Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 80
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online) ; 37(1): 121-125, Jan.-Mar. 2019. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-985128

RESUMO

RESUMO Objetivo: Descrever um caso incomum de infecção por Strongyloides stercoralis (S. stercoralis) em paciente de quatro meses de idade e ressaltar a importância do diagnóstico precoce. Descrição do caso: Paciente masculino, procedente e residente de Videira, Santa Catarina, Brasil, nasceu pré-termo, parto cesárea, peso de nascimento 1.655 g, e permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva neonatal e intermediária por 20 dias. Aos quatro meses de idade, começou a evacuar fezes sanguinolentas e foi feita hipótese de alergia à proteína do leite de vaca, em razão da sintomatologia e do uso da fórmula infantil para o primeiro semestre, para o qual foi indicada a substituição por fórmula infantil com proteína hidrolisada. Foram solicitados a pesquisa de leucócitos e o exame parasitológico das fezes). Ambos se mostraram positivos e o parasitológico revelou a presença de larva rabditoide de S. stercoralis. O clínico manteve a hipótese inicial e a dieta, mas solicitou a coleta de três amostras de fezes, que resultaram em uma amostra para larvas rabditoide, em muda, de S. stercoralis. Como a criança apresentava dor abdominal, vômito e as fezes permaneciam sanguinolentas, foi iniciado o tratamento com tiabendazol - duas vezes/dia por dois dias -, repetido após sete dias, e, em seguida, realizado o exame parasitológico de fezes, tendo sido negativo. Comentários: A estrongiloidíase, apesar de ser uma infecção parasitária frequentemente leve, em pacientes imunocomprometidos pode se apresentar de forma grave e disseminada. Deve-se suspeitar desse agente em pacientes que vivem em áreas endêmicas, sendo o diagnóstico estabelecido por meio da pesquisa das larvas do S. stercoralis na secreção traqueal e nas fezes.


ABSTRACT Objective: To describe an uncommon case of infection by Strongyloides stercoralis (S. stercoralis) in a 4-month-old child and to highlight the importance of early diagnosis. Case description: The patient was a male child from the city of Videira, State of Santa Catarina, Southern Brazil, who was born preterm by Cesarean-section, weighing 1,655 g, and stayed in the neonatal intensive care unit for 20 days. At four months of age, the child started presenting blood in stools and the possibility of cow's milk protein allergy was considered, given the symptoms and the use of infant formula in his 1st semester of life, which was then replaced by infant formula with hydrolyzed protein. White blood cell count and a parasitological stool sample were requested. Both tested positive and the stool ova and parasite examination showed a rhabditoid larva of S. stercoralis. The clinician maintained the initial hypothesis and diet, but requested three new stool samples, which tested positive for rhabditoid larvae of S. stercoralis. Since the child presented abdominal pain and vomiting, and there was still blood in stools, treatment with thiabendazole was initiated twice a day for two days. Treatment was repeated after seven days along with a new parasitological examination, which was then negative. Comments: Although strongyloidiasis is usually a mild parasitic infection, it may be severe and disseminated in immunocompromised patients. This agent must be considered in patients who live in endemic areas, and the diagnosis should be established by searching S. stercoralis larvae in tracheal secretions and in stools.


Assuntos
Humanos , Animais , Masculino , Lactente , Tiabendazol/administração & dosagem , Strongyloides stercoralis/isolamento & purificação , Estrongiloidíase/diagnóstico , Estrongiloidíase/fisiopatologia , Estrongiloidíase/tratamento farmacológico , Resultado do Tratamento , Hospedeiro Imunocomprometido , Fezes/parasitologia , Anti-Helmínticos/administração & dosagem
3.
J. bras. med ; 102(6)dez. 2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-737125

RESUMO

O objetivo deste artigo é revisar as características clínicas da tungíase. A Tunga penetrans é a menor das pulgas conhecidas, alcançando 1 milímetro de comprimento quando atinge a fase adulta. Os relatos antigos de surtos de tungíase são escassos em relação aos registros epidemiológicos. O diagnóstico da doença é realizado através da história epidemiológica e dos achados clínicos, aliados ao exame direto com visualização do parasita, após abertura da lesão com agulha estéril. A retirada da pulga é o tratamento preconizado, sendo a profilaxia a melhor alternativa para controlar o parasita. Os profissionais de saúde devem atentar para a importância de se orientar as populações de áreas endêmicas em relação à doença, a fim de reduzir o número de casos e de complicações.


The purpose of this article is to review the clinical features of tungiasis. Tunga penetrans is the smallest known flea, reaching a millimeter in length when fully grown. The earliest accounts of outbreaks of tungiasis are scarce in relation to epidemiological records. The diagnosis is made by history and clinical epidemiological findings, coupled with the direct examination with visualization of the parasite after opening the wound with a sterile needle. The removal of the flea is the recommended treatment, and prophylaxis the best way to control the parasite. Healthcare professionals should be aware as to the importance of educating the public in endemic areas for the disease in order to reduce the number of cases and complications.


Assuntos
Humanos , Tungíase/diagnóstico , Tungíase/tratamento farmacológico , Tiabendazol/administração & dosagem , Desinfecção , Mercúrio/administração & dosagem
4.
NOVA publ. cient ; 9(15)ene.-jun. 2011. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-638303

RESUMO

El presente trabajo tuvo como objetivo realizar la comparación de tecnologías avanzadas de oxidación (TAO´s) para la degradación del pesticida Mertect. Para el diseño experimental del trabajo se empleó un fotoreactor. La degradación del pesticida se determinó mediante espectrofotometría ultravioleta/visible, método que permitió determinar que los procesos fotoquímicos basados en la fotocatálisis heterogénea con dióxido de titanio – TiO2 y los procesos de fotocatálisis homogénea con hierro (III) permiten obtener porcentajes de remoción significativos del pesticida superiores al 99.0 y al 95.0 respectivamente, lo que permite concluir que los procesos de oxidación avanzados son adecuados para la remoción y degradación del pesticida Mertect.


Assuntos
Degradação de Resíduos Químicos , Oxidação/métodos , Praguicidas , Tiabendazol
5.
Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo ; 53(2): 61-65, Mar.-Apr. 2011. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-584134

RESUMO

In human toxocariasis, there are few approaches using immunological markers for diagnosis and therapeutic assessment. An immunoblot (IB) assay using excretory-secretory Toxocara canis antigen was standardized for monitoring IgG, IgE and IgA antibodies in 27 children with toxocariasis (23 visceral, three mixed visceral and ocular, and one ocular form) for 22-116 months after chemotherapy. IB sensitivity was 100 percent for IgG antibodies to bands of molecular weight 29-38, 48-54, 95-116, 121-162, >205 kDa, 80.8 percent for IgE to 29-38, 48-54, 95-121, > 205 kDa, and 65.4 percent for IgA to 29-38, 48-54, 81-93 kDa. Candidates for diagnostic markers should be IgG antibodies to bands of low molecular weight (29-38 and 48-54 kDa). One group of patients presented the same antibody reactivity to all bands throughout the follow-up study; in the other group, antibodies decayed partially or completely to some or all bands, but these changes were not correlated with time after chemotherapy. Candidates for monitoring patients after chemotherapy may be IgG antibodies to > 205 kDa fractions, IgA to 29-38, 48-54, 81-93 kDa and IgE to 95-121 kDa. Further identification of antigen epitopes related to these markers will allow the development of sensitive and specific immunoassays for the diagnosis and therapeutic assessment of toxocariasis.


Métodos imunológicos desempenham papel importante no diagnóstico da toxocaríase, entretanto há poucos estudos sobre marcadores diagnósticos e de acompanhamento terapêutico. Foi padronizado ensaio de immunoblot (IB) empregando antígeno de excreção-secreção de Toxocara canis para pesquisa de anticorpos IgG, IgE e IgA em 27 crianças com toxocaríase nas formas visceral (23), mista visceral e ocular (3) e ocular (1), por 22-116 meses após quimioterapia. Foram observados dois perfis de reatividade dos anticorpos: permanência contra todas as frações no decorrer do estudo; diminuição ou negativação contra algumas ou todas as frações, porém, essas mudanças não se correlacionaram com tempo de tratamento. A sensibilidade do IB foi 100,0 por cento para anticorpos IgG específicos para frações de massa molecular de 29-38, 48-54, 95-116, 121-162, > 205 kDa, 80,8 por cento para IgE específicos para 29-38, 48-54, 95-121, > 205 kDa e 65,4 por cento para IgA específicos para 29-38, 48-54, 81-93 kDa. Anticorpos IgG específicos para frações de baixa MM (29-38 e 48-54 kDa) podem ser sugeridos como candidatos a marcadores diagnósticos. Por sua vez, anticorpos IgG para fração > 205 kDa, IgA para 29-38, 48-54, 81-93 kDa e IgE para 95-121 kDa podem ser candidatos a marcadores terapêuticos. A identificação de epítopos antigênicos relacionados a estes marcadores poderá ser importante para o desenvolvimento de ensaios altamente sensíveis e específicos no diagnóstico e avaliação terapêutica da toxocaríase.


Assuntos
Animais , Criança , Pré-Escolar , Humanos , Lactente , Anticorpos Anti-Helmínticos/sangue , Antígenos de Helmintos , Proteínas de Helminto , Imunoglobulinas/sangue , Toxocara canis/imunologia , Toxocaríase/diagnóstico , Anti-Helmínticos/uso terapêutico , Western Blotting , Biomarcadores/sangue , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática , Seguimentos , Sensibilidade e Especificidade , Tiabendazol/uso terapêutico , Toxocaríase/tratamento farmacológico
6.
Rev. patol. trop ; 37(3): 275-280, jul.-set.2008. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-504901

RESUMO

Strongyloides stercoralis é um parasito predominantemente intestinal. Nos casos graves, pode evoluir para a forma disseminada, principalmente se houver utilização prolongada de glicocorticóides, medicamentos imunodepressores ou radioterapia. Relata-se, neste estudo, o caso de P.F.C.S., do sexo feminino, 16 anos, proveniente da comunidade Menino de Deus na ilha de Pratari, município de Manacapuru, estado do Amazonas, Brasil, com diagnóstico de anemia hemolítica auto-imune desde agosto de 2005. Nenhum dos exames parasitológicos de fezes apresentou positividade para Strongyloides stercoralis, tendo sido detectado apenas no exame de escarro. Foi tratada com tiabendazol, via oral, sem resultado favorável e evoluiu para óbito. Ficou evidenciada a importância da realização de exames complementares, como o parasitológico de fezes, antes da utilização de medicamentos indicados para o tratamento de anemia hemolítica.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Anemia Hemolítica/terapia , Hematologia , Strongyloides stercoralis , Tiabendazol/administração & dosagem , Brasil/epidemiologia
7.
J. bras. med ; 92(3): 26-28, mar. 2007. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-458470

RESUMO

A estrongiloidíase disseminada na ausência de imunodeficiência é quadro pouco comum em nosso meio. A dificuldade do diagnóstico leva ao atraso na terapêutica e à maior mortalidade nesses casos. Os autores apresentam o caso de um paciente internado com dor epigástrica e periumbilical, que evoluiu com distúrbio hidreletrolítico grave. A endoscopia digestiva mostrou duodenite erosiva grave, pangastrite e pólipo gástrico, que, ao exame histopatológico, revelou a presença de Strongyloides stercoralis. O anti-HIV foi negativo. Objetiva-se contribuir para o conhecimento da estrongiloidíase disseminada em pacientes imunocompetentes, discutindo-se as condutas diagnósticas e terapêuticas nesses casos


Assuntos
Humanos , Estrongiloidíase/diagnóstico , Estrongiloidíase/fisiopatologia , Estrongiloidíase/terapia , Strongyloides stercoralis , Albendazol , Tiabendazol
9.
GED gastroenterol. endosc. dig ; 25(2): 58-62, mar-abr. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-502163

RESUMO

A gastroenterite eosinofílica (GE) é considerada uma doença pouco comum, com menos de 300 casos relatados na literatura. É caracterizada por infiltração eosinofílica das camadas da parede do tubo digestivo. A patogênese não é bem conhecida. Há algumas evidências da participação de fatores imunológicos ou alérgicos. Em geral, o prognóstico é favorável, embora a doença tenha caráter recorrente. Relata-se o caso de paciente, 21 anos, sexo masculino/ que apresentou quadro de dor abdominal, náusea, vômitos, emagrecimento e eliminação reduzida de flatos e fezes. Ao exame físico, foram observadas distensão abdominal, dor à palpação e ascite tensa. Os exames laboratoriais demonstraram eosinofilia no sangue periférico, variando de 15 a 60%. Exames parasitológicos de fezes seriados não mostraram ovos ou larvas. Ao estudo radiológico, identificaram-se espessamento da parede do intestino delgado e redução do lume. Infiltração eosinofílica da mucosa do cólon distal foi verificada pelo exame anatomopatológico. Com base nesses achados, o diagnóstico de GEfoi realizado e instituído o tratamento com prednisona, ocorrendo remissão da doença. Apesar de ser considerada doença rara e de causa ainda desconhecida, a GEdeve ser incluída no diagnóstico diferencial dos quadros de eosinofilia periférica com comprometimento do trato gastrintestinal (TGI).


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Ascite/sangue , Gastroenterite/tratamento farmacológico , Síndrome Hipereosinofílica , Pseudo-Obstrução Intestinal , Biópsia , Colonoscopia , Cetotifeno/uso terapêutico , Ciclofosfamida/uso terapêutico , Ciclosporina/uso terapêutico , Corticosteroides/uso terapêutico , Exame Físico , Recidiva , Sinais e Sintomas , Tiabendazol/uso terapêutico
10.
Rev. gastroenterol. Perú ; 25(4): 341-348, oct.-dic. 2005. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-533784

RESUMO

La estrongiloidiosis es una enfermedad parasitaria intestinal causada por S. stercoralis, un nemátode geohelmíntico altamente prevalente en zonas tropicales y subtropicales. El tratamiento de elección actual es ivermectina, y como segunda alternativa el tiabendazol disponible en algunas instituciones de salud en el Perú. Nuestro objetivo fue evaluar la eficacia y tolerabilidad de tiabendazol (25 mg/kg/día) repartido dos veces al día después de las comidas por 3 días, en individuos con infección crónica por S. stercoralis. El estudio fue llevado a cabo en el Hospital de La Merced, provincia de Chanchamayo, Perú (zona endémica); en un periodo de 90 días. El estudio incluyó a 32 individuos (22 mujeres - 10 hombres; media de edad más menos DS = 9.34 más menos 8.11 años) con diagnóstico parasitológico de S. stercoralis. Los exámenes de seguimiento fueron recuentos de eosinófilos, hematocrito, cultivo de heces en placas de agar nutritivo y Método de Baermann en Copa (técnica modificada por Lumbreras). La tasa de curación fue de 90.6 por ciento. La media de eosinófilos en los pacientes curados disminuyó significativamente (1168 a 665 eosinófilos/cc, p=0.006) en comparación con el grupo de pacientes que fracasaron al tratamiento cuya media de eosinófilos tuvo un ligero aumento (61 a 897 eosinófilos/cc, p=0.125). En ambos grupos, el hematocrito aumentó entre 2 por ciento y 3 por ciento. Los efectos adversos fueron cefalea, mareos y epigastralgia en el 6.2 por ciento de los pacientes. Concluimos que el esquema evaluado tiene una alta tasa de efectividad y fue bien tolerado, y podría ser tomado en cuenta en programas de control para zonas hiperendémicas de este parásito.


Strongyloides stercoralis infection is a disease caused by an intestinal parasite. This helminth is highly prevalent in tropical and subtropical areas. The preferred treatment is ivermectin, and tiabendazole as a second option available in certain Peruvian institutions. The purpose of the study was to assess the efficacy and tolerability of tiabendazole (25 mg/kg/day) administered twice a day (after meals) for three days in individuals with S. stercoralis chronic infection. The study was conducted at Hospital de La Merced, Province of Chanchamayo, Peru (endemic area), during a 90 day period. The study included 32 individuals (22 female and 10 male, average age ± SD = 9.31 ± 8.11 years) with a diagnosed S. stercoralis infection. Follow up tests were eosinophil count, hematocrit, agar plate feces culture, and Baermann technique modified by Lumbreras. Healing rate was 90.6 per cent. The average eosinophil count in healed patients significantly decreased (1168 to 665 eosinophils/cc, p=0.006) as compared to the treatment failure group, which showed a slight increase (618 to 897 eosinophils/cc, p=0.125). Hematocrit increased in both groups (2% and 3%, respectively). Adverse effects were headache, dizziness, andepigastralgia in 6.2 per cent of individuals. It was concluded that the studied scheme showed a high effectiveness rate and was well tolerated. Therefore this scheme maybe taken into account for control programs of this parasite in hyperendemic areas.


Assuntos
Controle de Doenças Transmissíveis , Doenças Endêmicas , Strongyloides stercoralis , Tiabendazol/uso terapêutico
11.
Rev. Soc. Bras. Med. Trop ; 38(3): 255-257, maio-jun. 2005. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-399919

RESUMO

A infecção pelo Strongyloides stercoralis em associação com imunosupressão pode manifestar-se com lesões em múltiplos órgãos e sistemas, caracterizando a forma disseminada da doença. Lesões cutâneas não são freqüentemente relatadas e, se presentes, manifestam-se como rash e petéquias. Púrpuras bem definidas são pouco descritas. No presente trabalho é descrito um caso de estrongiloidíase disseminada, com acometimento cutâneo em forma de púrpura, que se desenvolveu em um paciente timectomizado e usuário crônico de corticosteróide devido à miastenia gravis.


Assuntos
Humanos , Animais , Masculino , Adulto , Antinematódeos/uso terapêutico , Púrpura/parasitologia , Strongyloides stercoralis/isolamento & purificação , Estrongiloidíase/complicações , Tiabendazol/uso terapêutico , Hospedeiro Imunocomprometido , Púrpura/patologia , Estrongiloidíase/diagnóstico , Estrongiloidíase/tratamento farmacológico
12.
J. bras. patol. med. lab ; 41(1): 21-24, fev. 2005. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-398068

RESUMO

Estudou-se a recuperação de larvas na fase crônica de camundongos infectados por Toxocara canis, bem como a presença de anticorpos anti-Toxocara após tratamento com ivermectina, mebendazol ou tiabendazol, durante cinco dias consecutivos. Os animais foram sangrados pelo plexo retroorbitário entre 30 e 270 dias após a infecção (DPI). Os soros foram processados pela técnica de enzyme linked immunosorbent assay (ELISA) para pesquisa de anticorpos da imunoglobulina da classe G (IgG), utilizando antígeno ES de T. canis. Aos 270 DPI, os animais foram sacrificados para recuperação de larvas no sistema nervoso central, no fígado, nos pulmões e músculos. Os resultados do teste imunoenzimático indicam que, aos 20 dias após tratamento (50 DPI), o nível de anticorpos anti-Toxocara IgG aumentou nos três grupos tratados, mantendo-se elevado ao longo do experimento até o 270º DPI. Em relação aos animais infectados e não-tratados, observou-se decréscimo significativo no número de larvas recuperadas nos animais dos três grupos tratados, não se conseguindo a cura parasitológica. Com este estudo conclui-se que as três drogas utilizadas no experimento têm eficácia similar.


Assuntos
Animais , Camundongos , Anti-Helmínticos/farmacologia , Anticorpos Anti-Helmínticos , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática , Imunoglobulina G/imunologia , Larva , Toxocara canis , Toxocaríase/parasitologia , Toxocaríase/tratamento farmacológico , Ivermectina/uso terapêutico , Mebendazol/uso terapêutico , Tiabendazol/uso terapêutico
13.
Braz. j. infect. dis ; 8(6): 465-468, Dec. 2004. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-401722

RESUMO

Tungiasis is caused by the penetration of the female sand flea Tunga penetrans into the epidermis, and subsequent hypertrophy of the parasite. In most cases lesions are confined to the feet. During a cross-sectional study, an unusual case of ectopic tungiasis in the inguinal area was detected. Histological examination of tissue samples showed a remarkable pseudoepitheliomatous aspect of the epidermis. Clinical features and differential diagnoses are discussed.


Assuntos
Humanos , Animais , Feminino , Criança , Ectoparasitoses/parasitologia , Linfonodos/parasitologia , Sifonápteros , Antinematódeos/uso terapêutico , Estudos Transversais , Ectoparasitoses/tratamento farmacológico , Ectoparasitoses/patologia , Hiperplasia/tratamento farmacológico , Hiperplasia/parasitologia , Hiperplasia/patologia , Tiabendazol/uso terapêutico
14.
Rev. biol. trop ; 52(3): 601-609, sept. 2004. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-501720

RESUMO

The in vitro genotoxicity of imazalil and thiabendazole fungicides and the insecticide chlorpyrifos, compounds used in Costa Rican banana plantations, was evaluated with the single-cell gel electrophoresis technique (comet assay). The comet assay is a simple, rapid and low cost technique for quantification of DNA damage. This assay detects DNA single-strand breaks and alkali-labile sites in individual cells. The effects were analyzed by using human lymphocytes exposed to doses of 0, 25, 50, 75 and 100 microg/ml of each pesticide for 30 min at 37 degrees C. The cells were embedded in agarose, lysed, subjected to alkaline electrophoresis (pH >13) for 20 min at 25V, neutralized and dehydrated to be stained with a fluorescent dye and later comets visualization with the epifluorescence microscope. Chlorpyrifos and imazalil induced significant DNA damage in a dose-dependent manner. Chlorpyrifos was the major inductor of DNA breaks. These results indicate that both are genotoxic compounds in vitro. Thiabendazole fungicide did not induced DNA damage using the comet assay for all concentrations tested.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Clorpirifos/toxicidade , Imidazóis/toxicidade , Linfócitos , Musa , Praguicidas/toxicidade , Tiabendazol/toxicidade , Ensaio Cometa , Costa Rica , Relação Dose-Resposta a Droga , Testes de Mutagenicidade
15.
Rev. Soc. Bras. Med. Trop ; 37(2): 179-181, mar. 2004.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-357446

RESUMO

Descreve-se a ocorrência de larva migrans cutânea em crianças de Taciba, São Paulo, Brasil, pelo contato com areia de parques públicos, onde observou-se larvas de Ancylostoma spp. A enfermidade foi controlada após adotar-se medidas educacionais sanitárias, desativação e isolamento dos locais para reduzir acesso de animais e troca de areia.


Assuntos
Animais , Criança , Humanos , Gatos , Cães , Ancylostoma , Larva Migrans , Logradouros Públicos , Antineoplásicos , Larva Migrans , Tiabendazol
16.
Rev. Soc. Bras. Med. Trop ; 37(2): 169-174, mar. 2004. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-357452

RESUMO

Envolvimento do sistema nervoso, com manifestações clínicas, na infecção pelo Toxocara é raro, embora, nos modelos experimentais a larva freqüentemente se localize no sistema nervoso central. Uma revisão da literatura a partir de 1956, quando a síndrome foi descrita, até 2002, mostrou a publicação de 29 casos de neurotoxocaríase, dos quais em 20 havia relato de alterações clínicas e laboratoriais indicativas de meningite, ou encefalite, ou mielite ou radiculite eosinofílicas. Nessa comunicação estamos relatando observações em duas crianças que apresentaram sinais e sintomas neurológicos, com pleocitose e eosinofilia acentuada no líquor e com sorologia positiva para Toxocara no soro e no liquor. Sorologia para Schistosoma mansoni, Cysticercus cellulosae, Toxoplasma e citomegalovirus foram negativas no liquor, que era estéril nos dois casos. Houve melhora dos sinais e sintomas após o tratamento específico (albendazol e tiabendazol) nos dois casos. É apresentado um sumário dos principais achados nos casos relatados na literatura e se conclue que em casos de meningite, encefalite ou mielite com líquor apresentando pleocitose com eosinofilia acentuada, a suspeita de infecção parasitária deve ser levantada, sendo necessário sorologia especifica para diagnóstico e tratamento adequados.


Assuntos
Animais , Pré-Escolar , Humanos , Masculino , Feminino , Helmintíase do Sistema Nervoso Central , Toxocara , Toxocaríase , Albendazol , Anti-Helmínticos , Helmintíase do Sistema Nervoso Central , Tiabendazol , Toxocaríase
17.
Rio de Janeiro; s.n; 2004. xvi,161 p.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-499328

RESUMO

Este trabalho estabelece um modelo de sistema de custo, que se utilizará detécnicas específicas para coletar os dados, organizá-los e produzir as informações gerenciais para a alta administração do Instituto. O INCQS possui como portifólio: as substâncias biológicas de referência (SQR), a prestação de serviços de análise, osmanuais e as substâncias químicas de referência. O trabalho esta focado nas SQR, em virtude de não existir até a presente data nenhum estudo de custos e por apresentar maior potencial de expansão podendo gerar maior retorno de receita e por ser uma questão de saúde pública que vem ganhando maior expressão nesta década. Neste sentido foi utilizada a metodologia do sistema de custo standard por processo, em virtude do processo produtivo a ser estudado existir uma padronização para a sua obtenção. Este método que representa um conjunto de critérios, convenções,procedimentos e registros que interagem de modo coordenado para atender a determinadas finalidades:a) estabelecer o próprio modelo para possibilitar o fornecimento de elementosessenciais para formação do preço de venda das SQR;b) fornecer elementos para o gestor determinar os recursos materiais, financeiros e humanos que serão necessários para a execução das atividades laboriais utilizandoosde forma mais eficiente, eficaz e efetiva dos recursos públicos disponíveis;c) dar subsídios para melhorar e ampliar o meio necessário para a tomada dedecisões gerenciais frente às necessidades de um mundo globalizado que necessitam de mudanças rápidas para atingirem seus objetivos e metas;d) buscar mudar as formas burocráticas de gestão centrada no controle de processos pela avaliação de resultados (gestão gerencial) com foco no cliente com responsabilização das várias instâncias envolvidas...


Assuntos
Humanos , Alocação de Recursos/economia , Carbamazepina/economia , Ceftriaxona/economia , Tiabendazol/economia , Academias e Institutos/organização & administração , Custos e Análise de Custo/métodos , Tomada de Decisões Gerenciais , Estudos de Casos Organizacionais
19.
Rev. panam. salud pública ; 13(1): 10-18, Jan. 2003. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-342106

RESUMO

OBJETIVO: Evaluar la prevalencia e intensidad de las infecciones por geohelmintos en niños de dos comunidades hiperendémicas tratadas con técnicas antihelmínticas diferentes: una con tratamiento selectivo o individual, y la otra con tratamiento masivo reiterado. MÉTODOS: La población estuvo compuesta por 909 niños de uno u otro sexo, con edades entre 2 y 13 años, que vivían en dos comunidades marginales de la ciudad: Las Lomas y El Abasto, Santa Fe, Argentina. Se realizó un trabajo prospectivo longitudinal, cuasiexperimental, de comunidades. Durante los 22 meses del estudio se llevaron a cabo 5 controles parasitológicos, evaluados desde el punto de vista cualitativo y cuantitativo, y se dispensaron tratamientos antihelmínticos después de los controles 0, 2, 3 y 4. En Las Lomas se aplicó el tratamiento selectivo a los casos con diagnóstico parasitológico positivo que integraban la muestra A (n = 55) y en El Abasto, tratamiento masivo a todos los niños, incluidos los integrantes de la muestra B (n = 50). Ambas muestras fueron escogidas para realizar los controles. RESULTADOS: Se comprobó una prevalencia e intensidad de la infección por Ascaris lumbricoides significativamente mayor en El Abasto. No se detectaron diferencias para Trichuris trichiura. Al comparar las prevalencias y cargas parasitarias de A. lumbricoides entre los controles realizados dentro de una misma comunidad (inicio y final del estudio) no se observaron diferencias significativas en la muestra A, aunque sí en la muestra B. En cuanto a T. trichiura, se detectaron diferencias significativas entre ambos controles en las dos muestras. CONCLUSIONES: Solo el tratamiento masivo y reiterado logró disminuir eficaz y significativamente la prevalencia y la carga parasitaria de A. lumbricoides durante el período estudiado


Assuntos
Adolescente , Animais , Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Masculino , Ascaris lumbricoides , Antinematódeos/uso terapêutico , Ascaríase/tratamento farmacológico , Ascaríase/epidemiologia , Mebendazol/uso terapêutico , Strongyloides stercoralis , Estrongiloidíase/tratamento farmacológico , Estrongiloidíase/epidemiologia , Tiabendazol/uso terapêutico , Tricuríase/tratamento farmacológico , Tricuríase/epidemiologia , Antinematódeos/administração & dosagem , Argentina/epidemiologia , Estudos Transversais , Seguimentos , Mebendazol/administração & dosagem , Estudos Prospectivos , Fatores de Tempo , Tiabendazol/administração & dosagem
20.
Rev. Soc. Bras. Med. Trop ; 35(5): 519-522, Sept.-Oct. 2002. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-328005

RESUMO

Relata-se um caso de parasitismo por Rhabditis sp em criança com cinco meses de idade procedente do Estado de Goiás, Brasil. O quadro clínico mostrou inicialmente diarréia com fezes líquidas esverdeadas e posteriormente sanguinolentas. O exame parasitológico de fezes revelou a presença de larvas e adultos de Rhabditis sp. Após o uso de thiabendazole houve melhora no quadro clínico e cura. Os autores chamam atençäo para a importância de se estabelecer o diagnóstico diferencial entre Strongyloides e Rhabditis


Assuntos
Animais , Feminino , Humanos , Lactente , Masculino , Fezes/parasitologia , Infecções por Rhabditida/diagnóstico , Rhabditoidea/isolamento & purificação , Antinematódeos/uso terapêutico , Diagnóstico Diferencial , Infecções por Rhabditida/tratamento farmacológico , Rhabditoidea/anatomia & histologia , Tiabendazol/uso terapêutico
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA