Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Base de dados
Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Femina ; 47(4): 245-252, 20190430. ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1046515

RESUMO

O adenocarcinoma cervical é uma patologia grave cuja incidência tem aumentado, principalmente em pacientes jovens. Um diagnóstico oportuno, na assistência primária e secundária à saúde, com métodos convencionais, melhora sobremaneira o prognóstico da paciente, a um custo tolerável para países em desenvolvimento.(AU)


The cervical adenocarcinoma is a serious pathology whose incident has increased mainly in young patients. One opportunistic diagnosis, in primary and secondary health care, with conventional methods, greatly improves the prognosis of the patients, at a cost tolerable to developing countries.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Atenção Primária à Saúde , Atenção Secundária à Saúde , Adenocarcinoma/classificação , Neoplasias do Colo do Útero/diagnóstico , Colposcopia , Adenocarcinoma in Situ/diagnóstico , Diagnóstico Clínico , Fatores de Risco , Técnicas e Procedimentos Diagnósticos , Células Escamosas Atípicas do Colo do Útero/patologia
2.
Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online) ; 17(4): 637-643, Oct.-Dec. 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1013057

RESUMO

Abstract Objectives: to identify factors associated with abnormal cytopathological test uterine cervix. Methods: it is a analytical study with the participation of 390 women who presented abnormal cytopathological from a city in the state of Paraná in 2012. They were randomly selected through sampling plan. Sociodemographic information such as age, marital status, education level and ethnicity were considered independent variables while the high or low-grade cytological lesions as dependent variable. We analyzed the data statistically by Yates Corrected test, Fisher exact test and measures of association by odds ratio. For all analyzes was considered significance level of 5% and 95% confidence interval. Results: the mean age was 38.8 years, 72.9% were married or common-law marriage, 49.7% with low education level and 87.4% race/color white. HPV contamination was detected in 49.7% of women and high-grade cytological lesions in 18.2%. The low educa-tional level (95%OR=4.07) and non-white ethnicity (95%OR=2.22) were strongly associated with the development to cervical lesions (p<0.05). Conclusions: sociodemoghaphic characteristics were crucial to high-risk lesions and development of cervical cancer, especially in women with low educational level and race/color black or brown. These results confirm the persistence of diseases related to preventable and avoidable causes in the country.


Resumo Objetivos: identificar os fatores associados com alterações do exame citopatológico cérvico-uterino. Métodos: trata-se de um estudo analítico com participação de 390 mulheres que apresen-taram alterações citopatológicas em município do Estado do Paraná no período de 2012. Elas foram selecionadas aleatoriamente através de plano amostral. Informações sociode-mográficas como idade, estado civil, grau de escolaridade e etnia foram consideradas variáveis independentes enquanto que o alto ou baixo grau de lesão citológica como variável dependente. Analisaram-se os dados estatisticamente pelos Testes de Yates corrigido e Fisher e medidas de associação pela odds ratio. Para todas as análises considerou nível de significância de 5% e intervalo de confiança 95%. Resultados: a idade média foi de 38,8 anos sendo a maioria casada ou união estável (72,8%) e com baixa escolaridade (42,8%) e raça/cor branca (87,4%). A contaminação pelo HPV foi detectada em 49,7% das mulheres e lesões citológicas de alto grau em 18,2%. A baixa escolaridade (OR95%=4,07) e etnia não branca (OR95%=2,22) estiveram fortemente associadas ao desenvolvimento às lesões de colo uterino (p<0,05). Conclusão: características sociodemográficas foram determinantes para lesões de alto risco e desenvolvimento de câncer de colo uterino, especialmente nas mulheres de baixa escolaridade e raça/cor negra ou parda. Estes resultados confirmam a persistência de doenças por causas evitáveis e reduzíveis no país.


Assuntos
Humanos , Feminino , Neoplasias do Colo do Útero/epidemiologia , Colo do Útero/patologia , Infecções por Papillomavirus , Adenocarcinoma in Situ , Promoção da Saúde , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Neoplasia Intraepitelial Cervical , Detecção Precoce de Câncer
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA