Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 57
Filtrar
1.
Rev. Hosp. Ital. B. Aires (2004) ; 39(4): 128-134, dic. 2019.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1099754

RESUMO

Asociada o no a una enfermedad orgánica, la depresión tiene gran prevalencia en la práctica médica pero es subdiagnosticada. El trastorno del ánimo suele coexistir con variadas quejas somáticas y dolores crónicos, configurando síndromes mixtos con un diagnóstico diferencial complejo. En este artículo se describen distintas presentaciones clínicas de la depresión en medicina general, con énfasis en los estados depresivos atípicos, depresiones enmascaradas muy relevantes por su frecuencia y consecuencias: depresión posquirúrgica, cuadros dolorosos crónicos como cefaleas o lumbago, la fatiga crónica y la fibromialgia. Solo el reconocimiento y diagnóstico de la depresión subyacente posibilitará la implementación de las adecuadas intervenciones terapéuticas. Se revisan también algunas recomendaciones para el uso de antidepresivos en atención primaria y la eventual consulta psiquiátrica. (AU)


Associated or not with an organic disease, depression has a high prevalence in medical practice but is underdiagnosed. The mood disorder usually coexists with varied somatic complaints and chronic pain, forming mixed syndromes with a complex differential diagnosis. This article describes different clinical presentations of depression in general medicine, with emphasis on atypical depressive states, masked depressions very relevant for their frequency and consequences: post-surgical depression, chronic painful conditions such as headaches or lumbago, chronic fatigue and fibromyalgia. Only the recognition and diagnosis of the underlying depression will enable the implementation of appropriate therapeutic interventions. Some recommendations for the use of antidepressant drugs in primary care and the eventual psychiatric consultation are also reviewed. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Adulto Jovem , Atenção Primária à Saúde/tendências , Depressão/diagnóstico , Psiquiatria/tendências , Sinais e Sintomas , Transtornos Somatoformes/diagnóstico , Citalopram/efeitos adversos , Citalopram/uso terapêutico , Fibromialgia/complicações , Síndrome de Fadiga Crônica/complicações , Fluoxetina/efeitos adversos , Fluoxetina/uso terapêutico , Inibidores de Captação de Serotonina/efeitos adversos , Dor Lombar/complicações , Antagonistas Colinérgicos/efeitos adversos , Erros Médicos , Sertralina/efeitos adversos , Sertralina/uso terapêutico , Depressão/classificação , Depressão/complicações , Depressão/terapia , Depressão/epidemiologia , Medicina Geral , Dor Crônica/complicações , Cloridrato de Venlafaxina/efeitos adversos , Cloridrato de Venlafaxina/uso terapêutico , Cloridrato de Duloxetina/efeitos adversos , Cloridrato de Duloxetina/uso terapêutico , Inibidores da Recaptação de Serotonina e Norepinefrina/efeitos adversos , Cefaleia/complicações , Amitriptilina/efeitos adversos , Amitriptilina/uso terapêutico , Antidepressivos/administração & dosagem
2.
Med. leg. Costa Rica ; 34(2): 76-81, sep.-dic. 2017. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-894323

RESUMO

ResumenEl síndrome de fatiga crónica es una patología que se caracteriza por fatiga intensa de como mínimo seis meses de duración, que se acompaña de otros síntomas y que en ocasiones podría ser tan intenso que causa la disminución de las actividades cotidianas del individuo que lo padece. El comienzo de los síntomas puede ser repentino o también de forma paulatina, muchas veces las personas recuerdan el momento en que comenzó y el principio de estos puede ser un cuadro similar a una gripe. A continuación, se hará una revisión bibliográfica sobre los principales aspectos de esta enfermedad, causa, criterios diagnósticos y tratamiento.


AbstractChronic fatigue syndrome is a pathology characterized by intense fatigue of at least six months duration, which is accompanied by other symptoms and which at times could be so intense that it causes the daily activities of the individual suffering from it to diminish. The onset of symptoms may be sudden or also gradually, many times people remember the time they started and the beginning of these can be a flu-like four. Next, a bibliographic review will be done on the main aspects of this disease, cause, diagnostic criteria and treatment.


Assuntos
Humanos , Exame Físico , Síndrome de Fadiga Crônica/diagnóstico , Fadiga , Sensibilização do Sistema Nervoso Central
3.
Interface comun. saúde educ ; 20(56): 77-88, jan.-mar. 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-767966

RESUMO

Este artigo tem como objetivo explorar, do ponto de vista sociocultural, a emergência de duas entidades clínicas entre 1970 e 1980 que, no campo da clínica geral e dos saberes psi, nomeiam quadros centrados no sintoma da fadiga: a síndrome da fadiga crônica (CID-10 G93.3) e o burnout (CID-10 Z73.0). Pretendemos, após uma breve apresentação de ambas, analisar o surgimento dessas categorias, para indicar o cansaço e a exaustão como sintomas a serem tratados medicamente e explorar os pontos de aproximação e afastamento entre elas...


The objective of this article was, from a sociocultural perspective, to explore the emergence of two clinical entities between 1970 and 1980, which, in the fields of general clinical medicine and psycho-knowledge, give names to conditions centered on the symptom of fatigue: chronic fatigue syndrome (ICD-10 G93.3) and burnout (ICD-10 Z73.0). We intend, after a brief presentation of both of these, to analyze the emergence of these two categories, to acknowledge fatigue and exhaustion as symptoms to be medically treated, and to explore similarities and differences between them...


El objetivo de este artículo es explorar, desde el punto de vista sociocultural, la emergencia de dos entidades clínicas entre 1970 y 1980 que, en el campo de la clínica general y de los saberes psi, dan nombre a cuadros centrados en el síntoma de la fatiga: el síndrome de la fatiga crónica (CID-10 G93.3) y el burnout (CID-10 Z73.0). Pretendemos, después de una breve presentación de ambas, analizar el surgimiento de esas categorías, para indicar el cansancio y el agotamiento como síntomas que hay que tratar médicamente y explorar los puntos de aproximación y de separación entre ellas...


Assuntos
Humanos , Esgotamento Profissional , Síndrome de Fadiga Crônica , Sociologia Médica
4.
Rev. colomb. reumatol ; 23(1): 3-10, enero-marzo.2016. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-836078

RESUMO

(au)Introducción: La fibromialgia es una enfermedad crónica, caracterizada por dolor musculoesqueléticoasociado a otros síntomas. Se desconoce su etiología, el diagnóstico es clínico ylos tratamientos sintomáticos. El cómo afrontan los pacientes este dolor y su diagnósticoparece influir sobre su evolución y tratamiento.Objetivo: Evaluar el efecto de la catastrofización y ansiedad ante el dolor, sobre la capacidadfuncional y el consumo de fármacos de los pacientes con fibromialgia.Materiales y métodos: Estudio transversal de 50 pacientes con fibromialgia, citados en reumatologíadesde el 1 de enero hasta el 31 de marzo de 2014 y voluntarios de la Asociaciónde Enfermos de Fibromialgia de Asturias. Se registraron variables clínico-epidemiológicas,Cuestionario de Impacto de la Fibromialgia abreviado (CIF), Escala de Catastrofización Anteel Dolor (PCS-SP) y Escala de Síntomas de Ansiedad Ante el Dolor (PASS-20).Resultados: La correlación de Spearman entre PCS-SP y PASS-20 fue de 0,67 (p < 0,001), entreCIF y PASS-20 de 0,27 (p = 0,05) y entre CIF y PCS-SP de 0,03, sin significación estadística.La correlación con el consumo de fármacos fue: con PASS-20 0,41 (p = 0,003), con PCS-SP0,49 (p < 0,001) y con CIF 0,32 (p = 0,024). El coeficiente de correlación desde el inicio de lossíntomas fue: −0,21 (p = 0,14) con CIF, −0,16 (p = 0,26) con PCS y −0,25 (p = 0,08) con PASS-20.Conclusiones: Los niveles de ansiedad y catastrofización se encuentran fuertemente asociadosentre sí, sin embargo, ambos muestran una asociación débil con la capacidad funcional.Puntuaciones altas en las 3 escalas supusieron un aumento del consumo de fármacos. Conmayor tiempo de evolución de la fibromialgia parece disminuir el nivel de ansiedad, lacatastrofización y la repercusión funcional.


Assuntos
Humanos , Ansiedade , Catastrofização , Fibromialgia , Manejo da Dor , Síndrome de Fadiga Crônica
5.
J. bras. med ; 102(1)jan.-fev. 2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-712208

RESUMO

A síndrome de fadiga crônica (SFC) é uma condição clínica que, apesar de muito prevalente, tem tratamento controverso. A suplementação com substratos como glutamina e vitaminas pode atuar como adjuvante terapêutico. Os autores descrevem um medicamento que pode atender essa finalidade, composto por glutamina 200mg, glutamato de cálcio 250mg, cloridrato de piridoxina 20mg e fosfato de ditetraetilamônio 6mg. São descritas também as ações de cada um dos componentes, e como podem auxiliar na terapêutica da SFC e em períodos de convalescença em diversas condições.


The chronic fatigue syndrome (CFS) is a clinical condition which, although highly prevalent, treatment is controversial and supplementation of substrates such as glutamine and vitamins can act as therapeutic adjuvant. A drug composition that can serve this purpose, the composition is glutamine 200mg, 250mg calcium glutamate, 20mg pyridoxine hydrochloride and phosphate ditetraetilammonium 6mg is described. Also described the actions of each component and how they can assist in the treatment of CFS and in periods of convalescence from various other conditions described.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Síndrome de Fadiga Crônica/dietoterapia , Síndrome de Fadiga Crônica/terapia , Convalescença , Vitaminas na Dieta , Glutamatos/uso terapêutico , Glutamina/uso terapêutico , Minerais/uso terapêutico , Piridoxina/uso terapêutico , Suplementos Nutricionais , Tetraetilamônio/uso terapêutico
6.
Acta méd. (Porto Alegre) ; 33(1): [5], 21 dez. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-882328

RESUMO

Este artigo aborda o diagnóstico diferencial entre algumas das principais causas de síndrome mononucleose-like, bem como o seu manejo inicial pelo clínico.


This article discusses the differential diagnosis between some of the main causes of mononucleosis-like illnesses, as well as their initial management by the clinician.


Assuntos
Mononucleose Infecciosa , Síndrome Retroviral Aguda , Citomegalovirus , Síndrome de Fadiga Crônica , HIV , Toxoplasmose
7.
Rev. med. Risaralda ; 18(1): 29-35, jun. 2012.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-649070

RESUMO

Antecedentes: El síndrome de fatiga crónica (SFC) se caracteriza por cansancio persistente e inexplicado a pequeños esfuerzos tanto físicos como mentales, y suele acompañarse de un contexto sintomático tipo inflamatorio; su curso crónico y persistente ocasiona limitación funcional. Es una entidad subdiagnosticada y de etiología múltiple: puede ser infecciosa, de origen ambiental, tóxico y psicosocial; con prevalencia que oscila entre el 2,6% y el 2,8% en la población general; su frecuencia en población trabajadora ha sido muy poco explorada. Objetivo: Determinar la prevalencia del SFC en trabajadores de una fábrica de cierres del estado de Hidalgo, México. Métodos: Estudio transversal que incluyó una muestra por conveniencia no aleatoria de 137/152 (90%) trabajadores de una fábrica de cierres localizada en el estado de Hidalgo, México, y en quienes se exploraron diversas variables sociodemográficas, clínicas y laborales; para el diagnóstico de SFC se aplicaron los criterios del Centro de Control de Enfermedades (CDC) 1994. Se realizó análisis simple descriptivo con cálculo de prevalencia puntual. Resultados: En la población trabajadora estudiada se encontró una prevalencia de 19,71%, sin encontrar diferencias proporcionales de las variables estudiadas, excepto en su distribución por sexo (p<0,05) con predominio del sexo femenino. Conclusión: La prevalencia de SFC en el grupo de trabajadores estudiados fue más elevada que la referida en población general. Los resultados se apegan a la idea que el trabajo podría contribuir de manera importante al desarrollo de SFC.


Background: Chronic fatigue syndrome (CFS) is characterized by persistent fatigue and unexplained to small physical and mental effort, and usually accompanied by an inflammatory symptomatic context, its course is chronic and persistent that cause functional limitation. It is an underdiagnosed entity with multiple etiologies: it may be infectious, environmental, toxic or psychological, with prevalence that ranges between 2,6% and 2,8% in the general population, its frequency among workers has been very little explored. Objective: To determine the prevalence of CFS in workers at a zipper factory in the state of Hidalgo, Mexico. Methods: Cross-sectional study included a non random convenience sample of 137/152 (90%) workers in a factory zippers located in the state of Hidalgo, Mexico, and who were explored in several sociodemographic, clinical and labor variables; for CFS diagnose criteria of the Center for Disease Control (CDC) 1994 were applied. Simple descriptive analysis was performed to estimate punctual prevalence. Results: We determined prevalence of 19.71% in the working population studied, no differences in proportion of the studied variables, except sex distribution (p <0.05) with female predominance. Conclusion: CFS prevalence in the group of workers studied was higher than that reported in general population. Results agree with the idea that work could contribute significantly to CFS development.


Assuntos
Humanos , Síndrome de Fadiga Crônica , México , Saúde do Trabalhador , Indústrias , Prevalência
8.
Rev. chil. reumatol ; 28(3): 152-158, 2012. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-691037

RESUMO

La disautonomía es una condición médica frecuente que, por lo general, cursa sin ser diagnosticada y es causa de fatiga crónica, mareos, desmayos y mala calidad de vida. estos enfermos muchas veces peregrinan de médico en médico, se les hacen múltiples exámenes, se plantean múltiples hipótesis, pero el diagnóstico preciso no se hace, ya que no se tiene en cuenta la disautonomía. Ésta frecuentemente se asocia al Síndrome de Hiperlaxitud Articular, que es una de las alteraciones hereditarias de la fibra colágena que es muy prevalente en Chile. El tratamiento, que es muy eficaz, suele fallar, ya que los enfermos temen tomar muchos líquidos y aumentar la sal y por miedo a los mineralocorticoides.


Dysautonomia is a frequent medical condition which goes undiagnosed and produces chronic fatigue, dizziness, syncope and poor quality of life. It is usually seen in association with the Joint Hypermobility Syndrome. Patients with Dysautonomia perambulate from physician to physician, get multiple tests, are given different medical hypothesis, but the precise diagnosis is not made. Even though there is a good treatment, the results are not as good as expected, because the patients are concerned about taking too much salt and water and are afraid of mineralocorticoids.


Assuntos
Humanos , Disautonomias Primárias/diagnóstico , Disautonomias Primárias/terapia , Síndrome de Fadiga Crônica , Instabilidade Articular , Sinais e Sintomas
9.
Ciênc. saúde coletiva ; 16(4): 2123-2132, abr. 2011.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-586561

RESUMO

Este artigo analisa o uso de neuroimageamento nas pesquisas da síndrome da fadiga crônica. Revisam-se alguns dos estudos publicados sobre o assunto na década de 1990 e analisa-se um ponto específico desses estudo, que é a busca de alterações na ativação cerebral ou outros tipos de anormalidade que possam fornecer um padrão para diagnóstico e tratamento da doença. Analisa-se o entendimento da síndrome da fadiga crônica como uma doença reduzida aos achados cerebrais, argumentando em favor de uma visão mais ampliada da doença, que leve em conta os elementos psicossociais da vida do paciente em detrimento de explicações reduzidas ao somático.


This article analyzes the use of neuroimaging in research into chronic fatigue syndrome. It reviews some works published in the 1990s and investigates a specific aspect of these studies, namely the search for a cerebral abnormality, in the form of an altered activation pattern, which could provide a pattern for diagnosis and treatment of the disease. The understanding of chronic fatigue syndrome as a disease reduced to some cerebral findings is analyzed, arguing in favor of a broader vision of this disease that includes psychosocial elements of the patient's life as opposed to entirely somatic explanations.


Assuntos
Humanos , Síndrome de Fadiga Crônica/diagnóstico , Imagem por Ressonância Magnética , Encefalopatias/complicações , Síndrome de Fadiga Crônica/etiologia , Tomografia por Emissão de Pósitrons
10.
São Paulo; Atlas; 4 ed; 2011. 191 p. ilus, graf.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-601661

RESUMO

Este livro proporciona ao leitor a oportunidade de conhecer e refletir sobre o desafio de conviver no mundo do trabalho com pessoas e situações inesperadas nos diversos cenários das empresas. Como a pessoa independente, totalmente isolada, é uma abstração, ele é levada a manter constante interação com outras e a concordar com metas, objetivos e valores propostos pelas pessoas com quem convive, ou a discordar de tais decisões. Por essa razão, o trabalho pode submeter as pessoas a um stress contínuo e freqüentemente crônico e, em conseqüência, a doenças, frustrações. A preservação da saúde, vista como resultado do desenvolvimento da auto estima e da realização pessoal-profissional, em compatibilidade com a cultura da empresa, é preocupação central no desenvolvimento deste texto. Entre os temas tratados no livro, destacam-se: Abordagem biopsicossocial; Ampliação do conhecimento sobre o adoecer; Mecanismos de formação de sintomas e doenças; Contrato psicológico de trabalho e saúde; Conceito, tipos e formas de adaptação ao stress; Evolução e novas abordagens sobre stress e burnout; Qualidade de vida: recomendações e indicadores.


Assuntos
Humanos , Esgotamento Profissional/psicologia , Qualidade de Vida , Trabalho/psicologia , Depressão/psicologia , Diabetes Mellitus/psicologia , Cultura Organizacional , Síndrome de Fadiga Crônica/psicologia , Transtornos Traumáticos Cumulativos/psicologia , Transtornos do Sono-Vigília/psicologia
11.
Hist. ciênc. saúde-Manguinhos ; 17(2): 289-305, abr.-jun. 2010.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-552896

RESUMO

Analisam-se algumas condições que permitiram ao cérebro estabelecer-se como hipótese etiológica, no caso da síndrome da fadiga crônica (SFC), junto com outras hipóteses relacionadas a causas orgânicas, como os vírus e a imunidade. Aborda-se, a partir do uso de neuroimageamento para pesquisa e fins diagnósticos, o processo de cerebralização da identidade, segundo o qual o cérebro se constitui como lugar preferencial para a busca de causa das doenças - incluída a SFC - no contexto de uma cultura somática, acirrada no final do século XX.


Assuntos
Cérebro , Síndrome de Fadiga Crônica , Neurociências , Medicina Psicossomática
12.
Psicol. estud ; 15(1): 65-71, jan.-mar. 2010.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-548929

RESUMO

Apresentaremos o quadro da síndrome da fadiga crônica, emergente no final da década de 1980, nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, no contexto de outras síndromes funcionais. Analisaremos o quadro clínico, os sintomas associados a ele e a flagrante dificuldade de encontrar um substrato anatomofisiológico para tal condição. Discutiremos, a partir do exemplo da síndrome da fadiga crônica, os efeitos de legitimidade/ilegitimidade da experiência do adoecimento decorrentes da distinção entre doença somática e doença mental. Analisaremos o processo de busca de explicações reduzidas ao aspecto somático da doença como reação para torná-la digna de apoio dos pares sociais e como forma de evitar associações do quadro com o que seria considerado uma doença psicossomática.


Chronic Fatigue Syndrome has emerged in the end of 1980, in developed countries as United States, Canada and United Kingdom. We aim to present the chronic fatigue syndrome in the context of other functional syndromes. We intend to analyze its symptoms, and the remarkable absence of an anatomophysiological finding related to this condition. We will discuss, since the distinction between somatic and mental disease, the legitimacy/illegitimacy effects suffered by the chronic fatigue syndrome patient. We will analyze the patient reaction of searching for a somatic explanation to the disease, as a way to turn the chronic fatigue syndrome into a reliable condition, and as a way of avoiding associations with psychosomatic diseases.


Este artículo presenta el síndrome de la fatiga crónica que emerge finales de la década de 1980 en Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, en el contexto de otros síndromes funcionales. En el artículo serán analizados el cuadro clínico, los síntomas asociados a él y la dificultad flagrante de encontrar un substrato anátomo-fisológico para tal condición. Discutiremos, a partir del ejemplo del síndrome de fatiga crónica los efectos de legitimidad/ilegitimidad de la experiencia del enfermar resultante de la distinción entre enfermedad somática y mental. Analizaremos el proceso de búsqueda de explicaciones reducidas al aspecto somático de la enfermedad con el objetivo de hacerla digna de apoyo por los pares sociales y como forma de evitar asociaciones do cuadro con lo que sería considerado una enfermedad psicosomática.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Síndrome de Fadiga Crônica , Medicina Psicossomática
13.
Nursing (Säo Paulo) ; 12(131): 166-170, abr. 2009. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-516579

RESUMO

Estudo descritivo e exploratório na busca de evidências de distúrbios do sono em mulheres com Fibromialgia, síndrome de dor crônica. Fizeram parte 23 pacientes em Ambulatório de Ortopedia e Traumatologia de Fortaleza, aplicando-se questionário com aspectos referentes à dor e ao sono (hábitos, duração e intercorrências). Concluiu-se que problemas relacionados ao sono foram quase universais nos casos analisados, onde 52,17 por cento apresentaram sintomas de insônia e 82,6 por cento relataram “acordar cansada”. Houve redução do tempo de sono (65,2 por cento da amostra), menor eficiência e maior tempo de despertar durante o sono (82,6 por cento com mais de 2 interrupções no sono/noite). O profissional de saúde deve implementar intervenções de abordagem física e cognitiva-comportamental, contribuindo para melhorar a qualidade do sono e da vida dessas pessoas.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Fibromialgia/complicações , Transtornos do Sono-Vigília , Fatores Socioeconômicos , Inquéritos e Questionários , Síndrome de Fadiga Crônica
14.
Aletheia ; (28): 146-158, jul.-dez. 2008.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-527431

RESUMO

A fibromialgia é uma síndrome caracterizada por dores musculoesqueléticas difusas e pela presença de pontos dolorosos em determinadas regiões do corpo. Seu diagnóstico é clínico, não havendo alterações laboratoriais específicas. Este trabalho é um estudo de caso com uma paciente atendida na rede pública, de 43 anos, encaminhada pelo médico com diagnóstico de fibromialgia. Buscou-se, através do estudo, analisar as contribuições que a psicologia, por meio da psicoterapia breve de orientação psicanalítica, pode oferecer ao portador da síndrome da fibromialgia. Verificou-se que o processo psicoterapêutico pôde contribuir em alguns aspectos para o desenvolvimento psíquico da paciente, promovendo a sua identidade como uma pessoa integral, abrindo outras possibilidades além da doença para sua vida e ajudando-a na melhora e no controle das dores da fibromialgia.


Fibromyalgia is a syndrome characterized by muscle and bone pain in certain areas of the body, with a clinical diagnosis, and without specific laboratorial alterations. This work is a case study with a 43-year-old female patient, user of the public health services, and who was referred to psychological care by her doctor after a diagnosis of fibromyalgia. With this study, we seek to analyze the contributions that psychology, through brief psychotherapy of psychoanalytical orientation, can bring to fibromyalgia patients. It was observed that the psychotherapeutic process could enable psychic development in the patient, promoting her identity as an integral person, opening other possibilities besides the disease for her life, and thus aiding in the improvement and control of fibromyalgia pains.


Assuntos
Humanos , Feminino , Relatos de Casos , Fibromialgia , Dor , Psicanálise , Transtornos Psicofisiológicos , Psicoterapia , Síndrome de Fadiga Crônica , Psicoterapia Breve
15.
Medicina (Guayaquil) ; 13(4): 274-279, sept. 2008.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-617685

RESUMO

Tipo de estudio: prospectivo, longitudinal, analítico, descriptivo. Objetivo: determinar la incidencia de depresión en pacientes hospitalizados por padecimientos médicos. Metodología: se aplicó a 120 pacientes del área de Medicina Interna del hospital el cuestionario “Escala Hospitalaria de Ansiedad y Depresión” y la “Escala Hamilton para la Depresión”. Los resultados fueron procesados y organizados de acuerdo a cada variable. Se describió la frecuencia en que se presentó cada variable y se comparó mediante gráficos la distribución de la población deprimida con la normal. Resultados: el 19.2 de los pacientes padece de depresión mayor y esta cifra asciende en los pacientes con dolor crónico, diabetes mellitus tipo 2 y VIH hasta 28, 30, y 40 respectivamente. Se detectaron como factores de riesgo para depresión: sexo femenino, estar desempleado, padecer de enfermedad hematológica u oncológica, ansiedad, entre otros. Conclusiones: se demostró una alta incidencia de depresión en pacientes hospitalizados por padecimientos médicos, especialmente en portadores del VIH, diabéticos y pacientes con dolor crónico.


Type of study: prospective, longitudinal, analytical and descriptive. Objective: to determine the incidence of depression in hospitalized patients due to medical distress. Methodology: the questionnaires “hospital anxiety and depression scale” and “The Hamilton Rating Scale for Depression (HRSD)” were completed by 120 patients of the Internal Medicine area of the hospital. The results were processed and organized according to each variable. The frequency of each variable was described and the distribution of depressed population was compared to the normal through graphs. Results: 19.2 of the patients suffer from major depression and this amount increases in patients with chronic pain, mellitus diabetes type 2 and HIV to 28, 30 and 40 respectively. Depression risk factors were detected: females, unemployment, suffering from haematological or oncological illnesses, anxiety, among others. Conclusion: a high incidence of depression in hospitalized patients due to medical suffering was revealed, especially on HIV carriers, diabetics and patients with chronic pain.


Assuntos
Masculino , Adulto , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Transtornos de Ansiedade , Depressão , Hospitalização , Incidência , Fatores de Risco , Diabetes Mellitus , Síndrome de Fadiga Crônica , Soropositividade para HIV , Infarto do Miocárdio
16.
Evid. actual. práct. ambul ; 11(1): 23-25, ene.-feb. 2008.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-516517

RESUMO

El síndrome de fatiga crónica es un trastorno frecuente caracterizado por fatiga persistente y debilitante, que no mejora con el descanso, de al menos seis meses de duración y que, generalmente se acompaña de otros síntomas. Su etiología es desconocida y su diagnóstico requiere la exclusión de otras patologías. El tratamiento no esta firmemente establecido; según la evidencia actual las psicoterapias conductuales y las terapias físicas con ejercicios graduados son los tratamientos que aportarían mas beneficiosos, resultando importante considerar el manejo individualizado y sintomático.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Diagnóstico Diferencial , Síndrome de Fadiga Crônica , Síndrome de Fadiga Crônica/diagnóstico , Síndrome de Fadiga Crônica/etiologia , Síndrome de Fadiga Crônica/terapia , Transtorno Depressivo , Transtornos Mentais , Estresse Psicológico
17.
Rev. med. nucl. Alasbimn j ; 10(38)Oct. 2007. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-480481

RESUMO

Thyroid malignancy in ME/CFS patients greatly exceeds the normal incidence of thyroid malignancy in any known subgroup. The thyroid malignancy incidence in the ME/CFS group may exceed 6,000 / 100,000. As part of their investigation, Myalgic Encephalomyelitis / Chronic Fatigue Syndrome (ME/CFS) patients should be examined by thyroid ultrasound for evidence of thyroid pathology and malignancy. Thyroid pathology may be missed in this group of patients if investigation relies only upon serum testing for TSH, FT3, FT4, microsomal and thyroglobulin antibodies, which are usually normal. Thyroid uptake scans tend also to be normal and may also miss malignant lesions. A newly recognized syndrome may exist in ME/CFS patients characterized by: (a) thyroid malignancy, (b) persistent abnormal cortical and subcortical SPECT brain scans (NeuroSPECT), (c) failure of thyroidectomy surgery and hormone replacement to correct the fatigue syndrome, and (d) an unusual high incidence of cervical vertebrae osteoarthritic changes. ME/CFS patients with treated non-malignant thyroid disease and abnormal NeuroSPECT scans may also fail to improve despite adequate thyroid hormone replacement. A brief summary of the differences between ME and CFS is discussed. Lee, Hur and Ahn [1] stated that thyroid malignancy is said to be an infrequent occurrence found in 0.5 to 3 patients per 100,000 in the general population. They noted that in a subgroup of patients booked for mammography, a thyroid ultrasound was also performed. In this group, they found thyroid malignancy frequency was as high as 3 per 100,000. It is not known if their subgroup was at a higher risk for malignancy. Mittelstaedt [2] in the Globe and Mail states that thyroid malignancy was 15 per 100,000. In the past 100 patients whom I have investigated for (ME/CFS)[3], with or without associated Fibromyalgia Syndrome (FS)...


Assuntos
Humanos , Doenças da Glândula Tireoide , Doenças da Glândula Tireoide/fisiopatologia , Síndrome de Fadiga Crônica , Síndrome de Fadiga Crônica/fisiopatologia , Circulação Cerebrovascular , Encefalopatias , Doenças da Glândula Tireoide/metabolismo , Compostos Radiofarmacêuticos , Síndrome de Fadiga Crônica/metabolismo , Tomografia Computadorizada de Emissão de Fóton Único
18.
Rev. bras. psiquiatr ; 29(supl.1): s19-s26, maio 2007. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-452228

RESUMO

OBJETIVO: Foram revisados estudos que descrevem que as alterações na função do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal são relacionadas com o estado psicopatológico em depressão. Além da depressão melancólica, uma série de condições podem ser associadas à hiperativação prolongada do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal. Um outro grupo de psicopatologias é caracterizado por hipoativação do mesmo eixo com redução crônica na secreção do fator de liberação de corticotrofina. Pacientes com depressão atípica, doença afetiva sazonal e síndrome da fadiga crônica estão inclusos nesta categoria. MÉTODO: Foram revisados os dados da literatura que incluem a interseção entre estes descritores, resumidos e discutidos os principais e recentes achados. RESULTADOS: Muitos estudos têm enfatizado que estes quadros se sobrepõem biologicamente, demonstrando hipofunção no sistema relacionado ao fator de liberação de corticotrofina. CONCLUSÕES: Na prática clínica, os pacientes frequentemente se apresentam de forma intermediária entre a fadiga e a depressão atípica crônica e/ou a depressão sazonal. Isto enfatiza o potencial biológico comum que fundamenta o grupo de sintomas não somente entre depressão (atípica e sazonal) e a síndrome da fadiga crônica e as condições caracterizadas por alterações no eixo hipotálamo-pituitária-adrenal, principalmente hipofunção e, em particular, diminuição da atividade do fator de liberação de corticotrofina.


OBJECTIVE: We reviewed previous studies that have described an association between abnormal functioning of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis and depression. In addition to melancholic depression, a spectrum of conditions may be associated with increased and prolonged activation of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis. In contrast another group of states is characterized by hypoactivation of the stress system, rather than sustained activation, in which chronically reduced secretion of corticotropin releasing factor may result in pathological hypoarousal and an enhanced hypothalamic-pituitary-adrenal negative feedback. Patients with atypical depression, seasonal affective disorder and chronic fatigue syndrome fall in this category. METHOD: The literature data on the overlap between the key-words were reviewed, summarized and discussed. RESULTS: Many studies suggest that these conditions themselves overlap biologically, showing hypofunction of central corticotropin releasing factor neuronal systems. CONCLUSIONS: Therefore, in the real world of clinical practice, patients often present in a grey area between classical idiopathic fatigue and early chronic atypical depression and/or seasonal depression. This underscores the potential common biological links underpinning common sympton clusters not only between depression (atypical and seasonal) and chronic fatigue syndrome, but also other conditions characterized by the hypothalamic-pituitary-adrenal axis mainly diminished the corticotropin realising factor activity.


Assuntos
Humanos , Transtorno Depressivo/fisiopatologia , Síndrome de Fadiga Crônica/fisiopatologia , Sistema Hipotálamo-Hipofisário/fisiopatologia , Sistema Hipófise-Suprarrenal/fisiopatologia , Transtorno Afetivo Sazonal/fisiopatologia , Hormônio Liberador da Corticotropina/fisiologia , Transtorno Depressivo Maior/fisiopatologia , Transtorno Depressivo/psicologia , Síndrome de Fadiga Crônica/psicologia , Transtorno Afetivo Sazonal/psicologia , Estresse Psicológico/fisiopatologia
19.
Rev. bras. neurol ; 42(4): 19-27, out. dez. 2006. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-503971

RESUMO

Sintomas depressivos ocorrem frequentemente durante ou após infecções virais. Contudo a importância deste fato ou suas implicações clínicas não estão elucidadas. Objetivo: avaliar a relação entre infecções virais e episódio depressivo maior. Método: foi realizada uma revisão sistemática de artigos da literatura médica, usando palavras-chave da língua inglesa como "major depression, virus illness, postviral depression, chronic fatigue syndorme, depressive illness, utilizando para pesquisa as seguintes bases de dados: PubMed, Lilacs, Medline e Cochrane Library. Elaborou-se uma tabulação com as características clínicas de cada estudo. Resutado: a busca realizada evidenciou 14 artigos tendo sido excluído um deles por tratar de relato de dois casos. Dos 13 artigos selecionados, nove foram do tipo caso-controle e o restante de coortes. Entre os trabalhos de coorte a média na duração do acompanhamento foi de dez meses. Apenas cinco artigos encontraram ou sugeriran associação entre infecção viral e depressão. Desses, três são de caso-controle e dois de coorte. Conclusão: concluímos que não existem dados suficientes na literatura para demonstrar uma relação de causa-efeito entre infecções virais e depressão maior.


Assuntos
Depressão , Literatura de Revisão como Assunto , Síndrome de Fadiga Crônica/complicações , Viroses
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA