Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 114
Filtrar
1.
Rev. bras. parasitol. vet ; 29(1): e013119, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1058018

RESUMO

Abstract The objective of this study was to evaluate the efficacy of carvacryl acetate (CVA) and nanoencapsulated CVA (nCVA) on gastrointestinal nematodes of sheep. The CVA was nanoencapsulated with chitosan/gum arabic and the efficacy of nanoencapsulation (EE), yield, zeta potential, nanoparticle morphology and release kinetics at pH 3 and 8 were analyzed. Acute and subchronic toxicity were evaluated in rodents and reduction of egg counts in the faeces (FECRT) of sheep. The sheep were divided into four groups (n = 10): G1, 250 mg/kg CVA; G2, 250 mg/kg nCVA; G3, polymer matrix and G4: 2.5 mg/kg monepantel. EE and nCVA yield were 65% and 57%, respectively. The morphology of the nanoparticles was spherical, size (810.6±286.7 nm), zeta potential in pH 3.2 (+18.3 mV) and the 50% release of CVA at pHs 3 and 8 occurred at 200 and 10 h, respectively. nCVA showed LD50 of 2,609 mg/kg. CVA, nCVA and monepantel reduced the number of eggs per gram of faeces (epg) by 57.7%, 51.1% and 97.7%, respectively. The epg of sheep treated with CVA and nCVA did not differ from the negative control (P>0.05). Nanoencapsulation reduced the toxicity of CVA; however, nCVA and CVA presented similar results in the FECRT.


Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia do acetato de carvacrila (ACV) e do ACV nanoencapsulado (nACV) sobre nematóides gastrintestinais de ovinos. O ACV foi nanoencapsulado com quitosana/goma arábica e foi analisada a eficácia de nanoencapsulamento (EE), o rendimento, potencial zeta, morfologia das nanopartículas e cinética de liberação em pH 3 e 8. Foram avaliadas as toxicidades aguda e subcrônica em roedores e a redução da contagem de ovos nas fezes (RCOF) de ovinos. Os ovinos foram divididos em quatro grupos (n = 10): G1, 250 mg/kg ACV; G2, 250 mg/kg de nACV; G3, matriz polimérica e G4: 2,5 mg/kg de monepantel. A EE e o rendimento de nACV foram de 65% e 57%, respectivamente. A morfologia das nanopartículas foi esférica, tamanho (810,6±286,7 nm), potencial zeta no pH 3,2 (+18,3 mV) e a liberação de 50% de CVA nos pHs 3 e 8 ocorreu às 200 e 10 h, respectivamente. nACV apresentou DL50 de 2.609 mg/kg. ACV, nACV e o monepantel reduziram a contagem de ovos por grama de fezes (opg) em 57,7%, 51,1% e 97,7%, respectivamente. A contagem de opg de ovelhas tratadas com ACV e nCVA não diferiu do controle negativo (P>0,05). O nanoencapsulamento reduziu a toxicidade do AVC; no entanto, nACV e ACV apresentaram resultados semelhantes na RCOF.


Assuntos
Animais , Feminino , Doenças dos Ovinos/tratamento farmacológico , Monoterpenos/administração & dosagem , Trato Gastrointestinal/parasitologia , Nanocápsulas/administração & dosagem , Anti-Helmínticos/administração & dosagem , Nematoides/efeitos dos fármacos , Infecções por Nematoides/tratamento farmacológico , Contagem de Ovos de Parasitas , Roedores , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Ovinos , Testes de Toxicidade , Testes de Sensibilidade Parasitária , Monoterpenos/toxicidade , Nanocápsulas/toxicidade , Fezes/parasitologia , Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real , Anti-Helmínticos/toxicidade , Camundongos , Nematoides/isolamento & purificação , Nematoides/classificação , Infecções por Nematoides/parasitologia
2.
Rev. bras. parasitol. vet ; 29(1): e014819, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1058007

RESUMO

Abstract Despite the global importance of the zoonotic parasite Toxoplasma gondii, little is known regarding its infection in the Democratic Republic of São Tomé and Príncipe (DRSTP). This is the first report of antibodies to T. gondii in cattle, sheep, goats and pigs from the DRSTP. Antibodies were assessed by the modified agglutination test (MAT), with a cut-off titer of 100 for cattle and 20 for sheep, goats and pigs. The present study revealed an overall seroprevalence of 55.8%; 27.1% in 48 cattle, 68.4% in 98 sheep, 70.1% in 97 goats and 43.7% in 103 pigs. The south geographical area for cattle, the central area for sheep, and adult age and living in the central region for goats were found to be risk factors for seropositivity to T. gondii. These results support the scenario of a considerable presence of sporulated oocysts as well as of infected intermediate hosts in the local environment. Consumption of raw or undercooked meat should be considered as an important potential source of infection for animals and humans in the DRSTP.


Resumo Apesar da importância global do parasita zoonótico Toxoplasma gondii, pouco se conhece sobre sua infecção na República Democrática de São Tomé e Príncipe (RDSTP). Esse é o primeiro relato de anticorpos para T. gondii em bovinos, ovinos, caprinos e suínos da RDSTP. Os anticorpos foram pesquisados pelo teste de aglutinação direta modificada (TADM), com um título de corte de 100 para bovinos e de 20 para ovinos, caprinos e suínos. O presente estudo revelou uma soroprevalência global de 55,8%: 27,1% em 48 bovinos, 68,4% em 98 ovinos, 70,1% em 97 caprinos e 43,7% em 103 suínos. A área geográfica sul para os bovinos, a área central para os ovinos, bem como a idade adulta e a região central para os caprinos foram considerados fatores de risco para soropositividade a T. gondii. Esses resultados suportam o cenário de uma considerável presença de oocistos esporulados, bem como de hospedeiros intermediários infectados no ambiente local. O consumo de carne crua ou mal passada deve ser considerado como uma importante fonte potencial de infecção para animais e seres humanos na RDSTP.


Assuntos
Animais , Bovinos , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Doenças dos Ovinos/diagnóstico , Doenças dos Ovinos/epidemiologia , Suínos , Doenças dos Suínos/diagnóstico , Doenças dos Suínos/epidemiologia , Cabras , Ovinos , Doenças dos Bovinos/diagnóstico , Doenças dos Bovinos/epidemiologia , Doenças das Cabras/diagnóstico , Doenças das Cabras/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Fatores de Risco , São Tomé e Príncipe/epidemiologia
3.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(4): 644-651, Oct.-Dec. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1057972

RESUMO

Abstract This study aimed to evaluate the anthelmintic activity of Eucalyptus citriodora essential oil and citronellal on sheep gastrointestinal nematodes. Essential oil composition was determined by gas chromatography mass spectrometry. The substances were evaluated in vitro using adult worm motility test (AWMT) and transmission electron microscopy (TEM). The acute toxicity test in mice and the fecal egg count reduction test (FECRT) in sheep were performed. Citronellal was confirmed as the essential oil major constituent (63.9%). According to the AWMT, 2 mg/mL of essential oil and citronellal completely inhibited Haemonchus contortus motility at 6 h post exposure. H. contortus exposed to essential oil and citronellal exhibited internal ultrastructural modifications. The lethal dose 50 values in mice were 5,000 and 2,609 mg/kg for essential oil and citronellal, respectively. E. citriodora essential oil reduced sheep epg at 14 days post treatment by 69.5% (P<0.05). No significant differences were observed in epg between the citronellal and negative control groups (P>0.05). The interaction between citronellal and other constituents in the essential oil may be relevant for its in vivo anthelmintic activity. Thus, E. citriodora essential oil and citronellal pharmacokinetic studies may help elucidate the anthelmintic activity of these compounds.


Resumo Este trabalho objetivou avaliar a atividade anti-helmíntica do óleo essencial de Eucalyptus citriodora e citronelal sobre nematoides gastrintestinais de ovinos. A composição do óleo essencial foi determinada por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas. As substâncias foram avaliadas in vitro utilizando-se teste de motilidade de vermes adultos (AWMT) e microscopia eletrônica de transmissão (TEM). Teste de toxicidade aguda em camundongos e teste de redução da contagem de ovos fecais (FECRT) em ovinos foram realizados. Citronelal foi confirmado como componente majoritário do óleo essencial (63,9%). No AWMT, 2 mg/mL de óleo essencial e citronelal inibiram completamente a motilidade de H. contortus 6 h pós-exposição. H. contortus expostos ao óleo essencial e citronelal exibiram modificações ultraestruturais internas. Os valores da dose letal 50 em camundongos foram 5.000 e 2.609 mg/kg para óleo essencial e citronelal, respectivamente. Óleo essencial de E. citriodora reduziu opg de ovinos 14 dias pós-tratamento em 69,5% (P<0,05). Não houve diferença significativa de opg entre grupo controle negativo e citronelal (P>0,05). A interação entre citronelal e outros constituintes do óleo essencial pode ser relevante na atividade anti-helmíntica in vivo. Portanto, avaliação farmacocinética do óleo essencial de E. citriodora e citronelal pode auxiliar a elucidar a atividade anti-helmíntica desses compostos.


Assuntos
Animais , Feminino , Camundongos , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Óleos Voláteis/farmacologia , Ovinos/parasitologia , Eucalyptus/química , Hemoncose/veterinária , Haemonchus/efeitos dos fármacos , Anti-Helmínticos/farmacologia , Contagem de Ovos de Parasitas , Óleos Voláteis/isolamento & purificação , Testes de Sensibilidade Parasitária , Microscopia Eletrônica de Transmissão , Hemoncose/parasitologia , Haemonchus/isolamento & purificação , Haemonchus/ultraestrutura , Cromatografia Gasosa-Espectrometria de Massas
4.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(4): 700-707, Oct.-Dec. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1057997

RESUMO

Abstract The aim here is to present data on the efficacy of anthelmintics in sheep flocks in Rio de Janeiro, Brazil, and to discuss the interpretation of the fecal egg count reduction test (FECRT) for each nematode genus. Fecal eggs counts and pre- and post-treatment coprocultures were performed, the former to evaluate the efficacy of and the latter to determine the overall parasite prevalence. An additional efficacy test was performed at Farm # 1 a year after the initial test. Severe anthelmintic resistance was found for the flocks, with no FECRT sensitivity at any of the 22 farms evaluated. However, an analysis of the infective larvae showed that some drugs were effective against certain parasitic genera; i.e., levamisole was more effective against Haemonchus spp. and moxidectin against Trichostrongylus spp. In the additional FECRT performed at Farm # 1, moxidectin and nitroxynil were ineffective separately, but when applied in combination they were highly effective due to their efficacy against Haemonchus (nitroxynil) and Trichostrongylus (moxidectin), respectively. The use of the FECRT targeting the parasitic nematode species prevalent on farms may make it possible to choose more effective anthelmintics.


Resumo O objetivo deste trabalho foi apresentar dados sobre a eficácia de anti-helmínticos em rebanhos ovinos no Rio de Janeiro, Brasil, e discutir a interpretação do teste de redução da contagem de ovos nas fezes (TRCOF) para cada gênero de nematoide. A contagem de ovos fecais (OPG) e coprocultura pré e pós-tratamento foram realizadas para avaliar a eficácia e a prevalência geral do parasito, respectivamente. Um teste de eficácia adicional foi realizado na Fazenda # 1 após um ano do teste inicial. Resistência anti-helmíntica grave foi encontrada, não havendo sensibilidade no TRCOF em nenhuma das 22 fazendas avaliadas. No entanto, na análise das larvas infectantes observou-se que algumas drogas foram eficazes contra certos gêneros parasitários; por exemplo, o levamisol foi mais eficaz contra Haemonchus spp. e a moxidectina contra Trichostrongylus spp. No TRCOF adicional realizado na Fazenda 1, a moxidectina e o nitroxinil foram ineficazes separadamente, mas quando aplicados em combinação, foram altamente eficazes devido à sua eficácia contra Haemonchus spp. (nitroxinil) e Trichostrongylus spp. (moxidectina), respectivamente. O TRCOF visando às espécies de nematoides parasitas prevalentes nas fazendas pode possibilitar a escolha de anti-helmínticos mais eficazes.


Assuntos
Animais , Contagem de Ovos de Parasitas , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Fezes/parasitologia , Anti-Helmínticos/uso terapêutico , Nematoides/efeitos dos fármacos , Resistência a Medicamentos , Ovinos , Testes de Sensibilidade Parasitária , Anti-Helmínticos/farmacologia , Nematoides/isolamento & purificação , Nematoides/classificação
5.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(4): 652-660, Oct.-Dec. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1057987

RESUMO

Abstract The aim of this study was to evaluate the effect of two nutritional statuses on the productive performance of Dorper lambs naturally infected with gastrointestinal nematodes. Thirty-two lambs, grazing together on the same pasture, were allocated into four experimental groups: (G1) infected-supplemented diet, (G2) control-supplemented diet, (G3) infected-basal diet, and (G4) control-basal diet. Control animals received suppressive treatment with monepantel every two weeks, while precautionary anthelmintic treatments were given to all lambs of the infected groups with packed cell volume (PCV) <23%. There was reduction in the PCV means of all groups, which was more pronounced in the infected lambs that also presented reduction in total plasma protein values in comparison with the controls. Weight gain was affected by diet and infection status (P < 0.05). Daily body weight gain was 0.170 kg in the G1, 0.205 kg in the G2, 0.085 kg in the G3, and 0.116 kg in the G4. The cold carcass weight was 4.1% and 13.7% higher in controls in comparison with infected lambs, respectively, in the supplemented and basal diets. The infected groups, despite receiving precautionary anthelmintic treatments to prevent deaths due to haemonchosis, presented reduction in the production parameters in comparison with the controls.


Resumo O experimento teve por objetivo determinar o efeito de dois níveis de nutrição no desempenho produtivo de cordeiros Dorper naturalmente infectados por nematoides gastrintestinais. Trinta e dois cordeiros, mantidos juntos na mesma pastagem, foram alocados em quatro grupos experimentais: (G1) infectado-suplementado, (G2) controle-suplementado, (G3) infectado-dieta basal e (G4) controle-dieta basal. Os cordeiros suplementados receberam diariamente concentrado em quantidade equivalente a 2% do peso corporal (PC), enquanto na dieta basal receberam apenas uma pequena quantidade de concentrado (0,35% do PC). Os animais controles receberam tratamento supressivo com anti-helmíntico a cada duas semanas e os infectados foram tratados individualmente quando apresentaram volume globular (VG) <23%. Houve redução nas médias de VG em todos os grupos, as quais foram mais pronunciadas nos animais dos grupos infectados, que também apresentaram redução nos valores de proteína plasmática total em comparação com os controles. Houve efeito significativo da dieta e da infecção no ganho de peso (P <0,05). O ganho em peso diário foi de 0,170 kg no G1, 0,205 kg no G2, 0,085 kg no G3 e 0,116 kg no G4. Os grupos infectados, apesar de receberem tratamentos anti-helmínticos preventivos que evitaram mortes por haemonchose, apresentaram redução nos parâmetros produtivos em comparação com os controles.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Doenças dos Ovinos/tratamento farmacológico , Tricostrongilose/veterinária , Estado Nutricional , Suplementos Nutricionais , Aminoacetonitrila/análogos & derivados , Hemoncose/veterinária , Anti-Helmínticos/administração & dosagem , Contagem de Ovos de Parasitas , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Tricostrongilose/tratamento farmacológico , Ovinos , Estudos de Casos e Controles , Aminoacetonitrila/administração & dosagem , Hemoncose/tratamento farmacológico
6.
Pesqui. vet. bras ; 39(10): 796-801, Oct. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1056903

RESUMO

Respiratory diseases are among the most important diseases in sheep flocks. Herein was studied the bacterial etiology of respiratory disease and the clinical signs of 99 female and male sheep breed in the states of São Paulo (SP) and Rio de Janeiro (RJ), Brazil. After physical examination of animals, tracheobronchial flushing samples were obtained. The usual bacteria and Mycoplasma spp. were searched, as well as their association with the clinical status and clinical signs of sheep with respiratory disease. The main observed signs were: tachypnea (75%), increase of rectal temperature (09.4%), mucopurulent/purulent nasal discharge (21.9%), cough (25%), dyspnea (31.2%), changes of lung sounds at auscultation (87.5%) and chest percussion (28.1%) in pneumonic sheep. Non-fermenting gram-negative bacteria and Bacillus sp. were the most isolated bacteria. Microorganisms of the Mollicutes class were molecularly (PCR) detected in 33.3% of the animals. In addition, the specific detection of M. mycoides subsp. capri was described for the first time in sheep from the state of São Paulo, Brazil.(AU)


A doença respiratória é uma das doenças mais importantes em rebanhos ovinos. Esta pesquisa teve como objetivo determinar a etiologia bacteriana da doença respiratória e sua relação com sinais clínicos em ovinos criados nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, Brasil. Noventa e nove ovelhas machos e fêmeas dos Estados de São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ) foram estudadas. Após o exame físico, amostras de lavagem traqueobrônquica foram obtidas. A presença de bactérias aeróbias e Mycoplasmaspp. foram estudados, assim como a associação entre os microrganismos e estado clínico e sinais clínicos de doença respiratória em ovinos. As principais manifestações clínicas observadas foram: taquipneia (75%), alta temperatura retal (09,4%), secreção nasal mucopurulenta/purulenta (21,9%), tosse (25%), dispneia (31,2%), sons pulmonares alterados na ausculta (87,5%) e na percussão torácica (28,1%) em ovelhas pneumônicas. Bactérias gram-negativas não fermentadoras e Bacillus sp. foram as bactérias mais isoladas. Microrganismos da classe Mollicutes foram detectados molecularmente (PCR) em 33,3% dos ovinos. Além disso, descreve-se pela primeira vez no estado de São Paulo, Brasil, a detecção do M. mycoides subsp. capri na espécie ovina utilizando a reação de polimerase em cadeia.(AU)


Assuntos
Animais , Infecções por Pasteurella/veterinária , Pneumonia/etiologia , Pneumonia/veterinária , Ovinos , Infecções por Mycoplasma/veterinária , Doenças dos Ovinos/microbiologia , Bacillus/isolamento & purificação , Pasteurella/isolamento & purificação , Klebsiella/isolamento & purificação , Mycoplasma/isolamento & purificação
7.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(3): 360-366, July-Sept. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042528

RESUMO

Abstract Mycoplasma ovis is an emerging zoonotic pathogen with a worldwide distribution and can cause mild to severe hemolytic anemia, icterus, and poor weight gain in animals. Although M. ovis has been described in small ruminants worldwide, data on M. ovis in sheep in Brazil is unknown. The objective of the present study was to present the first report of hemotropic mycoplasma (HM) in sheep from Brazil. We evaluated factors associated with this infection, such age group, tick presence, and anemia. Blood samples were collected from 33 sheep from a farm in southern Brazil and screened for hemoplasmas using PCR. Out of 33 samples, 26 (78.8%) tested positive for M. ovis. The sequencing of positive samples showed 100% identity with multiple M. ovis 16S rDNA sequences. No association was observed between the presence of M. ovis and the FAMACHA© score (p = 0.620). Rhipicephalus (Boophilus) microplus (15/33, 45.4%) was the tick species found on the animals. No significant association between M. ovis infection and presence of ticks (p = 0.4134) and age group (p = 0.4221) was observed. This is the first report of M. ovis infection in sheep from Brazil and only the second report of this pathogen in sheep in Latin America.


Resumo Mycoplasma ovis é um patógeno zoonótico emergente com distribuição mundial e pode causar anemia hemolítica de leve a grave, icterícia e baixo ganho de peso em animais. Embora M. ovis tenha sido descrito em pequenos ruminantes em todo o mundo, os dados sobre M. ovis em ovinos no Brasil são desconhecidos. O objetivo deste estudo foi apresentar o primeiro relato de micoplasmas hemotrópicos em ovinos no Brasil. Avaliamos os fatores associados a essa infecção, como faixa etária, presença de carrapatos e anemia. Amostras de sangue foram coletadas de 33 ovelhas de uma fazenda no sul do Brasil e testadas para hemoplasmas usando a PCR. Das 33 amostras, 26 (78,8%) apresentaram resultado positivo. O sequenciamento das amostras positivas mostrou 100% de identidade com múltiplas sequências de M. ovis 16S rDNA. Não foi observada associação entre a presença de M. ovis e o escore FAMACHA© (p = 0,620). Rhipicephalus (Boophilus) microplus (15/33, 45,4%) foi a espécie de carrapato encontrada nos animais. Não houve associação significativa entre infecção por M. ovis e presença de carrapatos (p = 0,4134) e faixa etária (p = 0,4221). Este é o primeiro relato de infecção por M. ovis em ovinos no Brasil e o segundo relato deste patógeno em ovinos na América Latina.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Doenças dos Ovinos/microbiologia , Mycoplasma/classificação , Infecções por Mycoplasma/veterinária , Filogenia , Doenças dos Ovinos/diagnóstico , Doenças dos Ovinos/epidemiologia , DNA Ribossômico/genética , Ovinos , RNA Ribossômico 16S/genética , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária , Rhipicephalus/microbiologia , Mycoplasma/isolamento & purificação , Mycoplasma/genética , Infecções por Mycoplasma/diagnóstico , Infecções por Mycoplasma/epidemiologia
8.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(3): 522-527, July-Sept. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042515

RESUMO

Abstract The anthelmintic resistance stimulated the search for strategies for controlling gastrointestinal nematodes, including the use of free essential oils or its nanoemulsion. This study evaluated the anthelmintic efficacy of Cymbopogon citratus essential oil (CcEO) and C. citratus essential oil nanoemulsion (CcEOn). Pysicochemical analyses were performed. The in vitro effect was determined using the egg hatch test (EHT) on Haemonchus contortus and in vivo effect was evaluated in sheep infected with gastrointestinal nematodes. The animals were treated with CcEO (500 mg/kg) or CcEOn (450 mg/kg) for the fecal egg count (FEC) and the determination of worm burden. The main component of CcEO was citral. The CcEO content in the nanoemulsion was 20% (v/v), and the mean particle size was 248 nm. In EHT, CcEO and CcEOn (1.25 mg/mL) inhibited larval hatching by 98.4 and 97.1%, respectively. Three animals treated with CcEO died whereas in the group treated with CcEOn one animal died. The FEC and total worm burden of the treated groups did not differ from the negative control (p>0.05). The CcEOn showed efficacy only on H. contortus (p<0.05). In conclusion, nanoencapsulation reduced toxicity and increased efficacy on H. contortus.


Resumo A resistência anti-helmíntica estimulou a busca por estratégias de controle de nematoides gastrintestinais, incluindo óleos essenciais livres ou em nanoemulsão. Este estudo avaliou a eficácia anti-helmíntica do óleo essencial de Cymbopogon citratus (OECc) e da nanoemulsão do óleo essencial de C. citratus (nOECc). Análises físico-químicas foram realizadas. O efeito in vitro foi determinado no teste de eclosão de ovos (TEO) sobre Haemonchus contortus e o efeito in vivo foi avaliado em ovinos infectados com nematoides gastrintestinais. Os animais foram tratados com OECc (500 mg/kg) ou nOECc (450 mg/kg) para determinação do número de ovos por grama de fezes (OPG) e carga parasitária. O principal constituinte do OECc foi citral. O conteúdo de OECc na nanoemulsão foi 20% e o tamanho médio de partícula foi 248 nm. No TEO, OECc e nOECc (1,25 mg/mL) inibiram 98,4 e 97,1% da eclosão larvar, respectivamente. Três animais tratados com o OECc morreram, enquanto um animal do grupo tratado com a nOECc morreu. O OPG e a carga parasitária total dos grupos tratados não diferiram do controle negativo (p>0.05). A nOECc apresentou eficácia somente sobre H. contortus (p<0.05). Como conclusão, o nanoencapsulamento reduziu a toxicidade e aumentou a eficácia sobre H. contortus.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Óleos Voláteis/farmacologia , Extratos Vegetais/farmacologia , Cymbopogon/química , Anti-Helmínticos/farmacologia , Nematoides/efeitos dos fármacos , Ovinos , Fezes/parasitologia , Nematoides/isolamento & purificação , Nematoides/classificação
9.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(2): 258-265, Apr.-June 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1013739

RESUMO

Abstract Cysticercus ovis or sheep measles is the larval stage of Taenia ovis, which is the intestinal tapeworm of dogs. It is found in the cardiac and skeletal muscles of sheep and can be the cause of partial or total condemnation of carcasses at abattoirs. The aim of the current work was to determine the prevalence of C. ovis among sheep in Upper Egypt and to present the molecular and phylogenetic analysis of this using the amplified Mitochondrial Cytochrome Oxidase subunit 1 (MT-CO1) gene. A total of 1885 sheep slaughtered at local abattoirs of 4 different governorates of Upper Egypt (Asuit, Sohag, Qena and Aswan) were carefully examined for C. ovis. The overall prevalence of infection was 2.02%. The highest rate of infection was observed in adult animals over 4 years of age (44.73%). There was no significant effect of animal sex on infection rates. The phylogenic analysis of C. ovis Egyptian isolates showed very close similarity to the New Zealand isolate (AB731675). This is the first report showing the genetic analysis of C. ovis in Egypt, which provides a very powerful tool for taxonomy and definitive diagnosis of C. ovis, which could be helpful for preventive and control programs.


Resumo Cysticercus ovis "sheep measles" é o estágio larval da Taenia ovis, encontrada nos músculos de carneiros, causado pela ingestão de ovos de Taenia ovis, parasita de cães. O objetivo do presente trabalho foi determinar a prevalência de C. ovis entre ovinos no Alto Egito e apresentar as análises moleculares e filogenéticas, utilizando o gene da subunidade mitocondrial citocromo-oxidase amplificada 1 (MT-CO1). Um total de 1885 ovinos abatidos em matadouros locais de 4 províncias diferentes do Alto Egito (Asuit, Sohag, Qena e Aswan) foram cuidadosamente examinados para C. ovis. A prevalência geral de infecção foi de 2,02%. A maior taxa de infecção foi observada em animais adultos com mais de 4 anos de idade (44,73%). Não houve efeito significativo do sexo nas taxas de infecção. A análise filogenética de isolados egípcios de C. ovis mostrou uma similaridade muito próxima ao isolado da Nova Zelândia (AB731675). Este é o primeiro relato mostrando a análise genética de C. ovis no Egito, fornecendo uma ferramenta para taxonomia e diagnóstico definitivo de C. ovis, podendo ser útil para programas preventivo e de controle.


Assuntos
Animais , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Cisticercose/veterinária , Ovinos/parasitologia , Complexo IV da Cadeia de Transporte de Elétrons/genética , Cysticercus/genética , Filogenia , Doenças dos Ovinos/epidemiologia , Cisticercose/epidemiologia , Prevalência , Fatores de Risco , Matadouros , Perfilação da Expressão Gênica , Cysticercus/isolamento & purificação , Egito/epidemiologia
10.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(1): 33-39, Jan.-Mar. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-990808

RESUMO

Abstract Currently, albendazole is one of the most commonly used drugs because of its affordability. The objective was to evaluate the histopathology of Fasciola hepatica specimens. For this, the efficacy test was performed on sheep treated with albendazole at the dose recommended for F. hepatica, in which the helminths recovered at necropsy were counted and separated for histology. Spermatogenic cells from parasites recovered from treated and control sheep were examined by microscopy. The fecal egg-count reduction test revealed 97.06% efficacy of albendazole in the treatment of F. hepatica. Changes in testicular tubule cells started 48 hours after treatment and became evident within 72 hours, at which point it became difficult to identify cell types. Primary and secondary spermatogonia became increasingly rare and intercellular vacuolization was more evident. Signs of apoptosis, with pycnotic nuclei and evidence of keriorrexia were observed at all times. Cell debris was identified 96 hours after treatment. The results indicated that parasitic spermatogenesis was severely affected by albendazole and demonstrated the importance of the use of histopathology for the diagnosis of therapeutic efficacy in field strains.


Resumo Na atualidade, o albendazol é uma das drogas mais usadas devido à sua acessibilidade econômica. O objetivo foi avaliar a histopatologia dos espécimes de Fasciola hepatica. Para isso, foi realizado o teste de eficácia em ovinos tratados com albendazol na dose recomendada para Fasciola hepatica, no qual os helmintos recuperados em necropsia foram contabilizados e separados para histologia. As células espermatogênicas de parasitas recuperados de ovinos tratados e controle foram examinadas por microscopia. O teste de redução de ovos por grama de fezes revelou 97,06% de eficácia do albendazol no tratamento de F. hepatica. As alterações nas células dos túbulos testiculares iniciaram-se 48 horas após o tratamento e tornaram-se evidentes em 72 horas, altura em que tornou-se difícil identificar os tipos de células. As espermatogônias primárias e secundárias tornaram-se cada vez mais raras e a vacuolização intercelular foi mais evidente. Sinais de apoptose, com núcleos picnóticos e evidência de cariorrexia foram observados em todos os momentos. Os detritos celulares foram identificados 96 horas após o tratamento. Os resultados indicaram que a espermatogênese parasitária foi severamente afetada pelo albendazol e demonstrou a importância do uso da histopatologia para o diagnóstico de eficácia terapêutica em cepas de campo.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Doenças dos Ovinos/tratamento farmacológico , Ovinos/parasitologia , Albendazol/administração & dosagem , Fasciola hepatica/efeitos dos fármacos , Fasciolíase/veterinária , Anti-Helmínticos/administração & dosagem , Contagem de Ovos de Parasitas , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Fasciolíase/parasitologia , Fasciolíase/tratamento farmacológico , Fezes/parasitologia
11.
Rev. bras. parasitol. vet ; 27(4): 423-429, Oct.-Dec. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-977935

RESUMO

Abstract This study aimed to evaluate the occurrence of nematode resistance to anthelmintics on sheep herds from the semi-arid region of Paraíba, Northeastern Brazil. Fecal Egg Count Reduction Test (FECRT) was carried out on 20 properties. In each herd, 30 animals were divided into five groups containing six animals each: group I, treated with albendazole 10%, 4 mg/kg; group II, ivermectin 0.08%, 0.2 mg/kg; group III, closantel 10%, 10 mg/kg; group IV, levamisole hydrochloride 5%, 5 mg/kg; and group V, monepantel 2.5%, 2.5 mg/kg. All treatments were administered orally as a single dose. Fecal samples were collected on days zero and 10 after treatment, to perform FECRT and coprocultures. Multiresistance was observed in all the properties; 95% had high resistance to albendazole, 85% to ivermectin, 80% to closantel, 40% to levamisole, and 45% to monepantel. On property 15, where monepantel was ineffective, a second FECRT for this anthelmintic was carried out 4 months after the first, resulting in 75% efficacy. Immediately after the FECRT result, two ewes were euthanized and necropsied, and Haemonchus contortus, Trichostrongylus axei, Trichostrongylus colubriformis, Oesophagostomum columbianum, and Trichuris ovis were recovered. It was concluded that the resistance of sheep gastrointestinal nematodes to antthelmintic, including monepantel, is high.


Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar a ocorrência de resistência de nematódeos a anti-helmínticos em rebanhos ovinos do semiárido da Paraíba, Nordeste do Brasil. Testes de Redução na Contagem de Ovos Fecais (TRCOF) foram conduzidos em 20 propriedades. Em cada rebanho, 30 animais foram selecionados e foram divididos em cinco grupos contendo seis animais cada: grupo I, tratado com albendazol 10%, 10 mg/kg; grupo II, ivermectina 0,08%, 0,2 mg/kg; grupo III, closantel 10%, 10 mg/kg; grupo IV, cloridrato de levamisol 5%, 5 mg/kg; grupo V, monepantel 2,5%, 2,5 mg/kg. Todos os tratamentos foram administrados via oral, em dose única. Amostras fecais foram coletadas nos dias zero e 10 após os tratamentos, para a realização do TRCOF e coproculturas. Multirresistência foi observada em todas as propriedades; 95% dos rebanhos obtiveram alta resistência ao albendazole, 85% a ivermectina, 80% ao closantel, 40% ao levamisole, e 45% a monepantel. Na propriedade 15, onde o monepantel foi ineficaz, um segundo TRCOF foi conduzido para este fármaco 4 meses após o primeiro, resultando em 75% de eficácia. Imediatamente após o resultado do TRCOF, duas ovelhas foram eutanaziadas e necropsiadas, e Haemonchus contortus, Trichostrongylus axei, Trichostrongylus colubriformis, Oesophagostomum columbianum, e Trichuris ovis foram recuperados. Concluiu-se que a resistência dos nematódeos gastrintestinais de ovinos aos anti-helmínticos, incluindo o monepantel, é alta.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Nematoides/efeitos dos fármacos , Infecções por Nematoides/veterinária , Antinematódeos/farmacologia , Ovinos , Resistência a Múltiplos Medicamentos , Testes de Sensibilidade Parasitária , Fezes/parasitologia , Nematoides/isolamento & purificação , Infecções por Nematoides/parasitologia
12.
Rev. bras. parasitol. vet ; 27(4): 514-520, Oct.-Dec. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-977931

RESUMO

Abstract Coxiella burnetii is a zoonotic agent transmitted mainly by small ruminants. In Brazil the disease has been classified as a notifiable disease since 2013, when human cases were reported. This study aimed to identify risk factors associated with the presence of anti- Coxiella burnetii antibodies in goats and sheep in a semiarid region of Northeastern Brazil. Sera of 412 goats and 403 sheep from municipality of Petrolina, Pernambuco, were examined by the Indirect Fluorescent Antibody Test (IFAT) against antigens of C. burnetii. Information about management variables (independent variables) that could be associated with the presence of the microorganism (dependent variables) were obtained from the supervisor of each farm. It was determined that 2.2% (9/412) of the goats and 2.1% (9/403) of the sheep had antibodies reactive to C. burnetii. The presence of anti-C. burnetii antibodies was associated with the dry area of the Sequeiro (a region in the northern part of the municipality of Petrolina) (P = 0.025), male sheep (P = 0.020), and intensive goat breeding (P = 0.005). This study therefore showed the presence of anti-C. burnetii antibodies in goat and sheep, confirming for the first time that this agent is likely circulating among goat herds in the Caatinga Biome, semi-arid of Brazil.


Resumo Coxiella burnetii é um agente zoonótico transmitido principalmente por pequenos ruminantes. No Brasil, a doença foi classificada como de notificação compulsória desde 2013, quando casos humanos foram relatados. O objetivo deste estudo foi identificar os fatores de risco associados à presença de anticorpos anti-Coxiella burnetii em caprinos e ovinos em uma região semiárida do Nordeste do Brasil. Este estudo envolveu um inquérito sorológico de 412 caprinos e 403 ovinos em fazendas do município de Petrolina, no estado de Pernambuco. Os soros foram examinados pela Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) contra antígenos de C. burnetii . Informações sobre variáveis ​​de manejo (variáveis ​​independentes) que poderiam estar associadas à presença do microrganismo (variáveis ​​dependentes) foram obtidas do proprietário de cada fazenda. Foi determinado que 2,2% (9/412) dos caprinos e 2,1% (9/403) dos ovinos tinham anticorpos reativos a C. burnetii. A presença de anticorpos anti-C. burnetii foram associados com a área seca do Sequeiro (região no norte do município de Petrolina) (P = 0,025), ovinos machos (P = 0,020) e criação intensiva de caprinos (P = 0,005). Este estudo, portanto, observou a presença de anticorpos anti-C. burnetii em pequenos ruminantes, confirmando pela primeira vez que este agente pode estar circulando em rebanhos caprinos no bioma Caatinga, semiárido do Brasil.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Febre Q/veterinária , Doenças dos Ovinos/diagnóstico , Cabras/microbiologia , Ovinos/microbiologia , Doenças das Cabras/diagnóstico , Coxiella burnetii/imunologia , Anticorpos Antibacterianos/sangue , Febre Q/diagnóstico , Febre Q/microbiologia , Febre Q/epidemiologia , Doenças dos Ovinos/microbiologia , Doenças dos Ovinos/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática , Doenças das Cabras/microbiologia , Doenças das Cabras/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Fatores de Risco , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo
13.
Rev. bras. parasitol. vet ; 27(3): 295-300, July-Sept. 2018. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-959190

RESUMO

Abstract Twenty-six newborn lambs were evaluated for 21 weeks, from birth to slaughter, to assess their plasma anti-Oestrus ovis immunoglobulin (IgG) using the ELISA technique. On the last day of sampling, all the lambs were slaughtered and O. ovis larvae were recovered, quantified and identified according to the larval stage. High levels of IgG were observed over the first three weeks of life, thus indicating that antibodies are transferred via colostrum from ewes to lambs. Afterwards, the antibody levels declined progressively until the lambs were 11 weeks of age and subsequently started to increase again when they were around 13 weeks of age, reaching the apex on the last week of sampling. All the lambs were parasitized with different larval stages of O. ovis, with an average of 39 larvae per lamb, and the intensity of the infestation ranged from 10 to 97 larvae. However, there was non-significant correlation coefficients between IgG levels and O. ovis larval burden (P > 0.05). In conclusion, although the lambs became infested with O. ovis at an early age, the larval burden was not associated with specific IgG levels.


Resumo Vinte e seis cordeiros recém-nascidos foram avaliados por 21 semanas, desde o nascimento até o abate, para avaliar os níveis plasmáticos de imunoglobulina (IgG) anti-Oestrus ovis utilizando-se a técnica de ELISA. No último dia de coleta, todos os cordeiros foram abatidos e as larvas de O. ovis foram recuperadas, quantificadas e identificadas de acordo com o estádio larval. Foram observados altos níveis de IgG nas primeiras três semanas de vida, indicando que os anticorpos são transferidos por meio do colostro das ovelhas para os cordeiros. Posteriormente, os níveis de anticorpos diminuíram progressivamente, até os cordeiros completarem 11 semanas de vida. Os níveis de IgG começaram a aumentar novamente a partir de 13 semanas de idade, atingindo o ápice na última semana de coleta. Todos os cordeiros estavam parasitados com diferentes estádios larvais de O. ovis com uma média de 39 larvas por cordeiro, e a intensidade da infestação variou de 10 a 97 larvas. Porém, não houve correlação significativa entre os níveis de IgG e a carga larval de O. ovis (P > 0,05). Em conclusão, embora os cordeiros tenham sido infestados com O. ovis ainda jovens, a carga larval não foi associada a níveis específicos de IgG.


Assuntos
Animais , Doenças dos Ovinos/imunologia , Imunoglobulina G/imunologia , Ovinos/parasitologia , Dípteros/fisiologia , Ectoparasitoses/veterinária , Imunidade Humoral/imunologia , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática , Dípteros/classificação , Ectoparasitoses/imunologia , Larva , Animais Recém-Nascidos
14.
Rev. bras. parasitol. vet ; 27(3): 280-288, July-Sept. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-959202

RESUMO

Abstract The occurrence and intensity of helminth infections were evaluated in sheep from pastures shared with cattle. In 2015 and 2016, young male sheep acquired in Santana do Livramento, Rio Grande do Sul, Brazil, were finished in integrated crop-livestock system. We selected the 12 sheep that showed the highest number of nematode eggs per gram of faeces to search for worms in the gastrointestinal tract. Haemonchus contortus and Trichostrongylus colubriformis were the major parasites. H. contortus presented mean intensities of 1,159 and 257 worms in 2015 and 2016, respectively. T. colubriformis displayed mean intensities of 4,149 and 2,427 worms in 2015 and 2016, respectively. Of the 127 male specimens of Haemonchus spp. analysed by Polymerase Chain Reaction (PCR), 125 were H. contortus, one Haemonchus placei and one hybrid. Other species detected were Cooperia punctata , Cooperia pectinata, Cooperia spatulata, Cooperia curticei, Ostertagia ostertagi, Teladorsagia circumcincta , Trichostrongylus axei, Nematodirus spathiger , and Trichuris ovis. Twenty lambs presented cysts of Taenia hydatigena in the liver and mesentery. One lamb presented Coenurus cerebralis, the larval stage of Taenia multiceps, in the brain. In conclusion, sheep from pasture shared with cattle presented a high diversity of nematode species. H. contortus and H. placei co-infection occur with consequent hybridization.


Resumo A ocorrência de infecções helmínticas foi avaliada em ovinos que compartilhavam pastagem com bovinos. Em 2015 e em 2016, cordeiros machos foram adquiridos em Santana do Livramento, Rio Grande do Sul, para serem terminados em sistema de lavoura - pecuária (ILP). Em cada ano, 12 cordeiros que tinham maior contagem de ovos nas fezes foram abatidos para recuperação dos vermes. Haemonchus contortus e Trichostrongylus colubriformis foram as principais espécies registradas. H. contortus apresentou intensidade média de 1159 e 257 vermes em 2015 e 2016, respectivamente. T. colubriformis apresentou intensidade média de 4149 e 2427 parasitas em 2015 e 2016, respectivamente. De 127 machos de Haemonchus spp. analisados por "Polymerase Chain Reaction" (PCR), 125 foram identificados como H. contortus, um como Haemonchus placei e um como híbrido. Cooperia punctata, Cooperia pectinata, Cooperia spatulata, Cooperia curticei, Ostertagia ostertagi, Teladorsagia circumcincta , Trichostrongylus axei, Nematodirus spathiger e Trichuris ovis foram as outras espécies de nematódeos registradas. Vinte cordeiros apresentaram cistos de Taenia hydatigena no mesentério e no fígado. Um cordeiro apresentou no cérebro Coenurus cerebralis, o estágio larval de Taenia multiceps . Em conclusão, ovinos criados com bovinos apresentam grande diversidade de nematódeos. A co-infecção de H. contortus e H. placei favorece a produção de híbridos.


Assuntos
Animais , Masculino , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Ovinos/parasitologia , Fezes/parasitologia , Helmintíase Animal/parasitologia , Doenças dos Ovinos/diagnóstico , Doenças dos Ovinos/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Prevalência , Hemoncose/diagnóstico , Hemoncose/epidemiologia , Helmintíase Animal/diagnóstico , Helmintíase Animal/epidemiologia
15.
Braz. j. microbiol ; 49(3): 591-600, July-Sept. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-951800

RESUMO

Abstract Histophilus somni is a Gram-negative bacterium that is associated with a disease complex (termed histophilosis) that can produce several clinical syndromes predominantly in cattle, but also in sheep. Histophilosis is well described in North America, Canada, and in some European countries. In Brazil, histophilosis has been described in cattle with respiratory, reproductive, and systemic disease, with only one case described in sheep. This report describes the occurrence of Histophilus somni-associated disease in sheep from Southern Brazil. Eight sheep with different clinical manifestations from five farms were investigated by a combination of pathological and molecular diagnostic methods to identify additional cases of histophilosis in sheep from Brazil. The principal pathological lesions were thrombotic meningoencephalitis, fibrinous bronchopneumonia, pulmonary abscesses, and necrotizing myocarditis. The main clinical syndromes associated with H. somni were thrombotic meningoencephalitis (n = 4), septicemia (n = 4), bronchopneumonia (n = 4), and myocarditis (n = 3). H. somni DNA was amplified from multiple tissues of all sheep with clinical syndromes of histophilosis; sequencing confirmed the PCR results. Further, PCR assays to detect Pasteurella multocida and Mannheimia haemolytica were negative. These findings confirmed the participation of H. somni in the clinical syndromes investigated during this study, and adds to the previous report of histophilosis in sheep from Brazil.


Assuntos
Animais , Doenças dos Ovinos/microbiologia , Infecções por Pasteurellaceae/veterinária , Mannheimia haemolytica/isolamento & purificação , Brasil , Ovinos , Reação em Cadeia da Polimerase , Infecções por Pasteurellaceae/microbiologia , Mannheimia haemolytica/genética
16.
Rev. bras. parasitol. vet ; 27(2): 248-253, Apr.-June 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042472

RESUMO

Abstract The aim of this study was to investigate the occurrence of Cryptosporidium in cattle and sheep from the North Pioneer mesoregion of the state of Paraná. For this, 317 stool samples were collected from cattle and sheep on 16 properties in six municipalities in the North Pioneer mesoregion of Paraná. For detection of Cryptosporidium species, molecular analysis was performed using nested-PCR techniques targeting the 18S rRNA gene. Of the 37 beef cows and 115 calves analyzed, four (10.8%) and 14 (12.2%), respectively, were positive for Cryptosporidium. Of the 12 cows and 52 calves, one (8.3%) and 14 (26.9%), respectively, were positive for Cryptosporidium; and of the 42 ewes and 59 lambs, six (14.3%) and 12 (20.3%), respectively were positive for Cryptosporidium. Cattle (15.3%) and sheep (17.8%) were both susceptible to infection. All the properties of the municipalities of Assaí, Ibaiti and, Leópolis presented infected animals. The study showed that Cryptosporidium occurs in most municipalities assessed, that dairy calves had a higher risk (Odds Ratio=2,66, p-value=0,018) for infection than beef calves, and that sheep are just as susceptible to infection as are cattle, and that further Cryptosporidium studies are developed.


Resumo O objetivo deste estudo foi investigar a ocorrência de Cryptosporidium em bovinos e ovinos da mesorregião norte pioneiro do Estado do Paraná. Para tanto, 317 amostras de fezes destes ruminantes foram colhidas de 16 propriedades de seis municípios do Norte Pioneiro do Paraná. Para detecção de Cryptosporidium spp foi realizada análise molecular pela Técnica de nested-PCR direcionada ao gene 18S rRNA. Das 37 vacas de corte e 115 bezerros de corte analisados, quatro (10,8%) e 14 (12,2%) foram respectivamente positivos para Cryptosporidium . Das 12 vacas e 52 bezerros de leite, um (8,3%) e 14 (26,9%) foram positivos para Cryptosporidium e das 42 ovelhas e 59 cordeiros avaliados, seis (14,3%) e 12 (20,3%) amostras estavam positivas para Cryptosporidium, respectivamente. Bovinos (15,3%) e ovinos (17,8%) foram igualmente suscetíveis à infecção. Todas as propriedades dos municípios de Assaí, Ibaiti e Leópolis apresentaram animais infectados. Este estudo demonstrou que Cryptosporidium ocorre na maioria dos municípios avaliados, sendo que os bezerros de leite apresentam maior risco (Razão de chances=2,66, p-value=0,018) à infecção que os bezerros de corte e que os ovinos são tão suscetíveis à infecção quanto os bovinos e por isso, estudos nesta espécie animal devem ser mais desenvolvidos.


Assuntos
Animais , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Doenças dos Ovinos/epidemiologia , Bovinos/parasitologia , Ovinos/parasitologia , Doenças dos Bovinos/parasitologia , Doenças dos Bovinos/epidemiologia , Criptosporidiose/epidemiologia , Cryptosporidium/isolamento & purificação , Brasil/epidemiologia , Fezes/parasitologia
17.
Rev. bras. parasitol. vet ; 27(1): 86-89, Jan.-Mar. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042462

RESUMO

Abstract Duddingtonia flagrans has been tested as an alternative parasite control, but data from in vitro experiments based on in vivo calculations describing nematophagous fungi predation in nematodes are restricted. The objective of this work was to determine the efficacy of D. flagrans against sheep nematode larvae in vitro using in vivo calculations. Fecal samples were introduced to fungi in different concentrations: 0.0/control; 0.05; 0.1; 0.2; 0.4; 0.8; 1.6; 3.2; and 6.4 g corresponding, respectively, to 583.000; 1.166.000; 2.332.000; 4.664.000; 9.328.000; 18.656.000; 37.312.000 and 74.624.000 chlamydospores/kg of body weight. The material was incubated for 14 days, before the larvae recovery (Assay 1). Assay 2 was carried out with the doses of 0.00625; 0.0125; and 0.025 g. The results showed a negative correlation between fungal concentrations and larval numbers for both assays. The fungus demonstrated an efficacy above 89% in both assays. Thus, we consider that the data from in vitro studies based on in vivo calculations may optimize the fungi quantities for field experiments.


Resumo Duddingtonia flagrans tem sido testado como uma alternativa no controle de parasitos, entretanto, trabalhos in vitro da predação de nematoides por fungos nematófagos correlacionados com cálculos baseados para testes in vivo são restritos. O objetivo deste trabalho foi determinar a eficácia in vitro de D. flagrans contra larvas de nematoides de ovinos tendo como base cálculos in vivo. Amostras fecais receberam a adição do fungo em diferentes concentrações: 0.0/controle; 0,05; 0,1; 0,2; 0,4; 0,8; 1,6; 3,2 e 6,4 gramas correspondendo, respectivamente, às seguintes dosagens: 583.000; 1.166.000; 2.332.000; 4.664.000; 9.328.000; 18.656.000; 37.312.000 e 74.624.000 clamidósporos/Kg de peso vivo animal. O material foi incubado por 14 dias, para recuperação das larvas (Ensaio 1). O Ensaio 2 foi realizado com concentrações de 0,00625; 0,0125 e 0,025 g. Foi observada correlação negativa entre a concentração fúngica e o número de larvas, nos dois ensaios. O fungo demonstrou eficácia acima de 89% em ambos os ensaios. A partir destes dados, acreditamos que ensaios in vitro baseados em cálculos in vivo podem aprimorar as dosagens para a realização de experimentos a campo.


Assuntos
Animais , Feminino , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Doenças dos Ovinos/terapia , Ovinos/parasitologia , Duddingtonia , Agentes de Controle Biológico/uso terapêutico , Parasitologia/métodos , Resultado do Tratamento , Larva/microbiologia , Nematoides/microbiologia
18.
Rev. bras. parasitol. vet ; 27(1): 26-31, Jan.-Mar. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-899318

RESUMO

Abstract The objective was to evaluate the action of D. flagrans pellets in association with Levamisole Hydrochloride 5% for controlling sheep gastrointestinal nematodes in the northeastern Brazil. Three groups of six sheep each were formed: group 1 received 3 g of the pellets (0.6 g of D. flagrans mycelium) for each 10 kg b.w., twice a week for six months, and deworming with Levamisole Hydrochloride 5% when EPG ≥ 1500; group 2 received a dosage of Levamisole Hydrochloride 5% when EPG ≥ 1500; and group 3 received 3 g of pellets without fungi for each 10 kg b.w., twice a week for six months. EPG counts, larval cultures, packed cell volume (PCV) and weighing were performed every 15 days; monthly, samples of grass from each paddock were collected. The mean EPG of the groups began to statistically differ from day 30 (p < 0.05). Group 1 required less deworming with Levamisole Hydrochloride 5% and showed superiority of PCV values ​​throughout the experiment (p < 0.05). There was a significant reduction (p < 0.05) in L3 recovery in the group 1 paddock from day 30 onwards. The use of D. flagrans pellets in association with Levamisole Hydrochloride 5% was effective for controlling gastrointestinal nematodes.


Resumo O objetivo foi avaliar a ação de péletes de Duddingtonia flagrans em associação ao Cloridrato de Levamisole 5% no controle de nematódeos gastrintestinais de ovinos no Nordeste do Brasil. Foram formados três grupos de seis animais cada: grupo 1 recebeu 3 g de péletes (0,6 g de micélio de D. flagrans) para cada 10 kg p.v., duaz vezes por semana durante seis meses, e vermifugações com Cloridrato de Levamisole 5% quando OPG > 1500; grupo 2 recebeu uma dosagem de Cloridrato de Levamisole 5% quando OPG ≥ 1500; e grupo 3 recebeu 3 g de péletes sem fungos para cada 10 kg de p.v., duas vezes por semana durante seis meses. Contagens de OPG, coproculturas, de volumes globulares (VG) e pesagens foram realizadas a cada 15 dias. Mensalmente, amostras de pasto de cada piquete eram coletadasa. A média de OPG dos grupos começou a diferir estatisticamente a partir do dia 30 (p < 0,05). O grupo 1 necessitou de menos vermifugações com Cloridrato de Levamisole 5% e demonstrou superioridade nos valores de VG durante todo o experimento (p < 0,05). Houve redução significativa (p < 0,05) nas L3 recuperadas no piquete do grupo 1 a partir do dia 30. Em conclusão, a utilização de péletes de D. flagrans em associação ao Cloridrato de Levamisole 5% foi eficaz no controle de nematódeos gastrintestinais de ovinos.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Doenças dos Ovinos/parasitologia , Doenças dos Ovinos/terapia , Levamisol/uso terapêutico , Duddingtonia , Gastroenteropatias/veterinária , Infecções por Nematoides/veterinária , Antinematódeos/uso terapêutico , Brasil , Ovinos , Terapia Combinada , Gastroenteropatias/parasitologia , Gastroenteropatias/terapia , Infecções por Nematoides/terapia
19.
Braz. j. microbiol ; 49(supl.1): 83-92, 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-974337

RESUMO

Abstract Small ruminant lentiviruses (SRLV) have high genetic variability which results in different viral strains around the world. This create a challenge to design sensible primers for molecular diagnosis in different regions. This work proposes a protocol of duplex nested-PCR for the precise diagnosis of SRLV. The technique was designed and tested with the control strains CAEV Co and MVV 1514. Then, field strains were submitted to the same protocol of duplex nested-PCR. Blood samples of sheep and goats were tested with AGID and nested PCR with specific primers for pol, gag and LTR. The AGID results showed low detection capacity of positive animals, while the nested PCR demonstrated a greater capacity of virus detection. Results demonstrated that LTR-PCR was more efficient in detecting positive sheep samples, whereas gag-PCR allowed a good detection of samples of positive goats and positive sheep. In addition, pol-PCR was more efficient with goat samples than for sheep. Duplex nested PCR performed with standard virus samples and field strains demonstrated that the technique is more efficient for the detection of multiple pro-viral DNA sequences. This study demonstrated a successful duplex nested PCR assay allowing a more accurate diagnosis of SRLV.


Assuntos
Animais , Doenças dos Ovinos/virologia , Doenças das Cabras/virologia , Reação em Cadeia da Polimerase/métodos , Infecções por Lentivirus/veterinária , Doenças dos Ovinos/diagnóstico , DNA Viral/genética , Cabras , Ovinos , Doenças das Cabras/diagnóstico , Infecções por Lentivirus/diagnóstico , Infecções por Lentivirus/virologia , Primers do DNA/genética
20.
Pesqui. vet. bras ; 37(12): 1443-1452, dez. 2017. tab, ilus, mapas
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-895396

RESUMO

This article describes the clinical, pathological and epidemiological aspects of 17 outbreaks of bluetongue (BT) disease in sheep occurring between December 2014 and July 2015 in the central region of Rio Grande do Sul state (RS), southern Brazil. Affected farms were visited for clinical examination, necropsy, sample collection and epidemiological investigation. The outbreaks were seasonal and occurred during the summer and autumn. A total of 180 sheep (20.4%) out of 884 in 17 small herds were affected. All ages of Texel and mixed breed sheep were affected. However, lambs (younger than one year) had higher morbidity than adult sheep. The most frequent clinical signs were anorexia, lethargy, loss of body condition, facial swelling mainly involving the lips, and greenish seromucous or mucous nasal discharge. Pulmonary lesions characterized by edema were the most prevalent findings; however, erosive and ulcerative lesions in the upper gastrointestinal tract, as well as cardiac, skeletal muscle and esophageal striated muscle necrosis, and hemorrhage in the pulmonary artery were also frequent. The bluetongue virus (BTV) genome was detected by RT-PCR in blood and tissue samples (spleen and lungs) of 21 animals from 17 outbreaks. The virus involved in the outbreak 3 was subsequently isolated and shown to belong to serotype 17, for the first time reported in Brazil. In summary, our data support the BTV genotype 17 as the etiological agent of the outbreaks and indicate that the central region of RS is an area at risk for BT in sheep, a disease previously not recognized in the region.(AU)


O objetivo deste artigo é descrever os aspectos epidemiológicos, clínicos e anatomopatológicos de 17 surtos de língua azul (BT) em ovinos, que ocorreram entre dezembro de 2014 a julho de 2015, na Região Central do Rio Grande do Sul, Brasil. Para isso, foram realizadas visitas as propriedades nas quais ocorreram surtos da doença para investigação epidemiológica e clínica, realização de necropsias e coleta de amostras. Os surtos foram sazonais e ocorreram durante o verão e outono. Em 17 pequenos rebanhos, de um total de 884 ovinos, 180 adoeceram (20,4%). Ovinos de todas as faixas etárias, da raça Texel e sem raça definida, foram acometidos. Entretanto, ovinos com menos de um ano de idade tiveram taxa de morbidade maior do que ovinos com um ano ou mais. Os sinais clínicos mais frequentes caracterizaram-se por anorexia, apatia, acentuada perda de peso, edema facial, envolvendo principalmente os lábios, e secreção nasal seromucosa ou muco-esverdeada. Lesões pulmonares, caracterizadas por edema, foram as mais prevalentes. Porém, lesões erosivas e ulcerativas no trato gastrointestinal superior, assim como necrose da musculatura cardíaca e esquelética e do músculo estriado do esôfago e hemorragia na artéria pulmonar foram frequentes. O genoma do BTV foi detectado por RT-PCR em amostras de sangue e tecidos (baço e pulmão) de 21 animais de 17 surtos. O vírus envolvido no surto 3 foi subsequentemente isolado e pertence ao sorotipo 17, que pela primeira vez é descrito no Brasil. Em síntese, nossos dados permitem concluir que o BTV é o agente causador dos surtos e indicam que a Região Central do RS é uma área de risco para a ocorrência de BT em ovinos, uma doença, até então, não reconhecida nessa região.(AU)


Assuntos
Animais , Doenças dos Ovinos/patologia , Ovinos , Surtos de Doenças/veterinária , Bluetongue/epidemiologia , Vírus Bluetongue/isolamento & purificação , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA