productive Lavandula species. Cuttings with 5, 8, 10 or 13 cm and from the apical or basal parts of stems cut from L. dentata stock plants were placed in Plantmax HT® filled polystyrene foam trays and kept under intermittent mist system for two months. Averages of root number, length of the longest root, fresh and dry root weight, and percentage of rooting were evaluated. Apical cuttings combined 97.9% rooting with an average of 13.2 roots per cutting and basal cuttings 93.7% rooting with 2.98 roots per cutting. Apical cuttings with at least 10 cm in length were considered the most adequate for cutting propagation of L. dentata.


Apesar de serem propagadas por sementes, as espécies de Lavandula deveriam ser preferencialmente propagadas por estaquia devido a grande falta de uniformidade causada pela primeira, enquanto que a propagação assexual da alfazema permite maior homogeneidade da lavoura e o uso de clones de alta qualidade aumentaria as chances de se obter óleo essencial de alta qualidade. No entanto, o baixo poder de enraizamento e o mercado restrito de clones superiores têm sido problemas para a propagação vegetativa de espécies de alfazema. O objetivo deste trabalho foi definir qual tipo e tamanho de estaca seriam mais adequados para a propagação de L. dentata, espécie muito produtiva de Lavandula, por estaquia. Estacas com 5, 8, 10 ou 13 cm das partes apical e basal de ramos de plantas matrizes de L. dentata foram colocados em bandejas de isopor com o substrato Plantmax HT® e mantidas em casa de vegetação sob nebulização por dois meses. As médias de número de raízes, comprimento da raiz mais longa, massa fresca e seca de raízes e porcentagem de enraizamento foram avaliadas. Estacas apicais apresentaram enraizamento de 97,9% e 13,2 raízes por estaca em média e as estacas basais 93,7% de enraizamento e 2,98 raízes por estaca. Estacas apicais com pelo menos 10 cm de comprimento foram consideradas as mais adequadas para a propagação da L. dentata por estaquia.


Assuntos
Lavandula/crescimento & desenvolvimento , Plantas Medicinais/classificação , Raízes de Plantas/anatomia & histologia
5.
Rev. bras. plantas med ; 13(4): 413-421, 2011. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-611446

RESUMO

O óleo essencial de Lavandula dentata L. possui importância econômica devido à utilização nas indústrias farmacêutica, cosmética e de higiene pessoal. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o teor e a composição do óleo essencial de inflorescências e folhas de lavanda em diferentes estádios de desenvolvimento. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 3, sendo três estádios de desenvolvimento floral (botão, pré-antese/antese e senescente) e duas épocas de colheita (janeiro e abril), com cinco repetições. As amostras de óleo essencial foram obtidas por hidrodestilação, sendo os constituintes analisados por cromatografia em fase gasosa acoplada à espectrometria de massas (CG/EM). Houve interação entre os fatores épocas de colheita e desenvolvimento floral no teor de óleo essencial das inflorescências, sendo observada média superior em botões florais colhidos em janeiro. Os estádios de desenvolvimento não alteraram o teor do óleo essencial das folhas. Os estádios de desenvolvimento influenciaram nos teores dos constituintes dos óleos essenciais das inflorescências e folhas. No óleo essencial em estádio de flor senescente da colheita de abril, observou-se teor elevado de 1,8-cineol, enquanto nos demais estádios de desenvolvimento os teores foram menores em ambas as épocas de colheita. Teores elevados de cânfora foram observados nos estádios de pré-antese/antese e senescente, na colheita de janeiro. O óleo essencial das folhas apresentou teor superior de 1,8-cineol em ramos com flores em estádio de pré-antese/antese. Os teores de cânfora e fenchona foram superiores em ramos contendo botões. O óleo essencial das folhas de ramos com botões e flores senescentes apresentou teor superior de linalol em relação ao óleo essencial das inflorescências.


The essential oil of Lavandula dentata L. has economic importance due to its utilization by pharmaceutical, cosmetic and personal care industries. The aim of this study was to evaluate the yield and composition of essential oil from lavender inflorescences and leaves in different development stages. The experimental design was completely randomized in 2 x 3 factorial arrangement, with three flower development stages (bud, pre-anthesis/anthesis and senescence) and two harvest periods (January and April), and 5 replicates. The essential oil samples were obtained by hydrodistillation, and the compounds were analyzed by gas chromatography coupled to mass spectrometry (GC/MS). There was an interaction between the factors harvest time and flower development on essential oil yield of inflorescences, and a superior average was observed for flower buds harvested in January. The development stages did not alter the essential oil yield of leaves. The development stages influenced the levels of compounds of the essential oil from inflorescences and leaves. For essential oil in senescent flower stage harvested in April, there was a high level of 1,8-cineol, whereas in the remaining development stages, the levels were lower in both harvest times. The levels of camphor increased in the pre-anthesis/anthesis and senescence in January harvest. The essential oil from leaves presented higher levels of 1,8-cineol in branches with flowers in pre-anthesis/anthesis. Camphor and fenchone levels were higher in branches with buds. The essential oil from leaves of branches with buds and senescent flowers showed higher levels of linalool than that from inflorescences.


Assuntos
Cultivos Agrícolas , Flores/crescimento & desenvolvimento , Lavandula/crescimento & desenvolvimento , Óleos Voláteis/análise , Folhas de Planta , Extratos Aromáticos , Cânfora , Extratos Vegetais/análise , Monoterpenos/agonistas
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA