Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 37
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Neumol. pediátr. (En línea) ; 12(4): 182-186, oct. 2017. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-999180

RESUMO

Chest physiotherapy is an essential component of cystic fibrosis treatment. Its aim is to delay lung deterioration and preserve physical function, improving quality of life and long-term results. It is possible to proceed early, even when the child is asymptomatic.The therapist must be a competent professional, able to participate in a health care team and to make therapeutic decisions. Currently, the therapist is responsible for optimizing mucociliary clearance, but in, addition, their work has extended to education, aerosol therapy, physical activity recommendations, non-invasive ventilatory support, oxygen therapy.This article provides a general description of the chest therapist proceedings related to the integral management of cystic fibrosis


La kinesioterapia respiratoria es parte del tratamiento integral de la Fibrosis Quística. Con ella, apuntamos a retrasar el deterioro pulmonar y preservar la función física, mejorando la calidad de vida y los resultados a largo plazo. Es posible actuar de manera precoz, incluso cuando el niño es asintomático.Es de importancia que el kinesiólogo que trate a pacientes con Fibrosis Quística sea un profesional competente, con capacidad de formar parte de un equipo de salud y participar activamente en las decisiones terapéuticas requeridas, ya que en la actualidad, el kinesiólogo ha ampliado su labor, ya no solo circunscribiéndose a las técnicas manuales e instrumentales para optimizar el drenaje bronquial. Este articulo entrega una descripción general del actuar del kinesiólogo en el manejo integral del paciente con Fibrosis Quística


Assuntos
Humanos , Lactente , Pré-Escolar , Modalidades de Fisioterapia , Fibrose Cística/reabilitação , Terapia Respiratória , Exercícios Respiratórios , Broncodilatadores/administração & dosagem , Drenagem Postural , Respiração com Pressão Positiva , Fibrose Cística/terapia , Fisioterapia/métodos , Terapia por Exercício
2.
Rev. cuba. cir ; 56(2): 1-11, abr.-jun. 2017. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-900970

RESUMO

Introducción: el diagnóstico y tratamiento de las colecciones de pus del pulmón ha variado a través del tiempo. Objetivo: evaluar los resultados del tratamiento quirúrgico de los enfermos en los que fracasó el tratamiento médico. Métodos: estudio descriptivo observacional de 45 enfermos con colecciones de pus del pulmón en los que se realizó algún procedimiento quirúrgico. Resultados: predominó el sexo masculino, 82,2 por ciento entre la sexta y séptima década de la vida, todos presentaban factores de riesgo. El absceso pulmonar primario fue el más frecuente, seguido por cáncer de pulmón abscedado, las bullas, bronquiectasia y el absceso por tuberculosis, 91,1 por ciento eran ASA II o III y 8,9 por ciento IV. Predominaron los gérmenes gran negativos. El pulmón derecho fue el más afectado. Las intervenciones más realizadas fueron las resecciones con predominio de la lobectomía. El drenaje percutáneo y la pleurostomía, la supuración por TB fue tratada con drenaje y drogas antituberculosas. Las complicaciones más frecuentes fueron: infección respiratoria, arritmias e infecciones del sitio quirúrgico, la morbilidad fue inferior al 25 por ciento y la mortalidad 3,8 por ciento. Conclusiones: la selección individual del procedimiento a utilizar -teniendo en cuenta la causa, el estado físico y los factores de riesgo quirúrgico- permiten obtener resultados satisfactorios(AU)


Introduction: diagnosis and treatment of lung abscess has varied throughout the time. Objective: to evaluate the results of the surgical treatment in patients whose medical treatment failed. Methods: observational and descriptive study of 45 patients with lung abscess, who had undergone some type of surgery. Results: males predominated; 82.2 percent aged 60 to 70 years and all presented with risk factors. Primary lung abscess was the most common, followed by abscessed lung cancer, bullas, bronchiectasis and tuberculosis abscess. In the group, 91.1 percent were classified as ASA II or III and 8.9 percent as ASA IV. Gram-negative germs prevailed. Right lung was the most affected one. The most performed surgeries were resections, mainly lobectomy. Percutaneous drainage and pleurostomy; tuberculosis suppuration was treated with drainage and anti-tuberculosis drugs. The commonest complications were respiratory infections, arrhythmias and surgical site infections. The morbidity rate was below 25 percent and the mortality rate was 3.8 percent. Conclusions: taking into account the cause, the physical condition and the surgical risk factors, the individual selection of the procedure to be used allows achieving satisfactory outcomes(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Abscesso Pulmonar/cirurgia , Pneumonectomia/efeitos adversos , Procedimentos Cirúrgicos Pulmonares/métodos , Estudos Transversais , Drenagem Postural/métodos , Epidemiologia Descritiva , Estudo Observacional , Resultado do Tratamento
3.
Rev. pediatr. electrón ; 14(1): 26-34, 2017. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-968889

RESUMO

La kinesiterapia respiratoria, es una especialidad terapéutica que tiene el rol principal de prevenir y tratar las complicaciones pulmonares de forma sencilla, sin incorporar recursos sofisticados en su ejecución. Su objetivo es optimizar la función respiratoria para lograr un adecuado intercambio de gases y mejorar la relación ventilación perfusión. Para esto se efectuan maniobras de permeabilización bronquiales, que cobran especial valor en la infancia, dado que este grupo etáreo, presenta mayor producción de secreciones y una VA de conducción muy estrecha, ambos elementos predisponen a obstrucciones que deben ser manejadas cuando se amerite. La kinesiterapia, también incluye otras técnicas como ejercicios respiratorios, movilización, posicionamientos, maniobras de reexpansión pulmonar asociados con dispositivos especialmente adaptados para este objetivo. En este escrito, se dan las bases de esta terapia física, con énfasis en la edad pediátrica, junto a la descripción global y específica de las principales técnicas, que el pediatra debiese conocer.


Chest physioterapy is a therapeutic specialty that aims to prevent and treat lung complications without adding sophisticated resources for his execution as its main role. Its goal is to optimize the pulmonary function to achieve appropriate gaseous exchange and to improve ventilation/perfusion ratio. To this end airway clearance techniques are performed, these techniques are of special value during childhood, since this age group present higher quantities of secretions and very narrow conducting airways, both elements predispose to obstructions that must be handle if the case merits. Chest physioterapy also include others techniques as deep breathing, early movilizations, lung recruitment maneuvers with specially adapted devices. This paper set the stage of this pshysical therapy with emphasis in pediatric age, adding a global and specific description of the main techniques that the pediatritian should know.


Assuntos
Humanos , Criança , Terapia Respiratória/métodos , Exercícios Respiratórios , Modalidades de Fisioterapia , Drenagem Postural
4.
Einstein (Säo Paulo) ; 12(4): 452-458, Oct-Dec/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-732443

RESUMO

Objective To evaluate and compare the effects of two chest physiotherapy interventions in patients hospitalized due to acute bronchiolitis. Methods Prospective randomized study with a sample of 83 calls for 29 patients aged between 3 months and 1 year hospitalized for acute bronchiolitis. Patients were distributed randomly into two groups: Group 1, submitted to postural drainage, tapping and tracheal aspiration; and Group 2, submitted to postural drainage, expiratory acceleration flow and tracheal aspiration. Assessments were made before and 10 and 60 minutes after the end of therapy. Patients also underwent drug treatment. The endpoint was to compare two physical therapy interventions as to clinical improvement in infants with acute bronchiolitis by means of oxygen saturation and the Respiratory Distress Assessment Instrument score. The parents/guardians was requested to answer a questionnaire about the treatment applied before the last evaluation in order to measure their satisfaction related to the interventions made. Results The groups were similar regarding the use of antibiotics and bronchodilators. A greater number of patients used corticosteroids in Group 2. A relevant improvement was observed on Respiratory Distress Assessment Instrument score with physical therapy, with reduction of the score 10 minutes after interventions, and the same score 60 minutes later, with no differences between techniques applied. There was no significant variation of pulse oximetry after chest physiotherapy. Most items assessed by the questionnaire had satisfactory answers. Conclusion No differences were observed between groups regarding the items assessed (time required to discharge from study, pulse oximetry in room air and disease severity according ...


Objetivo Avaliar e comparar os efeitos de duas intervenções fisioterapêuticas em pacientes com bronquiolite aguda durante internação hospitalar. Métodos Estudo prospectivo e randomizado, com amostra de 83 atendimentos de 29 pacientes com idade entre 3 meses e 1 ano internados por bronquiolite aguda. Os pacientes foram randomizados em dois grupos: Grupo 1, submetido à drenagem postural, tapotagem e aspiração nasotraqueal; e Grupo 2, submetido à drenagem postural, aceleração do fluxo expiratório e aspiração nasotraqueal. Foram realizadas avaliações antes e 10 e 60 minutos após o término da fisioterapia. Os pacientes também foram submetidos a tratamento medicamentoso. O objetivo foi comparar duas intervenções fisioterapêuticas quanto à melhora clínica de lactentes com bronquiolite aguda por meio da saturação periférica de oxigênio e do escore Respiratory Distress Assessment Instrument. Um questionário sobre o tratamento ministrado foi aplicado ao responsável, antes da última avaliação, para mensurar a satisfação dos mesmos em relação às intervenções. Resultados Os grupos foram similares em relação ao uso de antibiótico e broncodilatador. Observamos um número maior de pacientes que utilizaram corticoide no Grupo 2. Observou-se melhora significante no escore Respiratory Distress Assessment Instrument com o tratamento fisioterapêutico, com redução do mesmo, 10 minutos após as intervenções e manutenção dos valores 60 minutos após, sem diferenças entre as técnicas empregadas. Não houve var...


Assuntos
Feminino , Humanos , Lactente , Masculino , Exercícios Respiratórios/métodos , Bronquiolite/terapia , Drenagem Postural/métodos , Hospitalização , Doença Aguda , Análise de Variância , Oximetria , Estudos Prospectivos , Ventilação Pulmonar/fisiologia , Estatísticas não Paramétricas , Inquéritos e Questionários , Fatores de Tempo , Resultado do Tratamento
5.
Rev. cuba. cir ; 53(2): 145-155, abr.-jun. 2014.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-740893

RESUMO

Introducción: el desarrollo de los antimicrobianos provocó que el drenaje externo dejara de realizarse en pacientes con absceso de pulmón, en quienes la resección pulmonar es la opción ante el fracaso médico. En los últimos años, la neumostomía ha resurgido por la necesidad de asistir a enfermos con un marcado deterioro físico que impide una intervención quirúrgica resectiva. Objetivo: caracterizar a los pacientes con supuración pulmonar tratados quirúrgicamente mediante drenaje percutáneo externo y neumostomía con sonda de balón (método de Monaldi) practicados con anestesia local. Métodos: se realizó un estudio descriptivo longitudinal retrospectivo en el período de 1995 a 2012 en el Hospital Universitario Comandante Manuel Fajardo. El universo estuvo conformado por 8 pacientes a los que se les practicó el método de Monaldi. En todos los casos se utilizaron sondas de goma de balón de 24 unidades F, de tres ramas. Resultados: cuatro pacientes padecían de absceso del pulmón y el resto de bullas enfisematosas voluminosas infectadas. Todos los casos tuvieron resolución de la colección infectada en un período inferior a las 2 semanas, y no hubo complicaciones ni mortalidad quirúrgica. Conclusiones: el drenaje percutáneo con anestesia local utilizando sondas de balón es un instrumento adecuado para el tratamiento de colecciones pulmonares en enfermos con deterioro físico por el cuadro infeccioso. Con él se logra la resolución de la lesión pulmonar, y es efectivo tanto en los abscesos pulmonares como en las bullas enfisematosas infectadas(AU)


Introduction: with the advent of the antibiotic therapy, external drainage ceased to be performed in lung abscess patients for whom the pulmonary resection is the choice. In the last few years, pneumostomy has reemerged due to the need of giving assistance to patients with remarkable physically deterioration that hinders resective surgery. Objectives: to characterize patients with pulmonary suppuration and surgically treated by means of external percutaneous drainage with balloon catheter pneumostomy (Monaldi method) using local anesthesia. Methods: retrospective, descriptive and longitudinal study of eight patients, who underwent Monaldi method-based surgery, conducted from 1995 through 2012 at Manuel Fajardo university hospital. Three branch twenty-four F unit balloon rubber catheters were used in all these cases. Results: out of the eight, four had been diagnosed with lung abscess and the other four had large septic emphysematous sacs. The infected collection was eliminated in all these patients in less than 2 weeks with no complication and no surgical death. Conclusion: The percutaneous drainage with local anesthesia using balloon catheter as an instrument was adequate and useful in the treatment of septic lung collections in patients with very poor physical condition. This method manages to eliminate the pulmonary lesion and is good for both pulmonary abscesses and infected emphysematous sacs(AU)


Assuntos
Humanos , Drenagem Postural/métodos , Abscesso Pulmonar/cirurgia , Epidemiologia Descritiva , Estudos Longitudinais , Estudos Retrospectivos
6.
Braz. j. phys. ther. (Impr.) ; 17(6): 533-540, dez. 2013. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-696982

RESUMO

BACKGROUND: The effects of physical therapy on heart rate variability (HRV), especially in children, are still inconclusive. OBJECTIVE: We investigated the effects of conventional physical therapy (CPT) for airway clearance and nasotracheal suction on the HRV of pediatric patients with acute bronchiolitis. METHOD: 24 children were divided into two groups: control group (CG, n=12) without respiratory diseases and acute bronchiolitis group (BG, n=12). The heart rate was recorded in the BG at four different moments: basal recording (30 minutes), 5 minutes after the CPT (10 minutes), 5 minutes after nasotracheal suction (10 minutes), and 40 minutes after nasotracheal suction (30 minutes). The CG was subjected to the same protocol, except for nasotracheal suction. To assess the HRV, we used spectrum analysis, which decomposes the heart rate oscillations into frequency bands: low frequency (LF=0.04-0.15Hz), which corresponds mainly to sympathetic modulation; and high frequency (HF=0.15-1.2Hz), corresponding to vagal modulation. RESULTS: Under baseline conditions, the BG showed higher values in LF oscillations, lower values in HF oscillations, and increased LF/HF ratio when compared to the CG. After CPT, the values for HRV in the BG were similar to those observed in the CG during basal recording. Five minutes after nasotracheal suction, the BG showed a decrease in LF and HF oscillations; however, after 40 minutes, the values were similar to those observed after application of CPT. CONCLUSIONS: The CPT and nasotracheal suction, both used for airway clearance, promote improvement in autonomic modulation of HRV in children with acute bronchiolitis. .


Assuntos
Feminino , Humanos , Lactente , Masculino , Sistema Nervoso Autônomo/fisiopatologia , Bronquiolite/fisiopatologia , Bronquiolite/terapia , Drenagem Postural , Frequência Cardíaca , Modalidades de Fisioterapia , Doença Aguda
7.
Notas enferm. (Córdoba) ; 12(19): 9-12, jun. 2012.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-638919

RESUMO

Los indicadores mas habituales para la colocación de un drenaje toracico son neumotorax espontaneo o a tension, neumotorax, derrame pleural en post operado de cirugia cardiaca, con el objetivo de drenar y liberar la cavidad pleural o mediastino de la presencia anomala de aire, sangre o liquido excesivo. En la actualidad se dispone de avanzados y diversos sistemas cerrados de drenaje toracicos desechables, que garantizan un manejo optimo y seguro para el paciente. Conocer los principios tecnicos basicos pra su correcta utilizacion y los cuidados de enfermeria, nos permitira una actuacion eficiente en la valoracion, control y seguimiento y evolucion del paciente con este dispositivo y preservarlo de las posibles complicaciones.


Assuntos
Humanos , Cuidados Críticos , Drenagem Postural/enfermagem , Pneumotórax/enfermagem
9.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-834400

RESUMO

A fisioterapia torácica convencional (FTC) foi introduzida na década de 1950 como padrão-ouro nos cuidados dos pacientes com fibrose cística (FC), no entanto há poucas evidências para que seu uso seja mantido na rotina diária. Neste trabalho, revisamos a evolução das condutas fisioterapêuticas em pacientes portadores de FC, bem como as novas opções de tratamento, com base nas evidências descritas na literatura nos últimos anos. Na últimas décadas, a fisioterapia respiratória modificou-se consideravelmente introduziu-se novas abordagens, tais como técnicas ativas, os pacientes são mantidos em posições mais confortáveis, que se mostram mais eficazes do que as convencionais. Entre elas, destacamos a pressão expiratória positiva (PEP), PEP oscilatória, ciclo ativo da respiração, aumento do fluxo expiratório, drenagem autógena e drenagem autógena modificada. O paciente deve conhecer e eventualmente participar, juntamente ao profissional, da definição da técnica mais apropriada a seu caso. Para tal, uma boa relação fisioterapeuta-paciente é de fundamental importância.


Conventional chest physiotherapy (CCP) started to be used in the 1950s as the gold standard in the care of patients with cystic fibrosis (CF). However, there is little evidence that its use is maintained in the daily routine. The present review of the literature presents the evolution of the practice of physical therapy in patients with CF, as well as new treatment options based on the evidence described in recent years. In the last decades respiratory physiotherapy has changed considerably. By means of new approaches, such as active techniques, patients are offered more comfortable positions, which are more effective than the conventional ones. Among these techniques, the following are highlighted: positive expiratory pressure (PEP), oscillatory PEP, active cycle of breathing, expiratory flow increase, autogenic drainage, and modified autogenic drainage. Patients must understand the therapy and help the physical therapist to define the most appropriate technique for their cases. A good physical therapistpatient relationship is crucial so that such objective can be achieved.


Assuntos
Humanos , Exercícios Respiratórios , Fibrose Cística/terapia , Modalidades de Fisioterapia , Obstrução das Vias Respiratórias , Terapia Respiratória , Drenagem Postural/métodos , Fluxo Expiratório Forçado , Muco , Oscilação da Parede Torácica/métodos , Respiração com Pressão Positiva/métodos
10.
Fisioter. pesqui ; 17(4): 362-365, out.-dez. 2010. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-587982

RESUMO

O abscesso pulmonar é uma lesão necrótica geralmente devida a germes piogênicos. A fisioterapia respiratória (FR) é indicada, porém há poucos relatos na literatura, não havendo consenso quanto ao uso e às técnicas de FR para esse caso. O objetivo deste estudo de dois casos foi verificar a segurança e efetividade da FR no tratamento do abcesso pulmonar. O caso 1 foi um paciente de 30 anos, internado; a terapia consistiu em posicioná-lo em Trendelenburg semi-lateral direito para ventral por 30 minutos, três vezes ao dia, com saída de grande quantidade de secreção. Após 5 dias, o radiograma de tórax demonstrou redução de 90% do nível hidroaéreo, verificando-se o esvaziamento completo do abscesso após 14 dias de internação. O caso 2 foi uma paciente de 28 anos igualmente com diagnóstico de abscesso pulmonar, também tratada com drenagem postural, nos mesmos posicionamento e freqüência que o caso 1, sendo drenada grande quantidade de secreção amarelada e fluida. Após 7 dias de tratamento evidenciou-se redução importante do nível líquido do abscesso pulmonar. Conclui-se que a drenagem postural isoladamente é uma técnica de fisioterapia efetiva e segura no tratamento do abcesso pulmonar.


Lung abscess is a necrotic lesion mostly caused by pyogenic germs. Chest physical therapy (CPT) is indicated, but there are few studies available and no consensus on CPT use and techniques for theses cases. The purpose of this study was to assess safety and effectiveness of postural drainage in treating lung abscess in two cases. Patient 1, male, 30 years old, was laid in Trendelenburg, in semi-lateral to ventral decubitus for 30 minutes, three times a day. After five days of therapy, X-ray showed a 90% decrease of sputum, and on the 14th day full drainage was achieved. Case 2 was a female patient, 28 years old, treated at the same position and frequency as case 1. After seven days of therapy, exams showed a great decrease of pus from the abscess. It may thus be said that postural drainage alone is a safe and effective chest physical therapy technique for treating lung abscesses.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Abscesso Pulmonar/reabilitação , Drenagem Postural , Terapia Respiratória
12.
Rev. colomb. neumol ; 22(3)sept. 2010.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-652647

RESUMO

Muchos pacientes con EPOC en fase aguda o crónica acumulan secreciones en las vías respiratorias; la terapia respiratoria (TR) se usa con frecuencia como método terapéutico eficaz para el tratamiento de estos pacientes. La TR usa fuerzas físicas como la gravedad y la percusión torácica, para el manejo de estas secreciones; usa intervenciones manuales como el drenaje postural, la percusión del tórax, la vibración, el estremecimiento del tórax, la tos asistida y las técnicas de exhalación forzada. Esta terapia requiere de trabajo, tiempo y costo. Hay pocas revisiones sistemáticas basadas en muy pocos ensayos clínicos aleatorios, estos estudios no validan el beneficio de la TR en personas con EPOC. Los efectos beneficiosos de la TR se han limitado solamente a la producción del esputo y al aclaramiento de radio aerosoles. No hay ningún estudio que demuestre una acción beneficiosa de TR sobre la función pulmonar.


Assuntos
Drenagem Postural , Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica , Terapia Respiratória
13.
Ter. man ; 7(34): 463-468, nov.-dez. 2009. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-549059

RESUMO

Introdução: A bronquiectasia é uma doença respiratória que causa deformidades nas vias aéreas, com alta prevalência nos países em desenvolvimento. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo comparar a eficácia das técnicas de fisioterapia respiratória convencional (drenagem postural associada à percussão) e da técnica ELTGOL (Expiração Lenta Total com a Glote Aberta em Infralateral) em pacientes bronquiectásicos, através da análise da pressão arterial (PA), freqüência cardíaca (FC), freqüência respiratória (f), saturação periférica de oxigênio (SpO2) e ausculta pulmonar(AP). Método: A amostra foi constituída por 16 pacientes, com idade entre 22 e 56 anos adultos bronquiectásicos e hipersecretivos. Os pacientes foram submetidos a dois protocolos, classificados como G1 (Convencional) e G2 (ELTGOL), sendo realizadas 6 sessões consecutivas em dias alternados, no Ambulatório de Fisioterapia da Universidade Nove de Julho. Os dados coletados foram analisados estatisticamente através do teste t de Student. Resultados: Foi observada diferença estatisticamente significante (p=0,0305) entre FC inicial e final no G2. Esta diferença estava associada ao desconforto referido pelos pacientes, devido à estimulação da tosse involuntária. Talvez o aumento daFC ocorra devido às variações cíclicas, uma vez que elas podem alterar os potenciais elétricos gerados pela atividade do coração. Não foi observada diferença significante entre os grupos e as demais variáveis analisadas. Conclusão: Todos os pacientes foram unânimes em relatar a melhora respiratória após as sessões dos dois protocolos. O efeito positivo de ambas as técnicas também foi comprovado com a melhora da ausculta pulmonar no final das sessões. Nosso estudo observou, de forma subjetiva, que o G2 obteve maior resultado na depuração da secreção brônquica,, embora a quantidade de secreção não tenha sido quantificada.


Introduction: Bronchiectasis is a respiratory disease which causes deformities at the airways, with a high prevalence in the underdeveloped countries. Objective: this study aimed to compare the techniques of conventional respiratory physiotherapy (postural drainage and percussion) with the ELTGOL technique between bronchiectasic patients, through analysis of blood pressure (BP), heart rate (HR), respiratory rate (f), saturation peripheral oxygen (SpO2)and pulmonary auscultation (AP). Method: The sample consisted of 16 bronchiectasic adults patients, hipersecretives, between 22 and 56 years old. The patients were submitted to two protocols classified as G1 (conventional) and G2 (ELTGOL). Six sessions were held on consecutive days interspersed in the Physical Therapy Clinic of the Universidade Nove de Julho. The data were statistically analyzed by the Student t test, and it was found a significant differencebetween initial and final HR in G2 (p=0,0305). The significant difference in G2 can indicate that the techniqueprovides some discomfort to the patients. Perhaps the increase in HR occurs due to cyclical variations, since they can alter the electrical potential generated by the activity of the heart. There was no significant difference between the groups and the remaining variables. Conclusion: All the patients related a respiratory improvement after the sessions of both protocols. Subjectively, we observed that ELTGOL did better for clearance of bronchial secretions, although the amount of material collected has not been quantified. There was improvement in lung auscultation after both thetherapies thus indicating a positive effect of the techniques.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Bronquiectasia , Drenagem Postural , Fisioterapia
14.
J. bras. pneumol ; 35(9): 860-867, set. 2009. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-528391

RESUMO

OBJETIVO: Comparar os efeitos das técnicas de aumento do fluxo expiratório (AFE) e vibração associada à drenagem postural (DP) nos parâmetros cardiorrespiratórios de frequência cardíaca (FC), frequência respiratória (FR) e SpO2 de lactentes com bronquiolite viral aguda (BVA). MÉTODOS: Foram analisados lactentes com diagnóstico clínico e radiológico de BVA. A FC, FR e SpO2 foram registradas em quatro tempos: antes do procedimento e após 10, 30 e 60 min do término do procedimento. Os pacientes foram divididos em três grupos: submetido à AFE; submetido à vibração/DP; e controle. RESULTADOS: Foram incluídos no estudo 81 lactentes, 27 em cada grupo de estudo, com média de idade de 4,52 meses e peso médio de 6,56 kg. Na comparação por ANOVA, as médias da FR, FC e SpO2 nos grupos AFE e vibração/DP não apresentaram diferenças significantes em relação ao grupo controle (p > 0,05). Considerando somente os quatro tempos, houve queda significante dos valores médios de FR nos grupos AFE e vibração/DP em relação ao controle (p < 0,05). CONCLUSÕES: A aplicação de AFE e de vibração associada à DP não apresentou um benefício global na melhora dos parâmetros cardiorrespiratórios em lactentes com BVA. Quando analisados isoladamente no decorrer do tempo, a fisioterapia respiratória parece contribuir na diminuição da FR nesses pacientes.


OBJECTIVE: To compare the expiratory flow increase technique (EFIT) and vibration accompanied by postural drainage (PD) in terms of their effects on the heart rate (HR), respiratory rate (RR) and SpO2 of infants with acute viral bronchiolitis (AVB). METHODS: Infants with clinical and radiological diagnosis of AVB were analyzed. The HR, RR and SpO2 were registered at four time points: prior to the procedure; and at 10, 30 and 60 min after the procedure. The patients were divided into three groups: submitted to the EFIT; submitted to vibration/PD; and control. RESULTS: We included 81 infants, 27 per group, with a mean age of 4.52 years and a mean weight of 6.56 kg. Using ANOVA, we found that the EFIT and vibration/PD groups presented no significant differences in relation to the control group in terms of the mean values for HR, RR or SpO2 (p > 0.05). Considering only the four time points evaluated, the mean RR was significantly lower in the EFIT and vibration/PD groups than in the control group (p < 0.05). CONCLUSIONS: In terms of overall improvement of cardiorespiratory parameters, neither the EFIT nor vibration/PD provided any benefit to infants with BVA. However, over time, respiratory physical therapy seems to contribute to decreasing the RR in these patients.


Assuntos
Feminino , Humanos , Lactente , Masculino , Bronquiolite/fisiopatologia , Bronquiolite/terapia , Frequência Cardíaca/fisiologia , Taxa Respiratória/fisiologia , Terapia Respiratória/métodos , Doença Aguda , Análise de Variância , Oscilação da Parede Torácica/métodos , Drenagem Postural/métodos , Oxigênio/sangue , Fatores de Tempo , Capacidade Vital/fisiologia
15.
Fisioter. mov ; 22(1): 11-17, jan.-mar. 2009.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-543485

RESUMO

Introdução: A drenagem postural (DP) constitui uma das técnicas de higiene brônquica mais antiga e amplamente utilizada na fisioterapia respiratória, que tem a finalidade de auxiliar a mobilização de secreções através da ação da gravidade, principalmente em doenças com grande quantidade de secreção. Objetivo: Realizar uma revisão sobre a eficácia da DP isolada ou em associação com outras técnicas em diversas condições clínicas. Metodologia: Foi realizado um levantamento bibliográfico de estudos publicados em periódicos nacionais e internacionais entre os anos de 1960 a 2007. Conclusão: A DP é benéfica para aumentar a clearance do muco, mas seus efeitos ainda permanecem controversos quando combinados com outras modalidades.


Assuntos
Brônquios , Drenagem Postural , Higiene , Modalidades de Fisioterapia
16.
GED gastroenterol. endosc. dig ; 27(6): 175-180, nov.-dez. 2008. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-592387

RESUMO

A conduta frente a uma fístula duodenal recidivada de alto débito é de difícil manejo; uma nova cirurgia poderia aumentar as já elevadas taxas de morbimortalidade inerentes a essa situação. Para evitar isto, procedimentos alternativos, minimamente invasivos, têm sido relatados com sucesso para o tratamento das fístulas enterocutâneas. Os autores apresentam caso de fístula duodenal traumática recidivada após diverticulização duodenal em Y de Roux que permaneceu com débito inalterado após 40 dias de tratamento conservador. A realização de uma duodenostomia endoscópica percutânea ecoguiada propiciou o fechamento da fístula. Nenhum relato de fístula duodenal tratada por esta técnica foi encontrado. Apesar de este procedimento ter-se mostrado factível e seguro, mais fístulas deverão ser fechadas usando esta técnica para demonstrar que este será um instrumento seguro para se lidar com este problema.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Traumatismos Abdominais , Duodenostomia , Duodeno , Fístula , Drenagem Postural , Endoscopia do Sistema Digestório , Cuidados Pós-Operatórios
17.
Arq. méd. ABC ; 32(supl.2): s13-s16, dez. 2007.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-508292

RESUMO

Objetivo: Comparar as alterações da função pulmonar no período pós-operatório com uso de drenos pleural e mediastinal ou somente dreno mediastinal, verificando se a utilização do dreno pleural, além do mediastinal traz maiores repercussões à função pulmonar no pós-operatório. Essa avaliação auxilia a escolha de exercícios fisioterapêuticos específicos que atendam as necessidades individuais dos pacientes. Método: Dezesseis pacientes com idade média de 65 anos e fatores de risco para doença coronariana foram avaliados. Excluíram-se três pacientes, sendo que o restante foi dividido em dois grupos de acordo com a quantidade de drenos, a saber: Grupo 1 (n = 8), com dreno mediastinal e Grupo 2 (n = 5), com drenos pleural e mediastinal. Todos os pacientes foram submetidos à avaliação da função pulmonar através da mensuração da pressãoinspiratória máxima, da pressão expiratória máxima, do volume corrente e da mobilidade torácica. As medidas foram obtidas no pré e até o quinto dia pós-operatório. Resultados: Em ambos os grupos houve alterações, no pós-operatório, da pressão inspiratória máxima, da pressão expiratória máxima e da mobilidade torácica. Porém, apenas a alteração do volume corrente foi estatisticamente significante (p ≤ 0,05). Conclusão: Os pacientes do Grupo 2 tiveram uma diminuição mais acentuda do volume corrente quando comparados aos pacientes do Grupo 1.


Aim: To compare the alterations of the pulmonary function during the post-operative between patients using pleural and mediastinal drains or only mediastinal drain, verifying if the use of the pleural drain besides the mediastinal brings larger changes in pulmonary selection of physiotherapy specific exercises that involve the individual necessity of patients. Method: We evaluated sixteen patients with an average of 65 years, who present coronary disease. Three patients were excluded and the other 13 were divided into two groups according to the amount of drains, as follows: Group 1 (n = 8), with mediastinal drain and Group 2 (n = 5), with pleural and mediastinal drains. All patients were submitted to pulmonary function evaluation, it measured the maximun inspiratory and expiratory pressures, the tidal volume and the mobility of the thoracic box in the pre-operative and until the fifth post-operative day. Results: In both groups there were changes, in the post-operative period, in the maximun inspiratory and expiratory pressures and in the mobility of the thoracic box. Although, only the tidal volume alterations were statistically significant (p ≤ 0.05). Conclusion: Patients from Group 2 presented tidal volume reduction when compared to patients from Group.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Drenagem Postural , Revascularização Miocárdica , Pulmão/fisiologia
18.
Rev. bras. cir. cardiovasc ; 21(2): 206-210, abr.-jun. 2006.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-447721

RESUMO

Bronquiectasia consiste em dilatação anormal, permanente e irreversível de brônquios e bronquíolos, com infecções recorrentes, inflamações, hipersecreção e redução da limpeza mucociliar. Acomete predominantemente o sexo feminino, entre 28 e 48 anos de idade e afeta com maior freqüência os lobos inferiores bilateralmente. Manifestações clínicas da doença são a tosse crônica, febre e expectoração volumosa, purulenta, com odor fétido. Etiologia é inespecífica e representada pelo estádio final de diversos processos patológicos. Pode ser classificada em cilíndrica, varicosa e sacular, e ainda, em localizada e multissegmentar. Drenagem postural e percussão são técnicas desobstrutivas usuais na prática clínica diária, no entanto, há escassez de estudos comparativos enfatizando-as com amostras populacionais e recursos metodológicos. Tomando por base as considerações, teve-se como objetivo verificar a eficácia da drenagem postural e da percussão na higiene brônquica de pacientes bronquiectásicos, bem como seus efeitos e associação com outras técnicas apontadas pela literatura atual. Os principais achados comprovaram que a drenagem postural e a percussão são efetivas na mobilização da secreção pulmonar, uma vez que aumentam a velocidade do muco transportado, melhoram a função pulmonar e as trocas gasosas. A efetividade requer ajuda de um profissional, o que pode dificultar a prática clínica diária. Por esta razão, fisioterapeutas têm selecionado técnicas que propiciem independência ao paciente.


Bronchiectasis consists of abnormal, permanent and irreversible dilation of bronchi and bronchia, with recurrent infections, inflammation, hypersecretion and reduction of mucus clearance. It predominantly affects women of between 28 and 48 years old and more frequently affects the inferior lobes. Clinical manifestations are chronic cough, fever and voluminous expectoration, with a fetid odor. The etiology is unspecific and is considered the final stage of diverse pathological processes. It can be classified in cylindrical, varicose and cystic, and also in respect to located and whether it affects multiple segments. Postural drainage and chest clapping are commonly used clearence however, there are few published comparative population studies or reviews of techniques. In this context, this study aimed at evaluating the efficaciouness of postural drainage and chest clapping on bronchus clearence in bronchiectasis patients and to compare the effects and associations of these techniques with others reported in the literature. Recent research reported that postural drainage and chest clapping are effective therapies to mobilize pulmonary secretions as they increase the velocity of mucus transportion, improving pulmonary function and gas exchange. This requires the assistance of a professional, which can make the necessary daily treatment difficult. For this reason physiotherapists have been choosing techniques that give more independence to patients.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Bronquiectasia/reabilitação , Doença Cardiopulmonar , Drenagem Postural/instrumentação
19.
J. bras. pneumol ; 32(2): 136-143, mar.-abr. 2006. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-433217

RESUMO

OBJETIVO: Apresentar a experiência de um serviço especializado em doenças respiratórias no manejo de casos de abscesso pulmonar de aspiração. MÉTODOS: Descrevem-se aspectos diagnósticos e resultados terapêuticos de 252 casos consecutivos de pacientes com abscesso de pulmão, hospitalizados de 1968 a 2004. RESULTADOS: Dos 252 casos, 209 ocorreram em homens e 43 em mulheres, com média de idade de 41,4 anos. Eram alcoolistas 70,2 por cento dos pacientes. Tosse, expectoração, febre e comprometimento do estado geral ocorreram em mais de 97 por cento dos casos, 64 por cento tinham dor torácica, 30,2 por cento hipocratismo digital, 82,5 por cento apresentavam dentes em mau estado de conservação, 78,6 por cento tiveram episódio de perda de consciência e 67,5 por cento apresentavam odor fétido de secreções broncopulmonares. Em 85,3 por cento dos casos as lesões localizavam-se nos segmentos posterior de lobo superior ou superior de lobo inferior, 96,8 por cento delas unilateralmente. Em 24 pacientes houve associação de empiema pleural (9,5 por cento). Flora mista foi identificada em secreções broncopulmonares ou pleurais em 182 pacientes (72,2 por cento). Todos os doentes foram inicialmente tratados com antibióticos (principalmente penicilina ou clindamicina) e 98,4 por cento deles foram submetidos à drenagem postural. Procedimentos cirúrgicos foram efetuados em 52 (20,6 por cento) pacientes (24 drenagens de empiema, 22 ressecções pulmonares e 6 pneumostomias). Cura foi obtida em 242 pacientes (96,0 por cento) e 10 faleceram (4,0 por cento). CONCLUSÃO: O abscesso pulmonar de aspiração ocorreu predominantemente em indivíduos adultos masculinos com doença dentária e episódio antecedente de perda de consciência (especialmente por alcoolismo). A maioria dos pacientes foi tratada clinicamente (antibióticos e drenagem postural). Um quinto deles submeteu-se a algum procedimento cirúrgico.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Infecções Bacterianas/diagnóstico , Abscesso Pulmonar/diagnóstico , Pneumonia Aspirativa/diagnóstico , Antibacterianos/uso terapêutico , Broncoscopia , Infecções Bacterianas/terapia , Drenagem Postural , Abscesso Pulmonar/terapia , Pneumonia Aspirativa/terapia , Estudos Retrospectivos
20.
Braz. j. phys. ther. (Impr.) ; 7(3): 223-228, set.-dez. 2003.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-355044

RESUMO

E comum na fisioterapia respiratoria a utilizacao das manobras de higiene bronquica, no entanto, ainda nao esta bem claro o melhor protocolo de atendimento, visto que os efeitos isolados de cada manobra necessitam ser mais explorados, inclusive com metodos de analise de transportabilidade do muco bronquico. Este estudo analisou amostras de muco bronquico expectorado por 12 bronquiectasicos submetidos a drenagem postural isolada e associada a tapotagem e a tecnica de expiracao forcada. Para analisar a transportabilidade foi realizada a mensuracao do angulo de adesao, do deslocamento do muco na maquina da tosse e da velocidade relativa de transporte no palato de ra, alem do peso umido e da relacao peso seco/peso umido do muco. Houve forte tendencia de remocao de maior quantidade de secrecao apos drenagem postural isolada e associada a tapotagem, alem da tendencia de remocao de secrecao com menor teor liquido apos duas sessoes (50 minutos) de drenagem postural associada a tapotagem. O angulo de adesao do muco removido apos 80 minutos da conduta CONT foi menor (p<0,05) e, proximo da normalidade, de facil remocao. Neste caso, considerando que as demais manobras nao contribuem para a piora das qualidades fisico-quimicas do muco, e que os tempos iniciais das condutas anao apresentaram diferncas estatisticas, o muco expectorado por essas manobras apresentou angulo distante da normalidade, sugerindo que em todos os tempos das condutas estudads o muco expectorado apresentou pior perfil reologico, isto e, de dificil remocao, e somente pela aplicacao das mesmas edsse muco pode ser removido


Assuntos
Tosse , Drenagem Postural , Muco
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA