Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 283
Filtrar
1.
Pesqui. vet. bras ; 40(1): 1-6, Jan. 2020. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1091656

RESUMO

The aim of this work was to describe the epidemiological, clinical and pathological aspects of two outbreaks of spontaneous poisoning caused by Froelichia humboldtiana in cattle in Pernambuco, northeastern Brazil and reproduce experimentally this poisoning in cattle. Spontaneous poisonings of primary photosensitization occurred in two farms at the municipalities of Cachoeirinha and São Caetano and affected twenty-two adult bovines and two suckling calves after the rainy season. All bovines have recovered 21 days after they were removed from the pasture. To reproduce experimental poisoning, three cows and a calf were maintained in a pasture with 1ha composed by F. humboldtiana during 14 days. Clinical signs and skin lesions were similar in both spontaneous and experimental poisoning and consisted of cutaneous itching and hyperemia of non-pigmented areas of skin that evolved into edema, exudative dermatitis and extensive areas of skin necrosis. Serum levels of aspartate aminotransferase (AST), gamma glutamyltransferase (GGT), total, direct and indirect bilirubin were normal in all cattle examined. Histologically, lesions consisted of epidermal necrosis, hyperkeratosis with large amounts of degenerate neutrophils and acanthosis. In the dermis, edema and inflammatory infiltrate composed of eosinophils, lymphocytes and plasma cells mainly around the blood vessels were observed. In the experimental group, clinical signs of photosensitization were observed after the third day of F. humboldtiana consumption. The suckling calf displayed mild clinical signs of photodermatitis on the 8th day of the experiment. It was estimated that the average consumption of F. humboldtiana necessary to initiate clinical signs in each adult bovine was 78kg.(AU)


Os objetivos deste trabalho foram descrever os aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos de dois surtos de intoxicação por Froelichia humboldtiana em bovinos em Pernambuco e reproduzir experimentalmente essa intoxicação em bovinos. Intoxicações espontâneas foram observadas após o início do período chuvoso nos municípios de Cachoerinha e São Caetano. Vinte e dois bovinos apresentaram sinais clínicos e lesões cutâneas compatíveis com fotossensibilização primária, dentre os quais, dois bezerros lactentes. Todos os bovinos se recuperaram totalmente cerca de 21 dias após serem retirados da pastagem. Para reproduzir experimentalmente a intoxicação, três vacas, uma delas com bezerro ao pé, foram mantidas em um piquete de 1ha composto por F. humboldtiana por 14 dias consecutivos. O quadro clínico e as lesões tegumentares, tanto nos bovinos intoxicados nos surtos espontâneos, quanto nos bovinos do experimento consistiram em prurido e hiperemia em áreas despigmentadas de pele, que evoluíam para edema, dermatite exsudativa e necrose de áreas extensas de pele. Em todos os bovinos examinados, os níveis séricos de aspartato aminotransferase (AST), gamaglutamiltransferase (GGT), bilirrubina total, direta e indireta estavam normais. Histologicamente, as lesões consistiram em necrose da epiderme, hiperqueratose com grande quantidade de neutrófilos degenerados e acantose. Na derme havia edema e infiltrado inflamatório composto por eosinófilos, linfócitos e plasmócitos principalmente ao redor dos vasos sanguíneos. Nos bovinos do experimento, sinais clínicos de fotossensibilização foram observados após o terceiro dia de consumo de F. humboldtiana. O bezerro lactente apresentou sinais clínicos leves de fotodermatite no 8º dia do experimento. Estimou-se que o consumo médio de matéria seca de F. humboldtiana necessário para iniciar os sinais clínicos em cada bovino adulto foi de 78kg.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Intoxicação por Plantas/veterinária , Dermatite Fotoalérgica/etiologia , Cicer/envenenamento , Cicer/toxicidade , Dermatite Fotoalérgica/veterinária , Dermatite/etiologia , Dermatite/veterinária
2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 71(6): 1944-1949, Nov.-Dec. 2019. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1055130

RESUMO

Stephanofilariasis is an ulcerative dermatitis caused by nematodes that affect cattle in several countries in the world. However, it has not been described in beef cattle in Brazil. The objective of this study is to describe three cases of stephanofilariasis, which occurred in beef cows in the municipality of Ipê, RS, Brazil. The disease was characterized by pruritic, ulcerated and crusty seasonal lesions present in the cranial region of the udder. The diagnosis was confirmed by analyses of secretions stained smears and by direct optical microscopic examination of the sediment and the treatment was effectively carried out with topical trichlorphon. This report indicates that stephanofilariasis should be included as a differential diagnosis for dermatopathies in beef cattle in Brazil.(AU)


A estefanofilariose é uma dermatite ulcerativa causada por nematódeos que acometem bovinos em vários países do mundo, no entanto não tem sido descrita em bovinos de corte no Brasil. O objetivo do trabalho é a descrição de três casos de estefanofilariose em vacas de corte ocorridos no município de Ipê, RS. A enfermidade foi caracterizada por lesões sazonais pruriginosas, ulceradas e crostosas, presentes na região cranial do úbere. O diagnóstico foi confirmado pela análise dos esfregaços corados das secreções e por exame direto do sedimento em microscopia óptica, e o tratamento foi realizado de maneira eficaz com triclorfon tópico. Este relato demonstra que a estefanofilariose deve ser incluída como diagnóstico diferencial nas dermatopatias em bovinos de corte no Brasil.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Bovinos , Dermatite/veterinária , Filariose/veterinária , Transtornos da Lactação/veterinária , Infecções por Nematoides/veterinária
3.
J. coloproctol. (Rio J., Impr.) ; 39(4): 332-338, Oct.-Dec. 2019. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1056644

RESUMO

Abstract Objective: To create and validate a handbook for the prevention of peristomal skin complications. Methods: For the elaboration of the handbook, a literature review was conducted in the following databases: Cochrane Library, SciELO, LILACS, and MEDLINE. The handbook "Preventing and treating the complications of intestinal peristomal skin" was elaborated in nine steps. The first step addressed the concepts of ostomy, stoma type, and ostomy classification. In the second step, the following were described: definition of the collection equipment, type of collection equipment, and technique of changing one- and two-piece equipment. In the third step, the peristomal skin cleansing technique was described. In the fourth step, the types of complications of the peristomal skin were listed. In the fifth step, preventive approaches to avoid complications with the peristomal skin were described. In the sixth step, the therapeutic approaches in the treatment of aforementioned peristomal skin complications were addressed. In the seventh step, the handbook layout was created by an Information Technology professional. In the eighth step, the handbook was validated by 25 nurses. In the ninth step, the final version of the instrument was laid out. Results: The final version of the "Preventing and treating the complications of intestinal peristomal skin" handbook has 37 pages. It was registered in the International Standard Book Number: 978-85-67647-46-3, standard format size (21 cm high by 15 cm wide), totaling 50 illustrations. In the first evaluation, the evaluators assessed the manual as partially adequate to completely adequate. In the first evaluation, the content validity index ranged between 0.88 to 1.0; no 100% agreement was observed among the evaluators' answers. In the second evaluation, as an agreement was observed in all items, the content validity index was 1.0. Conclusion: The handbook "Preventing and treating the complications of intestinal peristomal skin" was elaborated based on scientific principles and had its content, language, and design validated by specialists in the field.


Resumo Objetivo: Construir e validar um manual para a prevenção das complicações da pele periestoma. Método: Para a construção do manual, realizou-se uma revisão nas bases: Biblioteca Cochrane, SciELO, LILACS e MEDLINE. O manual "Prevenindo e tratando das complicações da pele periestoma intestinal" foi elaborado em nove etapas. A primeira etapa abordou os conceitos de estomia, tipo de estoma, classificação de estomia. Na segunda etapa, foram elaborados: definição de equipamento coletor, tipo de equipamentos coletores, técnica da troca do equipamento de uma e duas peças. Na terceira etapa, definiu-se a técnica de limpeza da pele periestoma. Na quarta etapa, foram descritos os tipos de complicações da pele periestoma. Na quinta etapa, enfocaram-se as condutas preventivas para evitar as complicações com a pele periestoma. Na sexta etapa, foram descritas as condutas terapêuticas no tratamento das complicações da pele periestoma citadas acima. Na sétima etapa, foi realizada a diagramação do manual por um profissional da área de Tecnologia da Informação. Na oitava etapa, validação do manual por 25 enfermeiros. A nona etapa correspondeu à diagramação da versão final do instrumento. Resultados A versão final do manual denominado "Prevenindo e tratando das complicações da pele periestoma intestinal" contém 37 páginas. Foi registrado no International Standard Book Number: 978-85-67647-46-3, tamanho padrão de formatação com 21 cm de altura por 15 cm de largura, totalizando 50 ilustrações. Na primeira avaliação, os juízes avaliaram o manual como parcialmente adequado a totalmente adequado. O Índice de validade de conteúdo na primeira avaliação foi entre 0,88 a 1,0; não tendo ocorrido 100% de concordância das respostas dos juízes; na segunda avaliação, tendo havido concordância dos juízes em todos os itens, o índice de validade de conteúdo foi 1,0. Conclusão O manual intitulado "Prevenindo e tratando das complicações da pele periestoma intestinal" foi construído com embasamento científico, validado quanto ao conteúdo, à linguagem e à aparência por especialistas na área.


Assuntos
Estomia , Guias de Prática Clínica como Assunto , Dermatite , Cuidados de Enfermagem , Dermatopatias , Estomia/enfermagem
4.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 71(3): 797-804, May-June 2019. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1011325

RESUMO

O presente trabalho teve como objetivo identificar e classificar a pododermatite em frangos de corte, comparando as lesões microscópicas com os aspectos macroscópicos utilizados pela inspeção sanitária. Foi realizada coleta de pés de frangos de corte, em matadouro de aves sob inspeção sanitária, após classificação utilizada nos padrões para exportação. Foram coletados 30 pés tipo A, 30 pés tipo B e 33 pés tipo C, escolhidos aleatoriamente dentro de cada grupo. Para análise histopatológica, foram desenvolvidos escores de acordo com a gravidade das lesões, variando de 0 a 2. Foi observada associação (qui-quadrado, P<0,05) entre a classificação macroscópica (A, B e C) e as alterações histológicas (0, 1 e 2). A classificação A diferiu significativamente (ANOVA, Tukey-Kramer, P<0,05) das classificações B e C quanto aos escores histopatológicos observados. Não houve diferença no comprometimento dos pés pelas lesões que justificassem a separação entre os pés classificados em B e C, uma vez que ambos apresentaram delimitação linear das lesões, sugerindo superficialidade e restrição ao epitélio queratinizado. Portanto, sugere-se o aproveitamento dos pés para consumo humano após remoção mecânica do "calo de pé", uma vez que este produto não oferece riscos ao consumidor.(AU)


The aim of this study was to identify and classify pododermatitis in broilers, comparing the microscopic lesions with the macroscopic aspects used by the Sanitary Inspection. Broiler chicken feet were collected at a Poultry slaughterhouse under Sanitary Inspection, after classification according to the exportation standards. The chicken feet were randomly selected in each group, 30 feet type A, 30 feet type B and 33 feet type C. For the histopathological analysis, scores were developed according to the severity of the lesions, varying from 0 to 2. There was association (Chi-square, P< 0.05) between the macroscopic classification (A, B and C) and histological changes (0, 1 and 2). The A classification differed significantly (ANOVA, Tukey-Kramer, P< 0.05) from the B and C classifications regarding the histopathological scores observed. There was no difference in feet lesions that justified the separation between the feet classified in B and C, since both presented a linear delimitation of the lesions, suggesting superficiality and restriction to the keratinized epithelium. Therefore, the use of the feet for human consumption after mechanical removal of the footpad lesions is suggested since the product does not pose risks to the consumer.(AU)


Assuntos
Animais , Doenças das Aves Domésticas/diagnóstico , Galinhas/anatomia & histologia , Galinhas/microbiologia , Dermatite/veterinária , Indústria da Carne
5.
An. bras. dermatol ; 94(3): 348-354, May-June 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1011117

RESUMO

Abstract: Galectin 3 is a unique ~31 kDa protein that recognizes the N-acetyl-lactosamine structure of several glycoconjugates. It mainly occurs in epithelial and myeloid cells, but is also found in a variety of human cell types. In view of the crucial role played by galectin 3 in the regulation of cellular processes of essential importance and in the pathogenetic mechanisms of diverse disorders, it is not surprising that, particularly in the last three decades, the attention of the scientific community has been increasingly drawn to this extraordinary and multifunctional galectin. In this paper the authors summarize current knowledge on the expression of galectin 3 in normal and diseased human skin, its implications in the pathogenesis, diagnosis and prognosis of cutaneous disorders, and the perspectives of a novel approach to the treatment of the latter using galectin 3 or its inhibitors/antagonists.


Assuntos
Humanos , Galectina 3/metabolismo , Galectina 3/uso terapêutico , Dermatite/metabolismo , Dermatite/tratamento farmacológico , Dermatite/terapia , Amino Açúcares
6.
Saude e pesqui. (Impr.) ; 12(1): 51-61, jan.-abr. 2019. ilus tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-995659

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade da água do córrego São José, afluente do rio Boi Piguá, e seu risco à saúde da população do entorno do Aterro Sanitário Municipal da cidade de Cascavel (PR). Foram monitorados parâmetros físico-químicos e elementos em nível de traço, em quatro pontos ao longo do córrego São José durante vinte e quatro meses. Também foi aplicado questionário à população, que mantém contato com a água desse córrego. Foram detectadas concentrações dos elementos químicos As, Pb, Cr, Cu, Hg, Se e V em desconformidade aos limites máximos permitidos pela legislação ambiental, além dos valores de oxigênio dissolvido e condutividade elétrica. Verificou-se que a qualidade da água foi influenciada negativamente pela presença do aterro sanitário. Além disso, doenças gastrointestinais, dermatites e alterações organolépticas na água foram relatadas pela comunidade. Problemas de saúde da população no entorno podem estar possivelmente vinculados ao uso das águas do córrego


The water quality of the stream São José, an effluent of the river Boi Piguá, and health risks to the population living around the Municipal Landfill in Cascavel, Brazil, is assessed. Physical and chemical parameters and trace elements were monitored at four sites throughout the stream São José during twenty-four months. A questionnaire was applied to people who were in contact with water from the stream. Concentrations of the chemical elements As, Pb, Cr, Cu, Hg, Se and V were detected, in non-compliance with maximum limits permitted by environmental legislation, coupled to rates of dissolved oxygen and electric conductivity. Water quality was negatively affected by the proximity of the sanitary landfill. Gastrointestinal diseases, dermatitis and organoleptic modifications in the water were reported. Health problems of the people living in the area may be related to the use of the stream water


Assuntos
Grupos de Risco , Poluição Ambiental , Vigilância em Saúde Pública , Metais/toxicidade , Qualidade da Água , Dermatite/epidemiologia , Gastroenteropatias
7.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(1): 134-139, Jan.-Mar. 2019. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-990805

RESUMO

Abstract Ornithonyssus bursa, known as the "tropical fowl mite", is a hematophagous mite of domestic and wild birds, occasionally biting humans. Infestation on humans occurs mainly when the abandoned nests are close to homes, or by manipulation of infested birds by humans. In Brazil, this species occurs in the south and southeast of the country. In the present study we are reporting bites on humans, new localities records, host associations, and molecular information of O. bursa.


Resumo Ornithonyssus bursa, conhecido como "ácaro tropical de galinha", é um ácaro hematófago de aves domésticas e silvestres, ocasionalmente picando humanos. A infestação em humanos ocorre principalmente quando os ninhos abandonados de aves estão próximos de casas, ou pela manipulação de humanos de aves infestadas. No Brasil, esta espécie ocorre na região sul e sudeste do país. No presente estudo, estamos relatando picadas em humanos, registros de novas localidades de ocorrência, novo hospedeiro e informações moleculares de O. bursa.


Assuntos
Humanos , Animais , Dermatite/parasitologia , Infestações por Ácaros/parasitologia , Ácaros/classificação , Reação em Cadeia da Polimerase , Ácaros/genética , Ácaros/ultraestrutura
8.
Rev. bras. oftalmol ; 78(1): 62-64, jan.-fev. 2019. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-990788

RESUMO

Resumo A Síndrome de Blau é uma doença de caráter hereditário autossômico dominante a qual também pode ocorrer de forma esporádica via mutação "de novo". Em geral, tem aparecimento precoce ainda na primeira infância e sua tríade clássica inclui artrite, dermatite e uveíte. Este trabalho visa relatar as manifestações clínicas e principalmente oftalmológicas de uma paciente diagnosticada com Síndrome de Blau com ênfase ao achado incomum de infiltrados corneanos subepiteliais, raramente descrito na literatura.


Abstract The Blau syndrome is an autosomal dominant hereditary disease which can also occur sporadically via "de novo" mutation. Overall it has early onset and its classic triad includes arthritis, dermatitis and uveitis. This paper describes clinical and mainly especially ophthalmologic manifestations of a patient diagnosed with Blau syndrome with emphasis on an uncommon finding of corneal subepithelial infiltrates, rarely described in the literature.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Artrite/genética , Uveíte/etiologia , Uveíte/genética , Córnea , Dermatite/genética , Mutação , Síndrome
9.
Aquichan ; 18(4): 477-491, Oct.-Dec. 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem, COLNAL | ID: biblio-1011132

RESUMO

RESUMO Objetivo: identificar e analisar os instrumentos utilizados para a avaliação das complicações da pele periestoma por meio de revisão integrativa. Materiais e métodos: realizou-se revisão nas bases e portais de dados: Biblioteca Virtual da Saúde (BVS), PubMed/MEDLINE, CINAHL, Scopus e Web of Science, de janeiro a fevereiro de 2018. Durante a busca nas bases de dados, foram utilizados os descritores: estomia, colostomia, dermatite; e as palavras-chave: instrumentos, complicação da pele periestoma e avaliação da pele periestoma. Foram incluídos estudos que atenderam aos seguintes critérios: estar disponível na íntegra, estar publicado em espanhol, inglês e português, sem limite temporal e versar sobre os instrumentos de avaliação das condições da pele periestoma. Resultados: a análise identificou a existência de nove instrumentos, com diferentes parâmetros para descrever a pele periestoma. De maneira geral, estes descrevem as alterações com base na classificação da complicação, na causa dos danos na pele ou nas características clínicas presentes. Os estudos mostraram, ainda, que a maioria dos instrumentos não possui propriedades de medida testadas. Conclusão: dos nove instrumentos de avaliação identificados, apenas quatro possuem propriedades de medidas testadas. O enfermeiro deve conhecer os instrumentos confiáveis e válidos disponíveis para descrever e classificar a gravidade dos problemas da pele periestoma, o que contribui para a sistematização de um diagnóstico mais acurado e melhora, portanto, a qualidade do cuidado.


RESUMEN Objetivo: identificar y analizar las herramientas utilizadas para evaluar las complicaciones de la piel periestoma a través de revisión integradora de la literatura. Materiales y método: la búsqueda se dio en estas bases y portales de datos: Biblioteca Virtual de la Salud (BVS), PubMed/MEDLINE, CINAHL, Scopus y Web of Science, de enero a febrero de 2018. Durante la búsqueda en las bases de datos, se utilizaron los descriptores: ostomía, colostomía, dermatitis y las palabras clave: instrumentos, complicaciones de la piel periestoma y evaluación de la piel periestoma. Se incluyeron estudios que cumplieron los siguientes criterios: que estén disponibles en su totalidad, que estén publicados en español, inglés y portugués, no se tuvo en cuenta el rango de tiempo y tenía que ser acerca de las herramientas de evaluación de las condiciones de la piel periestoma. Resultados: el análisis identificó la existencia de nueve instrumentos con diferentes parámetros para describir la piel periestoma. En general, los instrumentos describen los cambios basados en la clasificación de la complicación, en la causa del daño a la piel o en las características clínicas presentes. Los estudios evidenciaron, además, que la mayoría de los instrumentos no poseen propiedades de medida probadas. Conclusión: de los nueve instrumentos de evaluación identificados, solo cuatro tienen propiedades de medidas probadas. El enfermero debe conocer los instrumentos existentes confiables y válidos para describir y clasificar la gravedad de los problemas de la piel periestoma, lo que aporta a la sistematización de un diagnóstico más preciso y mejora, por lo tanto, la calidad del cuidado.


ABSTRACT Objective: The aim of this study was to identify and analyze the tools used to evaluate the peristomal skin complications by an integrative review. Materials and methods: A literature review was performed through the following databases: Virtual Health Library (BVS), PUBMED/MEDLINE, CINAHL, Scopus and Web of Science, from January to February 2018. During the search in the databases, the following descriptors were used: stoma, colostomy, and dermatitis. The keywords were: tools, peristomal skin complication and peristomal skin assessment. Studies were added to the following inclusion criteria: articles published in Portuguese, English or Spanish, full paper access, no time limit and they had to be about tools for peristomal skin complications assessment. Results: The analysis identified the existence of nine tools with different parameters to describe peristomal skin complications. In general, they describe the peristomal skin changes based on classification, the peristomal skin complications or in the present clinical characteristics. The majority of the tools have not tested psychometric measures. Conclusion: Four out of the nine instruments identified have psychometric measures tested. The nurse should be aware and must know the existing valid and reliable tools to describe and classify how grave is the skin issue. This in order to give an accurate diagnosis and to improve the care quality.


Assuntos
Humanos , Colostomia , Dermatite
10.
Rev. bras. parasitol. vet ; 27(4): 584-588, Oct.-Dec. 2018. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042484

RESUMO

Abstract Investigations were conducted on a case of generalized dermatitis in an African pygmy hedgehog (Atelerix albiventris), purchased as a pet. Clinical examination revealed restlessness, agitation, itching and scratching, large alopecic areas, skin congestion and thin whitish scabs. Five skin lesions were scraped and the samples were collected for laboratory tests. Microscopy revealed the presence of the mite Caparinia tripilis (Acari: Psoroptidae). A dermatophyte belonging to Microsporum genus was also isolated by culture on specific media. Selamectin spot-on and enilconazole washes were used for treatment, resulting in skin healing and spines growing. To our knowledge, this is the first reported case of Caparinia tripilis dermatitis in a hedgehog in Romania.


Resumo Foram conduzidas investigações em um caso de dermatite generalizada em um ouriço pigmeu Africano (Atelerix albiventris), comprado como animal de estimação. O exame clínico revelou inquietação, agitação, coceira e arranhadura, grandes áreas alopécicas, congestão da pele e escamas finas e esbranquiçadas. Cinco lesões de pele foram raspadas, e as amostras coletadas para exames laboratoriais. A microscopia revelou a presença do ácaro Caparinia tripilis (Acari: Psoroptidae). Um dermatófito pertencente ao gênero Microsporum também foi isolado por cultura em meio específico. Para o tratamento foram utilizadas aplicação tópica com selamectina e lavagens com enilconazol, resultando na cicatrização da pele e no crescimento dos espinhos. Possivelmente este é o primeiro caso relatado de dermatite por Caparinia tripilis em um ouriço na Romênia.


Assuntos
Humanos , Animais , Masculino , Dermatite/veterinária , Ouriços-Cacheiros/parasitologia , Microsporum/isolamento & purificação , Infestações por Ácaros/veterinária , Romênia , Dermatite/diagnóstico , Dermatite/parasitologia , Infestações por Ácaros/diagnóstico , Infestações por Ácaros/parasitologia
11.
An. bras. dermatol ; 93(6): 890-892, Nov.-Dec. 2018. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-973633

RESUMO

Abstract: Chagas disease is an endemic zoonosis caused by a protozoan agent called Trypanosoma cruzi. It is mainly transmitted by a hematophagous vector, and less frequently by blood transfusion, transplacental and solid organ transplant. In most cases, primary infection is not diagnosed and the disease progresses to a chronic phase. Immunosuppressed patients are a vulnerable population that may present an acute, atypical and severe reactivation of the chronic form of this disease. We hereby report a case of a female patient, who received a renal transplant with immunosuppressive treatment, who was diagnosed with a chagasic hypodermitis secondary to an acute reactivation of a chronic phase of this disease. We describe the clinical features, epidemiological and histopathological findings, treatment and course.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Transplante de Rim/efeitos adversos , Doença de Chagas/etiologia , Dermatite/etiologia , Recidiva , Doença Aguda , Hospedeiro Imunocomprometido , Doença de Chagas/imunologia , Dermatite/imunologia
12.
An. bras. dermatol ; 93(6): 874-877, Nov.-Dec. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-973642

RESUMO

Abstract: Autoimmune progesterone dermatitis is an uncommon, poorly recognized and under-diagnosed catamenial dermatosis associated with hypersensitivity reactions to progestagens. Most cases manifest as urticaria, eczema or erythema multiforme-like. A 26-year-old woman developed violaceous plaques on the groin and abdomen, 4 days after a spontaneous abortion resolved with uterine curettage. The lesions recurred once monthly at the same sites, mimicking a fixed drug eruption. Although the histopathology was compatible with fixed drug eruption, positive intradermal testing and symptomatic improvement after using oral contraceptive pills gave us a clue to the diagnosis.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Progesterona/efeitos adversos , Doenças Autoimunes/diagnóstico , Erupção por Droga/diagnóstico , Dermatite/diagnóstico
13.
Pediátr. Panamá ; 47(3): 21-23, diciembre 2018.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-980129

RESUMO

La dermatitis periorificial es una erupción pápulo-pustular parecida a la rosácea y se ha considerado una variante de la misma. Se presenta como un brote eritematoso uniforme con pápulas y que normalmente aparece en área perioral, pero puede aparecer alrededor de nariz y ojos. La dermatitis periorificial es más frecuente en los adultos jóvenes, pero se han descrito casos en menores de 6 meses. Se reporta un caso de dermatitis periorificial asociada al uso de corticoides tópicos y sistémicos


Periorificial dermartitis is a rosacea-like papulopustular eruption that is thought to represent a variant to rosacea. These patients present a uniform erythematous papulas most commonly periorally but also ocurring around the nose and eyelids. Periorificial dermatitis is more frequent in young adults, but there are cases reported in children under 6 months of age. We report the case of a periorificial dermatitis secondary to the use of sistemic and topical corticosteroids


Assuntos
Criança , Corticosteroides , Dermatite Perioral , Dermatite
14.
Pesqui. vet. bras ; 38(12): 2233-2236, dez. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-976423

RESUMO

Infections caused by methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA) being a constant concern, ceftaroline fosamil has been recently approved as a new cephalosporin, active against MRSA, for use in humans; only rare cases of resistance have been reported till date. There is no report of resistance to ceftaroline in Staphylococcus pseudintermedius, which is the main bacterium causing dermatitis and otitis in dogs. To evaluate staphylococcal resistance to ceftaroline, 35 isolates of methicillin-resistant S. pseudintermedius (MRSP), carrying the mecA gene, from 26 dogs with folliculitis and nine dogs with external otitis, underwent disk diffusion test with cefoxitin, oxacillin, and ceftaroline. Tests with cefoxitin and oxacillin showed > 90% sensitivity in methicillin resistance detection. In the disk diffusion test, 97.14% (34/35) were resistant to cefoxitin, 94.29% (33/35) to oxacillin, and 31.43% (11/35) to ceftaroline. Of the ceftaroline-resistant strains, 27.27% (3/11) were obtained from the ears of dogs while the rest (8/11) were from the skin. The current report is the first description of MRSP resistance to ceftaroline.(AU)


Infecções causadas por Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA) são uma preocupação médica constante. A ceftarolina fosamila é uma nova cefalosporina ativa contra Staphylococcus aureus resistente à meticilina recentemente aprovada para uso em humanos e raros casos de resistência relatados até agora. Não há relatos de resistência à ceftarolina em Staphylococcus pseudintermedius, principal bactéria causadora de dermatite e otite em cães. Com o objetivo de avaliar a resistência estafilocócica à ceftarolina, 35 amostras de S. pseudintermedius resistentes à meticilina (MRSP), portadoras do gene mecA, provenientes de 26 cães com foliculite e 9 com otite externa foram submetidos ao teste de disco-difusão com cefoxitina, oxacilina e ceftarolina. Os testes realizados com cefoxitina e oxacilina mostraram mais de 90% de sensibilidade na detecção da resistência à meticilina em ambas. No teste da disco-difusão, 97,14% (1/35) foram resistentes à cefoxitina, 94,29% (3/35) à oxacilina e 31,43% (11/35) à ceftarolina. Das cepas resistentes às ceftarolina, 27,27 (3/11) foram provenientes de ouvido de cães e as demais (8/11), provenientes da pele, sendo essa primeira descrição de resistência de MRSP à ceftarolina na literatura atual.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Oxacilina , Staphylococcus/genética , Staphylococcus aureus , Infecções Cutâneas Estafilocócicas/veterinária , Cefoxitina , Resistência às Cefalosporinas , Cães/microbiologia , Dermatite/veterinária , Testes de Sensibilidade a Antimicrobianos por Disco-Difusão/veterinária , Foliculite/veterinária
15.
Arch. argent. pediatr ; 116(5): 671-674, oct. 2018. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS, BINACIS | ID: biblio-973671

RESUMO

El síndrome de Sweet, también conocido como dermatosis neutrofílica febril, es un trastorno dermatológico poco frecuente en pediatría. Clínicamente, se caracteriza por la aparición de lesiones papulares y/o nodulares de una coloración rojiza-violeta con hipersensibilidad local. Se reporta el caso de una paciente femenina de 5 años, quien consultó por un cuadro clínico de 10 días de evolución de aparición de lesión forunculosa en el arco nasal. Se realizó una biopsia de piel, que reportó dermatitis difusa con predominio de polimorfonucleares neutrófilos, necrosis epidérmica y ausencia de vasculitis. No se identificaron microorganismos. Se consideró el cuadro compatible con síndrome de Sweet. Es importante tener en cuenta este diagnóstico en cuadros clínicos similares y se deben descartar otros diagnósticos más frecuentes primero.


Sweet syndrome, also known as acute febrile neutrophilic dermatosis, is an infrequent dermatological disorder in pediatrics. Clinically it is characterized by the development of papular and/or nodular lesions of a reddish-violet coloration with local hypersensitivity. We report the case of a 5-year-old female who consulted 1 month after the appearance of the lesion in the nasal arch. A skin biopsy was performed and it reported diffuse dermatitis with a predominance of neutrophil polymorphonuclear cells, epidermal necrosis and absence of vasculitis. No microorganisms were identified. It was considered compatible with Sweet syndrome. It is important to consider this diagnosis in similar clinical cases and other more frequent diagnoses must be ruled out first.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pré-Escolar , Síndrome de Sweet/diagnóstico , Dermatite/diagnóstico , Neutrófilos/citologia , Biópsia , Síndrome de Sweet/fisiopatologia , Dermatite/patologia
16.
Pesqui. vet. bras ; 38(7): 1389-1393, July 2018. tab, graf, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-976460

RESUMO

Trophoallergens are specific components of food or its ingredients, able to precipitate the atopic eczema at 19.6% to 30% of the dogs with atopic dermatitis (AD). This study evaluated the efficacy of hydrolyzed soy dog food and homemade food with unusual protein in the control of chronic pruritus in dogs with AD. For this, twenty-eight dogs with AD were selected. AD diagnosis was based on Favrot's criteria. The animals were separated in two groups; one group consumed hydrolyzed soy dog food while the other group consumed homemade food with protein sources and original carbohydrates. They were evaluated every two weeks by the Rybnicek and CADLI scale over 60 days. Animals in the group that consumed hydrolyzed soy dog food presented a reduced score of pruritus (Rybnicek scale) on days +15, +30, +45 and +60 (P<0.01) compared to day 0. While the dogs in the homemade food group have not presented a significant difference (P>0.05) in 60 days of treatment. When evaluated by the Canine Atopic Dermatitis Lesion Index (CADLI), dogs treated with soy hydrolyzed dog food had a partial improvement on days +45 (P<0.05) and +60 (P<0.01) compared to day 0, while the dogs in the second group did not show improvements (P>0.05) in 60 days of treatment. In conclusion, soy hydrolyzed dog food has proved effective to partially control clinical signs of food-induced atopic dermatitis; however, it is not effective for the complete control of the disease.(AU)


Os trofoalérgenos são componentes específicos do alimento ou de seus ingredientes, capazes de precipitar o eczema atópico em 19,6% a 30% dos cães com dermatite atópica (DA). O presente estudo teve como objetivo avaliar a eficácia da ração de soja hidrolisada e da comida caseira com proteína não usual no controle do prurido crônico em cães com DA. Para isso foram utilizados vinte e oito cães com DA. O diagnóstico de DA foi baseado nos critérios de Favrot. Os animais foram separados em dois grupos, um grupo consumindo ração hidrolisada de soja e o outro grupo comida caseira com fontes de proteína e carboidratos originais. Estes foram avaliados quinzenalmente pela escala de Rybnicek e CADLI durante 60 dias. Os animais do grupo alimentado com ração hidrolisada de soja apresentaram uma minimização no escore de prurido (escala de Rybnicek) nos dias +15, +30, +45 e +60 (P<0,01) em relação ao dia 0. Já os cães do grupo alimentado com comida caseira não apresentaram diferença significativa (P>0,05) nos 60 dias de tratamento. Quando avaliados pelo índice de CADLl os cães tratados com ração hidrolisada de soja tiveram uma melhora parcial nos dias, +45 (P<0,05) e +60 (P<0,01) em relação ao dia 0, enquanto que os cães do segundo grupo não obtiveram melhora (P>0,05) nos 60 dias de tratamento. A ração hidrolisada de soja se mostrou efetiva para controlar parcialmente os sinais clínicos da dermatite atópica induzida por alimentos, no entanto, não é eficaz para o controle total da doença.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Dermatite/veterinária , Cães/anormalidades , Ração Animal/análise , Soja
17.
Pesqui. vet. bras ; 38(7): 1444-1448, July 2018. graf, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-976461

RESUMO

Crab-eating foxes (Cerdocyon thous) are wild canids found in practically all Brazilian states. They usually live and hunt in pairs, but can be found in small groups, which favors the transmission of diseases such as sarcoptic mange. This study aims to describe the epidemiological, parasitological and pathological findings of two fatal cases of sarcoptic mange in C. thous. Two wild canids were necropsied and cytological examination of skin and crust samples and histologic evaluation of various tissue samples were performed. Gross findings included poor body condition and extensive alopecia with thick skin crusts interspersed by intensely reddened alopecic areas. The cytological examination revealed numerous mites with short gnathosoma and rounded idiosoma that were transversally striated and presented triangular spines on the dorsal surface, terminal anus, and short and thick legs, characteristic of Sarcoptes scabiei. Histologic examination of the skin revealed numerous tunnels into and under the stratum corneum of the epidermis containing high amounts of S. scabiei. The mites were associated with marked acanthosis and hyperkeratosis, and mild superficial dermatitis. The findings reveal that sarcoptic mange is an important disease in wild canids.(AU)


Cachorros-do-mato (Cerdocyon thous) são canídeos selvagens encontrados em praticamente todos os estados brasileiros. Geralmente vivem e caçam em pares, mas podem ser encontrados em pequenos grupos, o que favorece a transmissão de doenças, como a sarna sarcóptica. O presente trabalho tem como objetivo descrever os achados epidemiológicos, parasitológicos e patológicos de dois casos fatais de sarna sarcóptica em cachorros-do-mato. Foram realizados necropsia de dois cachorros do mato, exame citológico de amostras de pele e crostas e exame histológico de amostras dos órgãos e tecidos. Na necropsia foram observados mau estado corporal, extensas áreas de alopecia, crostas cutâneas espessas que se desprendiam e eram intercaladas por áreas alopécicas intensamente eritematosas. No exame citológico foi observada grande quantidade de ácaros com gnatossoma curto e largo, idiossoma globoso, transversalmente estriado e com espinhos triangulares na superfície dorsal, ânus terminal e pernas curtas e grossas, característicos de Sarcoptes scabiei. Ao exame histológico da pele havia muitos túneis no estrato córneo da epiderme e abaixo dele, contendo grande quantidade de S. scabiei. Essas estruturas parasitárias estavam associadas a acantose e hiperqueratose acentuadas e dermatite superficial discreta. Os achados revelam a sarna sarcóptica como uma doença importante em cachorros do mato.(AU)


Assuntos
Animais , Sarcoptes scabiei/classificação , Sarcoptes scabiei/patogenicidade , Canidae/anormalidades , Dermatite/veterinária
19.
Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online) ; 10(3, n. esp): 266-268, jun. 2018.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-906120

RESUMO

Conclusão: Diante do exposto, a argila pode ser eficaz em afecções semelhantes à dermatite ocre. Porém, pelo fato de haver pouca literatura testando os benefícios da argila em quadros clínicos semelhantes, outros estudos são necessários para confirmar ainda mais as propriedades da Argila em desordens ortopédicas, dermatológicas e vasculares.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Argila/efeitos adversos , Dermatite/reabilitação , Varizes/terapia
20.
Pesqui. vet. bras ; 38(5): 889-895, May 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-955400

RESUMO

O presente estudo foi conduzido com o objetivo de determinar as causas de fotossensibilização em ruminantes e equídeos no Nordeste do Brasil, através da revisão dos laudos de exames arquivados no Laboratório de Patologia Veterinária da Universidade Federal da Paraíba. Durante os quatro anos do estudo foram diagnosticados 22 surtos de fotossensibilização, incluindo 11 surtos de fotossensibilização primária e oito surtos de fotossensibilização hepatógena. A intoxicação por Froelichia humboldtiana foi a principal causa de fotossensibilização e a única causa de fotossensibilização primária. As espécies mais gravemente afetadas por fotossensibilização primária foram os asininos, caprinos, bovinos e ovinos, mas os equinos e mulas também são afetados. A intoxicação por Brachiaria decumbens foi a principal causa de fotossensibilização hepatógena e afetou apenas os ovinos e bovinos. Outras plantas associadas com fotossensibilização hepatógena incluíram Enterolobium contortisiliquum e Lantana camara. Dermatite alérgica foi diagnosticada em dois rebanhos ovinos e em um cavalo. Os animais tinham lesões crônicas, caracterizadas por alopecia, crostas e hiperpigmentação no topo da cabeça, ao redor dos olhos (ovinos) e nos membros (equino). O prurido foi o principal sinal clínico observado nos casos de fotossensibilização primária e hipersensibilidade à picada de insetos.(AU)


The study was conducted to determine the causes of photosensitization in ruminants and equidae in northeastern Brazil through a review of the files at the Laboratório de Patologia Veterinária of Universidade Federal da Paraíba. During four years of the study 22 outbreaks of photosensitization were diagnosed, including 11 outbreaks of primary photosensitization and eight outbreaks of hepatogenous photosensitization. Poisoning by Froelichia humboldtiana was the main cause of photosensitization, and the only cause of primary photosensitization. The most severely affected animals by primary photosensitization are donkeys, goats, cattle and sheep, but horses and mules may also be affected. Poisoning by Brachiaria decumbens was the main cause of hepatogenous photosensitization, and affected only sheep and cattle. Other plants associated with hepatogenous photosensitization in cattle include Enterolobium contortisiliquum and Lantana camara. Allergic dermatitis was diagnosed in two flocks of sheep and in a horse. The animals had chronic lesions characterized by areas of alopecia, crusts and hyperpigmentation on the head, around the eyes (sheep) and at the legs (horse). Itching was the main clinical sign in cases of primary photosensitization and insect hypersensitivity.(AU)


Assuntos
Animais , Ruminantes/anormalidades , Fármacos Fotossensibilizantes/efeitos adversos , Dermatite/complicações , Cavalos/anormalidades
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA