Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med ; 66(6): 523-9, nov.-dez. 1992. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-123582

RESUMO

O fosinopril - uma pró-droga do composto diácido ativo fosinoprilato é o precursor de uma nova classe química de inibidores da enzima conversora da angiotensina (ECA), os ácidos fosfínicos. É indicado, em administraçäo diária única, no tratamento da hipertensäo leve a moderada. Após a administraçäo oral, o fosinopril reduz eficazmente a pressäo arterial sistólica e diastólica durante 24 horas. Ensaios clínicos de curto prazo (oito a 12 semanas) constataram que a administraçäo diária de 10 a 40mg de fosinopril é significativamente mais eficaz que placebo e comparável a 40 a 80mg de propranolol duas vezes ao dia no tratamento de pacientes com hipertensäo essencial leve a moderada ou moderada severa que näo reagiam ao tratamento com diuréticos. Em um ensaio de 12 semanas, a administraçäo diária única de fosinopril ou de enalapril produziu efeitos anti-hipertensivo equivalentes em pacientes com hipertensäo essencial leve a moderada. Em pacientes idosos com hipertensäo leve a moderada, o fosinopril reduziu a pressäo arterial com eficácia equivalente à da nifedipina de liberaçäo prolongada (SR) e, aparentemente, com melhor tolerância. O fosinopril foi bem tolerado pelos pacientes estudados nos ensaios clínicos; a incidência de efeitos adversos foi semelhante à observada com placebo, propranolol ou enlapril. As ocorrências mais freqüentes foram cefaléia, tosse e tontura, mas estes sintomas säo


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Ácidos Fosfínicos/farmacologia , Hipertensão/tratamento farmacológico , Peptidil Dipeptidase A/uso terapêutico , Enalapril/efeitos adversos , Insuficiência Renal Crônica/tratamento farmacológico , Nifedipino/efeitos adversos , Pressão Arterial , Propranolol/efeitos adversos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA