Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. microbiol ; 17(3): 234-42, jul.-set. 1986. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-35127

RESUMO

O efeito da concentraçäo do íon ferro assim como da proteína conalbumina foi estudado na linhagem Staphylococcus aureus S-6 desenvolvida num meio contendo hidrolizado de caseína, meio NAK, e no mesmo após a remoçäo dos íons, meio NAKSA. Outras propriedades estudadas foram a produçäo de proteínas extracelulares coagulase, nuclease e as enterotoxinas A (EEA) e B (EEB). A adiçäo de ferro em concentraçöes superiores a 1,19microng/ml ao meio NAKSA contendo 1,11microng/ml de Mg2+ teve como consequência efeitos adversos, tanto para o desenvolvimento do microrganismo, quanto na produçäo de DNAse e EEB. A adiçäo de conalbumina ao meio NAKSA com 1,11microng/ml de Mg2+ näo teve efeito inibitório nas propriedades estudadas, ocorrendo inclusive um ligeiro estímulo na produçäo de proteínas extracelulares. A adiçäo de ferro näo afetou a retençäo de DNAse ligada à superfície celular, indicando que a açäo inibitória foi a nível de produçäo e näo de liberaçäo da enzima


Assuntos
Coagulase/biossíntese , Conalbumina/metabolismo , Ferro/metabolismo , Staphylococcus aureus/metabolismo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA