Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 33
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Pesqui. vet. bras ; 39(4): 263-270, Apr. 2019. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1002815

RESUMO

Extensive literature is available about the intrinsic denervation of segments of the digestive tube through the application of CB in the serosa of the viscera. However, this technique has some disadvantages like causing peritonitis, flanges and high mortality, limiting its use in humans. The aim of the present study was to evaluate the feasibility of benzalkonium chloride (CB) to induce intrinsic chemical denervation, through applications of CB in the intramural ileum of wistar rats, as well as deepen the knowledge about the evolution of neuronal injury caused in the process. We used 40 rats, divided into two groups (control-GC and benzalkonium-GB) of 20 animals each, divided into four sub-groups according to the time of postoperative assessment of 24, 48 hours, 30 and 90 days. The animals were submitted to intramural microinjections of sterile saline solution 0.9% (GC) or benzalkonium chloride (GB) in ileal portion, and subsequent histopathological analysis and immunohistochemistry for evaluation of neuronal injury. A significant decrease (p<0.05) was found of the neuronal myenteric count over time in groups, GB3, GB4 and GB2. The specific positive immunolabeling for H2AX and Caspase-3 confirmed the results obtained in the histopathological evaluation, denoting the ignition of irreversible cell injury in 24 hours, evolving into neuronal apoptosis in 48 hours after application of the CB 0.3%. Under the conditions in which this work was conducted, it can be concluded that the application of CB 0.3% by means of microinjections intramural in the ileal wall is able to induce intrinsic chemical denervation of the diverticulum of wistar rats and that the main mechanism of neuronal death is induction of apoptosis.(AU)


Existe vasta literatura sobre a desnervação intrínseca de segmentos do tubo digestório através da aplicação de CB na serosa da víscera. Entretanto, essa técnica tem a desvantagem de causar peritonite, formação de bridas e alta mortalidade, não sendo factível para eventuais utilizações em humanos. O objetivo do presente estudo foi avaliar a viabilidade do Cloreto de benzalcônio (CB) induzir desnervação química intrínseca, por meio de aplicações intramurais em íleo de ratos wistar, além de aprofundar o conhecimento sobre a evolução da lesão neuronal causada neste processo. Foram utilizados 40 ratos, distribuídos em dois grupos (controle- GC e benzalcônio- GB) de 20 animais cada, subdivididos em quatro subgrupos de acordo com o tempo de avaliação pós-operatória de 24, 48 horas, 30 e 90 dias. Os animais foram submetidos à microinjeções intramurais de solução salina estéril 0,9% (GC) ou de cloreto de benzalcônio (GB) em porção ileal, e posterior análise histopatológica e imuno-histoquímica, para avaliação da lesão neuronal. Houve diminuição significativa (p<0,05) na contagem neuronal mientérica ao longo do tempo nos grupos GB2, GB3 e GB4. A imunomarcação específica positiva para H2AX e Caspase-3 confirmou os resultados obtidos na avaliação histopatológica, denotando início da lesão celular irreversível em 24 horas, evoluindo para apoptose neuronal em 48 horas após a aplicação do CB 0,3%. Nas condições em que este trabalho foi conduzido, é possível concluir que a aplicação de CB 0,3% por meio de microinjeções intramurais na parede ileal é capaz de induzir desnervação química intrínseca da porção ileal de ratos wistar e que o principal mecanismo de morte neuronal é a indução de apoptose.(AU)


Assuntos
Animais , Ratos , Modelos Animais , Íleo/inervação , Síndrome do Intestino Curto/reabilitação , Compostos de Benzalcônio/uso terapêutico , Ratos Wistar , Denervação Muscular/veterinária
2.
Acta cir. bras ; 34(7): e201900705, 2019. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1038115

RESUMO

Abstract Purpose: The denervation of the intestine with benzalkonium chloride (BAC) reduces mortality and improves weight gain in rats with short bowel syndrome (SBS). Nevertheless, translating these promising findings from bench to bedside is not feasible because BAC promotes peritonitis and irreversible denervation which may be followed by an uncontrolled dilatation of the viscera. The use of botulinum toxin (BT) instead of BAC to achieve the denervation of the remaining small intestine in SBS could be an interesting option because it leads to a mild and transient denervation of the intestine. Methods: Here we evaluated the effects of the ileal denervation with BT in rats with SBS by verifying the body weight variation and intestinal morphological parameters. Four groups with 6 animals each were submitted to enterectomy with an ileal injection of saline (group E) or BT (group EBT). Control groups were submitted to simulated surgery with an ileal injection of BT (group BT) or saline (group C - control). Results: We observed that the treatment of the remaining ileum with BT completely reversed the weight loss associated to extensive small bowel resection. Conclusion: This may provide a new promising approach to the surgical treatment of SBS.


Assuntos
Animais , Ratos , Síndrome do Intestino Curto/cirurgia , Toxinas Botulínicas/farmacologia , Denervação/métodos , Íleo/inervação , Síndrome do Intestino Curto/patologia , Compostos de Benzalcônio/farmacologia , Peso Corporal/efeitos dos fármacos , Ratos Wistar , Debilidade Muscular/patologia , Modelos Animais de Doenças , Íleo/patologia , Jejuno/inervação
3.
Acta odontol. latinoam ; 30(3): 141-148, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-905158

RESUMO

The aim of this study was to evaluate the impact of 10 wt% benzalkonium chloride (TBBAC) or 10 wt% cetylpyridinium chloride (TBCPC) on the antimicrobial properties of the orthodontic adhesive primer, Transbond XT™ (TB). Antimicrobial activity was assessed using a zone of inhibition diffusion test and the release of the antimicrobial compounds was monitored by high performance liquid chromatography (HPLC). Shear bond strength (SBS) was tested using bovine enamel. Control, TB, specimens failed to demonstrate intrinsic antibacterial activity at 1, 7 and 14 days; whereas, TBBAC and TBCPC showed antibacterial effects at all times. HPLC analysis indicated no significant differences in the release behaviour of TBBAC and TBCPC (ttest, p > 0.05), except for the 7day release which was higher for TBBAC (p < 0.05). By 14 days the extents of release were 27 ± 2% and 25 ± 5% of the total initial loading for TBBAC and TBCPC, respectively. The incorporation of 10 wt% BAC or CPC in Transbond XT™ adhesive primer also resulted in superior shear bond strength at 7 and 14 days (Fisher's LSD, p < 0.05) with no significant change in the mode of bracket failure under shear stress (Pearson's chisquared, p > 0.05) (AU)


El objetivo de este estudio fue evaluar el impacto del cloruro de benzalconio al 10% en peso del peso (TBBAC) o de cloruro de cetilpiridinio al 10% del peso (TBCPC) con propiedades antimicrobianas presentes en el adhesivo acondicionador ortodóncico, Transbond XT ™ (TB). La actividad antimi crobiana se evaluó usando una zona de prueba de difusión de inhibición y la liberación de los compuestos antimicrobianos se controló mediante cromatografía líquida de alta resolución (HPLC). La resistencia de adhesión al corte (SBS) se probó usando esmalte bovino. Las muestras control, TB no lograron demostrar actividad antibacteriana intrínseca a 1, 7 y 14 días; mientras que TBBAC y TBCPC mostraron efectos antibac terianos en todo momento. El análisis por HPLC no indicó diferencias significativas en el comportamiento de liberación de TBBAC y TBCPC (prueba t, p> 0,05), excepto en la liberación a los 7 días que fue más alta para TBBAC (p <0,05). A los 14 días, los grados de liberación fueron de 27 ± 2% y de 25 ± 5% de la carga inicial total para TBBAC y TBCPC, respectivamente. La incorpora ción de 10% en peso de BAC o CPC en el imprimador adhesivo Transbond XT ™ también dio como resultado una resistencia superior corte a los 7 y 14 días (Fisher's LSD, p <0.05) sin cambios significativos en el modo de falla del bracket bajo tensión de corte (Pearson's chicuadrado, p> 0.05) (AU)


Assuntos
Antibacterianos , Compostos de Benzalcônio , Cetilpiridínio , Colagem Dentária , Aparelhos Ortodônticos , Compostos de Amônio Quaternário , Cromatografia Líquida de Alta Pressão , Teste de Materiais , Análise Estatística
4.
Arq. bras. oftalmol ; 79(1): 33-36, Jan.-Feb. 2016. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-771904

RESUMO

ABSTRACT Purpose: The aim of this study was to investigate the effects of prostaglandin analogs on blood flow in the ophthalmic artery of clinically healthy rabbits. Methods: Fifty-five clinically healthy New Zealand white rabbits were divided into six groups, and the left eyes were treated for four weeks with the preservative benzalkonium chloride (BAK) only or a topical formulation of different prostaglandin analogs (bimatoprost BAK, tafluprost BAK-free, travoprost BAK, travoprost POLYQUAD, and latanoprost BAK). Color Doppler imaging was performed before and after the treatments. The mean values of the peak systolic velocity (PSV) and end diastolic velocity and the resistive index (RI) were calculated. Statistical analysis was performed to compare the differences pre- and post-treatment for each drug and post-treatment among the drugs. Results: The prostaglandin analogs did not affect PSV. Bimatoprost BAK, travoprost POLYQUAD, and latanoprost BAK did not change RI. Tafluprost BAK-free and travoprost BAK therapy resulted in similar reductions in RI. No significant differences pre- and post-treatment were found when BAK was administered alone. Conclusion: The prostaglandin analogs tafluprost BAK-free and travoprost BAK improved blood flow in the ophthalmic artery in healthy New Zealand white rabbits, which suggests that these drugs enhance the prevention of the progression the progression of glaucoma.


RESUMO Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos dos análogos da prostaglandina (PGAs) no fluxo sanguíneo da artéria oftálmica em coelhos. Métodos: Cinquenta e cinco coelhos da raça Nova Zelândia clinicamente saudáveis foram divididos em seis grupos para tratamento com formulação tópica de diferentes APGs (bimatoprosta BAK, tafluprosta BAK-free, travoprosta BAK, travoprosta POLYQUAD e latanoprosta BAK) e formulações contendo apenas o conservante cloreto de benzalcônio (BAK). Foi realizada ultrassonografia com Doppler antes e após os tratamentos. Os valores do pico da velocidade sistólica (PSV) e da velocidade diastólica final foram obtidos e o índice de resistência (RI) foi então calculado. A análise estatística foi realizada para comparar as diferenças entre cada droga no pré e pós-tratamento, além das diferenças no pós-tratamento entre as drogas. Resultados: Estes colírios PGAs não afetaram o PSV. A bimatoprosta com o conservante BAK, travoprosta com o conservante POLYQUAD e latanoprosta com o conservante BAK não alteraram o RI. Já o tratamento com tafluprosta sem conservante (BAK-free) e travoprosta com o conservante BAK promoveram redução similar dos valores do RI. Não houve diferença significativa na comparação entre valores pré e pós-tratamento quando BAK foi administrado isoladamente. Conclusão: Os PGAs tafluprosta BAK-free e travoprosta BAK melhoraram o fluxo sanguíneo na artéria oftálmica em coelhos da raça Nova Zelândia sugerindo que estes medicamentos possam contribuir na prevenção da progressão do glaucoma.


Assuntos
Animais , Feminino , Masculino , Coelhos , Compostos de Benzalcônio/farmacologia , Artéria Oftálmica/efeitos dos fármacos , Conservantes Farmacêuticos/farmacologia , Prostaglandinas F Sintéticas/farmacologia , Resistência Vascular/efeitos dos fármacos , Anti-Hipertensivos/farmacologia , Bimatoprost/farmacologia , Velocidade do Fluxo Sanguíneo/efeitos dos fármacos , Glaucoma/prevenção & controle , Artéria Oftálmica , Prostaglandinas F/farmacologia , Distribuição Aleatória , Valores de Referência , Reprodutibilidade dos Testes , Travoprost/farmacologia , Ultrassonografia Doppler em Cores
5.
Rev. bras. oftalmol ; 74(2): 68-72, Mar-Apr/2015. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-744631

RESUMO

Purpose: Describe an animal model of dry induced by topical instillation of BAK and evaluate ocular surface biomarkers and histological findings. Methods: Male Wistar rats were used.Topical instillation of 0.2% BAK eyedrops twice a day during 7 days, in the right eye of each animal, while the other eye was taken as control. After 7 days treatment, we performed evaluation of tear film osmolarity, the red phenol thread and ocular surface staining with fluorescein and lissamine green. Afterwards, the animals were sacrificed for tissue extraction and histological evaluation under optical microscopy and H&E staining. Results: Compared with untreated controls, the BAK-group presented tear secretion significantly decreased, increased ocular surface staining by fluorescein and lissamine green and tear film hyperosmolarity (p <0,05). Histological evaluation revealed epithelial thinning and estromal oedema. Conclusions: A toxicity animal model of dry eye induced by topical instillation of benzalkonium chloride, which presents corneal and ocular surface alterations, decreased tear film volume and tear hyperosmolarity as seen in dry eye condition.


Objetivo: Descrever um modelo animal de olho seco induzido pela aplicação tópica de cloreto de benzalcônio (BAC) e avaliar marcadores de integridade da superfície ocular e os achados histológicos. Métodos: Foram utilizados ratos wistar machos adultos. Foi realizada a administração tópica de colírio de BAC 0,2% no olho direito de cada animal duas vezes por dia, durante 7 dias, sendo o olho contralateral tido como controle. Após o tratamento foi realizada a avaliação da osmolaridade do filme lacrimal, o teste de fenol vermelho e a coloração com fluoresceína e lisamina verde. Os animais foram sacrificados e os tecidos extraídos para o estudo histológico da córnea, por microscopia óptica, corada com hematoxilina eosina (H&E). Resultados: Comparados com os controles não tratados o grupo BAC apresentou diminuição significativa na secreção lacrimal, defeitos na integridade epitelial da superfície ocular marcada por corantes vitais, fluoresceína e lisamina verde além do aumento da osmolaridade do filme lacrimal (p < 0,05). À avaliação histológica observou-se diminuição da espessura do epitélio e edema estromal induzidos pela aplicação de BAC. Conclusão: O modelo animal de olho seco por toxicidade induzido pela aplicação tópica de cloreto de benzalcônio apresentou alterações estruturais da córnea e da superfície ocular, diminuição do volume lacrimal e hiperosmolaridade da lágrima características dessa condição.


Assuntos
Animais , Ratos , Compostos de Benzalcônio/toxicidade , Lágrimas/metabolismo , Modelos Animais , Síndromes do Olho Seco/induzido quimicamente , Concentração Osmolar , Ratos Wistar
6.
Stomatos ; 19(37): 29-39, Jul.-Dec. 2013. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-784004

RESUMO

Avaliar o efeito antibacteriano de antissépticos bucais sobre bactérias facultativas por meio de testes de difusão em ágar e teste por exposição direta. Metodologia: Cepas de S. mutans (ATCC 25175), E. faecalis (ATCC 29212) e P. aeruginosa (ATCC 27853) foram inoculadas em 7 mL de brain heart infusion (BHI) e incubadas a 37°C por 24 horas. Para o teste de difusão em ágar, 15 placas de Petri com 20 mL de brain heart infusion agar (BHIA) foram inoculadas com 0,1 mL das suspensões microbianas, com auxílio de swabs esterilizados, de modo a se obter um crescimento confluente e uma placa de Petri não foi inoculada. Trinta e seis discos de papel com 9 mm de diâmetro foram imersos nas soluções experimentais de cloreto de cetilpiridínio 0,07%, cloreto de cetilpiridínio 0,075%, gluconato de clorexidina 0,12% e cloreto de benzalcônio 0,13% durante 1 minuto. A seguir, três discos de papel contendo uma das soluções irrigantes foram colocados sobre a superfície do BHIA. As placas foram mantidas por 1 hora em temperatura ambiente e incubadas a 37°C por 48 horas. Os diâmetros dos halos de inibição microbiana foram medidos valendo-se de duas medidas de forma perpendicular entre si, sendo obtida a média de seus comprimentos. Para o teste de exposição direta, 216 cones de papel absorventes esterilizados nº 50 foram imersos na suspensão de micro-organismos por 5 minutos, e a seguir foram colocados em placas de Petri e cobertos com 10 mL de uma das soluções testes. Em intervalos de 1, 5, 10 e 30 minutos, 3 cones de papel absorventes foram retirados do contato com as substâncias, transportados individualmente e imersos em 7 mL de Letheen Broth, e incubados a 37°C por 48 horas. O crescimento microbiano foi avaliado pela turbidade do meio de cultura. Um inóculo de 0,1 mL obtido do Letheen Broth foi transferido para 7 mL de BHI, e incubado nas mesmas condições descritas. O crescimento microbiano foi novamente avaliado pela turbidade do meio de cultura...


Purpose: To evaluate the antibacterial effect of four oral antiseptics (two solutions of cetylpyridinium chloride, chlorhexidine gluconate and benzalkonium chloride) on facultative bacteria using two methods. Methods: Strains were inoculated in 7 mL of brain heart infusion (BHI) and incubated at 37°C for 24 hours. For the agar diffusion test, 15 Petri plates with 20 mL of brain heart infusion agar (BHIA) were inoculated with 0.1 mL of microbial suspensions using sterile swabs to produce confluent growth; one Petri plate was not inoculated. Thirty-six 9-mm paper discs were immersed in the experimental solutions (0.07% cetylpyridinium chloride, 0.075% cetylpyridinium chloride, 0.12% chlorhexidine gluconate, and 0.13% benzalkonium chloride) for 1 minute. Subsequently, three paper discs containing irrigant solutions were placed on the BHIA in each plate. The plates were kept at room temperature for 1 hour and incubated at 37°C for 48 hours. Two measurements of the inhibition zones were made on the paper discs containing the solutions, and mean values were calculated. For the direct exposure test, 216 #50 sterilized paper points were immersed in the microorganism suspensions for 5 minutes, placed onto Petri plates and covered with 10 mL of irrigant solution. At one, five, 10 and 30 minutes, three paper points were removed from the contact substances, transported individually, immersed in 7 mL Letheen broth and incubated at 37°C for 48 hours. Bacterial growth was evaluated by turbidity. An inoculum of 0.1 mL Letheen broth was transferred to 7 mL BHI, and incubated as described above. Bacterial growth was evaluated according to turbidity. Results: Inhibition zones were greater than 10 mm for all substances and all microorganisms under study. The antibacterial...


Assuntos
Humanos , Antissépticos Bucais/efeitos adversos , Compostos de Benzalcônio , Clorexidina
7.
Arq. bras. oftalmol ; 76(4): 221-225, jul.-ago. 2013. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-686557

RESUMO

PURPOSE: To examine the prevalence of ocular surface complaints in Brazilian patients with glaucoma or ocular hypertension who used topical intraocular pressure (IOP)-lowering regimens. METHODS: In this multicenter, noninterventional, single-visit study, adults with glaucoma or ocular hypertension treated with an IOP-lowering regimen were administered the 12-item ocular surface disease index (OSDI) questionnaire. Each response was scored on a 5-point scale, with 0 indicating symptom present none of the time and 4 indicating symptom present all of the time. The average of the 12 item responses for each patient was transformed to a scale from 0 to 100, with higher scores representing worse disabilities. OSDI results then were categorized as absence of OSD (scores of 0-12), mild OSD (scores of 13-22), moderate OSD (scores of 23-32), or severe OSD (scores of 33100). RESULTS: The 173 enrolled patients had a mean age of 61.2 years, were women in 65.3% of cases, and had glaucoma in 89.0% of cases and ocular hypertension in 11.0% of cases. OSDI scores for 158 patients using 1 IOP-lowering therapy indicated no OSD in 37.3% of patients (59/158), mild OSD in 20.9% (33/158), moderate OSD in 17.1% (27/158), and severe OSD in 24.7% (39/158). For the 120 patients using 1 IOP-lowering medication and having a known duration of diagnosis of glaucoma or ocular hypertension, mean OSDI scores were numerically higher (worse) for the 39 patients with a diagnosis ≥6 years long (score 25 [± 20], indicating moderate OSD) than for the 81 patients with a diagnosis lasting <6 years (score 22 [± 20], indicating mild OSD); however, no significant differences in OSDI scores by duration of diagnosis were evident in means (P=0.49), distributions (P≥0.26), or correlation (P=0.77). CONCLUSIONS: A large proportion of Brazilian patients treated with 1 IOP-lowering therapy had some ocular surface complaints.


OBJETIVO: Avaliar a prevalência de sintomas decorrentes de doença de superfície ocular (DSO) em pacientes brasileiros com glaucoma ou hipertensão ocular que utilizam tratamento ocular tópico para redução da pressão intraocular (PIO). MÉTODO: Neste estudo multicêntrico, não intervencional de uma única visita, pacientes adultos com glaucoma ou hipertensão ocular em tratamento para redução da pressão intraocular (PIO) responderam aos 12 itens do questionário "índice de doença da superfície ocular" (OSDI). Cada resposta foi pontuada numa escala de 5 pontos, com 0 (zero) indicando a ausência de sintomas e 4 indicando sintomas presentes todo o tempo. A média de respostas dos 12 itens para cada paciente foi transformada numa escala de 0 a 100, com pontuações mais elevadas representando piores deficiências. Os resultados do OSDI foram categorizados como ausência de DSO (pontuação de 0-12), DSO leve (pontuação de 13-22), DSO moderada (pontuação de 23-32) ou DSO grave (pontuação de 33-100). RESULTADOS: Os 173 pacientes incluídos apresentavam idade média de 61,2 anos, 65,3% eram mulheres (65,3%), tinham glaucoma em 89,0% dos casos e hipertensão ocular em 11,0% dos casos. As pontuações do OSDI para os 158 pacientes utilizando uma medicação para redução da PIO indicaram "DSO ausente" em 37,3% dos pacientes (59/158), "DSO leve" em 20,9% (33/158), "DSO moderada" em 17,1% (27/158) e "DSO grave" em 24,7% (39/158). Para os 120 pacientes utilizando medicação redutora da PIO e com duração conhecida do diagnóstico de glaucoma ou hipertensão ocular, a pontuação média do OSDI foi numericamente superior (pior) para 39 pacientes com diagnóstico realizado há mais de 6 anos (pontuação 25 [± 20] indicando DSO moderado) do que para 81 pacientes com o diagnóstico realizado há menos de 6 anos (pontuação 22 [± 20] indicando DSO leve); no entanto, não houve diferença estatisticamente significativa na média da pontuação OSDI na duração do diagnóstico (P=0.49), distribuição (P≥0,26), ou correlação (P=0,77). CONCLUSÃO: Uma grande proporção de pacientes brasileiros tratados com uma medicação para redução da PIO apresenta sintomas decorrentes de doença da superfície ocular (DSO).


Assuntos
Adolescente , Adulto , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Doenças da Córnea/epidemiologia , Síndromes do Olho Seco/epidemiologia , Hipertensão Ocular/complicações , Compostos de Benzalcônio/uso terapêutico , Brasil/epidemiologia , Doenças da Córnea/induzido quimicamente , Glaucoma/complicações , Glaucoma/tratamento farmacológico , Pressão Intraocular/efeitos dos fármacos , Hipertensão Ocular/tratamento farmacológico , Prevalência , Conservantes Farmacêuticos/uso terapêutico , Qualidade de Vida , Valores de Referência , Inquéritos e Questionários
8.
Pesqui. vet. bras ; 32(11): 1116-1120, Nov. 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-658079

RESUMO

A colibacilose, causada por Escherichia coli, é a enfermidade entérica de maior impacto na produção de suínos, podendo levar à morte do animal. Esta bactéria possui grande capacidade de desenvolver resistência a múltiplos antimicrobianos e a desinfetantes. Desta forma, estudos que abordem mecanismos de resistência e perfil de amostras de campo tornam-se necessários. E. coli é amplamente utilizada como modelo de estudos que exploram a resistência intrínseca e extrínseca a multidrogas. Neste trabalho, buscou-se verificar o perfil de sensibilidade de 62 isolados de E. coli de suínos frente a três desinfetantes e a 13 antimicrobianos. Ainda, em 31 destes isolados foi pesquisada a presença de mecanismo de efluxo. Dos três desinfetantes avaliados, o cloreto de alquil dimetil benzil amônio+poliexietilenonilfenileter foi o que se mostrou mais eficaz (100%), seguido do glutaraldeído+cloreto de alquil dimetil benzil amônio (95,2%) e do cloreto de alquil dimetil benzil amônio (88,8%). Dentre os antimicrobianos testados, observou-se maior resistência para a tetraciclina (62,2%) e maior sensibilidade para o florfenicol (88,6%). A alta sensibilidade dos isolados frente aos desinfetantes pode estar relacionada à ausência de mecanismo de efluxo. O índice de resistência múltipla médio aos antimicrobianos foi de 0,52, o que demonstra um perfil multirresistente dos isolados, conduzindo para a necessidade do uso racional destas drogas em suinocultura.


Colibacillosis caused by Escherichia coli is the most important enteric disease in pig production, which may lead to death of the affected animal. The bacterium has a great ability to develop resistance to multiple antibiotics and disinfectants. Thus, investigation addressing mechanisms of resistance and profile of field samples is necessary. E. coli is widely used as a model for studies that explore the intrinsic and extrinsic resistance to multidrugs. In this paper, we attempt to associate the susceptibility profile of 62 isolates of E. coli to three disinfectants and 13 antimicrobials. Also 31 isolates were tested for the presence of efflux mechanism. Of the three disinfectants tested, alkyldimethylbenzylammonium chloride+nonyl phenoxy polyethoxy ethanol was the most effective (100%), followed by glutaraldehyde+alkyldimethylbenzylammonium chloride (95.2%) and alkyldimethylbenzylammonium chloride (88.8%). Among the antimicrobials tested, there was greater resistance to tetracycline (62.2%) and higher sensitivity to florfenicol (88.6%). The high sensitivity of the isolates against disinfectants may be related to the absence of efflux mechanism. The average index of multiple resistance to antimicrobials was 0.52, what demonstrates a profile of multidrug resistant isolates, showing the need for rational use of these drugs in pig production.


Assuntos
Animais , Desinfetantes , Resistência Microbiana a Medicamentos , Escherichia coli/isolamento & purificação , Suínos , Compostos de Benzalcônio , Cloranfenicol , Tetraciclina
9.
J. appl. oral sci ; 20(1): 45-49, Jan.-Feb. 2012. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-618152

RESUMO

In atraumatic restorative treatment (ART), caries removal with hand excavation instruments is not as efficient as that with rotary burs in eliminating bacteria under the glass ionomer cements (GICs). Thus, different antibacterial agents have been used in recent studies to enhance the antibacterial properties of the GICs, without jeopardizing their basic physical properties. OBJECTIVE: The objective of this study was to evaluate the effect of antibacterial agents on the surface hardness of a conventional GIC (Fuji IX) using Vickers microhardness [Vickers hardness number (VHN)] test. MATERIAL AND METHODS: Cetrimide (CT), cetylpyridinium chloride (CPC) and chlorhexidine (CHX) were added to the powder and benzalkonium chloride (BC) was added to the liquid of Fuji IX in concentrations of 1 percent and 2 percent, and served as the experimental groups. A control group containing no additive was also prepared. After the completion of setting reaction, VHN measurements were recorded at 1, 7, 15, 30, 60, and 90 days after storage in 37°C distilled water. A one-way ANOVA was performed followed by a Dunnett t test and Tamhane T2 tests and also repeated measurements ANOVA was used for multiple comparisons in 95 percent confidence interval. RESULTS: VHN results showed significant differences between the control and the experimental groups at all time periods (p<0.05 for all). Significant differences were observed between all study periods for individual groups (p<0.05). After 7 days, VHNs were decreased in all experimental groups while they continued to increase in the control group. BC and CHX groups demonstrated the least whereas CT and CPC groups exhibited most adverse effect on the hardness of set cements. CONCLUSIONS: Despite the decreased microhardness values in all experimental groups compared to the controls after 7 up to 90 days, incorporating certain antibacterial agents into Fuji IX GIC showed tolerable microhardness alterations within the limitations of this in vitro study.


Assuntos
Antibacterianos/farmacologia , Cimentos de Ionômeros de Vidro/química , Análise de Variância , Compostos de Benzalcônio/farmacologia , Compostos de Cetrimônio/farmacologia , Cetilpiridínio/farmacologia , Clorexidina/farmacologia , Tratamento Dentário Restaurador sem Trauma/métodos , Testes de Dureza , Dureza/efeitos dos fármacos , Teste de Materiais , Propriedades de Superfície/efeitos dos fármacos , Fatores de Tempo
10.
Pediatria (Säo Paulo) ; 31(4): 291-296, out.-dez. 2009.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-550388

RESUMO

Fontes dos dados: Revisão bibliográfica obtida pela busca nas bases de dados Cochrane, MEDLINE, BIREME, LILACS e SciELO nos últimos 20 anos, utilizando-se os termos: compostos de benzalcônio, mucosa nasal, toxicidade de drogas e rinite. Síntese dos dados: O cloreto de benzalcônio é um composto amônio quaternário que possui ação umectante e detergente, com propriedades emulsificadora e germicida. Os efeitos adversos sobre o organismo têm sido estudados há mais de duas décadas. Ratos tratados com cloreto de benzalcônio por mais de quatro semanas desenvolveram, a partir do sexto dia, hiperemia da região nasal e respiração ruidosa. Em biópsias de tecido nasal de indivíduos saudáveis submetidos ao cloreto de benzalcônio, verificou-se ação deletéria sobre os cílios da mucosa nasal. Outras alterações também foram observadas, como perda da continuidade celular nas amostras de epitélio nasal, defeitos na membrana nuclear, acúmulo de grânulos e perda de organelas. Conclusões: Diferentes efeitos deletérios do cloreto de benzalcônio sobre a mucosa nasal foram demonstrados in vivo e in vitro...


Data sources: Literature review obtained by Cochrane, MEDLINE, BIREME, LILACS and SciELO databases over the last 20 years, using the terms: benzalkonium chloride compounds, nasal mucosa, drug toxicity, and rhinitis. Data synthesis: Benzalkonium chloride is a quaternary ammonium compound that has humectant and detergent actions, and emulsification and germicide properties. The adverse effects on the body have been studied for more than two decades. Mice treated with benzalkonium chloride by more than four weeks, from the sixth day, showed nasal hyperemia and a noisy breathing. In nasal tissue biopsies of healthy individuals treated with benzalkonium chloride a deleterious action on the nasal mucosa cilia was demonstrated. Also, other alterations have been observed: cell loss of continuity in nasal epithelium, nuclear membrane defects, granule accumulation and organelles loss. Conclusions: Different deleterious effects of benzalkonium chloride on the nasal mucosa have been demonstrated in vivo and in vitro. The toxicity was observed even in concentrations below found in commercial preparations and in use for short period of time. Benzalkonium chloride can cause morphological changes in mucous cilia transport; and in immune function possibly clinical implications that may bring injury in the patients...


Assuntos
Administração Tópica , Compostos de Benzalcônio/efeitos adversos , Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos , Descongestionantes Nasais/uso terapêutico , Mucosa Nasal , Rinite/terapia
11.
Braz. j. med. biol. res ; 41(4): 311-317, Apr. 2008. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-479674

RESUMO

Denervation of the colon is protective against the colon cancer; however, the mechanisms involved are unknown. We tested the hypothesis that the denervated colonic mucosa could be less responsive to the action of the chemical carcinogen dimethylhydrazine (DMH). Three groups of 32 male Wistar rats were treated as follows: group 1 (G1) had the colon denervated with 0.3 mL 1.5 mM benzyldimethyltetradecylammonium (benzalkonium chloride, BAC); G2 received a single ip injection of 125 mg/kg DMH; G3 was treated with BAC + the same dose and route of DMH. A control group (Sham, N = 32) did not receive any treatment. Each group was subdivided into four groups according to the sacrifice time (1, 2, 6, and 12 weeks after DMH). Crypt fission index, ß-catenin accumulated crypts, aberrant crypt foci, and cell proliferation were evaluated and analyzed by ANOVA and the Student t-test. G3 animals presented a small number of aberrant crypt foci and low crypt fission index compared to G2 animals after 2 and 12 weeks, respectively. From the second week on, the index of ß-catenin crypt in G3 animals increased slower than in G2 animals. From the 12th week on, G2 animals presented a significant increase in cell proliferation when compared to the other groups. Colonic denervation plays an anticarcinogenic role from early stages of colon cancer development. This finding can be of importance for the study of the role of the enteric nervous system in the carcinogenic process.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Carcinógenos/toxicidade , Colo/inervação , Neoplasias do Colo/induzido quimicamente , Denervação , Dimetilidrazinas/toxicidade , Compostos de Benzalcônio , Proliferação de Células , Colo/patologia , Neoplasias do Colo/patologia , Lesões Pré-Cancerosas/metabolismo , Ratos Wistar , Fatores de Tempo , Biomarcadores Tumorais/metabolismo , beta Catenina/metabolismo
12.
Rev. bras. alergia imunopatol ; 31(1): 2-9, jan.-fev. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-481350

RESUMO

Objetivo: Identificar e caracterizar os efeitos tóxicos do uso do cloreto de benzalcônio sobre a mucosa respiratória nasal, células do sistema imunológico e função mucociliar in vivo e in vitro. Métodos: O presente estudo foi realizado pela pesquisa de artigos disponíveis no banco de dados PUBMED, MEDLINE, SCIELO e LILACS nos últimos 20 anos. Foram selecionados ar¬tigos publicados nas línguas inglesa e portuguesa. Resultados: O cloreto de benzalcônio em diferentes concentrações concorreu para alteração tóxica em células da mu¬cosa nasal e aparelho ciliar. Adicionalmente, foram identifica¬das reduções da função mucociliar em modelos murinos e humanos. As alterações mucociliares identificadas a partir dos estudos analisados sugerem claramente a inibição dose e tempo dependentes do mecanismo de clareamento mucociliar. Em alguns estudos, observaram-se sintomas clínicos relevantes relacionados ao uso deste agente. Conclusões: O uso de CBZ associou-se a alterações histo¬morfológicas, distúrbios do transporte mucociliar e disfunção de granulócitos, in vitro e in vivo. (Au)Objective: To identify and to characterize the toxic effect of benzalkonium chloride on nasal respiratory mucosa, cells of the immune system and cilia function, in vitro and in vivo. Methods: The present study was carried by searching avai¬lable articles from PUBMED, MEDLINE, SCIELO and LILACS da¬tabase in the last 20 years. We selected published articles in Portuguese and English language. Results: Different concentrations of benzalkonium chloride concurred for toxic alteration in cells of the nasal mucosa and cilia device. Additionally, reduction of the cilia function in murines and human models had been identified. The cilia alterations from the analyzed studies suggest clearly the inhibition dose-dependant and time-dependant of the mechanism of mu¬cus clearance. In some studies, clinical symptoms associated to the use this pharmacologic agent was shown Conclusion: The CBZ was associated to hystomorphologic alterations; cilia transport disturbances and granulocyte dysfunction, in vitro and in vivo.


Assuntos
Humanos , Compostos de Benzalcônio , Sistema Imunitário , Mucosa Nasal , Rinite , Técnicas e Procedimentos Diagnósticos , Métodos , Preparações Farmacêuticas , Substâncias Tóxicas
13.
Arq. bras. oftalmol ; 70(6): 910-916, nov.-dez. 2007. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-474093

RESUMO

PURPOSE: To compare histological changes induced by antiglaucoma medications in the rabbit conjunctiva. METHODS: Fifty New Zealand rabbits were divided in 5 groups of 10 animals. The left eyes were treated daily with one drop of bimatoprost 0.03 percent, travoprost 0.004 percent, latanoprost 0.005 percent, timolol maleate 0.5 percent or artificial tears containing benzalkonium chloride (BAK) for 30 days. The right eyes served as controls. Superior limbic conjunctival biopsies were performed at the 8th and 30th day in 5 rabbits of each group. The conjunctiva was fixed with 10 percent formaldehyde, followed by HE and PAS staining. Morphohistometric quantitative analyses were performed to evaluate the following parameters: inflammatory infiltrate, epithelial thickness, number of goblet cells, diameter and number of blood vessels. RESULTS: At the 8th and 30th posttreatment days, all groups, except one that received artificial tears, exhibited a diffuse inflammatory infiltrate, composed by lymphocytes and neutrophils, which was denser in the timolol group than in the prostaglandin (PG) analogues groups. At the 30th day, the timolol group also showed an increased subepithelial collagen density and a significant increase in epithelial thickness (p=0.0035). The goblet cell density was significantly increased at the 8th day in the group treated with travoprost (p=0.0006), and at the 30th day in those treated with bimatoprost (p=0.0021) and latanoprost (p=0.009). CONCLUSIONS: Although a moderate, diffuse inflammatory infiltrate was observed in PG-treated eyes, no changes in conjunctival epithelial thickness or subconjunctival collagen density were observed with these medications, suggesting that these drugs induce fewer changes than timolol maleate in the rabbit conjunctiva.


OBJETIVOS: Comparar alterações histológicas induzidas por medicação anti-glaucomatosa na conjuntiva de coelhos. MÉTODOS: Cinqüenta coelhos da raça Nova Zelândia foram divididos em 5 grupos de 10 animais. Os olhos esquerdos foram tratados com uma gota diária de bimatoprosta 0,03 por cento, travoprosta 0,004 por cento, latanoprosta 0,005 por cento, maleato de timolol 0,5 por cento ou lágrimas artificiais contendo cloreto de benzalcônio (BAK) por 30 dias. Os olhos direitos serviram como controles. Foram realizadas biópsias conjuntivais límbicas superiores no 8º e 30º dias em 5 coelhos de cada grupo. A conjuntiva foi fixada com formaldeído 10 por cento, seguido por coloração de HE e PAS. Foi realizada análise quantitativa morfohistométrica para avaliar os seguintes parâmetros: infiltrado inflamatório, espessura epitelial, número de células caliciformes, diâmetro e número de vasos sanguíneos. RESULTADOS: No 8º e 30º dias de tratamento, todos os grupos, exceto aquele que recebeu lágrimas artificiais, exibiram infiltrado inflamatório difuso, composto por linfócitos e neutrófilos, sendo mais denso no grupo timolol do que nos grupos dos análogos de prostaglandinas. No 30º dia, o grupo timolol apresentou um aumento na densidade de colágeno subepitelial e um aumento significativo da espessura epitelial (p=0,0035). A densidade de células caliciformes aumentou significativamente no 8º dia no grupo tratado com travoprosta (p=0,0006), e no 30º dia nos grupos tratados com bimatoprosta (p=0,0021) e latanoprosta (p=0,009). CONCLUSÕES: Embora tenha sido observado um infiltrado inflamatório difuso e moderado nos olhos tratados com análogos de prostaglandinas, não houve alterações na espessura epitelial conjuntival ou densidade colágena subepitelial com essas medicações, sugerindo que essas drogas induzem menores alterações que o maleato de timolol na conjuntiva de coelhos.


Assuntos
Animais , Feminino , Coelhos , Anti-Hipertensivos/efeitos adversos , Túnica Conjuntiva/efeitos dos fármacos , Soluções Oftálmicas/administração & dosagem , Prostaglandinas Sintéticas/efeitos adversos , Timolol/efeitos adversos , Análise de Variância , Amidas/administração & dosagem , Amidas/efeitos adversos , Anti-Hipertensivos/administração & dosagem , Biópsia , Compostos de Benzalcônio/administração & dosagem , Compostos de Benzalcônio/efeitos adversos , Cloprostenol/administração & dosagem , Cloprostenol/efeitos adversos , Cloprostenol/análogos & derivados , Túnica Conjuntiva/patologia , Modelos Animais de Doenças , Células Caliciformes/efeitos dos fármacos , Células Caliciformes/patologia , Prostaglandinas F Sintéticas/administração & dosagem , Prostaglandinas F Sintéticas/efeitos adversos , Prostaglandinas Sintéticas/administração & dosagem , Coloração e Rotulagem , Fatores de Tempo , Timolol/administração & dosagem
14.
Acta cir. bras ; 21(1): 43-46, Jan.-Feb. 2006. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-420970

RESUMO

OBJETIVO: Investigar em ratos Wistar as respostas adaptativas da mucosa em conseqüência da desnervação intrínseca do jejuno após ressecção intestinal extensa. MÉTODOS: Utilizaram-se 30 ratos distribuídos em três grupos segundo o procedimento realizado: C (controle), R (ressecção intestinal) e D (ressecção intestinal e desnervação intrínseca do jejuno). Posteriormente foi avaliado o ganho de peso e realizado estudos morfométrico da mucosa intestinal. RESULTADOS: Os animais do grupo D apresentaram ganho ponderal consideravelmente maior do que os do grupo R (D=312,2±21g e R=196,7±36,2g). A contagem neuronal mostrou diminuição na população de neurônios mientéricos no grupo D (344,8±34,8 neurônios/mm de jejuno) em relação aos outros grupos (R=909,0±55,5 e C=898,5±73,3). A área do epitélio da mucosa jejunal foi maior no grupo D (10,8±4,3mm²) em comparação aos grupos R (7,3±3,9mm²) e C (5,8±3,0mm²). O índice de proliferação celular epitelial da mucosa foi maior no grupo D (48,7 por cento), em relação aos grupos R (31,9 por cento) e C (23,6 por cento). CONCLUSÕES: O modelo experimental mostrou-se eficaz em melhorar o ganho ponderal dos animais submetidos à ressecção intestinal extensa, provocando intensificação da resposta hiperplásica da mucosa, a qual provavelmente levou a aumento da superfície de absorção de nutrientes. Abrem-se boas perspectivas para novas abordagens cirúrgicas para a síndrome do intestino curto.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Compostos de Benzalcônio/farmacologia , Denervação , Jejuno/inervação , Plexo Mientérico/efeitos dos fármacos , Síndrome do Intestino Curto/cirurgia , Modelos Animais de Doenças , Absorção Intestinal/efeitos dos fármacos , Absorção Intestinal/fisiologia , Jejuno/patologia , Jejuno/cirurgia , Plexo Mientérico/fisiologia , Plexo Mientérico/cirurgia , Estado Nutricional/efeitos dos fármacos , Estado Nutricional/fisiologia , Ratos Wistar , Estatísticas não Paramétricas , Taxa de Sobrevida , Síndrome do Intestino Curto/patologia , Ganho de Peso/efeitos dos fármacos , Ganho de Peso/fisiologia
15.
Rev. bras. alergia imunopatol ; 28(5): 240-244, set.-out. 2005. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-428702

RESUMO

Introdução: O cloreto de benzalcônio (CBZ) é considerado um preservativo inócuo, embora seja cada vez mais associado a efeitos colaterais e sintomas clínicos. Objetivos: Verificar o efeito do CBZ na depuração muco-ciliar nasal em voluntários sadios e sua correlação com sintomas. Pacientes e Métodos: O ensaio clínico foi duplo-cego, placebo-controlado, randomizado, cruzado, com três semanas de washout, em 43 voluntários sadios para comparar o efeito de solução salina nasal contendo CBZ a 0,01 % (S+CBZ) com a de solução salina livre de preservativos (SP), usados três vezes ao dia, por três semanas, na depuração muco-ciliar nasal. As avaliações foram realizadas no início e fim de cada período por técnica cintigráfica com estrôncio coloidal marcado com tecnécio99m. Resultados: Dos 43 voluntários apenas um não completou as observações planejadas. Nove indivíduos foram excluídos do estudo por infecção de vias aéreas superiores. Houve redução significante na depuração mucociliar nasal após o período de uso da S+CBZ em relação a SP (1,23 mm.min'l; p < 0.01), apesar de não ter sido referido qualquer sintoma. Não houve efeito carry-over. Conclusão: O CBZ nas concentrações usadas nos medicamentos tópicos nasais causou retardo na depuração muco-ciliar nasal em indivíduos saudáveis após três semanas de uso. Não houve relato de sintomas nasais associados.


Assuntos
Humanos , Criança , Adulto , Compostos de Benzalcônio , Técnicas In Vitro , Cavidade Nasal , Mucosa Nasal , Rinite , Sintomas em Homeopatia , Métodos
16.
RGO (Porto Alegre) ; 53(2): 151-154, abr.-jun. 2005. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-412597

RESUMO

Com a introdução no mercado de novos agentes desinfetantes tornou-se necessário o estudo destes para se estabelecer uma desinfecção segura. O objetivo deste trabalho foi analisar a efetividade e estabelecer comparação entre a efetividade do álcool gel 70°INPM, lenços umedecidos em solução de clorexidina e o cloreto de benzalcônio. Foram utilizadas bandejas clínicas nas quais foram depositados 0,5 ml de suspensão contendo 10 na sexta potência células das amostras dos seguintes microrganismos: Staphylococcus aureus, Candida albicans, Enterococcus faecalis, Escherichia coli e Streptococcus mutans. Foram coletadas amostras utilizando-se placas de superfície RODAC contendo ágar Mitis salivarius, ágar BHI ou ágar Sabouraud dextrose de acordo com o microrganismo a ser analisado, antes e depois da desinfecção utilizando a técnica spray-wipe-spray. Os resultados foram analisados estatisticamente utilizando-se o teste Kruskal-Wallis para comparação de proporção de inibição entre os desinfetantes testados, o qual mostrou que houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos. Conclui-se que todos se mostraram efetivos agentes de desifecção promovendo uma diminuição expressiva do número de microrganismos. O cloreto de benzalcônico e o álcool gel foram significantemente mais efetivos em relação à solução de clorexidina (p=0,000 e p=0,004, respectivamente). Concluiu-se que o álcool gel 70°INPM e o cloreto de benzalcônico foram igualmente mais efetivos em relação aos lenços embebidos em solução de clorexidina


Assuntos
Compostos de Benzalcônio , Clorexidina , Desinfecção , Etanol , Controle de Infecções Dentárias
17.
Rev. bras. cir. cardiovasc ; 19(3): 314-319, jul.-set. 2004. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-416947

RESUMO

OBJETIVO: A função do Sistema Nervoso Intrínseco Cardíaco e o seu papel na doença cardíaca permanecem pobremente compreendidos. Sabe-se que o cloreto de benzalcônio (CB) induz a desnervação intrínseca do tubo digestivo. O objetivo deste estudo foi tentar produzir um modelo experimental de desnervação intrínseca do coração utilizando o CB. MÉTODO: Trinta ratos Wistar foram submetidos à aplicação intrapericárdica de CB (0,3 por cento) e trinta animais controle receberam a solução salina. Após 15 dias, os animais foram divididos em três grupos, com 10 animais tratados e 10 controles em cada. Os animais do grupo I foram submetidos a estudo radiológico e histopatológico. A área cardíaca e o índice cardiotorácico (ICT) foram medidos nas radiografias. Os animais do grupo II foram submetidos a estudo hemodinâmico com registro da pressão arterial, freqüência cardíaca e débito cardíaco. No grupo III, a integridade da inervação parassimpática extrínseca do coração foi avaliada por estimulação vagal direita. O sistema de condução foi avaliado pelo ECG basal. RESULTADOS: A aplicação de CB acarretou aumento do ICT, da área cardíaca, pressão arterial e débito cardíaco, bem como do peso ponderal e do fígado. Nestes animais, a análise histopatológica mostrou redução do número de neurônios atriais e congestão passiva crônica do fígado. A estimulação vagal não mostrou diferenças entre os grupos experimentais. CONCLUSAO: A ablação do sistema nervoso intrínseco propiciou o aparecimento de cardiopatia dilatada com insuficiência cardíaca direita e esquerda. Esse modelo experimental inédito deverá nortear futuros estudos na tentativa da elucidação da relação entre lesão neuronal e miocardiopatia.


Assuntos
Animais , Ratos , Sistema Nervoso Autônomo , Cardiomiopatia Dilatada , Contração Miocárdica , Sistema de Condução Cardíaco , Experimentação Animal , Compostos de Benzalcônio
18.
Biocell ; 27(3): 347-351, Dec. 2003.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-384236

RESUMO

The enteric nervous system plays a role on the stimulation of secretory cells of intestinal epithelia. We have demonstrated that ablation of ENS stimulates epithelial cell proliferation. As goblet cells are important constituents of the epithelial sheet, it is mandatory to investigate separately this cell type. The myenteric plexus of the ileum of rats in postnatal development was partially removed by the serosal application of benzalkonium chloride (BAC). Three groups of animals were used: those where BAC application was at 13 days and sacrifice was at 15 (13/28-day-old) or 23 days after treatment (13/36-day-old), and those where BAC was applied at 21 days and rats were killed 15 days after treatment (21/36-day-old) . The number of goblet cells in the ileum was estimated in sections stained by periodic acid-Schiff (PAS) histochemistry. In the 13/28 and 21/36 groups, the number of goblet cells was significantly higher after BAC treatment. These results suggest that the myenteric denervation may have an acute effect on the number of goblet cell in suckling and weanling rats, probably through submucous plexus.


Assuntos
Células Caliciformes/citologia , Íleo/crescimento & desenvolvimento , Íleo/inervação , Sistema Nervoso Entérico/citologia , Sistema Nervoso Entérico/crescimento & desenvolvimento , Animais Recém-Nascidos , Compostos de Benzalcônio , Contagem de Células , Células Caliciformes/fisiologia , Células Caliciformes , Denervação , Íleo/citologia , Muco/metabolismo , Neurônios/citologia , Neurônios/fisiologia , Reação do Ácido Periódico de Schiff , Plexo Mientérico/citologia , Plexo Mientérico/crescimento & desenvolvimento , Ratos
19.
RBCF, Rev. bras. ciênc. farm. (Impr.) ; 39(2): 185-194, abr.-jun. 2003. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-348748

RESUMO

A validação de método para a avaliação da qualidade sanitária de produto cosmético de base lipófila foi efetuada empregando-se neutralizantes químicos e diluição para a eliminação de efeito inibitório no crescimento microbiano. Para a preparação da amostra foi empregado miristato de isopropila e polissorbato 20. Além dessas substâncias, foi adicionado ao diluente 0,5 por cento (p/v) de lecitina de soja visando à neutralização do cloreto de benzalcônio. Os ensaios foram efetuados objetivando a comprovação da ausência de efeito inibitório no crescimento microbiano decorrente de atividade antimicrobiana do produto, assim como dos agentes neutralizantes, tensoativos e solubilizante empregados no ensaio...


Assuntos
Compostos de Benzalcônio , Cosméticos , Especificações Sanitárias , Meios de Cultura , Preparações Farmacêuticas , Controle de Qualidade
20.
Säo Paulo; s.n; 2003. [85] p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-334497

RESUMO

Objetivo: Estudar o efeito do cloreto de benzalcôneo a 0,1 por cento diluído em diferentes solventes, aplicado na superfície serosa do cólon sigmóide de ratos. Método: Utilizou-se 225 ratos machos, Wistar, com 90 dias de vida, subdivididos em 5 grupos de 45: grupo I -aplicação de cloreto de benzalcôneo a 0,1 por cento diluído em álcool 70 por cento na superfície serosa do cólon sigmóide, por 30 minutos, por meio de esponja com extensão de 1,Ocm; grupo II - aplicação de álcool a 70 por cento, grupo III aplicação de cloreto de benzalcõneo em soro fisiológico, grupo IV - aplicação de soro fisiológico e grupo V -permanência de esponja embebedora das substâncias por 30 minutos. Cada grupo foi subdividido em 3 grupos de 15 ratos com eutanásia aos 7, 15 e 30 dias para retirada do cólon no local do experimento. Cortes dessas regiões foram submetidos a estudo histológico pela técnica de hematoxilina e eosina e estudo imunohistoquímico pela técnica da avidina-biotinaperoxidase para a pesquisa de proteína S-100. Resultados: a circunferência do cólon foi maior nos primeiros 7 dias, para os grupos I e li. A distensão abdominal nos primeiros 7 e 15 dias foi mais acentuada nos grupos I e li. Aderências intestinais foram observadas nos grupos I, II e III em todos os períodos de tempo. Os grupos I, II e III apresentaram aos 7 dias tecido inflamatório agudo que gradativamente passa a tecido do tipo linfocitário aos 15 e 30 dias, e o tecido de granulação foi exuberante em todos os ratos dos grupos I e II, principalmente. Ocorreu diminuição importante dos feixes neurais mioentéricos e submucosos nos grupos I, II e III, porém, a intensidade da destruição celular é menor no grupo III. As camadas circular e longitudinal aumentam de largura no grupo III, embora em menor tamanho que os grupos IV e V, enquanto no grupo I e II o álcool é responsável por grande destruição, que impossibilita as medidas. 0 número de células neurais dos plexos mioentéricos diminuem em número nos ratos do grupo III, em relação aos do grupo IV e V, e estão muito diminuídos nos grupos I e II pela grande destruição tecidual. Conclusão: o cloreto de benzalcôneo diluído em álcool a 70 por cento é mais lesivo ao tecido entérico que o cloreto de benzalcôneo diluído em soro fisiológico


Assuntos
Compostos de Benzalcônio , Colo , Doença de Hirschsprung , Ratos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA