Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 591
Filtrar
1.
Rev. bras. parasitol. vet ; 29(1): e014919, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1092692

RESUMO

Abstract This study investigated the seropositivity for five different tick-borne agents, namely Anaplasma marginale, Babesia bovis, Babesia bigemina, Coxiella burnetii, Anaplasma phagocytophilum, and Trypanosoma vivax in beef cattle in the Brazilian Pantanal. The serum samples collected from animals (200 cows; 200 calves) were used in indirect enzyme-linked immunosorbent assays (iELISA) to detect IgG antibodies against A. marginale, B. bovis, B. bigemina, and T. vivax, and Indirect Fluorescent Antibody Test (IFAT) for detecting IgG antibodies against C. burnetii and A. phagocytophilum. No correlation was observed between seropositivity for C. burnetii and A. phagocytophilum with other agents whereas moderate correlation was observed for A. marginalexB. bigemina x B. bovis. Cows were more seropositive for T. vivax whereas calves were more seropositive for B. bovis and B. bigemina. The highest number of seropositive animals by a single agent was observed for T. vivax (15.2%). Co-seropositivity for T. vivax + A. marginale was higher in cows (25.5%) and for T. vivax + B. bovis + B. bigemina + A. marginale was higher in calves (57.5%). The high seropositivity correlation for A. marginale x B. bovis x B. bigemina is probably due to the presence of the tick biological vector, Rhipicephalus microplus, in the studied farms. Common transmission pathways, mediated by hematophagous dipterans and fomites, may explain the high co-seropositivity of cows for A. marginale and T. vivax. Low seropositivity to C. burnetii is probably due to the type of breeding system employed (extensive). Seropositivity for A. phagocytophilum in only one animal suggests the occurrence of a cross-serological reaction with another agent of the genus Anaplasma.


Resumo Este estudo teve como objetivo determinar a co-soropositividade para agentes transmitidos por carrapatos, como Anaplasma marginale, Babesia bovis, Babesia bigemina, Coxiella burnetii, Anaplasma phagocytophilum, e Trypanosoma vivax em bovinos de corte do Pantanal Brasileiro. Amostras de soro foram colhidas de 400 animais (200 vacas; 200 bezerros) e submetidas a Ensaios Imunoenzimáticos Indiretos (iELISA) para detecção de anticorpos IgG anti- A. marginale, anti- B. bovis, anti- B. bigemina e anti- T. vivax, e à Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) para detecção de anticorpos IgG anti -C. burnetii e anti- A. phagocytophilum. Ausência de correlação foi vista entre os animais soropositivos para C. burnetii e A. phagocytophilum com os outros agentes e correlação moderada ocorreu entre A. marginale x B. bigemina x B. bovis. Vacas foram mais soropositivas que bezerros para T. vivax e bezerros mais soropositivos que vacas para B. bovis e B. bigemina. Maior número de animais soropositivos para um único agente foi visto para T. vivax (15,2%). Vacas demonstraram maior co-soropositividade para T. vivax + A. marginale (25,5%) e bezerros para T. vivax + B. bovis + B. bigemina + A. marginale (57,5%). A alta correlação entre a soropositividade para A. marginale x B. bovis x B. bigemina é provavelmente devida à presença do vetor biológico, o carrapato Rhipicephalus microplus, nas fazendas estudadas. As vias de transmissão comuns, mediadas por dípteros hematófagos e fômites, podem explicar a alta co-soropositividade das vacas para A. marginale e T. vivax. A baixa soropositividade para C. burnetii é provavelmente devida ao tipo de sistema de criação empregado (extenso). A soropositividade para A. phagocytophilum em apenas um animal sugere a ocorrência de reação sorológica cruzada com outro agente do gênero Anaplasma.


Assuntos
Animais , Bovinos , Imunoglobulina G/sangue , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Doenças dos Bovinos/microbiologia , Doenças dos Bovinos/parasitologia , Doenças Transmitidas por Carrapatos/microbiologia , Doenças Transmitidas por Carrapatos/parasitologia , Anticorpos Antibacterianos/sangue , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
2.
Rev. bras. parasitol. vet ; 29(1): e019119, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1092689

RESUMO

Abstract Serological screening of 199 serum samples from Dromedary camels—from different cities in Saudi Arabia—was performed using enzyme-linked immunosorbent assay for detecting antibodies against two cyst-forming coccidian parasites, namely Toxoplasma gondii and Neospora caninum. Antibodies against T. gondii were detected in 68 (34.2%) samples, while those against N. caninum were present in 33 (16.6%) samples. The highest seroprevalence of T. gondii antibodies was reported in samples from Taif (51.2%), while the lowest seroprevalence was reported in samples from Riyadh and Hofuf (15.1%). The highest seroprevalence of N. caninum antibodies was reported in samples from Jizan (35.9%) while the lowest was reported in samples from Taif (2.4%). A total of 47 male and 21 female camels exhibited antibodies against T. gondii , while 19 male and 14 female camels showed antibodies against N. caninum . Concurrent detection of both T. gondii and N. caninum antibodies was observed in 18 camels. It has been demonstrated that T. gondii and N. caninum antibodies are prevalent in camels from different cities of the Kingdom of Saudi Arabia.


Resumo A triagem sorológica para a detecção de anticorpos para Toxoplasma gondii e Neospora caninum no camelo dromedário foi realizada investigando 199 amostras de soro coletadas em diferentes cidades da Arábia Saudita. As amostras foram testadas utilizando imunoensaios enzimáticos para a detecção de anticorpos de ambos os parasitas coccídeos formadores de cistos (Laboratórios IDEXX, Bommeli Diagnostics, AG, Berna, Suíça). Anticorpos contra T. gondii foram detectados em 68 (34,2%) amostras, enquanto 33 (16,6%) apresentaram anticorpos contra N. caninum. A maior soroprevalência de anticorpos contra T. gondii (51,2%) foi relatada em Taif, enquanto a menor soroprevalência (15,1%) foi relatada em Riyadh e Hofuf. A maior soroprevalência de anticorpos contra N. caninum foi relatada em Jizan (35,9%), enquanto a menor foi em Taif (2,4%). Um total de 47 machos e 21 fêmeas revelou anticorpos para T. gondii , enquanto 19 machos e 14 fêmeas revelaram anticorpos para N. caninum . A detecção de ambos os anticorpos contra T. gondii e N. caninum foi de 18 indivíduos. Foi demonstrado que os anticorpos contra T. gondii e N. caninum são predominantes em camelos de diferentes cidades do Reino da Arábia Saudita.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Toxoplasma/imunologia , Camelus/parasitologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Coccidiose/veterinária , Neospora/imunologia , Arábia Saudita/epidemiologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/veterinária , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Coccidiose/epidemiologia
3.
Rev. bras. parasitol. vet ; 29(1): e015719, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1058017

RESUMO

Abstract Toxoplasma gondii is an apicomplexan protozoan that is frequently found in both humans and animals worldwide. The aim of this review was to list important aspects of Toxoplasma gondii infection in cattle in Brazil. The frequency of occurrence of T. gondii antibodies in Brazilian cattle ranges from 1 to 89.1%, depending on the region evaluated, based on data from 1978 to 2018. However, some characteristics of T. gondii infection in cattle remain uncertain, such as the role of meat intake in transmitting the parasite to humans. Most information regarding T. gondii infection among Brazilian cattle is limited to evaluations of the frequency of occurrence of antibodies. About 70% of the diagnoses of infection in these ruminants in Brazil are made via the indirect fluorescence antibody test (IFAT). Nevertheless, little is known about the population structure of this protozoan in cattle. It is necessary to expand the studies on toxoplasmosis in cattle, in order to better understand T. gondii infection in these animals and its implications for Brazilian public health.


Resumo Toxoplasma gondii é um protozoário apicomplexa de distribuição mundial prevalente em seres humanos e animais. A presente revisão objetiva elencar aspectos de importância relacionados à infecção por Toxoplasma gondii em bovinos no Brasil. A soroprevalência de anticorpos anti-T. gondii em bovinos do rebanho brasileiro varia de 1 a 89,1%, a depender da região avaliada, baseando-se em dados disponíveis de 1978 a 2018. Todavia, algumas características da infecção por T. gondii na espécie ainda são incertos, como o papel da ingestão da carne bovina na transmissão do parasita ao homem. A maior parte das informações relativas à infecção no rebanho nacional restringem-se a estudos de soroprevalência. Cerca de 70% do diagnóstico da infecção nesses ruminantes no Brasil é realizado por meio da Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Contudo, o conhecimento acerca da estrutura populacional do protozoário em bovinos ainda é limitado. Assim, é necessário ampliar os estudos sobre a toxoplasmose em bovinos, tendo em vista uma melhor compreensão da infecção na espécie, bem como de suas implicações para saúde pública brasileira.


Assuntos
Animais , Bovinos , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Doenças dos Bovinos/epidemiologia , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
4.
Rev. bras. parasitol. vet ; 29(1): e017519, 2020.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1058015

RESUMO

Abstract Toxoplasma gondii, Neospora caninum and Sarcocystis neurona are obligate intracellular parasites within the phylum Apicomplexa. The red-tailed Amazon parrot (Amazona brasiliensis) is a near-threatened species of psittacine that is endemic to the Atlantic Forest of Brazil and has been designated as a bioindicator because of its sensitivity to environmental qualitative status and changes. The aim of this study was to evaluate the presence of antibodies against T. gondii, N. caninum and S. neurona in wild red-tailed Amazon parrot nestlings on Rasa Island, Brazil. Blood samples were collected from 51 parrots and plasma samples were stored at - 20 °C until immunofluorescence antibody tests (IFAT) were performed. Antigen slides were prepared using tachyzoites of T. gondii (RH strain) and, N. caninum (NC-1 strain) and using merozoites of S. neurona (SNR37 strain). Plasma samples were tested at initial dilutions of 1:16 for T. gondii, 1:50 for N. caninum and 1:5 for S. neurona. An anti-chicken antibody conjugated with FITC was used as a secondary antibody at 1:50 dilution. No antibodies for any of these three protozoa were found, thus suggesting that these wild red-tailed Amazon parrot nestlings had not been exposed to these parasites.


Resumo Toxoplasma gondii, Neospora caninum e Sarcocystis neurona são protozoários intracelulares do filo Apicomplexa. O papagaio-de-cara-roxa (Amazona brasiliensis) é um psitacídeo endêmico da floresta atlântica, considerado uma espécie quase ameaçada de extinção e bioindicadora por sua sensibilidade às mudanças no ambiente. O objetivo do presente estudo foi detectar a presença de anticorpos contra T. gondii, N. caninum e S. neurona em filhotes de papagaios-de-cara-roxa (Amazona brasiliensis) de vida livre na Ilha Rasa, Brasil. Amostras de sangue foram coletadas de 51 papagaios e armazenadas a - 20ºC até a realização da Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). As lâminas de RIFI com os antígenos, foram preparadas com taquizoítos de T. gondii (cepa RH) e N. caninum (cepa NC-1) e com merozoítos de S. neurona (cepa SNR37). Os plasmas foram diluídos em PBS (Ph 7,2) nas diluições 1:16 para T. gondii, 1:50 para N. caninum e 1:5 para S. neurona. O conjugado anti-IgG de galinhas marcado com fluoresceína (FITC) foi utilizado na diluição de 1:50. Não foram detectados anticorpos para os três protozoários nas amostras sugerindo que os filhotes de papagaios-de-cara-roxa não foram expostos aos protozoários.


Assuntos
Animais , Toxoplasma/imunologia , Sarcocystis/imunologia , Neospora/imunologia , Amazona/parasitologia , Anticorpos Antiprotozoários , Animais Selvagens
5.
Rev. bras. parasitol. vet ; 29(1): e014819, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1058007

RESUMO

Abstract Despite the global importance of the zoonotic parasite Toxoplasma gondii, little is known regarding its infection in the Democratic Republic of São Tomé and Príncipe (DRSTP). This is the first report of antibodies to T. gondii in cattle, sheep, goats and pigs from the DRSTP. Antibodies were assessed by the modified agglutination test (MAT), with a cut-off titer of 100 for cattle and 20 for sheep, goats and pigs. The present study revealed an overall seroprevalence of 55.8%; 27.1% in 48 cattle, 68.4% in 98 sheep, 70.1% in 97 goats and 43.7% in 103 pigs. The south geographical area for cattle, the central area for sheep, and adult age and living in the central region for goats were found to be risk factors for seropositivity to T. gondii. These results support the scenario of a considerable presence of sporulated oocysts as well as of infected intermediate hosts in the local environment. Consumption of raw or undercooked meat should be considered as an important potential source of infection for animals and humans in the DRSTP.


Resumo Apesar da importância global do parasita zoonótico Toxoplasma gondii, pouco se conhece sobre sua infecção na República Democrática de São Tomé e Príncipe (RDSTP). Esse é o primeiro relato de anticorpos para T. gondii em bovinos, ovinos, caprinos e suínos da RDSTP. Os anticorpos foram pesquisados pelo teste de aglutinação direta modificada (TADM), com um título de corte de 100 para bovinos e de 20 para ovinos, caprinos e suínos. O presente estudo revelou uma soroprevalência global de 55,8%: 27,1% em 48 bovinos, 68,4% em 98 ovinos, 70,1% em 97 caprinos e 43,7% em 103 suínos. A área geográfica sul para os bovinos, a área central para os ovinos, bem como a idade adulta e a região central para os caprinos foram considerados fatores de risco para soropositividade a T. gondii. Esses resultados suportam o cenário de uma considerável presença de oocistos esporulados, bem como de hospedeiros intermediários infectados no ambiente local. O consumo de carne crua ou mal passada deve ser considerado como uma importante fonte potencial de infecção para animais e seres humanos na RDSTP.


Assuntos
Animais , Bovinos , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Doenças dos Ovinos/diagnóstico , Doenças dos Ovinos/epidemiologia , Suínos , Doenças dos Suínos/diagnóstico , Doenças dos Suínos/epidemiologia , Cabras , Ovinos , Doenças dos Bovinos/diagnóstico , Doenças dos Bovinos/epidemiologia , Doenças das Cabras/diagnóstico , Doenças das Cabras/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Fatores de Risco , São Tomé e Príncipe/epidemiologia
6.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(4): 816-820, Oct.-Dec. 2019.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1057982

RESUMO

Abstract Toxoplasma gondii and Neospora caninum are Apicomplexan intracellular protozoan parasites that affect numerous animal species, thus leading to severe diseases and economic losses, depending on the vertebrate species involved. The role of the avian species in maintaining and transmission of these coccidia has been studied for several years as they tend to serve as a potential source of infection for mammals and humans. The present study aimed to assess the serological exposure of Orinoco goose (Neochen jubata) to T. gondii and N. caninum. Between 2010 and 2013, 41 free-ranging Orinoco geese were captured in the Araguaia River, Brazil. The presence and titration of IgY antibodies to both coccidia were assayed via indirect immunofluorescent antibody test (IFAT). While IgY antibodies for N. caninum were present in 5 animals, with titers of 20, the antibodies for T. gondii were found in 35 animals, with titers ranging from 20 to 640. Considering that the Orinoco goose's meat is consumed by the local population in the studied area, it may represent an important source of T. gondii infection for humans. Due to its migratory behavior, this goose may play a pivotal role in the natural dispersion of both parasites. Furthermore, molecular studies are required for genotyping the isolates of T. gondii that occurs in this avian species.


Resumo Toxoplasma gondii e Neospora caninum são parasitas protozoários intracelulares do philo Aplicomplexa que afetam uma vasta gama de espécies animais, causando sérias doenças e levando a perdas econômicas, dependendo da espécie envolvida. O papel das aves na manutenção e transmissão destes coccídios tem sido estudado por anos, já que eles são potenciais fontes de infecção para outros animais e humanos. O objetivo deste estudo foi avaliar a exposição do Ganso-do-Orinoco (Neochen jubata) a T. gondii e N. caninum por meio de técnicas sorológicas. Entre os anos de 2010 e 2013, 41 Gansos-do-Orinoco de vida livre foram capturados no Vale do Rio Araguaia, Brasil. A presença e titulação de anticorpos IgY para ambos os coccídios foi obtida utilizando-se a Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Enquanto a presença de anticorpos IgY para N. caninum foi detectada em 5 aves, com titulação 20, anticorpos para T. gondii foram encontrados em 35 aves, com títulos variando de 20 a 640. Considerando que a carne do Ganso-do-Orinoco é uma fonte de alimento para a população da área estudada, a ave pode representar uma importante fonte de infecção de T. gondii para humanos. Devido ao seu comportamento migratório, esta espécie assume grande importância na dispersão de ambos os parasitas. Estudos moleculares são necessários a fim de caracterizar genotipicamente os isolados de T. gondii que ocorrem nesta espécie de ave.


Assuntos
Animais , Toxoplasma/imunologia , Doenças das Aves/diagnóstico , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Coccidiose/veterinária , Neospora/imunologia , Gansos/parasitologia , Doenças das Aves/parasitologia , Doenças das Aves/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Toxoplasmose Animal/parasitologia , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Coccidiose/diagnóstico , Coccidiose/parasitologia , Coccidiose/epidemiologia , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo
7.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(4): 790-796, Oct.-Dec. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1057980

RESUMO

Abstract The aim of this study was to investigate the occurrence of Leishmania spp. antibodies, and its association with feline immunodeficiency virus (FIV) and feline leukemia virus (FeLV), in domestic cats from an area endemic for canine and human leishmaniasis in Rio Grande do Norte State, Brazil. Ninety-one cats were subjected to a complete clinical exam, and blood samples were collected. An epidemiological questionnaire was used to investigate the risk factors. IgG anti-Leishmania spp. antibodies were detected by immunofluorescence antibody test (IFAT), with a cut-off value of 1:40. Polymerase chain reaction (PCR) was performed to detect genetic material of Leishmania spp. in the blood samples. The presence of antibodies against FIV and antigens of FeLV was evaluated using an immunochromatographic test. Seropositivity for Leishmania spp., FIV, and FeLV was observed in 14/91 (15.38%), 26/91 (28.57%), and 3/91 (3.29%) cats, respectively. All samples gave negative results on PCR analysis. Based on these data, no significant statistical association was observed between seropositivity for Leishmania spp., and sex, age, presence of clinical signs, evaluated risk factors, and positivity for retroviruses. These findings demonstrated for the first time that cats from Mossoró, Rio Grande do Norte, are being exposed to this zoonosis and might be part of the epidemiological chain of transmission of visceral leishmaniasis.


Resumo O objetivo do presente estudo foi investigar a ocorrência de anticorpos contra Leishmania spp., e sua associação com o vírus da imunodeficiência felina (FIV) e o vírus da leucemia felina (FeLV), em felinos domésticos provenientes de uma área endêmica no estado do Rio Grande do Norte, para a leishmaniose visceral canina e humana. Noventa e um gatos foram submetidos a exame clínico completo e amostras de sangue foram coletadas. Um questionário epidemiológico foi feito para investigar fatores de risco. Anticorpos IgG anti-Leishmania spp. foram identificados por meio da imunofluorescência indireta (RIFI), adotando-se como ponto de corte a diluição de 1:40. A reação em cadeia da polimerase (PCR) foi executada visando detectar o material genético de Leishmania spp. a partir de amostras de sangue total. Para avaliar a presença de anticorpos contra o FIV e antígenos do FeLV foi utilizado um teste imunocromatográfico. Observou-se soropositividade em 14/91 (15,38%), 26/91 (28,57%) e 3/91 (3,29%) animais para Leishmania spp., FIV e FeLV, respectivamente. Nenhuma amostra foi positiva na PCR. Baseado nestes dados, não foi observada nenhuma associação estatística significativa entre a soropositividade para Leishmania spp. e gênero, idade, presença de sinais clínicos, fatores de risco avaliados e positividade para as retroviroses. Esses achados demonstram pela primeira vez que felinos da cidade Mossoró, Rio Grande do Norte, estão sendo expostos a esta zoonose, sugerindo que os mesmos podem estar participando da cadeia epidemiológica de transmissão da leishmaniose visceral.


Assuntos
Humanos , Animais , Gatos , Cães , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Doenças do Gato/parasitologia , Leishmaniose/veterinária , Brasil/epidemiologia , Doenças do Gato/diagnóstico , Doenças do Gato/epidemiologia , Leishmaniose/diagnóstico , Leishmaniose/epidemiologia , Reação em Cadeia da Polimerase , Fatores de Risco , Vírus da Imunodeficiência Felina/imunologia , Vírus da Leucemia Felina/imunologia , Técnica Direta de Fluorescência para Anticorpo , Doenças Endêmicas
8.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(3): 403-409, July-Sept. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042533

RESUMO

Abstract To estimate the seroprevalence of Toxoplasma gondii and Neospora caninum, using an indirect immunofluorescent assay (IFA), and identify the risk factors associated, serum samples were collected from 1,070 pigs from 320 backyard pig farming in the of Mato Grosso state. The animal-level seroprevalence of T. gondii and N. caninum was 32.48% and 13.49%, respectively, with a herd seroprevalence of 55.63% for T. gondii and 27.81% for N. caninum. Feeding the animals with leftovers increases the probability of the presence of anti-T. gondii antibodies in pigs by 1.09-fold. Unlike to T. gondii, feeding with leftovers was found to be negatively associated with N. caninum seropositivity in farm-level analysis and in the animal-level model, so decreasing the chances of positivity. Yet, age was considered a risk factor for N. caninum seropositivity. Further studies are necessary to evaluate the impact of T. gondii infection on backyard pig farming production, and its importance as a source of toxoplasmosis infection in humans in the Mato Grosso state, as well as, the role of domestic pigs in the epidemiology of neosporosis.


Resumo Para estimar a soroprevalência de Toxoplasma gondii e Neospora caninum, utilizando a reação de imunofluorescência indireta (RIFI), e identificar os fatores de risco associados, foram coletadas amostras de soro de 1.070 suínos provenientes de 320 criatórios de fundo de quintal no Estado de Mato Grosso. A soroprevalência para nível animal de T. gondii e N. caninum foi de 32,48% e 13,49%, respectivamente, com uma soroprevalência de rebanho de 55,63% para T. gondii e 27,81% para N. caninum. Alimentar os animais com sobras aumenta a probabilidade da presença de anticorpos anti-T. gondii em porcos em 1,09 vezes. Ao contrário de T. gondii, a alimentação baseada em sobras foi encontrada como negativamente associada à soropositividade para N. caninum na análise em nível de fazenda e no modelo em nível animal, diminuindo assim as chances de positividade. Ainda, a idade foi considerada um fator de risco para a soropositividade para N. caninum. Mais estudos são necessários para avaliar o impacto da infecção por T. gondii na produção de suinocultura de quintal e sua importância como fonte de infecção para toxoplasmose em humanos no Estado de Mato Grosso, bem como o papel dos suínos domésticos na epidemiologia da neosporose.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Suínos/parasitologia , Doenças dos Suínos/epidemiologia , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Coccidiose/veterinária , Neospora/imunologia , Doenças dos Suínos/diagnóstico , Doenças dos Suínos/parasitologia , Brasil/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Fatores de Risco , Coccidiose/diagnóstico , Coccidiose/epidemiologia , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo
9.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(3): 508-513, July-Sept. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042532

RESUMO

Abstract Toxoplasmosis is an important zoonosis for pregnant women and immunosuppressed people. The pig population also becomes infected by this pathogen, and undercooked or raw meat is an important source of infection for humans. The aims of the present study were to evaluate the rate of exposure of pigs to T. gondii in the municipality of Mossoró, Rio Grande do Norte and seek to identify associations with possible risk factors. Blood samples were collected from 412 pigs and were analyzed using the immunofluorescence assay. Among these 412 serum samples, 40.7% were seropositive for T. gondii. The IgG antibody titers were 64 (56 specimens), 128 (32), 256 (37), 512 (23), 1024 (14), 2048 (5) and 4046 (1). Seropositivity for T. gondii was found to be related (p-value < 0.05) to the following factors: female gender, semi-confined rearing system, use of well water, dewormed animals, presence of cats, goats, sheep, mice and vultures on the farm and carcasses left on the ground. In contrast, seropositivity was not related (p-value < 0.05) to the age of the pigs, type of facility or feeding with human food remains. Preventive measures need to be adopted on the farms studied here, with the aim of decreasing the animals' intake of sporulated oocysts.


Resumo A toxoplasmose é uma importante zoonose para mulheres grávidas e pessoas imunossuprimidas. Os suínos também são infectados por este patógeno; e a carne crua ou malcozida é uma importante fonte de infecção para o ser humano. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a taxa de exposição suína à T. gondii no município de Mossoró, Rio Grande do Norte e identificar associações com possíveis fatores de risco. Amostras de sangue foram coletadas em tubos sem anticoagulante e o soro foi separado de 412 porcos e analisadas pelo ensaio de imunofluorescência. Dentre as 412 amostras de soro, 40,7% foram positivas para T. gondii. Os títulos para o anticorpo IgG foram 64 (56 amostras); 128 (32); 256 (37); 512 (23); 1024 (14); 2048 (5) e 4046 (1). A soropotividade para T. gondii foi relacionada (p-valor < 0,05) aos seguintes fatores: gênero feminino, sistema de criação de semi-confinamento, uso de água de poço, animais vermifugados, presença de gatos, cabras, ovelhas, ratos e urubus na fazenda e carcaças deixadas à céu aberto. Em contrapartida, a soropositividade não foi relacionada (p-valor < 0,05) à idade dos suínos, tipo de instalações ou alimentação com restos de comida humana. As adoções de medidas preventivas são necessárias na propriedade estudada, objetivando diminuir a ingestão de oocistos esporulados pelos animais.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Suínos/parasitologia , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Fatores de Risco , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
10.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(3): 518-521, July-Sept. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042525

RESUMO

Abstract The objective of this study was to report an outbreak of human toxoplasmosis at a research institution in Londrina, Paraná, from December 2015 to February 2016. Blood samples from 26 symptomatic individuals were collected and the microparticle chemiluminescence immunoassay was performed to detect IgM, IgG and specific IgG avidity test in the official laboratory. A total of 20 people with symptoms and serology compatible with acute toxoplasmosis (IgM positive and IgG with low avidity) were selected as cases, while 45 asymptomatic employees working in the same teams and during the same shifts were selected as controls. All the participants of the investigation answered an epidemiological questionnaire. Three samples of water and one sludge from the institution's supply cisterns, 10 soil samples, 11 plant samples, three cat fecal samples and one domestic feline cadaver were collected for analysis of the polymerase chain reaction (PCR) for T. gondii. After analyzing the epidemiological data, the consumption of vegetables in the restaurant of the institution was the only variable associated with the occurrence of the disease. In laboratory results, all the samples showed negative results to PCR. The rapid recognition of the outbreak, early notification and investigation could have broken the chain of transmission early, thus preventing the emergence of new cases. In addition, the adoption of good food handling practices could have prevented the occurrence of the outbreak.


Resumo O objetivo deste estudo foi relatar um surto de toxoplasmose humana em uma instituição de pesquisa em Londrina, Paraná, no período de dezembro de 2015 a fevereiro de 2016. Amostras de sangue de 26 indivíduos sintomáticos foram coletadas e o imunoensaio de quimioluminescência de micropartículas foi realizado para detectar IgM, IgG e teste de avidez de IgG específica em laboratório oficial. Um total de 20 pessoas com sintomas e sorologia compatíveis com toxoplasmose aguda (IgM positiva e IgG com baixa avidez) foi selecionado como casos, enquanto 45 funcionários assintomáticos que trabalhavam nas mesmas equipes e durante os mesmos turnos foram utilizados como controles. Todos os participantes da investigação responderam a um questionário epidemiológico. Foram coletadas três amostras de água e uma de lodo das cisternas de abastecimento da instituição, 10 de solo, 11 de vegetais, três amostras de fezes de gato e um cadáver de filhote felino doméstico para detecção de T. gondii pela reação em cadeia da polimerase (PCR). Após análise dos dados epidemiológicos, o consumo de hortaliças no restaurante da instituição foi a única variável associada à ocorrência da doença. Em resultados laboratoriais, todas as amostras apresentaram resultados negativos a PCR. O rápido reconhecimento do surto, notificação e investigação prematura poderia ter quebrado a cadeia de transmissão, evitando assim o surgimento de novos casos. Além disso, a adoção de boas práticas de manipulação de alimentos poderia ter impedido a ocorrência do surto.


Assuntos
Humanos , Animais , Masculino , Feminino , Adulto , Idoso , Gatos , Toxoplasma/imunologia , Imunoglobulina G/sangue , Imunoglobulina M/sangue , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose/epidemiologia , Surtos de Doenças , Brasil/epidemiologia , Imunoensaio , Estudos de Casos e Controles , Fatores de Risco , Luminescência , Pessoa de Meia-Idade
11.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(3): 395-402, July-Sept. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042518

RESUMO

Abstract Toxoplasmosis is a parasitic disease caused by the protozoan Toxoplasma gondii. In cetaceans, T. gondii infection is a significant cause of morbidity and mortality. Despite the worldwide range and broad cetacean host record of T. gondii infection, there is limited information on toxoplasmosis in cetaceans from the Southern hemisphere. We investigated the occurrence of T. gondii by histopathology and immunohistochemistry in tissue samples of 185 animals comprising 20 different cetacean species from Brazil. Three out of 185 (1.6%) animals presented T. gondii-associated lesions: a captive killer whale Orcinus orca, a free-ranging common bottlenose dolphin Tursiops truncatus and a free-ranging Guiana dolphin Sotalia guianensis. The main lesions observed in these animals were necrotizing hepatitis, adrenalitis and lymphadenitis associated with protozoal cysts or extracellular tachyzoites presenting immunolabeling with anti-T. gondii antibodies. This study widens the spectrum of species and the geographic range of this agent in Brazil, and provides the first reports of T. gondii infection in a captive killer whale and in a free-ranging common bottlenose dolphin in South America.


Resumo Toxoplasmose é uma doença parasitária causada pelo protozoário Toxoplasma gondii. A infecção por T. gondii é uma causa significativa de morbidade e mortalidade, nos cetáceos. Apesar da abrangência mundial e amplo registro de espécies de cetáceos infectadas por T. gondii, informações sobre toxoplasmose em cetáceos do hemisfério sul são limitadas. Neste estudo pesquisou-se por meio de histopatologia e imuno-histoquímica a ocorrência de T. gondii em amostras de tecido de 185 animais, compreendendo 20 diferentes espécies de cetáceos que ocorrem no Brasil. Três dos 185 (1,6%) animais apresentaram lesões associadas a T. gondii: uma orca Orcinus orca mantida em cativeiro, um golfinho-nariz-de-garrafa Tursiops truncatus e um boto-cinza Sotalia guianensis de vida livre. As principais lesões observadas nesses animais foram hepatite, adrenalite e linfadenite necrotizantes associadas a cistos protozoários ou taquizoítos extracelulares, marcados com anticorpos anti-T. gondii. O presente estudo amplia o espectro de espécies susceptíveis a esse agente e o seu alcance geográfico no Brasil, fornecendo o primeiro relato da infecção por T. gondii em uma orca mantida em cativeiro e em um golfinho-nariz-de-garrafa de vida livre na América do Sul.


Assuntos
Animais , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários , Cetáceos/parasitologia , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Imuno-Histoquímica , Cetáceos/classificação , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Toxoplasmose Animal/patologia
12.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(3): 383-394, July-Sept. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042517

RESUMO

Abstract This study evaluated the seroprevalence of Toxoplasma gondii, Neospora caninum and Leptospira spp. in dogs from Foz do Iguaçu, Paraná, Brazil. Indirect immunofluorescent antibody test was used to detect antibodies anti-T.gondii and anti-N. caninum. Immunoenzymatic assay and microscopic serum agglutination were used for screening antibodies anti-T.gondii and anti-Leptospira spp., respectively. The results were: 67.02% of the samples reactive for T.gondii and 1.38% for N. caninum, both without statistically significant variables. For Leptospira spp. the results indicated seroprevalence of 23.11%. The analysis of the variables without distinction of serovar showed association for intrinsic characteristics as breed, age, nutritional status and dog category. The extrinsic variables as city region and access to the street presented association (p<0.05). The most prevalent serovars were: Canicola 59.47%; Bratislava 13.07% and Butembo 15.68%. Variables that make up the adjusted multiple analysis model using Leptospira spp. were: age, breed and nutritional status; serovar Canicola, sex, nutritional status and area (p<0.05); serovar Bratislava, lymphadenomegaly and presence of fleas (p<0.05). Given the results obtained, dogs can be used as sentinels for toxoplasmosis and leptospirosis in Foz do Iguaçu and other cities with similar outcomes. In addition, preventive measures should be taken by health authorities because they are zoonoses and humans are also at risk.


Resumo Este estudo avaliou a soroprevalência de Toxoplasma gondii, Neospora caninum e Leptospira spp. em cães de Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil. O teste de imunofluorescência indireta foi utilizado para detectar anticorpos anti-T. gondii e anti-N. caninum. Ensaio imunoenzimático e soroaglutinação microscópica foram utilizados para pesquisa de anticorpos anti-T. gondii e anti-Leptospira spp., respectivamente. Os resultados obtidos foram: 67,02% (435/649) das amostras reativas para T. gondii e, 1,38% (9/649) para N. caninum, ambas com ausência de variáveis significativas estatisticamente. Para Leptospira spp. os resultados indicaram soroprevalência de 23,11% (153/649). A análise das variáveis sem distinção de sorovar mostraram associação para caraterísticas intrísecas como raça, idade, estado nutricional e categoria de cães. Para as variáveis extrínsecas, a região da cidade e ter acesso à rua mostraram associação estatística (p<0,05). Os sorovares mais prevalentes foram: Canicola com 59,47% (91/153); Bratislava 13,07% (20/153) e Butembo 15,68% (24/153). As variáveis que compõem o modelo de análise multivariada ajustada usando como desfecho Leptospira spp. foram: idade, raça, estado nutricional e área. Para o sorovar Canicola, as variáveis significantes (p<0,05) foram sexo, estado nutricional e área; para o sorovar Bratislava, as variáveis significantes (p<0,05) foram linfadenomegalia e presença de pulgas. Dos resultados obtidos, cães podem ser usados como sentinelas para infecção por T. gondii e Leptospira spp. na cidade de Foz do Iguaçu e em outras cidades com desfechos similares. Além disso, medidas preventivas devem ser tomadas pelas autoridades de saúde, pois são zoonoses e os seres humanos também estão em risco.


Assuntos
Animais , Cães , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Coccidiose/veterinária , Doenças do Cão/epidemiologia , Leptospirose/veterinária , Toxoplasma/imunologia , Brasil/epidemiologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Fatores de Risco , Coccidiose/diagnóstico , Coccidiose/epidemiologia , Neospora/imunologia , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo , Doenças do Cão/diagnóstico , Leptospira/imunologia , Leptospirose/diagnóstico , Leptospirose/epidemiologia , Anticorpos Antibacterianos/sangue
13.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(2): 298-302, Apr.-June 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042507

RESUMO

Abstract The aim of this study was to determine the prevalence of infection by Sarcocystis neurona in horses and identify potential risk factors. Were analyzed 427 samples from 36 farms in 21 municipalities in the Alagoas State, Brazil. Presence of anti-S. neurona antibodies was diagnosed by indirect immunofluorescence antibody test (IFAT) and was confirmed using the immunoblot test. Risk factors were assessed through investigative questionnaires on animal management on the farms. The prevalence of anti-S.neurona antibodies was 2.8% (confidence interval, CI: 1.5-4.9%) from IFAT and 1.6% (CI:0.8-3.34%) from immunoblot, and there were positive horses on 16.6% of the studied farms. None of the variables studied presented associations with serological status for S. neurona. This is the first report on infection by S. neurona in horses reared in Alagoas, Brazil showing a low exposure to S. neurona in this region, but with significant numbers of foci.


Resumo Objetivou-se neste estudo determinar a prevalência e os fatores de risco associados à infecção por Sarcocystis neurona em equinos. Foram analisadas 427 amostras de 36 propriedades localizadas em 21 municípios do estado de Alagoas. O diagnóstico de anticorpos anti-S. neurona foi realizado pela técnica de Imunofluorescência Indireta (IFI) e confirmada por immunoblot. O estudo dos fatores de risco foi realizado a partir de questionários investigativos sobre o manejo dos animais nas propriedades. A prevalência de anticorpos anti-S. neurona foi de 2,8% (I.C. 1,5-4,9%) na IFI e de 1,6% (I.C. 0,8-3,34%) no immunoblot com equinos positivos em 16,6% das propriedades estudadas. Nenhuma variável estudada apresentou associação com o status sorológico para S. neurona. Este é o primeiro relato da infecção por S. neurona em equinos criados no Estado de Alagoas, Brasil, confirmando que os animais desta região têm baixa exposição a S. neurona, mas com significativo número de focos.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Sarcocystis/imunologia , Sarcocistose/veterinária , Doenças dos Cavalos/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Immunoblotting , Estudos Soroepidemiológicos , Prevalência , Estudos Transversais , Fatores de Risco , Sarcocistose/diagnóstico , Sarcocistose/epidemiologia , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária , Doenças dos Cavalos/diagnóstico , Cavalos
14.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(2): 215-220, Apr.-June 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1013747

RESUMO

Abstract Our objective was to identify the direct and indirect presence of Neospora caninum in dairy cattle and their aborted fetuses from Lima, Peru. A total 219 blood samples obtained from dairy cattle with records of spontaneous abortion were collected to detect antibodies against N. caninum in serum with indirect ELISA and search for risk-factor associations. 68 fetal aborted tissue samples of these cows were analyzed by PCR, indirect ELISA and histopathology assay to detect N. caninum presence. The prevalence ratio (PR) and 95% confidence intervals (CI) were estimated. Univariate analysis was performed using the chi-squared test. Among the 68 aborted fetuses collected, 10 (15%) were positive in at least two diagnostic tests. Among 219 serum samples, 46.6% (95% CI: 40.0%-53.3%) were positive. Cows with 4 years or older (PR: 7.10; 95% CI: 4.89-10.67) and multiparous (PR: 1.76; 95% CI: 1.11-2.80) were found to be more likely to possess N. caninum antibodies. This study detects presence of N. caninum in dairy cattle and their aborted fetus from Lima valley, suggesting biosecurity management improve to neosporosis control.


Resumo O objetivo do trabalho foi diagnosticar a presença direta e indireta de Neospora caninum em fetos abortados e de soros de bovinos leiteiros de Lima, Peru. Um total de 219 amostras de sangue obtido de vacas leiteiras, com registros de abortos espontâneos, foi coletado para detectar anticorpos contra N. caninum no soro (pelo ELISA indireto), e para estudar associações com fatores de risco. Foram examinadas 68 amostras de tecido fetal abortado das vacas soropositivas pela PCR, ELISA indireto e histopatologia para determinar a presença de N. caninum. A taxa de prevalência (PR) e o intervalo de confiança (CI) de 95% foram estimados. Análise univariada foi realizada usando o teste de Qui-quadrado. Entre os 68 fetos abortados, 10 (15%) foram positivos em pelo menos dois testes diagnósticos. Entre as 219 amostras de soro, 46,6% (95% IC: 40,0%-53,3%) foram positivas. Vacas com 4 anos ou mais de idade (RP: 7,10; 95% IC: 4,89-10,67) e multíparas (RP: 1,76; 95% IC: 1,11-2,80) apresentaram maior frequência de anticorpos contra N. caninum. Este estudo demonstrou a presença de N. caninum em bovinos leiteiros e em fetos abortados oriundos do vale de Lima, sugerindo a implementação de medidas de biossegurança, para o controle da neosporose.


Assuntos
Animais , Feminino , Gravidez , Bovinos , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Doenças dos Bovinos/epidemiologia , Coccidiose/veterinária , Neospora/genética , Neospora/imunologia , Aborto Animal/epidemiologia , Peru/epidemiologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/veterinária , Doenças dos Bovinos/parasitologia , Estudos Soroepidemiológicos , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária , Fatores de Risco , Coccidiose/complicações , Coccidiose/epidemiologia , Aborto Animal/parasitologia
15.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(2): 283-290, Apr.-June 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1013742

RESUMO

Abstract The aim of this study was to determine the frequency and factors associated with Toxoplasma gondii in naturally infected equids in northeastern Brazil. Serum samples from 569 equids (528 horses, 8 mules and 33 donkeys) were subjected to the indirect fluorescent antibody test. Generalized linear models were used to evaluate associated factors. Among the 569 animals sampled, 118 (30.6%) living in rural areas and 14 (26.42%) in urban areas were seropositive (p>0.05). Seropositive animals were observed on 95% of the farms and in all the municipalities. Donkeys/mules as the host, presence of domestic cats and rats on the farm, ingestion of lagoon water and goat rearing remained in the final model as factors associated with infection. Preventive measures such as avoiding the presence of domestic cats close to rearing areas, pastures and sources of water for the animals should be adopted. The wide-ranging distribution of positive animals also indicated that infection in other domestic animals and in humans, through the contaminated environment, was possible. It should be highlighted that there was the possibility that donkeys and mules would continue to have detectable titers for longer, thus explaining the prevalence found. Further studies are needed to confirm this possibility.


Resumo O objetivo deste estudo foi determinar a frequência e os fatores associados a Toxoplasma gondii em equídeos naturalmente infectados no Nordeste do Brasil. Amostras de soro de 569 equídeos (528 cavalos, 8 asnos e 33 muares) foram submetidas a reação de imunofluorescência indireta. Modelos lineares generalizados foram utilizados na avaliação dos fatores associados. Dos 569 animais amostrados, 118 (30,6%) soropositivos eram de área rural e 14 (26,42%) perteciam a áreas urbanas (p>0,05). Observaram-se animais soropositivos em 95% das fazendas e em todos os municípios. Asininos/muares como hospedeiro, presença de gatos domésticos e ratos na fazenda, ingestão de água de lagoa e criação de caprinos permaneceram no modelo final como fatores associados à infecção. Medidas de prevenção, como evitar a presença de gatos domésticos próximos aos locais de criação, de pastejo e fontes de água dos animais, devem ser adotadas. A ampla distribuição de animais positivos sinaliza a possibilidade de infecção também em outros animais domésticos, bem como em humanos pelo ambiente contaminado. Ressalta-se a possibilidade de que asininos e muares permaneçam com títulos detectáveis por mais tempo, justificando a prevalência encontrada, sendo necessários estudos para confirmar este possibilidade.


Assuntos
Animais , Feminino , Gravidez , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Equidae/parasitologia , Brasil/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Prevalência , Fatores de Risco , Equidae/classificação , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
16.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(2): 221-228, Apr.-June 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1013741

RESUMO

Abstract Geese, ducks, mallards, and swans are birds of the order Anseriformes, which are found in the wild, in zoos and parks, and raised for meat consumption. Toxoplasma gondii, Sarcocystis sp., and Neospora caninum are protozoans of several species of animals. Wild and domestic birds can serve as intermediate hosts, disseminators and potential sources of infection of these protozoa to humans through contaminated meat. The aims of this study were: (i) to perform a serological survey of T. gondii, Sarcocystis sp. and N. caninum in geese (Anser sp.) from public parks and from captivity and (ii) to compare seroprevalence between these two locations. Antibodies were detected by Immunofluorescence antibody test using the serum of 149 geese. Antibodies to Sarcocystis sp., T. gondii, and N. caninum were detected in 28.18%, 18% and 0.67% of geese, respectively; 57% of geese from urban parks and 26.53% of geese from captivity were seropositive for at least one protozoa. The results indicate environmental contamination, particularly for the occurrence of antibodies against T. gondii - a zoonosis that causes toxoplasmosis and is transmitted through oocyte ingestion. This is the first serological survey of T. gondii, Sarcocystis sp. and N. caninum in geese from urban parks in Curitiba, Brazil.


Resumo Gansos, patos, marrecos e cisnes são aves da ordem Anseriformes, encontrados em vida livre, zoológicos, parques e criados para consumo da carne. Toxoplasma gondii, Sarcocystis sp. e Neospora caninum são protozoários capazes de infectar diversas espécies animais. Aves domésticas e silvestres podem ser hospedeiras intermediárias e servir como disseminadoras e potenciais fontes de infecção para seres humanos por meio da carne. O objetivo do estudo foi 1) realizar a soroprevalência de T. gondii, Sarcocystis sp. e N. caninum em gansos (Anser sp.) provenientes de parques públicos e de um cativeiro e 2) comparar a soroprevalência entre os locais. Foi realizada sorologia de 149 Anser sp. pelo método da reação de imunofluorescência indireta. Anticorpos para Sarcocystis sp., T. gondii e N. caninum foram encontrados em 28,18%, 18%, e 0,67% dos animais, respectivamente; 57% dos gansos dos parques públicos e 26,53% dos animais cativos foram soropositivos para algum dos protozoários. A ocorrência de anticorpos para tais protozoários indica contaminação ambiental, ressaltando a alta prevalência de anticorpos para T. gondii, zoonose transmitida por ingestão dos oocistos. Sugere-se investigação da água e medidas ambientais para reduzir a contaminação dos animais e do ambiente. Este é o primeiro trabalho que avaliou sorologicamente gansos provenientes de parques urbanos de Curitiba, Paraná para T. gondii, Sarcocystis sp. e N. caninum.


Assuntos
Animais , Toxoplasma/imunologia , Doenças das Aves/parasitologia , Doenças das Aves/epidemiologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Sarcocystis/imunologia , Neospora/imunologia , Gansos/parasitologia , População Urbana , Brasil/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Imunofluorescência
17.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(1): 113-118, Jan.-Mar. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-990804

RESUMO

Abstract Toxoplasma gondii and Neospora caninum are closely related coccidian parasites (phylum Apicomplexa). This is the first study from urban synanthropic rodent species that involved serological and molecular diagnosis of T. gondii and N. caninum infection, and genotyping of T. gondii in Argentina. A total of 127 rodent samples were trap captured: Mus musculus (n = 78), Rattus norvegicus (n = 26) and Rattus rattus (n = 23). Antibodies against T. gondii and N. caninum were detected by IFAT in 32.8% (40/122) and 0.8% (1/122) of rodent samples, respectively, demonstrating contact with these protozoans. Additionally, T. gondii DNA was detected in 3.3% (4/123) of rodent central nervous system samples and 2 samples were genotyped by multilocus nPCR-RFLP. Neospora caninum DNA was not detected by PCR. The 2 genotyped samples were type III allele for all markers except for SAG-1 (type I for Rat1Arg and type II/III for Rat2Arg) and were identified as #48 and #2 (likely) according to the allele combinations reported on Toxo DB (Toxo-DB). The results of the present study revealed a wide distribution of T. gondii and less for N. caninum, in synanthropic rats and mice in the studied area.


Resumo Toxoplasma gondii e Neospora caninum são parasitas coccídeos intimamente relacionados (filo Apicomplexa). Este é o primeiro estudo de espécies de roedores sinantrópicos urbanos, o qual envolveu diagnósticos sorológicos e moleculares da infecção por T. gondii e N. caninum e genotipagem de T. gondii na Argentina. Um total de 127 amostras de roedores foram obtidas: Mus musculus (n = 78), Rattus norvegicus (n = 26) e Rattus rattus (n = 23). Anticorpos contra T. gondii e N. caninum foram detectados pela IFAT em 32,8% (40/122) e 0,8% (1/122) das amostras de roedores, respectivamente, demonstrando contato com esses protozoários. Adicionalmente, o DNA de T. gondii foi detectado em 3,3% (4/123) das amostras do sistema nervoso central de roedores e duas amostras foram genotipadas por nPCR-RFLP multilocus. O DNA de N. caninum não foi detectado por PCR. As 2 amostras genotipadas eram do tipo III para todos os marcadores, exceto para SAG-1 (tipo I para Rat1Arg e tipo II / III para Rat2Arg) e foram identificadas como # 48 e # 2 (provavelmente) de acordo com as combinações de alelos relatadas no Toxo DB (Toxo-DB). Os resultados do presente estudo indicam uma ampla distribuição de T. gondii e menor para N. caninum , em ratos e camundongos sinantrópicos na área estudada.


Assuntos
Animais , Ratos , Roedores/parasitologia , Toxoplasma/genética , Toxoplasma/imunologia , Neospora/genética , Neospora/imunologia , Argentina , Roedores/classificação , População Urbana , Polimorfismo de Fragmento de Restrição , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Reação em Cadeia da Polimerase , DNA de Protozoário/sangue , Genótipo , Camundongos
18.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(1): 172-176, Jan.-Mar. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042499

RESUMO

Abstract Toxoplasma gondii and Leishmania infantum are zoonotic protozoal parasites. Serum samples were obtained from 186 donkeys (Equus africanus asinus) from Portugal and assessed for antibodies to T. gondii by the modified agglutination test (MAT). For titration of antibodies to Leishmania spp. the direct agglutination test was used (DAT). Eleven donkeys were seropositive for T. gondii with titres of 20 (n = 7), 80 (n = 2), 640 (n = 1) and ≥ 2560 (n = 1). One donkey was seropositive for Leishmania spp. (titre of 800). Donkeys in Portugal are exposed to and can be infected with T. gondii and Leishmania spp.


Resumo Toxoplasma gondii e Leishmania infantum são protozoários parasitas com potencial zoonótico. Foram obtidas amostras de soro de 186 jumentos (Equus africanus asinus) e avaliadas para anticorpos anti-T. gondii pelo teste de aglutinação direta modificada (TADM), em Portugal. Para a titulação de anticorpos anti-Leishmania spp. foi usado o teste de aglutinação direta (TAD). Onze jumentos foram soropositivos para T. gondii com títulos de 20 (n = 7), 80 (n = 2), 640 (n = 1) e ≥ 2560 (n = 1). Um jumento foi soropositivo para Leishmania spp. (título de 800). Os jumentos em Portugal estão expostos e podem ser infectados com T. gondii e Leishmania spp.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Leishmania infantum/imunologia , Equidae/parasitologia , Leishmaniose Visceral/veterinária , Portugal/epidemiologia , Testes de Aglutinação , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Leishmaniose Visceral/diagnóstico , Leishmaniose Visceral/epidemiologia
19.
Rev. bras. parasitol. vet ; 28(1): 161-163, Jan.-Mar. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1042497

RESUMO

Abstract Neospora spp. are intracellular protozoa with worldwide distribution and closely related to Toxoplasma gondii, which can infect a variety of mammals including horses. From September 2013 to June 2014, 185 horses from northern, central and southern parts of mainland Portugal were randomly sampled and tested for detection of immunoglobulin (Ig) G antibodies to Neospora spp. using an indirect multi-species enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) commercial test (ID Screen® Neospora caninum Indirect Multi-species; ID.vet Innovative Diagnostics, Grabels, France). Two horses (1.1%; CI: 0.1-3.8%), one male and one female, were found to be seropositive for Neospora spp. Both seropositive animals were horses housed indoors but with access to outdoors, used for leisure activities and were apparently healthy, with good body condition and with no alterations at physical examination. This was the first serologic survey of antibodies to Neospora spp. carried out in horses from Portugal.


Resumo Neospora spp. são protozoários intracelulares com distribuição mundial e estreitamente relacionados com Toxoplasma gondii, que podem infectar uma variedade de mamíferos, incluindo cavalos. De setembro de 2013 a junho de 2014, 185 cavalos de áreas do Norte, Centro e Sul de Portugal continental foram aleatoriamente amostrados e testados para a detecção de anticorpos imunoglobulinas (Ig) G anti-Neospora spp., utilizando-se um ensaio imunoenzimático (ELISA) indireto multi-espécies comercial (ID Screen® Neospora caninum Indirect Multi-species; ID.vet Innovative Diagnostics, Grabels, France). Dois cavalos (1,1%; IC: 0,1-3,8%), um macho e uma fêmea, foram detectados como seropositivos para Neospora spp. Ambos os animais seropositivos eram cavalos mantidos em cocheiras mas com acesso aos piquetes, eram utilizados para atividades de lazer e estavam aparentemente saudáveis, com boa condição corporal e sem alterações ao exame físico. Essa é o primeiro rastreio de anticorpos para Neospora spp. realizado em cavalos de Portugal.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Imunoglobulina G/sangue , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Coccidiose/veterinária , Neospora/microbiologia , Doenças dos Cavalos/diagnóstico , Cavalos/parasitologia , Portugal , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática , Coccidiose/diagnóstico , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo , Doenças dos Cavalos/parasitologia
20.
Mem. Inst. Oswaldo Cruz ; 114: e180405, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-984760

RESUMO

BACKGROUND Visceral Leishmaniasis (VL) is an infectious disease that is a significant cause of death among infants aged under 1 year and the elderly in Brazil. Serodiagnosis is a mainstay of VL elimination programs; however, it has significant limitations due to low accuracy. OBJECTIVE This study aimed to evaluate three recombinant Leishmania infantum proteins (rFc, rC9, and rA2) selected from previous proteomics and genomics analyses to develop enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) and immunochromatographic tests (ICT) for the serodiagnosis of human VL (HVL) and canine VL (CVL). METHODS A total of 186 human (70 L. infantum-infected symptomatic, 20 other disease-infected, and 96 healthy) and 185 canine (82 L. infantum-infected symptomatic, 27 L. infantum-infected asymptomatic, and 76 healthy) sera samples were used for antibody detection. FINDINGS Of the three proteins, rA2 (91.5% sensitivity and 87% specificity) and rC9 (95.7% sensitivity and 87.5% specificity) displayed the best performance in ELISA-HVL and ELISA-CVL, respectively. ICT-rA2 also displayed the best performance for HVL diagnosis (92.3% sensitivity and 88.0% specificity) and had high concordance with immunofluorescence antibody tests (IFAT), ELISA-rK39, IT-LEISH®, and ELISAEXT. ICT-rFc, ICT-rC9, and ICT-rA2 had sensitivities of 88.6%, 86.5%, and 87.0%, respectively, with specificity values of 84.0%, 92.0%, and 100%, respectively for CVL diagnosis. MAIN CONCLUSIONS The three antigens selected by us are promising candidates for VL diagnosis regardless of the test format, although the antigen combinations and test parameters may warrant further optimisation.


Assuntos
Animais , Cães , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Leishmania infantum/imunologia , Cromatografia de Afinidade
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA