Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 27
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
ARS med. (Santiago, En línea) ; 44(1): 51-58, 2019. Tab, ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1046770

RESUMO

El paciente que consulta por mareos o vértigo es sin duda un desafío para el médico que trabaja en un servicio de urgencia. Esto se da en parte por la dificultad de los pacientes de definir el síntoma, a la amplia gama de diagnósticos diferenciales y su potencial riesgo de desenlace negativo, como en el caso del accidente cerebrovascular de fosa posterior. En esta revisión narrativa, el objetivo: es explicar el enfrentamiento inicial del paciente con mareos y vértigo, describir las pruebas y métodos diagnósticos complementarios, distinguir los diagnósticos diferenciales más frecuentes y explicar el manejo inicial. Método:se realizó una revisión bibliográfica de literatura científica sobre esta patología, basado en la propuesta de Edlow (2016), donde se enfatiza en un enfoque basado en temporalidad, factores desencadenantes y contexto del síntoma.(AU)


The patient who consults for dizziness or vertigo is undoubtedly a challenge for the emergency physician. This is partly due to the difficulty of the patients to define the symptom, the wide range of differential diagnoses and their potential risk of negative outcome, as in the case of posterior circulation stroke. In this narrative review, the objective is to explain the initial approach of the patient with dizziness and vertigo, describe the tests and complementary diagnostic methods, distinguish the most frequent differential diagnoses and explain the initial management. A bibliographic review of the scientific literature on this pathology was carried out, based on the proposal of Edlow (2016), which emphasizes an approach based on temporality, trigger factors and context of the symptom. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Vertigem , Tontura , Neuronite Vestibular , Acidente Vascular Cerebral , Serviço Hospitalar de Emergência , Labirintite
3.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 82(1): 82-87, Jan.-Feb. 2016. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-775696

RESUMO

ABSTRACT INTRODUCTION: Suppurative labyrinthitis continues to result in significant hearing impairment, despite scientific efforts to improve not only its diagnosis but also its treatment. The definitive diagnosis depends on imaging of the inner ear, but it is usually clinically presumed. OBJECTIVE: To analyze the clinical factors and hearing outcomes in patients with labyrinthitis secondary to middle ear infections and to discuss findings based on imaging test results. METHODS: Retrospective cohort study, based on the charts of patients admitted with middle ear infection-associated labyrinthitis. RESULTS: We identified 14 patients, eight (57%) of whom were females and six (43%) males. Mean age was 40 years. Cholesteatomatous chronic otitis media was diagnosed in six patients (43%), acute suppurative otitis media in six (43%), and chronic otitis media without cholesteatoma was diagnosed in two patients (14%). Besides labyrinthitis, 24 concomitant complications were identified: six cases (25%) of labyrinthine fistula, five cases (21%) of meningitis, five cases (21%) of facial paralysis, five cases (21%) of mastoiditis, two cases (8%) of cerebellar abscess, and one case (4%) of temporal abscess. There was one death. Eight (57%) individuals became deaf, while six (43%) acquired mixed hearing loss. CONCLUSION: Suppurative labyrinthitis was often associated with other complications; MRI played a role in the definitive diagnosis in the acute phase; the hearing sequel of labyrinthitis was significant.


RESUMO INTRODUÇÃO: Labirintite permanece resultando em deficiência auditiva significativa, apesar dos esforços científicos para melhorar não só o diagnóstico, como também o tratamento. O diagnóstico definitivo é dependente de imagens da orelha interna, mas geralmente é presumido clinicamente. OBJETIVO: Analisar os fatores clínicos e os resultados auditivos em pacientes com labirintite secundária à otite média e discutir os achados dos exames de imagem. MÉTODO: Estudo de coorte retrospectivo, com base nos prontuários de pacientes diagnosticados com labirintite associada à infecção da orelha média. RESULTADOS: Foram identificados 14 pacientes, oito (57%) do sexo feminino e seis (43%) masculino. Média etária de 40 anos. Otite média crônica colesteatomatosa foi diagnosticada em seis pacientes (43%), otite média aguda em seis pacientes (43%) e otite média crônica sem colesteatoma em dois pacientes (14%). Foram identificadas 24 complicações concomitantes: seis casos (25%) de fístula labiríntica, cinco casos (21%) de meningite, cinco (21%) de paralisia facial, cinco (21%) de mastoidite, dois casos (8%) de abscesso cerebelar e um caso (4%) de abcesso temporal. Houve uma morte. Oito (57%) indivíduos tornaram-se anacústicos, enquanto seis (43%) evoluíram para perda auditiva mista. CONCLUSÃO: Labirintite foi frequentemente associada a outras complicações; RNM auxiliou no diagnóstico definitivo da labirintite na sua fase aguda; a sequela auditiva da labirintite foi significativa.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Idoso , Criança , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Perda Auditiva/etiologia , Labirintite/diagnóstico , Labirintite/etiologia , Otite Média Supurativa/complicações , Doença Crônica , Estudos de Coortes , Espectroscopia de Ressonância Magnética , Otite Média Supurativa/classificação , Estudos Retrospectivos , Tomografia Computadorizada por Raios X
4.
Pesqui. vet. bras ; 33(3): 319-325, Mar. 2013. ilus, graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-674378

RESUMO

We evaluated the dynamics of ear infestations caused by Rhabditis spp. and Raillietia spp., which were correlated with animal age, intensity of clinical signs and climate factors. Sixty-four Gir cattle were distributed into three groups: GA - 23 calves with 4 to 6 months of age; GB - 18 calves with 7 to 12 months of age; and GC - 23 heifers with 13 to 33 months of age. Five samplings, defined as S1, S2, S3, S4 and S5 were performed every three months from August 2008 to August 2009. The ear secretion was collected using the auricular washing method for the right ear and a swab for the left ear. A clinical assessment of the animals was performed, and they were classified according to the presence and severity of otitis. The highest relative frequency of rhabditosis was 52.2% in GC at the last sampling. In the first sampling, 42.2% of the animals were infested by Raillietia spp. The older cattle were more susceptible to infestations by both parasites. No correlation of Rhabditis spp. and Raillietia spp. parasitism with climate factors was found. The results showed that both parasites could infest Gir cattle, and in most cases, there was no co-infestation. Only older animals parasitized by the nematode showed clinical signs of the disease.


Avaliou-se a dinâmica da infestação auricular causada por Rhabditis spp. e por Raillietia spp., relacionando-a com a idade dos animais, com a intensidade dos sinais clínicos e com os fatores climáticos. Utilizaram-se 64 bovinos Gir, distribuídos em três grupos: GA - 23 bezerros de quatro a seis meses de idade, GB - 18 bezerros de sete a 12 meses e GC - 23 novilhas de 13 a 33 meses. Foram feitas cinco coletas a cada três meses. A secreção auricular foi coletada utilizando o método de lavagem auricular na orelha direita e um swab na orelha esquerda. Fez-se avaliação clínica dos animais classificando-os de acordo com a presença e gravidade da otite. A maior frequência relativa da rhabditiose encontrada foi de 52,2%, no GC na ultima coleta. Na primeira coleta, 42,2% dos animais estavam infestados pela Raillietia spp. Os bovinos mais velhos foram mais suscetíveis às infestações de ambos os parasitos. Não foi encontrada correlação entre o parasitismo por Rhabditis spp. e por Raillietia spp. e os fatores climáticos. Concluiu-se que ambos os parasitas podem infestar bovinos da raça Gir e na maioria dos casos, não ocorreram infestações simultâneas. Apenas os animais mais velhos, parasitados pelo nematóide, apresentaram sinais clínicos da doença.


Assuntos
Animais , Bovinos , Cestoides/isolamento & purificação , Infecções por Cestoides/veterinária , Infecções por Rhabditida/veterinária , Rhabditoidea/isolamento & purificação , Labirintite/veterinária , Otite Média/veterinária
5.
Rev. Soc. Bras. Clín. Méd ; 10(5)set-out. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-652312

RESUMO

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O acidente vascular encefálico vértebro-basilar é uma entidade difícil de ser reconhecida através de dados semiológicos, pois pode se apresentar clinicamente semelhante a uma labirintopatia. O objetivo deste estudo foi alertar sobre os sintomas apresentados pelo paciente com vertigem central para se fazer um diagnóstico precoce. A justificativa baseia-se no quadro de um paciente com vertigem e vômitos, avaliado como uma labirintopatia, chamando atenção de dados semiológicos úteis na distinção entre a vertigem central e a periférica. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 69 anos, hipertenso foi atendido em pronto-atendimento com vertigem, vômitos e mal estar. Medicado com metoclopramida, dimenidrinato, clonazepam. Alta com melhora parcial do quadro, suspeitando labirintite. Orientado consulta com otorrinolaringologia. No dia seguinte evoluiu com incapacidade de marcha, vertigem, vômitos, rebaixamento do nível de consciência e descerebração bilateral. Submetido à intubação orotraqueal. Tomografia computadorizada de crânio (TCC) revelou sinal de hiperdensidade da artéria basilar sugerindo trombose,confirmada pela angiografia. Tendo-se em vista quadro neurológico e tempo de evolução impreciso, optou-se por não utilizar trombolítico. No dia seguinte, o paciente apresentava-se em coma (Glasgow = 3),TCC revelando acidente vascular encefálico isquêmico (AVEI) agudo vértebro-basilar extenso evoluindo para óbito 72 horas após. CONCLUSÃO: A distinção entre vertigem central ou periférica é um desafio semiológico. O diagnóstico precoce do AVEI por TCC é limitado. O conhecimento de dados semiológicos é uma ferramenta indispensável para o reconhecimento do AVE vértebro-basilar em unidades de PA.


BACKGROUND AND OBJECTIVES: Vertebrobasilar strokeis a difficult entity to be recognized through semiological data, because it can be clinically similar to a labyrinthopathy. This study aims at alerting about the symptoms of patients with central vertigo to make an early diagnosis, as the clinical picture of vertigo and vomiting can be diagnosed as a labyrinthopathy; it also aims at drawing attention to semiological data useful for distinguishing between the peripheral and central vertigo. CASE REPORT: Male patient, 69 years, hypertensive, was seen in an emergency service with dizziness, vomiting, malaise. He was given metoclopramide, dimenhydrinate, and clonazepam. He was discharged with partial improvement of his condition and suspicion of labyrinthitis. He was referred to an otorhinolaryngologist. The next day he progressed with inability to walk, dizziness, vomiting, decreased level of consciousness and bilateral decerebration. He underwent orotracheal intubation. Computed tomography (CT) revealed hyperdensity sign of basilar artery suggestive of thrombosis, confirmed by angiography. Due to the neurological symptoms and inaccurate time course, we chose not to use thrombolytic therapy. The next day, the patient was in coma (Glasgow= 3), with CT revealing extensive acute vertebrobasilar ischemic stroke (AIS) that progressed to death in 72 hours. CONCLUSION: The distinction between central or peripheral vertigo is a semiological challenge. Early diagnosis of AIS by brain TC is limited. The knowledge of semiological data is an indispensable tool for the recognition of vertebrobasilar stroke in emergency care.


Assuntos
Humanos , Masculino , Idoso , Artéria Basilar , Trombose Intracraniana , Labirintite , Tomografia Computadorizada por Raios X , Vertigem
6.
Fisioter. Bras ; 10(6): 414-418, nov.-dez. 2009.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-546634

RESUMO

O objetivo deste estudo foi comparar o equilíbrio postural entre indivíduos com e sem histórico de labirintite por meio de um estudo transversal controlado, cuja amostra foi composta por um grupo de 12 participantes jovens, sem labirintite, do sexo feminino com média de idade de 22 ± 2,23 anos e índice de massa corporal 21,12 ± 2,09 e outro grupo composto por 12 indivíduos do sexo feminino com histórico de labirintite, porém fora de crise e com média de idade de 22 ± 1,46 anos e índice de massa corporal de 23,42 ± 3,52. O registro do deslocamento do centro de pressão foi realizado por uma plataforma de pressão F-Mat modelo 3100 do sistema F-Scan com software versão 4.2 (Tekscan, Inc., South Boston, MA), sendo avaliado o comprimento total da trajetória (CT), o deslocamento ântero-posterior (AP), médio-lateral (ML) e a velocidade máxima (VM). O teste t para amostras independentes encontrou diferenças estatisticamente significativas no parâmetro comprimento total da trajetória (CT) entre as medidas dos grupos, demonstrando que os indivíduos com histórico de labirintite estudados, mesmo fora da crise, mostraram equilibro postural deficitário quando comparado aos indivíduos do grupo sem histórico de labirintite.


The purpose of this study was to compare postural balance between individuals with and without history of labyrinthitis through a cross-controlled study, whose sample was composed by a group of 12 young participants females, without labyrinthitis, 22 ± 2.23 years old and body mass index of 21.12 ± 2.09, and another group composed of 12 individuals female with history of labyrinthitis beyond crisis, 22 ± 1.46 years old and body mass index 23.42 ± 3.52. The record of the displacement of the center of pressure was conducted by a platform of pressure F-Mat model 3100 of the F-Scan system with software version 4.2 (Tekscan, Inc., South Boston, MA), being measured total length path, anterior-posterior and medial-lateral displacement and maximum speed. The t-test for independent samples found significant differences statistical in the parameter total length path between the actions of groups demonstrating that individuals with a history of labyrinthitis studied showed postural balance deficit when compared to individuals in the group without history of labyrinthitis.


Assuntos
Índice de Massa Corporal , Labirintite/complicações , Labirintite/diagnóstico , Labirintite/terapia , Postura , Qualidade de Vida
7.
Arq. int. otorrinolaringol. (Impr.) ; 12(2): 300-302, abr.-jun. 2008. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-495790

RESUMO

Introdução: Labirintite ossificante é uma patologia caracterizada por surdez neurossensorial, frequentemente secundária a infecção, que gera lesão irreversível na orelha interna. Objetivo: Relatar um caso de labirintite ossificante e realizar uma revisão da literatura. Relato do Caso: É apresentado um caso de indivíduo do sexo masculino, sete anos de idade, com hipoacusia profunda unilateral na audiometria tonal, ausência de reposta na audiometria de tronco encefálico e alterações compatíveis na Tomografia Computadorizada. Conclusão: A labirintite ossificante resulta na ossificação das estruturas da orelha interna. O paciente apresenta um quadro de hipoacusia profunda irreversível, acompanhado ou não de desequilíbrio, que pode ter implicação importante no desenvolvimento sócio-educacional. O diagnóstico tem importante papel na indicação de implante coclear para os casos selecionados.


Introduction: Labyrinthitis ossificans is a pathology characterized by sensorioneural hearing loss; secondary to infectious process, which produces irreversible injury to inner ear. Objective: To report a labyrinthitis ossificans case and review the literature. Case Report: A seven-year-old male patient, with profound hearing loss in tonal audiometry; no response from brainstem audiometry and compatible CT findings. Conclusion: Labyrinthitis ossificans results ossification on the inner ear structures. Pacient presents profound irreversible hearing loss, followed or not by disequilibrium, that can have important implication on educational socio-development. Diagnosis is important for cochlear implantation cases of the selected cases.


Assuntos
Humanos , Feminino , Criança , Cóclea/fisiopatologia , Labirintite , Perda Auditiva/etiologia , Audiometria , Osteogênese
8.
Prensa méd. argent ; 92(8): 507-512, oct. 2005. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-425430

RESUMO

La neuritis vestibular es la segunda causa de vértigo periférico. Clínicamente se manifiesta como una falla vestibular aguda, con vértigo, desequilibrio y síntomas autonómicos. Hay evidencia a favor de una etiología viral de este proceso, sin embargo también podría ser un mecanismo mixto (inflamatorio y vascular). El tratamiento indicado es sintomático, no existen recomendaciones con respecto al uso de esteroides y/o antivirales. El pronóstico general es bueno con recuperación funcional en algunas semanas


Assuntos
Adulto , Humanos , Feminino , Labirintite , Nistagmo Fisiológico , Otoscopia , Exame Físico , Reflexo Vestíbulo-Ocular , Testes Calóricos , Neuronite Vestibular
9.
Rev. bras. otorrinolaringol ; 69(1): 64-68, jan.-fev. 2003. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-335807

RESUMO

FORMA DE ESTUDO: Clínico prospectivo. MATERIAL E MÉTODO: Os autores avaliam a prevalência de alteraçöes metabólicas em 325 pacientes que procuraram o Setor de Otoneurologia do Hospital das Clínicas da FMUSP com queixas vestibulares. Os pacientes foram consecutivamente atendidos entre janeiro de 1997 e janeiro de 2002. Foram avaliados os primeiros exames referentes ao protocolo clássico de investigaçäo das tonturas, que compreende a dosagem de LDL colesterol, TSH, T3 e T4 e glicemia de jejum. As alteraçöes encontradas foram entäo comparadas às observadas na populaçäo geral. As alteraçöes mais significativas encontradas foram a elevaçäo dos níveis de LDL colesterol, a presença de níveis alterados de hormônios tireoideanos e a maior freqüência do diabetes mellitus na populaçäo estudada. CONCLUSÄO: Conclui-se que é válida a investigaçäo destes dados, visto que säo mais freqüentes na populaçäo de risco e que a correta abordagem dessas alteraçöes melhora o prognóstico e o controle da tontura


Assuntos
Humanos , Colesterol , Tontura , Glucose , Labirintite , Glândula Tireoide , Hiperlipoproteinemias
10.
Rev. otorrinolaringol. cir. cabeza cuello ; 62(3): 271-276, dic. 2000. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-342283

RESUMO

La otitis media crónica (OMC) es una enfermedad que puede causar diversas y graves complicaciones, entre las cuales se encuentra el absceso cerebeloso. Se publica el caso de una paciente de sexo femenino, de 12 años de edad, con antecedentes de OMC derecha de 5 años de evolución y mala adherencia al tratamiento. Previamente hospitalizada una semana en el mes de agosto de 2001, por un cuadro de regudización de su patología de base y laberintitis secundaria, reingresa un mes más tarde por una nueva complicación de su OMC, caracterizada esta vez por signos de focalización cerebelosa. Se solicita una tomografía computada (TC) y una resonancia nuclear magnética (RMN), exámenes que revelan la presencia de un absceso cerebeloso. Debido a lo anterior, se realiza cirugía de drenaje complementada con cirugía de su patología ótica y antibioticoterapia. Es dada de alta en buenas condiciones generales


Assuntos
Humanos , Feminino , Abscesso Encefálico , Cerebelo , Otite Média , Abscesso Encefálico , Cefotaxima , Labirintite , Procedimentos Cirúrgicos Otológicos/métodos
11.
Rev. argent. radiol ; 66(3): 149-153, 2002. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-316375

RESUMO

Los autores analizan retrospectivamente una serie de 50 pacientes con hipoacusia perceptiva. Los estudios neurofisiológicos (potenciales evocados, audiometrías y ostoemisiones) establecieron a la cóclea como lugar de origen de las hipoacusias estudiadas. Los estudios imagenológicos (TC de alta resolución y RM, incluyendo volúmenes 3D) mostraron traumatismo de peñasco (n=5), procesos infecciosos (bacterianos o virales) (n=12), otoesclerosis (n=8), antecedentes de enfermedades sistémicas con afección de cápsula ótica (n=3) y neurinomas laberínticos (n=2). En los 20 casos restantes se observaron alteraciones vinculadas con el desarrollo (Enfermedad de Mitchel, Mondini, Scheibe, Alexander, e hipoplasia del conducto coclear). La TC y la RM son capaces de mostrar con detalles la alteración estructural que afecta la cóclea y en algunas circunstancias la región pericoclear inmediata (cápsula ótica). Se puede discriminar qué porción de la cóclea es la afectada


Assuntos
Humanos , Adolescente , Adulto , Pré-Escolar , Criança , Pessoa de Meia-Idade , Doenças Cocleares , Cóclea/patologia , Perda Auditiva , Perda Auditiva Neurossensorial , Tomografia Computadorizada por Raios X , Doenças Cocleares , Cóclea/anormalidades , Cóclea/lesões , Cóclea , Perda Auditiva , Labirintite , Imagem por Ressonância Magnética , Neuroma Acústico , Osteíte Deformante , Otosclerose , Perda Auditiva Neurossensorial/complicações , Perda Auditiva Neurossensorial/etiologia , Estudos Retrospectivos
12.
Acta pediátr. costarric ; 15(1): 34-36, 2001.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-359571

RESUMO

Objetivo: Este trabajo describe las otitis en el cantón de Aguirre desde el 8-3-95 al 9-10-97 así como el tratamiento utilizado. Materiales y métodos: Retrospectivo en 1995 y 1996 y prospectivo en 1997. La identificación de los casos fue en base a los registros de bacteriología y los expedientes del Hospital Max Terán Valls. Se usaron formularios prediseñados. Los médicos generales y pediatras de la zona recolecteron muestras de secreciones del conducto auditivo externo con un isopo, previa limpieza del área con jabón de clorhexidina. Resultados: Se estudiaron un total de 107 casos, 59 por ciento fueron mujeres y 41 por ciento varones. 20.5 por ciento presentó otitis media aguda, 19.6 por ciento otitis crónica y 59.8 por ciento otitis externa. Las infecciones predominaron en Julio y Agosto. Las otitis medias fueron más frecuentes de 1 a 3 años (23.4 por ciento) y de 6 a 9 años (67.2 por ciento), mientras las externas fueron más frecuentes en el grupo preescolar. Se asoció infección de vías respiratorias superiores en un 25.2 por ciento de los casos, faringoamigdalitis 24.3 por ciento y diarrea en 10.2 por ciento. El germen más frecuente en otitis externa fue Pseudomonas sp (50.46 por ciento), mientras que Streptococcus pneumoniae fue el organismo bacteriano más frecuente en las otitis medias (14.95 por ciento). Los principales antibióticos utilizados son: Trimetropín en un 38.3 por ciento, Amoxicilina 23.4 por ciento y la combinación Oxacilina-Amikacina (8.4 por ciento). Conclusiones: La otitis externa es la más frecuente y la pseudomonas sp. es la bacteria más frecuentemente aislada en nuestro medio. Las otitis medias son usualmente virales y cuando se asocia una bacteria, usualmente es el S pneumoniae.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Labirintite , Otite , Otite Externa , Amoxicilina , Oxacilina , Infecções por Pseudomonas , Streptococcus pneumoniae , Trimetoprima
13.
São Paulo; Atheneu; 1999. 90 p.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-315623

RESUMO

Tontura não é doença, mas um sintoma que podese originar de diferentes doenças. Tontura pode alcançar tamanho desconforto, cujo efeito é grande prejuízo para a atividade diária e a qualidade de vida. Tontura costuma provocar insegurança física e psíquica que pode levar à ansiedade, à depressão e ao medo. Na maioria dos casos a tontura tem origem distúrbio labirínticos popularmente denominados "labirintites". Provavelmente, já ouviram dizer que "labirintite" não tem cura, o que não corresponde à verdade. Com um tratamento correto, cerca de 90 por cento dos casos podem ser curados ou muito melhorados


Assuntos
Tontura , Orelha Interna , Labirintite , Vertigem , Doenças do Labirinto
14.
Rev. para. med ; 12(3): 8-13, set.-dez. 1998. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-238914

RESUMO

O estudo histoplatológico de camundongos recém-nascidos experimentalmente inoculados com o vírus Mucambo (Amostra BeAn 10967), arbovírus isolado na Amazônia, revelou lesöes em estruturas do ouvido interno e do nervo acústico, além de encefalite. Aqui säo relatadas as lesöes das duas primeiras estruturas, baseadas na análise de 24 animais que permitiram cortes histopatológicos adequados para o estudo, constatando-se comprometimento do nervo acústico e de seus ramos cocleares e de gânglios espirais de Corti, como achados principais. Necrose celular, com lise citoplasmática e fragmentaçäo da cromatina nuclear (cariorexis), comprometendo celulas intersteciais, edema interstecial e congestäo capilar de intensidade variável, foram os achados mais evidentes em microscopia ótica, também afetando fibroconjuntivo do ouvido interno. Näo há referências semelhantes na literatura médica consultada


Assuntos
Animais , Recém-Nascido , Ratos , Infecções por Arbovirus , Orelha Interna , Labirintite
15.
Rev. bras. otorrinolaringol ; 64(1): 20-4, jan.-fev. 1998. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-261276

RESUMO

Os autores apresentam estudo preliminar sobre reconstruçäo tridimensional de superfície a partir de imagens de tomografia computadorizada. Para tal, foi realizada tomografia em osso temporal conservado em formol, antes e depois da confecçäo de acesso retrolabiríntico e translabiríntico. Os dados foram utilizados para reconstruçäo de imagens tridimensionais, com o intuito de visualizaçäo do conduto auditivo interno nos diferentes acessos e para o cálculo da quantidade de osso removida em cada um


Assuntos
Humanos , Intensificação de Imagem Radiográfica/métodos , Neuroma Acústico/cirurgia , Osso Temporal , Tomografia Computadorizada por Raios X , Cadáver , Simulação por Computador , Labirintite/cirurgia , Espectroscopia de Ressonância Magnética/métodos , Materiais de Ensino , Osso Temporal/anatomia & histologia
16.
Acta pediátr. Méx ; 18(1): 28-33, ene.-feb. 1997. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-210876

RESUMO

Revisamos las complicaciones de otitis media aguda y crónica en niños atendidos en el Servicio de Otorrinolaringología del Instituto Nacional de Pediatría (INP) del 1o de enero de 1985 al 31 de diciembre de 1995. El estudio fue observacional, retrospectivo, transversal y descriptivo; incluyó 32 casos de complicaciones intracraneales y extracraneales; se determinaron la frecuencia, la relación entre edad, sexo y agentes etiológicos. Las complicaciones extracraneales más comunes fueron mastoiditis y absceso subperióstico; el absceso cerebral predominó en las intracraneales. Fue más frecuente en el sexo masculino. Los agentes etiológicos fueron estafilococos dorado, Proteus sp, Pseudomona aeruginosa, Estreptococo beta hemolítico y Estreptococo alfa hemolítico, todo en la misma proporción. Las complicaciones de otitis media en niños son infrecuentes gracias al desarrollo de nuevos antibióticos y al manejo temprano de las mismas


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Abscesso Encefálico , Empiema Subdural , Labirintite/etiologia , Mastoidite/etiologia , Meningite , Otite Média/complicações , Otite Média/etiologia
17.
J. bras. psiquiatr ; 45(6): 323-333, jun. 1996. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-306920

RESUMO

Neste artigo enfatizamos a análise dos índices de sofrimento psíquico do grupo de pilotos de trem do Metrô carioca, obtidos através da aplicação do Self Report Questionnaire (SRQ-20) e do Clinical Interview Schedule (CIS). Tal análise tem por base o estudo previamente apresentado sobre o processo, as condições e a organização do trabalho desse grupo de trabalhadores - Processo de trabalho e sofrimento psíquico: o caso dos pilotos do Metrô do Rio de Janeiro - I


Assuntos
Humanos , Masculino , Senilidade Prematura , Doenças Profissionais/psicologia , Transtornos da Audição , Labirintite , Sintomas Psíquicos , Doenças da Coluna Vertebral , Estresse Psicológico , Transtornos da Visão , Brasil , Entrevista Psiquiátrica Padronizada , Notificação de Acidentes de Trabalho , Riscos Ocupacionais , Ferrovias , Condições de Trabalho
18.
Rev. argent. radiol ; 59(3): 145-50, jul.-sept. 1995. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-166000

RESUMO

La evolución por Resonancia Magnética del hueso temporal y del ángulo cerebelopontino, es de rutina en el paciente con hipoacusia neurosensorial y acúfenos a fin de descartar un neurinoma del octavo par. Sin embargo existen otras patologías poco frecuentes que asientan en esta región. En un período de cuatro años se estudiaron 5 pacientes que presentaron neuritis del nervio facial, 5 con laberintitis osificante, 1 caso de trombosis carotídea en su trayecto intrapetroso por fractura del peñasco, un encefalocele temporal por dehiscencia del tegmen timpani, 4 neurinomas del facial y 1 paciente con fístula dural. El propósito de este trabajo es demostrar la utilidad de la RM como método no invasivo en el diagnóstico de estas patologías


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Trombose das Artérias Carótidas/diagnóstico , Encefalocele/diagnóstico , Nervo Facial/patologia , Labirintite/diagnóstico , Nervo Coclear/patologia , Neurilemoma/diagnóstico , Neuroma Acústico/diagnóstico , Paralisia Facial/diagnóstico , Espectroscopia de Ressonância Magnética , Osso Temporal , Zumbido/etiologia , Surdez/diagnóstico , Surdez/etiologia , Labirintite/etiologia , Paralisia Facial/etiologia , Espectroscopia de Ressonância Magnética/métodos , Zumbido/diagnóstico
19.
Arq. Inst. Penido Burnier ; 35(1): 25-7, jan. 1993.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-150556

RESUMO

Os autores apresentam as noçöes básicas da fisioterapia vestibular, mostrando seu modo de açäo, suas técnicas, suas indicaçöes e os resultados que se pode obter com este tipo de tratamento


Assuntos
Humanos , Doenças Vestibulares/terapia , Labirintite/reabilitação , Fisioterapia
20.
Arq. Inst. Penido Burnier ; 34(1): 50-2, jan. 1992. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-147973

RESUMO

Os autores descrevem o caso de um paciente que submetido a uma simples meringoplastia, apresentou um quadro de labirintite serosa no pós-operatório e que apesar do tratamento adequado, evoluiu para uma labirintite cicatricial


Assuntos
Humanos , Masculino , Labirintite/fisiopatologia , Timpanoplastia/efeitos adversos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA