Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 72
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 71(1): 53-60, jan.-fev. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-989379

RESUMO

The aim of this study was to assess the magnitude and duration of blood and urine changes and the side effects of hyperchloremic acidosis induced by the intravenous administration of hydrochloric acid in sheep. Five healthy, crossbred adult ewes, with a mean body weight of 44±2.9kg were used. The hydrochloric acid solution was administered intravenously at a rate of 25mL/kg/h for 4 hours continuously. Venous blood and urine samples were collected and pH values, blood carbon dioxide partial pressure, bicarbonate, base excess, strong ion difference, anion gap, total concentration of nonvolatile buffers, creatinine, plasma L-lactate, plasma and urine sodium, potassium, and chloride were determined. The experimental protocol induced severe hyperchloremic acidosis at the end of the infusion, with a decreased plasma strong ion difference. The fractional excretion of sodium and chloride remained increased during 4 hours after the infusion. Aciduria was observed at approximately 24 hours. Twenty-four hours after the infusion, the animals showed mild and compensated metabolic acidosis. This protocol was effective in inducing severe and long-lasting hyperchloremic acidosis and did not cause serious side effects. Therefore, this protocol can be used safely in adult sheep for studies on the treatment of this condition.(AU)


O objetivo deste estudo foi avaliar a magnitude e a duração das alterações sanguíneas e urinárias, bem como os efeitos colaterais da acidose hiperclorêmica induzida por administração intravenosa de ácido clorídrico, em ovinos. Foram utilizadas cinco ovelhas mestiças, adultas, sadias, com peso médio de 44±2,9kg. A solução de ácido clorídrico foi administrada por via intravenosa, na velocidade de 25mL/kg/h, totalizando quatro horas de administração contínua. Amostras de sangue venoso e de urina foram colhidas, e determinaram-se os valores de pH, pressão parcial de dióxido de carbono, bicarbonato, excesso de bases, diferença dos íons fortes, ânion-gap, creatinina, lactato L, sódio, potássio e cloro. O protocolo de indução experimental foi capaz de induzir acidose hiperclorêmica grave ao término da infusão, com diminuição da diferença dos íons fortes plasmáticos. Houve aumento da excreção fracionada de sódio e cloro por até quatro horas após o término da infusão. A acidúria foi observada por cerca de 24 horas. Após 24 horas do início da infusão, os animais apresentaram acidose metabólica leve e compensada. Esse protocolo foi eficaz na indução da acidose hiperclorêmica grave e duradoura e não causou efeitos colaterais. Conclui-se que o protocolo pode ser usado com segurança em ovelhas adultas, para estudos sobre tratamento dessa condição.(AU)


Assuntos
Animais , Ovinos/metabolismo , Administração Intravenosa/estatística & dados numéricos , Ácido Clorídrico/classificação , Cetose
2.
Rev. ADM ; 76(1): 30-37, ene.-feb. 2019. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-995811

RESUMO

La odontología de mínima invasión se ha convertido en la filosofía de tratamiento dental más aceptada en la actualidad. La posibilidad de incorporarla se ha debido en gran medida a la aparición de nuevos materiales dentales que se adhieren a la estructura dental, a técnicas más conservadoras de estructura dental sana y sobre todo a una nueva forma de pensar tanto de clínicos como de los mismos pacientes. La odontología estética contemporánea se ha visto infl uenciada por este nuevo paradigma. El tratamiento de pigmentaciones dentales también se ha visto benefi ciado por esta nueva tendencia y nuevos materiales han aparecido recientemente que conservan la mayor cantidad de tejido dental sano sin necesidad de preparaciones no conservadoras. Lo más importante al incorporar estas nuevas tecnologías es la realización de un diagnóstico adecuado entendiendo la causa que origina esta condición y así poder implementar el mejor tratamiento posible (AU)


Minimally invasive dentistry has become the standard of care most widely accepted today. This trend has been posible in great extent to the advent of new dental materials that adhere to dental structure, more conservative techniques of healthy dental tissue but mainly from clinicians and patients with a new way of thinking. Contemporary esthetic dentistry has been influenced by this new paradigm. Treatment of dental stainings has also been infl uenced by this new trend and new materials have recently surfaced that keep healthy dental tissue without the need of non conservative preparations. The most important aspect in order to incorporate this new technologies is a correct diagnosis understanding the cause that originated this condition in order to implement the best posible treatment (AU)


Assuntos
Humanos , Descoloração de Dente/terapia , Microabrasão do Esmalte , Estética Dentária , Clareamento Dental , Materiais Biocompatíveis , Hidróxido de Cálcio , Polimento Dentário , Restauração Dentária Permanente , Ácido Clorídrico , Fluorose Dentária/terapia
3.
Clinics ; 70(8): 577-583, 08/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-753964

RESUMO

OBJECTIVES: Hypertonic saline has been proposed to modulate the inflammatory cascade in certain experimental conditions, including pulmonary inflammation caused by inhaled gastric contents. The present study aimed to assess the potential anti-inflammatory effects of administering a single intravenous dose of 7.5% hypertonic saline in an experimental model of acute lung injury induced by hydrochloric acid. METHODS: Thirty-two pigs were anesthetized and randomly allocated into the following four groups: Sham, which received anesthesia and were observed; HS, which received intravenous 7.5% hypertonic saline solution (4 ml/kg); acute lung injury, which were subjected to acute lung injury with intratracheal hydrochloric acid; and acute lung injury + hypertonic saline, which were subjected to acute lung injury with hydrochloric acid and treated with hypertonic saline. Hemodynamic and ventilatory parameters were recorded over four hours. Subsequently, bronchoalveolar lavage samples were collected at the end of the observation period to measure cytokine levels using an oxidative burst analysis, and lung tissue was collected for a histological analysis. RESULTS: Hydrochloric acid instillation caused marked changes in respiratory mechanics as well as blood gas and lung parenchyma parameters. Despite the absence of a significant difference between the acute lung injury and acute lung injury + hypertonic saline groups, the acute lung injury animals presented higher neutrophil and tumor necrosis factor alpha (TNF-α), interleukin (IL)-6 and IL-8 levels in the bronchoalveolar lavage analysis. The histopathological analysis revealed pulmonary edema, congestion and alveolar collapse in both groups; however, the differences between groups were not significant. Despite the lower cytokine and neutrophil levels observed in the acute lung injury + hypertonic saline group, significant differences were not observed among the treated and non-treated groups. ...


Assuntos
Animais , Feminino , Lesão Pulmonar Aguda/tratamento farmacológico , Anti-Inflamatórios/uso terapêutico , Solução Salina Hipertônica/uso terapêutico , Lesão Pulmonar Aguda/patologia , Anti-Inflamatórios/farmacologia , Contagem de Células Sanguíneas , Citocinas/análise , Citocinas/efeitos dos fármacos , Modelos Animais de Doenças , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática , Ácido Clorídrico , Hemodinâmica/efeitos dos fármacos , Neutrófilos/efeitos dos fármacos , Distribuição Aleatória , Reprodutibilidade dos Testes , Suínos , Solução Salina Hipertônica/farmacologia , Fatores de Tempo , Resultado do Tratamento
4.
Braz. dent. j ; 26(3): 268-271, May-Jun/2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-751860

RESUMO

The purpose of this study was to determine the influence of hydrochloric acid on surface roughness of composite resins subjected to brushing. Sixty samples measuring 2 mm thick x 6 mm diameter were prepared and used as experimental units. The study presented a 3x2 factorial design, in which the factors were composite resin (n=20), at 3 levels: microhybrid composite (Z100), nanofilled composite (FiltekTM Supreme), nanohybrid composite (Ice), and acid challenge (n=10) at 2 levels: absence and presence. Acid challenge was performed by immersion of specimens in hydrochloric acid (pH 1.2) for 1 min, 4 times per day for 7 days. The specimens not subjected to acid challenge were stored in 15 mL of artificial saliva at 37 oC. Afterwards, all specimens were submitted to abrasive challenge by a brushing cycle performed with a 200 g weight at a speed of 356 rpm, totaling 17.8 cycles. Surface roughness measurements (Ra) were performed and analyzed by ANOVA and Tukey test (p≤0.05). Surface roughness values were higher in the presence (1.07±0.24) as compared with the absence of hydrochloric acid (0.72±0.04). Surface roughness values were higher for microhybrid (1.01±0.27) compared with nanofilled (0.68 ±0.09) and nanohybrid (0.48±0.15) composites when the specimens were not subjects to acid challenge. In the presence of hydrochloric acid, microhybrid (1.26±0.28) and nanofilled (1.18±0,30) composites presents higher surface roughness values compared with nanohybrid (0.77±0.15). The hydrochloric acid affected the surface roughness of composite resin subjected to brushing.


Este estudo avaliou a influencia do ácido clorídrico na rugosidade superficial de resinas compostas submetidas a escovação. Sessenta corpos de prova medindo 2 mm de espessura x 6 mm de diâmetro foram confeccionados e utilizados como unidades experimentais. O presente estudo envolve uma análise fatorial 3x2, onde os fatores foram resina composta (n=20), com 3 níveis: resina composta microhíbrida (Z100), nanoparticulada (Filtek TM Supreme) e nanohíbrida (Ice); e desafio ácido (n=10), com 2 níveis: ausência e presença. O desafio ácido foi realizado por meio da imersão em ácido clorídrico (pH 1,2) por 4 h diárias, 1 min cada imersão, durante 7 dias. Os espécimes que não foram submetidos ao desafio ácido foram armazenados em 15 mL de saliva artificial a 37 °C. Todos os espécimes foram submetidos ao desafio abrasivo. O processo de escovação foi realizado com 200 g de peso, com velocidade de 356 rpm, totalizando 17,8 ciclos. As medidas de rugosidade superficial (Ra) foram realizadas e analisadas por meio da ANOVA e teste de Tukey (p<0,05). Os valores de rugosidade superficial foram maiores na presença (1,07±0,24)quando comparado com a ausencia do ácido hidroclorídrico (0,72±0,04). A resina microhíbrida (1,01±0,27) apresentou maior rugosidade superficial que as resinas nanoparticulada (0,68±0,09) e nanohíbrida (0,48±0,15) quando os espécimes não foram submetidos ao desafio ácido. Na presença do ácido hidroclorídrico, a resina microhíbrida (1,26±0,28) e a resina nanoparticulada (1,18±0,30) apresentou maior valor de rugosidade superficia comparado com a resina nanohíbrida (0.77±0.15). O ácido hidroclorídrico influenciou a rugosidade superficial da resina composta submetida a escovação.


Assuntos
Resinas Compostas , Ácido Clorídrico/química , Concentração de Íons de Hidrogênio , Saliva , Propriedades de Superfície
5.
Braz. oral res. (Online) ; 29(1): 1-7, 2015. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-777226

RESUMO

The aim of this study was to evaluate the effect of industrialised foods and drinks on primary tooth enamel previously eroded with hydrochloric acid (HCl). The crowns of one hundred two specimens were subjected to an erosive challenge with HCl and randomly divided into six groups (n = 17): Chocolate Milk (Toddynho® - Pepsico) - negative control; Petit Suisse Yogurt (Danoninho® - Danone); Strawberry Yogurt (Vigor); Apple puree (Nestlé); Fermented Milk (Yakult® - Yakult); and Home Squeezed Style Orange Juice (del Valle) - positive control. The 28-day immersion cycles for the test products were performed twice daily and were interspersed with exposure of the test substrate to artificial saliva. Measurements of enamel surface microhardness (SMH) were performed initially, after immersion in HCl and at 7, 14, 21 and 28 days of experimentation. A two-way ANOVA, according to a split-plot design, followed by the sum of squares decomposition and Tukey’s test, revealed a significant effect for the interaction between Foods and Drinks and Length of Exposure (p < 0.00001). Orange juice resulted in greater mineral loss of enamel after 28 days. None of the test products was associated with recovery of tooth enamel microhardness.


Assuntos
Humanos , Bebidas/efeitos adversos , Esmalte Dentário/efeitos dos fármacos , Ácido Clorídrico/química , Lanches , Erosão Dentária/induzido quimicamente , Dente Decíduo/efeitos dos fármacos , Análise de Variância , Esmalte Dentário/química , Frutas , Testes de Dureza , Concentração de Íons de Hidrogênio , Distribuição Aleatória , Valores de Referência , Propriedades de Superfície , Saliva Artificial/química , Fatores de Tempo , Dente Decíduo/química
6.
Rev. Ateneo Argent. Odontol ; 54(2): 15-18, 2015.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-776100

RESUMO

La estética es el paradigma de la odontología restauradora. En la actualidad, se utilizan procedimientos combinados, por la exigencia sostenida de los pacientes por tener piezas dentarias blancas y brillantes. Es así que, para cumplir con esas expectativas, clínicas, en algunos casos se utilizan técnicas de blanqueamiento dentario, mientras que en otros se necesitan procedimientos como los de microabrasión o micro-macro abrasión, para remover manchas oscuras o blancas del esmalte dentario, buscando de esta manera, la satisfacción en lo que a estética se refiere. La microabrasión es un procedimiento muy utilizado en la actualidad por los profesionales odontólogos, por lo anteriormente expuesto o como técnica previa al uso de sistemas adhesivos. Por ello, se pretende con este documento, presentar una revisión sobre conceptos actuales, como así también los condicionantes al momento de seleccionar materiales o realizar el procedimiento de microabrasión.


Assuntos
Humanos , Descoloração de Dente/terapia , Estética Dentária , Microabrasão do Esmalte/métodos , Ácido Clorídrico/química , Ácidos Fosfóricos/química , Esmalte Dentário , Fluorose Dentária/terapia , Microabrasão do Esmalte/instrumentação , Restauração Dentária Permanente/métodos , Silício/química
7.
Clin. lab. res. dent ; 20(3): 181-189, jul.- set. 2014. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-730185

RESUMO

Objetivo: Quantificar, por meio de perfi lometria, a profundidade de esmalte dental removido durante o emprego de uma técnica de microabrasão utilizando-se ácido clorídrico e abrasão manual com espátula plástica. Método: Trinta e seis espécimes obtidos de terceiros molares humanos foram polidos, para obtenção de superfícies planas, e divididos em 3 grupos (n = 12) de acordo com os diferentes tratamentos recebidos: tratamento placebo com água deionizada, como controle negativo (CG); microabrasão com ácido clorídrico a 6.6, OpalustreTM (G1); e ácido clorídrico a 6, Whiteness RMTM (G2). A microabrasão foi realizada, de forma padronizada, submetendo os espécimes a 4 ciclos de 10 segundos cada e abrasão manual utilizando-se uma espátula plástica com carga de 200 g. A perda da superfície de esmalte foi medida após cada um dos ciclos de tratamento por meio de perfi lômetro de contato. Resultados: Após os primeiros 10 segundos de abrasão, já foi encontrada perda de esmalte em ambos os grupos tratados (G1 e G2). Nos grupos G1 e G2, a cada ciclo de 10 segundos, foi observado um aumento signifi cativo na perda de esmalte (p ≤0.05). Após 4 abrasões de 10 segundos cada, as médias de perda de esmalte nos grupos tratados foram 46.04 μm (G1) e 54.65 μm (G2). Foi encontrada uma diferença signifi cativa entre G1 e G2 com relação à perda de esmalte de microabrasão em esmalte dental com segurança, utilizando-se ácido clorídrico e abrasão manual com espátula plástica.


Objective: To quantify, by means of profi lometry, the removal of dental enamel during the use of a microabrasion technique involving the use of hydrochloric acid and manual abrasion with a plastic spatula. Method: Thirty six specimens obtained from human third molars were polished to obtain fl at surfaces and divided into 3 groups (n = 12) according to the different treatments received: A placebo treatment with deionized water as a negative control (CG); microabrasion with 6.6% hydrochloric acid, OpalustreTM (G1); and microabrasion with 6% hydrochloric acid, Whiteness RMTM (G2). The microabrasion was performed in a standardized manner by submitting the specimens to 4 cycles of 10 seconds each and manual abrasion using a plastic spatula (200 g load). The loss of enamel surface was measured after each cycle of treatment by contact profi lometry. Results: Enamel loss was already observed after the fi rst 10 seconds of abrasion with hydrochloric acid in both treated groups (G1 and G2). After 4 abrasions of 10 seconds each, the average fi nal enamel losses in the treated groups were 46.04 μm (G1) and 54.65 μm (G2). In the G1 and G2 groups, a signifi cant increase in enamel wear was detected in each cycle in comparison to the control group (p ≤ 0.05). A signifi cant difference in enamel loss between G1 and G2 was found after 30 and 40 seconds of microabrasion. Relevance: The results of this study provide objective data for safely performing the microabrasion technique on dental enamel using hydrochloric acid and manual abrasion using a plastic spatula.


Assuntos
Esmalte Dentário , Microabrasão do Esmalte , Ácido Clorídrico
8.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-724854

RESUMO

OBJECTIVE: Resin infiltration is an innovative microinvasive measure, whereby hard tissues are preserved, that has been used to treat medium stages of caries. The aim of this study is to evaluate with Confocal laser scanning microscopy the indirect staining technique of resin infiltration in teeth with different degrees of fluorosis. METHODS: Twenty-four fluorosed human molars and premolars were infiltrated and light cured. Specimens were prepared and lesions, as well as penetration depth were analyzed using dual fluorescence method in confocal laser microscopy. RESULTS: Percentage penetration, was significantly higher in teeth with mild and very mild fluorotic lesions, unlike moderate and control group which was significantly lower (p < 0.05, Bonferroni test). However, there are no statistically significant differences between control and moderate groups neither between very mild and mild groups (p > 0.05, Bonferroni test). CONCLUSION: It can be concluded that resin penetration in mild and very mild fluorotic lesions is higher than in moderate lesions


OBJETIVO: La infiltración con resina es una innovadora técnica microinvasiva, donde los tejidos duros son preservados, que ha sido usada para tratar estadios medios de caries. El objetivo de este estudio es evaluar con microscopio laser confocal la técnica indirecta de tinción en dientes con diferentes grados de fluorosis. MÉTODOS: Veinticuatro molares y premolares humanos con fluorosis fueron infiltrados y fotocurados. Los especímenes fueron preparados y las lesiones (FDmax), así como la profundidad de penetración fueron analizadas usando el método de fluorescencia dual en el microscopio láser confocal. RESULTADOS: El porcentaje de penetración fue significativamente mayor en dientes con fluorosis leve y muy leve, a diferencia de los especímenes con fluorosis moderada y grupo control en los que el porcentaje de penetración fue significativamente menor (p < 0,05, test de Bonferroni). Sin embargo, no hubo diferencias significativas entre el grupo mode-rado y control, ni entre los grupos leve y muy leve (p > 0,05, test de Bonferroni). CONCLUSIÓN: Se puede concluir que la penetración de la resina en dientes con fluorosis leve y muy leve es mayor que en los dientes con lesiones moderadas


Assuntos
Humanos , Resinas Sintéticas , Resinas Sintéticas/uso terapêutico , Dente Pré-Molar , Microscopia Confocal , Permeabilidade do Esmalte Dentário , Ácido Clorídrico , Dente Molar , Fluorose Dentária
9.
J. res. dent ; 2(2): 176-188, 2014. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-715033

RESUMO

AIM: This study aimed to evaluate the enamel microhardness, surface roughness, and chemical composition after microabrasion technique, followed by polishing and different immersion times in artificial saliva. Materials and methods: Ninety enamel blocks (25mm2) from bovine incisors were divided into two groups (G1 and G2), and then subdivided in five subgroups (n = 9) according to their microabrasion treatment and polishing with a diamond paste: 35% phosphoric acid and pumice (H3PO4+Pum) and polishing; just H3PO4+Pum; 6.6% hydrochloric acid and silica (HCl+Sil) and polishing; just HCl+Sil; and control (no treatment). For G1, roughness and microhardness analyses were performed before (L1) and after (L2) microabrasion. After 15 (L3) and 30 (L4) days of immersion in artificial saliva, microhardness analysis was also performed. After (L4) analysis, the specimens were subjected to SEM analysis. G2 was used for the chemical analysis using energy dispersion testing (EDS). The data was subjected to statistical analysis (α = 5%). For roughness, L2 presented higher values than L1, except for the polished groups. For microhardness, L2 presented higher values than L1, except for unpolished groups. The L3 and L4 did not differ and were higher than L1. RESULTS: No changes were observed in the phosphorus concentrations of the microabrasioned enamel. However, the specimens treated with HCl+Sil were observed as having decreased calcium and increased chlorine and silica on the EDS test. Conclusion: Microabrasion followed by polishing and immersion in artificial saliva for 15 days is enough to increase the microhardness of microabrasioned enamel surfaces, although the microabrasion procedure can alter the mineral content of the enamel.


Assuntos
Ácido Clorídrico/química , Esmalte Dentário/fisiologia , Microabrasão do Esmalte , Incisivo , Timol
10.
Arq. odontol ; 50(03): 142-148, 2014. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-850180

RESUMO

Objetivo: O objetivo desse artigo é relatar um caso clínico apresentando a técnica de microabrasão de esmalte como opção eficaz de tratamento de fluorose dentária moderada. Relato de caso: O paciente de 12 anos de idade, sexo masculino, exibia graus TF=5 nos incisivos superiores e TF=4 nos demais dentes. O tratamento consistiu de três sessões, com intervalo de 1 semana, de aplicação da pasta microabrasiva contendo ácido clorídrico 6% e carbeto de silício como meio abrasivo, seguido da aplicação de fluoreto de sódio neutro 1,23%. Os resultados estéticos foram clinicamente satisfatórios com notável clareamento das superfícies dentáriasafetadas e remoção do esmalte fluorótico com perda de estrutura focal. Além disso, como a queixa principaldo paciente foi a insatisfação com a aparência dos seus dentes e as consequências causadas por esse fator, ao término do tratamento o paciente demonstrou muita satisfação com o resultado obtido. Conclusão: A técnicade microabrasão favorece a estética do sorriso e contribui para a melhora da auto-estima e o convívio social.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Fluorose Dentária/terapia , Microabrasão do Esmalte , Ácido Clorídrico/uso terapêutico , Esmalte Dentário/lesões
11.
Acta cir. bras ; 27(1): 18-22, Jan. 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-607991

RESUMO

PURPOSE: To develop experimental models to evaluate the effects of hydrochloric acid associated with the pepsin instilled in the mucosa of the upper esophagus and the esophagogastric junction of young male rats Wistar, simulating injury caused by gastroesophageal reflux on the mucosa of aero-digestive tract in humans as well as the action of the risk exposure of mucosa to cigarette smoke. METHODS: Fifty young male Wistar rats divided in 5 groups with 10 animals each one, respectively simulating pharyngo-laryngeal reflux and gastroesophageal reflux, pharyngo-laryngeal reflux and smoking, smoking only, gastroesophageal reflux and control group. RESULTS: The histopathologic studies no recorded neoplasias, only mild changes and no significant alterations. The hemo-oximetry (carboxyhemoglobin and methemoglobim) and CO2 concentration confirm that the animals were submitted to high intensity of exposure to carcinogens in tobacco and its derivatives. CONCLUSION: The experimental models were highly efficient, practical, easy to use and economical and can be employed in other similar studies to determine the harmful effects by smoking and reflux.


OBJETIVO: Desenvolver modelos experimentais para avaliar os efeitos do ácido clorídrico associado a pepsina, instilados na mucosa da parte superior do esôfago e da junção esofagogástrica de jovens ratos Wistar, simulando lesão causada por refluxo gastroesofágico na mucosa do trato aero-digestivo em humanos, bem como a ação da exposição ao risco de mucosa, como a fumaça de cigarro. MÉTODOS: Cinqüenta jovens ratos Wistar divididos em cinco grupos com 10 animais cada um, respectivamente, simulando o refluxo faringo-laríngeo e refluxo gastroesofágico, refluxo faringo-laríngeo e tabagismo, tabagismo só, refluxo gastroesofágico e grupo controle. RESULTADOS: os estudos histopatológicos não registraram neoplasias, apenas leves alterações e não significativas. O hemo-oximetria (carboxiemoglobina e metemoglobina) e concentração de CO2 corroboram que os animais foram submetidos a alta intensidade de exposição a substâncias cancerígenas do tabaco e seus derivados. CONCLUSÃO: os modelos experimentais desenvolvidos foram altamente eficientes, práticos, fáceis de usar e econômicos podendo ser empregados em outros estudos semelhantes para determinar os efeitos prejudiciais causados pelo tabagismo e refluxo.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Modelos Animais de Doenças , Mucosa Gástrica/efeitos dos fármacos , Refluxo Gastroesofágico/complicações , Fármacos Gastrointestinais/toxicidade , Ácido Clorídrico/toxicidade , Pepsina A/toxicidade , Fumar/efeitos adversos , Testes de Carcinogenicidade , Carcinógenos/toxicidade , Mucosa Gástrica/patologia , Refluxo Gastroesofágico/induzido quimicamente , Refluxo Gastroesofágico/patologia , Distribuição Aleatória , Ratos Wistar , Fumar/fisiopatologia
12.
Braz. dent. j ; 23(4): 367-372, 2012. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-658012

RESUMO

This study evaluated by an in vitro model the effect of beverages on dental enamel previously subjected to erosive challenge with hydrochloric acid. The factor under study was the type of beverage, in five levels: Sprite® Zero Low-calorie Soda Lime (positive control), Parmalat® ultra high temperature (UHT) milk, Ades® Original soymilk, Leão® Ice Tea Zero ready-to-drink low-calorie peach-flavored black teaand Prata® natural mineral water (negative control). Seventy-five bovine enamel specimens were distributed among the five types of beverages (n=15), according to a randomized complete block design. For the formation of erosive wear lesions, the specimens were immersed in 10 mL aqueous solution of hydrochloric acid 0.01 M for 2 min. Subsequently, the specimens were immersed in 20 mL of the beverages for 1 min, twice daily for 2 days at room temperature. In between, the specimens were kept in 20 mL of artificial saliva at 37ºC. The response variable was the quantitative enamel microhardness. ANOVA and Tukey's test showed highly significant differences (p<0.00001) in the enamel exposed to hydrochloric acid and beverages. The soft drink caused a significantly higher decrease in microhardness compared with the other beverages. The black tea caused a significantly higher reduction in microhardness than the mineral water, UHT milk and soymilk, but lower than the soft drink. Among the analyzed beverages, the soft drink and the black tea caused the most deleterious effects on dental enamel microhardness.


Este estudo avaliou através de um modelo in vitro o efeito de bebidas no esmalte dental previamente submetido a desafio erosivo com ácido clorídrico. O fator em estudo foi o tipo de bebida, em cinco níveis: Sprite Zero (Coca-Cola® Brasil) controle positivo, leite integral Ultra High Temperature (Parmalat®), extrato de soja integral (Ades® Original), chá preto com baixo teor calórico sabor pêssego (Leão Ice Tea Zero Coca-Cola® Brasil) e água mineral Prata® (controle negativo). Setenta e cinco espécimes de esmalte bovino foram distribuídos entre os cinco tipos de bebidas (n = 15), de acordo com delineamento em blocos completos e casualizados. Para a formação das lesões de desgaste erosivo, os espécimes foram imersos durante 2 min em 10 mL de solução aquosa de ácido clorídrico 0,01 M. Subsequentemente foram imersos em 20 mL das bebidas por 1 min, duas vezes ao dia durante 2 dias, em temperatura ambiente. Nos intervalos entre as imersões os espécimes permaneceram em saliva artificial a 37ºC. A variável de resposta quantitativa foi microdureza superficial do esmalte. ANOVA e teste de Tukey demonstraram diferenças altamente significativas (p <0,00001) no esmalte exposto ao ácido clorídrico e às bebidas. O refrigerante provocou diminuição da microdureza superficial significativamente maior do que as demais bebidas. O chá preto provocou diminuição da microdureza significativamente maior que a água mineral, o leite UHT e o extrato de soja, porém menor que o refrigerante.Entre as bebidas analisadas, refrigerante e chá preto demonstraram efeitos mais deletérios sobre a microdureza do esmalte dental.


Assuntos
Animais , Bovinos , Bebidas/classificação , Esmalte Dentário/patologia , Ácido Clorídrico/efeitos adversos , Erosão Dentária/induzido quimicamente , Bebidas/efeitos adversos , Bebidas Gaseificadas/efeitos adversos , Esmalte Dentário/efeitos dos fármacos , Fluoretos/análise , Dureza , Umidade , Concentração de Íons de Hidrogênio , Eletrodos Íon-Seletivos , Leite , Águas Minerais/efeitos adversos , Distribuição Aleatória , Leite de Soja , Saliva Artificial/química , Temperatura , Fatores de Tempo , Chá/efeitos adversos
13.
São Paulo; s.n; 2012. [111] p. ilus, graf, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-664724

RESUMO

INTRODUÇÃO: A lesão pulmonar aguda (LPA) decorrente de aspiração do conteúdo gástrico é freqüente em pacientes com nível de consciência comprometido e depressão dos reflexos de vias aéreas. A solução salina hipertônica (HS) a 7,5% apresenta resultados ainda controversos quanto ao seu potencial efeito protetor na resposta inflamatória pulmonar. OBJETIVOS: Este estudo teve como objetivo avaliar o potencial efeito antiinflamatório da solução salina hipertônica no modelo experimental de lesão pulmonar por aspiração de ácido clorídrico (HCl). MÉTODOS: Foram utilizados 32 suínos (n=32; 8/grupo) divididos aleatoriamente nos seguintes grupos: Sham, onde os animais foram somente anestesiados, ventilados e observados; HS, onde os animais receberam infusão de HS a 7,5% (4 ml/kg), sem LPA; ALI, onde os animais foram submetidos à LPA com HCl; ALI+HS, onde os animais foram submetidos à LPA com HCl e tratados com HS a 7,5% (4 ml/kg). Foram mensurados parâmetros hemodinâmicos e ventilatórios. Amostras de sangue foram coletadas para hemogasometria e análise dos níveis plasmáticos de TNF-?. Foram coletadas amostras do lavado broncoalveolar para mensuração das seguintes citocinas: IL-1, IL-6, IL-8, IL-10 e TNF-?, e realização do burst oxidativo das células pulmonares. O tecido pulmonar foi coletado para análise histológica posterior. A análise estatística foi realizada pela análise de variância com medidas repetidas (ANOVA) seguida por teste de Tukey. O grau de significância estabelecido foi de 5% (p<0,05). RESULTADOS: Houve diferença estatística significante quanto aos parâmetros ventilatórios, oxigenação sanguinea, burst oxidativo e análise histológica pulmonar dos grupos ALI e ALI+HS, quando comparados aos grupos Sham e HS. Níveis de IL-6 e IL-8 apresentaram-se mais elevados nos grupos ALI e ALI+HS, porém sem diferença estatística entre grupos...


BACKGROUND: Acute lung injury (ALI) caused by aspiration of gastric contents is not ununsual in patients with depression of airway reflexes. The potential anti-inflammatory effects of hypertonic saline 7.5% (HS) is still controversial on pulmonary response. OBJECTIVES: This study aimed to evaluate the potential anti-inflamatory effect of hypertonic saline (HS) in a swine model of hydrochloric acid (HCl) aspiration. METHODS: 32 pigs (n=32; 8/group) were randomly divided into the following groups: Sham, the animals were only anesthetized, ventilated and observed; HS, the animals received an 7.5% hypertonic saline infusion (4ml/kg); ALI, animals were submitted to ALI with HCl infusion; ALI+HS, animals were submitted to ALI with HCl infusion and treated with 7.5% hypertonic saline (4ml/kg). Hemodynamic and ventilatory parameters were measured. Blood samples were collected for blood gas analysis and plasma levels mensuration of TNF-?. Bronchoalveolar samples were also collected for IL-1, IL-6, IL-8, IL-10 and TNF-? cytokine mensuration and oxidative burst analysis. Lung tissue was collected for histological analysis. A parametrical analysis of variance with repeated measurement (ANOVA) followed by Tukey test was done. The significance level was set at 5% (p<0,05). RESULTS: There were estatistical differences regarding to ventilatory parameters, oxigenation, oxidative burst and pulmonary histological evaluation in ALI and ALI+HS groups, when compared to Sham and HS. IL-6 and IL-8 levels were higher in ALI and ALI+HS groups. However, no statistical difference were found between groups. CONCLUSION: The ALI model was effective to promote diffuse and heterogeneous lung injury. However, the group treated with 7.5% hypertonic saline did not presented statistical difference when compared to the non treated group regarding the evaluated parameters.


Assuntos
Animais , Lesão Pulmonar Aguda , Citocinas , Ácido Clorídrico , Inflamação , Solução Salina Hipertônica , Suínos
14.
Braz. dent. sci ; 15(1): 19-26, 2012. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-728071

RESUMO

The study aimed to evaluate, through surface roughness and microhardness tests, the amount of damage caused by hydrochloric acid to restorative materials. Five different materials were used: direct composite resin (Z 350), indirect composite resin (Resilab Master), conventional glass-ionomer cement (GIC) (Vidrion R), resin modified GIC (Vitremer) and ceramic (Empress II). Twenty one specimens of each material were constructed and had their initial roughness and microhardness evaluated. Sixteen specimens of each material were immersed in a gastric fluid without enzymes simulating acid episodes. Other 5 specimens of each material were immersed in artificial saliva (control groups). After 7 days of immersion, the specimens had their surfaces evaluated again. Then, after another 21 days of immersion the specimens were submitted to a third mensuration. One specimen at each stage of the research was subjected to analysis in scanning electronic microscopy. The samples demonstrated changes in roughness and microhardness after the immersion of the restorative materials in the acid solution. The roughness results showed that for both glass ionomer cements, there was a significant difference between the first and last reading, with an increase in their roughness. In ceramic and direct resin materials, no significant difference among the periods was observed. Concerning to microhardness, the behavior of the materials showed a tendency towards decreasing hardness. The results showed the degradation of the restorative materials when exposed to acid episodes


O estudo teve como objetivo avaliar por meio dos testes de rugosidade superficial e microdureza os danos causados pelo ácido clorídrico em materiais restauradores. Utilizaram-se 5 materiais: resina composta direta (Z 350), resina composta indireta (Resilab Master), cimento de ionômero de vidro (CIV) convencional (Vidrion R), CIV modificado por resina (Vitremer) e uma cerâmica (Empress II). Vinte e um corpos de prova (cdp) de cada material foram confeccionados e tiveram suas superfícies iniciais avaliadas em um rugosímetro e um microdurômetro. Em seguida 16 cdp de cada material foram imersos em um suco gástrico sem enzimas simulando episódios ácidos. Outros 5 cdp de cada material serviram como grupo controle e ficaram imersos em saliva artificial. Após 7 dias de imersão os cdp tiveram suas superfícies novamente avaliadas. Após a segunda leitura, foi realizada imersão por mais 21 dias, completando um mês de experimento, e os cdp foram submetidos à terceira leitura de suas superfícies. Além disso, 1 cdp em cada fase da pesquisa foi submetido a uma análise em microscopia eletrônica de varredura (MEV) apenas como efeito ilustrativo. Amostras demonstraram alterações de rugosidade e microdureza diante da imersão de materiais restauradores em ácido. Os resultados de rugosidade mostraram que tanto para o ionômero convencional quanto para o modificado por resina houve uma diferença significante entre a primeira e a última leitura, havendo um aumento na rugosidade. Já para a cerâmica e a resina direta, não houve alteração significativa entre os períodos. O comportamento dos materiais mostrou uma tendência de diminuição da microdureza. Conclui-se que existe uma deterioração dos materiais restauradores frente a episódios ácidos


Assuntos
Materiais Dentários , Ácido Clorídrico
15.
Braz. j. pharm. sci ; 47(4): 899-906, Oct.-Dec. 2011. ilus, graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-618083

RESUMO

The present study describes the development and validation of a dissolution method for carvedilol compression-coated tablets. Dissolution test was performed using a TDT-06T dissolution apparatus. Based on the physiological conditions of the body, 0.1N hydrochloric acid was used as dissolution medium and release was monitored for 2 hours to verify the immediate release pattern of the drug in acidic pH, followed by pH 6.8 in citric-phosphate buffer for 22 hours, to simulate a sustained release pattern in the intestine. Influences of rotation speed and surfactant concentration in medium were evaluated. Samples were analysed by validated UV visible spectrophotometric method at 286 nm. 1 percent sodium lauryl sulphate (SLS) was found to be optimum for improving carvedilol solubility in pH 6.8 citric-phosphate buffer. Analysis of variance showed no significant difference between the results obtained at 50 and 100 rpm. The discriminating dissolution method was successfully developed for carvedilol compression-coated tablets. The conditions that allowed dissolution determination were USP type I apparatus at 100 rpm, containing 1000 ml of 0.1N HCl for 2 hours, followed by pH 6.8 citric-phosphate buffer with 1 percent SLS for 22 hours at 37.0 ± 0.5 ºC. Samples were analysed by UV spectrophotometric method and validated as per ICH guidelines.


O presente estudo descreve o desenvolvimento e a validação de método de dissolução para comprimidos revestidos de carvedilol. O teste de dissolução foi efetuado utilizando-se o aparelho para dissolução TDT-06T. Com base nas condições fisiológicas do organismo, utilizou-se ácido clorídrico 0,1 N como meio de dissolução e a liberação foi monitorada por 2 horas para se verificar o padrão de liberação imediata do fármaco em condições de pH baixo, seguidas por pH 6,8 em tampão cítrico-fosfato por 22 horas, para simular o padrão de liberação controlada no intestino. Avaliou-se a influência da velocidade de rotação e a concentração de tensoativo no meio. As amostras foram analisadas por método espectrofotométrico UV-visível validado, em 286 nm. O laurilsulfato sódico a 1 por cento (SLS) mostrou-se ótimo para aumentar a solubilidade do carvedilol em pH 6,8 em tampão cítrico-fosfato. A análise da variância não mostrou diferença significativa entre os resultados obtidos a 50 e a 100 rpm. O método da dissolução discriminante foi desenvolvido com sucesso para os comprimidos revestidos de carvedilol. As condições que permitiram a determinação da dissolução foram: aparelho USP tipo I a 100 rpm, contendo 1000 mL de HCL 0,1 N por 2 horas, seguido de pH 6,8 com tampão cítrico-fosfato, com 1 por cento de SLS por 22 horas a 37,0 ± 0,5 ºC. Amostras foram analisadas por método espectrofotométrico e validadas pelas normas ICH.


Assuntos
Dissolução/métodos , Comprimidos com Revestimento Entérico/análise , Estudo de Validação , Ácido Clorídrico/farmacocinética , Dodecilsulfato de Sódio/farmacocinética
16.
Braz. dent. j ; 21(1): 3-11, Jan. 2010. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-552348

RESUMO

The aims of this study were to characterize the microstructure of a commercially pure titanium (cpTi) surface etched with HCl/H2SO4 (AE-cpTi) and to investigate its in vitro cytocompatibility compared to turned cpTi (T-cpTi). T-cpTi showed a grooved surface and AE-cpTi revealed a surface characterized by the presence of micropits. Surface parameters indicated that the AE-cpTi surface is more isotropic and present a greater area compared to T-cpTi. The oxide film thickness was similar between both surfaces; however, AE-cpTi presented more Ti and O and less C. Osteoblastic cell proliferation, alkaline phosphatase activity, and bone-like nodule formation were greater on T-cpTi than on AE-cpTi. These results show that acid etching treatment produced a surface with different topographical and chemical features compared to the turned one, and such surface modification affected negatively the in vitro cytocompatibility of cpTi as demonstrated by decreasing culture growth and expression of osteoblastic phenotype.


O objetivo deste estudo foi caracterizar a microestrutura de uma superfície de titânio comercialmente puro (cpTi) condicionada com HCl/H2SO4 (acid etched) (AE-cpTi) e investigar sua citocompatibilidade in vitro, comparada à do cpTi usinado (turned) (T-cpTi). O T-cpTi apresentou uma superfície com sulcos e o AE-cpTi exibiu uma superfície caracterizada pela presença de micro-vales. Os parâmetros de superfície indicaram que a superfície AE-cpTi é mais isotrópica e apresenta uma área maior quando comparada à superfície T-cpTi. A espessura da camada de óxido foi similar para as duas superfícies; no entanto, a AE-cpTi apresentou maiores quantidades de Ti e O e menor, de C. A proliferação de células osteoblásticas, a atividade de fosfatase alcalina e a formação de matriz mineralizada foram maiores na superfície T-cpTi que na AE-cpTi. Esses resultados mostram que o condicionamento ácido produziu uma superfície com características topográficas e químicas diferentes quando comparadas às da superfície usinada. Além disso, observou-se que essas modificações de superfície afetaram de forma negativa a citocompatibilidade in vitro do cpTi como demonstrado pela inibição da proliferação celular e da expressão do fenótipo osteoblástico.


Assuntos
Humanos , Condicionamento Ácido do Dente , Materiais Biocompatíveis/farmacologia , Materiais Dentários/farmacologia , Osteoblastos/efeitos dos fármacos , Titânio/farmacologia , Fosfatase Alcalina/análise , Processo Alveolar/citologia , Materiais Biocompatíveis/química , Biomarcadores/análise , Células Cultivadas , Carbono/química , Adesão Celular/efeitos dos fármacos , Divisão Celular/efeitos dos fármacos , Proliferação de Células/efeitos dos fármacos , Sobrevivência Celular/efeitos dos fármacos , Materiais Dentários/química , Ácido Clorídrico/química , Interferometria , Teste de Materiais , Microscopia Eletrônica de Varredura , Osteogênese/efeitos dos fármacos , Fenótipo , Espectroscopia Fotoeletrônica , Propriedades de Superfície , Ácidos Sulfúricos/química , Titânio/química
17.
Braz. j. pharm. sci ; 45(4): 829-840, Oct.-Dec. 2009. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-543679

RESUMO

The present study investigated a novel extended release system of promethazine hydrochloride (PHC) with acrylic polymers Eudragit RL100 and Eudragit S100 in different weight ratios (1:1 and 1: 5), and in combination (0.5+1.5), using freeze-drying and spray-drying techniques. Solid dispersions were characterized by Fourier-transformed infrared spectroscopy (FT-IR), differential scanning calorimetry (DSC), Powder X-ray diffractometry (PXRD), Nuclear magnetic resonance (NMR), Scanning electron microscopy (SEM), as well as solubility and in vitro dissolution studies in 0.1 N HCl (pH 1.2), double-distilled water and phosphate buffer (pH 7.4). Adsorption tests from drug solution to solid polymers were also performed. A selected solid dispersion system was developed into capsule dosage form and evaluated for in vitro dissolution studies. The progressive disappearance of drug peaks in thermotropic profiles of spray-dried dispersions were related to increasing amount of polymers, while SEM studies suggested homogenous dispersion of drug in polymer. Eudragit RL100 had a greater adsorptive capacity than Eudragit S100, and thus its combination in (0.5+1.5) for S100 and RL 100 exhibited a higher dissolution rate with 97.14 percent drug release for twelve hours. Among different formulations, capsules prepared by combination of acrylic polymers using spray-drying (1:0.5 + 1.5) displayed extended release of drug for twelve hours with 96.87 percent release followed by zero order kinetics (r²= 0.9986).


O presente trabalho compreendeu estudo de um novo sistema de liberação prolongada de cloridrato de prometazina (PHC) com polímeros acrílicos Eudragit RL100 e Eudragit S100 em diferentes proporções em massa (1:1 e 1:5) e em combinação (0,5+1,5), utilizando técnicas de liofilização e de secagem por aspersão As dispersões sólidas foram caracterizadas por espectrofotometria no infravermelho por transformada de Fourier (FT-IR), calorimetria diferencial de varredura (DSC), difratometria de raios X (PXRD), Ressonância Magnética Nuclear (RMN), microscopia eletrônica de varredura (SEM) e, também, por estudos de solubilidade e de dissolução in vitro em HCl 0,1 N (pH 1,2), água bidestilada e tampão fosfato (pH 7,4). Realizaram-se, também, testes de adsorção da solução do fármaco nos polímeros sólidos. Desenvolveu-se sistema de dispersão sólida exclusiva dentro das cápsulas, que foi avaliado por meio de estudos de dissolução in vitro. Relacionou-se o desaparecimento progressivo de picos do fármaco em perfis termotrópicos de dispersões secas por spray à quantidade aumentada de polímero, enquanto os estudos de SEM sugeriram dispersão homogênea do fármaco no polímero. O Eudragit RL100 apresentou maior capacidade de adsorção do que o Eudragit S100 e, dessa forma, a combinação de (0,5+1,5) para S100 e para RL100 mostrou taxa de dissolução maior, com liberação de 94,17 por cento de fármaco em 12 horas. Entre as várias formulações, as cápsulas preparadas pela combinação de polímeros acrílicos utilizando secagem por aspersão (0,5+1,5) apresentou liberação prolongada do fármaco em 12 horas, com 96,78 por cento de liberação, seguindo cinética de ordem zero (r² = 0,9986).


Assuntos
Ácido Clorídrico/farmacocinética , Química Farmacêutica , Preparações de Ação Retardada , Polímeros/farmacocinética , Fenômenos de Química Orgânica , Prometazina/farmacocinética , Avaliação de Medicamentos , Liofilização , Preparações Farmacêuticas
18.
Clinics ; 64(7): 669-674, 2009. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-520800

RESUMO

The purpose of this study was to compare esophageal infusion with 0.1 N hydrochloridric acid (HCl) to esophageal infusion with saline in patients presenting with typical gastroesophageal reflux symptoms and erosive esophagitis. METHODS: Upper gastrointestinal endoscopy was performed on 44 prospective subjects, 29 of whom were included in the study. Eighteen patients presented with normal esophagi (Control Group "C"), nine of whom were infused with HCl and nine with saline. Eleven patients presented with erosive esophagitis (Lesion Group "L"), five of whom were infused with HCl and six with saline. Biopsies of the esophageal mucosa were collected before and after infusions. RESULTS: No statistically significant difference was found between the two types of infusions in terms of the dilation of the intercellular space of the esophageal epithelium, regardless of the status of the patient. CONCLUSIONS: Response to HCl infusion cannot be used as a marker for gastroesophageal reflux disease.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Idoso , Feminino , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Esofagite/patologia , Esôfago/efeitos dos fármacos , Espaço Extracelular/efeitos dos fármacos , Refluxo Gastroesofágico/patologia , Ácido Clorídrico , Cloreto de Sódio , Biópsia , Epitélio/patologia , Esôfago/patologia , Microscopia Eletrônica , Membrana Mucosa/efeitos dos fármacos , Membrana Mucosa/patologia , Estudos Prospectivos , Adulto Jovem
19.
Acta cir. bras ; 23(5): 451-455, Sept.-Oct. 2008. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-491912

RESUMO

PURPOSE: To compare the effectiveness of mechanical ventilation of supine versus prone position in hydrochloric acid (HCl)-induced lung dysfunction. METHODS: Twenty, adult, male, Wistar-EPM-1 rats were anesthetized and randomly grouped (n=5 animals per group) as follows: CS-MV (mechanical ventilation in supine position); CP-MV (mechanical ventilation in prone position); bilateral instillation of HCl and mechanical ventilation in supine position (HCl+S); and bilateral instillation of HCl and mechanical ventilation in prone position (HCl+P). All groups were ventilated for 180 minutes. The blood partial pressures of oxygen and carbon dioxide were measured in the time points 0 (zero; 10 minutes before lung injury for stabilization), and at the end of times acid injury, 60, 120 and 180 minutes of mechanical ventilation. At the end of experiment the animals were euthanized, and bronchoalveolar lavages (BALs) were taken to determine the contents of total proteins, inflammatory mediators, and lungs wet-to-dry ratios. RESULTS: In the HCl+P group the partial pressure of oxygen increased when compared with HCl+S (128.0±2.9 mmHg and 111.0±6.7 mmHg, respectively) within 60 minutes. TNF-α levels in BAL do not differ significantly in the HCl+P group (516.0±5.9 pg/mL), and the HCl+S (513.0±10.6 pg/mL). CONCLUSION: The use of prone position improved oxygenation, but did not reduce TNF-α in BAL upon lung dysfunction induced by HCl.


OBJETIVO: Comparar os efeitos da ventilação mecânica em posição prona versus supina na disfunção pulmonar induzida por ácido clorídrico (HCl). MÉTODOS: Vinte ratos, adultos, Wistar-EPM-1 foram anestesiados e distribuídos aleatoriamente em grupos (n=5 animais por grupo): CS-MV (controle, ventilado mecanicamente em posição supina); CP-MV (controle, ventilado mecanicamente em posição prona); instilação bilateral de HCl e ventilação mecânica em posição supina (HCl+S) ou ventilação em posição prona (HCl+P). Todos os grupos foram submetidos a ventilação mecânica por 180 minutos. As pressões parciais de oxigênio e dióxido de carbono no sangue arterial foram mensuradas nos tempos Injúria ácida (10 minutos após instilação de HCl), e ao final de cada período após lesão por HCl, 60, 120 e 180 minutos sob ventilação mecânica. Ao final do experimento os animais foram eutanasiados, os pulmões retirados para avaliação do peso úmido em relação ao peso seco do pulmão direito e realizamos o lavado broncoalveolar (BAL) para determinação de proteínas totais e o mediador inflamatório TNF-α. RESULTADOS: No grupo HCl+P a pressão parcial de oxigênio, no tempo de 60 minutos, aumentou quando comparada com o grupo HCl+S (128.0±2.9 e 111.0±6.7 mmHg, respectivamente). Os níveis de TNF-α no lavado broncoalveolar não diferiram de maneira estatisticamente significante quando comparamos os grupos HCl+S (513.0±10.6 pg/mL) versus HCl+P (516.0±5.9 pg/mL). CONCLUSÃO: O uso da posição prona melhora a oxigenação, mas não reduz os níveis de BAL após disfunção pulmonar induzida por HCl.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Pneumopatias/terapia , Decúbito Ventral/fisiologia , Respiração Artificial , Decúbito Dorsal/fisiologia , Ácido Clorídrico/farmacologia , Pneumopatias/induzido quimicamente , Pneumopatias/fisiopatologia , Oxigênio/sangue , Ratos Wistar , Fator de Necrose Tumoral alfa/análise
20.
Acta cir. bras ; 23(4): 337-342, July-Aug. 2008. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-486170

RESUMO

PURPOSE: To investigate the carcinogenic action of hydrochloric acid, pepsin and sodium nitrate on the oropharyngeal mucosa of rats, simulating the reflux of gastric contents. METHODS: Eighty-two Wistar rats were divided in seven groups and submitted to 2 or 3 weekly applications of hydrochloric acid, pepsin and sodium nitrate on the pharyngeal mucosa during six months. Study groups comprised 12 animals each. Rats in groups I and II were submitted to 2 (GI) or 3 (GII) weekly applications of 0.1N hydrochloric acid. Groups III and IV were submitted to 2 (GIII) or 3 (GIV) weekly applications of 0.1N hydrochloric acid solution with pepsin. Groups V and VI were submitted to 2 (GV) or 3 (GVI) weekly applications of 0.1N hydrochloric acid and treated with daily nitrate diluted in water. Group VII consisted of 10 animals submitted to 2 weekly applications of filtered water. RESULTS: No dysplasia, intra-epithelial neoplasia or invasive carcinomas were detected. Inflammatory changes were observed in varying degrees and mast cells were more common in Groups V and VI (p=0.006). CONCLUSION: The data of the current study could not corroborate the hypothesis that gastroesophageal and pharyngolaryngeal refluxes are carcinogenic factors to the laryngopharyngeal mucosa, and more studies are necessary in the future.


OBJETIVO: Investigar a ação carcinogênica do ácido clorídrico, pepsina e nitrato de sódio na mucosa orofaríngea de ratos, simulando o refluxo do conteúdo gástrico à mucosa do faringo-laringea. MÉTODOS: Oitenta e dois ratos Wistar foram divididos em 7 grupos e submetidos a 2 ou 3 aplicações semanais de ácido clorídrico, pepsina e nitrato de sódio na mucosa orofaríngea durante 6 meses. Os grupos de estudo envolveram 12 animais cada. Os ratos nos grupos I e II foram submetidos à 2 (GI) ou 3 (GII) aplicações semanais de ácido clorídrico 0,1N. Nos grupos III e IV foram 2 (GIII) ou 3 (GIV) aplicações semanais de ácido clorídrico e pepsina. Nos grupos V e VI foram 2 (GV) ou 3 (GVI) aplicações semanais de ácido clorídrico além da oferta de nitrato diluído em água diariamente. Grupo VII era composto por 10 animais submetidos a 2 aplicações semanais de água filtrada. RESULTADOS: Não se observou displasia, neoplasia intra-epitelial ou neoplasia invasora. Alterações inflamatórias em graus variados foram observadas, com infiltrado mastocitário mais intenso nos grupos V e VI. (p=0,006). CONCLUSÃO: Os dados do presente estudo não confirmam a hipótese que o refluxo gastro-esofágico e faringo-laringeo são fatores carcinogênicos para a mucosa laringo-faringea e mais estudos são necessários no futuro.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Carcinógenos/toxicidade , Carcinoma de Células Escamosas/induzido quimicamente , Fármacos Gastrointestinais/toxicidade , Ácido Clorídrico/toxicidade , Nitratos/toxicidade , Neoplasias Orofaríngeas/induzido quimicamente , Testes de Carcinogenicidade , Carcinoma de Células Escamosas/patologia , Avaliação Pré-Clínica de Medicamentos , Mucosa Bucal/patologia , Neoplasias Orofaríngeas/patologia , Pepsina A/toxicidade , Distribuição Aleatória , Ratos Wistar
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA