Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. biol ; 78(4): 667-672, Nov. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-951598

RESUMO

Abstract Various bird pests caused severe economic losses to valuable crops and fruit orchards all over the world. Among the birds, house sparrow is also considered to cause heavy plunder, not only to seeds of crops but also seedlings especially in organic farming. In present study two bird repellents, methylanthranilate and anthraquinone tested against house sparrows on maize seeds and seedlings in aviary conditions. Trial group in aviary-I, the treated maize seeds and seedlings with different doses of both bird repellents, control group in aviary-II, untreated seeds and seedlings were provided for three hours in the early morning. In each aviary, two closed circuit cameras were also installed to monitor the behavioral responses against different concentrations of both chemical repellents. Statistical analysis showed that there existed highly significant (P<0.01) variations among the trial and control groups for seeds and seedlings. By comparing both repellents, significant (P<0.05) differences were detected and anthraquinone showed better efficacy when compared to methylanthranilate, but in maize seedlings both repellents equal repellent properties. Non-significant (P>0.05) differences were observed in different grading of both natural chemical repellents for maize seeds while significant (P<0.05) variations were noticed for maize seedlings when provided to sparrows. By videotaped behavior sparrows presented manifest head juddering and feather upsetting activities by consumption of treated seeds and seedlings with higher concentrations of both natural bird repellents.


Resumo Várias pragas de aves causaram graves perdas econômicas para cultivos valiosos e pomares de frutas em todo o mundo. Entre os pássaros, o pardal da casa também é considerado um grande saqueo, não só para as sementes das culturas, mas também para as mudas, especialmente na agricultura orgânica. No presente estudo, dois repelentes de aves, metilantranilato e antraquinona testados contra pardais de casa em sementes de milho e mudas em condições de aviário. O grupo de ensaio em aviary-I, as sementes de milho tratadas e as mudas com diferentes doses de repelentes de aves, grupo de controle em aviary-II, sementes não tratadas e mudas foram fornecidas por três horas no início da manhã. Em cada aviário, duas câmeras de circuito fechado também foram instaladas para monitorar as respostas comportamentais contra diferentes concentrações de ambos os repelentes químicos. A análise estatística mostrou que existiam variações altamente significativas (P<0,01) entre os grupos de teste e controle para sementes e mudas. Ao comparar os dois repelentes, detectaram-se diferenças significativas (P<0,05) e a antraquinona apresentou maior eficácia quando comparada ao metilantranilato, mas em mudas de milho, ambos os repelentes são iguais às propriedades repelentes. As diferenças não significantes (P>0,05) foram observadas em diferentes classificações de repelentes químicos naturais para sementes de milho, enquanto as variações significativas (P<0,05) foram observadas para as mudas de milho quando fornecidas aos pardais. Por um comportamento gravado em video, os pardais apresentaram manifestações de cabeça e vibrações de penas por consumo de sementes tratadas e mudas com maiores concentrações de repelentes de aves naturais.


Assuntos
Animais , Sementes/efeitos dos fármacos , Antraquinonas/farmacologia , Zea mays/efeitos dos fármacos , Plântula/efeitos dos fármacos , Comportamento Alimentar/efeitos dos fármacos , ortoaminobenzoatos/farmacologia , Sementes/crescimento & desenvolvimento , Controle de Pragas/métodos , Agroquímicos/farmacologia , Produtos Agrícolas , Zea mays/crescimento & desenvolvimento , Plântula/crescimento & desenvolvimento , Pardais , Animais Selvagens
2.
Arq. bras. oftalmol ; 78(1): 1-5, Jan-Feb/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-741170

RESUMO

Purpose: To determine the efficacy of tranilast as an adjunctive therapy in conjunctival autograft. Methods: Twenty-nine patients were randomly allocated to the Tranilast Group (n=15) or the Control Group (n=14). The Tranilast Group received a subconjunctival injection of 0.5% tranilast 30 days prior to surgery. Conjunctival autograft was performed in both groups using fibrin sealant and 0.02% subconjunctival mitomycin C at the end of the surgery. After the resection of the pterygium, immunohistochemistry was performed with 100 cells to identify epithelial cells positive for transforming growth factor-β (TGF-β). Subjective symptoms were evaluated using a 5-point scale, and the recurrence rate was assessed. Results: Both groups showed improvements in their symptoms and similar clinical results. Compared with the Control Group, the Tranilast Group failed to show a decreased recurrence rate (p=0.59). However, the number of epithelial cells expressing TGF-β was lower in the Tranilast Group (5 cells; 95% CI: 2.56-13.15; Control Group, 16 cells, 95% CI: 11.53-24.76; p=0.01). Minimal but reversible complications, including glaucoma secondary to corticosteroids and granuloma, occurred during the study. Conclusion: Tranilast was effective in decreasing the number of pterygium epithelial cells expressing TGF-β. .


Objetivo: Determinar a eficácia do tranilast, como terapia auxiliar no transplante autólogo de conjuntiva. Métodos: Vinte e nove pacientes foram randomizados em dois grupos: Grupo Tratado (15) e Grupo Controle (14). Trinta dias antes da cirurgia, o Grupo Tratado recebeu uma injeção subconjuntival de tranilast a 0,5%. O transplante autólogo de conjuntiva foi realizado em ambos os grupos, usando-se a cola de fibrina e a mitomicina 0,02% subconjuntival, ao final da cirurgia. Cada paciente foi examinado por 12 meses de acompanhamento. A imuno-histoquímica foi realizada, mediante um total de 100 células, a fim de que se contassem as células epiteliais positivas, para o fator de crescimento transformador beta (TGF-β), após a cirurgia do pterígio. Os sintomas subjetivos foram avaliados usando-se uma escala de cinco pontos, e a taxa de recorrência foi avaliada. Resultados: Os 2 grupos apresentaram melhora dos sintomas e com resultados clínicos similares. Quando comparado com o Grupo Controle, o Grupo Tratado falhou em mostrar uma diminuição da taxa de recorrência (p=0,59). Entretanto o número de células epiteliais expressando o TGF-β foi menor no Grupo Tratado (5 células; 95% CI=2,56-13,15; Grupo Controle, 16 células; 95% CI: 11,53-24,76, p=0,01). Complicações mínimas, mas reversíveis, ocorreram durante o estudo, incluindo glaucoma secundário ao uso de corticoide e granuloma. Conclusão: O tranilast foi efetivo em diminuir o número células epiteliais do pterígio expressando o TGF-β. .


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Túnica Conjuntiva/transplante , Células Epiteliais/efeitos dos fármacos , Pterígio/tratamento farmacológico , Pterígio/cirurgia , Fator de Crescimento Transformador beta/metabolismo , ortoaminobenzoatos/administração & dosagem , Autoenxertos , Túnica Conjuntiva/efeitos dos fármacos , Túnica Conjuntiva/metabolismo , Células Epiteliais/metabolismo , Seguimentos , Adesivo Tecidual de Fibrina/uso terapêutico , Injeções Intraoculares , Mitomicina/uso terapêutico , Período Pós-Operatório , Cuidados Pré-Operatórios , Estudos Prospectivos , Pterígio/metabolismo , Pterígio/prevenção & controle , Recidiva , Prevenção Secundária/métodos , Transplante Autólogo , Resultado do Tratamento
3.
Arq. neuropsiquiatr ; 59(3B): 708-711, Sept. 2001. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-295835

RESUMO

BACKGROUND AND OBJECTIVES: Triptans are effective drugs for the acute treatment of migraine. However, 30-40 percent of the patients commonly present recurrence before 24 hours therefore requiring another dose. Nonsteroidal anti-inflammatory drugs (NSAID) such as tolfenamic acid and naproxen sodium combined with sumatriptan have demonstrated efficacy in reducing recurrence observed with the single use of this drug. Steroids also have been suggested to treat refractory migraine and status migranosus. The aim of this study was to evaluate whether patients presenting frequent recurrence with the combination triptan plus NSAID, would decrease it with the association of dexamethasone. METHOD: Twenty three patients, 17 women and 6 men with migraine according to IHS criteria were prospectively studied. All patients presented frequent recurrence ( > or = 60 percent, mean recurrence rate 74,8 percent) with the single use of sumatritpan 100mg or zolmitriptan 2,5mg or rizatriptan 10mg in at least 5 consecutive attacks, and didn't present a reduction of the recurrence rate superior than 20 percent with the combination of tolfenamic acid 200mg or rofecoxib 25mg in at least 5 other consecutive attacks (mean recurrence rate 60 percent). The patients had to treat 6 consecutive moderate or severe migraine attacks with their usual combination plus 4mg of dexamathasone with a maximum of twice a week, and fill out a diary reporting headache parameters. RESULTS: Twenty patients, 16 women and 4 men completed the study. Of those who completed the study, 11 took rizatriptan plus rofecoxib, 4 rizatriptan plus tolfenamic acid, 3 zolmitriptan plus rofecoxib, 1 zolmitriptan plus tolfenamic acid and 1 patient took sumatriptan plus tolfenamic acid, having the 20 patients taken as a third medication, a single tablet of 4mg of dexamethasone. All patients took oral formulations and none presented vomiting after that. Among all 20 patients, one female and one male patient presented recurrence in 3 out of the 6 attacks (50 percent) while the remaining 18 patients revealed recurrence in 1 or 2 treated attacks (mean 23,4 percent) (p<0,001). CONCLUSION: We concluded that the judicious use of oral dexamethasone might be useful for a limited population of migraine patients still presenting recurrence with the combination of a triptan and a NSAID. Case-control studies and studies with a randomized double-blind design are necessary to confirm these observations


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Anti-Inflamatórios não Esteroides/uso terapêutico , Anti-Inflamatórios/uso terapêutico , Dexametasona/uso terapêutico , Transtornos de Enxaqueca/tratamento farmacológico , Agonistas do Receptor de Serotonina/uso terapêutico , Sumatriptana/uso terapêutico , Quimioterapia Combinada , Naproxeno/uso terapêutico , ortoaminobenzoatos/uso terapêutico , Estudos Prospectivos
5.
Rev. cuba. farm ; 32(2): 99-105, 1998. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-228107

RESUMO

Se desarrolló una técnica para el control de calidad de las tabletas de ribofen, con el empleo de la espectrofotometría UV y la cromatografía líquida de alta resolución, que incluye la identificación, disolución, uniformidad de dosis y valoración. Las tabletas cumplen con los índices de calidad establecidos en la técnica. Se estudio la especificidad, linealidad, precisión, exactitud y se corroboró la validez de estos parámetros en ambos métodos


Assuntos
Antirreumáticos/análise , Anti-Inflamatórios não Esteroides/análise , Química Farmacêutica , Cromatografia Líquida de Alta Pressão/métodos , ortoaminobenzoatos/análise , Controle de Qualidade , Qualidade dos Medicamentos Homeopáticos , Espectrofotometria Ultravioleta
6.
J. bras. ginecol ; 98(1/2): 75-80, jan.-fev. 1988. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-54353

RESUMO

Foram estudadas 2.522 pacientes portadoras de dismenorréia primária, do ponto de vista epidemiológico e avaliando-se um novo inibidor da síntese de prostaglandinas, a floctafenina. Observou-se desaparecimento ou minimizaçäo de todos os sintomas após um ciclo de tratamento com floctafenina (400 mg como dose de ataque e 200 mg a seguir, a cada 8 horas, no máximo durante três dias). O medicamento foi excepcionalmente bem tolerado, só havendo efeitos colaterais em 2,7% dos casos. Säo discutidos os dados fisiopatológicos e epidemiológicos


Assuntos
Adolescente , Adulto , Humanos , Feminino , Dismenorreia/tratamento farmacológico , ortoaminobenzoatos/uso terapêutico , Ensaios Clínicos como Assunto
7.
J. bras. ginecol ; 97(8): 435-9, ago. 1987. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-42654

RESUMO

Foram estudadas 308 pacientes com dismenorréia primária em nove centros nacionais, tratadas sucessivamente, durante quatro meses consecutivos, com floctafenina 200 mg (1 comp. de 8/8 h), ácido mefenâmico 500 mg (1 comp. de 8/8 h), diclofenaco 50 mg (1 comp. de 8/8 h) ou piroxicam 10 mg (1 cápsula de 12/12 h). A tomada dos medicamentos era iniciada aos primeiros sintomas de aparecimento da dismenorréia e continuava enquanto persistissem as queixas, até um máximo de 48 horas de tratamento. As pacientes recebiam um cartäo de acompanhamento onde registravam a intensidade e o tipo de sintoma, dentre outras variáveis. Os resultados foram analisados estatisticamente através das informaçöes obtidas no cartäo de acompanhamento, representados pelo percentual de pacientes que seguiam apresentando as mesmas queixas 48 horas após o início do tratamento. A floctafenina mostrou-se significativamente eficaz sobre a sintomatologia e foi superior aos outros medicamentos estudados em 7 sintomas (dor abdominal, dor lombar, cefaléia, náuseas, diarréia, constipaçäo e sudorese) dos 8 estudados. Do ponto de vista qualitativo, ao se definir um índice obtido pela razäo entre o percentual de pacientes assintomáticos pós e pré-tratamento verificamos que a floctafenina apresentava índices superiores às demais moléculas em 4 sintomas (dor abdominal, sudorese, náuseas e constipaçäo). Com relaçäo à tolerância clínica, os efeitos colaterais foram equivalentes nos produtos testados, à exceçäo da náusea, mais intensa nas pacientes ao fazerem uso do ácido mefenâmico. Concluiu-se que neste tipo de pacientes a floctafenina pode, indiscutivelmente, ser considerada uma alternativa válida no tratamento da dor e outros sintomas associados com a dismenorréia primária


Assuntos
Adolescente , Adulto , Humanos , Feminino , Ácido Mefenâmico/uso terapêutico , Diclofenaco/uso terapêutico , Dismenorreia/tratamento farmacológico , ortoaminobenzoatos/uso terapêutico , Tiazinas/uso terapêutico , Ensaios Clínicos como Assunto , Método Duplo-Cego , Quimioterapia Combinada
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA