Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 15 de 15
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. chil. endocrinol. diabetes ; 12(1): 26-28, 2019. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-982035

RESUMO

La definición de sangrado ginecológico anormal durante terapia hormonal de la menopausia es aquel sangrado no programado durante el uso de la terapia. Este artículo es un pauteo que describe: 1) cuándo diagnosticar unsangrado anormal, ya que difiere según el tipo de esquema hormonal utilizado; 2) eldiagnóstico diferencial del origen del sangrado anormal; 3) los métodos de evaluación para diagnosticar el origen del sangrado. Se destacan los aspectos principales para el diagnóstico diferencial entre patología orgánica versus disrupción endometrial debida al tratamiento hormonal. Además, se describen los ajustes posibles para resolver el sangrado cuando éste se debe a disrupción del endometrio.


Abnormal bleeding related to menopausal hormone therapy is defined as unscheduled bleeding during the use of the therapy. This article outlines when to diagnose an abnormal bleeding -as this differs according to the type of hormonal scheme used-, the differential diagnosis of the origin of abnormal bleeding, and the methods of evaluation to assess the origin of the bleeding. The main aspects are highlighted on the differentiation of organic pathology versus disruption of the endometrium due to treatment. Also, treatment adjustments to resolve bleeding when it is due to disruption of the endometrium are outlined.


Assuntos
Humanos , Feminino , Hemorragia Uterina/etiologia , Menopausa , Terapia de Reposição de Estrogênios/efeitos adversos , Moduladores de Receptor Estrogênico/efeitos adversos , Norpregnenos/efeitos adversos , Pólipos/complicações , Pólipos/diagnóstico , Neoplasias do Endométrio/complicações , Neoplasias do Endométrio/diagnóstico , Moduladores de Receptor Estrogênico/uso terapêutico , Diagnóstico Diferencial , Hiperplasia Endometrial/complicações , Hiperplasia Endometrial/diagnóstico , Endométrio/diagnóstico por imagem , Metrorragia/etiologia , Norpregnenos/uso terapêutico
2.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 37(5): 233-240, 05/2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-748966

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar o efeito da terapia hormonal com tibolona, em três períodos de tempo diferentes, sobre o tecido mamário de ratas castradas. MÉTODO: Foram utilizadas 60 ratas Wistar adultas e virgens, submetidas à ooforectomia. Após 21 dias de pós-operatório (PO), confirmado o hipoestrogenismo, os animais foram divididos aleatoriamente em 6 grupos: tibolona 1 (n=10) recebeu tibolona 1 mg/dia por 23 dias, tibolona 2 (n=10), por 59 dias, tibolona 3 (n=10), por 118 dias; os subgrupos controle 1 (n=8), controle 2 (n=7) e controle 3 (n=10) receberam a água destilada por 23, 59 e 118 dias, respectivamente. Após o tratamento, foram ressecados seis pares de mamas, destinados à análise histológica pela coloração de hematoxilina e eosina (HE); o procedimento seguiu de eutanásia. Os parâmetros histológicos avaliados foram: hiperplasia epitelial e atividade secretora (AS). As variáveis foram submetidas à análise estatística, adotando-se como significante p<0,05. RESULTADOS: Foram observadas alterações histológicas em 20/55 ratas, sendo: hiperplasia epitelial leve (HEB1) em 7/55, hiperplasia epitelial moderada (HEB2) em 5/55, hiperplasia alvéolo-nodular (HAN) em 7/55, atipia sem proliferação epitelial em 1/55, não sendo encontrada hiperplasia severa (HEB3). Encontrou-se AS em 31/55 das ratas. A AS foi significativamente maior no grupo tibolona (T), em todos os tempos avaliados (p=0,001). As alterações histológicas analisadas não foram significantes comparando (p>0,05) os grupos controle (C) e T. A variável tempo de exposição à droga não apresentou significância, quando comparados os três períodos avaliados. CONCLUSÃO: Não foi verificada relação entre as alterações histológicas e a terapêutica com tibolona em curto, médio e longo prazo. .


OBJECTIVE: To assess the effect of tibolone on mammary tissue of castrated rats over 3 different periods of time. METHODS: Sixty virgin female Wistar rats were submitted to oophorectomy. Twenty-one days after surgery, with hypoestrogenism confirmed, the experimental rats were randomly assigned to six groups: Tibolone 1 (n=10) received tibolone 1 mg/day for 23 days, tibolone 2 (n=10) for 59 days and tibolone 3 (n=10) for 118 days. The groups control 1 (n=8), control 2 (n=7) and control 2 (n=10) received distilled water for 23, 59 and 118 days, respectively. After treatment, all six pairs of mammary glands were removed and stained with hematoxylin and eosin (HE) for histological analysis after euthanasia. The histological parameters evaluated were: epithelial cell proliferation and secretory activity. The variables were analyzed statistically, with the level of significance set at 0.05. RESULTS: Histological changes were observed in 20/55 rats, mild epithelial hyperplasia in 7/55, moderate epithelial hyperplasia in 5/55, alveolar-nodular hyperplasia in 7/55, atypia without epithelial proliferation in 1/55, and no cases of severe epithelial hyperplasia were found. Secretory activity was observed in 31/55 rats. The secretory activity was significantly higher in the tibolone groups compared to control at all the time points assessed (p=0,001). The histological changes were did not show significance when the control and tibolone groups were compared. The time of exposure to tibolone did not show significance when the three different periods of evaluation were compared. CONCLUSION: No relation between histological modification and tibolone treatment was verified after short-, medium- and long-term treatment. .


Assuntos
Animais , Feminino , Ratos , Moduladores de Receptor Estrogênico/farmacologia , Glândulas Mamárias Animais/efeitos dos fármacos , Norpregnenos/farmacologia , Distribuição Aleatória , Ratos Wistar , Fatores de Tempo
3.
Acta cir. bras ; 27(3): 217-222, Mar. 2012. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-617960

RESUMO

PURPOSE: To verify the effects of tibolone administration on trabecular and cortical bone of ovariectomized female rats by computed radiography system (CRS). METHODS: The experiment was performed on two groups of rats previously ovariectomized, one received tibolone (OVX+T) while the other did not (OVX), those groups were compared to a control group (C) not ovariectomized. Tibolone administration (1mg/day) began thirty days after the ovariectomy and the treatment remained for five months. At last, the animals were euthanized and femurs and tibias collected. Computed radiographies of the bones were obtained and the digital images were used to determine the bone optical density and cortical thickness on every group. All results were statistically evaluated with significance set at P<0.05 percent. RESULTS: Tibolone administration was shown to be beneficial only in the densitometric analysis of the femoral head, performing higher optical density compared to OVX. No difference was found in cortical bone thickness. CONCLUSION: Ovariectomy caused bone loss in the analyzed regions and tibolone administered in high doses over a long period showed not to be fully beneficial, but preserved bone mass in the femoral head.


OBJETIVO: Verificar o efeito da administração de tibolona no tecido ósseo cortical e trabecular de ratas castradas através de radiografia computadorizada. MÉTODOS: O experimento foi realizado em dois grupos de ratas previamente ooforectomizadas, onde um grupo recebeu tibolona (OVX+T) e o outro não (OVX). Esses grupos foram comparados a um grupo controle (C) não ooforectomizado. A administração de tibolona (1mg/dia) começou trinta dias após a ooforectomia e o tratamento teve duração de cinco meses. No final, os animais foram mortos e fêmures e tibias coletados. As radiografias computadorizadas dos ossos foram obtidas e as imagens digitais usadas para determinar a densidade óssea e a espessura cortical em todos os grupos. Todos os resultados foram avaliados estatisticamente com significância estabelecida a 5 por cento. RESULTADOS: A administração de tibolona mostrou ser benéfica apenas para análise densitométrica da cabeça do fêmur, apresentando maiores valores de densidade comparada ao grupo OVX. Nenhuma diferença significativa foi encontrada para espessura óssea cortical. CONCLUSÃO: A ooforectomia ocasionou perda óssea nas regiões analisadas e a tibolona administrada, em dose elevada e durante um longo período, mostrou não ser totalmente benéfica, porém preservou a massa óssea na cabeça femoral.


Assuntos
Animais , Feminino , Ratos , Densidade Óssea/efeitos dos fármacos , Moduladores de Receptor Estrogênico/efeitos adversos , Estrogênios/deficiência , Fêmur , Norpregnenos/efeitos adversos , Ovariectomia/efeitos adversos , Tíbia , Modelos Animais de Doenças , Métodos Epidemiológicos , Moduladores de Receptor Estrogênico/administração & dosagem , Fêmur/efeitos dos fármacos , Fêmur/patologia , Processamento de Imagem Assistida por Computador , Norpregnenos/administração & dosagem , Ratos Wistar , Tíbia/efeitos dos fármacos , Tíbia/patologia
4.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 32(2): 88-93, fev. 2010. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-540259

RESUMO

OBJETIVO: avaliar o efeito do uso prolongado de alta dose de tibolona na variação do peso corporal e no perfil lipídico de ratas ooforectomizadas. MÉTODOS: foram utilizadas 15 ratas Wistar, pesando 250 g, que foram divididas aleatoriamente em dois grupos. O Grupo Experimental (n=9) recebeu diariamente 1 mg/dia de tibolona via oral. O Grupo Controle (n=6) recebeu diariamente solução de carboximetilcelulose a 0,5 por cento, por gavagem, em volume de 0,5 mL/rata. Foi realizada ooforectomia bilateral 30 dias antes do início do experimento. No dia 0 do experimento, os animais começaram a receber os respectivos tratamentos por 20 semanas. O peso corporal foi controlado semanalmente e o consumo de ração foi medido a cada três a quatro dias ao longo do experimento, estabelecendo o consumo médio/dia por animal. Os resultados foram comparados pelo teste t de Student, com nível de significância de p<0,05. RESULTADOS: o Grupo Tibolona teve consumo de ração diário significativamente (p<0,001) menor (12,7±1,2 g), quando comparado ao Grupo Controle (14,5±1,4 g). Essa diferença também foi significativa em relação ao peso dos animais, uma vez que o Grupo Tibolona teve peso corporal inferior (p<0,001) ao longo do experimento, alcançando peso médio final de 215,6±9,3 versus 243,6±6,4 g no Grupo Controle. Com relação ao perfil lipídico, o Grupo Tibolona apresentou valores inferiores de colesterol total em comparação ao Grupo Controle (30,3 versus 78,6 mg/dL) mostrando diferença significativa (p<0,001). A dosagem de HDL-c também mostrou diferença significativa (p<0,001), com o Grupo Tibolona apresentando níveis inferiores ao Controle (9,0 versus 52,0 mg/dL). Quanto aos demais parâmetros bioquímicos analisados (LDL-c, VLDL-c e triglicerídeos), não houve diferença entre os grupos. CONCLUSÕES: A tibolona causa redução de HDL-c e colesterol total e tem efeito deletério sobre o peso corporal de ratas ooforectomizadas, que pode estar relacionado ao menor consumo ...


PURPOSE: to evaluate the effect of the prolonged use of a high dose of tibolone on the body weight variation and lipid profile of oophorectomized female rats. METHODS: 15 Wistar rats weighing 250 g were randomly divided into two groups. The Experimental Group (n=9) received 1 mg/day of oral tibolone. The Control Group (n=6) received daily 0.5 mL of 0.5 percent carboxymethylcellulose by gavage. Bilateral oophorectomy was performed 30 days before the beginning of the experiment. On day 0 of the experiment, the animals began to receive the respective treatment for 20 weeks. Body weight was controlled every seven days and food consumption was measured every three to four days along the experiment, in order to establish the daily mean consumption per animal. The results were compared by the Student's t-test, with the significance level set at p<0.05. RESULTS: the daily food consumption of the Tibolone Group was significantly lower (12.7±1.2 g, p<0.001) compared to the Control Group (14.5±1.4 g). This difference was also significant when the body weight was compared between the Tibolone and Control Groups (p<0.001), with the Tibolone Group having lower weight along the experiment. At the end of the experiment, the mean body weight was 215.6±9.3 g in the Tibolone Group and 243.6±6.4 g in the Control Group. Regarding the lipid profile, the Tibolone Group had significantly (p<0.001) lower total cholesterol compared to the Control Group (30.3 versus 78.6 mg/dL). The level of HDL-c was also significantly different (p<0.001), with the Tibolone Group showing lower levels than the Control Group (9.0 versus 52.0 mg/dL). No significant difference between the groups was registered in the other biochemical parameters examined (LDL-c, VLDL-c and triglycerides). CONCLUSIONS: tibolone causes a significant reduction of HDL-c and total cholesterol and has a deleterious effect on the body weight of oophorectomized rats, which may be related to the lower food ...


Assuntos
Animais , Feminino , Ratos , Peso Corporal/efeitos dos fármacos , Colesterol/sangue , Moduladores de Receptor Estrogênico/administração & dosagem , Norpregnenos/administração & dosagem , Triglicerídeos/sangue , Moduladores de Receptor Estrogênico/farmacologia , Norpregnenos/farmacologia , Ovariectomia , Ratos Wistar
5.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 31(3): 124-130, mar. 2009. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-517318

RESUMO

OBJETIVO: avaliar o efeito do uso prolongado de alta dose de tibolona na morfologia do endométrio em ratascastradas. MÉTODOS: foram utilizadas 15 ratas Wistar, fêmeas, com idade de oito semanas e peso médio de 250 g.Todas as ratas foram submetidas à ooforectomia bilateral e 30 dias depois foi coletada citologia vaginal, verificandose o status de menopausa. As ratas foram divididas aleatoriamente em dois grupos: o tratado (n=9) recebeu via oral 1 mg tibolona/dia; o controle (n=6) recebeu apenas solução do veículo carboximetilcelulose. Após 20 semanas de tratamento, todos os animais foram sedados e sacrificados por deslocamento cervical. Os úteros foram retirados e fixados em formol 10% tamponado. Ambos os cornos uterinos foram clivados em três regiões (proximal, medial, distal) e processados para inclusão em parafina. Cortes histológicos corados com hematoxilina-eosina foram submetidos à análise morfológica e morfométrica. Foram avaliados os seguintes parâmetros: espessura do epitélio superficialendometrial, espessura do estroma endometrial, área endometrial, número absoluto de glândulas endometriais e número de glândulas/área endometrial. Os dados obtidos foram comparados mediante o teste t de Student. RESULTADOS: no Grupo Tibolona os úteros se apresentaram bem desenvolvidos e houve aumento significativo (p��0,01) de todos osparâmetros histomorfométricos. Por vezes, o epitélio cilíndrico tornava-se estratificado pavimentoso e recobria porções internas das glândulas bem como a cavidade endometrial. As ratas do Grupo Controle apresentaram útero atrofiado. Havia poucas glândulas de padrão tubular e escassa substância intercelular. As glândulas eram revestidas de epitélio cúbico que se estendia à cavidade endometrial...


PURPOSE: to evaluate the effect of long-term use of a high dose of tibolone on the morphology of the endometriumof castrated female rats. METHODS: fifteen female Wistar rats, aged eight weeks and weighting about 250 g wereused. All the female rats were submitted to bilateral oophorectomy and 30 days afterwards, vaginal cytology was collected, to verify the menopause status. The female rats were randomly divided in two groups. The Treatment Group (n=9) received 1 mg of tibolone/day orally; the Control Group (n=6) received a solution of carboxymethylcellulose vehicle. After 20 weeks of treatment, all the animals were sedated and sacrificed by cervical dislocation. The uterus was removed and fixated in 10% buffer formaldehyde. Both uterine horns were divided in three regions (proximal,medial and distal) and processed to be included in paraffin. Histological sections, stained with hematoxylin-eosin were submitted to morphological and morphometrical analysis. The following parameters have been analyzed: thickness of the endometrial superficial epithelium, thickness of the endometrium stroma, endometrial area, absolute number of endometrial glands and number of glands/endometrial area. The data obtained were compared by the t-Student test. RESULTS: in the Tibolone Group, the uteri were well developed and there was a significant increase (p<0.01) of all the histomorphometric parameters. In some cases, the cylindrical epithelium became stratified, pavimentous and coveredthe internal portions of the glands, as well as of the endometrium cavity. Rats from the Control Group presented uterineatrophy. There were few tubular-like glands and scarce intercellular substance. Glands were covered by cubic epithelium which extended itself to the endometrial cavity...


Assuntos
Animais , Feminino , Ratos , Endométrio/efeitos dos fármacos , Moduladores de Receptor Estrogênico/administração & dosagem , Norpregnenos/administração & dosagem , Ovariectomia , Ratos Wistar , Fatores de Tempo
6.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 30(11): 537-543, nov. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-507274

RESUMO

OBJETIVO: avaliar o efeito do uso da tibolona sobre os parâmetros doplervelocimétricos das artérias oftálmica e retiniana. MÉTODOS: realizou-se ensaio clínico, prospectivo, longitudinal, aleatorizado, controlado com placebo, duplo-cego, no qual dentre 100 mulheres na menopausa, 50 usaram o princípio ativo tibolona 2,5 mg (Grupo Tib) e 50, o placebo para formar o grupo controle (Grupo Plac). No Grupo Tib, das 50 mulheres que iniciaram o estudo, 44 retornaram após 84 dias para a finalização dos exames. No Grupo Plac retornaram 47 delas. As artérias oftálmica e retiniana foram estudadas, determinando-se o índice de resistência (IR), índice de pulsatilidade (IP) e relação sístole/diástole (S/D). As aferições foram feitas antes e 84 dias após a medicação. Utilizou-se o teste t de Student para amostras independentes na comparação das medianas entre os grupos e para amostras dependentes na comparação entre as medianas dentro do mesmo grupo. RESULTADOS: as características das mulheres nos dois grupos foram semelhantes em relação à idade, ao tempo de menopausa, ao índice de massa corporal, à pressão arterial, à paridade e à freqüência cardíaca. O Grupo Tib apresentou as seguintes medianas: IR(pré)=0,71±0,05, IR(pós)=0,72±0,08 (p=0,43); IP(pré)=1,29±0,22, IP(pós)=1,30±0,25 (p=0,4) e SD(pré)=3,49±0,77, SD(pós)=3,65±0,94 (p=0,32). Na artéria retiniana foram obtidas as seguintes medianas na artéria oftálmica: IR(pré)=0,67±0,09, IR(pós)=0,69±0,10 (p=0,7); IP(pré)=1,20±0,29, IP(pós)=1,22±0,3 (p=0,2) e SD(pré)=3,29±0,95, SD(pós)=3,30±1,07 (p=0,3). Os grupos tibolona e controle não apresentaram diferenças significantes nos índices quando avaliados ao final do estudo. CONCLUSÕES: a tibolona, na dose de 2,5 mg, não apresenta efeitos sobre os índices doppler das artérias oftálmica e retiniana.


PURPOSE: to evaluate the effect of tibolone use on dopplervelocimetric parameters of ophthalmic and retinal arteries. METHODS: clinical, prospective, longitudinal, randomized, placebo-controlled, triple-blind study, in which among 100 menopausal women, 50 have used 2.5 mg of the active principle tibolone (Tib Group) and 50, placebo as a means to form the control-group (Plac Group). In the Tib Group, 44 of the 50 women returned after 84 days to finish the exams, and in the Plac Group, 47. The ophthalmic and retinal arteries were studied to determine the resistance index (RI), the pulsatility index (PI) and the systole/diastole ratio (S/D). Assessments have been done before and 84 days after medication. The t-Student test has been used for the comparison of means between the groups in independent samples, as well as for within-group comparisons in dependent samples. RESULTS: in both groups, the women's characteristics were similar in age, menopause duration, body mass index, arterial blood pressure, deliveries and cardiac rate. The Tib Group presented the following values in the ophthalmic artery: RI(pre)=0.71±0.05, RI(post)0.72±0.08 (p=0.43); PI(pre)=1.29±0.22, PI(post)=1.30±0.25 (p=0.4) and S/D(pre)=3.49±0.77, SD(post)=3.65±0.94 (p=0.32). In the retinal artery, the following values have been found: RI(pre)=0.67±0.09, RI(post)=0.69±0.10 (p=0.7); PI(pre)=1.20±0.29, PI(post)=1.22±0.3 (p=0.2) and SD(pre)=3.29±0.95, SD(post)=3.30±1.07 (p=0.3). Also, the tibolone and control groups did not show any significant difference in regard to the above indexes in the end of the study. CONCLUSIONS: the 2.5 mg dose of tibolone had no effect on the Doppler velocimetry indexes of the ophthalmic and retinal arteries.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Artéria Oftálmica , Artéria Retiniana , Fluxometria por Laser-Doppler , Norpregnenos/administração & dosagem , Placebos , Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto , Ultrassonografia
7.
Rev. Assoc. Med. Bras. (1992) ; 52(5): 369-374, set.-out. 2006. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-439662

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar as alterações histológicas em mamas de ratas submetidas à terapêutica com estrogênio, progestogênio e tibolona. MÉTODOS: Estudo experimental com 40 ratas, sendo 20 sem prole (grupo A) e 20 com prole (grupo B). Todas as ratas foram castradas e, após quatro semanas, alocadas aleatoriamente em subgrupos: A1, A2, A3, A4, A5 e B1, B2, B3, B4, B5. Os esteróides foram administrados da seguinte forma: A1 e B1 - benzoato de estradiol; A2 e B2 - acetato de medroxiprogesterona; A3 e B3 - benzoato de estradiol e acetato de medroxiprogesterona; A4 e B4 - tibolona; A5 e B5 - placebo. Após dez semanas de tratamento, os animais foram sacrificados e suas glândulas mamárias submetidas à análise histológica. Os parâmetros avaliados foram: proliferação epitelial, atividade secretora e atipias epiteliais nas unidades de ductos ou alvéolos terminais. A associação entre os achados histológicos e os esquemas terapêuticos foi avaliada por meio do odds ratio e intervalo de confiança de 95 por cento. RESULTADOS: Alterações histológicas foram observadas em 29 ratas: hiperplasia moderada (52,5 por cento), hiperplasia alvéolo-nodular (42,5 por cento), atipia sem proliferação (35 por cento), hiperplasia leve (32,5 por cento), atividade secretora (20 por cento) e hiperplasia severa (5 por cento). Em ratas sem prole observou-se 1,3 mais chance, em relação ao grupo controle, de apresentar hiperplasia alvéolo-nodular no grupo que recebeu estrogênio, hiperplasia moderada no grupo tratado com progestogênio, e hiperplasia alvéolo-nodular e atipia sem proliferação epitelial com a associação entre estrogênio e progestogênio. CONCLUSÃO: Hiperplasia moderada e atipia epitelial associaram-se à terapia combinada de estrogênio e progestogênio, e o antecedente de prole reduziu a ocorrência destas alterações e de hiperplasia alvéolo-nodular.


OBJECTIVE: To evaluate the association of histologic changes in the breasts of female rats undergoing therapy with sex steroids. METHODS: An experimental study was conducted of 40 castrated female non-pubertal rats, 20 had given birth (Group B) and 20 had no offspring (Group A). After four weeks, these rats were randomly allocated to subgroups: A1, A2, A3, A4, A5 and B1, B2, B3, B4, B5. Steroids were given to subgroups as follows: A1 and B1 - estradiol benzoate; A2 and B2 - medroxyprogesterone acetate; A3 and B3 - estradiol benzoate and medroxyprogesterone acetate; A4 and B4 - tibolone; A5 and B5 - placebo. After 10 weeks of treatment, animals were sacrificed and their mammary glands were analyzed. Histologic parameters evaluated were: epithelial cell proliferation, epithelial cells with secretory activity; and cell atypia in terminal duct units and buds or terminal alveoli. The association between microscopic analysis and diverse therapeutic regimens were analyzed by calculating the odds ratio and its respective 95 percent confidence interval. RESULTS: Histologic changes were observed in 29 rats: moderate hyperplasia (52.5 percent), hyperplastic alveolar nodule (42.5 percent), epithelial atypia (35 percent), mild hyperplasia (32.5 percent), secretory activity (20 percent) and severe hyperplasia (5 percent). In rats with no offspring when compared to the control, 1.3 times more hyperplastic alveolar nodules were found in the group treated with estradiol, the same was true for moderate hyperplasia in the rats that received medroxyprogesterone acetate, hyperplastic alveolar nodules and epithelial atypia in the group treated with estradiol plus medroxyprogesterone acetate. In the rats with offspring 1.3 times more secretory activity was found with estradiol. CONCLUSION: Epithelial hyperplasia and epithelial atypia with no proliferation are strongly associated to combined therapy with estradiol plus medroxyprogesterone acetate, mainly in the rats without offspring.


Assuntos
Animais , Feminino , Ratos , Mama/patologia , Terapia de Reposição de Estrogênios , Hormônios Esteroides Gonadais/uso terapêutico , Neoplasias Mamárias Experimentais/patologia , Norpregnenos/uso terapêutico , Proliferação de Células , Anticoncepcionais/uso terapêutico , Epitélio/patologia , Moduladores de Receptor Estrogênico/uso terapêutico , Hiperplasia , Progestinas/uso terapêutico , Ratos Wistar
8.
Rev. bras. mastologia ; 15(3): 141-149, set. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-567700

RESUMO

A terapia de reposição hormonal (TRH) tem sido muito usada para alívio de sintomas climatéricos. Porém, como se sabe, os hormônios esteróides, principalmente os estrogênios, exercem ação promotora na carcinogênese mamária, a segurança da TRH em termos de risco de câncer de mama pode ser questionada. Nesta revisão de literatura, os autores concluíram que a TRH eleva discretamente o risco relativo de câncer de mama, podendo ser considerada quando as vantagens superarem as desvantagens. Mas, para mulheres com antecedente pessoal de câncer de mama ou com fatores predisponentes de alto risco, a TRH deve ser evitada, preferindo-se alternativas não-hormonais.


Hormonal replacement therapy (HRT) has been widely used for the 1llanagement of climateric symptoms. As it is known that steroid hormones, mainly estrogens, are promoting factors for mammary carcinogenesis, the safety of HRT in terms of risk for breast cancer may be cause of concern. In this review literature the authors concluded that HRT increases slightly the relative risk of breast cancer, and may by tailoring considered when the advantages exceed the disadvantages. Neverthless HRT should be avoided in women with personal history of breast cancer or presenting high risk predisposing factors, to whom non-hormonal alternatives are preferred.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Climatério , Neoplasias da Mama/terapia , Terapia de Reposição Hormonal/efeitos adversos , Androgênios/uso terapêutico , Análise Custo-Benefício , Fitoestrógenos/uso terapêutico , Mamografia , Norpregnenos/uso terapêutico , Progestinas/uso terapêutico , Fatores de Risco
9.
Arq. bras. endocrinol. metab ; 49(3): 433-440, jun. 2005. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-409852

RESUMO

OBJETIVO: determinar o perfil de segurança clínico-laboratorial da terapia com tibolona em mulheres portadoras de diabetes mellitus não-insulinodependente (DMNID). MÉTODO: estudo prospectivo, longitudinal, aberto e controlado envolvendo 24 mulheres na pós-menopausa portadoras de DMNID, tratadas seqüencialmente com placebo (6 meses) e tibolona 2,5mg/dia (6 meses). Parâmetros clínicos, antropométricos, bioquímicos, hormonais e ultra-sonográficos foram avaliados no período basal, após 6 (tempo 1) e 12 meses de acompanhamento (tempo 2). Análise estatística foi realizada utilizando-se ANOVA para medidas repetidas, com nível de significância 5 por cento. RESULTADOS: efeitos colaterais surgiram apenas durante uso da tibolona (cefaléia e mastalgia em 8,3 por cento e sangramento genital em 16,6 por cento). Houve diminuição significativa dos sintomas climatéricos avaliados através do índice de Blatt-Kuperman [22,2 ± 7,1 (basal) vs. 13,6 ± 6,7 (tempo 1) vs. 3,1 ± 3,3 (tempo 2); p< 0,0001]. Após uso da tibolona, evidenciamos reduções significativas no percentual de gordura corporal, pressão arterial diastólica, níveis de transaminases, triglicerídeos e HDL-colesterol. Não houve variações significativas na pressão arterial sistólica, freqüência cardíaca, índice de massa corporal, relação cintura/quadril, glicemia de jejum, hemoglobina glicosilada, uréia, colesterol total e LDL-colesterol. A avaliação ultra-sonográfica não revelou variações significativas do volume uterino e espessura endometrial. CONCLUSAO: o tratamento com tibolona em curto prazo mostrou bom perfil de segurança clínico-laboratorial em pacientes na pós-menopausa portadoras de DMNID.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , /tratamento farmacológico , Moduladores de Receptor Estrogênico/uso terapêutico , Metabolismo dos Lipídeos , Norpregnenos/uso terapêutico , Pós-Menopausa/efeitos dos fármacos , Análise de Variância , Antropometria , Ensaios Clínicos Controlados como Assunto , /metabolismo , Seguimentos , Lipídeos/sangue , Estudos Prospectivos , Pós-Menopausa/metabolismo , Vagina
10.
Rev. méd. Chile ; 131(10): 1151-1156, oct. 2003.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-355981

RESUMO

BACKGROUND: Tibolone has estrogenic, androgenic and progestational effects and is used in post menopausal women. It apparently has weaker effects on endometrial proliferation and mammary stimulation than conventional hormone replacement therapy. AIM: To compare the metabolic effects of tibolone (5 mg/day) and continuous combined conjugated estrogens/medroxyprogesterone acetate in postmenopausal women. PATIENTS AND METHODS: Postmenopausal women, aged 45 to 60 years old, receiving estradiol valerate and medroxyprogesterone were included in the study. After a two months wash out period, in a double blind fashion, they were randomly assigned to oral tibolone 5 mg/day or equine conjugated estrogens 0.625 mg + medroxiprogesterone acetate 2.5 mg/day (ECE/MPA). At baseline, 30 and 45 days of treatment, fasting serum osteocalcin, somatomedin C (IGF-1, insulin-like growth factor 1), growth hormone (GH), and follicle stimulating hormone and first morning urine calcium and creatinine were measured. RESULTS: Thirty women were studied. There was more than 50 per cent fall in urine calcium with either tibolone or ECE/MPA, while fasting GH or osteocalcin did not show significant changes. Serum IGF-1 increased significantly with tibolone at basal, 30 (+109 per cent) and 45 days of treatment and did not change in the ECE/MPA group. CONCLUSIONS: Tibolone (5 mg/day) and ECE/MPA induced a similar reduction in urinary calcium. Tibolone increased serum IGF-1 levels. This may be due to undetected increment of overall GH secretion or to a specific action or IGF-1 generation from the liver and appears to be a novel differential effect of tibolone.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , /farmacologia , Anticoncepcionais Femininos/farmacologia , Estradiol/análogos & derivados , Estradiol/farmacologia , Fator de Crescimento Insulin-Like I/efeitos dos fármacos , Moduladores de Receptor Estrogênico/farmacologia , Norpregnenos/farmacologia , Pós-Menopausa/sangue , Método Duplo-Cego , Fator de Crescimento Insulin-Like I/metabolismo , Hormônio do Crescimento/sangue , Hormônio do Crescimento/efeitos dos fármacos , Estudos Prospectivos
11.
Folha méd ; 119(2): 48-52, abr.-jun. 2000. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-264429

RESUMO

Um estudo multicêntrico foi conduzido em 14 centros brasileiros para avaliar a eficácia, tolerabilidade, controle de ciclo e bem-estar em mulheres, não fumantes, acima de 35 anos utilizando um contraceptivo de baixa dose contendo gestodeno e etinilestradiol, durante seis ciclos de tratamento. Participaram do estudo 180 mulheres na faixa etária de 35 a 47 anos, das quais 158 (87,8 por cento) completaram os seis ciclos de tratamento. Nenhuma gravidez ocorreu entre as usuárias do contraceptivo em estudo. Um total de 950 ciclos foi avaliado. Em 92,5 por cento dos ciclos não houve spotting nem sangramento de escape. Ocorreu spotting em 7,2 por cento dos ciclos e sangramento de escape em 0,3 por cento dos ciclos. Com relação ao número de mulheres, 82,2 por cento não apresentaram spotting nem sangramento de escape em nenhum momento do ciclo. Observou-se uma diminuição significativa, indicativa de melhora, com relação ao pré-tratamento, nos escores do questionário de Moos de desconforto menstrual relativos a dor, concentração, mudanças comportamentais, afeto negativo, reações autonômicas, retenção hídrica e controle. Não houve alterações clinicamente significativas de peso, pressão arterial nem resultados laboratoriais. A adesão ao tratamento foi boa, tendo havido esquecimento de tomada de uma ou mais pílulas em apenas 3 por cento do total de ciclos; 12,2 por cento das mulheres não completaram o período de seis ciclos de tratamento, sendo que em 1,1 por cento dos casos a razão para descontinuação foi atribuída a efeitos adversos. Os resultados permitem concluir pela eficácia contraceptiva, bom controle de ciclo, tolerabilidade e bem-estar associados ao uso do contraceptivo de baixa dose contendo gestodeno e etinilestradiol em mulheres acima de 35 anos.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Anticoncepcionais Orais Sintéticos/efeitos adversos , Anticoncepcionais Orais Combinados/efeitos adversos , Etinilestradiol/efeitos adversos , Ciclo Menstrual/fisiologia , Norpregnenos/efeitos adversos , Anticoncepcionais Orais Sintéticos/administração & dosagem , Anticoncepcionais Orais Combinados/administração & dosagem , Etinilestradiol/administração & dosagem , Norpregnenos/administração & dosagem , Pré-Menopausa , Resultado do Tratamento
12.
Ginecol. obstet. Méx ; 67(10): 473-7, oct. 1999. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-258920

RESUMO

La tibolona es un esteroide sintético con propiedades progestacional, androgénica y estrogénica que ha demostrado aliviar los síntomas climatéricos, prevenir la osteoporosis, sin impacto sobre el endometrio y el volumen de los miomas uterinos asintomáticos. Además, se ha demostrado que induce una reducción significativa en los niveles séricos de colesterol y triglicéridos. Sin embargo, los estudios sobre sus efectos en el metabolismo de los carbohidratos son escasos y contradictorios. El objetivo de este estudio fue determinar los efectos de la tibolona sobre la curva de tolerancia a la glucosa y la secreción de insulina. Se incluyeron 10 pacientes posmenopáusicas sanas que recibieron una dosis de 2.5 mg de tibolona por VO durante tres meses. Al inicio y al final de estudio se realizaron curvas de tolerancia a la glucosa, cuantificación de insulina en ayuno y una hora después de una carga de 100 g de glucosa por VO y perfil de lípidos (colesterol total, triglicéridos, HDL, LDL, Apo-LpA, Apo-LpB). Nuestros resultados demostraron una reducción significativa en los niveles de insulina en ayuno, colesterol y triglicéridos después de tres meses de tratamiento con tibolona. La curva de tolerancia a la glucosa no se modificó. Este estudio sugiere que la tibolona reduce la presencia de marcadores metabólicos de riesgo cardiovascular diferentes a las fracciones de lipoproteínas


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Anabolizantes/metabolismo , Anabolizantes/farmacologia , Glucose/metabolismo , Insulina/metabolismo , Lipídeos/metabolismo , Norpregnenos
13.
Ginecol. obstet. Méx ; 65(4): 145-7, abr. 1997. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-210758

RESUMO

En vista de que la esperanza de vida de las mujeres de ha prolongado hasta cerca de los 80 años, el período postmenopáusico ha cobrado un gran interés, de manera particular en lo referente a las ventajas de utilizar la terapia de reemplazo hormonal (TRH). En la actualidad existen múltiples opciones terapéuticas con el objeto de evitar o minimizar efectos indeseables de los fármacos con actividad estrogénica. Una de las modalidades es un esteroide sintético (tibolona) que ejerce una acción moderada tanto estrogénica como andrógeno-progestagénica y aparentemente no requiere convertirse a "estradiol". En el presente trabajo se estudiaron varios índices metabólicos y hormonales para determinar el efecto de la administración de tibolona por vía oral a la dosis de 2.5 mg durante 6 meses. Aunque los niveles circulantes de estradiol no se modificaron, se observó una disminución en las concentraciones de FSH, colesterol total, lipoproteínas de baja densidad y triglicéridos. Por otra parte se observó un incremento en los niveles de lipoproteínas de alta densidad y de la globulina transportadora de hormonas sexuales (SHBG). Estos efectos metabólicos se suman y explican las observaciones de los estudios clínicos previos que habían mostrado un efecto leve sobre glándula mamaria, endometrio y peso corporal


Assuntos
Pessoa de Meia-Idade , Humanos , Feminino , Glicemia/metabolismo , Colesterol/sangue , Congêneres do Estradiol/metabolismo , Terapia de Reposição de Estrogênios , Hormônio Foliculoestimulante/sangue , Lipoproteínas/sangue , Norpregnenos/metabolismo , Globulina de Ligação a Hormônio Sexual/metabolismo
15.
Reproduçäo ; 4(2): 84-7, 1989. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-83659

RESUMO

Reconhecendo ser a gestaçäo indesejada entre adolescentes um sério problema médico e psicossocial, os participantes do "Serviço de Assistência Integral a Adolescência" e do "Projeto de Assistência Médica e Psicossocial a Adolescência" vêm empreendendo uma série de estudos sobre métodos anticoncepcionais para adolescentes. Nessa linha de trabalho, submeteram 353 adolescentes ao uso de anticoncepcional oral composto com desogestrel (0,15 mg) e etinilestradiol (0,03 mg), entre maio de 1987 e junho de 1988. Das jovens inicialmente incluídas no estudo, 45 (12,7%) o abandonaram por sintomatologia desagradável, por desejo de engravidar ou por causa desconhecida. As 308 remanescentes completaram 1.816 ciclos, cuja análise compöe o presente trablaho. Näo foram observadas falhas do método, durante o prazo de acompanhamento e a sintomatologia referida, em geral, tendeu a diminuiçäo com a continuidade de uso. Fizeram exceçäo a oligohipomenorréia e algumas alteraçöes de resposta sexual, que embora pouco significativas do ponto de vista estatístico, foram queixas relevantes para suas portadoras. As conclusöes dos autores foram de que o método foi bem aceito, eficiente e de poucos efeitos colaterais importantes, constituindo-se em opçäo válida para expressiva parcela das adolescentes em vida sexual ativa


Assuntos
Adolescente , Humanos , Feminino , Anticoncepção/métodos , Norpregnenos/uso terapêutico , Comportamento do Adolescente , Serviços de Planejamento Familiar , Gravidez na Adolescência , Norpregnenos/efeitos adversos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA