Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 1.294
Filtrar
1.
Rev. Hosp. Ital. B. Aires (2004) ; 40(2): 63-75, jun. 2020. graf, ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1102739

RESUMO

El objetivo de este artículo es proporcionar una guía que sirva para la interpretación y seguimiento de los esfuerzos que se están desarrollando en todo el mundo con el objetivo de obtener una vacuna que pueda generar inmunidad contra el nuevo coronavirus SARS-CoV-2 de 2019, el agente causante de la enfermedad por coronavirus denominada COVID-19. Cinco meses después de haber sido detectada la enfermedad, ya hay 102 vacunas en distintos estadios de desarrollo, registradas por la Organización Mundial de la Salud (OMS), correspondientes a 8 plataformas vacunales con diferentes estrategias, y todos los días aparecen nuevas. Esto representará un enorme desafío de organismos internacionales, para la evaluación, comparación y selección de aquellas que cumplan con los criterios regulatorios indispensables de seguridad y eficacia y que, por otro lado, puedan ser producidas en cantidades suficientes para abastecer la demanda mundial. (AU)


The objective of this article is to provide a guide to help the interpretation and monitoring the efforts that are being carried out worldwide to obtain a vaccine that will be able to generate immunity against the new 2019 SARS-CoV-2 coronavirus, the viral agent causes the disease named COVID-19. Five months after the disease was detected, there are already 102 vaccines at different stages of development, registered by World Health Organization (WHO), corresponding to 8 vaccination platforms base on different strategies, and every day new ones appear. This will represent a huge challenge for international organizations, to evaluate, compare and selects those that will meet the essential regulatory criteria of safety and efficacy and that, would be able to be produced in enough quantities to supply the worldwide demand. Key words: SARS-Cov-2 vaccine, vaccine platform, COVID-19 strategy, attenuated virus, viral vector, viral proteins, viral DNA, viral RNA, nucleic acids, viral like particles, WHO. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Infecções por Coronavirus/terapia , Vírus da SARS/imunologia , Pneumonia Viral/terapia , DNA/uso terapêutico , RNA/uso terapêutico , Vacinas/uso terapêutico , Ácidos Nucleicos/uso terapêutico , Proteína S/imunologia , Infecções por Coronavirus/virologia , Vírus da SARS/fisiologia , Vírus da SARS/genética , Vetores de Doenças
2.
ABCS health sci ; 45: [1-6], 02 jun 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1097547

RESUMO

INTRODUCTION: Immunobiologicals are of great importance for the prevention and eradication of diseases. However, the lack of maintenance of the cold chain generates several problems related to losses of these substances, burdening an important amount of public resources. OBJECTIVE: To analyze vaccine losses in a Health Region (Região Ampliada de Saúde Oeste) of Minas Gerais State in Brazil. METHODS: This is a descriptive study, based on secondary data obtained through forms used by the regional health agency (Superintendência Regional de Saúde, SRS), to register losses of immunobiologicals due to temperature changes. Forms from February 2016 through January 2018 were analyzed. The data was organized and validated by double typing. RESULTS: Vaccine losses were caused by lack of electrical energy (40.83%), followed by equipment failure (36.67%), and professional error (10%). As a consequence, 17,229 bottles of vaccines (65.78%) were discarded, corresponding to 111,145 doses. The financial loss was R$ 604,340.31. CONCLUSION: Losses of vaccines due to temperature changes were relevant in the studied region, damaging the budget for the local health network. Therefore, it is suggested that measures to minimize these losses should be adopted.


INTRODUÇÃO: Os imunobiológicos são de grande importância para a prevenção e erradicação de doenças. Entretanto, a falta de manutenção da Rede de Frio gera diversos problemas relacionados a perdas dessas substâncias, onerando uma importante quantia de recursos públicos. OBJETIVO: Analisar as perdas vacinais da Região Ampliada de Saúde Oeste de Minas Gerais. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo, com base em dados secundários obtidos através de formulários utilizados pela Superintendência Regional de Saúde (SRS), para avaliação de perdas de imunobiológicos por alteração de temperatura. Foram analisados os formulários de fevereiro de 2016 até janeiro de 2018. Os dados foram organizados e validados por dupla digitação, e a análise foi feita descritivamente. RESULTADOS: Os resultados mostraram que dos motivos das ocorrências 40,83% foram por falta de energia elétrica, seguida de falha no equipamento (36,67%), e erro do profissional (10%). Foram inutilizados 17229 frascos de vacinas (65,78%), sendo 111.145 doses, com uma perda financeira de R$ 604.340,31. CONCLUSÃO: Identificou-se que as perdas físicas por alteração de temperatura de vacinas na região estudada foram relevantes, gerando prejuízos para o orçamento do SUS. Dessa forma sugere-se a adoção de condutas para minimizar estas perdas.


Assuntos
Refrigeração , Temperatura , Vacinas/provisão & distribução
3.
Brasília; s.n; 16 jun. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1100418

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 15 artigos. Foram encontrados 8 artigos e 15 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Dexametasona/uso terapêutico , Vacinas/farmacologia , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Metformina/uso terapêutico , Anticorpos Monoclonais/uso terapêutico
4.
Brasília; s.n; 20 jun. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1102288

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 13 artigos e 9 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico , Vacinas/isolamento & purificação , Heparina/uso terapêutico , Cloroquina/uso terapêutico , Clozapina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Fibrinolíticos/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
5.
Brasília; s.n; 23 jun. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1102291

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 7 artigos e 9 protocolos.


Assuntos
Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Antivirais/uso terapêutico , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Vacinas/isolamento & purificação , Cloroquina/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
6.
Brasília; s.n; 27 jun. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1102294

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 17 artigos e 4 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Imunoglobulinas/uso terapêutico , Metilprednisolona/uso terapêutico , Vacinas/isolamento & purificação , Heparina/uso terapêutico , Cloroquina/uso terapêutico , Colchicina/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Oseltamivir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Interferon alfa-2/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
7.
Brasília; IPEA; jun. 2020. 20 p. ilus.(Nota Técnica / IPEA. Disoc, 77).
Monografia em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-1102434

RESUMO

Esta nota técnica tem como objetivo identificar ações da Base Industrial de Defesa (BID) brasileira no combate à Covid-19 ­ doença causada pelo Sars-COV-2 (novo coronavírus). Para tanto, será realizado um levantamento das iniciativas empreendidas, para fins comparativos, em outros países selecionados. Nesta seção são apresentados os critérios utilizados para a seleção dos países. A segunda seção consiste no estudo do caso brasileiro no que se refere à atuação da BID durante a crise. Nas seções seguintes, são apresentados breves estudos de caso referentes aos demais países. A última seção, por sua vez, expõe as considerações finais do texto e possíveis recomendações referentes ao desenvolvimento de políticas públicas nacionais sobre o tema.


Assuntos
Política Pública , Vacinas , Coronavirus , Doenças Endêmicas , Infecções por Coronavirus , Pandemias
8.
Brasília; IPEA; 20200500. 13 p. (Nota Técnica / IPEA. Diset, 61).
Monografia em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-1102235

RESUMO

Esta nota técnica apresenta alguns dos pontos que vêm sendo debatidos em meio à pandemia: i) as disputas e os acordos envolvendo empresas e seus direitos de propriedade industrial (DPIs), já em andamento e com potencial de aumentar ao longo do tempo; ii) as mudanças legais que já estão sendo discutidas e adotadas por alguns países para facilitar o licenciamento compulsório de patentes; e iii) os movimentos internacionais para a adoção de uma solução global.


Assuntos
Preparações Farmacêuticas , Vacinas , Infecções por Coronavirus , Coronavirus , Propriedade Intelectual , Tecnologia Biomédica , Pandemias
9.
Brasília; s.n; 12 maio 2020.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, PIE | ID: biblio-1097394

RESUMO

Essa é uma produção do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), que tem como missão promover a ciência e tecnologia e o uso de evidências científicas para a tomada de decisão do SUS, tendo como principal atribuição o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no Brasil, de modo a direcionar os investimentos realizados em pesquisa pelo Governo Federal às necessidades de saúde pública. Informar sobre as principais evidências científicas descritas na literatura internacional sobre tratamento farmacológico para a COVID-19. Além de resumir cada estudo identificado, o informe apresenta também uma avaliação da qualidade metodológica e a quantidade de artigos publicados, de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, entre outros). Foram encontrados 12 artigos e 15 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Vacinas/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Progressão da Doença , Ritonavir/uso terapêutico , Lopinavir/uso terapêutico , Natalizumab/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico
10.
Brasília; s.n; 22 maio 2020.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1097386

RESUMO

O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referente ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 21 artigos e 13 protocolos.


Assuntos
Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Progressão da Doença , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Piperacilina/uso terapêutico , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Vacinas/provisão & distribução , Cloroquina/uso terapêutico , Ativador de Plasminogênio Tecidual/uso terapêutico , Corticosteroides/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Combinação de Medicamentos , Lopinavir/uso terapêutico , Cloridrato de Fingolimode/uso terapêutico , Tazobactam/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Insulina/uso terapêutico , Anticoagulantes/uso terapêutico
11.
Brasília; s.n; 8 maio 2020.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1097403

RESUMO

Essa é uma produção do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), que tem como missão promover a ciência e tecnologia e o uso de evidências científicas para a tomada de decisão do SUS, tendo como principal atribuição o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no Brasil, de modo a direcionar os investimentos realizados em pesquisa pelo Governo Federal às necessidades de saúde pública. Informar sobre as principais evidências científicas descritas na literatura internacional sobre tratamento farmacológico para a COVID-19. Além de resumir cada estudo identificado, o informe apresenta também uma avaliação da qualidade metodológica e a quantidade de artigos publicados, de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, entre outros). Foram encontrados 14 artigos e 13 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Ivermectina/uso terapêutico , Metilprednisolona/uso terapêutico , Prednisolona/uso terapêutico , Vacinas/uso terapêutico , Cloroquina/uso terapêutico , Anti-Inflamatórios não Esteroides/uso terapêutico , Corticosteroides/uso terapêutico , Combinação de Medicamentos , Oseltamivir/uso terapêutico , Glucocorticoides/uso terapêutico , Antagonistas dos Receptores Histamínicos/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Metformina/uso terapêutico
12.
Brasília; s.n; 26 abr. 2020.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, BRISA/RedTESA, PIE | ID: biblio-1097411

RESUMO

Essa é uma produção do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), que tem como missão promover a ciência e tecnologia e o uso de evidências científicas para a tomada de decisão do SUS, tendo como principal atribuição o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no Brasil, de modo a direcionar os investimentos realizados em pesquisa pelo Governo Federal às necessidades de saúde pública. Informar sobre as principais evidências científicas descritas na literatura internacional sobre tratamento farmacológico para a COVID-19. Além de resumir cada estudo identificado, o informe apresenta também uma avaliação da qualidade metodológica e a quantidade de artigos publicados, de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, entre outros). Foram encontrados 25 artigos e 47 protocolos.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/tratamento farmacológico , Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico , Betacoronavirus/efeitos dos fármacos , Avaliação da Tecnologia Biomédica , Hidrocortisona/uso terapêutico , Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico , Vacinas/uso terapêutico , Oxigenação por Membrana Extracorpórea/instrumentação , Cloroquina/uso terapêutico , Estudos Transversais/instrumentação , Ativador de Plasminogênio Tecidual/uso terapêutico , Azitromicina/uso terapêutico , Ritonavir/uso terapêutico , Dipiridamol/uso terapêutico , Combinação de Medicamentos , Lopinavir/uso terapêutico , Hidroxicloroquina/uso terapêutico , Anticoagulantes/uso terapêutico
13.
São Paulo; SES/SP; 2020. 13 p. tab.
Não convencional em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-CTDPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1049840
14.
São Paulo; SES/SP; 2020. 13 p.
Não convencional em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-CTDPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ACVSES | ID: biblio-1052919

Assuntos
Febre Amarela , Vacinas , Aedes
15.
Braz. dent. sci ; 23(1): 1-13, 2020. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1049168

RESUMO

Background: vaccination is the best known application of immunology to human health. Effective vaccines have successfully eradicated the prevalence of several infectious diseases that were common less than a generation ago. The success of Periodontal vaccines is still elusive due to the complexity of periodontal pathogens that have multiple serotypes. No periodontal vaccine trials have satisfied all the requirements such as preventing colonization of pathogens, protection against tissue destruction and alveolar bone loss, elicit immunoglobulins for phagocytosis, stimulation of T-helper cells. This review aims to discuss the various immunization strategies attempted so far. Objective: this review aims to discuss the various in-vitro and in vivo studies that present supporting evidence for the feasibility of formulating a prophylactic periodontal vaccine that could emerge as an adjunct to mechanical therapy in the future. Material and Methods: an extensive literature Search was performed in electronic databases, such as PUBMED, Cochrane central register of controlled trials, Google scholar and science direct using various search terms such as " periodontal vaccines", " porphyromonas gingivalis", "chronic periodontitis", " genomic vaccine ", " recombinant vaccine", "immune response", " vaccination against periodontal bacteria". No limits and language restriction were applied during the electronic search to include all the possible animal studies, clinical trials in the potential relevant article search phase of the systematic review. Conclusion: Studies evaluating Porphyromonas gingivalis are the most common and the structures showing the most potential as a vaccine candidate are Outer membrane proteins, fimbriae and gingipains, the structure having the least potential is Lipopolysaccharide. (AU)


Fundamentação: a vacinação é a aplicação mais conhecida da imunologia à saúde humana. As vacinas eficazes erradicaram com sucesso a prevalência de várias doenças infecciosas que eram comuns há menos de uma geração atrás. O sucesso das vacinas periodontais ainda é ilusório devido à complexidade de patógenos periodontais que possuem múltiplos sorotipos. Nenhum estudo de vacina periodontal atendeu a todos os requisitos, como prevenção da colonização de patógenos, proteção contra destruição de tecidos e perda óssea alveolar, estimulação de imunoglobulinas para fagocitose, estimulação de células T auxiliares. Esta revisão tem como objetivo discutir as várias estratégias de imunização tentadas até o momento. Objetivo: esta revisão tem como objetivo discutir os vários estudos in vitro e in vivo que apresentam evidências de apoio à viabilidade de formular uma vacina periodontal profilática que possa emergir como um complemento da terapia mecânica no futuro. Material e Métodos: Foi realizada uma extensa pesquisa bibliográfica em bancos de dados eletrônicos, como PUBMED, registro central de ensaios controlados Cochrane, Google Acadêmico e science direct, usando vários termos de pesquisa como "vacinas periodontais", "porphyromonas gingivalis", "periodontite crônica" , "Vacina genômica", "vacina recombinante", "resposta imune", "vacinação contra bactérias periodontais". Nenhum limite e restrição de idioma foi aplicado durante a busca eletrônica para incluir todos os possíveis estudos em animais e ensaios clínicos na fase de busca de artigos potencialmente relevantes da revisão sistemática. Conclusão: Estudos avaliando Porphyromonas gingivalis são os mais comuns e as estruturas que mostram maior potencial como candidato a vacina são proteínas de membrana externa, fímbrias e gengivinas, a estrutura com o menor potencial é lipopolissacarídeo.(AU)


Assuntos
Animais , Periodontite , Virulência , Vacinas , Porphyromonas gingivalis
16.
Biosci. j. (Online) ; 35(6): 1993-2004, nov./dec. 2019. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1049181

RESUMO

Vaccines or immunobiologicals have antigenic properties and, in public health, are considered an important strategy in the prevention and control of immuno-preventable diseases. The objective of this study was to carry out review of the nursing staff's role in vaccine care. This is a scoping review, conducted in first semester of 2017, with data collected in 17 national and international databases. To guide the evaluation of the selected materials, an instrument composed of some collection indicators was used. The final sample consisted of eight publications. The data was inserted into the Microsoft Excel 2010 Program, and analyzed in a descriptive way. The identification of a variety of actions of the nursing team in the care with vaccines was verified and grouped in: vaccine room; behavior in the vaccine room; refrigerator care; organization of vaccines inside the refrigerator; monitoring and register of changes in temperature; measures adopted with vaccines under suspect; behaviors regarding vaccines in thermal boxes; professional knowledge in the vaccine room and other important behaviors. Given this evidence, it is essential to detect factors that may compromise the quality and conservation of vaccines. For this, it is understood the need for training aimed at the professionals involved in the immunization and the importance of supervision activities in the vaccine room by the nurse.


As vacinas ou imunobiológicos possuem propriedades antigênicas e, na saúde pública, são consideradas uma estratégia importante na prevenção e controle de doenças imunopreveníveis. O objetivo desse estudo foi realizar revisão sobre a atuação da equipe de enfermagem no cuidado com vacinas. Trata-se de uma scoping review, realizada no primeiro semestre de 2017, com dados coletados em 17 bases de dados nacionais e internacionais. Para nortear a avaliação dos materiais selecionados, um instrumento composto por alguns indicadores de coleta foi utilizado. A amostra final foi composta por oito publicações. Os dados foram inseridos no Programa Microsoft Excel 2010 e analisados de forma descritiva. Constatou-se a identificação de uma variedade de ações da equipe de enfermagem no cuidado com vacinas, agrupadas em: sala de vacina, condutas na sala de vacina, cuidados com o refrigerador, organização das vacinas no interior do refrigerador, monitorar e registrar alterações na temperatura, medidas adotadas com vacinas sob suspeita, condutas com vacinas em caixas térmicas, saberes profissionais em sala de vacina e, outras condutas importantes. Diante dessas evidências, torna-se fundamental a detecção dos fatores que podem comprometer a qualidade e conservação das vacinas. Para isso, entende-se a necessidade de capacitações voltadas aos profissionais que atuam na imunização e a importância das atividades de supervisão na sala de vacina pelo enfermeiro.


Assuntos
Vacinas , Equipe de Enfermagem
17.
Vaccimonitor (La Habana, Print) ; 28(3)sept.-dic. 2019. graf
Artigo em Espanhol | LILACS, CUMED | ID: biblio-1094629

RESUMO

El tétanos es causado por Clostridium tetani, bacteria Gram+ esporulada que produce una potente neurotoxina. Las vacunas parenterales producen IgG antitoxina tetánica (anti TT) protectores en múltiples dosis inductoras y de reactivación; vax-TET® es una vacuna cubana parenteral adsorbida en alúmina. La IgAS (secretora), principal anticuerpo protector mucoso, sólo es inducida por la vía mucosa. La vía oral, la inducción de IgA y su papel protector no han sido exploradas. SinTimVaS se aplica por vía mucosa y parenteral simultánea que induce IgG sistémica similares a la vía parenteral y adiciona de respuesta de IgA mucosa. Evaluamos el efecto de vax-TET® aplicado en SinTimVaS en ratones Balb/c y exploramos la influencia del adyuvante sobre la inducción de IgA anti TT. SinTimVaS indujo similares respuestas de IgG anti TT séricas que dos dosis de vax-TET® intramusculares; pero superiores a una dosis. Tres dosis de vax-TET® orales no indujeron IgG anti TT sérica, mientras que la adyuvación con el adyuvante Finlay Cocleato 1 (AFCo1) sí la indujeron. No se logró determinar la inducción de IgA anti TT mucosa con ninguna de las formulaciones adjuvadas con alúmina; pero si con la formulación AFCo1+TT. Podemos concluir que vax-TET® en SinTimVaS funcionó de forma similar a la inmunización parenteral establecida, por lo que sería posible reducir los esquemas multidosis con formulaciones de adyuvantes más potentes y se confirma que se requieren potentes adyuvantes para inducir IgA mucosa(AU)


Tetanus is caused by Clostridium tetani, a sporulated Gram+ bacterium that produces a potent neurotoxin. Parenteral vaccines produce protective tetanus antitoxin (anti TT) IgG in multiple induction and reactivation doses; vax-TET® is a Cuban parenteral vaccine adsorbed onto alumina. IgAS (secretory), the main mucosal protective antibody, is only induced by the mucous membrane. The oral route, the induction of IgA and its protective role have not been explored. SinTimVaS is applied by simultaneous mucosal and parenteral route that induces systemic IgG similar to the parenteral route and adds an IgA mucosal response. We evaluated the effect of vax-TET® applied in SinTimVaS in Balb/c mice and we explored the influence of adjuvant on the induction of anti-TT IgA. SinTimVaS induced similar serum anti TT IgG responses to two intramuscular doses of vax-TET®; but higher than one dose. Three doses of oral vax-TET® did not induce serum anti-TT IgG, whereas adjuvanted with adjuvant Finlay Cocleate 1 (AFCo1) did induce it. It was not possible to determine the IgA anti-TT mucous induction with any of the formulations adjuvanted with alumina; but with the formulation AFCo1 + TT it was induced. We can conclude that vax-TET® in SinTimVaS worked in a similar way to the established parenteral immunization, so it would be possible to reduce the multi-dose vaccination schemes with more potent adjuvant formulations and it is confirmed that powerful adjuvants are required to induce mucosal IgA(AU)


Assuntos
Vacinas contra Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular/imunologia , Medicamentos de Referência , Vacinas , Epidemiologia Experimental , Estudos Prospectivos , Estudos Longitudinais , Cuba
18.
Pesqui. vet. bras ; 39(11): 870-878, Nov. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1056920

RESUMO

Vaccination is a strategy to the prevention and control of reproductive diseases caused by bovine viral diarrhea virus (BVDV) and bovine herpesvirus type 1 (BoHV-1), however the various compositions of commercial vaccines should be evaluated for their ability to induce protection mediated by antibodies. The objective of this research was to evaluate the production of specific neutralizing Abs against BVDV-1 and 2, and BoHV-1 induced by commercial vaccines composed by different adjuvants. Holstein heifers were vaccinated and distributed in three experimental groups: Group I (G1) was vaccinated with a commercial vaccine containing inactivated BVDV-1, BVDV-2 and BoHV-1 diluted in alum hydroxide as adjuvant (n=9); Group II (G2) was vaccinated with an product containing inactivated strains of BVDV-1, BVDV-2, BoHV-1 and BoHV-5 diluted in oil emulsion as adjuvant (n=10); Group III (G3) was vaccinated with a commercial vaccine containing inactivated BVDV-1 and BVDV-2, besides live modified thermosensitive BoHV-1, diluted in Quil A, amphigen and cholesterol (n=10); A control, non-vaccinated group (n=6) was mock vaccinated with saline. Heifers received two subcutaneous doses of 5mL of each commercial vaccine on the right side of the neck, with 21 days interval. Humoral immune response was assessed by the virus neutralization test (VN) against BVDV-1 (NADL and Singer strains), BVDV-2 (SV253 strain) and BoHV-1 (Los Angeles strain) in serum samples collected on vaccination days zero (D0), 21 (D21) and 42 (D42; 21 days after boosting). Neutralizing Abs against BVDV-1 NADL was detected only in D42, regardless of the vaccine used. Similar geometric mean titers (GMT) for BVDV-1 NADL were observed between G1 (log2=5.1) and G3 (log2=5.1). The seroconversion rate (%) was higher in G1 (78%) when compared to G2 (10%) and G3 (40%). For BVDV-1 Singer, it was also possible to detect Abs production in G1 (log2=5.8, 100% seroconversion rate) and G3 (log2=3.5, seroconversion rate = 60%), only after the booster dose (D42). Neutralizing Abs to BVDV-2 (SV253) were detected only in G3, observing 90% seroconversion associated with high titers of Abs (log2=6.7) after the 2nd dose of vaccine (D42). Heifers from G1 and G3 responded to BoHV-1 after the first dose (D21): G1 (log2=2.5, seroconversion rate = 67%) and G3 (log2=0.7, seroconversion rate = 80%). In D42, a higher magnitude response was observed in the heifers from G3 (log2=6.1, 100%) compared with G1 (log2=4.3, 100%) and G2 (log2=2.7, 60%). Based on the data obtained, it can be concluded that the commercial vaccine contained aluminum hydroxide (G1) was most effective in the induction of antibodies against BVDV-1. On the other hand, this vaccine did not induce the production of neutralizing Abs against BVDV-2. Only the heifers from G3 (Quil A, amphigen and cholesterol) generated neutralizing Abs against BVDV-2. The animals that received commercial vaccine containing oil emulsion as adjuvant (G2) had a weak/undetectable response against BVDV-1 and BVDV-2. The best protective response against BoHV-1 was observed in heifers vaccinated with the live modified thermosensitive virus.(AU)


A vacinação é utilizada como estratégia para a prevenção e controle das doenças reprodutivas, causadas pelos vírus da diarreia viral bovina (BVDV) e herpesvírus bovino tipo 1 (BoHV-1), entretanto, as diversas composições de vacinas comerciais devem ser avaliadas quanto a sua eficiência protetiva mediada por anticorpos (Acs). O objetivo desta pesquisa foi avaliar a produção Acs neutralizantes específicos para cepas de BVDV-1 e 2, e BoHV-1 induzida por vacinas comerciais contendo diferentes tipos de adjuvantes. Para tal, novilhas Holandesas foram vacinadas e distribuídas em três grupos experimentais: Grupo I (G1) foi vacinado com uma vacina comercial composta por cepas inativadas de BVDV-1, BVDV-2 e BoHV-1 diluídas em hidróxido de alumínio como adjuvante (n=9); Grupo II (G2) foi vacinado com produto contendo as cepas inativadas de BVDV-1, BVDV-2, BoHV-1 e BoHV-5 em uma emulsão oleosa como adjuvante (n=10); O Grupo III (G3) foi vacinado com uma vacina comercial contendo BVDV-1 e BVDV-2 inativado, além do BoHV-1 vivo modificado e termosensivel, diluídos em adjuvante contendo Quil A, Amphigem e colesterol (n=10); O Grupo Controle não vacinado (n=6) foi inoculado com solução salina. As novilhas receberam duas doses das respectivas vacinas ou solução salina (5mL), com intervalo de 21 dias, por via subcutânea, na tábua do pescoço do lado direito. A resposta imune humoral foi avaliada pelo teste de vírus neutralização (VN) contra o BVDV-1 (cepas NADL e Singer), BVDV-2 (cepa SV253) e BoHV-1 (cepa Los Angeles) em amostras de soro coletadas nos dias (D) de vacinação zero (D0), 21 dias após 1ª dose (D21)e 42 (D42; 21 dias após A 2ª dose). Os anticorpos neutralizantes contra o BVDV-1 NADL foram detectados apenas em D42, independentemente da vacina utilizada. Os títulos médios geométricos (GMT) de anticorpos foram semelhantes entre G1 (log2=5,1) e G3 (log2=5,1). A taxa de soroconversão foi maior no G1 (78%) quando comparado ao G2 (10%) e G3 (40%). Para o BVDV-1 Singer, somente após D42 foi observada a produção de Acs no G1 (log2=5,8; taxa de soroconversão de 100%) e G3 (log2=3,5; taxa de soroconversão = 60%). Os anticorpos contra BVDV-2 (SV253) foram detectados apenas nas novilhas do G3, observando-se taxa de soroconversão de 90% com altos títulos de anticorpos neutralizantes (log2=6,7) em D42. Novilhas G1 e G3 responderam ao BoHV-1 após a primeira dose (D21): G1 (log2=2,5; taxa de seroconversão = 67%) e G3 (log2=0,7; taxa de seroconversão = 80%). Em contrapartida, foi observada uma maior magnitude de resposta para as novilhas G3 (log2=6,1; 100%) em D42, em relação aos animais G1 (log2=4,3; 100%) e G2 (log2=2,7; 60%). Com base nos dados obtidos, foi possível concluir que a vacina composta por hidróxido de alumínio (G1) foi mais eficaz na produção de anticorpos contra o BVDV-1, em contrapartida esse produto não induziu anticorpos contra o BVDV-2. Apenas as novilhas do G3 (Quil A, amphigen e colesterol) geraram Acs neutralizantes contra o BVDV-2. Os animais que receberam a vacina em emulsão oleosa (G2) como adjuvante apresentaram uma resposta fraca/indetectável contra o BVDV-1 e BVDV-2. A melhor resposta protetiva contra o BoHV-1 foi observada nas novilhas vacinadas com a vacina viva modificada termosensível.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Vacinas/efeitos adversos , Vacinas/imunologia , Herpesvirus Bovino 1/imunologia , Vírus da Diarreia Viral Bovina Tipo 1/imunologia
19.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 71(5): 1453-1458, set.-out. 2019. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1038653

RESUMO

Cases of compressive myelopathy syndrome associated with post vaccinal pyogranulomas were diagnosed post mortem in three cows from a farm in Minas Gerais state, Brazil. These cows presented ataxia and bilateral paresis of the pelvic limbs, which evolved to paralysis, and sternal recumbence. On necropsy, locally extensive areas of the longissimus dorsi muscle were replaced by pyogranulomas supported by moderate amounts of fibrous connective tissue. On the cut surface, some nodules contained yellowish and viscous fluid (purulent exudate) or whitish fluid (interpreted as the oily adjuvant of a vaccine). In the spinal canal of the subjacent vertebrae, compressing the spinal cord, were pyogranulomas identical to those described in the skeletal muscle. Histologically, the pyogranulomas were composed of a central clear vacuole (consistent with the space left by the oil adjuvant droplets), surrounded by neutrophils and, more externally, by large numbers of epithelioid macrophages and fewer multinucleated giant cells. In the white matter of the spinal cord were numerous well-defined, clear vacuoles (Wallerian degeneration). The association of the clinical history and pathological findings allowed the diagnosis of compressive myelopathy associated with pyogranulomatous reaction to the oily adjuvant of the foot-and-mouth disease vaccine, in this case, due to its inadequate application.(AU)


São descritos casos de síndrome de compressão medular, associada a granulomas pós-vacinais, em bovinos Nelore, provenientes de uma propriedade em Minas Gerais. Esses bovinos apresentavam ataxia e paresia bilateral dos membros pélvicos, que evoluiu para paralisia e decúbito esternal. Na necropsia, áreas focalmente extensas da musculatura na região torácica dorsal (músculo longissimus dorsi) eram substituídas por numerosos piogranulomas, separados por tecido brancacento e firme (tecido conjuntivo fibroso). Ao corte, alguns nódulos continham material amarelado e viscoso (exsudato purulento) ou material esbranquiçado e fluido (sugestivo de adjuvante de vacina). No canal medular das vértebras subjacentes, havia granulomas idênticos aos observados no tecido muscular. Histologicamente, os piogranulomas continham, no centro, vacúolo, bem delimitado e arredondado (consistente com o espaço deixado pela gotícula de lipídio do adjuvante), circundado por variável quantidade de neutrófilos degenerados e íntegros e, mais externamente, por numerosos macrófagos epitelioides e algumas células gigantes multinucleadas. Nas áreas da medula espinhal, circundadas pelos granulomas, numerosos vacúolos, bem definidos, eram observados na substância branca (degeneração walleriana). A associação do histórico clínico e de achados patológicos permitiu o diagnóstico de mielopatia compressiva associada à reação granulomatosa ao adjuvante oleoso da vacina contra febre aftosa, no caso, induzida pela aplicação inadequada da vacina.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Bovinos , Compressão da Medula Espinal/induzido quimicamente , Compressão da Medula Espinal/veterinária , Doenças da Medula Espinal/veterinária , Vacinas/efeitos adversos , Febre Aftosa/prevenção & controle , Doenças do Sistema Nervoso/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA