Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 110
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Prensa méd. argent ; 105(4): 192-196, jun 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BINACIS | ID: biblio-1026848

RESUMO

It has been found that the antagonistic activity of lactic acid bacteria depends on the composition of the nutrient medium and the temperature of culturing. It has been shown that the best antimicrobial effect to mycobacteria is achieved by the cultivation of lactic acid bacteria on the MRS nutrient media and a combined nutrient medium with the use of lactulose or glucose as a source of carbon. The optimum temperature for culturing an association of lactic acid bacteria for achieving high antagonistic activity to mycobacteria is 300C, and the duration of cultivation is 24 hours.


Assuntos
Humanos , Tuberculose/etiologia , Ácido Láctico/antagonistas & inibidores , Probióticos/uso terapêutico , Meios de Cultura , Farmacorresistência Bacteriana/imunologia , Antibacterianos/uso terapêutico , Noxas
2.
Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20190500. 56 p. graf, tab.
Monografia em Espanhol | LILACS, LIPECS | ID: biblio-1005796

RESUMO

El documento contiene la finalidad, objetivos, ámbito de aplicación, base legal, consideraciones generales y específicas sobre la preparación, embalaje y documentación para el transporte seguro de sustancias infecciosas.


Assuntos
Transporte Biológico Ativo , Classificação e Identificação por Risco de Substâncias, Produtos e Materiais , Normas Técnicas , Armazenamento de Substâncias e Resíduos Perigosos , Noxas
3.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 71(1): 204-210, jan.-fev. 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-989355

RESUMO

Aspergillus fumigatus, A. flavus e A. niger são os mais importantes agentes etiológicos da aspergilose, relevante micose aviária, com tratamento ineficaz e altas taxas de mortalidade. Em vista da importância da aspergilose, da necessidade de prospectar novos fármacos e do potencial terapêutico do óleo essencial de Origanum vulgare L. (OEO), o orégano, objetivou-se avaliar a sensibilidade in vitro de isolados clínicos de Aspergillus spp. em relação ao OEO. O óleo foi obtido por hidrodestilação em Clevenger, e a análise química realizada por cromatografia de massa (GC/MS). Observaram-se 15 diferentes compostos ativos, sendo 4-terpineol, hidrato de sabinene e timol os majoritários. Nos testes de microdiluição em caldo (Reference..., 2008), todos os isolados (n= 23) foram sensíveis ao OEO: A. fumigatus teve CIM entre 28,125mg/mL (0,1875%) e 450mg/mL (3,0%), A. flavus entre 112,5mg/mL (0,75%) e 450mg/mL, e A. niger 112,5mg/mL. CFM variou de 112,5mg/mL a 450mg/mL nos isolados de A. fumigatus, de 225mg/mL (1,5%) a 450mg/mL em A. flavus, e foi de 450mg/mL em A. niger. CIM e CFM foram idênticos em 6/14 isolados, o que demonstra que o óleo com a mesma concentração pode ter capacidade fungistática e fungicida. CIM 90 correspondeu à CIM máxima. Os resultados demonstram a atividade anti-Aspergillus do OEO, com CIM 90 de 450mg/mL (3%).(AU)


Aspergillus fumigatus, A. flavus and A. niger are the most important etiological agents of aspergillosis, a relevant avian mycosis, with innefective treatment and high mortality rates. Due the importance of aspergillosis, the necessity of prospection of new drugs and the therapeutic potential of the essential oil of Origanum vulgare L. (OEO), popularly known as oregano, aims to evaluate the in vitro sensitivity of Aspergillus spp. opposing to OEO. The oil was obtained by hydrodistillation in Clevenger, and the chemical analysis performed by mass chromatography (GC/MS). 15 different active compounds were observed, being 4-terpineol (18.4%), sabinene hydrate (15.6%) and thymol (13.6%), the majority components. In the in vitro susceptibility test, all strains showed sensitivity to OEO, MIC of Aspergillus fumigatus ranged from 28,125mg/mL (0,1875%) to 450mg/mL (3,0%), A. flavus 112,5mg/mL (0,75%) to 450mg/mL, and A. niger 112,5mg/mL. MFC ranged from 112,5mg/mL to 450mg/mL in the A. fumigatus isolates, 225mg/mL (1,5%) to 450mg/mL in A. flavus, and 450mg/mL for A. niger. The MIC and FMC values were identical in 6/14 of the isolated subjects, demonstrating that the oil with the same concentration can have fungistatic and fungicidal capacity. The results demonstrates anti-Aspergillus activities of OEO with CIM90 de 450mg/mL (3%).(AU)


Assuntos
Aspergillus/enzimologia , Óleos Voláteis/síntese química , Origanum/análise , Noxas
4.
São Paulo; s.n; s.n; 2019. 79 p. graf, tab, ilus.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1007570

RESUMO

Compostos de amônio quaternário (QACs) têm sido amplamente utilizados como desinfetantes e antissépticos, sendo essenciais na prevenção e controle de infecções bacterianas na medicina humana e veterinária. Embora patógenos prioritários multirresistentes têm sido muito bem caracterizados quanto ao perfil de suscetibilidade e contexto genético da resistência aos antibióticos, dados de resistência aos QACs são limitados. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar a atividade in vitro dos QACs de uso doméstico e hospitalar [cloreto de benzalcônio (BAC), cloreto de cetilpiridinio (CPC) e brometo de cetiltrimetilamônio (CTAB)], contra patógenos prioritários multirresistentes, identificando os principais genes de resistência associados. Foram estudadas 100 cepas multirresistentes previamente sequenciados usando as plataformas Illumina MiSeq e NextSeq representativas de diferentes hospedeiros (humanos e animais) e fontes (ambientes e alimentos). As cepas foram identificadas como Klebsiella pneumoniae (n= 24), Escherichia coli (n= 30); Pseudomonas aeruginosa (n= 10), Enterobacter spp, (n= 8), Acinetobacter baumannii (n= 11) e Salmonella spp. (n= 17). Genes de resistência aos QACs foram identificados in silico através do alinhamento dos contigs obtidos de cada cepa sequenciada com genes de referência obtidos do GenBank, utilizando o programa Geneious versão 8 (Biomatters Ltd). A identidade de cada gene foi analisada utilizando o programa BLASTx, no qual um critério baseado em ≥90% identidade resultou na identificação dos genes mdfA (77%), qacE (44%), qacEΔ1 (43%), sugE(c) (29%), emrE (21%), qacA (19%), sugE(p) (5%), qacF (7%), qacH (7%) e qacL (7%) em 85 cepas; enquanto que 15 cepas não possuíam nenhum gene de resistência aos QACs. A concentração inibitória mínima (CIM) dos QACs para as 100 cepas foi determinada pelo método de microdiluição em caldo. Os resultados sugeriram que a resistência em patógenos prioritários circulando na interface humano-ambiente-animal não é restrita aos antibióticos, uma vez que a elevada ocorrência de genes qacE, qacEΔ1 e mdfA poderia estar associada com uma redução da suscetibilidade para QACs. Consequentemente, a resistência aos QACs poderia também contribuir para a persistência e adaptação destes patógenos nos seres humanos e outros animais, assim como em ambientes impactados antropogenicamente


Quaternary ammonium compounds (QACs) have been widely used as disinfectants and antiseptics, being applied as essential compounds in the prevention and control of bacterial infections in human-and veterinary hospital medicine. Although multiresistant priority pathogens have been well characterized with respect to their susceptibility profile and their genetic context of resistance for antibiotics, studies of resistance to QACs are limited. Thus, the objective of the present study was to evaluate the in vitro activity of QACs [(benzalkonium chloride (BAC), cetylpyridinium chloride (CPC) and cetyltrimethylammonium bromide (CTAB)] for household and hospital use against multiresistant priority pathogens, identifying the main resistance genes associated. A hundred multiresistant isolates (previously sequenced using the Illumina MiSeq and NextSeq platforms), representative of different hosts (humans and animals) and sources (environment and food) were studied. Isolates were identified as Klebsiella pneumoniae (n=24), Escherichia coli (n=30), Pseudomonas aeruginosa (n=10), Enterobacter spp. (n=8), Acinetobacter baumannii (n=11) and Salmonella spp. (n=17). In silico analysis for identification of genes conferring resistance to QACs were performed by aligning the contigs obtained from the strains with reference genes deposited in GenBank, using the Geneious version program (Biomatters Ltd). Similarities were analyzed using the BLASTx online program, considering the alignment criteria based on ≥ 90% identity. The result of these analysis revealed the presence of the following QAC genes: mdfA (77%), qacE (44%), qacEΔ1 (43%), sugE(c) (29%), emrE (21%), qacA (19%), sugE (p) (5%), qacF (7%), qacH (7%) e qacL (7%); while 15 strains showed no resistance genes for QACs. Determination of QACs minimum inhibitory concentration (MIC) for the 100 isolates, by the broth microdilution method. These results suggest that resistance to QACs in priority pathogens, circulating at the human-environment-animal interface, is not restricted to antibiotics, since the high occurrence of genes qacE, qacEΔ1 and mdfA were associated with a reduced susceptibility to QACs. Consequently, resistance to QACs could also contribute to the persistence and adaptation of these pathogens in humans and othes animals, as well as in anthropogenically impacted environments


Assuntos
Técnicas In Vitro/instrumentação , Compostos de Amônio Quaternário/análise , Noxas , Técnicas de Laboratório Clínico/instrumentação
5.
São Paulo; s.n; s.n; 2019. 89 p. graf, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1048822

RESUMO

O queijo minas artesanal da Canastra é produzido na região da Serra da Canastra por pequenos produtores, sendo que alguns são cadastrados no Programa Queijo Minas Artesanal (PQMA) do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). Por ser fabricado com leite cru, é importante que os patógenos que podem ser veiculados sejam controlados durante e após o período mínimo de maturação do queijo de 22 dias. Este trabalho avaliou as características microbiológicas de queijos obtidos de 78 produtores rurais da região da Canastra após a maturação e de três produtores rurais durante maturação. As contagens de coliformes totais, Escherichia coli e Staphylococcus coagulase positiva foram realizadas em placas Petrifilm® (3M). A detecção de Salmonella spp. foi realizada utilizando o método ISO 6579: 2002 e por PCR convencional e Listeria monocytogenes foi investigada de acordo com o método ISO 11290-1:1996/(A) 1: 2004 e PCR convencional. A contagem de Enterobacteriaceae foi determinada pelo método APHA 9.62: 2015. As mensurações de pH foram realizadas de acordo com o método IAL 017/IV em pHmetro digital BEL engineering e aferidas diretamente com pHmetro Hanna Instruments e a atividade de água (aw) em analisador Aqua Lab. No estudo realizado ao longo da maturação, as análises indicaram que as amostras, todas provenientes de produtores cadastrados no PQMA, atingiram os limites estabelecidos pela legislação antes dos 22 dias de maturação. Houve diferença significativa (p<0,05) no pH das amostras ao longo da maturação, embora este parâmetro não tenha correlação com as contagens analisadas. Já no estudo pós maturação, os resultados mostraram que 54% das amostras dos produtores cadastradas e 65% das amostras dos produtores não cadastradas no PQMA não atenderam a pelo menos um parâmetro microbiológico exigido pela legislação. As contagens obtidas para Enterobacteriaceae variaram de <1 a 6,6 log UFC/g, para coliformes totais de <1 a 6,4 log UFC/g, E. coli de <1 a 5,8 log UFC/g e Staphylococcus coagulase positiva de <1 a 7,6 log UFC/g. Em nenhuma amostra foi encontrada Salmonella spp e L. monocytogenes foi detectada e confirmada por PCR em uma amostra analisada. Os valores obtidos de pH e aw estratificados em grupos que atendem e não atendem a legislação não mostraram diferença significativa, sugerindo que esses parâmetros não são bons indicadores de qualidade microbiológica do produto. O elevado número de não-conformidades indica que são necessários esforços para melhoria das condições higiênico-sanitárias refletidas por meio dos indicadores microbiológicos. O registro no PQMA mostrou-se efetivo durante o estudo da maturação, mas não teve o mesmo resultado no estudo mais abrangente realizado pós maturação. São necessários mais esforços dos produtores (cadastrados e não cadastrados) bem como dos órgãos reguladores para melhoria dos indicadores microbiológicos


Canastra artisanal minas cheese is produced in the Serra da Canastra region by small farmers who may or may not be registered in the Artisanal Minas Cheese Program (PQMA) of the Agricultural Institute of Minas Gerais (IMA). Since this cheese is made from raw milk, it is important that the pathogens that may be carried in this product are controlled during the 22 days of ripening. This work evaluated the microbiological characteristics of cheese samples from 78 rural properties in the Canastra region after the ripening period and during ripening in three rural properties. Total coliform counts, Escherichia coli and Staphylococcus coagulase positive were performed on Petrifilm® plates (3M). The detection of Salmonella spp. was performed using the ISO 6579: 2002 method and conventional PCR and Listeria monocytogenes was investigated according to ISO 11290-1: 1996/(A) 1: 2004 and conventional PCR. The Enterobacteriaceae count was determined by the APHA method 9.62: 2015. The pH analyzes were performed according to the IAL 017/IV method on a BEL engineering digital pHmeter and measuring directly with Hanna Instruments pHmeter and the water activity (aw) in Aqua Lab analyzer. In the study carried out during ripening, the analyzes indicated that the samples, all from properties registered in the PQMA, reached the limits established by the legislation before the 22 days of ripening. There was a significant difference (p <0.05) in the pH of the samples during ripening, even though this parameter did no correlate with the microbiological counts. In the post-ripening study, the results showed that 54% of samples from PQMA registered properties and 65% of samples from non-registered properties did not comply with at least one microbiological parameter required by the legislation. Enterobacteriaceae counts ranged from <1 to 6.6 log CFU/g, for total coliforms from <1 to 6.4 log CFU/g, E. coli from <1 to 5.8 log CFU/g and Staphylococcus coagulase positive from <1 to 7.6 log CFU/g. Salmonella spp was not detected and L. monocytogenes was detected and confirmed by conventional methodology and by PCR in one analyzed sample. The pH and aw values stratified in groups that complied and did not comply with the legislation showed no significant difference, suggesting that these parameters are not good indicators of microbiological safety of the product. The high number of nonconformities indicates that efforts are needed to improve the hygiene and sanitary conditions reflected through the microbiological indicators. The PQMA registration was effective during the ripening study but did not have the same result in the larger post-ripening study. More efforts are needed from producers (registered and non-registered) as well as regulators to improve microbiological indicators of this cheese


Assuntos
Técnicas Microbiológicas/análise , Queijo/análise , Noxas/toxicidade , Higiene dos Alimentos , Padrão de Identidade e Qualidade para Produtos e Serviços
6.
Arq. Inst. Biol ; 86: e0632018, 2019. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1045985

RESUMO

Breeding for genetic resistance is an important method of crop disease management, due to the numerous benefits and low cost of establishment. In this study, progenies of 11 Coffea species and 16 wild C. arabica accessions were tested for their response to Pseudomonas syringae pv. garcae, the causal agent of bacterial halo blight, a widespread disease in the main coffee-producing regions of Brazil and considered a limiting factor for cultivation in pathogen-favorable areas; and also to P. syringae pv. tabaci, causal agent of bacterial leaf spot, a highly aggressive disease recently detected in Brazil. Separate experiments for each disease were carried out in a greenhouse, with artificial pathogen inoculations and ideal moisture conditions for disease development. The results showed that C. canephora, C. congensis, C. eugenioides, C. stenophylla, and C. salvatrix progenies, the wild C. arabica accessions Dilla & Alghe and Palido Viridis, and cultivar IPR 102 contain satisfactory levels of simultaneous resistance against bacterial halo blight and bacterial leaf spot. These results are useful in breeding programs for durable resistance to multiple biotic agents, providing new combinations of resistance alleles by hybridization, as well as for phytopathological studies, to identify infraspecific variability of the pathogens.(AU)


O melhoramento de plantas para resistência genética é um método importante para o manejo de doenças, pelos inúmeros benefícios e baixo custo de implementação. No presente estudo, progênies de 11 espécies de Coffea e 16 acessos selvagens de C. arabica foram testados quanto à resposta a Pseudomonas syringae pv. garcae, agente causal da mancha aureolada, doença disseminada nas principais regiões produtoras de café do Brasil e considerada fator limitante para o cultivo em áreas favoráveis a patógenos; e também para P. syringae pv. tabaci, agente causal da mancha foliar bacteriana, doença altamente agressiva detectada recentemente no Brasil. Experimentos separados para cada doença foram realizados em estufa, por meio da inoculação artificial dos patógenos em condições ideais de umidade para o desenvolvimento das doenças. Os resultados mostraram que as progênies Coffea canephora, C. congensis, C. eugenioides, C. stenophylla e C. salvatrix, além dos acessos selvagens de C. arabica Dilla & Alghe e Palido Viridis e da cultivar IPR 102, possuem níveis satisfatórios de resistência simultânea contra mancha aureolada e mancha foliar bacteriana. Os resultados descritos são úteis em programas de melhoramento para resistência duradoura a múltiplos agentes bióticos, fornecendo novas combinações de alelos de resistência por hibridização, bem como para estudos fitopatológicos, para identificar a variabilidade infraespecífica dos patógenos.(AU)


Assuntos
Coffea , Pseudomonas syringae , Melhoramento Vegetal , Noxas
7.
Med. interna (Caracas) ; 35(2): 73-78, 2019. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS, LIVECS | ID: biblio-1050489

RESUMO

El Síndrome de Guillain Barré (SGB) es una enfermedad inflamatoria desmielinizante aguda de probable etiología autoinmune, relacionada con diversos procesos infecciosos. Se caracteriza por debilidad muscular y disminución de los reflejos, pudiendo presentar un patrón clásico simétrico ascendente o con variables. La gravedad y pronóstico son variables, pudiendo comprometer los músculos torácicos derivando en insuficiencia respiratoria. Han sido descritos brotes endémicos asociados a diversos agentes infecciosos. Se presenta el reporte de 4 casos con el patrón más frecuente de SGB en los cuales se hizo el diagnóstico clínico confirmado por estudio del líquido cefalorraquídeo o electromiografía con progresión agresiva, 3 de ellos ameritando el traslado a unidad de terapia intensiva (UTI) para su tratamiento. Presentaron distintos factores de riesgo infecciosos como la suspensión de terapia antiretroviral y síntomas gastrointestinales, principalmente diarrea acuosa previo al debut de la paresia. Se implementó el tratamiento haciendo uso de plasmaféresis en uno de los casos e inmunoglobulina endovenosa en el resto con resultados variables. Se resalta la importancia del diagnóstico oportuno de esta patología ante la presencia de paresia y arreflexia con o sin patrón característico con la finalidad de atender la progresión de los mismos de forma adecuada, mejorar el pronóstico y evitar o disminuir las secuelas de los pacientes(AU)


Guillain Barré Syndrome (GBS) is an acute demyelinating inflammatory disease with probable autoimmune etiology related to diverse infectious processes. It is characterized by muscle weakness and diminished reflexes and may present an ascending symmetrical pattern or with other variables. The severity and prognosis are variable, and the thoracic muscles can be affected, resulting in respiratory failure. Endemic outbreaks associated with various infectious agents have been described. A report of 4 cases is presented in which the clinical diagnosis was confirmed by cerebrospinal fluid study or electromyography, with aggressive progression, 3 of them requiring to be transferred to the intensive care unit. The patients presented different infectious risk factors such as the interruption of anti-retroviral therapy and gastrointestinal symptoms, mainly watery diarrhea prior to the onset of the symptoms. The treatment was implemented using plasmapheresis in one of the cases and intravenous immunoglobulin in the rest with variable results. The importance of the timely diagnosis of this pathology in the presence of paresis and dimished reflexes with or without the characteristic pattern is highlighted in order to address the progression, appropriate management, improve the prognosis and avoid or reduce the sequelae of patients(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Doenças Desmielinizantes/fisiopatologia , Debilidade Muscular/etiologia , Síndrome de Guillain-Barré/fisiopatologia , Síndrome de Guillain-Barré/imunologia , Líquido Cefalorraquidiano , Eletromiografia , Medicina Interna , Noxas
8.
Arq. Inst. Biol ; 86: e0312017, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1000033

RESUMO

The objective of this research was to evaluate the response of wheat plants to the application of possible elicitor compounds against Bipolaris sorokiniana pathogen. This response was measured through the quantification of antioxidant enzymes, malondialdehyde and flavonoids, evaluation of the severity of brown spot disease and productivity in wheat, greenhouse and field crops. The treatments consisted of suspensions of endophytic fungi Aspergillus japonicus and Trichoderma tomentosum, salicylic acid, acibenzolar-S-methyl and fungicide. In the field trials, in 2015 and 2016, the development of the disease was lower and productivity was higher in all treatments, with emphasis on the fungicide. However, endophytic fungi suspensions demonstrated potential as growth promoters, disease severity reducers and protective antioxidant response activators, as they promoted significant increase in superoxide dismutase, catalase, glutathione and flavonoid enzymes.(AU)


O objetivo desta pesquisa foi avaliar a resposta de plantas de trigo diante da aplicação de possíveis compostos elicitores perante o patógeno Bipolaris sorokiniana. Tal resposta foi examinada por meio da quantificação de enzimas antioxidantes, malondialdeído e flavonoides, da análise da severidade da doença mancha marrom e da produtividade na cultura do trigo, em casa de vegetação e em campo. Os tratamentos consistiram em suspensões de fungos endofíticos Aspergillus japonicus e Trichoderma tomentosum, ácido salicílico, acibenzolar-S-metil e fungicida. Nos ensaios em campo, em 2015 e 2016, o desenvolvimento da doença foi menor e a produtividade foi superior em todos os tratamentos, com destaque para o fungicida. No entanto, as suspensões de fungos endofíticos demonstraram potencial como promotores de crescimento, redutores da severidade da doença e ativadores de resposta antioxidante protetora, pois promoveram o aumento significativo das enzimas superóxido dismutase e catalase, das glutationas e flavonoides.(AU)


Assuntos
Triticum , Noxas , Aspergillus , Trichoderma , Flavonoides , Catalase , Glutationa
9.
Rio de Janeiro; SES/RJ; 2; 00/00/2019. 78 p p.
Não convencional em Português | LILACS, CONASS, SES-RJ | ID: biblio-1047001

RESUMO

Este documento reafirma o compromisso com o desenvolvimento da política de aperfeiçoamento da qualidade da atenção à saúde, a medida que atende às demandas de profissionais de Odontologia, incluindo-se cirurgiões­dentistas, auxiliares de consultórios odontológicos, higienistas e técnicos de laboratórios de próteses, por padrões de segurança e qualidade, que são necessários à prestação deste serviço. Com o propósito de subsidiar os profissionais de Odontologia sobre normas de Biossegurança e quanto ao cumprimento da legislação específica, é que a Vigilância Sanitária do Estado do Rio de Janeiro reedita este Manual Técnico.


Assuntos
Assistência Odontológica , Contenção de Riscos Biológicos , Noxas
10.
Odontoestomatol ; 20(32): 68-77, diciembre de 2018.
Artigo em Inglês, Espanhol | LILACS, InstitutionalDB | ID: biblio-968725

RESUMO

Las enfermedades periodontales representan un importante problema de salud que afecta los tejidos de soporte de las piezas dentarias. Dentro de ellas, las Periodontitis Agresivas se caracterizan por su rápida progresión, agregación familiar, pacientes sistémicamente sanos1 subdividiéndose en localizadas y generalizadas según la extensión del cuadro. Los microorganismos juegan un papel importante en su etiopatogenia, entre los cuales se encuentran Aggregatibacter actinomycetemcomitans, Porphyromonas gingivalis, Prevotella intermedia, Tannerella forsythia, Fusobacterium nucleatum. El propósito de este trabajo fue estudiar cuáles de estos microorganismos estaba presente en 50 pacientes uruguayos con Periodontitis Agresiva. La detección se realizó con técnica convencional bacteriológica y PCR. En los cuadros generalizados se observó mayor prevalencia de F. nucleatum y P. intermedia seguido de P. gingivalis y T. forsythia. En los cuadros localizados destacaron P. intermedia, F. nucleatum y A. actinomycetemcomitans. En nuestro país se presentó una flora similar a los que figuran en otras localizaciones geográficas


Periodontal diseases are a major health problem affecting tooth-supporting tissues. Among them, aggressive periodontitis is characterized by rapid progression, family aggregation, systemically healthy patients, and is subdivided into localized and generalized according to the extent of the disease. Microbiota plays a major role in the etiopathogenesis of these diseases, including Aggregatibacter actinomycetemcomitans, Porphyromonas gingivalis, Prevotella intermedia, Tannerella forsythia and Fusobacterium nucleatum. The aim of this work was to study the prevalence of these microorganisms in 50 Uruguayan patients with aggressive periodontitis. Detection was conducted with conventional bacteriological techniques and PCR. In the generalized disorders, a higher prevalence of F. nucleatum and P. intermedia was observed, although P. gingivalis and T. forsythia were also important. In the localized disorders, P. intermedia, F. nucleatum and A. actinomycetemcomitans were the main ones. A similar flora to other geographical locations was present in our country


Assuntos
Humanos , Periodontite Agressiva/diagnóstico , Uruguai , Noxas
11.
Biosci. j. (Online) ; 34(6): 1555-1574, nov./dec. 2018. tab, graf, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-968957

RESUMO

The expansion of cotton crop into irrigated and high lands of Brazilian Cerrado, despite the possibility of increasing fiber yield, led to the occurrence of diseases previously considered secondary, such as white mold [Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary]. Host genetic resistance is of extreme importance in integrated strategies to manage this disease. Resistance of Brazilian cotton genotypes, challenged with different strains of S. sclerotiorum, under two incubation conditions for disease progress was evaluated. In addition, possible correlation between oxalic acid and straw test methods to rank the genotypes was evaluated. Artificial inoculation was done when cotton plants reached the V2phenological stage with fungi isolated from naturally infected soybean (ScS) or cotton (ScC) commercial crops. Control plants were inoculated with culture medium. After inoculation, plants were kept for one week either in a growth chamber or in greenhouse and evaluated for disease symptoms and severity. The oxalic acid test consisted of stem submersion of rootless cotton plants in a 2-cm layer of 20 or 40 mM solutions for 20, 44 or 68 h. A wilting scale was used to distinguish genotype's sensibility to the acid. The data were submitted to individual, joint, and multivariate analysis, grouping cotton genotypes by the Scott-Knott's test (p < 0.05), the hierarchical UPGMA and the non-hierarchical Tocher methods. Difference in aggressiveness between strains was identified, in which ScC led to greater disease severity. This result suggests a possible physiological specialization ofS. sclerotiorum to different hosts. It was observed that the growth chamber environment provided more adequate conditions for S. sclerotiorum infection, thus allowing better selection of resistant cotton genotypes. UPGMA and Tocher grouping methods further confirmed that the evaluated genotypes differ from each other in resistance to white mold. No correlation between oxalic acid and straw test methods was observed.


A expansão da cultura do algodoeiro para terras altas e irrigadas do Cerrado brasileiro, apesar da possibilidade de aumentar a produção de fibras, levou à ocorrência de doenças antes consideradas secundárias, como o mofo branco [Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary]. A resistência genética do hospedeiro é de extrema importância nas estratégias de manejo integrado dessa doença. Avaliou-se a resistência de genótipos brasileiros de algodão, desafiados com diferentes isolados de S. sclerotiorum, sob duas condições de incubação para o progresso da doença. Além disso, foi avaliada a possível correlação entre os métodos do ácido oxálico e do straw test para ranquear os genótipos. A inoculação artificial foi realizada quando as plantas de algodoeiro atingiram o estágio fenológico V2, com fungos isolados de culturas comerciais de soja (ScS) ou de algodão (ScC) naturalmente infectadas. O controle consistiu de plantas inoculadas somente com meio de cultura. Após a inoculação, as plantas foram mantidas em câmara de crescimento ou em casa de vegetação durante uma semana e avaliadas quanto aos sintomas e severidade da doença. O teste do ácido oxálico consistiu na submersão da haste das plantas de algodão, após remoção das raízes, em uma solução de 20 ou 40 mM por 20, 44 ou 68 h. Uma escala visual de murcha foi usada para distinguir a sensibilidade dos genótipos ao ácido. Os dados foram submetidos à análise individual, conjunta e multivariada, agrupando os genótipos de algodoeiro pelo teste de Scott-Knott (p < 0,05) e pelos métodos UPGMA e de Tocher. Diferença na agressividade entre os isolados foi identificada, na qual ScC resultou em maior severidade da doença. Isto sugere possível especialização fisiológica de S. sclerotiorum para diferentes hospedeiros. Observou-se que o ambiente da câmara de crescimento proporcionou condições mais adequadas para infecção por S. sclerotiorum comparativamente à casa de vegetação, permitindo melhor seleção de genótipos resistentes. Os métodos de agrupamento UPGMA e Tocher confirmaram que os genótipos avaliados diferem entre si na resistência ao mofo branco. Não foi observada correlação entre o ácido oxálico e o straw test.


Assuntos
Ascomicetos , Variação Genética , Gossypium , Ácido Oxálico , Pradaria , Noxas
12.
Hig. aliment ; 32(284/285): 20-25, out. 30, 2018. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-965460

RESUMO

A presença de Enterobacteriaceae indica a qualidade higiênica dos produtos alimentícios. Dentro do grupo das bactérias que fazem parte dessa família está Hafnia alvei. Estudo bibliométrico é uma importante ferramenta metodológica de revisão sistemática para reunir e sintetizar as diversas informações que surgem sobre um tema, inclusive sobre os estudos relativos a micro- -organismos. O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo bibliométrico sobre este agente. Para tal foi utilizada a base de dados Web of Science usando o nome do agente e o termo food para a busca e limitando a pesquisa entre 2007 e 2017. As informações principais dos documentos foram registradas, bem como a característica principal das publicações sobre o tema. Foram encontrados 42 artigos científicos que contemplaram os termos de busca. A maioria das publicações ocorreu em países e períodos onde ocorreram surtos alimentares e há uma grande pesquisa relacionada à genoma e resistência a antimicrobianos. Avalia-se que ainda existem várias oportunidades de pesquisa sobre os micro-organismos, visto que eles são pouco estudados, principalmente em nosso país.


The presence of Enterobacteriaceae indicates the hygienic quality of food products. As a part of this family, there is an emergent pathogen: Hafnia alvei. Bibliometrics appears as an important tool to gather and synthesize all the information that appears about the new microorganisms. The objective of this paper is to perform a systematic review of literature with bibliometric analysis in order to know the evolution of these bacteria and seek opportunities for new research. To do this, the Web of Science database was searched, individually searching for Hafnia alvei refining for "food". The articles found were analyzed from the annual production, countries, institutions, areas of knowledge, authors who produced the most and periodicals most used. A total of 42 articles were selected for Hafnia alvei. Most publications have occurred in countries and periods where there have been food outbreaks and there is great genomerelated research and antimicrobial resistance. It is evaluated that there are still several research opportunities on microorganisms, since they are little studied, mainly in our country.


Assuntos
Bibliometria , Hafnia alvei , Enterobacteriaceae , Microbiologia , Noxas , Controle de Qualidade , Bactérias , Produção de Alimentos , Revisão
13.
Biosci. j. (Online) ; 34(5): 1274-1280, sept./oct. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-967316

RESUMO

According to IBGE data, in 2016, Brazil produced closer to 56 thousand hectares of rubber tree generating a total latex production of 315.62 tons in commercial areas and 1.6 thousand tons in native forests. But this growth in crop production is related to the raise of economic losses generated by foliar and bark (panel) diseases caused by Phytophthora spp, Colletotrichum sp., Lasiodiplodia spp., Colletotrichum sp., Ceratocystis fimbriata, Microcyclus ulei (leaf blight) and the leaf anomaly that we call here as "Green Spot". Also, due to the tapping method and the incisions or "injuries" made in this process, opportunistic pathogens can usually infect and end up growing in the bark. This type of infection that is also difficult to control with the adoption of chemical fungicides, can create additional damage to the rubber panels. Pathogens such as Oidium heveae, C. gloeosporioides (anthracnosis), Phomopsis sp. and Phytophthora spp. were identified in 42% of the areas of growers or farms. Treatments T3- (thiophanate-methyl (350 g.ha-1 active ingredient) and T4- (metiram (1.75 kg.ha-1 active ingredient)) were superior against rot diseases in the bark of rubber trees. It was described for the first time the anomaly of the green spot associated to the Tenuipalpus heveae mite in 65% of the samples and had its etiology confirmed by artificial inoculation in rubber tree seedlings. In the USP-ESALq, Dr. Kitajima, E., did not confirm the presence of rhabdovirus-like particles common to tenuipalpids that transmit the virus in coffee and citrus (nuclear and cytoplasmic viruses).


Segundo dados do IBGE, em 2016, o Brasil registrou uma área cultivada de 156,06 mil hectares, dos quais 146,4 mil hectares foram colhidos, promovendo uma produção total de 315,62 toneladas em lavouras comerciais. Já a exploração em áreas de vegetação natural, resultou em 1,6 mil toneladas de látex e coágulo. Microcyclus ulei também chamado de Mal-de-Folhas é conhecida mundialmente como a doença mais grave da seringueira, mas a intensificação do cultivo permitiu prejuízos econômicos promovidos por doenças foliares como Phytophthora spp, Colletotrichum sp., Alternaria spp., Oidium sp. Entre outros, além da anomalia de Pinta Verde. No tocante às doenças de sapé, são citadas as patologias fúngicas nos painéis Lasiodiplodia spp., Colletotrichum sp., Ceratocystis fimbriata, Erythricium salmonicolor e Phytophthora spp.,. Muitos patógenos permitem a entrada nas lesões de outros fungos oportunistas. Devido ao modo de exploração (corte) causar lesões no tronco que facilitam a inoculação de patógenos principalmente através de instrumentos de sangramento, causando danos nos painéis de seringueiras e são patógenos de difícil controle e poucos resultados significativos com o uso de fungicidas ou produtos químicos. Os patógenos, como Oidium heveae, C. gloeosporioides (antracnose), Phomopsis sp. e Phytophthora spp. foram identificados em 42 % das áreas de produtores ou fazendas. Os tratamentos 3 e 4 foram os melhores do controle dos fungos e esta podridão de painel nas seringueiras (T3- (tiofanato-metílico(350 g / ha ingrediente ativo), T4- (metiram (1,75 kg / ha ingrediente ativo). Foi descrita pela primeira vez a anomalia da pinta verde associada ao ácaro Tenuipalpus heveae¨em 65% das amostars e teve a sua etiologia confirmada por inoculação artificial em mudas de seringueira. Análises em microscopia eletrônica realizadas na USP-S-ESALq pelo Dr. Kitajima, E., não confirmaram a presença de partículas tipo rabdovírus comum aos tenuipalpídeos que transmitem a virose em cafeeiro e citros (vírus tipo nuclear e citoplasmático).


Assuntos
Controle de Pragas , Hevea , Fungicidas Industriais , Ácaros , Noxas
14.
Biosci. j. (Online) ; 34(4): 979-984, july/aug. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-967186

RESUMO

The fatal cases of spotted fever reported in some Brazilian municipalities are generally associated with the presence of ticks and capybaras (Hydrochoerus hydrochaeris). The urban forest fragments where this rodent is present are of great concern. We investigated the diversity of free ticks as well as the occurrence of ticks infected by Rickettsia in one of these fragments, in Campo Grande city, Mato Grosso do Sul state, Brazil. From winter 2012 until the autumn of 2015, using CO2 traps, we collect 1219 ticks, of which 1045 belonged to the species Amblyomma sculptum and 174 belonged to A. dubitatum. Both species were more abundant in spring (September to December) and summer (December to March). Rickettsial DNA was not detected in any of the specimens collected; however, one of the species found, A. sculptum is considered the main vector of Brazilian Spotted Fever, thus deserving constant vigilance by the public health organs.


Casos fatais de febre maculosa que foram relatados em alguns municípios brasileiros geralmente estão associados à presença de carrapatos e capivaras (Hydrochoerus hydrochaeris). Os fragmentos florestais urbanos onde este roedor está presente são de grande preocupação. Investigou-se aqui a diversidade de carrapatos livres e a ocorrência de carrapatos infectados por riquétsias em um desses fragmentos em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Desde o inverno de 2012 até o outono de 2015, usando armadilhas de CO2, foram coletados 1219 carrapatos, dos quais 1045 pertenciam à espécie Amblyomma sculptum e 174 pertenciam a A. dubitatum. Ambas as espécies foram mais abundantes na primavera (Setembro a Dezembro) e no verão (Dezembro a Março) . O DNA riquetsial não foi detectado em nenhum dos espécimes coletados; entretanto, uma das espécies encontradas, o A. sculptum é considerado o principal vetor da Febre Maculosa Brasileira, merecendo assim vigilância constante pelos Orgãos de Saúde Pública.


Assuntos
Rickettsia , Carrapatos , Noxas , Roedores , Febre Maculosa das Montanhas Rochosas , Pradaria
15.
Biosci. j. (Online) ; 34(4): 952-969, july/aug. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-967163

RESUMO

Potato is the world's most important non-cereal food crop, and therefore, it is considered one of the major food sources for humankind. Its conventional propagation is asexual, by using the tuber, which allows the accumulation and dissemination of pathogens to new cultivation areas. This fact not only impairs the yield of this solanaceous plant, but also threatens the maintenance of genotypes for commercial or breeding purposes. Due to the impossibility of using botanical seed, conservation and exchange of germplasm of this species by means of conventional methods are not feasible. In all potato-producing regions, the demand for high-quality tubers has been paramount to ensure crops production. Thus, biotechnological techniques based on tissue culture are very important. Plant tissue culture offers alternative methods of propagation by in vitro techniques that provide production and multiplication of material with high sanity. Thus, this literature review summarizes the history and current situation of tissue culture techniques applied to potato crop. Besides clonal multiplication, this biotechnological tool makes available initial indexed material to breeding programs and certified seed potato, and facilitates the exchange and conservation of germplasm. For all these reasons, the use of these techniques in potato production chain directly benefits producers by providing high-quality propagules.


A batata é a cultura não-cereal mais importante do mundo e, portanto, uma das principais fontes de alimento para a humanidade. Sua multiplicação convencional é assexuada utilizando o próprio tubérculo, o que permite o acúmulo e a difusão de patógenos para novas áreas de cultivo, comprometendo a produtividade desta solanácea e ameaçando a manutenção de genótipos de interesse comercial ou para fins de melhoramento. Devido à inviabilidade de utilização das sementes botânicas, a conservação e o intercâmbio de germoplasma dessa espécie por meio de métodos convencionais torna-se inviável. Em todas as regiões produtoras de batata, a demanda por tubérculos de alta qualidade tem sido primordial para garantir a produção das lavouras. Dessa forma, técnicas biotecnológicas baseadas na cultura de tecidos são de suma importância. A cultura de tecidos vegetais oferece métodos alternativos de propagação através das técnicas in vitro que proporcionam a produção e multiplicação de material com alta sanidade. Dessa maneira, esta revisão visa sumarizar o histórico e panorama atual das aplicações da cultura de tecidos em batata. Além da multiplicação clonal, essa ferramenta biotecnológica fornece material inicial indexado para programas de melhoramento e de produção certificada de batata-semente e facilita o intercâmbio e a conservação de germoplasma. Por tudo isso, o emprego destas técnicas na cadeia produtiva da batata proporciona benefícios diretos aos produtores, uma vez que fornece material propagativo com elevada qualidade genética e fitossanitária.


Assuntos
Técnicas In Vitro , Solanum tuberosum , Técnicas de Cultura de Tecidos , Biotecnologia , Noxas
16.
Rev. ABENO ; 18(3): 84-92, jul.-set. 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-964815

RESUMO

Agentes infecciosos podem ser transmitidos via partículas microscópicas suspensas no ar e secreções presentes em superfícies contaminadas de instrumentos e equipamentos. Entre os contaminantes veiculados pelo ar em ambiente interno estão os fungos, bactérias e vírus, que são provenientes do ar externo, do sistema de climatização, da construção, mobiliário, carpete e de seus ocupantes. A maioria dos procedimentos realizados na clínica odontológica libera grande quantidade de aerossóis, partículas diminutas que ficam durante várias horas no ar e podem conter diversos micro-organismos, dentre eles, os fungos. Em clínicas de ensino, esta contaminação é maior devido ao alto número de ocupantes e de procedimentos realizados ao mesmo tempo. Ao conhecer os gêneros fúngicos aos quais seus pacientes estão expostos, o profissional pode minimizar os riscos de infecção, adotando práticas de higienização do ambiente e do ar que possam auxiliar na prevenção de doenças. A verificação de fungos foi realizada pelo método de sedimentação em placa, que se mostra útil para a análise da quantidade e da qualidade de fungos presentes em ambientes internos e externos. Foram identificadas espécies pertencentes aos gêneros Aspergillus, Fusarium, Cladosporium, Nigrospora e Penicillium, encontrados com maior frequência os gêneros Penicillium e Aspergillus provenientes de ambiente externo e interno (AU).


Infectious agents can be transmitted via microscopic particles suspended in the air and secretions present on contaminated surfaces of instruments and equipment. Indoor airborne contaminants include fungi, bacteria and viruses, which come from outside air, the air conditioning system, the building, furniture, carpet and their occupants. Most procedures performed at the dental clinic release large amounts of aerosols, minute particles that remain for several hours in the air and may contain several microorganisms, among them fungi. In teaching clinics, this contamination is greater due to the high number of occupants and procedures performed at the same time. By knowing the fungal genera to which their patients are exposed, the professional can minimize the risks of infection, adopting practices of hygiene of the environment and air that can aid in the prevention of diseases. The fungi check was performed by the plate sedimentation method, which is useful for the analysis of the quantity and quality of fungi present in internal and external environments. Species belonging to the genus Aspergillus, Fusarium, Cladosporium, Nigrospora and Penicillium were identified, most frequently found Penicillium and Aspergillus genera from external and internal environment (AU).


Assuntos
Infecções Bacterianas e Micoses/etiologia , Amostras de Ar , Controle de Infecções , Clínicas Odontológicas , Odontólogos , Educação em Odontologia/métodos , Aspergilose , Brasil , Sedimentação Acelerada/métodos , Interpretação Estatística de Dados , Noxas/imunologia
17.
Pesqui. vet. bras ; 38(5): 902-912, May 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-955420

RESUMO

Foram estudados 26 casos de meningoencefalite por herpesvírus bovino (BoHV) diagnosticados entre 2010-2016, no Estado de Goiás (GO). A doença acometeu principalmente bovinos jovens, entre 60 dias a 18 meses de idade. Não houve associação entre os casos e o sexo dos bovinos e a sazonalidade. A doença foi observada em todas as cinco Mesorregiões do Estado, com uma frequência maior nas Mesorregiões Sul e Centro. Os sinais clínicos mais frequentemente observados incluíram cegueira, incoordenação, sialorreia e ataxia. As principais alterações macroscópicas observadas incluíram congestão com tumefação e achatamento das circunvoluções, amolecimento e amarelamento do córtex telencefálico e focos de hemorragia. Em cinco encéfalos, não foram observadas alterações macroscópicas e em quatro as alterações não foram informadas. As principais alterações histológicas ocorreram no córtex telencefálico, principalmente o córtex frontal e parietal, mas em alguns casos, lesões de menor intensidade foram também observadas no tálamo, núcleos basais, mesencéfalo, ponte, bulbo, cerebelo e hipocampo. Todos os casos apresentaram meningoencefalite linfoplasmocítica e corpúsculos de inclusão intranucleares basofílicos em astrócitos e, eventualmente, em neurônios. Outras lesões frequentes incluíram necrose neuronal laminar segmentar (neurônio vermelho), espongiose, tumefação do núcleo das células endoteliais, gliose focal ou difusa, hipertrofia de astrócitos, infiltração por células gitter, congestão e hemorragia. Lesões menos comuns incluíram astrócitos Alzheimer tipo II, lesão residual e neuronofagia. A necrose neuronal e o edema (espongiose) foram mais acentuados nas camadas granular externa, molecular, de células piramidais e granular interna dos telencéfalos. Tanto os giros quanto os sulcos foram afetados igualmente. Dos 26 casos, o DNA de BoHV-5 foi amplificado em dois (7,69%) casos, enquanto que o de BoHV-1 foi identificado em um caso (3,84%). Nos casos positivos para BoHV-5 foram usadas amostras fixadas em formol a 10% e incluídas em parafina e amostras congeladas foram utilizadas no caso positivo para BoHV-1.(AU)


Twenty six cases of bovine herpetic meningoencephalitis diagnosed from 2010-2016 in Goiás state, Brazil, were studied. Affected cattle were mainly 60-day to 18-month-old. There was no association of the disease with sex and seasonality. The disease was found in all five mesoregions with a higher prevalence in southern and central state of Goiás. Clinical signs more frequently observed included blindness, incoordination, circling, excessive salivation, and ataxia. Main gross findings in the brain were congestion with swelling and flattening of gyri, softening and yellow discoloration of cerebral cortex and hemorrhagic foci. In five cases no gross changes were observed in the brain and in four cases there is no information. The main histopathological changes were in the cortex of telencephalic lobes, especially the frontal and parietal; however less prominent and less frequently found lesions occurred in the thalamus, basal nuclei, midbrain, pons, medulla oblongata, cerebellum, and hippocampus. All cases presented lymphoplasmocytic meningoencephalitis and intranuclear basophilic inclusion bodies in astrocytes, less commonly in neurons. Other frequent lesions included segmental laminar neuronal necrosis (red neurons), spongiosis, swollen vascular endothelial nuclei, gliosis (focal and diffuse), hypertrophy of astrocytes, infiltration of gitter cells, congestion, and hemorrhage. Lesions less frequently observed were Alzheimer type II astrocytes, residual lesion and neuronophagia. The most frequently affected cortical layers by neuronal necrosis and edema were external and internal granular, molecular, and pyramidal cell layers. Gyri and sulci were equally affected. Of the 26 cases, in 2 (7.69%) the DNA of BoHV-5 was amplified with samples fixed in 10% formalin and paraffin-embedded. DNA of BoHV-1 was identified in another case (3.84%) where, positive to BoHV-1, fresh samples were used.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Bovinos/anormalidades , Bovinos/lesões , Encefalite por Herpes Simples/veterinária , Encefalite por Herpes Simples/epidemiologia , Noxas
18.
Pesqui. vet. bras ; 38(5): 920-929, May 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-955417

RESUMO

A colângio-hepatite é considerada uma causa frequente de insuficiência hepática em gatos e é classificada em neutrofílica, linfocítica e esclerosante. Os objetivos deste estudo foram determinar a frequência de colângio-hepatite em gatos diagnosticados na Região Metropolitana de Porto Alegre, descrever seus aspectos anatomopatológicos e estabelecer uma associação com as infecções por Escherichia coli, vírus da imunodeficiência felina (FIV) e vírus da leucemia felina (FeLV). No período de janeiro de 2000 a julho de 2016 o Setor de Patologia Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul realizou 1915 necropsias de gatos, destes, 32 foram diagnosticados com colângio-hepatite, representando 1,7% dos casos. Destes, a colângio-hepatite linfocítica (CHL) foi diagnosticada em 68,7% (22/32), a neutrofílica (CHN) em 21,9% (7/32) e a esclerosante (CHE) com 9,4% (3/32). A idade variou de quatro meses a 16 anos, com a mediana de seis anos, acometendo predominantemente gatos sem raça definida. Somente na CHN observou-se predisposição por machos, verificado em 85,7% (6/7) dos casos. Enterite e pancreatite foram identificadas concomitantemente com a colângio-hepatite em 56,2% (18/32) dos casos, cada, e a formação de tríade foi identificada em 46,9% (15/32) dos gatos. Através da imuno-histoquímica, 68,2% (15/22) dos gatos com CHL, foram positivos para FIV, 40,9% (9/22) para FeLV e 31,8% (7/22) marcação para ambos os retrovírus. Na CHN, 85,7% (6/7) positivos para FIV, 57,1% (4/7) para FeLV e 42,8% (3/7) imunorreação para os dois retrovírus. Na CHE, 100% (3/3) dos casos apresentaram marcação para FeLV, 33,3% (1/3) para FIV e 33,3% (1/3) para ambos. Imunomarcação para E. coli foi observada em 27,3% (6/22) dos casos da CHL, 28,6% (2/7) da CHN e em 33,3% (1/3) da CHE. E. coli, Enterococcus sp. e Klebsiella pneumoniae foram os micro-organismos mais frequentes isolados no exame bacteriológico. A visualização da E. coli, através da IHQ no sistema hepatobiliar de gatos diagnosticados com colângio-hepatite associados à inflamação, sugere que a doença se desenvolveu secundariamente à infecção bacteriana ascendente.(AU)


Cholangiohepatitis is considered a frequent cause of liver failure in cats, and are classified as neutrophilic, lymphocytic and sclerosing. The aims of this study was to determine the frequency of cholangiohepatitis in cats diagnosed in the metropolitan region of Porto Alegre, to describe the anatomopathological aspects and to establish an association with Escherichia coli, feline immunodeficiency virus (FIV) and feline leukemia virus (FeLV). From January 2000 to July 2016, the Department of Veterinary Pathology of the Universidade Federal do Rio Grande do Sul performed 1915 cat necropsies, of which 32 were diagnosed with cholangiohepatitis, representing 1.7% of the cases. Of these, lymphocytic cholangiohepatitis (LCH) was diagnosed in 68.7% (22/32), neutrophilic (NCH) in 21.9% (7/v) and sclerosing cholangiohepatitis (SCH) with 9.4% (3/32) of the cases. In general, age ranged from four months to 16 years, with the median age of six years, and predominantly affected cats with mixed breed. Only in NCH demonstrated male predisposition, verified in 85.7% (6/7) of this cases. Enteritis and pancreatitis were identified concomitantly with cholangiohepatitis in 56.2% (18/32) cases, each, and triad formation was identified in 46.9% (15/32) of cats. In the immunohistochemistry, we observed that 68.2% (15/22) of the cats with LCH were positive for FIV, 40.9% (9/22) for FeLV, and 31.8% (7/22) positive for both retroviruses. In NCH, 85.7% (6/7) was positive for FIV, 57.1% (4/7) for FeLV, and 42.8% (3/7) immunoreactions for the two retroviruses. In SCH, 100% (3/3) of the cases presented FeLV marking, 33.3% (1/3) for FIV and 33.3% (1/3) for both. Immunostaining for E. coli was observed in 27.3% (6/22) of LCH, 28.6% (2/7) of NCH, and 33.3% (1/3) of SCH. E. coli, Enterococcus sp. and Klebsiella pneumoniae were the most frequently microorganisms isolated in the bacteriological examination. The visualization of E. coli by the immunohistochemistry in the hepatobiliary system of cats diagnosed with cholangiohepatitis suggests that the disease developed secondary to ascending bacterial infection.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Gatos/anormalidades , Colangite/diagnóstico , Noxas
19.
Arch. Health Sci. (Online) ; 25(1): 11-12, 23/04/2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1046565

RESUMO

Introdução: A busca por novos agentes terapêuticos tem incentivado as pesquisas com plantas medicinais, pois muitas delas podem apresentar propriedade antimicrobiana e conhecer o potencial citotóxico dos extratos é fundamental para garantir a segurança durante o uso. Objetivo: Avaliar a atividade antimicrobiana e a citotoxicidade hemolítica de Arctium lappa (bardana), Equisetum arvense (cavalinha), Mikania glomerata (guaco), Morus nigra (amora) e Plantago major (tanchagem), amplamente consumidos pela população na forma de chás medicinais. Material e Métodos: Os extratos etanólicos fora preparados a 20% por percolação. Na avaliação antimicrobiana foi utilizada a técnica de difusão em disco, empregando as bactérias Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa, Proteus mirabilis, Klebsiella pneumoniae, Acinetobactersp, Enterococcus sp e Salmonella sp. O ensaio de citotoxicidade baseou-se na exposição dos extratos a 5%, 25%, 50%, 75% e 100% em suspensão de hemácias a 37ºC por 30 minutos, seguido de centrifugação e visualização do grau de hemólise. Resultados: Todos os extratos apresentaram inibição de crescimento microbiano, principalmente sobre Acinetobacter sp (amora), Enterococcus sp (amora e cavalinha), K. pneumoniae(amora, bardana e guaco), P. aeruginosa (cavalinha, tanchagem, bardana e guaco) e Salmonellasp (amora e bardana). No ensaio de citotoxicidade, o grau de hemólise foi classificado como baixo para tanchagem e bardana (5%) e médio para cavalinha, guaco e amora (25%) nas concentrações testadas. Conclusão: Os resultados mostram o potencial antimicrobiano dos extratos de amora, bardana, cavalinha, guaco e tanchagem contra bactérias Gram negativas e a baixa citotoxicidade hemolítica confirma a segurança no uso dos mesmos como agentes terapêuticos.


Assuntos
Extratos Vegetais/análise , Antibacterianos , Noxas/análise
20.
Biosci. j. (Online) ; 34(1): 67-74, jan./feb. 2018.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-966611

RESUMO

The Neon-S method has been used for detection of Sclerotinia sclerotiorum on soybean and common bean seeds since the 2010 crop season. However, this method can lead to identification of false-positives due to the presence of other fungi that change the medium pH. Thus, this study evaluated the effect of increasing incubation period on the reliability of Neon-S test in detecting S. sclerotiorum infection on soybean and common bean seeds. A randomized block design was set up with three replicates in a 3x3 factorial scheme, consisting of three detection methods (germination paper test, Neon-S, and modified Neon-S2) and three seed material (naturally infected common beans, naturally infected and artificially inoculated soybean seeds). The three methods were compared by evaluating 400 seeds per replication, after incubating them for seven days in Neon-S, for 15 days in Neon-S2, and for 30 days in germination paper, determining the presence of the fungus and of sclerotia adhered to the seeds. The data were submitted to the analysis of variance and the averages compared by the Tukey test at 5% probability. From 2008 to 2012, 637 lots were evaluated. Among the seed material, artificially inoculated soybean presented the greatest pathogen infection index. The germination paper test led to 2.8% of positive samples, contrasting 29.7% of Neon-S. The modified method Neon-S2 increased detection sensitivity of S. sclerotiorum in seed lots (31.2%); however, did not significantly differ from the Neon-S method, despite its greater averages. We concluded that detection of S. sclerotiorum by the Neon-S method can be optimized by incubation for 15 days (Neon-S2), due to the formation of sclerotia near the infect seeds which confirms the presence of the pathogen avoiding false-positive results.


O método de Neon-S tem sido utilizado para a detecção de Sclerotinia sclerotiorum em sementes de soja e de feijão desde a safra de 2010. Porém, esse método possibilita a leitura de falsos-positivos devido ao aparecimento de fungos que também alteram o pH do meio. O objetivo deste trabalho foi verificar se o aumento do período de incubação melhora a confiabilidade do teste Neon-S em detectar o patógeno S. sclerotiorum em sementes de soja e de feijão. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema fatorial 3x3, sendo três métodos de detecção (rolo de papel, Neon-S e o meio modificado Neon-S2) e três tipos de sementes (feijão infectado naturalmente e sementes de soja infectadas natural ou artificialmente), totalizando nove tratamentos, com três repetições. Os três métodos foram comparados avaliando 400 sementes por repetição: em meio Neon-S com incubação de sete dias, Neon-S2 com incubação de 15 dias e em rolo de papel por 30 dias, anotando-se a presença do fungo e de escleródios aderidos às sementes. Realizou-se a análise de variância dos dados e teste de comparação de médias (Tukey 5%). No período de 2008 a 2012, 637 lotes foram testados. Dentre os tipos de sementes, a soja inoculada artificialmente apresentou os maiores índices de infecção pelo patógeno. O teste de rolo de papel apresentou 2,8% de amostras positivas, enquanto o Neon-S 29,7%. O método Neon-S2 aumentou a sensibilidade de detecção de S. sclerotiorum nos lotes de sementes analisadas (31,2%); porém, não foi detectada diferença significativa comparativamente ao método Neon-S, ainda que com maiores médias. Conlui-se que a detecção de S. sclerotiorum pelo método Neon-S pode ser otimizada com a incubação por 15 dias (Neon-S2), em virtude da formação de escleródios próximos às sementes infectadas, o que confirma a presença do patógeno e evita a leitura de falsos-positivos.


Assuntos
Ascomicetos , Sementes , Soja , Phaseolus , Fungos , Noxas , Fabaceae
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA