Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 25
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
2.
Radiol. bras ; 48(2): 111-120, Mar-Apr/2015. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-746615

RESUMO

Whole-body imaging in children was classically performed with radiography, positron-emission tomography, either combined or not with computed tomography, the latter with the disadvantage of exposure to ionizing radiation. Whole-body magnetic resonance imaging (MRI), in association with the recently developed metabolic and functional techniques such as diffusion-weighted imaging, has brought the advantage of a comprehensive evaluation of pediatric patients without the risks inherent to ionizing radiation usually present in other conventional imaging methods. It is a rapid and sensitive method, particularly in pediatrics, for detecting and monitoring multifocal lesions in the body as a whole. In pediatrics, it is utilized for both oncologic and non-oncologic indications such as screening and diagnosis of tumors in patients with genetic syndromes, evaluation of disease extent and staging, evaluation of therapeutic response and post-therapy follow-up, evaluation of non neoplastic diseases such as multifocal osteomyelitis, vascular malformations and syndromes affecting multiple regions of the body. The present review was aimed at describing the major indications of whole-body MRI in pediatrics added of technical considerations.


A avaliação de corpo inteiro em crianças era classicamente realizada com radiografias simples, cintilografia e tomografia por emissão de pósitrons combinada ou não à tomografia computadorizada, estes com a desvantagem de exposição à radiação ionizante. A ressonância magnética de corpo inteiro (RMCI), associada ao desenvolvimento de técnicas metabólicas e funcionais como difusão, trouxe a vantagem de uma avaliação global do paciente pediátrico sem os riscos da radiação ionizante habitualmente presente nos métodos radiológicos convencionais. A RMCI é um método rápido e sensível, com aplicação especial na área de pediatria na detecção e no monitoramento de lesões multifocais no corpo como um todo. Em pediatria, esta técnica é utilizada tanto em oncologia - no diagnóstico e rastreamento de tumores em pacientes portadores de síndromes genéticas, na avaliação da extensão de doenças e estadiamento oncológico, na avaliação da resposta terapêutica e no seguimento pós-terapêutico - como em lesões não neoplásicas - osteomielite multifocal, malformações vasculares e síndromes que comprometam múltiplas regiões do corpo. Esta revisão tem como objetivo mostrar as principais indicações do exame na população pediátrica e técnica de realização.


Assuntos
Animais , Feminino , Camundongos , Proteínas de Bactérias/química , Proteínas de Bactérias/metabolismo , Modelos Moleculares , Mycobacterium tuberculosis/metabolismo , Mycobacterium tuberculosis/patogenicidade , Fosfotransferases/química , Fosfotransferases/metabolismo , Transdução de Sinais/fisiologia , Sequência de Aminoácidos , Simulação por Computador , Camundongos Endogâmicos BALB C , Dados de Sequência Molecular , Mutação , Mycobacterium tuberculosis/crescimento & desenvolvimento , Estresse Oxidativo , Estrutura Terciária de Proteína , Proteínas Recombinantes/química , Proteínas Recombinantes/metabolismo , Alinhamento de Sequência , Tuberculose/microbiologia
3.
Rio de Janeiro; s.n; 2013. xxi,108 p. ilus, mapas, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-695562

RESUMO

A doença de Chagas é um problema de saúde pública na América Latina, com um forte impacto no Brasil. De acordo com estimativas da Organização Panamericana de Saúde (OPAS), em torno de 8 milhões de pessoas nas Américas estão infectados pelo Trypanosoma cruzi, com uma taxa de mortalidade de 12.000 indivíduos por ano. Apesar desta situação, os medicamentos utilizados no tratamento desta doença são ativos somente na fase aguda, apresentam uma baixa eficácia e uma série de efeitos colaterais. Portanto, a busca por novos alvos terapêuticos, através do estudo do metabolismo de T. cruzi, é uma alternativa no desenvolvimento de novos fármacos. Neste contexto, utilizou-se o AnEnPi, uma ferramenta computacional capaz de identificar e classificar proteínas com uma potencial atividade enzimática, utilizando dados genômicos previamente publicados, permitindo a reconstrução de diferentes vias metabólicas. Por meio dessa abordagem foram identificados em T. cruzi duas proteínas, as quais apresentam as seguintes atividades enzimáticas: uracil fosforibosiltransferase (UPRT) e gliconato cinase (GK). A UPRT é uma enzima da via de salvação de pirimidinas que converte uracil e D-5-fosforibosil-1-fosfato (PRPP) a monofosfato de uridina (UMP) e pirofosfato (PPi). E a GK é uma enzima da via das pentoses-fosfato que catalisa a fosforilação de gliconato a 6-fosfogliconato. Análises das sequências genômicas codificante para essas proteínas, utilizando diferentes ferramentas de bioinformática, permitiram a identificação de dois genes para cada uma dessas atividades enzimáticas em T. cruzi e confirmaram essas atividades pela identificação de seus motivos estruturais. Posteriormente, foi realizada a caracterização molecular das enzimas GK e UPRT de T. cruzi, através da clonagem dos respectivos genes, utilizando os vetores pBAD-TOPO TA e pET28a, e da expressão heteróloga em Escherichia coli, cepa BL21(DE3). As proteínas recombinantes GK e UPRT foram expressas na fração solúvel e insolúvel com pesos moleculares aproximados de 23 kDa e 28 kDa, respectivamente. Essas proteínas recombinantes foram purificadas sob condições desnaturantes através de cromatografia de afinidade. Os soros policlonais produzidos contra as proteínas purificadas foram eficazes no reconhecimento das proteínas recombinantes e de suas formas nativas presentes na forma epimastigota de T. cruzi. O ensaio de imunofluorescência revelou que as enzimas GK e UPRT estão localizadas possivelmente no citoplasma e no interior de vesículas citoplasmáticas ao longo do parasita. Além disto, a estrutura de ambas as enzimas foi deduzida através de modelagem por homologia. Este trabalho visa contribuir para o melhor entendimento do metabolismo deste parasita, de forma a auxiliar na busca de novos alvos terapêuticos contra a doença de Chagas.


Assuntos
Doença de Chagas , Fosfotransferases , Saúde Pública , Proteínas Recombinantes , Trypanosoma cruzi , Uracila
4.
Rio de Janeiro; s.n; 2009. xiv,117 p. ilus, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-533473

RESUMO

O Trypanosoma cruzi é o agente etiológico da Doença de Chagas, um importante problema de saúde pública na América do Sul e Central. Os parasitas são capazes de ativar vias de sinalização durante o processo de invasão na célula hospedeira, incluindo ativação de proteínas tirosinas cinases que podem ser importantes na regulação da entrada do parasita. Neste trabalho, demonstramos a participação de proteínas tirosinas cinases, especialmente cinase, e PP1, um potente inibidor das proteínas da família-Src, reduziu significativamente de maneira dose-dependente a invasão do T. cruzi. Além disso, a entrada do T. cruzi foi acompanhada por mudanças na expressão de c-Src e níveis de fosforilação de FAK. O aumento da ativação de FAK ocorreu durante estágio inicial da interação T. cruzi cardiomiócito (30 e 60 min) com concomitante aumento (2X) nos níveis de expressão de c-Src. Defosforilação de FAK também coincidiu com níveis reduzidos da expressão de c-Src após 2h de interação, sugerindo que FAK/c-Src promova uma sinalização integrada que coordena a entrada do parasita. Esses dados fornecem novas informações sobre as vias de sinalização envolvidas na invasão do T. cruzi em cardiomiócitos. Outra abordagem deste estudo foi avaliar o efeito da infecção do T. cruzi sobre proteínas de adesão focal e junções aderentes, uma vez que mudanças estruturais, incluindo quebra de miofibrilas e desorganização de costâmeros de vinculina (Pereira et al., 1993; Melo et al., 2004), além da regulação negativa de mRNA de alfa-actina cardíaca, foram evidenciados em cardiomiócitos infectados pelo T. cruzi (Pereira et al., 2000). Neste estudo, investigamos a distribuição espacial e expressão de proteínas de adesão focal e junções aderentes durante infecção pelo T. cruzi. A localização de alfa-actinina, talina e paxilina permaneceu inalterada em cardiomiócitos infectados após 24h. Em contraste, o padrão estriado de alfa-actinina e talina foi abolido em tempos tardios da infecção (72h). A marcação de paxilina em contatos focais também foi reduzida em células altamente infectadas. Além dos distúrbios na distribuição espacial, a infecção pelo T. cruzi também afetou a expressão das proteínas de adesão focal. Ensaios bioquímicos demonstraram declínio de 32 por cento em ambas alfa-actinina e talina, e também redução de 34,5 por cento na expressão de paxilina após 72h de infecção. Ainda, a infecção resultou em desorganização de junções aderentes com regulação negativa da expressão de caderina e catenina. Nossos dados demonstram que a infecção pelo T. cruzi altera a integridade estrutural de cardiomiócitos in vitro, que pode resultar em perda da tensão cardíaca, sugerindo que mudanças estruturais possam contribuir para as dinfunções cardíacas evidenciadas na doença de Chagas.


Assuntos
Doença de Chagas , Citoesqueleto , Fosfotransferases , Proteoglicanas , Trypanosoma cruzi
5.
Colomb. med ; 39(3,supl): 38-45, jul.-sept. 2008. ilus, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-573399

RESUMO

Introducción: Un componente molecular predominante en el estudio de las enfermedades neurodegenerativas es la presencia del complejo Tau-GSK3β y su asociación con agregados proteicos al interior de la célula. Evidencias considerables muestran que GSK3β es el principal causante de la hiperfosforilación de Tau. Sin embargo, son poco claros los eventos moleculares que gobiernan este complejo. Objetivo: Determinar el efecto del 17 β-estradiol en la expresión y asociación de las quinasas responsables de la hiperfosforilación de Tau. Métodos: Se realizaron tratamientos con 17 β-estradiol en hipocampo de rata Wistar adulta ovariectomizada y en cultivos primarios de hipocampo de rata tratados con b-amiloide. Se evaluó la asociación de complejos proteicos por co-inmunoprecipitación, ensayo de toxicidad por liberación LDH y cambios morfológicos celulares por microscopía confocal. Resultados: Este estudio mostró evidencias de que el estradiol disocia complejos macromoleculares como Tau/GSK3β, Tau/GluR2/3, Tau/FAK, Tau/Fyn en hipocampo de rata adulta. Ademßs, disminuyó la expresión de GSK3β-ptyr por el tratamiento hormonal y éste reguló la defosforilación de Tau en un modelo de excitoxicidad poráβ-amiloide. Conclusiones: Lo anterior sugiere, nuevos blancos que contribuyen al estudio de la neuroprotección y plasticidad neuronal mediada por el estrógeno.


Introduction: A predominant molecular component analyzed in the study of neurodegenerative diseases is the presence of the Tau-GSK3β complex and its association with protein aggregation into the cell. Several evidences show that GSK3β has an important role in abnormal pattern of the phosphorylation of Tau. However, the molecular events that are governing this complex are unknown. Aim: To determine the effect of 17 β-estradiol treatment on the expression and association of Tau hyperphosphorylation responsible kinases. Methods: 17 β-estradiol treatments were realized in the hippocampus of ovariectomized adult wistar rats and in hippocampal primary cultures treated with β-amiloid. Protein complex association was assessed by co-immunoprecipitation, toxicity assay by LDH release and cell morphologic changes by confocal microscopy. Results: Our results show that 17β-estradiol produced dissociation of macromolecular complexes like Tau/GSK3β, Tau /GluR2/3, Tau/FAK, and Tau/Fyn in hippocampus of adult rat. In addition the expression of GSK3β-ptyr was decreased by the hormonal treatment and this one regulated the defosforilation of Tau in an excitotoxicity model by β-amiloid. Conclusions: It suggests new targets that will contribute to neuroprotection and neuronal plasticity studies mediated by the estrogen.


Assuntos
Amiloide , Estradiol , Plasticidade Neuronal , Fosfotransferases
6.
Braz. j. med. biol. res ; 41(5): 344-350, May 2008. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-484442

RESUMO

T-cell acute lymphoblastic leukemia (T-ALL) is a biologically heterogeneous disease with respect to phenotype, gene expression profile and activation of particular intracellular signaling pathways. Despite very significant improvements, current therapeutic regimens still fail to cure a portion of the patients and frequently implicate the use of aggressive protocols with long-term side effects. In this review, we focused on how deregulation of critical signaling pathways, in particular Notch, PI3K/Akt, MAPK, Jak/STAT and TGF-ß, may contribute to T-ALL. Identifying the alterations that affect intracellular pathways that regulate cell cycle and apoptosis is essential to understanding the biology of this malignancy, to define more effective markers for the correct stratification of patients into appropriate therapeutic regimens and to identify novel targets for the development of specific, less detrimental therapies for T-ALL.


Assuntos
Humanos , Diferenciação Celular , Leucemia-Linfoma de Células T do Adulto , Fosfotransferases/fisiologia , Transdução de Sinais/fisiologia , Linfócitos T/citologia , /fisiologia , Janus Quinases/fisiologia , Leucemia-Linfoma de Células T do Adulto/etiologia , Leucemia-Linfoma de Células T do Adulto/fisiopatologia , Leucemia-Linfoma de Células T do Adulto/terapia , Proteínas Quinases Ativadas por Mitógeno/fisiologia , Fosforilação , Proteínas Proto-Oncogênicas c-akt/fisiologia , Receptores Notch/fisiologia , Fator de Crescimento Transformador beta/fisiologia
8.
Mem. Inst. Oswaldo Cruz ; 99(8): 845-854, dez. 2004. ilus, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-393767

RESUMO

Trypanosoma evansi contains protein kinases capable of phosphorylating endogenous substrates with apparent molecular masses in the range between 20 and 205 kDa. The major phosphopolypeptide band, pp55, was predominantly localized in the particulate fraction. Anti-alpha and anti-beta tubulin monoclonal antibodies recognized pp55 by Western blot analyses, suggesting that this band corresponds to phosphorylated tubulin. Inhibition experiments in the presence of emodin, heparin, and 2,3-bisphosphoglycerate indicated that the parasite tubulin kinase was a casein kinase 2 (CK2)-like activity. GTP, which can be utilized instead of ATP by CK2, stimulated rather than inactivated the phosphorylation of tubulin in the parasite homogenate and particulate fraction. However, GTP inhibited the cytosolic CK2 responsible for phosphorylating soluble tubulin and other soluble substrates. Casein and two selective peptide substrates, P1 (RRKDLHDDEEDEAMSITA) for casein kinase (CK1) and P2 (RRRADDSDDDDD) for CK2, were recognized as substrates in T. evansi. While the enzymes present in the soluble fraction predominantly phosphorylated P1, P2 was preferentially labeled in the particulate fractions. These results demonstrated the existence of CK1-like and CK2-like activities primarily located in the parasite cytosolic and membranous fractions, respectively. Histone II-A and kemptide (LRRASVA) also behaved as suitable substrates, implying the existence of other Ser/Thr kinases in T. evansi. Cyclic AMP only increased the phosphorylation of histone II-A and kemptide in the cytosol, demonstrating the existence of soluble cAMP-dependent protein kinase-like activities in T. evansi. However, no endogenous substrates for this enzyme were identified in this fraction. Further evidences were obtained by using PKI (6-22), a reported inhibitor of the catalytic subunit of mammalian cAMP-dependent protein kinases, which specifically hindered the cAMP-dependent phosphorylation of histone II-A and kemptide in the parasite soluble fraction. Since the sum of the values obtained in the parasite cytosolic and particulate fractions were always higher than the values observed in the total T. evansi lysate, the kinase activities examined here appeared to be inhibited in the original extract.


Assuntos
Animais , Ratos , Caseínas , Proteínas Quinases Dependentes de AMP Cíclico , Fosfotransferases , Trypanosoma , Eletroforese em Gel de Poliacrilamida , Fosforilação
9.
Gac. méd. Méx ; 140(3): 329-333, may.-jun. 2004. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-632186

RESUMO

Tau forma parte importante del citoesqueleto en neuronas; estabilizando microtúbulos, manteniendo la forma celular y como via de transporte axonal. Sin embargo, por mecanismos desconocidos, tau sufre modificaciones importantes como son fosforilación anormal debida a la actividad desequilibrada de varias cinasas y fosfatasas, afectando su función biológica normal. Bajo estas circunstancias tau comienza a agregarse originando complejos proteicos denominados desarreglos neurofibrilares (NFTS) que son hallazgos histopatológicos característicos de la enfermedad de Alzheimer junto con las placas seniles. Esta revisión esta enfocada principalmente a describir la estructura de tau y la participación de diferentes cinasas en su regulación.


Tau is an important component of neuronal cytosqueleton; the protein stabilizas microtubules, maintains cell shape and axonal transport mechanisms. Howevwe, for unknown reasons tau experiments important postranslation modifications including enhanced phosphorylation due to unbalanced activity between kinases and phosphatases, affecting its normal biological function. Under these circumstances tau begins to aggregate into neurofibrillary tangles (NFTS) complexes which are pathological hallmarks of Alzheimer's disease together with senile plaques. This review is mainly concerned with the role that different kinase play into the regulation of tau structure and function.


Assuntos
Humanos , Doença de Alzheimer/metabolismo , Proteínas tau/metabolismo , Fosforilação , Fosfotransferases/metabolismo
10.
Biol. Res ; 37(4): 521-525, 2004.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-437505

RESUMO

Both cardiac and skeletal muscle ryanodine receptors (RyRs) are parts of large complexes that include a number of kinases and phosphatases. These RyRs have several potential phosphorylation sites in their cytoplasmic domains, but the functional consequences of phosphorylation and the identity of the enzymes responsible have been subjects of considerable controversy. Hyperphosphorylation of Ser-2809 in RyR2 (cardiac isoform) and Ser-2843 in RyR1 (skeletal isoform) has been suggested to cause the dissociation of the FK506-binding protein (FKBP) from RyRs, producing "leaky channels," but some laboratories find no relationship between phosphorylation and FKBP binding. Also debated is the identity of the kinases that phosphorylate these serines: cAMP-dependent protein kinase (PKA) versus calmodulin kinase II (CaMKII). Phosphorylation of other targets of these kinases could also alter calcium homeostasis. For example, PKA also phosphorylates phospholamban (PLB), altering the Sarco-endoplasmic reticulum Ca2+ ATPase (SERCA) activity. This review summarizes the major findings and controversies associated with phosphorylation of RyRs.


Assuntos
Humanos , Animais , Proteínas Quinases Dependentes de Cálcio-Calmodulina , Cálcio/metabolismo , Canal de Liberação de Cálcio do Receptor de Rianodina/metabolismo , Fosfotransferases/metabolismo , Músculo Esquelético/enzimologia , Proteínas Quinases Dependentes de AMP Cíclico/metabolismo , Fosforilação , Homeostase/fisiologia , Modelos Animais
11.
São Paulo; s.n; 2004. 264 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-392394

RESUMO

Proteínas tirosina-fosfatases (PTPs) catalisam a hidrólise de fosfotirosina de outras proteínas e, assim, regulam importantes processos bioquímicos. Dois representantes desta família são as fosfatases de dupla especificidade VHR e CDC25B. A primeira etapa de reação catalisada é um ataque nucleofílico da cadeia lateral de uma cisteína sobre o fósforo do substrato, com uma possível transferência de H+ de um ácido geral para o grupo de saída, formando uma PTP intermediária tiofosforilada e desfosforilando o substrato. Dúvidas ainda persistem sobre esta etapa, envolvendo os estados de protonação do substrato e do nucleófilo enzimático, a inatividade de certos mutantes e a identificação do cido geral nas CDC25s...


Assuntos
Simulação por Computador , Fosforilação , Fosfotransferases , Proteínas Tirosina Fosfatases , Catálise , Ésteres , Estrutura Molecular
12.
Genet. mol. res. (Online) ; 2(4): 376-382, Dec. 2003.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-417592

RESUMO

Pyrophosphate-dependent phosphofructokinase (PPi-PFK) has been detected in several types of plant cells, but the gene has not been reported in sugar cane. Using Citrus paradisi PPi-PFK gene (AF095520 and AF095521) sequences to search the sugar cane EST database, we have identified both the alpha and beta subunits of this enzyme. The deduced amino acid sequences showed 76 and 80 similarity with the corresponding alpha and beta subunits of C. paradisi. A high degree of similarity was also observed among the PFK b subunits when the alignment of the sugar cane sequences was compared to those of Ricinus communis and Solanum tuberosum. It appears that alpha and beta are two distinct subunits; they were found at different concentrations in several sugar cane tissues. It remains to be determined if the different gene expression levels have some physiological importance and how they affect sucrose synthesis, export, and storage in vacuoles. A comparison between the amino acid sequences of b PFKs from a variety of organisms allowed us to identify the two critical Asp residues typical of this enzyme's activity site and the other binding sites; these residues are tightly conserved in all members of this protein family. Apparently, there are catalytic residues on the b subunit of the pyrophosphate-dependent enzyme


Assuntos
Fosfotransferases/genética , Pirofosfatases/metabolismo , Saccharum/enzimologia , Sequência de Aminoácidos , DNA Complementar/análise , Fosfotransferases/metabolismo , Dados de Sequência Molecular , Saccharum/genética
13.
Rio de Janeiro; s.n; 2001. v,90 p. ilus, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-364912

RESUMO

Os mastócitos exercem um papel fundamental em reações alérgicas, mas também em resposta imune contra agentes infecciosos e parasitários. A meta principal deste estudo foi avaliar a densidade e a distribuição de diferentes populações de mastócitos em lesões cutâneas e em mucosas ativas de pacientes com leishmaniose tegumentar americana (LTA). Além disso, objetivou-se investigar a reatividade de mastócitos após a estimulação com diferentes preparações antigênicas derivadas de promastigotas de Leishmania tanto in vitro como in vivo. No infiltrado inflamatório crônico de lesões cutâneas e mucosas, os mastócitos mostraram-se desgranulados, com a presença de histamina difusa no tecido. Nas lesões cutâneas, foi observada uma maior densidade de mastócitos, quando comparada às amostras de pele normal, contrastando com as lesões mucosas onde os mastócitos foram encontrados em menor número. Em pele normal, foi observada uma predominância da subpopulação MCTC. Entretanto, nas lesões cutâneas, especialmente aquelas com evolução recente, verificou-se uma modificação no padrão fenotípico de mastócitos, sendo a subpopulação MCCT encontrada em maior proporção. Nenhuma alteração no padrão fenotípico de mastócitos foi observada em lesões mucosas. Utilizando modelo in vitro, uma liberação significativa de histamina por mastócitos humanos da linhagem HMC-1 foi observada em culturas estimuladas com antígeno total de L. braziliensis. As análises de citometria de fluxo mostraram que a estimulação antigênica induziu à liberação de IL-4, mas não de IL-12. Injeções intradérmicas de antígeno total e lipofosfoglicana purificada, uma molécula expressa em grande concentração na superfície de formas promastigotas, induziram rápida desgranulação dos mastócitos seguida de um aumento significativo na exsudação plasmática em ratos normais Wistar. A modificação do padrão fenotípico de mastócitos em lesões cutâneas, associado à liberação de IL-4 e histamina sugere o envolvimento de mastócitos na patogênese da LTA, possivelmente participando do estabelecimento inicial da infecção.


Assuntos
Humanos , Histamina , Técnicas In Vitro , Leishmania braziliensis , Leishmaniose Cutânea , Leishmaniose Cutânea/diagnóstico , Mastocitose Cutânea/diagnóstico , Pacientes , Fosfotransferases
14.
São Paulo; s.n; 2000. 134 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-276147

RESUMO

Neste estudo foi verificado o efeito do `alfaï-tocoferol (AT) nas vias de sinalização celular, dependentes de proteína quinase C e de tirosinas quinases (TK), associadas ao ®burst¼ oxidativo de neutrófilos humanos. Foram realizados também estudos comparativos com o inibidor da PKC, estaurosporina, com o inibidor de tirosinas quinases, genisteína e, com o análogo solúvel da vitamina E, Trolox. Foi feita a incorporação de AT in vitro às células, e então, estas foram estimuladas ou não com acetato de forbol miristato (PMA) ou com zymosan opsonizado (Zy). AT (40 µM) inibiu a produção de espécies reativas de oxigênio (ERO) pelos neutrófilos estimulados com PMA ou Zy. Estaurospina (10nM), genisteína (100 µM) também tiveram efeitos inibitórios...


Assuntos
NADP , Fosfotransferases , Proteínas Quinases , Vitamina E/sangue , Ativação Enzimática , Neutrófilos , Fosforilação , Proteínas Tirosina Quinases
16.
Braz. j. med. biol. res ; 31(11): 1415-9, Nov. 1998. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-224475

RESUMO

Insulin induces tyrosine phosphorylation of Shc in cell cultures and in insulin-sensitive tissues of the intact rat. However, the ability of insulin receptor (IR) tyrosine kinase to phosphorylate Shc has not been previously demonstrated. In the present study, we investigated insulin-induced IR tyrosine kinase activity towards Shc. Insulin receptor was immunoprecipitated from liver extracts, before and after a very low dose of insulin into the portal vein, and incubated with immunopurified Shc from liver of untreated rats. The kinase assay was performed in vitro in the presence of exogenous ATP and the phosphorylation level was quantified by immunoblotting with antiphosphotyrosine antibody. The results demonstrate that Shc interacted with insulin receptor after infusion of insulin, and, more important, there was insulin receptor kinase activity towards immunopurified Shc. The description of this pathway in animal tissue may have an important role in insulin receptor tyrosine kinase activity toward mitogenic transduction pathways.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Fígado/metabolismo , Proteínas Tirosina Quinases/metabolismo , Receptor de Insulina , Fígado/enzimologia , Fosforilação , Fosfotransferases , Ratos Wistar
18.
Braz. j. med. biol. res ; 27(2): 263-7, Feb. 1994. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-140262

RESUMO

We have examined intracellular biochemical and metabolic changes induced by antibodies specific for glycosylphosphatidylinositol (GPI)-anchored cell surface molecules. In lymphoid cells the earliest detectable responses are phosphorylation of intracellular substrates. The GPI-linked target antigens are also rapidly redistributed into patches and caps on the cell surface and then internalised. Between two and five hours later, cytokine receptors are expressed. Later, cells become metabolically active and begin to proliferate and express endogenous cytokines, thus promoting autocrine growth. Very early events, such as kinase activity, are induced by antibody binding alone and are characteristic of the cell surface molecule recognised by antibodies. Thus, the initial events in the activation cascade are critical in selecting the metabolic route. Progression down the activation cascade requires further signals such as cross-linking antibodies, exogenous cytokines, phorbol esters, or accessory cells. Once in cycle, cells no longer display evidence of their original route of activation. Activated T lymphocytes acquire resitance to cleavage by GPI-specific phospholipase C, suggesting a possible feedback mechanism to limit cell proliferation


Assuntos
Animais , Camundongos , Divisão Celular , Fosfatidilinositóis/metabolismo , Glicolipídeos/metabolismo , Fosfotransferases/metabolismo , Linfócitos T/metabolismo , Transdução de Sinais , Western Blotting , Citocinas , Fosforilação , Timo
19.
Biol. Res ; 26(1/2): 267-71, 1993. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-228610

RESUMO

Protein kinases are present in the plasma membrane of the human parasite Leishmania. A marked increase in enzyme activity has been detected as cultures entered into the stationary phase of growth. Since avirulent parasites can be separated from virulent forms by the peanut agglutinin (PNA), we have examined the change in the protein kinase activity of L. major during growth in vitro and the difference in phosphorylation with virulent promastigotes (PNA-) of L. major. Marked similarities were found between the phosphorylation patterns of the logarithmic and stationary phase promastigotes of L. major. On the other hand, when the phosphorylation pattern of those proteins, shared by both the metacyclic (PNA-) promastigotes and the stationary phase cells, was examined, a marked increase in both the total number of phosphoproteins and the extent of their phosphorylation was observed in PNA-. Both the increase in protein kinase activity in the stationary phase parasites and the marked changes in phosphorylation in the highly infective promastigotes, may provide a clue as to the adaptative mechanism which enable promastigotes to survive within the vertebrate host


Assuntos
Animais , Leishmania major/enzimologia , Leishmania major/patogenicidade , Fosfotransferases/metabolismo , Proteínas Quinases/metabolismo , Proteínas de Protozoários/metabolismo , Leishmania major/crescimento & desenvolvimento , Fosforilação , Virulência
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA