Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Base de dados
Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Arch. endocrinol. metab. (Online) ; 59(6): 554-558, Dec. 2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-767928

RESUMO

Diabetes insipidus is a disease in which large volumes of dilute urine (polyuria) are excreted due to vasopressin (AVP) deficiency [central diabetes insipidus (CDI)] or to AVP resistance (nephrogenic diabetes insipidus). In the majority of patients, the occurrence of CDI is related to the destruction or degeneration of neurons of the hypothalamic supraoptic and paraventricular nuclei. The most common and well recognized causes include local inflammatory or autoimmune diseases, vascular disorders, Langerhans cell histiocytosis (LCH), sarcoidosis, tumors such as germinoma/craniopharyngioma or metastases, traumatic brain injuries, intracranial surgery, and midline cerebral and cranial malformations. Here we have the opportunity to describe an unusual case of female patient who developed autoimmune CDI following ureaplasma urealyticum infection and to review the literature on this uncommon feature. Moreover, we also discussed the potential mechanisms by which ureaplasma urealyticum might favor the development of autoimmune CDI.


Assuntos
Feminino , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Artrite Reativa/imunologia , Doenças Autoimunes/microbiologia , Diabetes Insípido Neurogênico/microbiologia , Ureaplasma urealyticum , Infecções por Ureaplasma/imunologia , Autoanticorpos , Artrite Reativa/microbiologia , Doenças Autoimunes/etiologia , Diabetes Insípido Neurogênico/etiologia , Diabetes Insípido Neurogênico/imunologia , Neurofisinas/imunologia , Precursores de Proteínas/imunologia , Infecções por Ureaplasma/complicações , Vasopressinas/imunologia
2.
Arq. bras. endocrinol. metab ; 54(3): 269-273, Apr.-Mar. 2010. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-547554

RESUMO

INTRODUCTION: Central diabetes insipidus (DI) characterized by polyuria, polydipsia and inability to concentrate urine, has different etiologies including genetic, autoimmune, post-traumatic, among other causes. Autosomal dominant central DI presents the clinical feature of a progressive decline of arginine-vasopressin (AVP) secretion. OBJECTIVE: In this study, we characterized the clinical features and sequenced the AVP-NPII gene of seven long-term follow-up patients with idiopathic central DI in an attempt to determine whether a genetic cause would be involved. METHODS: The diagnosis of central DI was established by fluid deprivation test and hyper-tonic saline infusion. For molecular analysis, genomic DNA was extracted and the AVP-NPII gene was amplified by polymerase chain reaction and sequenced. RESULTS: Sequencing analysis revealed a homozygous guanine insertion in the intron 2 (IVS2 +28 InsG) of the AVP-NPII gene in four patients, which represents an alternative gene assembly. No mutation in the code region of the AVP-NPII gene was found. CONCLUSIONS: The homozygous guanine insertion in intron 2 (IVS2 +28 InsG) is unlikely to contribute to the AVP-NPII gene modulation in DI. In addition, the etiology of idiopathic central DI in children may not be apparent even after long-term follow-up, and requires continuous etiological surveillance.


INTRODUÇÃO: O diabetes insípido (DI) central, caracterizado por poliúria, polidipsia e inabilidade em concentrar a urina, apresenta diferentes etiologias, incluindo causas genética, autoimune, pós-traumática, entre outras. O DI central autossômico dominante apresenta a característica clínica de falência progressiva da secreção da arginina-vasopressina (AVP). OBJETIVO: No presente estudo, caracterizou-se a apresentação clínica e sequenciou-se o gene AVP-NPII de sete pacientes com DI central idiopático seguidos de longa data na tentativa de determinar se uma causa genética estava envolvida na etiologia. MÉTODOS: O diagnóstico do DI central foi estabelecido por meio do teste de jejum hídrico e infusão de salina hipertônica. Para a realização da análise molecular, o DNA genômico foi extraído e o gene AVP-NPII foi amplificado pela reação em cadeia da polimerase e, posteriormente, sequenciado. RESULTADOS: A análise do sequenciamento do gene AVP-NPII revelou uma inserção em homozigose de uma guanina no íntron 2 (IVS2 +28 InsG) em quatro pacientes, correspondendo a um arranjo alternativo do gene. Nenhuma mutação da região codificadora do gene AVP-NPII foi encontrada. CONCLUSÕES: A inserção em homozigose de uma guanina no íntron 2 (IVS2 +28 InsG) provavelmente não contribui na modulação do gene AVP-NPII no DI. Adicionalmente, a etiologia do DI central idiopático em crianças pode não se tornar evidente mesmo após um longo período de seguimento, necessitando de contínua vigilância da etiologia.


Assuntos
Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Masculino , Diabetes Insípido Neurogênico/diagnóstico , Diabetes Insípido Neurogênico/genética , Neurofisinas/genética , Precursores de Proteínas/genética , Vasopressinas/genética , Seguimentos , Íntrons/genética , Mutagênese Insercional/genética
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA